Página 1 dos resultados de 1157 itens digitais encontrados em 0.125 segundos

Organização e tratamento de dados: estudo de caso no 5º ano de escolaridade

Vieira, Iolanda Saraiva
Fonte: Instituto Politécnico de Leiria Publicador: Instituto Politécnico de Leiria
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
165.73%
Relatório de Mestrado em Educação e Tecnologia em Matemática apresentada à ESECS - Escola Superior de Educação e Ciências Sociais do Instituto Politécnico de Leiria.; Atualmente a literacia estatística é considerada essencial para exercer uma cidadania crítica, informada e participativa (NCTM, 1991), o que conduziu a Estatística, no Programa de Matemática do Ensino Básico (PMEB) (ME, 2007) com a designação de Organização e Tratamento de Dados (OTD), a um lugar de relevo na Educação Matemática. Face a esta situação e no âmbito da didática da Matemática, pretendeu-se analisar o pensamento estatístico dos alunos, de uma turma do 5º ano de escolaridade. Seguindo uma metodologia qualitativa de cariz interpretativo, com recurso a dois estudos de caso, procuraram-se identificar estratégias e dificuldades, evidenciadas pelos alunos, na realização das tarefas da cadeia proposta, no âmbito do tema da OTD, tendo como referência os níveis de literacia estatística propostos por Gal (2002). Constatou-se que os alunos recorreram sobretudo a estratégias características da estatística, com um à-vontade progressivamente maior, que lhes permitiram formular questões, planear e concretizar as principais etapas subjacentes às investigações estatísticas. Em diversas ocasiões...

Alterações no tema Organização e Tratamento de Dados do programa de matemática do ensino básico

Fernandes, José António; Oliveira, Júnior, Ailton Paulo de
Fonte: Universidade do Minho. Instituto de Educação. Centro de Investigação em Educação (CIEd) Publicador: Universidade do Minho. Instituto de Educação. Centro de Investigação em Educação (CIEd)
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
175.72%
Neste trabalho analisam-se as alterações ocorridas no recentemente aprovado Programa de Matemática para o Ensino Básico (2013), no tema Organização e Tratamento de Dados, relativamente ao programa anteriormente em vigor (2007), tendo por referência as recomendações atuais para o ensino da estatística. Para tal, procedeu-se a uma análise de conteúdo dos dois programas escolares, estruturada nas seguintes dimensões: gestão do tempo; objetivos gerais; conteúdos; indicações metodológicas e recursos. Em termos de resultados obtidos, diferentemente do programa anterior, no programa de 2013 omitem-se indicações metodológicas e recursos, que se traduzem na não referência aos projetos investigativos, ao trabalho de grupo e às calculadores e computadores, revelando um retrocesso relativamente às recomendações dos investigadores para a abordagem desta temática.; Este trabalho contou com o apoio de Fundos Nacionais através da FCT — Fundação para a Ciência e a Tecnologia no âmbito do projecto PEst-OE/CED/UI1661/2014 do CIEd-UM e do proyecto Significados de la probabilidad en el currículo de la enseñanza obligatoria y la formación de profesores con la referencia EDU2013-41141-P.

Tarefas de organização e tratamento de dados no 2º CEB

Mendes, Rita Isabel Pinto
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
165.85%
Este estudo foi desenvolvido na Unidade Curricular Prática Pedagógica Supervisionada em concordância com o Seminário de Investigação Educacional, parte integrante do curso de Mestrado em Ensino do 1.º e 2.º Ciclo do Ensino Básico (CEB) e teve como objetivo identificar e analisar as dificuldades que os alunos do 5.º ano do 2.º CEB sentiram aquando da implementação da Experiência de Ensino “Tarefas de Organização e Tratamento de dados no 2.º CEB” planificada neste estudo. Esta Experiência de Ensino teve como tema enquadrador o projeto “Matemática do Planeta Terra 2013” e pretendeu-se promover a interdisciplinaridade entre a Matemática, as Ciências Naturais e Educação Tecnológica. Para atingir esta finalidade planificou-se uma Experiência de Ensino que foi implementada numa turma de 29 alunos do 5.º ano no Colégio D. José I em Aveiro, tendo como objetivo dar resposta às três questões de investigação: i) – Qual o tipo de representação gráfica que os alunos do 2.º CEB priviligiam na resolução da Tarefa 1 da Experiência de Ensino “Tarefas sobre Organização e Tratamento de Dados no 2.º CEB”?. ii) – Que dificuldades apresentam os alunos do 5.º ano durante a resolução da Experiência de Ensino “Tarefas sobre Organização e Tratamento de Dados no 2.º CEB”?. iii) – Qual a adequação didática da planificação e implementação da Experiência de Ensino “Tarefas sobre Organização e Tratamento de Dados no 2.º CEB”?. Tendo em conta a natureza das questões de investigação...

