Página 1 dos resultados de 58 itens digitais encontrados em 0.000 segundos

Palhaços da cara preta: Pai Francisco, Catirina, Mateus e Bastião, parentes de Macunaíma nos Bumba-bois e Folias-de-Reis - MA, PE, MG; Black-faced clowns: Black Francisco, Catirina, Mateus and Bastião, relatives of Macunaíma in Bumba-bois and Folias-de-Reis MA, PE, MG

Bueno, André Curiati de Paula
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 16/02/2005 PT
Relevância na Pesquisa
27.32%
Trabalho voltado a três brincadeiras populares com personagem negro de máscara, em três Estados brasileiros, e a comparações com o personagem Macunaíma, de Mário de Andrade. Foi realizada pesquisa de campo com registro áudio-visual por quatro anos, em continuidade com pesquisa anterior de Mestrado. O capítulo 1 introduz abordagens de Mário de Andrade, etnomusicologia, semiótica, estudos africanos e afro-brasileiros. O capítulo 2 avalia grandezas reunidas em Macunaíma, da fonte etnográfica às visões dos personagens negros da cultura popular, com índices da própria obra, da correspondência com Bandeira e da crítica. O capítulo 3 tange à experiência de campo, ao registro de Mário de Andrade do palhaço Veludo no Lundu do Escravo e à visão de Tinhorão dos palhaços negros cantores. No capítulo 4 vêm as transcrições dos textos registrados em campo com os personagens Pai Francisco, Catirina, Mateus e Bastião, nos três Estados. E o capítulo 5 traz balanço comparativo dos três registros e coerências com Macunaíma. A conclusão aborda o disfarce social e a vitalidade das representações negras.; This is a study of three dramatic dances with masked black character, from three states of Brazil, in comparison with Mario de Andrade´s character Macunaíma. Field research with audio/video capture was done in four years...

A Cia. La Mínima e a comicidade no espetáculo A Noite dos Palhaços Mudos

Bastos, Lilia Nemes
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 264 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
38.28%
Pós-graduação em Artes - IA; A Cia. La Mínima é um grupo circense e teatral formado por Domingos Montagner (1962-) e Fernando Sampaio (1964-) em São Paulo – SP, Brasil. A dupla tem a comicidade, as habilidades circenses e o palhaço como eixos de sua prática cênica. O presente trabalho realiza um histórico da formação dos artistas, uma breve descrição de dez espetáculos produzidos pela dupla entre 1997 e 2012 e um estudo da comicidade na peça A Noite dos Palhaços Mudos (2008), dirigida por Alvaro Assad. A pesquisa envolveu a realização de entrevistas, a observação de espetáculos e de seus registros audiovisuais, a participação em oficinas ministradas por Fernando Sampaio e estudos bibliográficos. A obra Comicidade e Riso, de Vladímir Propp, é o principal referencial teórico da pesquisa. As noções de riso de zombaria, riso não derrisório e a tipologia do riso formuladas pelo autor embasam a descrição dos elementos cômicos no trabalho da Cia. La Mínima. Também são fundamentais a obra Homo Ludens, de Johan Huizinga, e os estudos de Mario Fernando Bolognesi acerca do circo e do palhaço circense. Aspectos artísticos recorrentes na trajetória do grupo compõem a produção cênica da comicidade em A Noite dos Palhaços Mudos: a teatralidade das atuações e da encenação...

