Página 1 dos resultados de 7845 itens digitais encontrados em 0.040 segundos

Análise crítica da proteção das patentes de invenção farmacêuticas e biotecnológicas: perspectiva dos países em desenvolvimento; Critical analysis of patent protection for pharmaceutic and biotecnology: perspective of developing countries

César, Priscilla Maria Dias Guimarães
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 08/06/2011 PT
Relevância na Pesquisa
96.04%
O sistema de patentes como hoje está estruturado enfrenta enormes desafios para atingir metas de acesso ao conhecimento, inovação tecnológica e desenvolvimento sustentável tanto no âmbito nacional quanto internacional. Este estudo propõe uma revisão jurídica do sistema de patentes na perspectiva de países em desenvolvimento. As áreas farmacêutica e biotecnológica serão priorizadas por meio da análise de patentes de invenção a fim de verificar suas imperfeições e falhas sob o ponto de vista jurídico. Justifica-se a escolha dessas áreas pelos impactos que causam a temas como: acesso a medicamentos e novas terapias médicas, direitos humanos e desenvolvimento. Instrumentos jurídicos tradicionais para a proteção da propriedade intelectual devem ser analisados e conformados aos novos instrumentos que surgem como resposta à crise de acesso ao conhecimento e à redução do domínio público, portanto, como propostas para uma nova era de direitos de propriedade intelectual. Desse modo, o diálogo entre os diversos sistemas jurídicos compõe um plano maior de desenvolvimento sustentável e demonstra a interdisciplinaridade do tema. A análise sistêmica e jurídica considera, ainda, o papel dos diversos atores Estados...

Avaliação da eficiência energética usando análise envoltória de dados: aplicação aos países em desenvolvimento.; Energy efficiency assessment using data envelopment analysis: application for developing countries.

Souza, Maria Goretti Zago Nunes de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 10/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
95.99%
Nosso planeta vem constantemente passando por profundas transformações. A necessidade crescente de energia para suprir o desenvolvimento econômico e o crescimento populacional, somada à utilização de maneira insustentável dos recursos finitos e ao problema ambiental decorrente, constituem desafios que afetam todos os aspectos da civilização moderna. Em vista do cenário exposto, vários estudos têm procurado estabelecer relações de causalidade entre consumo de energia e o produto interno bruto PIB, ou seja, discute-se a questão do desenvolvimento econômico e suas implicações no consumo energético. Neste trabalho, desenvolveu-se uma avaliação comparativa do desempenho energético entre países em desenvolvimento, em função do crescimento econômico, sustentabilidade e desenvolvimento humano, utilizando o método denominado Análise Envoltória de Dados (DEA). O método DEA tem como característica possibilitar a análise de sistemas produtivos com várias entradas e saídas, assim como, tanto com saídas desejáveis quanto indesejáveis. Com a metodologia desenvolvida foi possível identificar os melhores resultados relativos às estratégicas de políticas energéticas e verificar que diferentemente dos países desenvolvidos que buscam a otimização de processos produtivos...

Determinantes do investimento externo direto em terras nos países em desenvolvimento; Determinats of land foreign direct investment in developing countries

Pongeluppe, Leandro Simões
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 31/07/2013 PT
Relevância na Pesquisa
96.03%
Desde o final dos anos 2000, impulsionado pelo boom dos preços das commodities, o movimento de aquisição de terras por estrangeiros tem se acentuado nos países em desenvolvimento. Este estudo pretende responder quais são os condicionantes que determinam os Investimentos Externos Diretos (IED) em terras em alguns países e não em outros. Em termos teóricos, a abordagem da Nova Economia Institucional (NEI) argumenta que as instituições são importantes para as estratégias dos agentes econômicos e para o seu desempenho (NORTH, 1990). Já a Teoria Baseada em Recursos (TBR) afirma que os recursos são determinantes para a criação de rendas econômicas, por seu pontencial de gerarem vantagens competitivas (BARNEY, CLARK, 2007). Tendo em vista essas abordagens, esse estudo tem como hipótese que o ambiente institucional e a presença de recursos estratégicos influenciam o nível de Investimento Externo Direto em aquisição de terras nos países em desenvolvimento. Utilizando-se de análise estatística qualitativa comparativa e quantitativa verifica-se a relação entre o nível de IED aplicado nos países receptores, tendo em vista os seguintes condicionantes: direito de propriedade; nível de corrupção; liberdade de investimento; disponibilidade de terra agricultutável; e produtividade da terra. Para tanto...

