Página 1 dos resultados de 162 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Peregrinações portuguesas a Nuestra Señora de Guadalupe; Peregrinations portugueses a Nuestra Señora de Guadalupe

Miranda, Bruno Soares
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/03/2011 PT
Relevância na Pesquisa
27.83%
Durante a Idade Média, o homem português expressava sua fé de algumas formas. A peregrinação se constituía em uma dessas formas. Neste sentido, observamos um Mosteiro na região da Estremadura Castelhana, onde frades da Ordem de São Jerônimo guardavam uma imagem de Nossa Senhora de Guadalupe. Este Mosteiro foi alvo de peregrinação de simples portugueses, passando por membros de vários estratos sociais e até de um monarca, D. Afonso V. Para analisarmos esta peregrinação no século XV, utilizamos como fonte o Livro de Milagres do Mosteiro, onde os Jerónimos recolhiam os motivos da peregrinação e, assim, possuindo instrumentos para a divulgação do culto à virgem de Guadalupe. A análise da documentação leva-nos a descobrir aspectos da espiritualidade do português medieval, assim como também a observarmos que não somente de fé vivia a rota para o Mosteiro, visto que um jogo político igualmente fazia sua peregrinação.; During the Middle Age, portuguese man used to express their faith in many ways. Peregrination was one of theses ways. In this sense, we observed a Monastery located in the region of the Castilian Extremadura, in which friars of the Order of Saint Jerome kept an image of Saint Mary of Guadalupe. This Monastery was the target of peregrination of mere Portuguese man...

Saberes psicológicos no Compêndio Narrativo do Peregrino da América (1728), de Nuno Marques Pereira; Psychological Knowledge at Compêndio Narrativo do Peregrino da América (1728), by Nuno Marques Pereira.

Vasconcellos, Maira Allucham Goulart Naves Trevisan
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/03/2012 PT
Relevância na Pesquisa
27.61%
Na literatura do Brasil-Colônia é possível evidenciar concepções de homem e de conhecimentos psicológicos elaborados pelo contexto cultural e social do período barroco, que são enfocados pela história dos Saberes Psicológicos. A história dos Saberes Psicológicos no Brasil tem seu legado no período colonial e atualmente também podemos tomar tal conhecimento a fim de depreender a concepção de homem e as formas de conhecimento que foram se desenvolvendo desde aquele período em nossa cultura. No cenário cultural do século XVIII, dentre os representantes da prosa barroca destaca-se Nuno Marques Pereira, considerado um dos fundadores da narrativa ficcional brasileira com a obra Compêndio Narrativo do Peregrino da América (1728). A obra, com narrativa em primeira pessoa, traz o diálogo entre um Peregrino que sai das terras da Bahia rumo à Minas Gerais e um Ancião, remontado a alegoria da existência humana como peregrinação. Embora não haja uma ciência psicológica na época, a obra de Nuno Marques Pereira aponta concepções que permitem traçar conhecimentos sobre o dinamismo psíquico do homem barroco. A peregrinação denota assim, o homem em movimento, o dinamismo e a transitoriedade da vida, em uma existência entrelaçada na significação e relação com o espiritual e o divino. A pesquisa investigou na referida obra os Saberes Psicológicos na narrativa por meio do tópico peregrinação...

De outra perspectiva : o Caminho das Missões; From another perspective : the Caminho das Missões; Vanuit een andere perspectief : de Caminho das Missões

Braga, Luiz Guilherme Mattos
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
27.95%
Esta tese de doutorado é um estudo de uma peregrinação brasileira chamada Caminho das Missões. O tema principal do trabalho é a relação que existe entre as atividades de peregrinação e turismo, que estão presentes de maneira peculiar no Caminho das Missões, pois sua administração é feita por uma agência de turismo que o apresenta como um projeto de turismo, mobilizando os discursos e as práticas de peregrinação e turismo ao mesmo tempo. Esta dupla mobilização de discursos e práticas de ambas atividades por uma única instituição é incomum e permitiu questionar a dicotomia peregrinação - turismo como conceito teórico e analítico. Além disso, argumenta-se também que é necessário uma reavaliação e ampliação do conceito de peregrinação, que deve ser construído não apenas pela visão do peregrinos, mas também por outras perspectivas de participantes de uma peregrinação. A tese dialoga com teóricos que estudam temas de teoria antropológica, antropologia da religião e antropologia do turismo. Discute-se modernidade, pós-modernidade, secularização, secularismo, espiritualização, peregrinação religiosa e turismo.