Os palhaços nas manifestações populares brasileiras: Bumba-meu-boi, Cavalo-marinho, Folia de Reis e Pastoril Profano

Santos, Ivanildo Lubarino Piccoli dos
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 2 v. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
37.66%
Pós-graduação em Artes - IA; Esta pesquisa apresenta a descrição e análise de algumas personagens cômicas que integram as folias e folguedos, manifestações populares brasileiras, e uma investigação das semelhanças entre as características dessas personagens e as do palhaço de circo. Na cultura popular, as personagens cômicas aparecem na forma de brincantes e executam os Mateus, Bastiões, Catirinas e Cazumbás, pertencentes ao grupo de Bumba-meu-boi e Cavalo-Marinho; os Palhaços, das Folias de Reis; e os Velhos, do Pastoril Profano. Este estudo teve como base referências bibliográficas, análise de vídeos e observação de campo, com coleta de material audiovisual e realização de entrevistas. Centrou-se em um levantamento sobre a origem e ocorrência, no Brasil, de algumas manifestações populares; na identificação e análise das personagens cômicas que as compõem; e em comparações com as personagens populares universais O trabalho contém uma apreciação crítica mais detalhada da personagem do Velho, do Pastoril Profano, e um estudo das aproximações dessa personagem com elementos cômicos universais e com o palhaço de circo, o que se dá por meio dos elementos cênicos que a compõe (composição visual...

Circos e palhaços brasileiros

Bolognesi, Mario Fernando
Fonte: Cultura Acadêmica Publicador: Cultura Acadêmica
Tipo: Livro
POR
Relevância na Pesquisa
38.17%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Artes - IA; Circos e Palhaços Brasileiros apresenta, em forma de catálogo, documentação iconográfica e escrita de alguns circos brasileiros e seus palhaços. De outubro de 1997 a julho de 2000 foram visitados diversos circos, em várias regiões do país, com o objetivo de documentar o universo dos palhaços, dentro e fora do picadeiro. Além do resgate do seu repertório cênico (entradas, esquetes, comédias e dramas), foram incluídos neste registro os recursos materiais dos circos (pequenos e grandes), os palhaços no circo-teatro, os palhaços de palco, os tapa-buracos dos circos grandes, o papel do palhaço nos espetáculos dos pequenos circos, a quantidade e qualidade do repertório encenado, as opiniões dos artistas acerca da profissão etc

Doutores palhaços em ambiente hospitalar: O uso do riso como instrumento terapêutico

Castro, Elizabeth; Peruch, Cecília; Ferreira, Natália
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Relevância na Pesquisa
28%
Trabalho apresentado no 31º SEURS - Seminário de Extensão Universitária da Região Sul, realizado em Florianópolis, SC, no período de 04 a 07 de agosto de 2013 - Universidade Federal de Santa Catarina.; O Programa de Extensão Acadêmica “Palhaços-Doutores em Ambiente Hospitalar- O Uso do Riso como Instrumento Terapêutico” tem como objetivo manter um grupo de palhaços atuante dentro do ambiente hospitalar. O intuito é melhorar o bem estar do paciente internado e da comunidade em geral. Contribuir para a humanização das instituições parceiras, bem como dos acadêmicos envolvidos. Capacitar e desenvolver o indivíduo para o cumprimento do trabalho voluntário e enriquecer a comunidade acadêmica tanto pela melhoria da formação, quanto pela visão da sociedade frente à integração da universidade com um novo programa social. O público alvo são os pacientes e familiares atendidos por hospitais parceiros. A metodologia do programa consiste em visitas semanais aos pacientes por voluntários caracterizados de doutores-palhaços capacitados na arte do riso, levando atividades cômicas e lúdicas aos internados e ao público em geral, visando à melhoria da qualidade de vida durante a hospitalização. Espera-se melhorar o quadro clínico do paciente...

Hoje tem marmelada ? Tem, sim senhor!

Nery, Francisca
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Outros Formato: xx f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
27.66%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Comunicação e Expressão. Jornalismo.; Com diferentes nomes e características, o palhaço está presente em diversas culturas há muitos séculos. Por trás das inúmeras funções sociais – que variam de acordo com o contexto em que a sociedade está inserida – há sempre um mesmo propósito: provocar o riso. Este trabalho de conclusão de curso explora esse assunto por meio de um especial para tablets, com uso de recursos multimídias próprios da plataforma, em especial a interatividade. São cinco pautas: (1) a história do palhaço e suas particularidades; (2) a experiência de um casal que é referência em Florianópolis; (3) a trajetória de Casuo, clown brasileiro que protagonizou o espetáculo Alegría, do Cirque du Soleil; (4) a intervenção de palhaços em hospitais e zonas de conflito; (5) e um breve perfil dos personagens que fizeram história no Brasil e dos artistas que se destacam na nova geração de palhaços do país.