Organização e tratamento de dados recolhidos nas rotinas das crianças na sala dos quatro anos

Cordeiro, Sandra Cristina Ramalho
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /12/2014 POR
Relevância na Pesquisa
125.72%
Dissertação apresentada à escola Superior de Educação de Lisboa para obtenção de grau de mestre em Educação Matemática na Educação Pré-Escolar e nos 1º e 2º Ciclos do Ensino Básico; A presente investigação enquadra-se na educação pré-escolar, no domínio da matemática, e tem como objetivo compreender como é que crianças de 4 e 5 anos representam e interpretam dados recolhidos nas rotinas diárias. Para tal, procura-se responder às seguintes questões: (1) Como é que as crianças transpõem os dados dos mapas de registo para os gráficos?; (2) Que interpretações fazem as crianças dos dados representados?; (3) Que aprendizagens numéricas são potenciadas pela representação e interpretação dos dados? e (4) Qual o papel do Educador de Infância no desenvolvimento nas crianças da capacidade de representar e interpretar dados? O estudo seguiu uma metodologia de investigação de natureza qualitativa, de caráter descritivo e interpretativo. O trabalho foi desenvolvido com todo o grupo de crianças da sala, onde a investigadora adotou o duplo papel de educadora e investigadora. A recolha de dados foi realizada com recurso a gravações de vídeo e áudio, feitas durante a aplicação das tarefas e foram ainda utilizadas notas de campo sobre o desempenho das crianças. As crianças transpuseram os dados dos mapas das suas rotinas de sala...

Monitoring platform for photovoltaic plants

Ribeiro, Hugo Zeferino Pereira
Fonte: Instituto Politécnico de Viseu Publicador: Instituto Politécnico de Viseu
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 30/09/2014 ENG
Relevância na Pesquisa
95.76%
A apresentação desta dissertação conclui o curso de Mestrado em Energia e Automação Industrial - Engenharia Electrotécnica, da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Viseu. É o resultado de um trabalho de desenvolvimento, de estudo e pesquisa realizado no âmbito do desenvolvimento de sistemas SCADA (Supervision Control And Data Acquisition) e a sua utilização/implementação em parques fotovoltaicos. O desenvolvimento do trabalho realizou-se na Área de Automação e Controlo do Departamento Técnico da Martifer Solar. Os sistemas de geração de energia elétrica solar fotovoltaica necessitam de ferramentas de análise e tratamento de dados. A generalidade das entidades desenvolvedoras de sistemas SCADA estão habituadas a criar aplicações de cariz industrial. Um sistema desta natureza implica, além do conhecimento de desenvolvimento de aplicações industriais, um conhecimento específico da produção de energia elétrica proveniente da energia solar. Desta forma, é possível averiguar eficazmente quais as variáveis de campo e temporizações associadas à sua monitorização e registo. ´E ainda possível aferir, por exemplo, o tratamento estatístico a dar às variáveis, o seu correto processamento...

