Página 1 dos resultados de 1 itens digitais encontrados em 0.026 segundos

“Tem gente ali que estuda música para a vida!”: um estudo de caso sobre jovens que musicam no projeto social Orquestra Jovem de Uberlândia.

Arantes, Lucielle Farias
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
146.56%
Esta pesquisa situa-se dentre os estudos sobre Juventudes, especificamente no debate sobre “juventudes e músicas”. Enquanto campo acadêmico insere-se na Educação Musical, em sua abordagem sociocultural. Caracterizada como um estudo de caso qualitativo, a investigação tem como propósito conhecer como as práticas musicais vivenciadas por jovens do projeto social Orquestra Jovem de Uberlândia (Uberlândia – MG) incidem sobre a constituição de sua condição juvenil (ABAD, 2002; ABRAMO, 2008; DAYRELL, 2007; SINGER, 2008; SPOSITO, 2008). Para isso, busca apreender as circunstâncias do envolvimento desses atores com as práticas musicais no projeto social configurado como um espaço de ensino e aprendizagem de instrumentos de cordas friccionadas; os modos como constroem seu conhecimento sobre práticas musicais e os significados que atribuem a tais práticas frente à sua condição juvenil. Os dados da pesquisa mostram que no projeto, os jovens têm experiências que marcam sua vivência, repercutindo em seu relacionamento com instâncias como a familiar, a escolar e a do trabalho. Ao passo em que experimentam o fazer musical naquele contexto, constroem conhecimentos e constituem-se como sujeitos – exercitando e reconhecendo suas potencialidades; construindo e regulando sua auto-identidade; idealizando projetos de vida; estabelecendo laços de afetividade; sentindo-se pertencentes a um grupo; relacionando-se com instâncias socializadoras tradicionais; tomando responsabilidades para si...