Página 1 dos resultados de 3166 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

Stressing factors and coping strategies used by oncology nurses; Factores estresantes y estrategias de coping utilizadas por los enfermeros que actúan en oncología; Fatores estressantes e estratégias de coping dos enfermeiros atuantes em oncologia

RODRIGUES, Andrea Bezerra; CHAVES, Eliane Corrêa
Fonte: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo Publicador: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
37.2%
In the oncology specialty, many factors can result in occupational stress in nursing professionals. As an attempt to controlling this situation, individuals may use coping strategies. Coping is a cognitive and behavioral effort one uses to face a stressful situation. The aims of this study were to identify the stressful factors regarding oncology nurses, and to verify what coping strategies they use. Two questionnaires were used: a demographic data inventory, designed by the researcher, and the Folkman and Lazarus coping strategies inventory. The results showed that the main stressful factors for oncology nurses are patient death (28.6%), emergency situations (16.9%), relationship issues with the nursing team (15.5%), and work-process situations (15.5%). In the studied population, the main coping strategy used was positive reappraisal.; En la especialidad de Oncología son muchos los factores que pueden conducir al profesional de enfermería al estrés ocupacional. Para tratar de controlar esa situación, el individuo puede utilizar estrategias de coping, que es un esfuerzo cognitivo y de comportamiento utilizado frente a un evento que causa estrés. Los objetivos de este estudio fueron identificar los factores que causan estrés en los enfermeros que actúan en Oncología y verificar las estrategias de coping utilizadas por los mismos. Se utilizaron dos cuestionarios: uno para el inventario de datos demográficos construido por la autora y otro para el inventario de estrategias de coping de Folkman y Lazarus. Los resultados de la investigación muestran que los factores considerados más estresantes por los enfermeros de Oncología son: la muerte de los pacientes (28...

Arquitetura de computação em grade aplicada a saúde: um estudo de caso em bioinformática para oncologia.; Architecture of grid computing applied to health: a case study in bioinformatics for oncology.

Campos Junior, Moacir Alves de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 29/10/2008 PT
Relevância na Pesquisa
36.99%
Atualmente o câncer e a terceira causa de óbitos em ambos os sexos e em todas as faixas de idade. O Ministério da Saúde relata que a alta complexidade da atenção ontológica demanda alto custo financeiro e alta tecnologia. Cada vez mais, as atividades de pesquisa, prevenção, diagnóstico e tratamento do câncer são realizadas sobre um domínio multidisciplinar envolvendo medicina, química, genética, bioinformática e engenharia. Estas atividades são responsáveis por gerar e manipular grandes quantidades de dados que são geograficamente distribuídos entre as unidades de tratamento deste país. Estes dados necessitam ser integrados e processados, a sua utilização é empregada para melhorar a gestão e viabilizar colaborações de pesquisa entre as instituições do setor. O processamento destas informações demandaria grande capacidade computacional. Particularmente, verificamos que a bioinformática manipula uma grande quantidade de dados, e tem cada vez mais contribuído para a pesquisa e no diagnóstico de várias doenças, principalmente do câncer. A proposta desta dissertação consiste na pesquisa e desenvolvimento de uma infra-estrutura computacional baseada na tecnologia de grades computacionais para atender as demandas de alto processamento computacional...

Os significados de ser enfermeiro especialista em oncologia; The meanings of being an oncology specialist nurse.

Buetto, Luciana Scatralhe
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 10/09/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.17%
Trata-se de um estudo qualitativo, com a utilização da perspectiva sociológica do conhecimento e da educação, que teve como objetivo interpretar os significados de ser Enfermeiro Especialista em Oncologia, entre os egressos do Curso de Especialização em Enfermagem em Oncologia, da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, da Universidade de São Paulo. Foram entrevistados 20 profissionais atuantes na área de enfermagem oncológica, egressos da primeira, segunda e terceira turmas da especialização. A cole ta de dados ocorreu no período de março/2008 a janeiro/2009, no ambiente de trabalho de cada participante. Utilizamos o referencial metodológico do estudo de caso instrumental, do método do relato oral pontual, e da técnica de entrevista semi-estruturada. Para apreender os significados analisamos os dados por meio da análise de conteúdo indutivo. Primeiramente, os dados foram organizados e codificados em núcleos de sentidos; a seguir, construímos os três núcleos temáticos: a trajetória do enfermeiro em busca da especialização em oncologia, a prática do especialista em oncologia: o universo novo e ser enfermeiro especialista em oncologia: a construção da nova identidade, pelos quais obtivemos a compreensão do fenômeno. No primeiro núcleo temático...