Formação em palhaço : reflexões sobre metodologias de formação de novos palhaços

Oliveira, Denivaldo Camargo de
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
38.1%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Artes, 2012.; O objetivo deste trabalho é refletir sobre os processos metodológicos na formação de novos palhaços e sobre as necessidades e as especificidades que envolvem o aprendizado dos alunos nos processos de formação. Para isso, para fomentar e respaldar a discussão, dialogo com teóricos de diversas disciplinas: Freud, Motta, Icle, Lecoq, Bergson, Deleuze, Espinosa, Guinsburg, Foucault, etc. Minhas experiências em diversos processos de formação (iniciação à linguagem do palhaço, nos workshops e na escola francesa Le Samovar) também serviram como processo reflexivo. Utilizo a minha experiência na disciplina prática de docência, realizada no Departamento de Artes da Universidade de Brasília, na qual apliquei uma metodologia de ensino/aprendizado de palhaços para viabilizar a discussão da necessidade ou não de criar metodologias de formação na arte da palhaçaria. Essa revisão comparativa do meu processo de formação e as experiências pessoais na arte da palhaçaria, tendo também a oportunidade de analisar a aplicação da metodologia de formação na UnB, permitiram-me rever questões que vão além da criação de um processo metodológico em si. Ao final...

De nariz vermelho no hospital : a actividade lúdica dos Doutores Palhaços com crianças hospitalizadas

Santos, Ana Isabel de Lima
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
28.32%
Dissertação de mestrado em Estudos da Criança (área de especialização em Associativismo e Animação Sócio-Cultural); A presente investigação descreve e analisa a estrutura, princípios, valores e metodologias, entre outros aspectos, referentes à Associação Operação Nariz Vermelho (ONV), nomeadamente ao nível da acção dos seus artistas profissionais, os Doutores Palhaços, aquando da realização de visitas a crianças hospitalizadas. A situação de doença na infância afecta o desenvolvimento e o bem-estar da criança, em vários domínios, sejam eles psíquicos, físicos ou emocionais, tornando-a mais vulnerável e tendo repercussões ao nível do seu desenvolvimento, auto-estima e auto-confiança. A investigação empírica realizou-se durante doze meses, numa perspectiva etnográfica. Os resultados mostram uma forte relação de empatia e cumplicidade entre os Doutores Palhaços e as crianças, bem como um forte sentido de pertença, da parte dos artistas, com a comunidade hospitalar, visível nas relações estabelecidas com os profissionais do hospital, no âmbito de um processo de atendimento e prestação de cuidados de qualidade à criança, que se deseja sinónimo de bem-estar e alegria. Este sentimento de partilha e de criação de laços estende-se ainda aos familiares das crianças...

Ação dos Dr. Palhaços em contexto hospitalar com crianças em risco de desenvolvimento

Tiago, Maria Teresa da Silva Meira do Carmo Cerqueira
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /12/2013 POR
Relevância na Pesquisa
28.54%
Dissertação apresentada à Escola Superior de Educação de Lisboa para obtenção de grau de Mestre em Ciências da Educação - Especialidade Intervenção Precoce; A intervenção precoce é uma forma de atuação (sempre que possível preventiva) que articula profissionais de vários saberes disciplinares, famílias, grupos e outros elementos da comunidade de forma a responder eficazmente à diversidade de necessidades das crianças e respetivas famílias. No quadro das práticas de intervenção precoce do Centro de Desenvolvimento da Criança-Torrado da Silva do Hospital Garcia de Orta em Almada (CDC), um grupo de profissionais (os Dr. Palhaços) promove o brincar, como forma de mediação entre o mundo familiar e situações novas ou ameaçadoras junto das crianças do centro. Esta atuação dos Dr. Palhaços embora socialmente reconhecida tem sido pouco estudada. Neste sentido, procuramos conhecer as representações dos participantes (profissionais, pais ou acompanhantes, e a dupla de doutores palhaços) face à intervenção dos Dr. Palhaços no CDC, e ainda caracterizar as reações das crianças que o frequentam. Neste estudo exploratório e qualitativo, participaram cinco crianças alvo do estudo, 16 profissionais de diferentes domínios...

