Página 1 dos resultados de 226 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

Comprometimento organizacional em condições adversas: o caso dos pesquisadores do Centro Técnico Aeroespacial.; Organizational commitment in adverse job conditions: the case of Aerospace Technical Center researchers.

Ricco, Maria Filomena Fontes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/12/1998 PT
Relevância na Pesquisa
36.26%
A investigação da discrepância observada entre as teorias do comportamento organizacional, que buscam melhores condições de trabalho para a manutenção do pessoal, e o que ocorre na prática com os pesquisadores do CTA, que ali permanecem, mesmo em condições adversas, é realizada por meio de uma descrição da população estudada e pelo esclarecimento de relações entre variáveis e fatos. Para tal, utiliza-se o modelo de três componentes do comprometimento organizacional de Meyer e Allen, onde os empregados permanecem em suas organizações por que querem, por que precisam ou porque sentem-se na obrigação de ficar. Os resultados apontam que, para a população de cientistas presentes nos Institutos do CTA, predomina o comprometimento afetivo, os altos custos em deixar a organização não são tão representativos, e também que a introjeção dos valores e normas da organização, responsáveis pelo sentimento de obrigação em ali permanecer, é pouco presente. A combinação das três dimensões do comprometimento, afetiva, instrumental e normativa, formam padrões de comprometimento organizacional, os quais encontram-se correlacionados a duas variáveis acadêmicas: instituição da graduação e número de publicações. Portanto...

Estar e permanecer : problemática do absenteísmo e rotatividade em uma empresa de tratamento de sementes de Primavera do Leste - MT; Being and staying : the problem of absenteeism and turnover in a seeds treatment unit of Primavera do Leste - MT

Rhoden, Deisi de Oliveira
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.24%
Essa dissertação apresenta uma análise dos temas de absenteísmo e rotatividade em uma Unidade de Tratamento de Sementes, de uma empresa multinacional, localizada em Primavera do Leste – MT. A pesquisa desenvolvida para a análise percorreu duas fases: na primeira fase foi conduzido um diagnóstico com base em pesquisa documental, entrevistas com os gestores da empresa e uma análise da literatura. O resultado desta fase foi a identificação de 13 Hipóteses sobre as possíveis causas segundo as fontes levantadas na etapa anterior. As Hipóteses foram verificadas por meio de dados históricos existentes na empresa e por uma pesquisa com dados primários coletados no estudo de caso. A partir dos resultados da primeira fase, conduziu-se uma pesquisa quantitativa junto aos funcionários da empresa para atestar sobre possíveis causas do absenteísmo e rotatividade. Os resultados para o absenteísmo empresarial apontam valores altos (4%) relativos aos índices considerados ideais pelo mercado nacional e internacional (2,5%) e, é mais predominante entre funcionários do sexo feminimo e indivíduos efetivos. Cada hipótese identificada na primeira fase foi testada a partir da pesquisa realizada e algumas conclusões puderam ser tecidas. O absenteismo é...

Qualidade de vida no trabalho, empenhamento organizacional afectivo e intenção de turnover : que relações se estabelecem? : estudo exploratório

Moreira, Hélia Cristina da Silva
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
36.64%
Tese de mestrado, Psicologia (Psicologia dos Recursos Humanos, do Trabalho e das Organizações), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação, 2009; A presente investigação incide-se sobre o estudo das relações entre Qualidade de Vida no Trabalho (QVT), Empenhamento Organizacional Afectivo e Intenção de Turnover. Para isso foi aplicado o Inventário sobre a QVT e medidas de Empenhamento Organizacional Afectivo e de Intenção de Turnover a uma amostra de 310 colaboradores, tendo sido realizadas análises de correlação e de regressão linear múltipla. Os resultados obtidos corroboram as hipóteses de investigação formuladas ao nível das correlações, onde se confirma o seguinte: uma relação positiva e significativa entre a QVT e Empenhamento Organizacional Afectivo; duas relações negativas e significativas, uma entre a Intenção de Turnover e QVT e outra entre a Intenção de Turnover e o Empenhamento Organizacional Afectivo. Quanto ao método de análise de regressão linear múltipla uma das três hipóteses é corroborada, sendo a variável Empenhamento Organizacional Afectivo a que mais se destaca em todos os modelos, assumindo relevância do ponto de vista psicológico. No final...