Dimensionamento de profissionais de enfermagem em ambulatório de oncologia e hematologia; Dimensioning of nursing professionals at an oncology and hematology outpatient unit

Martin, Lelia Gonçalves Rocha
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/11/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.1%
Introdução: Os ambulatórios de oncologia vêm atendendo, a cada dia, um número crescente de pacientes que necessitam de cuidados clínicos complexos; todavia, boa parte desses serviços não possui informações que possam dar suporte às decisões relativas ao dimensionamento de profissionais de enfermagem. Objetivos: Identificar e analisar as intervenções / atividades realizadas pelos profissionais de enfermagem e definir parâmetros para dimensionar o quadro de pessoal de enfermagem em ambulatório especializado em oncologia e hematologia. Método: Pesquisa metodológica de campo que utiliza a técnica de amostragem de trabalho realizada em um ambulatório de oncologia e hematologia de uma organização de saúde privada localizada na cidade de São Paulo. Os dados foram coletados de 15 a 19 de abril de 2013 e foram organizados nas etapas seguintes: (1) Construção do instrumento de medida da frequência e do tempo despendido em intervenções de enfermagem; (2) Validação das intervenções / atividades do instrumento; (3) Identificação da frequência e do tempo despendido pelos profissionais de enfermagem em intervenções / atividades; (4) Dimensionamento de profissionais de enfermagem em ambulatório de oncologia e hematologia. Resultados: O instrumento construído e validado englobou 34 intervenções e três atividades. Foram registradas pelos observadores de campo 3694 observações dos profissionais de cada categoria na execução das intervenções / atividades de enfermagem. A documentação foi a intervenção que despendeu maior tempo da equipe (24...

Dor em oncologia : percepção da família da criança hospitalizada

Diefenbach, Grassele Denardini Facin
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.1%
Considerado um estigma insidioso, o câncer surpreende pela capacidade de reproduzir-se dentro das células, além de colonizar-se facilmente em áreas reservadas a outras células. Inerentes ao diagnóstico, a insegurança do tratamento e o medo da dor, sofrimento presente no cotidiano da criança e da família, são os principais desafios. A dor e a doença competem estado de vulnerabilidade à criança que a experiencia, e à família, que a presencia, exigindo da Enfermagem atuação incessante e insubstituível na ação de minimização de causas e sintomas, bem como o acolhimento generoso à criança e sua família. Em vista disso, este estudo objetivou conhecer a percepção da dor em oncologia, na ótica da família de crianças com diagnóstico de câncer, em ambiente hospitalar. Trata-se de uma pesquisa do tipo descritivo-exploratória com abordagem qualitativa, realizada na Unidade de Hematologia e Oncologia Pediátrica (3° Leste) do Hospital de Clínicas de Porto Alegre - Porto Alegre, RS. Os participantes foram constituídos por nove famílias. Para a coleta de informações, utilizou-se o Método Criativo Sensível, por meio de dinâmicas de criatividade e sensibilidade, em dois momentos distintos, analisadas conforme referencial da Análise de Conteúdo proposta por Minayo. Este estudo obteve aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa da Instituição...

A rede de atenção de alta complexidade em oncologia na 10ª Coordenadoria Regional de Saúde

Flores, Cátia Mirele Machado
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.2%
O Sistema Único de Saúde (SUS), com base na regionalização e hierarquização dos serviços de saúde, prevê a instituição de Redes de Alta Complexidade, este trabalho visa aprofundar os conhecimentos na Rede Atenção Oncológica, no âmbito da 10ªCRS, através do estudo das normas para habilitação das Unidades e Centros de Assistência em Oncologia e da Política de Atenção Oncológica, considerando tópicos importantes, como garantia de acesso e intregralidade no atendimento ao paciente oncológico, com o objetivo de analisar a funcionalidade da rede de oncologia existente na região, através da pesquisa teórica, baseada na observação e na entrevista com os secretários municipais de saúde que compõem a regional, permitindo conhecer o parecer dos gestores com relação ao serviço de referência da Santa Casa de Caridade de Uruguaiana, habilitada pelo Ministério da Saúde, como Unidade de Alta Complexidade em Oncologia com Radioterapia. A análise dos dados leva a concluir que as dificuldades enfrentadas pelos gestores municipais são: a falta de acesso a cirurgias oncológicas e biópsias, a demora no agendamento das primeiras consultas e a não disponibilidade de exames de diagnóstico, constatando-se que não há a garantia da integralidade no atendimento aos pacientes oncológicos...