A narrativa da peregrinação experiência e forma: uma leitura do Itinerarium Aetheriae

Martins, Gilberto Figueiredo
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 7-15
POR
Relevância na Pesquisa
37.42%
El ensayo presenta una lectura crítica de la obra medieval conocida como el Itinerario de Eteria, en la cual la autora relata los viajes de peregrinación a las Tierras Santas que realizó a finales del siglo IV y comienzos del V a. C..; O ensaio apresenta uma leitura crítica da obra medieval conhecida como o Itinerário de Etéria, na qual a autora relata as viagens de peregrinação às Terras Santas que realizou entre o final do século IV e o início do V a. C..

A Peregrinação de Fernão Mendes Pinto revisitada : a sua teoria moderna da viagem

Saraiva, Arnaldo
Fonte: Universidade do Porto Publicador: Universidade do Porto
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
27.42%
In revisiting the Peregrinação, which in our time as in the century it was published, has enjoyed unusual success, reasons for this popularity are put forward, and privileged areas of its critiques are highlighted – some without aesthetic-literary relevance, such as the historical-biographical «lies» – and areas which have been neglected, such as those with particular importance for the theory of travel. The lay and religious meaning of «peregrinação (pilgrimage)» is explored, which implies focus on the autobiographical and diegetic plane and narrative structure, a type of adventurer and secluded memoirist, the unique work of Mendes Pinto, even for its obsession with the idea of journey and anti-epic tone, seems close to the best of modern literature of the genre.

Peregrinação e santuário, espaços de misericórdia

Lima, José
Fonte: Universidade Católica Portuguesa. Faculdade de Teologia-Braga Publicador: Universidade Católica Portuguesa. Faculdade de Teologia-Braga
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
37.42%
Em modo narrativo, centrado em alguns episódios dos Evangelhos, faz-se neste artigo a ligação entre a peregrinação e o santuário, por um lado, e a misericórdia, por outro.

A antevisão do peregrino na iconografia de São Tiago no caminho português de Santiago entre Viseu e Chaves : subsídios para a criação de uma rota turística

Alves, Sandra Maria Pereira Paiva
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 10/01/2012 POR
Relevância na Pesquisa
27.61%
Considerando a importância do Caminho de Santiago, enquanto via de peregrinação e itinerário cultural, a presente dissertação de mestrado aborda historicamente a vida de São Tiago e a sua importante “acção” na Península Ibérica, tendo provocado um movimento de peregrinações até Compostela, desde a época medieval aos dias de hoje. Sintetizando a história das peregrinações, é apresentada a peregrinação a Santiago de Compostela, com as suas particularidades, entre as quais os seus singulares peregrinos. O Caminho de Santiago torna-se uma rede de caminhos espalhados por toda a Europa que, vivendo sob o mesmo espírito, se torna no Primeiro Itinerário Cultural Europeu e, posteriormente, em Património da Humanidade. A dicotomia entre turismo e peregrinação permite abordar os conceitos de turismo, turismo cultural e turismo religioso. Sendo um dos Caminhos Portugueses de Santiago, o Caminho que liga Viseu a Chaves é o ponto de partida para a apresentação de uma proposta de rota iconográfica, na qual se explora a iconografia associada a São Tiago, e que pode ser encontrada no Caminho.; Considering the importance of Saint James Way, as a pilgrimage route and also as a cultural itinerary, the present dissertation discusses historically Saint James life and his important “action” in the Iberian Peninsula...

