Página 1 dos resultados de 189 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Chemical composition and acetylcholinesterase inhibitory activity of essential oils of Myrceugenia myrcioides(Cambess.) O. Berg and Eugenia riedelianaO. Berg, Myrtaceae; Composição química e atividade inibidora de acetilcolinesterase de óleos voláteis de Myrceugenia myrcioides(Cambess.) O. Berg and Eugenia riedeliana O. Berg, Myrtaceae

SOUZA, Amanda de; LOPES, Elaine M. Cardoso; SILVA, Michelle C. da; CORDEIRO, Inês; YOUNG, Maria Cláudia M.; SOBRAL, Marcos E. G.; MORENO, Paulo R. H.
Fonte: Sociedade Brasileira de Farmacognosia Publicador: Sociedade Brasileira de Farmacognosia
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
66.88%
The chemical composition of volatile oils from two Myrtaceae species, Myrceugenia myrcioidesand Eugenia riedeliana, both native from the Brazilian Atlantic Rain Forest, was analyzed by GC-MS. Acetylcholinesterase inhibitory activity was colorimetrically evaluated for these oils. For M. myrcioides, monoterpene hydrocarbons represented the major class in the volatile oil, with α-pinene as the most abundant component and a weak inhibitory activity was observed, whilst for E. riedeliana sesquiterpenes were found in higher amounts, being valerianol the major compound, and this oil presented a strong acetylcholinesterase inhibition.; A composição química dos óleos voláteis de duas espécies de Myrtaceae, Myrceugenia myrcioidese Eugenia riedeliana, ambas nativas da Mata Atlântica, foi analisada por CG-EM. A atividade inibidora de acetilcolinesterase foi determinada colorimetricamente para estes óleos. Em M. myrcioides, hidrocarbonetos monoterpênicos representaram a classe majoritária de compostos presentes no óleo volátil, sendo α-pineno o componente mais abundante e a atividade inibidora de acetilcolinesterase foi baixa, enquanto para E. riedelianaos sesquiterpenos foram observados em maiores concentrações, sendo o valerianol o componente majoritário...

Variabilidade dos óleos voláteis de espécies de Myrtaceae nativas da Mata Atlântica; Volatile oil variability in Myrtaceae species native to the Atlantic Rain Forest

Souza, Amanda de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 17/04/2009 PT
Relevância na Pesquisa
67.15%
A conservação das áreas remanescentes de Mata Atlântica envolve o desenvolvimento de programas de uso sustentável que requerem um amplo conhecimento da fauna e da flora. Myrtaceae é uma família de grande importância no bioma, sendo dominante em muitos fragmentos, e destaca-se pela produção de óleos voláteis, substâncias com grande potencial de utilização pelas indústrias alimentícia, cosmética e farmacêutica. Considerando-se que a variabilidade de óleos essenciais é pouco conhecida para espécies brasileiras de Myrtaceae, este trabalho teve por objetivo avaliar as alterações destes metabólitos nas folhas algumas destas espécies, em função de aspectos diuturnos, sazonais e de localização geográfica, bem como investigar algumas atividades biológicas. Os óleos foram obtidos por hidrodestlilação e analisados por CG-EM. Os resultados demonstraram uma predominância de compostos sesquiterpênicos para sete das nove espécies estudadas, especialmente espatulenol, β-cariofileno, α-cadinol e ς-elemeno. Entretanto, não foram verificados padrões de variabilidade diuturna ou de sazonalidade para os óleos em nenhuma das espécies alvo, observando-se, porém, alterações na composição entre os diferentes anos de coleta para as espécies Campomanesia guaviroba (DC.) Kiaersk....

Análise de variação sazonal e das atividades antifúngica e antimicrobiana em óleos essenciais de Ocotea porosa (Nees) Barroso e Nectandra megapotamica (Spreng.) Menz; Analisys of seasonal variation and antifungal and antimicrobial activities in essential oils of Ocotea porosa (Nees) Barroso and Nectandra megapotamica (Spreng.) Mez