Politicas públicas em oncologia: refletindo sobre a atuação da Terapia Ocupacional

Silva, Ana Cristina Cardoso da; Santos, Andréa Rizzo dos
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 297-308
POR
Relevância na Pesquisa
37.05%
A Política Nacional de Atenção Oncológica almeja o acesso e atendimento integral além de uma maior efetividade e efi ciência no controle do câncer. Assim, diversas ações, serviços e profi ssionais são exigidos para dar a assistência necessária. A respeito da atuação da Terapia Ocupacional, nota-se que a profi ssão não é especifi cada, e não tem a atuação regulamentada. Sendo assim, o objetivo principal do presente estudo foi identifi car a inserção, atuação e ampliação do campo de trabalho da Terapia Ocupacional no Estado de São Paulo para a área oncológica em contexto hospitalar, tomando por base as Políticas Públicas de Atenção Oncológica. Visou também identifi car os Centros de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia do Estado de São Paulo que possuem o terapeuta ocupacional como parte da equipe. Para tanto, foi realizada: identifi cação dos Centros de Alta Complexidade em Oncologia do Estado de São Paulo cadastrados no Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde, por meio de dados fornecidos pelo INCA e do site ofi cial do Ministério da Saúde; mapeamento da inserção do terapeuta ocupacional nesses locais e aplicação de questionário aos profi ssionais, para caracterizar os serviços e ações desenvolvidas pela Terapia Ocupacional em oncologia. O estudo do tipo qualitativo descritivo constatou a existência de diferentes possibilidades assistenciais em oncologia...

O ensino de oncologia em enfermagem: um panorama do Brasil, Estados Unidos e outros países

Medeiros, Amanda Oliveira
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
POR
Relevância na Pesquisa
37.05%
The incidence of neoplasias has increased worldwide every year, and the training of qualified nurses for quality care provision to oncologic patients is necessary. This study aimed at identifying, in the literature, how oncology has been taught in the curricula of several undergraduate nursing programs in Brazil, the United States and other countries. The articles were located on Internet-based databases, namwly Lilacs and Scopus, from which 35 publications were found, and 18 articles were included. In Brazil, oncology is taught in undergraduate nursing programs in an isolated and punctual fashion, and it is not included in curricula. Parallelly, in the other countries included in the study, similarity was found as to this aspect; however, there is evidence of the implantation of elective and extracurricular courses. It is noteworthy that, in Brazil, there is evidence of government policies for oncology teaching and cancer control; nevertheless, such guidelines have not been concretized in curricula. The study showed a scenario in which oncology teaching in undergraduate nursing programs is insufficient or inexistent both in Brazil and in other countries, which compromises the training of future qualified professionals that will be attentive to that theme...

O farmacêutico em oncologia: o que temos, podemos e fazemos

Oliveira, Paulo Vinícius de
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 105 f.
POR
Relevância na Pesquisa
36.99%
Com os avanços em oncologia, os profissionais de saúde despertaram para o fato de que cuidar de um portador de um câncer requer uma abordagem interdisciplinar, que proporciona a assistência integral, de forma a compreender o paciente em múltiplos domínios, tendo como preocupação fundamental a preservação da sua qualidade de vida. A ação do farmacêutico é parte fundamental desse cuidado ao paciente, para garantir a qualidade e a segurança da terapia em quaisquer das etapas da doença. Para tanto, este profissional deve mostrar profundo conhecimento na área de farmácia clínica em oncologia, atenção farmacêutica e ações relativas à promoção e recuperação da saúde, o que demanda formação técnica de excelência e desenvolvimento de competências comportamentais. . Deste modo, o trabalho de conclusão de curso intitulado O farmacêutico em oncologia – o que temos, podemos e fazemos teve por objetivo buscar na literatura especializada quais são os requisitos para se formar tal especialista, quais são os dispositivos legais que regem sua atuação, as suas atribuições técnicas, sobretudo, o como e o quê sua atuação gera. Os estudos realizados por diversos autores evidenciaram a importância da atenção farmacêutica no setor oncológico...