Internacionalização de empresas produtoras de insumos básicos de países em desenvolvimento: análise das indústrias de aço e de cimento

Colantuono, Albino Fernando
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 150 f. : il., gráfs.
POR
Relevância na Pesquisa
95.98%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Economia - FCLAR; A partir dos anos 1980, as empresas transnacionais elevaram o envolvimento em atividades produtivas no exterior, em resposta ao acirramento da concorrência provocado pela globalização. A internacionalização produtiva não se limitou somente a empresas de nações desenvolvidas, já que algumas empresas de países em desenvolvimento também procuraram a expansão de suas atividades internacionais. Esta dissertação examina a internacionalização produtiva de empresas produtoras de insumos básicos (aço e cimento) provenientes de alguns países em desenvolvimento e, assim, procura identificar as estratégias adotadas pelas empresas selecionadas: Gerdau, Tata Steel, Techint, Cemex e Votorantim. Além do exame de artigos teóricos sobre internacionalização de empresas, foram caracterizadas as estruturas de mercado e a dinâmica competitiva das indústrias do aço e do cimento, procedimento importante para a compreensão do ambiente competitivo em que são definidas e operacionalizadas as estratégias de internacionalização das empresas. Com informações relevantes em artigos, relatórios anuais e em sítios das empresas...

O regime global da propriedade intelectual e a questão do desenvolvimento: o poder dos países em desenvolvimento no campo multilateral

Cruz, Liliam Ane Cavalhieri da
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 140 f.
POR
Relevância na Pesquisa
96.06%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Relações Internacionais (UNESP - UNICAMP - PUC-SP) - FFC; O regime global de propriedade intelectual formado após a criação do Acordo sobre aspectos dos Direitos de Propriedade Intelectual relacionados ao Comércio (Acordo TRIPS), da Organização Mundial do Comércio, seguiu as diretrizes norte-americanas construídas para atender aos interesses dos países desenvolvidos, em especial do próprio Estados Unidos (EUA), na regulação dos direitos de propriedade intelectual. No momento da negociação do acordo, os países em desenvolvimento não tiveram muito poder de barganha, em decorrência da falta de capacitação e da instabilidade interna que enfrentavam, bem como das políticas agressivas de coerção praticadas pelos EUA. No entanto, estes países conseguiram garantir algumas flexibilidades no regime e estabilizar razoavelmente seus cenários políticos e econômicos nacionais. Conseqüentemente, os países em desenvolvimento começaram a articular estratégias políticas comuns com o objetivo único de beneficiar seu desenvolvimento econômico e social e fazer valer seus interesses internacionalmente, por meio de organizações multilaterais. Assim...

A internacionalização das atividades tecnológicas e a inserção dos países em desenvolvimento : uma análise baseada em dados de patentes; Internationalization of technological activities and developing countries : an analysis on patent data

Pedro Carvalho de Miranda
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 25/02/2014 PT
Relevância na Pesquisa
96.03%
Nas últimas décadas do século XX, às transformações no cenário macroeconômico internacional e ao acirramento da concorrência em escala global, somaram-se as novas estratégias adotadas pelas grandes corporações para a manutenção e o reforço de suas vantagens competitivas, incluindo mudanças organizacionais. Na esfera produtiva, estas resultaram na formação de redes internacionais de produção com elevada dispersão geográfica das atividades. No entanto, tais mudanças não se restringiram às atividades produtivas. Nos anos 1990, a internacionalização das atividades tecnológicas cresceu de forma mais intensa, com maior dispersão geográfica e o envolvimento de atividades de maior complexidade. As subsidiárias estrangeiras das empresas transnacionais (ETNs) deixam de ser apenas receptoras de tecnologias desenvolvidas pela matriz e assumem também a função de gerar novas capacitações baseadas na absorção de conhecimento local. Contudo, tal processo ainda se mostra extremamente concentrado nos países da tríade Estados Unidos¿Europa Ocidental¿Japão, sobretudo quando consideradas as atividades de pesquisa. Diante disso, surge o questionamento se estaria em curso um processo seletivo de dispersão internacional das atividades tecnológicas ou um movimento em direção ao "tecnoglobalismo". Considerando esse debate...