Ação dos Dr. Palhaços em contexto hospitalar com crianças em risco de desenvolvimento

Tiago, Teresa; Fuertes, Marina; Nunes, Clarisse
Fonte: CIED - Centro Interdisciplinar de Estudos Educacionais da Escola Superior de Educação de Lisboa Publicador: CIED - Centro Interdisciplinar de Estudos Educacionais da Escola Superior de Educação de Lisboa
Tipo: Parte de Livro
Publicado em /03/2015 POR
Relevância na Pesquisa
28.35%
No quadro das práticas de intervenção precoce do Centro de Desenvolvimento da Criança-Torrado da Silva do Hospital Garcia de Orta em Almada (CDC), os Dr. Palhaços promovem o ato de brincar junto das crianças do CDC. Neste estudo procuramos conhecer as representações dos participantes (profissionais, pais e a dupla de Dr. Palhaços) face à intervenção dos Dr. Palhaços no CDC, e caracterizar as reações das crianças em interação com estes profissionais. Neste estudo exploratório e qualitativo, participaram cinco crianças, 16 profissionais, 18 pais das crianças e uma dupla de Dr. Palhaços. Foram realizadas entrevistas aos profissionais, pais e dupla de Dr. Palhaços; concretizadas observações diretas das crianças em interação com os Dr. Palhaços e efetuada pesquisa documental. Com o objetivo de avaliar a qualidade das interações diádicas e o impacto dessas interações na criança, desenvolvemos a Escala da Qualidade de Interação Dr. Palhaços-Criança. Os resultados revelaram que na presença dos Dr. Palhaços as crianças que estão ou acabaram de ser sujeitas a intervenções mais intensas ou intrusivas conseguem rir, cantar e brincar, e sugerem que a atividade dos Dr. Palhaços contribui positivamente para o bem-estar da criança e para a intervenção dos outros técnicos...

Impacto do workshop “à procura do seu palhaço interior” no bem-estar e coesão de grupo dos participantes

Pinto, Lara Vicente da Silva
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
27.66%
Dissertação submetida como requisito parcial para obtenção do grau de Mestre em Psicologia Social da Saúde; Os palhaços de hospital têm demonstrado ser um contributo importante para o bem-estar das crianças hospitalizadas, bem como para os seus familiares e profissionais de saúde que com elas trabalham (Battrick, Glasper, Prudhoe, & Weaver, 2007; Fernandes & Arriaga, 2010). Este estudo surge no âmbito de uma instituição de palhaços de hospital, a Operação Nariz Vermelho. Para além do trabalho com as crianças em contexto hospitalar, esta instituição também dispõe do workshop “à procura do seu palhaço interior”, cujo público-alvo maioritário consiste em profissionais de saúde. Este workshop visa a que os participantes, através de atividades de humor, mindfulness e team building, aumentem o seu bem-estar subjetivo, psicológico e social, bem como a coesão de grupo. No sentido de perceber quais os efeitos deste workshop, recorreu-se à avaliação do mesmo através de questionários, preenchidos em três momentos distintos: o primeiro antes do workshop, o segundo logo após o workshop, e o terceiro passado um mês da realização do workshop. Verificou-se um aumento do bem-estar subjetivo, psicológico, social e coesão de grupo logo após o workshop. Estes resultados mantiveram-se passado um mês da realização do workshop...