Uma tarefa de investigação em organização e tratamento de dados no 1º ciclo: realização da tarefase reflexão da professora

Veia, Luciano; Brocardo, Joana; Ponte, João Pedro da
Fonte: Associação de Professores de Matemática Publicador: Associação de Professores de Matemática
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
165.73%
Esta comunicação procura compreender a forma como uma professora do 1.º ciclo conduz os alunos na realização de uma tarefa de organização e tratamento de dados e a reflexão que realiza. Trata-se de um trabalho no âmbito de um estudo que segue uma metodologia de investigação interpretativa e qualitativa na modalidade de estudo de caso. Os resultados mostram que, na exploração da tarefa, a prática de ensino da professora contempla de modo diferenciado as diversas fases do ciclo investigativo estatístico. A professora revela particular atenção à participação dos alunos nas tomadas de decisão sobre os procedimentos a seguir. Na sua reflexão, identifica os principais momentos da aula, valoriza as decisões tomadas e destaca a fase de recolha de dados como o momento mais significativo.; In this paper, we analyze how a primary school teacher leads students in doing a task involving data handling, as well as the reflection. The paper is carried in the framework of a larger study that follows an interpretative and qualitative research methodology with a case study design. The results indicate that, in the exploration of the task, the practice of this teacher includes in different ways the phases of a statistical investigation. The teacher showed particular concern with the participation of the students in making decisions about the procedures to follow. During her reflection...

Práticas de preparação de uma tarefa de organização e tratamento de dados com características investigativas

Veia, Luciano; Brocardo, Joana; Ponte, João Pedro da
Fonte: Sociedade Portuguesa de Investigação em Educação Matemática Publicador: Sociedade Portuguesa de Investigação em Educação Matemática
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
165.73%
Esta comunicação tem como objetivo discutir a preparação de uma tarefa de organização e tratamento de dados de características investigativas. Presta-se particular atenção aos aspetos valorizados pelos professores e os desafios com que se confrontam quando se envolvem neste tipo de trabalho. Trata-se de um estudo desenvolvido num contexto de trabalho de natureza colaborativa que segue uma metodologia de investigação interpretativa e qualitativa na modalidade de estudo de caso. Os resultados mostram que os professores valorizam tarefas de cunho investigativo, realizadas em contextos do quotidiano dos alunos, com recurso a dados reais recolhidos pelos próprios alunos, revelando a sua preocupação em construir tarefas com significado. Na preparação da tarefa, procuram antecipar possíveis resoluções dos alunos e prever modos de atuação para a sua condução, valorizando a apresentação de propostas por iniciativa dos alunos. Como principal desafio apontam o grau de incerteza com que são confrontados quando realizam este tipo de tarefas.

Uma tarefa de investigação em organização e tratamento de dados no 1º ciclo: realização da tarefa e reflexão da professora

Veia, Luciano; Brocardo, Joana; Ponte, João Pedro da
Fonte: Associação de Professores de Matemática Publicador: Associação de Professores de Matemática
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /04/2014 POR
Relevância na Pesquisa
165.73%
Comunicação apresentada em XXV Seminário de Investigação em Educação Matemática, Braga, 9-10 abril 2014; Esta comunicação procura compreender a forma como uma professora do 1.º ciclo conduz os alunos na realização de uma tarefa de organização e tratamento de dados e a reflexão que realiza. Trata-se de um trabalho no âmbito de um estudo que segue uma metodologia de investigação interpretativa e qualitativa na modalidade de estudo de caso. Os resultados mostram que, na exploração da tarefa, a prática de ensino da professora contempla de modo diferenciado as diversas fases do ciclo investigativo estatístico. A professora revela particular atenção à participação dos alunos nas tomadas de decisão sobre os procedimentos a seguir. Na sua reflexão, identifica os principais momentos da aula, valoriza as decisões tomadas e destaca a fase de recolha de dados como o momento mais significativo.; In this paper, we analyze how a primary school teacher leads students in doing a task involving data handling, as well as the reflection. The paper is carried in the framework of a larger study that follows an interpretative and qualitative research methodology with a case study design. The results indicate that...