Investigações epidemiológicas sobre demência nos países em desenvolvimento

Scazufca,M; Cerqueira,ATAR; Menezes,PR; Prince,M; Vallada,HP; Miyazaki,MCOS; Domingos,NAM; Antunes,EH; Macedo,GC; Almeida,SA; Matsuda,CMCB
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2002 PT
Relevância na Pesquisa
96.01%
Na medida em que a população mundial está envelhecendo, a demência está se constituindo em importante problema de saúde pública, particularmente nos países em desenvolvimento. Investigações epidemiológicas nestes países são escassas e apresentam dificuldades metodológicas adicionais, principalmente no que se refere à adequação sociocultural dos instrumentos utilizados para a definição de casos. Tendo em vista estas preocupações, foi fundado o "Grupo de Pesquisa em Demência 10/66", que é constituído por uma rede internacional de pesquisadores, predominantemente de países em desenvolvimento. O nome do grupo tem como referência o paradoxo de que menos de 10% dos estudos populacionais sobre demência são dirigidos aos 2/3 ou mais de casos de pessoas com demência que vivem em países em desenvolvimento. O objetivo do artigo é atualizar informações da literatura sobre as diferenças de prevalência e incidência de demência encontradas em países desenvolvidos e em desenvolvimento.

Regulamentações, conflitos e ética da pesquisa médica em países em desenvolvimento

Cabral,Marta Maciel Lyra; Schindler,Haiana Charifker; Abath,Frederico Guilherme Coutinho
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2006 PT
Relevância na Pesquisa
96%
O paciente é o sujeito que pode satisfazer as necessidades e interesses de um investigador médico em sua pesquisa. Esse conflito intrínseco torna-se mais evidente e assume particularidades quando se consideram os projetos de pesquisa envolvendo os ensaios clínicos em países em desenvolvimento. Nesses países, as populações-alvo têm pouco acesso a serviços de saúde, pouca compreensão sobre os riscos do estudo e também menor capacidade de pleitear judicialmente no caso de prejuízo. Em geral, os debates sobre ética em pesquisa nos países industrializados são caracterizados pela abordagem da doença na dimensão biomédica e pela visão neoliberal da economia e comércio. De fato, a maior parte das pesquisas biomédicas tem sido dirigida para beneficiar comunidades já privilegiadas. Portanto, é necessário que se minimize o risco de exploração dos indivíduos de países em desenvolvimento. Assim, o presente artigo apresenta uma visão da proteção ética para pesquisas em seres humanos de países em desenvolvimento.

Empresas farmacêuticas e acesso a medicamentos nos países em desenvolvimento : o caminho a seguir

Nwobike, Justice C.
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
95.99%
Publicado em português, espanhol e inglês.; Título em espanhol: Empresas farmacéuticas y acceso a medicamentos en los países en desarrollo: el camino a seguir. -- Título em inglês: Pharmaceutical corporations and access to drugs indeveloping countries: the way forward.; “Este artigo examina o papel das empresas farmacêuticas em problemas relacionados ao acesso a medicamentos em muitos países em desenvolvimento. Inicialmente, faz-se uma análise da prática das empresas farmacêuticas em dificultar o acesso a medicamentos para a pandemia de HIV/AIDS e sua relutância em financiar pesquisas referentes a doenças que não são lucrativas. Argumenta-se que a única ocasião em que é provável que os países em desenvolvimento tenham acesso a medicamentos é quando seus cidadãos são utilizados para fins experimentais, como sugere o teste de medicamentos antibióticos da Pfizer na Nigéria. Por fim, o artigo conclui convocando a Organização Mundial da Saúde (OMS) a assumir um papel de liderança no esforço para tornar essas empresas farmacêuticas mais sensíveis e responsáveis em relação ao desfavorecimento dos cidadãos desses países em desenvolvimento. Tal tarefa é possível por meio da definição de um mecanismo baseado nas linhas dos “princípios do Equador” aplicáveis à International Finance Corporation (IFC) e às principais instituições financeiras.”

Propriedade intelectual e preços diferenciados de medicamentos essenciais : políticas de saúde pública para países em desenvolvimento

Polido, Fabrício Pasquot; Salomão Filho, Calixto; Basso, Maristela
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
96.06%
Examina a indispensável relação entre uma adequada alocação de direitos de propriedade intelectual e o acesso à saúde pública, abordando algumas questões relativas à proteção patentária na indústria farmacêutica, a função do direito concorrencial a ela associada, a implementação de políticas de preços diferenciados para medicamentos essenciais nos países em desenvolvimento e de menor desenvolvimento relativo e medidas de subsídio cruzado de patentes para P&D em medicamentos para doenças tropicais. Enfatiza ainda temas estabelecidos na agenda atual da Organização Mundial da Saúde ( OMS ) e da Organização Mundial do Comércio ( OMC ) referentes aos instrumentos institucionais e políticas públicas de acesso à saúde nos países em desenvolvimento. São considerados os recentes debates sobre a proteção dos direitos patentários e observância, pelos países membros da OMC, das importantes previsões da Declaração de Doha sobre TRIPS e Saúde Pública.