MadAlegria - Estudantes de medicina atuando como doutores-palhaços: estratégia útil para humanização do ensino médico?

Takahagui,Flavio Mitio; Moraes,Érika Neves de Souza; Beraldi,Gabriel Henrique; Akamine,Guilherme Kenzzo; Basile,Maria Aparecida; Scivoletto,Sandra
Fonte: Associação Brasileira de Educação Médica Publicador: Associação Brasileira de Educação Médica
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2014 PT
Relevância na Pesquisa
27.32%
INTRODUÇÃO: Historicamente, a medicina caminhou paralelamente aos valores humanísticos até que as bases científico-tecnológicas desenvolvessem importantes conhecimentos, dando ao atendimento humanizado, por vezes, uma posição secundária. Apenas nas últimas décadas, vem-se pensando em maneiras de conciliá-los. Neste contexto, acadêmicos da Universidade de São Paulo (USP) criaram o MadAlegria, no qual a figura do doutor-palhaço atua no desenvolvimento da empatia e da abertura para a escuta e o diálogo com pacientes adultos por meio do lúdico. MATERIAIS E MÉTODOS: Alunos da área da saúde caracterizados como doutores-palhaços visitaram pacientes hospitalizados. Em 2011, o projeto contou com 38 voluntários que atuaram semanalmente no Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp); no ano seguinte, o projeto se expandiu para outras enfermarias do Complexo do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP). Paralelamente, foram realizados estudos para conhecer o impacto da atuação do doutor-palhaço sobre pacientes adultos, profissionais da saúde e alunos que participam do projeto. RESULTADOS: Os resultados preliminares de estudo com os acadêmicos sugerem que eles adquiriram habilidades de comunicação e ampliaram a visão do paciente. CONCLUSÃO: Futuras pesquisas poderão elucidar mais detalhes a respeito dos benefícios do treinamento na saúde mental dos estudantes envolvidos.

Palhaços de hospital como estratégia de amenização da experiência de hospitalização infantil

Caires,Susana; Esteves,Carla Hiolanda; Correia,Susana; Almeida,Isabel
Fonte: Universidade de São Francisco, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Psicologia Publicador: Universidade de São Francisco, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.86%
A hospitalização pediátrica pode representar um acontecimento marcante para a criança e sua família, dado o desenraizamento de seus contextos e rotinas, e a imersão num ambiente estranho e ameaçador. Buscando minimizar o impacto dessa experiência, várias abordagens lúdicas têm surgido em pediatria, nomeadamente a intervenção de palhaços. Assumindo que, mesmo hospitalizada, existe, na criança, uma essência que deseja brincar, a intervenção do palhaço tem como propósito o seu resgate. Neste artigo, apresentam-se as expetativas de profissionais pediátricos (n=34) a respeito das (des)vantagens da presença dos palhaços junto dessas crianças/adolescentes, antes mesmo da sua intervenção. Os dados revelaram uma ampla abertura à presença desses artistas, apontando-os como potenciais amenizadores do impacto emocional da internação e dos tratamentos, e seu contributo para a humanização dos cuidados e desmistificação dos profissionais de saúde. Como desvantagens, referiram o medo do palhaço ou a percepção, entre adolescentes, da sua presença como uma infantilidade.

Humanização em contexto pediátrico: o papel dos palhaços na melhoria do ambiente vivido pela criança hospitalizada

Esteves,Carla Hiolanda; Antunes,Conceição; Caires,Susana
Fonte: UNESP Publicador: UNESP
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2014 PT
Relevância na Pesquisa
27.32%
Valorizando a importância dos aspetos psicossociais da internação pediátrica, e procurando a criança “por detrás” do corpo doente, vários hospitais têm investido na humanização de espaços, rotinas e atmosfera, procurando promover ambientes acolhedores e atenuantes das experiências negativas vividas pela criança (e família) durante a internação. A par de uma tentativa de sistematização de alguns dos esforços realizados até a data em nível da definição do conceito de “humanização” – nomeadamente em contexto pediátrico –, reflete-se acerca das potencialidades de alguns programas existentes nesse contexto, nomeadamente aqueles que aliam a arte, a recreação, o lazer e o humor como meios privilegiados de comunicação e expressão. Entre estes, destaca-se a intervenção dos palhaços de hospital, como promotora da livre expressão da criança, da sua autonomia, criatividade, exploração e conhecimento do mundo e consequente desenvolvimento psicossocial.