Práticas de comunicação em contextos de organização e tratamento de dados

Veia, Luciano; Brocardo, Joana; Ponte, João Pedro da
Fonte: Associação de Professores de Matemática Publicador: Associação de Professores de Matemática
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /03/2015 POR
Relevância na Pesquisa
145.72%
Comunicação apresentada em XXVI Seminário de Investigação em Educação Matemática, Évora, 28-29 março 2015; Esta comunicação reporta-se às práticas de comunicação matemática de uma professora do 1.º ciclo do ensino básico na condução de tarefas de organização e tratamento de dados. Trata-se de um trabalho desenvolvido num contexto de trabalho de natureza colaborativa que segue uma metodologia de investigação qualitativa e interpretativa, na modalidade de estudo de caso. As práticas de comunicação da professora, caracterizadas pelo questionamento dos alunos, desafiando a sua participação nas discussões de sala de aula e valorizando o seu conhecimento matemático, assumem predominantemente o modo de comunicação reflexiva e o padrão de interação de discussão.; This paper refers to mathematical communication practices of a primary school teacher leading with tasks involving data handling. This is a work carried out on a collaborative context that follows a qualitative and interpretative methodology with a case study design. The communication teacher practices, characterized by the questioning of students, challenging their participation in classroom discussions and developing their mathematical knowledge...

Erros e dificuldades de alunos de 1.º ciclo na representação de dados estatísticos

Cruz, Ana Michele Soares de Campos da, 1974-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
105.57%
Tese de mestrado, Educação (Didática da Matemática), Universidade de Lisboa, Instituto de Educação, 2013; O estudo que apresento neste relatório surge motivado pela minha preocupação em melhorar as minhas práticas de ensino, numa perspetiva reflexiva e em contribuir para compreender como se pode desenvolver a literacia estatística dos alunos do 1.º ciclo, em particular a sua compreensão gráfica. O objetivo do estudo é analisar os erros e as dificuldades dos alunos do 3.º ano, de uma escola pública da periferia de Lisboa, na resolução de tarefas envolvendo a construção, leitura e interpretação de tabelas e gráficos estatísticos ao longo de uma unidade de ensino de Organização e Tratamento de Dados e compreender como o trabalho desenvolvido promove a sua literacia estatística. As tarefas propostas na unidade de ensino, implementada no ano letivo de 2011/12 tendo por base as orientações curriculares para o ensino da estatística, são construídas com referência aos níveis de compreensão gráfica propostos por Curcio (1989). A recolha de dados inclui a observação participante, com registos escritos em forma de notas de campo e os documentos escritos produzidos pelos alunos na realização das tarefas. Deste estudo é possível concluir que as tarefas propostas na unidade de ensino permitiram a exploração de diversas representações gráficas e forneceram oportunidades aos alunos para ultrapassarem as suas dificuldades iniciais relativas à compreensão gráfica. Com efeito...

A Pegada Ecológica na Organização e Tratamento de Dados: Uma Proposta para o 7.º Ano

Raposo, Sónia Paula Vilela
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
115.7%
Dissertação de Mestrado em Ensino de Matemática; Neste estudo pretendeu-se descrever e analisar o desempenho dos alunos na exploração do tema Organização e tratamento de dados (OTD) de acordo com o Novo Programa de Matemática do Ensino Básico (NPMEB). Em particular, pretendeu-se analisar como é que os alunos aplicam os seus conhecimentos matemáticos em situações do dia-a-dia; analisar como é que os alunos se expressam e comunicam as suas ideias; analisar a forma como os alunos trabalham em grupo; analisar a forma como são usadas as tecnologias da informação e comunicação na sala de aula; e identificar as dificuldades reveladas pelos alunos na realização de tarefas propostas pela professora e, consequentemente, na aquisição das competências gerais e essenciais previstas para este ano de escolaridade. No contexto metodológico preconizado no NPMEB, o tema OTD refere-se a situações reais significativas para os alunos e à utilização de recursos tecnológicos. A utilização destes recursos, nomeadamente o computador, vem dar mais uma perspectiva à abordagem deste tema. No início deste trabalho de investigação procedeu-se a uma revisão de literatura em Ciências da Educação, Métodos de Investigação...