O sol e o peregrino em ISE : um estudo moderno da peregrinação xintoísta a ISE, no Japão do século XXI

Ramos, Diogo Miguel Carvalho
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 26/09/2014 POR
Relevância na Pesquisa
27.42%
A peregrinação a Ise, conhecida por Isemairi, é uma viagem que data dos finais do século VIII, nos inícios do período Heian, onde cidadãos do estrato mais elevado da sociedade se dirigiam até à cidade de Ise para venerar uma das kami mais importantes do reino, Amaterasu Ōmikami. Associada ao sol, esta divindade era considerada uma antepassada do Imperador e da família imperial, o que fazia do seu espaço sagrado em Ise, conhecido por Ise Jingū (Grande Santuário de Ise) um complexo de santuários restrito para o povo japonês. Após a sua abertura a este, em finais do século XXI, a sua importância manteve-se durante nove séculos, onde actualmente é um dos santuários mais importantes de todo o Japão. Em 2013, o Ise Jingū foi alvo de 14 milhões de visitantes, um aumento de cerca de 12 500 000 milhões quando comparado com o ano de 1886 e que, segundo as estatísticas do turismo de Ise para o período entre 1886 e 2014, nunca havia sido alcançado. Verificando-se este aumento, que deve ser visto em função da contemporaneidade e especificamente como um resultado de novas realidades ao nível da existência e utilização do tempo livre e do desenvolvimento dos meios de deslocação, colocam-se no entanto questões quanto à continuidade e à evolução do que tem sido ao longo dos séculos uma das experiências de maior dimensão ao nível do fenómeno da peregrinação no Japão...

Identidade e alteridade na Peregrinação de Fernão Mendes Pinto

Pinto, Carla Margarida Martins
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
27.42%
O presente trabalho pretende apresentar uma análise da evolução antropológica de Fernão Mendes Pinto aquando do seu contacto com a cultura Oriental. É também nosso objectivo comprovar que a definição que o autor tenta fazer do “Outro” oriental lhe vai permitir redescobrir a sua identidade. O encontro de uma cultura nova permitiu ao homem de Quinhentos iniciar o processo multicultural, e por conseguinte encetar o diálogo intercultural. Na análise da Peregrinação tentaremos reflectir de que forma Fernão Mendes Pinto foi influenciado por esse processo ao descrever o “Outro” com o qual se encontrou, e em tantos aspectos tão diferente de si. ABSTRACT: The present work intends to present an analysis of the anthropological evolution of Fernão Mendes Pinto related to his contact with the oriental culture. It is also our purpose to prove that through the definition that the author tries to do of the “Other” he begins to rediscover his own identity. The encounter with a new culture allowed the men of the 16h century to begin the multicultural process, and consequently the intercultural dialogue. In our analysis of the Peregrinação we will try to reflect about the way that Fernão Mendes Pinto was influenced by the process of describing the “Other”...

(R)evoluções/transformações musicais na obra de João Pedro Oliveira: Peregrinação, Labirinto e Espiral de Luz

Santana, Helena; Santana, Rosário
Fonte: Departamento de Comunicação e Arte, Universidade de Aveiro Publicador: Departamento de Comunicação e Arte, Universidade de Aveiro
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
37.42%
Característico de João Pedro Oliveira revela-se a reutilização constante de materiais. Obras diferentes resultam assim da expansão de peças anteriores ou, noutros casos, da reutilização variada e sempre distinta de materiais. Esta característica é vivida pelo compositor de diversas maneiras. Para além do recurso a materiais de outras obras, apelando à memória e ao reconhecimento, consciente ou inconsciente, de outros universos sonoros, o compositor age sobre as diversas componentes do discurso musical. Neste sentido, o timbre enquanto agente de transformação e variação, decorre essencial. O uso da electrónica permite-lhe o acesso a vastos campos de acção e transformação, tanto discursiva como tímbrica ou musical, revelando-se, por isso, necessário ao seu trabalho de composição. Para João Pedro Oliveira a interacção entre os universos instrumental e electrónico, criando uma linguagem própria, revelar-se-à um dos objectivos da sua criação artística. Este facto ressalta do seu interesse pela interacção e a ligação possível entre estes universos de som. Como o compositor afirma: “Nos últimos anos tenho essencialmente composto música mista [...]. Uma vez que me interessa muito ligar ambos os universos sonoros...