Identificação organizacional, satisfação organizacional e intenção de turnover : estudo com uma amostra do setor das telecomunicações

Mendes, Ana Margarida Vieira
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
36.74%
Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia dos Recursos Humanos, do Trabalho e das Organizações), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2014; No cenário marcadamente competitivo, onde o capital humano cada vez mais se traduz na principal fonte de sucesso organizacional, torna-se imperativo o estudo de variáveis psicológicas que permitam compreender atitudes e comportamentos dos indivíduos em contexto organizacional. A presente investigação tem como principal objetivo estudar a influência, quer da Identificação Organizacional, quer da Satisfação Organizacional, na intenção voluntária de abandonar a organização (Intenção de Turnover), numa população pertencente a um dos programas de atração, desenvolvimento e retenção de jovens talentos de uma das principais empresas portuguesas do setor das telecomunicações. Visa-se contribuir para o entendimento das atitudes e comportamentos desta população, tendo em vista monitorizar e melhorar a gestão do programa em causa, evitando o risco de perda de potenciais talentos, e respetivo investimento nos mesmos. Para a recolha dos dados, aplicaram-se três instrumentos de medida (Escalas de Identificação Organizacional, de Satisfação Organizacional e de Intenção de Turnover) a uma amostra de 249 colaboradores que se encontravam a frequentar o programa. Os resultados revelaram uma relação direta e significativa entre Identificação Organizacional e Satisfação Organizacional...

O que motiva o abandono voluntário precoce de uma organização? : um estudo qualitativo numa empresa de distribuição

Tavares, Carla Patrícia Navalha
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
46.6%
Mestrado em Psicologia Social e das Organizações; Este trabalho tem como objecto a analisar as percepções das causas do abandono organizacional por parte de trabalhadores que deixaram voluntariamente a organização onde desempenhavam as suas funções antes de perfazerem 6 meses de contrato. Utilizadas teorias explicativas do abandono organizacional procura-se perceber quais as principais causas associadas ao abandono organizacional precoce. Foram realizadas entrevistas semi-estruturadas a 50 trabalhadores, que abandonaram uma organização no sector dos serviços, onde desempenhavam funções na área da distribuição, para identificar as causas que os levou ao abandono organizacional precoce. Todos os entrevistados abandonaram a organização voluntariamente nos primeiros seis meses após a sua admissão. Os resultados indicam que as causas que mais estão associadas ao abandono precoce estão relacionadas com diferentes forças que motivaram o indivíduo, com características especificas do trabalho e com expectativas que não se concretizaram. Apresenta-se uma discussão dos resultados, das contribuições e limitações do estudo e de sugestões para futuros estudos.; The present study is aimed at workers who left the organization where they performed their functions...

Preditores do turnover organizacional: uma perspectiva multidimensional

Pereira, Mariana Augusta da Silva
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
56.62%
Mestrado em Comportamento Organizacional; O objecto da presente investigação consistiu em analisar o impacto de um conjunto de preditores, previamente seleccionados, no turnover organizacional, dividindo-os em três blocos: preditores de caracterização sóciodemográficas, preditores de cariz individual e preditores de cariz grupal. A amostra deste estudo foi constituída por 239 individuos, obtidos pelo método de conveniência. Recorrendo a três modelos de Regressão Linear Múltipla Hierárquica foi possível aferir a influência dos três conjuntos de variáveis, em separado, na intenção de saída dos individuos. Os resultados obtidos, que merecem algumas reservas devido à metodologia amostral seleccionada para a recolha dos dados, indicaram que o bloco das variáveis sóciodemográfica é o menos explicativo, seguido das variáveis individuais e, por fim, das variáveis organizacionais, que constituiram o bloco de variáveis com maior poder preditivo de intenção de saída. Dada a complexidade do fenómeno em análise, argumenta-se a natureza multidimensional da intenção de saída, a par com a existência de factores concomitantes que podem influenciar a tomada de decisão dos indivíduos. Sugere-se a perscrutação das relações de causalidade inferidas nestes modelos...

