Página 1 dos resultados de 823 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Método semi-automático de construção de ontologias parciais de domínio com base em textos.; Semi-automatic method for the construction of partial domain ontologies based on texts.

Carvalheira, Luiz Carlos da Cruz
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 31/08/2007 PT
Relevância na Pesquisa
37.4%
Os recentes desenvolvimentos relacionados à gestão do conhecimento, à web semântica e à troca de informações eletrônicas por meio de agentes têm suscitado a necessidade de ontologias para descrever de modo formal conceituações compartilhadas à respeito dos mais variados domínios. Para que computadores e pessoas possam trabalhar em cooperação é necessário que as informações por eles utilizadas tenham significados bem definidos e compartilhados. Ontologias são instrumentos viabilizadores dessa cooperação. Entretanto, a construção de ontologias envolve um processo complexo e longo de aquisição de conhecimento, o que tem dificultado a utilização desse tipo de solução em mais larga escala. Este trabalho apresenta um método de criação semi-automática de ontologias a partir do uso de textos de um domínio qualquer para a extração dos conceitos e relações presentes nesses textos. Baseando-se na comparação da freqüência relativa dos termos extraídos com os escritos típicos da língua e na extração de padrões lingüísticos específicos, este método identifica termos candidatos a conceitos e relações existentes entre eles, apresenta-os a um ontologista para validação e, ao final, disponibiliza a ontologia ratificada para publicação e uso especificando-a na linguagem OWL.; The recent developments related to knowledge management...

Uso de informação linguística e análise de conceitos formais no aprendizado de ontologias; Use of linguistic information and formal concept analysis for ontology learning.

Torres, Carlos Eduardo Atencio
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 08/10/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.51%
Na atualidade, o interesse pelo uso de ontologias tem sido incrementado. No entanto, o processo de construção pode ser custoso em termos de tempo. Para uma ontologia ser construída, precisa-se de um especialista com conhecimentos de um editor de ontologias. Com a finalidade de reduzir tal processo de construção pelo especialista, analisamos e propomos um método para realizar aprendizado de ontologias (AO) de forma supervisionada. O presente trabalho consiste em uma abordagem combinada de diferentes técnicas no AO. Primeiro, usamos uma técnica estatística chamada C/NC-values, acompanhada da ferramenta Cogroo, para extrair os termos mais representativos do texto. Esses termos são considerados por sua vez como conceitos. Projetamos também uma gramática de restrições (GR), com base na informação linguística do Português, com o objetivo de reconhecer e estabelecer relações entre conceitos. Para poder enriquecer a informação na ontologia, usamos a análise de conceitos formais (ACF) com o objetivo de identificar possíveis superconceitos entre dois conceitos. Finalmente, extraímos ontologias para os textos de três temas, submetendo-as à avaliação dos especialistas na área. Um web site foi feito para tornar o processo de avaliação mais amigável para os avaliadores e usamos o questionário de marcos de características proposto pelo método OntoMetrics. Os resultados mostram que nosso método provê um ponto de partida aceitável para a construção de ontologias.; Nowadays...

Métricas de avaliação de alinhamento de ontologias; Measures of Evaluation of Ontology Alignments

Bispo Junior, Esdras Lins
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 04/08/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.46%
Na área de emparelhamento de ontologias, são utilizadas algumas métricas para avaliar os alinhamentos produzidos. As métricas baseadas em alinhamento têm como princípio básico confrontar um alinhamento proposto com um alinhamento de referência. Algumas destas métricas, entretanto, não têm alcançado êxito suficiente porque (i) não conseguem discriminar sempre entre um alinhamento totalmente errado e um quase correto; e (ii) não conseguem estimar o esforço do usuário para refinar o alinhamento resultante. Este trabalho tem como objetivo apresentar uma nova abordagem para avaliar os alinhamentos de ontologias. A nossa abordagem apresenta uma métrica na qual utilizamos as próprias consultas normalmente já realizadas nas ontologias originais para julgar a qualidade do alinhamento proposto. Apresentamos também alguns resultados satisfatórios de nossa abordagem em relação às outras métricas já existentes e largamente utilizadas.; In the ontology matching field, different metrics are used to evaluate the resulting alignments. Metrics based on alignment adopt the basic principle of verifying a proposed alignment against a reference alignment. Some of these metrics do not achieve good results because (i) they cannot always distinguish between a totally wrong alignment and one which is almost correct; and (ii) they cannot estimate the effort for the user to refine the resulting alignment. This work aims to present a new approach to evaluate ontology alignments. Our approach presents a measure that uses the usual queries in the original ontologies to assess the quality of the proposed alignment. We also present some satisfactory results of our approach with regard to widely used metrics.