A leitura de um clássico na sala de aula: Peregrinação, de Fernão Mendes Pinto

Brízida, Elsa Susana Clarinha
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
27.42%
Relatório da Prática de Ensino Supervisionada, Mestrado em Ensino de Português e Línguas Clássicas, Universidade de Lisboa, 2010; O presente relatório é o resultado de uma prática de ensino supervisionada, correspondente a uma unidade didáctica de seis aulas de noventa minutos, desenvolvida na disciplina de Língua Portuguesa numa turma de 7.º ano do Ensino Básico e centrada na leitura orientada de um clássico em sala de aula. Deste modo, pretende-se analisar o percurso encetado no cumprimento da unidade didáctica em questão, explicitando-se as estratégias de ensino utilizadas (planificações, tarefas, materiais e métodos de avaliação). A Peregrinação de Fernão Mendes Pinto, adaptada por Aquilino Ribeiro, foi o clássico escolhido, de acordo com a competência da leitura da referida turma do 7.º ano de escolaridade e as orientações indicadas nos Programas de Língua Portuguesa e no Plano Nacional de Leitura. Os dados recolhidos permitem caracterizar o comportamento da turma perante o desafio proposto e alertam para a necessidade de proporcionar modos de ler dinâmicos e atractivos, em particular os que correspondem à leitura literária, para que o aluno consiga estabelecer diálogos essenciais e pertinentes com a sua realidade e...

In eo quod amatur aut non laboratur aut et labor amatur: esforço e satisfação no Itinerarium de Egéria

Mariano, Alexandra de Brito
Fonte: Nova Vega Publicador: Nova Vega
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2007 POR
Relevância na Pesquisa
27.61%
É num contexto de profundas alterações políticas e sociais, em finais do século IV, que Egéria iniciará a sua peregrinação à Palestina. A viagem durará três anos o que, só por si, permite adivinhar o carácter determinado da autora, pois uma deslocação de tal envergadura exigiria a mobilização de meios consideráveis e envolveria, por certo, inúmeros riscos. Este trabalho pretende situar o Itinerarium Egeriae na tradição dos textos de peregrinação, realçar a sua possível ligação ao noroeste peninsular e, bem assim, destacar a sua riqueza linguística, literária e cultural. O relato egeriano, o primeiro testemunho de uma peregrinação ao Oriente que se conhece redigido por uma mulher, permite igualmente aferir as provações que a monja teve de suportar e compreender as motivações que a impeliram a empreender uma tão longa viagem.

A Mãe e o Filho como peregrinos: dois modelos de peregrinação católica no Brasil

Maués,Raymundo Heraldo
Fonte: Instituto de Estudos da Religião Publicador: Instituto de Estudos da Religião
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2013 PT
Relevância na Pesquisa
27.61%
Duas formas de peregrinação, em duas regiões distintas do Brasil. Em São Paulo, no sudeste brasileiro, em direção à cidade-santuário de Bom Jesus de Pirapora, um "sacerdote particular" imita Cristo ao carregar enorme cruz que afirma pesar mais de cem quilos, em um trajeto de cerca de sessenta quilômetros. Isso é feito também, todos os anos, por muitos outros, homens e mulheres, durante a Semana Santa, partindo de várias cidades da região, embora carreguem cruzes bem menos pesadas. Em Belém do Pará, na Amazônia, muitas imagens de Nossa Senhora de Nazaré peregrinam pelas ruas da cidade, durante a festa do Círio de Nazaré, que culmina com enorme procissão, anualmente, no mês de outubro. Essas duas formas de peregrinação são especiais, porque, nelas, quem caminha não são propriamente os romeiros, mas o Filho de Deus e sua Santa Mãe, que o fazem simbolicamente, sendo "corporificados" ou tendo suas imagens conduzidas pelos peregrinos humanos, de ambos os sexos. Este artigo pretende explorar analiticamente aspectos simbólicos desses eventos, à luz da teoria antropológica, a partir de pesquisa de campo (com observação direta) e da bibliografia disponível sobre o tema. Um dos objetivos é mostrar que, na "ética da peregrinação" (Victor Turner)...