Investigações epidemiológicas sobre demência nos países em desenvolvimento

Scazufca, M.; Cerqueira, Ana Teresa de Abreu Ramos; Menezes, P. R.; Prince, M.; Vallada, H. P.; Miyazaki, M. C. O. S.; Domingos, N. A. M.; Antunes, E. H.; Macedo, G. C.; Almeida, S. A.; Matsuda, C. M. C. B.
Fonte: Universidade de São Paulo (USP), Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo (USP), Faculdade de Saúde Pública
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 773-778
POR
Relevância na Pesquisa
96.01%
Na medida em que a população mundial está envelhecendo, a demência está se constituindo em importante problema de saúde pública, particularmente nos países em desenvolvimento. Investigações epidemiológicas nestes países são escassas e apresentam dificuldades metodológicas adicionais, principalmente no que se refere à adequação sociocultural dos instrumentos utilizados para a definição de casos. Tendo em vista estas preocupações, foi fundado o Grupo de Pesquisa em Demência 10/66, que é constituído por uma rede internacional de pesquisadores, predominantemente de países em desenvolvimento. O nome do grupo tem como referência o paradoxo de que menos de 10% dos estudos populacionais sobre demência são dirigidos aos 2/3 ou mais de casos de pessoas com demência que vivem em países em desenvolvimento. O objetivo do artigo é atualizar informações da literatura sobre as diferenças de prevalência e incidência de demência encontradas em países desenvolvidos e em desenvolvimento.; As the world population is ageing, dementia becomes an important public health problem, particularly in developing countries. Epidemiological research in these settings is scarce and present additional methodological difficulties...

Os pedidos de patentes das empresas multinacionais e a inovação na indústria química nos países em desenvolvimento

Dornelles, Juliana Pavan
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 99 p.| il., grafs., trabs.
POR
Relevância na Pesquisa
96.02%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico, Programa de Pós-graduação em Economia, Florianópolis, 2011; Esta dissertação tem como objetivo investigar os determinantes dos depósitos de pedidos de patentes das 50 maiores indústrias químicas em cinco países em desenvolvimento, quais sejam Argentina, Brasil, Coréia do Sul, México e Polônia. A análise empírica consiste em um painel para os cinco países no período de 1999-2006. Os resultados indicam que países que investem em pesquisa e desenvolvimento (P&D) e oferecem maior proteção à propriedade intelectual estão mais suscetíveis a receberem pedidos de patentes. Ainda, a medida que a indústria local se desenvolve e passa a assimilar mais rápido as novas tecnologias, as empresas tendem a depositar mais pedidos de patentes. Entretanto, o investimento externo direto não foi significativo, sugerindo que o investimento das empresas químicas nos países em desenvolvimento tende a ser em tecnologias já consolidadas, com menor valor adicionado.; This academic work aims to investigate the determinants of patent filings of the 50 largest chemical companies in five countries, namely Argentina, Brazil, South Korea, Mexico and Poland. The empirical analysis consists of a panel for the five countries in 1999-2006. The results indicate that countries that invest in research and development (R & D) and offer greater protection to intellectual property are more likely to receive patent applications. Moreover...

Cadeias Globais de Valor e os países em desenvolvimento; Global Value Chains and developing countries

Zhang, Liping; Schimanski, Silvana
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Boletim de Economia e Política Internacional - Artigos
PT-BR
Relevância na Pesquisa
95.98%
Este artigo analisa as oportunidades e os desafios decorrentes das cadeias globais de valor (CGVs) para a inserção internacional de países em desenvolvimento e está dividido em três partes. Na primeira apresenta o conceito de CGVs. Na segunda parte, apresenta a participação dos países em desenvolvimento nas CGVs e, por fim, examina alguns desafios políticos que se apresentam para este grupo de países. Conclui-se que a efetiva participação das firmas nas CGVs exige um conjunto de políticas integradas e medidas que favoreçam sua atratividade. Políticas relacionadas ao desenvolvimento da capacidade produtiva e ao ambiente de negócios estão contribuindo para o aumento da participação dos países em desenvolvimento nas CGVs; p. 73-92