Psico-Oncologia e manejo de procedimentos invasivos em oncologia pediátrica: uma revisão de literatura

Costa Jr.,Áderson L.
Fonte: Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1999 PT
Relevância na Pesquisa
37.05%
Este texto descreve alguns tópicos de pesquisa em Psico-Oncologia Pediátrica, discutindo-se a necessidade da implementação de estudos de intervenção que investiguem, entre outros temas, o manejo de procedimentos médicos invasivos em Oncologia e o(s) efeito(s) das intervenções efetuadas, pelos profissionais de saúde, sobre o repertório de comportamentos da criança. Descreve-se e analisa-se, criticamente, as principais medidas tomadas em estudos que avaliam o comportamento de crianças submetidas a procedimentos médicos invasivos, apontando-se a pesquisa comportamental como útil à geração de informações acerca da relação funcional entre o contexto de procedimentos invasivos e os comportamentos da criança.

Psico-Oncologia: atuação do psicólogo no Hospital de Câncer de Barretos

Scannavino,Camila Saliba Soubhia; Sorato,Daniela Batista; Lima,Manuela Polidoro; Franco,Anna Helena Junqueira; Martins,Mariana Paschoal; Morais Júnior,Joel Carlos; Bueno,Priscila Regina Torres; Rezende,Fabiana Faria; Valério,Nelson Iguimar
Fonte: Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo Publicador: Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.05%
A Psico-Oncologia surgiu a partir da necessidade do acompanhamento psicológico ao paciente com câncer, a sua família e à equipe que o acompanha. O papel do psicólogo em oncologia propõe o apoio psicossocial e psicoterapêutico diante do impacto do diagnóstico e de suas consequências e mostra a possibilidade de auxílio para melhor enfrentamento e qualidade de vida do doente e de seus familiares. O objetivo deste relato consiste em descrever a atuação desenvolvida por psicólogos do Serviço de Psicologia do Hospital de Câncer de Barretos/Fundação Pio XII - SP, uma instituição médica especializada em oncologia.

High dose chemotherapy with autologous stem-cell support in germ cell tumors: The Instituto Português de Oncologia de Lisboa Francisco Gentil Series.; Quimioterapia de alta dose com suporte hematopoiético autólogo em tumores de células germinativas Experiência do Instituto Português de Oncologia de Lisboa Francisco Gentil.

Brito, Margarida; Serviço de Oncologia Médica, Centro de Transplantação, Instituto Português de Oncologia Francisco Gentil, Lisboa, Portugal.; Sanchez, Pedro; Velho, Sónia; Miranda, Nuno; Leal da Costa, Fernando; Ferreira, Isabelina; Teixeira, Gilda
Fonte: Ordem dos Médicos Publicador: Ordem dos Médicos
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; article; article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf
Publicado em 12/12/2011 POR
Relevância na Pesquisa
37.05%
High dose chemotherapy with autologous stem cell transplantation (HDCT-ASCT) has been administered to patients with high-risk germ cell tumours (GCT). The role of this treatment for GCT still remains unclear, including the identification of subgroups more likely to benefit from such strategy.A retrospective review was conducted of all male patients with gonadal and extra gonadal GCT treated with HDCT-ASCT between 1996 and 2008 at the Instituto Português de Oncologia de Lisboa Francisco Gentil (IPOLFG).Twenty patients were treated with HDCT-ASCT, 17 with primary testicular tumours, two mediastinal and one retroperitoneal GCT. According to the International Germ Cell Cancer Consensus Group (IGCCCG) classification, at diagnosis three patients had good risk, four intermediate, eight poor but for the patients left the risk group could not be ascertained. In eight patients HDCT-ASCT was used upfront, after induction with first-line conventional chemotherapy, and in the remaining 12 for relapsed GCT. One patient had platinum-resistant and another platinum-refractory disease. Only two patients had Beyer score > 2. All but one patient were treated with ICE (Ifosfamide, Carboplatin, Etoposide). Six patients underwent a second HDCT-ASCT course. The 5-year overall survival and progression free survival were respectively 53% and 44%; both patients with mediastinal GCT are long term survivors.Randomized studies to date have failed to indicate a survival advantage for HDCT-ASCT in GCT. This series is small and heterogeneous which prevents us from drawing conclusions regarding the benefit of this treatment for GCT. However...