Construção colaborativa de ontologias para domínios visuais utilizando fundamentação ontológica

Torres, Gabriel Moser
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.4%
Ontologias são modelos conceituais explícitos do conhecimento compartilhado por um grupo de usuários focados em determinado domínio de interesse. Seu principal obje-tivo é facilitar a comunicação através da explicitação das relações semânticas entre con-ceitos da realidade. O problema conceitual de classificação dos entes do mundo é com-plexo, pois cada indivíduo possui a sua própria abstração da realidade. Quando o mode-lo é compartilhado, surgem mais divergências de idéias e conceitualizações. Os usuários podem dar diferentes nomes para o mesmo conceito (sinonímia) ou podem utilizar a mesma palavra para se referir a conceitos diferentes (falsa concordância). Dessa forma, a colaboração se tornou uma parte importante do processo de desenvolvimento de onto-logias, auxiliando na explicitação do conceito por trás do vocabulário e na evolução do vocabulário para seus novos significados. Uma ferramenta de software torna o processo de construção de ontologias mais efi-ciente e produtivo, facilitando a comunicação entre os usuários e o armazenamento do conhecimento envolvido no processo. O uso de uma ontologia de fundamentação tem papel importante na obtenção do consenso comum, pois reduz as possibilidades de in-terpretação sobre o domínio através da categorização semântica dos elementos da onto-logia. Ela tem o objetivo de estabelecer uma base para obter-se coerência nas negocia-ções de significado sobre um modelo conceitual...

Desenvolvimento e utilização de ontologias em bibliotecas digitais: uma proposta de aplicação

Ramalho, Rogério Aparecido Sá
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 145 f. : il. color.
POR
Relevância na Pesquisa
37.51%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Ciência da Informação - FFC; Throughout the last years, the increasing use of Technologies of Information and Communication (TICs) have stimulated a new gamma of informational necessities. The digital environments favor the transposition of the conventional limits of representation and dissemination of the registered knowledge, incorporating new elements to the processes of production, organization and recovery of information. Considering the ontologies as a new and riveting category of systems of representation of knowledge, we searched, starting from a interdisciplinary dialogue, bases that allow to analyze the approaches of this new computational approach with the instruments and methods traditionally used in the area of Knowledge Organization, investigating in what scale the area of Information Science can contribute to the development of ontologies and analyzing the consequences of its use in digital libraries. Therefore, a study of the main theories and technologies related to the development of ontologies and digital libraries was carried through, contextualized in the theoretical framework of the area of Information Science. In this way...

Diretrizes para a utilização de ontologias na indexação automática

Nicolino, Maria Elisa Valentim Pickler
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 101 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
37.46%
Pós-graduação em Ciência da Informação - FFC; The use of ontologies in automatic indexing allows add to this process not only a language for a specific domain, but also a logical and conceptual framework that can be used to make inferences, and whose relations allow an expansion of the terms extracted by purely mathematical methods. Considered as indexing languages, ontologies arise as a new tool to be incorporated into the theoretical and practical arsenal of information science and open new perspectives for research in automatic indexing. Ontologies provide a conceptual framework and terminology restricted to a given domain, originally represented in readable languages by computer, which allows it to be used in the most varied computing processes. We present in this work, guidelines for the construction and utilization of ontologies in the automatic indexing process. We conclude that it is essential to establish an Indexing Policy that reflects the interests of the institution and the needs of its users. The Indexing Policy should also guide the construction of ontologies for indexing purposes, and defines the parameters for the operation of automatic indexing systems.; O uso de ontologias na indexação automática permite agregar a esse processo não só uma linguagem de um domínio específico...