A peregrinação da alma no Scivias de Hildegard de Bingen: criação, queda, redenção e salvação

Oliveira,Maria Carmen Gomes Martiniano de
Fonte: Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho Publicador: Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.42%
Hildegard de Bingen, religiosa beneditina que viveu no século XII, alegava ter escrito sua primeira obra, o Scivias, obedecendo a um "comando divino" que ela teria recebido em uma de suas visões espirituais. Segundo Hildegard, essas visões a acompanhavam desde sua infância, e nelas ela recebia mensagens "divinas". O Scivias, escrito entre 1141 e 1151, consistia, de acordo com Hildegard, na transcrição dessas mensagens e era uma obra com ensinamentos em ortodoxia doutrinária. A obra, contendo as visões de Hildegard, é dividida em três partes de tamanho desigual que tratam respectivamente da criação e queda (primeira parte), da redenção e da salvação. Este artigo visa a analisar a quarta visão da primeira parte do Scivias em que Hildegard narra a peregrinação de uma alma pecadora. A caminhada dessa alma é interessante à medida que sintetiza, em sua jornada, as etapas doutrinárias cristãs trabalhadas em todo o Scivias, a saber, criação, queda, redenção e salvação.

Avaliação da peregrinação anteparto numa amostra de puérperas no Município do Rio de Janeiro, Brasil, 1999/2001

Menezes,Daniela Contage Siccardi; Leite,Iúri da Costa; Schramm,Joyce Mendes Andrade; Leal,Maria do Carmo
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2006 PT
Relevância na Pesquisa
27.61%
Neste estudo foi avaliada a dificuldade de acesso às maternidades do Município do Rio de Janeiro, Brasil. O objetivo do estudo foi identificar os fatores sociais, demográficos e obstétricos associados à peregrinação anteparto. Para tal foram avaliadas 6.652 puérperas que utilizaram os serviços do SUS por ocasião do parto. Foi observado que 1/3 das pacientes busca assistência em mais de um hospital, não sendo raro pacientes peregrinarem por três ou mais unidades. Vale ressaltar que apenas 1/5 dessas mulheres é transferida de ambulância. Os fatores associados a essa peregrinação foram: área programática de residência, peso ao nascer, idade, cor de pele, estado civil e residência em local onde não há coleta de lixo. Não foi encontrada associação de peregrinação anteparto com escolaridade, índice de Kotelchuck modificado, risco obstétrico na internação, fonte de abastecimento de água e residência em favela.

Romeiros e turistas no santuário de Bom Jesus da Lapa

Steil,Carlos Alberto
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social - IFCH-UFRGS Publicador: Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social - IFCH-UFRGS
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2003 PT
Relevância na Pesquisa
27.74%
O presente trabalho aborda a relação entre peregrinação e turismo, tomando como referência o material de campo coletado no santuário de Bom Jesus da Lapa, Brasil. Turismo e peregrinação são tomados como categorias que condensam duas estruturas de significados, ou "tipos ideais", no sentido weberiano, do que seria a verdadeira peregrinação ou o turismo genuíno. Nossa hipótese é que, enquanto a peregrinação, em seu sentido idealizado, remete ao modelo emocional da communitas (Victor Turner; Edith Turner), o turismo conduz ao modelo da societas (Norbert Elias), marcada pelo olhar distanciado e de estranhamento. Tomamos, assim, a romaria como um discurso metassocial que comporta duas formas de sociabilidade, que operam a partir de lógicas opostas: a da communitas, para a qual a verdadeira sociedade seria expressa pelo ideal fraterno da comunhão, e a da societas, onde a regra básica de funcionamento da sociedade estaria na distinção.