Nível do câmbio e crescimento econômico: teorias e evidências para países em desenvolvimento e emergentes - 1980-2007; Texto para Discussão (TD) 1425: Nível do câmbio e crescimento econômico: teorias e evidências para países em desenvolvimento e emergentes - 1980-2007; Level of the exchange rate and economic growth: theory and evidence for developing and emerging countries - 1980-2007

Araújo, Eliane Cristina de
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
PT-BR
Relevância na Pesquisa
95.99%
Este artigo analisa teórica e empiricamente a relação entre nível da taxa de câmbio e crescimento econômico nos países em desenvolvimento e emergentes. Inicialmente os objetivos da política cambial são discutidos, enfatizando a importância dessa política como instrumento impulsionador do crescimento econômico. Dando continuidade à análise teórica, alguns canais de influência do nível da taxa de câmbio sobre o crescimento econômico são apontados, quais sejam: os canais i) do investimento; ii) da exportação dos bens não tradicionais (fundamento tecnológico); iii) da produtividade; iv) compensação às falhas de mercado e às falhas contratuais; e v) estímulo à elasticidade-renda das exportações. Na parte empírica, uma medida de subvalorização cambial baseada em Rodrik (2007) é construída para 82 países emergentes e em desenvolvimento, entre 1980 e 2007. Esta medida é empregada para captar a relação entre taxa de câmbio desvalorizada e crescimento econômico, mediante a utilização de técnicas econométricas para dados em painéis. Os resultados das estimações apontam uma relação positiva e estatisticamente significante entre subvalorização cambial e crescimento econômico nos países que fazem parte da amostra...

Growth and export expansion in developing countries: some empirical evidence; Textos para Discussão Interna (TD) 20: Growth and export expansion in developing countries: some empirical evidence; Crescimento e exportação de expansão nos países em desenvolvimento: algumas evidências empíricas

Tyler, William G.
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
EN-US
Relevância na Pesquisa
95.98%
O texto tenta rejeitar a filosofia econômica do livre comércio nominalmente imposta em muitos países desenvolvidos, como prejudicial ao interesse econômico e ao desenvolvimento econômico de países em desenvolvimento. Faz uma análise entre países do relacionamento entre o crescimento da exportação, desenvolvimento industrial, e o crescimento do PIB em países em desenvolvimento.; 15 p.

Growth and export expansion in developing countries : some empirical evidence; Discussion Paper 5 : Growth and export expansion in developing countries : some empirical evidence; Crescimento e expansão da exportação nos países em desenvolvimento: algumas evidências empíricas

Tyler, William G.
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Discussion Paper
EN-US
Relevância na Pesquisa
95.99%
O texto tenta rejeitar a filosofia econômica do livre comércio nominalmente imposta em muitos países desenvolvidos, como prejudicial ao interesse econômico e ao desenvolvimento econômico de países em desenvolvimento. Faz uma análise entre países do relacionamento entre o crescimento da exportação, desenvolvimento industrial, e o crescimento do PIB em países em desenvolvimento.; 15 p.

Investigações epidemiológicas sobre demência nos países em desenvolvimento; Epidemiological research on dementia in developing countries

Scazufca, M; Cerqueira, ATAR; Menezes, PR; Prince, M; Vallada, HP; Miyazaki, MCOS; Domingos, NAM; Antunes, EH; Macedo, GC; Almeida, SA; Matsuda, CMCB
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/.pdf
Publicado em 01/12/2002 POR
Relevância na Pesquisa
96.01%
Na medida em que a população mundial está envelhecendo, a demência está se constituindo em importante problema de saúde pública, particularmente nos países em desenvolvimento. Investigações epidemiológicas nestes países são escassas e apresentam dificuldades metodológicas adicionais, principalmente no que se refere à adequação sociocultural dos instrumentos utilizados para a definição de casos. Tendo em vista estas preocupações, foi fundado o "Grupo de Pesquisa em Demência 10/66", que é constituído por uma rede internacional de pesquisadores, predominantemente de países em desenvolvimento. O nome do grupo tem como referência o paradoxo de que menos de 10% dos estudos populacionais sobre demência são dirigidos aos 2/3 ou mais de casos de pessoas com demência que vivem em países em desenvolvimento. O objetivo do artigo é atualizar informações da literatura sobre as diferenças de prevalência e incidência de demência encontradas em países desenvolvidos e em desenvolvimento.; As the world population is ageing, dementia becomes an important public health problem, particularly in developing countries. Epidemiological research in these settings is scarce and present additional methodological difficulties...