Ontologias folksonomizadas : uma abordagem para fusão de ontologias e folksonomias; Folksonomized ontologies : an approach to fuse ontologies and folksonomies

Hugo Augusto Alves
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/04/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.62%
Um número crescente de repositórios na web se baseia em metadados na forma de rótulos (tags) para organizar e classificar o seu conteúdo. Os usuários destes sistemas associam livremente tags a recursos do sistema - e.g., URLs, imagens, marcadores. O termo folksonomia se refere a esta classificação coletiva, que emerge do processo de rotulação (tagging) realizado por usuários interagindo em ambientes sociais na web. Uma das maiores qualidades das folksonomias é a sua simplicidade de uso pela ausência de um vocabulário controlado. Folksonomias crescem de forma orgânica, refletindo o conhecimento da comunidade de usuários. Por outro lado, esta falta de estrutura leva a dificuldades em operações de organização e descoberta de conteúdo. Melhores resultados podem ser obtidos se forem consideradas as relações semânticas entre os rótulos. Por esta razão, vários trabalhos foram propostos com o objetivo de relacionar ontologias e folksonomias, combinando a estrutura sistematizada das ontologias à semântica latente das folksonomias. Enquanto em uma direção algumas abordagens criam "ontologias sociais" a partir dos dados das folksonomias, em outra direção algumas abordagens conectam rótulos a ontologias preexistentes. Em ambos os casos nota-se uma unidirecionalidade...

Método de construção de ontologias multilingues com associação de conceitos a objetos em espaço 3D

Stradiotto, César Ramirez Kejelin
Fonte: Florianópolis Publicador: Florianópolis
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 241, x p.| il., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
37.66%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento; Com o crescimento no volume de documentos disponíveis na Web, são necessários métodos para gerenciar o conhecimento disponível nesses documentos. Entre os métodos de gestão, destaca-se a construção e aplicação de ontologias. Torna-se então necessária a aplicação de um meio descritivo mais universal para a apresentação de um conceito e de suas relações semânticas, um meio que seja compreensível por qualquer pessoa, em qualquer idioma. Torna-se necessário também o reuso de duas tecnologias já existentes, na tentativa de universalização de conceitos e relações semânticas: a Universal Networking Language (UNL) e a Unified Modeling Language (UML). Portanto, o objetivo deste trabalho é desenvolver um método de construção e representação visual de ontologia multilingue e modelar um editor usando recursos gráficos em espaços 2D e 3D. A proposta da tese consiste em uma metodologia de construção de ontologias composta de palavras universais, associadas a objetos no espaço 3D, possibilitando a conversão entre instâncias de ontologias em vários idiomas. Para a validação desta tese...

Análise de tipos de ontologias nas áreas de ciência da informação e ciência da computação

Souza Junior, Mario Bastos de
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 142 p.| il., grafs.
POR
Relevância na Pesquisa
37.4%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Educação, Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação, Florianópolis, 2014.; A emergência de tecnologias que visam complementar a web, associada às problemáticas na busca por novos modelos de recuperação de informação mais eficientes, abriram espaço para estudos que utilizam os benefícios da organização semântica da informação e do conhecimento. Sistemas de Organização do Conhecimento (SOCs) permitem representar um domínio por meio da sistematização dos conceitos e das relações semânticas que se estabelecem entre eles. Entre os tipos desses sistemas conceituais estão as ontologias, utilizadas para representar o conhecimento relativo a um dado domínio do conhecimento. A presente pesquisa tem como objetivo, por meio de uma pesquisa documental, identificar as principais características dos tipos de ontologias. Para tanto, foi empregado, nos procedimentos metodológicos, o método de Análise de Conteúdo de Laurence Bardin. Para a construção do corpus de análise foram utilizadas as bases de dados da Library and Information Science Abstracts (LISA) e da Computer and Information Systems Abstracts. A análise dos resultados permitiu identificar um predomínio significativo nas pesquisas relacionadas às ontologias de domínio...

Ontologias O3F: conversão de UML e extracção em CO3L

Maria, Jairo Avelar
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
37.58%
Mestrado em Engenharia Informática; Esta dissertação centra-se no modelo de representação de ontologias O3F e da correspondente linguagem CO3L, ambos desenvolvidos no grupo de Agentes e Inteligência Artificial do Departamento de Ciências e Tecnologias da Informação do ISCTE-IUL. Pretende-se alcançar dois objectivos. O primeiro consiste em melhorar e expandir o O3F e o CO3L para aumentar a sua expressividade, especialmente no sentido de permitir a representação de modelos UML e ontologias OWL. O segundo consiste na criação de ferramentas computacionais para ontologias O3F, a principal das quais é um conversor automático de UML para O3F/CO3L. Pretende-se assim que as ontologias O3F possam ser especificadas em UML, tirando partido das suas ferramentas de desenvolvimento, e aproximar o O3F da grande comunidade de especialistas de modelação UML. Adicionalmente, foram também feitas contribuições para a construção de um servidor de ontologias O3F e desenvolveu-se um mecanismo capaz de extrair, na linguagem textual CO3L, as ontologias armazenadas nesse servidor. Decidiu-se apostar no O3F porque, quando comparado com outras abordagens à representação de ontologias (OWL, Ontolingua e UML), revela várias vantagens e...