O ensino de oncologia na formação do enfermeiro; The teaching of oncology in nurse's education; La enseñanza de oncología en la formación del enfermero

CALIL, Ana Maria; PRADO, Cláudia
Fonte: Associação Brasileira de Enfermagem Publicador: Associação Brasileira de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
37.1%
Trata-se de um artigo reflexivo acerca da necessidade de introdução da disciplina de oncologia nas Escolas de Graduação em Enfermagem em nosso meio. Tem como objetivos pensar a disciplina de oncologia no currículo de graduação em enfermagem, pontuando aspectos relevantes de sua inserção, considerando a capacitação e qualificação profissional, a necessidade do mercado de trabalho, o perfil epidemiológico brasileiro e uma formação reflexiva e crítica acerca das competências profissionais do enfermeiro. Pontua-se também o papel do desenvolvimento tecnológico contribuindo nessa formação e educação de novos profissionais de saúde.; The aim of the present study was to think the Oncology Course in the baccalaureate nursing curriculum pointing relevant issues about its introduction, considering professional training and qualification, labor market demand and a critical reflection about nurse's professional competences. Score is also the role of technology in helping training and education of new health professionals.; Tratamos de un artículo reflexivo sobre la necesidad de introducción de la disciplina de oncologia en las Escuelas de Graduación en Enfermería de nuestro medio. Tiene como objetivos pensar en la disciplina en el currículo de graduación en enfermería...

Melhoria da qualidade dos cuidados na área de ambulatório de oncologia: definição do RMDE e implementação do processo clínico eletrónico para a área do ambulatório de oncologia

Franco, Hugo
Fonte: Instituto Politécnico de Setúbal. Escola Superior de Saúde Publicador: Instituto Politécnico de Setúbal. Escola Superior de Saúde
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /11/2014 POR
Relevância na Pesquisa
37.14%
Relatório de Trabalho de Projeto apresentado para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Enfermagem Médico-Cirúrgica; O presente relatório inclui-se no plano de estudos do III Curso de Mestrado em Enfermagem Médico-Cirúrgica (MEMC), da Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Setúbal (ESS-IPS), surgindo como um documento elucidativo do desenvolvimento de competências durante o 2º Curso de Pós-Licenciatura de Especialização em Enfermagem Médico-Cirúrgica (CPLEEMC), analisando o contributo do percurso, dos projetos e dos trabalhos realizados para o desenvolvimento de competências do Enfermeiro Especialista (EE) e do MEMC. No âmbito do CPLEEMC realizámos um Projeto de Intervenção sobre a Melhoria da Qualidade dos Cuidados na área de ambulatório de Oncologia, considerado projeto-piloto na realidade institucional e nacional para o desenvolvimento do Processo Clinico Eletrónico de Enfermagem na área do ambulatório. Traçámos como objetivos: Definir o RMDE de ambulatório no serviço de Oncologia e Implementar o Processo Clínico Eletrónico para a área do ambulatório no serviço de Oncologia de um Hospital da região de Setúbal. Ainda durante o CPLEEMC desenhamos um Projeto de Aprendizagem Clínica direcionado para o desenvolvimento das competências do EE em Enfermagem Médico-Cirúrgica (EEMC). Durante o MEMC desenvolvemos um estudo exploratório e descritivo onde procuramos definir Quais os focos altamente sensíveis aos cuidados e enfermagem em ambulatório de Oncologia. Os participantes são enfermeiros. O trabalho decorreu numa unidade de ambulatório de Oncologia de um Hospital da região de Setúbal. Foram assegurados os princípios éticos aplicáveis. Utilizámos técnicas de produção de dados nomeadamente...

Estado del arte en oncología pediátrica y salud mental en el periodo 2002 - 2012

Ochoa Manchola, Deyanira; Díaz Gómez, Yudi Tatiana
Fonte: Universidad Nacional Abierta y a Distancia UNAD Publicador: Universidad Nacional Abierta y a Distancia UNAD
Tipo: Proyecto_de_Investigacion Formato: pdf
SPA
Relevância na Pesquisa
37.17%
Graficas; El objetivo principal de este documento es construir un estado del arte de las investigaciones realizadas en el tema de oncología pediátrica y salud mental publicadas en revistas electrónicas entre año 2002 y 2012. Se proponen 7 categorías basadas en el tema de Oncología pediátrica y salud mental las cuales corresponden al nombre de: Aspectos generales del cáncer infantil, Oncología pediátrica y salud mental, Atención psicosocial en oncología pediátrica, oncología pediátrica y familia, sobrevivientes del cáncer infantil, intervención multidisciplinar en oncología pediátrica, cuidados paliativos en oncología pediátrica. Se diseñó una matriz la cual contiene 20 aspectos donde se condensó toda la información encontrada en bases de datos electrónicas. Esta investigación se realizó desde el enfoque cualitativo - descriptivo para su análisis.; The objective of this document is to build a state of the art research in the area of pediatric oncology and mental health in electronic magazines published between 2002 and 2012. Proposed 7 categories based on the topic of pediatric oncology and mental health which correspond to the name of: General aspects of childhood cancer, pediatric oncology and mental health...