Satisfaction with human resource management practices and turnover intention in a five-star hotel: the mediating role of perceived organizational support

Duarte, A. P.; Gomes, D.; Neves, J.
Fonte: ESHT/UALG Publicador: ESHT/UALG
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2015 ENG
Relevância na Pesquisa
36.49%
Employees’ satisfaction with human resources management (HRM) practices has been envisaged as a solid predictor of turnover; nonetheless, how these practices may influence employee’s behavior is still an unclear process. There are suggestions that HRM practices may be distal determinants of turnover, as their effects may be mediated by more proximal variables such as perceived organizational support. This study empirically tested a model of research arising from these theoretical suggestions in a five-star hotel. The data collected from the survey of 152 workers were subjected to structural equation analyses. The results showed that the theoretical model had a strong fit to the data, giving empirical support to the prediction that satisfaction with HRM practices reduces turnover intentions, by increasing perceived organizational support. The importance of these results is discussed and interpreted from the point of view of strategic gains associated to the quality of HRM practices for the management of voluntary turnover.

How Serious of a Problem is Staff Turnover in Substance Abuse Treatment? A Longitudinal Study of Actual Turnover1

Eby, Lillian T.; Burk, Hannah; Maher, Charleen P.
Fonte: PubMed Publicador: PubMed
Tipo: Artigo de Revista Científica
EN
Relevância na Pesquisa
36.29%
In the substance abuse treatment field, the annual turnover rate is cited as being anywhere between 19 and 50 percent (Johnson & Roman, 2002; Gallon, Gabriel, & Knudsen, 2003; Knudsen et al., 2003; McLellan et al., 2003). However, no research to date has evaluated these claims by tracking turnover longitudinally using organizational turnover data from substance abuse treatment centers. This research presents the results of a longitudinal study designed to systematically examine actual turnover among counselors and clinical supervisors. Twenty-seven geographically dispersed treatment organizations, serving a wide range of clients in the public and private sector, provided data for the study over a two year time span (2008–2009). The annual turnover rate was 33.2% for counselors and 23.4% for clinical supervisors. For both groups the majority of turnover was voluntary (employee-initiated). Specific reasons for turnover were largely consistent across the two groups, with the most common reason being a new job or new opportunity. The findings are discussed in terms of the unique employment context of substance abuse treatment. Practical recommendations are also discussed to help stem the tide of turnover in the field of substance abuse treatment.

Occupational turnover intentions among substance abuse counselors

Rothrauff, Tanja C.; Abraham, Amanda J.; Bride, Brian E.; Roman, Paul M.
Fonte: PubMed Publicador: PubMed
Tipo: Artigo de Revista Científica
EN
Relevância na Pesquisa
36.43%
This study examined predictor, moderator, and mediator variables of occupational turnover intention (OcTI) among substance abuse counselors. Data were obtained via questionnaires from 929 counselors working in 225 private substance abuse treatment (SAT) programs across the U.S. Hierarchical multiple regression models were conducted to assess predictor, moderator, and mediator variables of OcTI. OcTI scores were relatively low on a 7-point scale, indicating that very few counselors definitely intended to leave the SAT field. Age, certification, positive perceptions of procedural and distributive justice, and hospital-based status negatively predicted OcTI. Counselors’ substance use disorder impacted history moderated the association between organizational commitment and OcTI. Organizational turnover intention partially mediated the link between organizational commitment and OcTI. Workforce stability might be achieved by promoting perceptions of advantages to working in a particular treatment program, organizational commitment, showing appreciation for counselors’ work, and valuing employees from diverse backgrounds.

Relações entre configurações de poder, prazer e sofrimento e intenção de rotatividade: estudo de caso numa empresa de tele-atendimento; Relations between power configurations, pain and pleasure at work and turnover intention: a case study in call center

Pereira, Cynthya Coelho Prates
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
36.42%
O objetivo geral deste estudo foi o de investigar o poder de explicação das configurações do poder organizacional e do prazer-sofrimento no trabalho como preditores de intenção de rotatividade em tele-atendentes. Para investigar estas relações, foi realizado um estudo de caso com 286 participantes, empregados de uma grande empresa de tele-atendimento (contact center), que responderam a escalas válidas e consistentes: Configurações do Poder Organizacional; Indicadores de Prazer-Sofrimento e Intenção de Rotatividade. As respostas, codificadas foram submetidas a análises descritivas e de regressão múltipla, tendo a medida de Intenção de Rotatividade como variável conseqüente. Os resultados indicaram que os tele-atendentes têm vivências moderadas de prazer-sofrimento no trabalho, com predomínio das vivências de prazer e que as configurações de poder percebidas como mais características da empresa foram Sistema Fechado, Missionária e Autocracia, todas com médias maiores que o ponto médio da escala. As configurações de poder são preditores fracos para intenção de rotatividade, explicando apenas 9% da variância total explicada. No entanto, as configurações de poder Missionária, Sistema Fechado e Autocracia...