Memórias de um palhaço: O rito de passagem de Roger Avanzi para o palhaço Picolino II

Silva, Thalita Costa da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais; Desenvolvimento Regional; Cultura e Representações Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais; Desenvolvimento Regional; Cultura e Representações
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
27.86%
This dissertaion reflects about life's trajectory of a specific clown: Roger Avanzi, who gives animus to the clown Picolino II. The main objective is to promove reflections about the insertion of the clowns in the universe of the circus, to make us comprehend the process of formation of a clown formed in a traditional circus family. In this research, we begin of the conjecture that, through the individual memory we can think about rebuild the process of a professional's integral formation.Then, we trace the itinerary of Roger Avanzi, the clown Picolino II, think that it has possibilities, in this case, to discuss about what is a clown's formation when it come from a traditional circus family. To walk on this universe, a huge numer of authors that deeply studyed about the circus ans the clowns, like: Avanzi; Tamaoki (2004), Bolognesi (2003), Castro (2005), Pantano (2007), Ruiz (1987), Silva (1997) e Torres (1998). We bring then, a theoric base that certainly, fortifies and corroborates our thoughts and reflections about the universe of circus and the trajectory of clown's formation, with special atention to Roger Avanzi, fundamentals i studies about it and with memories like Halbwachs's (2004) and Bosi's (1994). The reflections enabled to conclude that a clown doesn't born done; it becomes in the cultural trajectory...

Palhaços

Fonte: Editora UNESP Publicador: Editora UNESP
Tipo: Livro
Publicado em //2003 PT
Relevância na Pesquisa
27.86%
Trata-se de um estudo sobre o circo e seus palhaços no Brasil atual. Resultou de uma pesquisa bibliográfica e empírica, que incluiu viagens por quase todo o país, registros fotográficos, observações diretas e entrevistas. Resultado de uma pesquisa bibliográfica e empírica, com viagens por grande parte do Brasil, este livro não só preenche uma lacuna acadêmica sobre a história do circo e a atividade dos palhaços brasileiros, como também - e principalmente - nos faz voltar um pouquinho à infância, pois estuda a arte do palhaço tal como ela é no circo nacional, tomando como base a dramaturgia, a interpretação e a encenação. O livro realiza ainda uma recuperação bibliográfica de parte da história do circo moderno, com uma investigação das origens dos palhaços, suas influências e aproximações com o teatro. Nesse sentido, inclui a reprodução escrita de toda uma tradição oral de esquetes e entradas, fornecendo um material inédito para pesquisadores e artistas.

Circos e palhaços brasileiros

Fonte: Editora UNESP Publicador: Editora UNESP
Tipo: Livro Formato: pdf; epub
Publicado em //2009 PT
Relevância na Pesquisa
28.1%
Circos e Palhaços Brasileiros apresenta, em forma de catálogo, documentação iconográfica e escrita de alguns circos brasileiros e seus palhaços. De outubro de 1997 a julho de 2000 foram visitados diversos circos, em várias regiões do país, com o objetivo de documentar o universo dos palhaços, dentro e fora do picadeiro. Além do resgate do seu repertório cênico (entradas, esquetes, comédias e dramas), foram incluídos neste registro os recursos materiais dos circos (pequenos e grandes), os palhaços no circo-teatro, os palhaços de palco, os tapa-buracos dos circos grandes, o papel do palhaço nos espetáculos dos pequenos circos, a quantidade e qualidade do repertório encenado, as opiniões dos artistas acerca da profissão etc.