Psico-Oncologia: atuação do psicólogo no Hospital de Câncer de Barretos; Psico-oncología: el psicólogo en el Hospital del Cáncer de Barretos; Psycho-oncology: the psychologist in the Barretos Cancer Hospital; La psycho-oncologie: le psychologue à L' Hôspital des Cancers de Barretos

Scannavino, Camila Saliba Soubhia; Sorato, Daniela Batista; Lima, Manuela Polidoro; Franco, Anna Helena Junqueira; Martins, Mariana Paschoal; Morais Júnior, Joel Carlos; Bueno, Priscila Regina Torres; Rezende, Fabiana Faria; Valério, Nelson Iguimar
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.24%
A Psico-Oncologia surgiu a partir da necessidade do acompanhamento psicológico ao paciente com câncer, a sua família e à equipe que o acompanha. O papel do psicólogo em oncologia propõe o apoio psicossocial e psicoterapêutico diante do impacto do diagnóstico e de suas consequências e mostra a possibilidade de auxílio para melhor enfrentamento e qualidade de vida do doente e de seus familiares. O objetivo deste relato consiste em descrever a atuação desenvolvida por psicólogos do Serviço de Psicologia do Hospital de Câncer de Barretos/Fundação Pio XII - SP, uma instituição médica especializada em oncologia.; La Psico-oncología surgió de la necesidad del acompañamiento psicológico al paciente con cáncer, su familia y el personal que lo acompaña. El papel del psicólogo en oncología ofrece apoyo psicosocial y psicoterapéutico contra el impacto del diagnostico y sus consecuencias, y muestra la posibilidad de una ayuda a un mejor afrontamiento y calidad de vida de los pacientes y sus familias. El propósito de este informe es describir el papel desarrollado por psicólogos del Servicio de Psicología del Hospital de Cáncer de Barretos/Fundación Pio XII - SP - Brasil, una institución médica especializada en oncología.; Psycho-oncology arose from the need of psychological intervention for patients with cancer...

Politicas públicas em oncologia: refl etindo sobre a atuação da terapia ocupacional

Silva, Ana Cristina Cardoso da; Giardinet, Andréa Rizzo dos S. Boettger
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 06/06/2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.1%
A Política Nacional de Atenção Oncológica almeja o acesso e atendimento integralalém de uma maior efetividade e efi ciência no controle do câncer. Assim, diversas ações, serviçose profi ssionais são exigidos para dar a assistência necessária. A respeito da atuação da TerapiaOcupacional, nota-se que a profi ssão não é especifi cada, e não tem a atuação regulamentada. Sendoassim, o objetivo principal do presente estudo foi identifi car a inserção, atuação e ampliação docampo de trabalho da Terapia Ocupacional no Estado de São Paulo para a área oncológica emcontexto hospitalar, tomando por base as Políticas Públicas de Atenção Oncológica. Visou tambémidentifi car os Centros de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia do Estado de São Pauloque possuem o terapeuta ocupacional como parte da equipe. Para tanto, foi realizada: identifi caçãodos Centros de Alta Complexidade em Oncologia do Estado de São Paulo cadastrados no CadastroNacional de Estabelecimentos de Saúde, por meio de dados fornecidos pelo INCA e do site ofi cialdo Ministério da Saúde; mapeamento da inserção do terapeuta ocupacional nesses locais e aplicação de questionário aos profi ssionais, para caracterizar os serviços e ações desenvolvidas pela TerapiaOcupacional em oncologia. O estudo do tipo qualitativo descritivo constatou a existência de diferentes possibilidades assistenciais em oncologia...