Condução de tarefas de organização e tratamento de dados no 3.º ano de escolaridade

Veia, Luciano
Fonte: Associação de Professores de Matemática (APM) Publicador: Associação de Professores de Matemática (APM)
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /11/2013 POR
Relevância na Pesquisa
165.73%
Nesta comunicação, analisam-se as práticas de condução de tarefas de organização e tratamento de dados duma professora do 3.º ano. O estudo segue uma metodologia de investigação de natureza interpretativa e abordagem qualitativa na modalidade de estudo de caso. Os resultados preliminares apontam para a exploração de tarefas de acordo com as fases do ciclo investigativo estatístico em situações do quotidiano dos alunos. Na condução das tarefas, a professora revela particular atenção com cada uma das fases, com incidência nos cuidados manifestados com a recolha de dados e na preocupação com a participação dos alunos na apresentação de conclusões.

Uma tarefa de investigação em organização e tratamento de dados no 1.º ciclo: realização da tarefa e reflexão da professora

Veia, Luciano; Brocardo, Joana; Ponte, João Pedro da
Fonte: Associação de Professores de Matemática (APM) Publicador: Associação de Professores de Matemática (APM)
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /04/2014 POR
Relevância na Pesquisa
165.73%
Esta comunicação procura compreender a forma como uma professora do 1.º ciclo conduz os alunos na realização de uma tarefa de organização e tratamento de dados e a reflexão que realiza. Trata-se de um trabalho no âmbito de um estudo que segue uma metodologia de investigação interpretativa e qualitativa na modalidade de estudo de caso. Os resultados mostram que, na exploração da tarefa, a prática de ensino da professora contempla de modo diferenciado as diversas fases do ciclo investigativo estatístico. A professora revela particular atenção à participação dos alunos nas tomadas de decisão sobre os procedimentos a seguir. Na sua reflexão, identifica os principais momentos da aula, valoriza as decisões tomadas e destaca a fase de recolha de dados como o momento mais significativo. In this paper, we analyze how a primary school teacher leads students in doing a task involving data handling, as well as the reflection. The paper is carried in the framework of a larger study that follows an interpretative and qualitative research methodology with a case study design. The results indicate that, in the exploration of the task, the practice of this teacher includes in different ways the phases of a statistical investigation. The teacher showed particular concern with the participation of the students in making decisions about the procedures to follow. During her reflection...

Práticas de preparação de uma tarefa de organização e tratamento de dados com características investigativas

Veia, Luciano; Brocardo, Joana; Ponte, João Pedro da
Fonte: SPIEM Publicador: SPIEM
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
155.73%
Esta comunicação tem como objetivo discutir a preparação de uma tarefa de organização e tratamento de dados de características investigativas. Presta-se particular atenção aos aspetos valorizados pelos professores e os desafios com que se confrontam quando se envolvem neste tipo de trabalho. Trata-se de um estudo desenvolvido num contexto de trabalho de natureza colaborativa que segue uma metodologia de investigação interpretativa e qualitativa na modalidade de estudo de caso. Os resultados mostram que os professores valorizam tarefas de cunho investigativo, realizadas em contextos do quotidiano dos alunos, com recurso a dados reais recolhidos pelos próprios alunos, revelando a sua preocupação em construir tarefas com significado. Na preparação da tarefa, procuram antecipar possíveis resoluções dos alunos e prever modos de atuação para a sua condução, valorizando a apresentação de propostas por iniciativa dos alunos. Como principal desafio apontam o grau de incerteza com que são confrontados quando realizam este tipo de tarefas.

Práticas de comunicação em contexto de organização e tratamento de dados

Veia, Luciano; Brocardo, Joana; Pedro da Ponte, João
Fonte: APM - Associação de Professores de Matemática Publicador: APM - Associação de Professores de Matemática
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //2015 POR
Relevância na Pesquisa
165.72%
Esta comunicação reporta-se às práticas de comunicação matemática de uma professora do 1.º ciclo do ensino básico na condução de tarefas de organização e tratamento de dados. Trata-se de um trabalho desenvolvido num contexto de trabalho de natureza colaborativa que segue uma metodologia de investigação qualitativa e interpretativa, na modalidade de estudo de caso. As práticas de comunicação da professora, caracterizadas pelo questionamento dos alunos, desafiando a sua participação nas discussões de sala de aula e valorizando o seu conhecimento matemático, assumem predominantemente o modo de comunicação reflexiva e o padrão de interação de discussão.