Respeitável público : nos picadeiros da vida, lembranças de palhaços – 1950 a 1980

Perin, Diogo Zomer
Fonte: Universidade do Extremo Sul Catarinense Publicador: Universidade do Extremo Sul Catarinense
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso - TCC
PT_BR
Relevância na Pesquisa
38%
Trabalho de conclusão de Curso, apresentado para obtenção do grau de Licenciatura e Bacharel no curso de História da Universidade do Extremo Sul Catarinense, UNESC.; Esse estudo apresenta a história da atuação dos “palhaços” de circo, por meio das histórias de vida de cinco artistas circenses entre os anos de 1950-1980. Para discutir esse tema, foi necessário revisitar a história do circo no Brasil. O objetivo do trabalho é oferecer visibilidade a história da arte dos palhaços circenses, focando essa manifestação como parte da cultura popular e do patrimônio imaterial. A metodologia utilizada foi a história oral temática, seguindo os passos da pré-entrevista, entrevista, transcrição e devolução. Além da história oral, foram realizadas a revisão de literatura pertinente. Como resultado percebe-se que ao longo do século XX a arte dos palhaços circenses tem se modificado seguindo as exigências dos meios midiáticos.

MadAlegria – Palhaços de hospital: proposta multidisciplinar de humanização em saúde; MadAlegria – Hospital clowns: multidisciplinary approach for health humanization

Utsunomiya, Key F.; Ferreira, Elizabeth Alves G.; Oliveira, Amanda Manso; Arai, Henrique Teruo; Basile, Maria Aparecida
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 18/09/2012 POR
Relevância na Pesquisa
27.86%
The objective of this article is to describe the project MadAlegria as a multi-disciplinary proposal of humanizationin healthcare. MadAlegria is a multidisciplinary extension project of the School of Medicine of University of São Paulo initiated in August 2010. The project includes students of Nursing, Physical Therapy, Speech Therapy, Medicine, Nutrition and Occupational Therapy, who develop cultural, scientific and educational activities related with the humanization of the relationship with the patient and with the health professionals. The students act as hospital clowns and storytellers as a vehicle for the engagement.The project aims to tendering the hospital environment for patients and for the health professionals and to influencing the education of heath care students, seeking to shape differentiated professionals that can work in an interdisciplinary and humanized way. In two years of existence 78 people were trained as hospital clowns and 35 underwent a storytelling course. In this period the students made 2020 visits as hospital clowns, targeting a population of adult patients. The post visit reports indicate a positive change in the quality of the student-patient contact, as well as a more affective and understanding approach by the student. Patients refer satisfaction and rarely reject the clown’s presence. These contacts offer the students the opportunity to get closer to patients with no professional expectations...

Palhaços: uma revisão acerca do uso dessa máscara no ambiente hospitalarPayasos: una revisiónsobre el uso de esa máscara en el ambiente hospitalario

Sato,Mariana; Ramos,Artur; Silva,Carolina Costa; Gameiro,Gustavo Rosa; Scatena,Camila Morato da Conceição
Fonte: UNESP Publicador: UNESP
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2016 PT
Relevância na Pesquisa
27.66%
Grupos de artistas profissionais ou voluntários têm-se formado com o intuito de visitar, como palhaços, pacientes em hospitais ao redor do mundo, fazendo uso do humor como ferramenta a favor do cuidado e do processo de recuperação. Há poucos estudos relacionados ao tema na literatura científica. Assim, a construção de um campo teórico capaz de subsidiar essas atuações ainda é incipiente. Realizamos, portanto, uma revisão bibliográfica, a partir de 33 artigos, sobre a atuação de diferentes grupos de palhaços em vários hospitais do mundo, a fim de compreender melhor como se dão estas visitas e de que modo podem efetivamente trazer resultados positivos. Foi observado que estes encontros podem estabelecer relações profundas capazes de ressignificar o ambiente hospitalar, empoderar os pacientes e servir como modelo de relação para toda a equipe de saúde envolvida.