Stressing factors and coping strategies used by oncology nurses; Factores estresantes y estrategias de coping utilizadas por los enfermeros que actúan en oncología; Fatores estressantes e estratégias de coping dos enfermeiros atuantes em oncologia

Rodrigues, Andrea Bezerra; Chaves, Eliane Corrêa
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf; application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/02/2008 ENG; POR; SPA
Relevância na Pesquisa
37.2%
In the oncology specialty, many factors can result in occupational stress in nursing professionals. As an attempt to controlling this situation, individuals may use coping strategies. Coping is a cognitive and behavioral effort one uses to face a stressful situation. The aims of this study were to identify the stressful factors regarding oncology nurses, and to verify what coping strategies they use. Two questionnaires were used: a demographic data inventory, designed by the researcher, and the Folkman and Lazarus coping strategies inventory. The results showed that the main stressful factors for oncology nurses are patient death (28.6%), emergency situations (16.9%), relationship issues with the nursing team (15.5%), and work-process situations (15.5%). In the studied population, the main coping strategy used was positive reappraisal.; En la especialidad de Oncología son muchos los factores que pueden conducir al profesional de enfermería al estrés ocupacional. Para tratar de controlar esa situación, el individuo puede utilizar estrategias de coping, que es un esfuerzo cognitivo y de comportamiento utilizado frente a un evento que causa estrés. Los objetivos de este estudio fueron identificar los factores que causan estrés en los enfermeros que actúan en Oncología y verificar las estrategias de coping utilizadas por los mismos. Se utilizaron dos cuestionarios: uno para el inventario de datos demográficos construido por la autora y otro para el inventario de estrategias de coping de Folkman y Lazarus. Los resultados de la investigación muestran que los factores considerados más estresantes por los enfermeros de Oncología son: la muerte de los pacientes (28...

Oncological care according Alfred Schütz; Cuidado en oncología segundo Alfred Schütz; Cuidar em oncologia na perspectiva de Alfred Schütz;;

Popim, Regina Célia; Boemer, Magali Roseira
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/10/2005 POR
Relevância na Pesquisa
37.2%
The study was realized among oncological nurses in their daily work routine and aimed to understand these professionals' subjective action, starting from their relation with patients, adopting a phenomenological reference framework based on the ideas of Alfred Schütz. The question: what does working in oncological care mean to you? Please describe, was used to collect statements, which were analyzed and clarified the typical action of a nurse caregiver in this daily routine. The study revealed that oncological care implies dealing with humans in a fragile situation; requires a relationship of affectivity; is care delivery that entails the genesis of professional burnout. Care delivery in oncology is highly complex, requiring a professional competence that goes beyond the technical-scientific sphere. Nursing professionals need to seek strategies which enable them to face the fatigue they are submitted to in their work.; El estudio fue realizado con enfermeros oncológicos en su cotidiano de trabajo. El objetivo fue comprender la acción subjetiva de esos profesionales desde la relación enfermero-enfermo. El referencial fenomenológico, fundamentado en las ideas de Alfred Schütz, posibilitó esa comprensión. Delante de una cuestión orientadora: ¿qué significa para usted el cuidado en oncología? Descríbame...

PONTO: un sistema de información para la gestión de los servicios de oncología radioterápica

Andreu Martínez,F. J.; Agullo Boix,V. M.; Gómez Molla,J. A.; Martínez Mateu,J. M.
Fonte: Oncología (Barcelona) Publicador: Oncología (Barcelona)
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; journal article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 01/05/2006 SPA
Relevância na Pesquisa
47.1%
INTRODUCCIÓN: La gestión clínica se comenzó a generalizar en nuestro país a finales del siglo pasado con la intención de conseguir un sistema sanitario más eficiente. La información, que ha sido fundamental en el avance de la ciencia y en el desarrollo económico social, es ahora decisiva en las transformaciones que se están produciendo en el sistema sanitario. MATERIAL Y MÉTODOS: El objetivo del presente trabajo es mostrar un sistema de obtención de información, que sirve para la gestión clínica de los servicios de Oncología Radioterápica, con el fin de optimizar los tratamientos de los pacientes, complementar la información facilitada por el servicio de control de gestión de nuestro centro y por otra suministrar los datos por éste requeridos. Este sistema de información contempla la descripción del proceso radioterápico publicado en el Real Decreto, 1566/1998 de 17 de julio, por el que se establecen los criterios de calidad en radioterapia. La metodología de desarrollo utilizada ha sido Métrica 3 adecuada a las características del proyecto, siendo los procesos de Análisis y Diseño del sistema desarrollados de forma completa. Se ha conseguido la total implicación en el proyecto, tanto de la dirección del centro...