Diagnóstico e Tratamento de Doenças Lisossomais: relatório 2011

Grupo de Trabalho Coordenador do Diagnóstico e Tratamento de Doenças Lisossomais; Fortuna, Ana Maria
Fonte: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, IP Publicador: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, IP
Tipo: Relatório
Publicado em 01/11/2013 POR
Relevância na Pesquisa
115.63%
As Doenças Lisossomais de Sobrecarga (DLS) constituem um grupo de doenças hereditárias do metabolismo que se caracterizam por uma acumulação intralisossomal quer de substratos não degradados, quer de produtos do catabolismo. Estão descritas, atualmente, cerca de 50 DLS e em Portugal a prevalência deste grupo de patologias em recém-nascidos é de 25:100.000 nados vivos. As DLS apresentam uma grande variedade de sintomas clínicos que vão desde a presença de doença neurológica grave, a casos menos graves ou até mesmo assintomáticos. Os sintomas surgem geralmente nos primeiros meses/anos de vida e os sinais mais frequentes são alterações neurológicas, ósseas, cardiovasculares, cutâneas, oculares, hematológicas, organomelia, dismorfia facial e hidrópsia fetal. Nos últimos anos, várias terapêuticas de substituição enzimática e de redução do substrato têm sido desenvolvidas possibilitando o tratamento dos doentes com algumas destas patologias, nomeadamente, a Doença de Gaucher de tipo I, a Doença de Fabry, a Doença de Pompe, as Mucopolissacaridoses tipo I, II e VI e a Doença de Niemann Pick tipo C. Em 2011, o Grupo de Trabalho Coordenador do Diagnóstico e Tratamento de Doenças Lisossomais (GTCDTDL)...

Diagnóstico e Tratamento de Doenças Lisossomais: relatório 2012

Grupo de Trabalho Coordenador do Diagnóstico e Tratamento de Doenças Lisossomais; Fortuna, Ana
Fonte: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, IP Publicador: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, IP
Tipo: Relatório
Publicado em /02/2014 POR
Relevância na Pesquisa
115.66%
Relatório anual do Grupo de Trabalho Coordenador do Diagnóstico e Tratamento de Doenças Lisossomais (GTCDTDL), relativo ao ano 2012, do qual se destaca a realização das seguintes atividades: − Discussão e avaliação de 43 casos clínicos relativos a pedidos de tratamento, ajuste de dose ou alteração do tratamento, mais 16 casos do que em 2011. Foram emitidos pareceres para Doença de Gaucher, Doença de Fabry, Mucopolissacaridoses tipo I, II e VI, Doença de Pompe e Doença de Niemann Pick tipo C. − Prossecução da compilação da documentação relativa aos doentes com a finalidade de constituir uma base de dados. − Avaliação atualizada e envio regular dos encargos mensais por doença e entidade prestadora dos cuidados de saúde, bem como a data de início e/ou suspensão das terapêuticas à Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS). − Consolidação da constituição do grupo de trabalho e formulação de convite a consultores científicos, quando pertinente. − Compilação de documentação científica e informação de entidades europeias. − Organização logística interna e externa e de documentos de suporte, existindo formulários de registo dos dados individuais para solicitação de início e seguimento da terapêutica. − Estabelecimento e fortalecimento de contactos com instituições ou organismos relevantes (INFARMED...