Ontologias O3F: um servidor e um editor CO3L

Correia, Carlos Eduardo Fonseca
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 11/08/2011 POR
Relevância na Pesquisa
37.58%
Mestrado em Engenharia Informática; Esta dissertação debruça-se sobre o modelo O3F e a linguagem CO3L, sobre a construção de um servidor de ontologias O3F e ainda sobre a construção de um editor especializado na linguagem CO3L. Analisaram-se criticamente várias abordagens de representação de ontologias: Ontolingua, OWL, OWL2, UML e O3F/CO3L. Foram também analisadas ferramentas que dão suporte às anteriores linguagens, dando especial ênfase ao Protégé e ao Ontolingua Server. Desta análise resultou que o modelo O3F é uma excelente opção para representar ontologias devido às várias vantagens que apresenta em relação às restantes abordagens. O modelo O3F é o único que permite modular um domínio de acordo com uma visão orientada a objectos ou com uma visão relacional do mundo, possibilitando ainda a integração de ambas. A presente dissertação contribuiu com várias propostas de melhoria para modelo O3F e para linguagem CO3L, aumentando a sua expressividade e competitividade. Para possibilitar a real utilização deste modelo e linguagem foi criado o O3 Server, um servidor de ontologias que guarda e partilha as ontologias O3F a um nível global. A presente dissertação criou ainda o CO3L Edit, o primeiro editor especializado na linguagem CO3L que interage com o O3 Server para armazenar e extrair ontologias. Os resultados produzidos na dissertação foram submetidos a avaliação que revelou evidência da correcção e abrangência das ferramentas computacionais...

Uma visão geral sobre ontologias: pesquisa sobre definições, tipos, aplicações, métodos de avaliação e de construção

Almeida,Mauricio B.; Bax,Marcello P.
Fonte: IBICT Publicador: IBICT
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2003 PT
Relevância na Pesquisa
37.4%
Os estudos sobre a organização da informação têm recebido cada vez mais importância à medida que o número crescente de fontes de dados disponíveis dificulta a recuperação da informação. Nos últimos anos, vários trabalhos têm destacado o uso de ontologias como alternativa para a organização da informação. Este artigo objetiva proporcionar uma visão geral sobre o estado-da-arte no estudo de ontologias. Apresentam-se definições para o termo, uma breve discussão sobre seu significado, tipos de ontologias, propostas para aplicações em diferentes domínios de conhecimento e propostas para a construção de ontologias (metodologias, ferramentas e linguagens).

Ontologias e vocabulários controlados: comparação de metodologias para construção

Silva,Daniela Lucas da; Souza,Renato Rocha; Almeida,Maurício Barcellos
Fonte: IBICT Publicador: IBICT
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37.46%
O artigo se propõe a apresentar um estudo analítico sobre metodologias e métodos para construção de ontologias e vocabulários controlados através da análise da literatura sobre metodologias para construção de ontologias e de normas internacionais para construção de software e de vocabulários controlados. Por meio de pesquisa teórica e empírica, foi possível construir um panorama comparativo que pode servir de apoio na definição de padrões metodológicos para construção de ontologias através da integração de princípios teóricos e metodológicos da ciência da informação, da ciência da computação, bem como de contribuições de metodologias e métodos conhecidos para construção de ontologias.

Ferramenta ontoKEM: uma contribuição à Ciência da Informação para o desenvolvimento de ontologias

Rautenberg,Sandro; Gomes Filho,Antonio Costa; Todesco,José Leomar; Ostuni-Gauthier,Fernando Álvaro
Fonte: Escola de Ciência da Informação da UFMG Publicador: Escola de Ciência da Informação da UFMG
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.4%
No campo da Ciência da Informação, ontologias tem sido desenvolvidas e aplicadas para organizar o conhecimento. Neste contexto, munir-se de metodologias e ferramentas adequadas em trabalhos de desenvolvimento de ontologias é pertinente. Este artigo trata da ferramenta para o desenvolvimento de ontologias ontoKEM, na perspectiva de sua contribuição à Ciência da Informação. Conclui-se que, mediante um processo metodológico incorporado, os artefatos de documentação e exemplos de aplicação da ontoKEM tem sua utilidade perante outros estudos na Ciência da Informação.