The Effects of Job Satisfaction, Organizational Commitment, Organizational Citizenship Behavior on Turnover Intentions

Ulndag, Orhan; Khan, Sonia; Guden, Nafiya
Fonte: FIU Digital Commons Publicador: FIU Digital Commons
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Relevância na Pesquisa
36.71%
The current study investigated the effects of job satisfaction and organizational commitment on organizational citizenship behavior and turnover intentions. The study also examined the effect of organizational citizenship behavior on turnover intentions. Frontline employees working in five-star hotels in North Cyprus were selected as a sample. The result of multiple regression analyses revealed that job satisfaction is positively related to organizational citizenship behavior and negatively related to turnover intentions. Affective organizational commitment was found to be positively related to organizational citizenship behavior. However, the study found no significant relationship between organizational commitment and turnover intentions. Furthermore, organizational citizenship behavior was negatively associated with turnover intentions. The study provides discussion and avenues for future research.

Perceived Work Status and Turnover Intentions of Casual-Dining Restaurant Employees

DiPietro, Robin B.; McLeod, Brumby
Fonte: FIU Digital Commons Publicador: FIU Digital Commons
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Relevância na Pesquisa
36.43%
The current research examined the effects of perceived work status of hourly employees on the established relationships between turnover intentions and the constructs of autonomy, affective organizational commitment, perceived management concern for employees, and perceived management concern for customers in the casual-dining restaurant industry. Surveys were collected from 296 employees of a multi-unit casual-dining restaurant franchise, part of a large, national, casual-dining restaurant chain. Employeeswith perceived part-time work status revealed a generally negative trend in factors shown to contribute to turnover. Employees who perceived their work status as parttime also showed significantly lower levels of affective organizational commitment than those who perceived their work status as full-time. Additionally, the mean scores of the desirable attributes trended lower for those employees who perceived themselves as part-time. Even more, helping behaviors, so crucial in a casual-dining environment, were lower when employees perceived their work status to be part-time. The current study discusses managerial implications of the research findings and gives suggestions for future research.

Intra -organizational turnover in a self -selective team environment

Dolfi, Sharon Anne Israel
Fonte: FIU Digital Commons Publicador: FIU Digital Commons
Tipo: Artigo de Revista Científica
EN
Relevância na Pesquisa
46.4%
Four-hundred twenty-seven firefighter/paramedics and firefighter/emergency medical technicians completed questionnaires regarding past and current turnover decisions. The employees, who work in teams of either three or four, have a collective bargaining benefit that allows them to "bid for" (request) new positions/teams every six months; positions are awarded on the basis of seniority. Because employees are leaving neither the organization nor their job, the "bid" process creates intra-organizational turnover on a regular basis. It was hypothesized that those individuals higher in teamwork/social cohesion expectations, higher in interpersonal orientation, and lower in conflict tolerance would report placing greater importance on interpersonal reasons (teamwork/social cohesion) in past bid/assignment decisions. Creation of a conflict tolerance scale was the goal of a preliminary study. It was further hypothesized that current bid/assignment satisfaction would predict the current turnover decision (during the cycle in which the study was conducted), and that past individual turnover frequency would also predict current turnover. All hypotheses were supported. ^

Employee Turnover: The Effects of Workplace Events

Hanks, Ashley Rittmayer
Fonte: Universidade Rice Publicador: Universidade Rice
Tipo: Thesis; Text Formato: 117 p.; application/pdf
ENG
Relevância na Pesquisa
36.27%
This research was designed to extend the unfolding model of voluntary turnover by examining the most commonly reported turnover decision path. Specifically, the purpose of the current investigation was to explore how employees evaluate negative workplace events--coined "shocks"--and the effects of such events on turnover intention. Participants, 204 Registered Nurses currently employed by a hospital, were asked to report on a negative work event. Only satisfaction with the organization's response to the event affected justice perceptions regarding the shock event. Events perceived as unjust or unfair were negatively related to perceived compatibility with the organization, which in turn predicted turnover intention. Job embeddedness also influenced perceived compatibility and intent to leave the organization. Characteristics of the shock events and suggestions to organizations to prevent avoidable, voluntary turnover are also presented.