Regulations, conflicts and ethics of medical research in developing countries; Regulamentações, conflitos e ética da pesquisa médica em países em desenvolvimento

Cabral, Marta Maciel Lyra; Schindler, Haiana Charifker; Abath, Frederico Guilherme Coutinho
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2006 POR
Relevância na Pesquisa
96%
O paciente é o sujeito que pode satisfazer as necessidades e interesses de um investigador médico em sua pesquisa. Esse conflito intrínseco torna-se mais evidente e assume particularidades quando se consideram os projetos de pesquisa envolvendo os ensaios clínicos em países em desenvolvimento. Nesses países, as populações-alvo têm pouco acesso a serviços de saúde, pouca compreensão sobre os riscos do estudo e também menor capacidade de pleitear judicialmente no caso de prejuízo. Em geral, os debates sobre ética em pesquisa nos países industrializados são caracterizados pela abordagem da doença na dimensão biomédica e pela visão neoliberal da economia e comércio. De fato, a maior parte das pesquisas biomédicas tem sido dirigida para beneficiar comunidades já privilegiadas. Portanto, é necessário que se minimize o risco de exploração dos indivíduos de países em desenvolvimento. Assim, o presente artigo apresenta uma visão da proteção ética para pesquisas em seres humanos de países em desenvolvimento.; The patient is the subject who may meet the needs and interests of medical investigators for their research. This intrinsic conflict becomes more evident and shows particularities in the context of research projects involving clinical trials in developing countries. Target populations in these countries have inadequate access to health services...

Investigações epidemiológicas sobre demência nos países em desenvolvimento

Scazufca,M; Cerqueira,ATAR; Menezes,PR; Prince,M; Vallada,HP; Miyazaki,MCOS; Domingos,NAM; Antunes,EH; Macedo,GC; Almeida,SA; Matsuda,CMCB
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2002 PT
Relevância na Pesquisa
96.01%
Na medida em que a população mundial está envelhecendo, a demência está se constituindo em importante problema de saúde pública, particularmente nos países em desenvolvimento. Investigações epidemiológicas nestes países são escassas e apresentam dificuldades metodológicas adicionais, principalmente no que se refere à adequação sociocultural dos instrumentos utilizados para a definição de casos. Tendo em vista estas preocupações, foi fundado o "Grupo de Pesquisa em Demência 10/66", que é constituído por uma rede internacional de pesquisadores, predominantemente de países em desenvolvimento. O nome do grupo tem como referência o paradoxo de que menos de 10% dos estudos populacionais sobre demência são dirigidos aos 2/3 ou mais de casos de pessoas com demência que vivem em países em desenvolvimento. O objetivo do artigo é atualizar informações da literatura sobre as diferenças de prevalência e incidência de demência encontradas em países desenvolvidos e em desenvolvimento.

Regulamentações, conflitos e ética da pesquisa médica em países em desenvolvimento

Cabral,Marta Maciel Lyra; Schindler,Haiana Charifker; Abath,Frederico Guilherme Coutinho
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2006 PT
Relevância na Pesquisa
96%
O paciente é o sujeito que pode satisfazer as necessidades e interesses de um investigador médico em sua pesquisa. Esse conflito intrínseco torna-se mais evidente e assume particularidades quando se consideram os projetos de pesquisa envolvendo os ensaios clínicos em países em desenvolvimento. Nesses países, as populações-alvo têm pouco acesso a serviços de saúde, pouca compreensão sobre os riscos do estudo e também menor capacidade de pleitear judicialmente no caso de prejuízo. Em geral, os debates sobre ética em pesquisa nos países industrializados são caracterizados pela abordagem da doença na dimensão biomédica e pela visão neoliberal da economia e comércio. De fato, a maior parte das pesquisas biomédicas tem sido dirigida para beneficiar comunidades já privilegiadas. Portanto, é necessário que se minimize o risco de exploração dos indivíduos de países em desenvolvimento. Assim, o presente artigo apresenta uma visão da proteção ética para pesquisas em seres humanos de países em desenvolvimento.