Sistemas de información: nuevos escenarios basados en ontologías

Barchini,Graciela; Álvarez,Margarita; Herrera,Susana
Fonte: TECSI Laboratório de Tecnologia e Sistemas de Informação - FEA/USP Publicador: TECSI Laboratório de Tecnologia e Sistemas de Informação - FEA/USP
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2006 ES
Relevância na Pesquisa
37.55%
Mientras la ontología sigue siendo un área fecunda de investigación en el campo de la filosofía, las ontologías son actualmente materia de investigación, desarrollo, y aplicación en disciplinas relacionadas con la computación, la información y el conocimiento. Los sistemas de información (SI) son esencialmente artefactos de conocimiento que capturan y representan el conocimiento sobre ciertos dominios. Considerando que, las ontologías generalmente se usan para especificar y comunicar el conocimiento del dominio y que existe un reconocimiento creciente que los principios y conceptos ontológicos pueden aplicarse fructíferamente en el campo de los SI, se puede afirmar que un SI tiene su propia ontología implícita, al atribuir significado a los símbolos usados. Sin embargo, de manera explícita, una ontología puede tener distintos roles en un SI. Los escenarios presentados en este artículo permiten visualizar el rol que las ontologías están teniendo o tendrán en un futuro próximo en los SI. Se ofrece un amplio panorama del uso de las ontologías en diversos escenarios que varían desde el análisis conceptual de técnicas de modelación de los SI hasta su uso como soporte para el diseño, desarrollo y uso de los SI. Se espera de esta manera incrementar nuestro conocimiento acerca del rol de las ontologías en los SI.

OWLSUMBRP: um método para sumarização de ontologias

Sousa, Paulo Orlando Vieira de Queiroz; Salgado, Ana Carolina (Orientador); Pires, Carlos Eduardo (Co-orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Dissertação
BR
Relevância na Pesquisa
37.46%
Uma ontologia é uma especificação formal explícita de uma conceituação compartilhada, que permite armazenar um conjunto de termos organizados hierarquicamente para descrever ou representar um conhecimento em um domínio. Ontologias são usadas em diversas áreas, tais como: Inteligência Artificial, com a taxonomia da lógica descritiva; Integração de Dados, para representar esquemas de bases de dados; Web Semântica, para produzir padrões de informação e repositórios semânticos; entre outras. O desenvolvimento de ontologias complexas têm motivado pesquisas para facilitar o entendimento e reuso de ontologias. A sumarização de ontologias é uma abordagem com o intuito de melhorar o entendimento de uma ontologia, produzindo um resumo da mesma. A abordagem inclui meios para identificar as partes mais importantes de uma ontologia e produzir uma versão resumida da ontologia original para um usuário ou uma atividade em particular. A produção de resumos possibilita visualizar as informações mais importantes de uma ontologia sem um conhecimento prévio da mesma. O objetivo principal desta dissertação é propor um método, baseado em medidas de centralidade de grafos e parâmetros definidos pelo usuário...

Ontologias para ambientes arqueológicos

Caldeira, Maria Cristina Graça
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.58%
Dissertação de Mestrado em Engenharia Informática; Os vestígios arqueológicos são elementos importantes das nossas cidades, permitindo reconhecer visualmente, por vezes unicamente de uma forma parcial, qual o seu aspeto original, representando um importante legado para as gerações futuras. A necessidade de obter uma representação digital desses elementos levou à criação de ontologias específicas para a área da arqueologia. Porém, essas ontologias são demasiado genéricas e, geralmente, não são suficientes para descrever com o detalhe necessário, os sítios arqueológicos. Neste âmbito, este trabalho tem como principal objetivo efetuar um estudo sobre as ontologias existentes para a área da arqueologia e identificar o seu potencial para descrever sítios arqueológicos. O trabalho iniciou com a análise de um conjunto de ontologias, tendo sido selecionadas duas delas, dado o seu potencial para a caracterização de sítios arqueológicos. Para identificar o potencial de cada uma dessas ontologias optou-se por uma metodologia de estudo de caso. Assim, as duas ontologias em questão foram aplicadas num caso de estudo, a Igreja Matriz de Sernancelhe, de modo a identificar os seus pontos fortes e fracos para esta área de aplicação. Para a representação de uma grande variedade de monumentos arqueológicos...