Person-Organization Fit e satisfação no trabalho: de que forma a identificação organizacional influencia esta relação e quais as consequências para o Turnover

Morgado, Luís Manuel Martins
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.65%
A presente investigação visou estudar as relações existentes entre P-O Fit, ou seja o ajuste entre os valores pessoais e organizacionais e satisfação no trabalho e P-O Fit e intenção de turnover. Ainda, se pretendeu demonstrar se a identificação organizacional pode ter influência nestas relações. A amostra foi constituída por 80 indivíduos que trabalham em empresas, tanto no setor privado como no público. Os participantes responderam a um questionário composto pelas seguintes escalas: Inventário de Valores Organizacionais (Tamayo, Mendes & Paz, 2000), Portrait Values Questionnaire (Schwartz, 1992), Perceived Person–Organization Fit (Cable & Judge, 1996), Escala de Identificação Organizacional (Mael & Asforth, 1992), Job Satisfaction Survey (Spector, 1997), Escala de Bem-Estar Afetivo no Trabalho (Katwyk, Fox, Spector & Kelloway, 2000), Anticipated Turnover Scale (Hinshaw, Atwood, Gerber & Erickson, 1987, cit. in Gaspar, 1990). Os resultados mostram que a identificação exerce um papel moderador na relação entre o P-O Fit e a satisfação no trabalho e na relação entre o P-O Fit e a intenção de turnover. Mostrou-se também que a satisfação tem um papel mediador na relação entre o P-O Fit e a intenção de turnover.; This research aimed to study the relationship between P-O Fit...

Relação entre intenção de turnover, qualidade de vida no trabalho e satisfação profissional : estudo exploratório numa das melhores empresas para trabalhar em Portugal

Oliveira, Joana Paulo de Oliveira Botelho de
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
36.31%
Tese de mestrado, Psicologia (Psicologia dos Recursos Humanos, do Trabalho e das Organizações), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação, 2009; O capital humano tem cada vez mais impacto no crescimento organizacional e posicionamento no mercado sendo, assim, de todo o interesse para as Organizações combater a intenção de turnover. Independentemente das razões que possam justificar a vontade dos colaboradores abandonarem a Organização a que pertencem, factores como Qualidade de Vida no Trabalho (QVT) e a Satisfação Profissional podem contribuir para evitar essa mesma intenção. A presente investigação procura contribuir para o estudo relacional das variáveis Qualidade de Vida no Trabalho, Satisfação Profissional e a intenção de Turnover. Os dados foram obtidos através da aplicação de um Inventário sobre Qualidade de Vida no Trabalho e de uma Ficha de Dados Pessoais (Rafael & Lima, 2008a) a vinte e quatro indivíduos, Representantes de Vendas de uma Organização que actua na área da saúde. A análise das correlações obtidas entre as variáveis revela que existe 1) uma relação inversa entre a Qualidade de Vida no Trabalho e a Intenção de Turnover; 2) uma relação inversa entre a Satisfação Profissional e a Intenção de Turnover e 3) uma relação positiva entre Satisfação Profissional e Qualidade de Vida no Trabalho. Deste modo...

Qualidade de vida no trabalho (QVT) e intenção de turnover : efeito preditor de dimensões de QVT na intenção de turnover

Torres, Joana Maria Barbosa Campos Pinheiro
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
36.34%
Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia dos Recursos Humanos, do Trabalho e das Organizações), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2010; Actualmente a temática da qualidade de vida no trabalho (QVT) é encarada como uma área fundamental na vida organizacional pela importância que assume na satisfação dos objectivos e necessidades das organizações e dos seus trabalhadores. A presente investigação procura por isso aprofundar o conhecimento sobre as diferentes dimensões que compõem a QVT e a sua relação com a intenção de turnover. Neste contexto prevê-se a existência de uma relação negativa entre frequência de QVT e a intenção de turnover procurando determinar se as diferentes dimensões de QVT têm diferentes efeitos na intenção de turnover. Para avaliar a QVT foi aplicado o instrumento designado de Inventário sobre a Qualidade de Vida no Trabalho (Rafael & Lima, 2007a, 2008a) e, os indicadores utilizados por Huang et al., (2007) para medir a intenção de turnover. A amostra é constituída por 473 adultos empregados, com pelo menos seis meses de experiência profissional. Os resultados obtidos mostram que as dimensões relacionadas com o emprego e a carreira são as que melhor explicam a intenção de turnover...