Relatório de Estágio da Prática de Ensino Supervisionada

Silva, Natália
Fonte: Instituto Politécnico da Guarda Publicador: Instituto Politécnico da Guarda
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
115.65%
O Regulamento 82/2012, publicado em Diário da República em 28 de fevereiro 2012, regulamenta a Prática de Ensino Supervisionada (PES), sendo esta objeto de relatório final, “dos ciclos de estudos conducentes ao grau mestre previstos no Decreto -Lei n.º 43/2007, de 22 de fevereiro.” Este relatório pretende apresentar as atividades desenvolvidas ao longo da PES I e II, bem como uma reflexão crítica sobre as mesmas. Na reflexão das atividades são ainda evidenciadas algumas das aprendizagens adquiridas no decorrer da nossa prática letiva. A PES I decorreu, no ensino Pré-Escolar, nomeadamente, no Jardim de Infância do Bairro da Luz, com um grupo heterogéneo de onze crianças, com idades compreendidas entre os 3 e 5 anos. A PES II, no 1.º ciclo do Ensino Básico decorreu na Escola Básica da Estação, com uma turma de 4.º ano. Por razões logísticas, realizámos a Prática de Ensino Supervisionada na escola sede do Agrupamento de Escolas de São Miguel, Escola EB2,3 de São Miguel. No decorrer da prática letiva entendemos oportuno produzir alguns materiais, para lecionarmos determinados tópicos na Área da Matemática, no 1.º ciclo do Ensino Básico. Pretendeu-se fazer incidir o nosso estudo “Estudo para a resolução de um problema pedagógico” na área da Matemática e...

Uma abordagem à organização e tratamento de dados baseada na resolução de problemas; An approach to organization and data processing based on problem solving

Rodrigues, Fernanda Gabriela Mota
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
155.75%
Relatório de estágio de mestrado em Ensino do 1.º e 2.º Ciclo do Ensino Básico; Esta investigação procura compreender o impacto que a exploração da Organização e Tratamento de Dados [OTD], baseada na resolução de problemas reais, pode adquirir na aprendizagem do tema, pelos alunos. O estudo de natureza qualitativa baseou-se na metodologia de Investigação-Ação e desenvolveu-se em duas experiências pedagógicas: uma no 1.ºciclo, numa turma mista de 1.º e 4.º ano, e outra no 2.º ciclo, numa turma de 5.º ano. O 1.º ciclo possibilitou a realização de investigações estatísticas relacionadas com o quotidiano dos alunos e o 2.º ciclo proporcionou o desenvolvimento de explorações estatísticas relativas às suas vivências. Como forma de fomentar, também, o desenvolvimento psicossocial dos alunos, adotou-se a metodologia do trabalho cooperativo. A recolha de dados, realizada ao longo das 15 intervenções, socorreu-se de vários instrumentos de recolha, tais como, gravações audiovisuais, produções dos alunos, notas de campo e diários reflexivos da investigadora. Os dados obtidos demonstram que, em ambos os ciclos, as situações problemáticas baseadas no quotidiano ofereceram aos alunos uma efetiva compreensão das finalidades das várias ferramentas relativas ao tema...

Representações: janelas para a compreensão do raciocínio estatístico de crianças de 5 e 6 anos

Diogo, Inês; Rodrigues, Margarida
Fonte: GD1 – As representações e a aprendizagem matemática Publicador: GD1 – As representações e a aprendizagem matemática
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2015 POR
Relevância na Pesquisa
105.71%
Este artigo apresenta parte de um estudo que se encontra a decorrer e que visa compreender como se caracteriza o raciocínio estatístico de crianças de 5 e 6 anos. O artigo apresenta a interpretação do raciocínio estatístico revelado pelas crianças através da análise das suas representações. Começamos por discutir teoricamente o conceito de raciocínio estatístico, os princípios inerentes a um ambiente de aprendizagem que favoreça o seu desenvolvimento e o papel das representações, especificando depois as características do trabalho em Organização e Tratamento de Dados na educação pré-escolar. O estudo segue uma abordagem de natureza qualitativa sob um paradigma interpretativo e a recolha de dados realizou-se em 2015 através da observação participante e da análise documental. Os resultados preliminares aqui apresentados sugerem que a maioria do grupo de crianças reconhece as diferentes formas de representação dos dados, identifica os seus nomes e sabe explicar as diferentes representações. No âmbito de um pequeno projeto de investigação estatística, as crianças atenderam às suas diferentes fases, mostrando-se capazes de representar e interpretar dados recolhidos por si. Algumas das crianças preocuparam-se em organizar os dados no momento da sua recolha...