Suporte ao desenvolvimento e à integração de ontologias no domínio biomédico; Supporting development and integration of ontologies in the biomedical domain

Waldemarin, Ricardo Cacheta
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/09/2015 PT
Relevância na Pesquisa
37.67%
O surgimento e o uso crescente de novas tecnologias têm levado à produção e armazenamento de grandes volumes de dados biomédicos. Tais dados são provenientes de diferentes técnicas, armazenados em formatos de representação diversos e utilizados por diferentes ferramentas. Esta heterogeneidade representa um empecilho ao maior uso desses dados em abordagens integrativas de pesquisa como, por exemplo, a biologia sistêmica. Neste cenário, artefatos de modelagem conceitual, tais como ontologias, têm sido utilizados para organizar e integrar dados heterogêneos de uma forma coerente. A OBO Foundry representa, atualmente, o maior esforço no desenvolvimento de ontologias biomédicas de forma colaborativa. Dentre as ontologias desenvolvidas pela OBO Foundry, destaca-se Ontologia de Relacionamentos (RO-OBO). A RO-OBO provê definições formais para um conjunto de relacionamentos de propósito geral utilizados nas ontologias biomédicas e busca promover a criação de ontologias mais corretas e integráveis. Um perfil UML foi proposto para representar formalmente o conjunto de conceitos e relacionamentos existentes na RO-OBO. Este perfil permite desenvolver modelos UML utilizando os conceitos presentes nesta ontologia, bem como torna possível o desenvolvimento de suporte à validação sintática dos modelos criados em relação a um conjunto de restrições formalmente definidas. Adicionalmente...

Sistemas de información: nuevos escenarios basados en ontologías; Information systems: new ontology-based scenarios

Barchini, Graciela; Álvarez, Margarita; Herrera, Susana
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2006 SPA
Relevância na Pesquisa
37.55%
Mientras la ontología sigue siendo un área fecunda de investigación en el campo de la filosofía, las ontologías son actualmente materia de investigación, desarrollo, y aplicación en disciplinas relacionadas con la computación, la información y el conocimiento. Los sistemas de información (SI) son esencialmente artefactos de conocimiento que capturan y representan el conocimiento sobre ciertos dominios. Considerando que, las ontologías generalmente se usan para especificar y comunicar el conocimiento del dominio y que existe un reconocimiento creciente que los principios y conceptos ontológicos pueden aplicarse fructíferamente en el campo de los SI, se puede afirmar que un SI tiene su propia ontología implícita, al atribuir significado a los símbolos usados. Sin embargo, de manera explícita, una ontología puede tener distintos roles en un SI. Los escenarios presentados en este artículo permiten visualizar el rol que las ontologías están teniendo o tendrán en un futuro próximo en los SI. Se ofrece un amplio panorama del uso de las ontologías en diversos escenarios que varían desde el análisis conceptual de técnicas de modelación de los SI hasta su uso como soporte para el diseño, desarrollo y uso de los SI. Se espera de esta manera incrementar nuestro conocimiento acerca del rol de las ontologías en los SI.; While ontology is still a fertile area of research in the field of Philosophy...

Esquema para evaluar ontologías únicas para un dominio de conocimiento

Ramos,Esmeralda; Núñez,Haydemar; Casañas,Roberto
Fonte: Universidad del Zulia Publicador: Universidad del Zulia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2009 ES
Relevância na Pesquisa
37.46%
Este trabajo propone un esquema para evaluar ontologías, que son descripciones únicas en estado de modelado, de un dominio de conocimiento. Los criterios a evaluar en cada fase del ciclo de vida del desarrollo de la ontología son: el uso correcto del lenguaje utilizado para la codificación, la exactitud de la estructura taxonómica, el significado de los términos y conceptos representados y la adecuación a los requerimientos especificados al inicio del desarrollo. Para probar la factibilidad del esquema de evaluación, se describe su aplicabilidad durante el desarrollo de una ontología, tomando como ejemplo el dominio de análisis de líquido seminal humano. Como resultado de la evaluación fue posible identificar errores e inconsistencias sintácticas, algunas omisiones en el vocabulario, así como redundancia e inconsistencias para algunas clases e instancias. La oportuna identificación e inmediata corrección de estos errores permitió obtener un primer desarrollo ontológico de calidad para este dominio. Los resultados alcanzados evidencian que el esquema de evaluación propuesto representa una alternativa práctica para evaluar la calidad de ontologías en estado de modelado sin precedentes en un dominio, sin necesidad de contrastar con ontologías de referencias.