Conflito trabalho família e intenção de turnover nos bombeiros voluntários : a mediação pelo compromisso e diferenças de género

Oliveira, Humberto Vieira
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2015 POR
Relevância na Pesquisa
36.43%
Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia dos Recursos Humanos, do Trabalho e das Organizações), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2015; O presente estudo visa explorar a relação entre o Conflito Trabalho-Família (CTF), Compromisso Organizacional - componentes afetiva (CA) e normativa (CN) - e Intenção de Turnover (IT) nos Bombeiros Voluntários, assim como as diferenças de género na relação entre CTF e CA e CN. De acordo com a literatura, existe uma relação entre CTF e IT, tanto nos trabalhadores pagos como nos trabalhadores voluntários, sendo que uma das vaiáveis que aparece frequentemente associada tanto ao CTF como à IT é o Compromisso Organizacional. Tendo em conta o modelo das três componentes do compromisso, espera-se que a CA e CN sejam mediadores da relação entre CTF e IT. Pretende-se ainda verificar se a relação entre CTF e CA e CN é mais significativa nas mulheres do que nos homens. Com base nos dados da amostra recolhida (N=263) as hipóteses foram testadas através de regressões lineares hierárquicas. Os resultados permitem verificar uma relação positiva e significativa entre CTF e IT e que o CA é um mediador nesta relação. Contudo verificou-se que a relação entre CTF e CA é semelhante nas mulheres e nos homens. No que se refere ao CN este não é um mediador na relação entre CTF e IT...

Mentoring and turnover intentions in public accounting firms: a research note

Hall, Matthew; Smith, David
Fonte: Elsevier Ltd Publicador: Elsevier Ltd
Tipo: Article; PeerReviewed Formato: application/pdf
Publicado em /10/2009 EN; EN
Relevância na Pesquisa
36.29%
Turnover in public accounting firms is a critically important issue as firms seek to retain quality accounting personnel in the face of skilled labour shortages. Mentoring is one initiative that has been suggested as a means of reducing the high costs associated with employee turnover. However, prior accounting research examining the association between mentoring and turnover intentions has produced mixed results, which may be due, at least in part, to difficulties in operationalizing the mentoring construct. Drawing on recent management literature regarding organizational turnover intentions, we challenge the conventional view that mentoring generally leads to reduced turnover intentions, by testing a theoretical model that posits that different functions of mentoring have differing effects on turnover intentions. Specifically, we argue that while the psychosocial support function of mentoring can serve to reduce public accountants’ turnover intentions, the career development function of mentoring has the potential to increase turnover intentions. Results support this conclusion.

Cross border industries in Mexico with low organizational attachment: Case study

Garcia,Blanca; Cox,John
Fonte: Facultad de Contaduría y Administración, UNAM Publicador: Facultad de Contaduría y Administración, UNAM
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2010 EN
Relevância na Pesquisa
36.6%
Cross Border Industries, also known as maquiladoras in Northern Mexico, are currently facing the problem of low organizational attachment among production workers. Direct workers often perceive little commitment to their company, and turnover rates in the plants average; e.g., about 10 per cent per month in Tijuana. Other places like Ensenada (1 hour away from Tijuana) face turnover rates that are lower than 10 percent, but still much higher than is desirable. In this study we examine turnover and job satisfaction through a turnover model. Variables dealing with co-workers, job security, and the job itself demonstrated a strong independent relationship. An analysis of data made in SPSS from 100 production workers within an outsourcing manufacturing maquiladora showed that the desire continually to seek a new job is positively associated with turnover intentions and negatively associated with organizational commitment. This finding can be of guidance to managers and management scholars attempting to understand and combat turnover and reinforce organizational attachment in Northern Mexico.