Fernão, mentes? – Sinto!: ecos d'a peregrinação na viagem como aprendizagem em Richard Zimler

Anacleto-Matias, Maria Helena
Fonte: Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto Publicador: Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
27.61%
12-15 abril 2011 no IPM; Os relatos fantásticos d’ “A Peregrinação” na Ásia formaram uma escola de pensamento filosófico no imaginário europeu e, por extensão, no norte-americano. A partir de um relato de viagem, Fernão Mendes Pinto conseguiu acordar as consciências para novos saberes, novas nomenclaturas, novas mundividências. De que forma é que “A Peregrinação” se pode ver como responsável pelo conceito da errância na diáspora dos dias de hoje? Quais os contornos que a viagem como aprendizagem tomou com o contributo de Fernão Mendes Pinto? De que forma algumas escolas literárias foram influenciadas pelas características d’ “A Peregrinação”? Em particular, qual a influência de Fernão Mendes Pinto na obra “Unholy Ghosts” de Richard Zimler? Através da análise desta obra do autor norte-americano com passaporte português, procurar-se-á trazer um contributo para os conceitos da Viagem como aprendizagem individual e coletiva e de como esse conceito se reflete na obra “Unholy Ghosts”.; Presidência do Governo Regional dos Açores / Direção Regional das Comunidades E Câmara Municipal da Lagoa, AçoresInstituto Politécnico de Macau

Novos caminhos da Fé: A Peregrinação da JUC à Divina Pastora em 1958

Santos, Magno Francisco de Jesus
Fonte: Universidade Federal da Paraíba Publicador: Universidade Federal da Paraíba
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/09/2014 PT
Relevância na Pesquisa
27.61%
Peregrinar consiste em um dos principais atos do universo religioso. As longas marchas estão presentes na maior das religiões e representam o momento em que os devotos, homens religiosos se predispõem a caminhar em busca de um lugar sagrado, da casa de um deus que sempre está alhures. No cristianismo a presença de santuários se dá em lugares mais remotos. De grandes basílicas a simples capelas de santa cruz de beira de estradas, os santuários se tornam focos de romarias e peregrinações, convidando milhares de pessoas para o deslocamento. Este trabalho de conclusão de curso tem como objeto de estudo a peregrinação ao santuário de Divina Pastora, criada no ano de 1958 com os membros da Juventude Universitária Católica e que passou por consideráveis transformações ao longo de sua trajetória. Com esta pesquisa pretende-se compreender a peregrinação ao Santuário de Divina Pastora, buscando reconstituir alguns dos principais elementos que permearam a trajetória da cidade e da peregrinação.

Peregrinação: possibilidades de compreensão crítica de uma experiência

Cardita,Ângelo
Fonte: Faculdade de Letras da Universidade do Porto Publicador: Faculdade de Letras da Universidade do Porto
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.61%
Este estudo indaga as várias possibilidades de compreensão crítica da experiência - humana e religiosa - da peregrinação. Depois de se explorar a polaridade presente na própria noção de “experiência” tal como pensada pela mentalidade técnico-científica e pela convicção religiosa, mostra-se, ainda, como também as abordagens das ciências humanas reproduzem polaridades semelhantes, até ao ponto da rutura epistemológica. A consideração da peregrinação como “arquétipo” e “narração” completa as possibilidades de compreensão crítica desta experiência, as quais são, finalmente, submetidas a avaliação à luz da atual busca de espiritualidade.

Avaliação da peregrinação anteparto numa amostra de puérperas no Município do Rio de Janeiro, Brasil, 1999/2001

Menezes,Daniela Contage Siccardi; Leite,Iúri da Costa; Schramm,Joyce Mendes Andrade; Leal,Maria do Carmo
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2006 PT
Relevância na Pesquisa
27.61%
Neste estudo foi avaliada a dificuldade de acesso às maternidades do Município do Rio de Janeiro, Brasil. O objetivo do estudo foi identificar os fatores sociais, demográficos e obstétricos associados à peregrinação anteparto. Para tal foram avaliadas 6.652 puérperas que utilizaram os serviços do SUS por ocasião do parto. Foi observado que 1/3 das pacientes busca assistência em mais de um hospital, não sendo raro pacientes peregrinarem por três ou mais unidades. Vale ressaltar que apenas 1/5 dessas mulheres é transferida de ambulância. Os fatores associados a essa peregrinação foram: área programática de residência, peso ao nascer, idade, cor de pele, estado civil e residência em local onde não há coleta de lixo. Não foi encontrada associação de peregrinação anteparto com escolaridade, índice de Kotelchuck modificado, risco obstétrico na internação, fonte de abastecimento de água e residência em favela.