Brito, Ana Flávia Ramires
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 19/06/2009 PT
Relevância na Pesquisa
46.64%
Os óleos essenciais das folhas e galhos de quatro indivíduos de O. porosa e três de N. megapotamica foram avaliados durante doze meses através das técnica CG-EM e CG-DIC. Os compostos majoritários encontrados nos óleos voláteis das folhas de O. porosa foram durante esse período α-pineno, β-pineno, mirceno, nerolidol e espatulenol, enquanto nos galhos predominavam nerolidol, óxido de cariofileno, α-muurolol, β-eudesmol e o espatulenol, apenas em dois dos quatro indivíduos estudados. Em N. megapotamica, foram observadas diferenças quanti e qualitativas entre os indivíduos para os óleos das folhas e apenas quantitativas para os dos galhos. Nas folhas os componentes majoritários foram α-santaleno, trans-α-bergamoteno, β-santaleno, γ-amorfeno, biciclogermacreno e alohimachalol para os indivíduos 1 e 2, enquanto no indivíduo 3 predominavam o δ-elemeno e muurola-4, 10 (14)-dien-1-β-ol. Nos galhos desta espécie os componentes majoritários identificados no indivíduo 1 foram α-santaleno, espatulenol, α-muurolol, e 5 iso cedranol; α-santaleno, guaiol, 5 iso cedranol e α-bisabolol, no indivíduo 2; no indivíduo 3 predomina o α-muurolol. A análise dos componentes ao longo dos meses mostrou que os componentes dos óleos estudados não apresentaram uma variação estatisticamente significativa...

Análise fitoquímica e atividade antiproliferativa de espécies nativas de Croton L. (Euphorbiaceae); Phytochemical screening and antiproliferative activity of native Croton L. (Euphorbiaceae)

Savietto, Jóice Panzarin
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 12/08/2011 PT
Relevância na Pesquisa
46.81%
Espécies de Croton são fonte abundante de metabólitos secundários, com ampla diversidade de atividades farmacológicas, muitas delas conhecidas e utilizadas popularmente. O presente projeto teve como objetivos ampliar o conhecimento sobre a química do gênero pela da prospecção de flavonoides e componentes de óleos voláteis das especies C. dichrous, C. erythroxyloides, C. myrianthus e C. splendidus, além de realizar um estudo antiproliferativo, gerando conhecimento potencial para a ampliação do emprego do gênero para a medicina de compostos naturais. Como principais compostos identificados destacam-se 1,8 cineol, α-bisabolol, ledol e linanol, nos óleos voláteis; os flavonoides tilirosídeo, rutina e vitexina e o triperpeno lupeol. Atividades antiproliferativas contra as linhagens U251 glioma, MCF-7 mama, H460 pulmão, K562 leucemia, PC-3 próstata e OVCAR-3 ovário foram observadas, com destaque para o extrato foliar de C. erythroxyloides, que teve atividade potente contra as duas últimas linhagens. O presente trabalho colaborou para a melhor elucidação da química e atividades biológicas de espécies ainda não estudadas de Croton, gênero com enorme potencial de utilização medicinal e de grande ocorrência no país.; Croton species are a great source of secondary metabolites...

Análise de terpenóides de espécies de Croton sect. Lamprocroton (Mull. Arg.) Pax (Euphorbiaceae); Terpenoid analysis of species of Croton sect Lamprocroton (Mull. Arg.) Pax. (Euphorbiaceae)

Feliu, Diego Amaral de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/09/2011 PT
Relevância na Pesquisa
46.81%
Croton é um gênero gigante de Euphorbiaceae com cerca de 1.300 espécies distribuídas em regiões tropicais e subtropicais da América, África, Ásia e Austrália. O Brasil é um importante centro de diversificação da espécie, com mais de 350 espécies descritas, sendo muitas endêmicas. Muitas espécies são utilizadas como plantas medicinais pelas populações locais, para o tratamento de diversos males, como câncer, diabetes, febre, hipercolesterolemia, hipertensão, entre outros. Mesmo assim, a maioria das espécies não apresenta estudo fitoquímico para determinação de atividades biológicas. Na bibliografia consultada terpenóides se apresentaram como compostos predominantes em Croton. O presente estudo foi realizado com a análise de óleos voláteis e de extratos metanólicos de folhas e caules de 10 amostras de Croton seção Lamprocroton Todas as espécies do estudo têm descrição química inédita. Foram identificados 44 compostos de óleos voláteis por CG/EM, sendo 14 monoterpenos e 30 sesquiterpenos. Alguns compostos oxigenados, importantes do ponto de vista de atividade biológica, ocorreram em altas concentrações, como 1,8-cineol (C. ericoides: 24,1%; C.linearifolius: 26,9%; C. muellerianus: 23,9%), linalol (C. dusenii: 18...

Constituintes químicos e atividades antioxidante e antiproliferativa de extratos de Astraea Klotzsch e Croton L. (Euphorbiaceae); Chemical constituents and antioxidant and antiproliferative activities of Astraea Klotzsch e Croton L. (Euphorbiaceae) extracts

Ogasawara, Daniela Carvalho
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/04/2012 PT
Relevância na Pesquisa
46.58%
Plantas da família Euphorbiaceae, são produtoras de um grande e diversificado número de compostos secundários. Os gêneros Croton e Astraea são destaque nessa família, pois, possuem grande importância econômica devido ao seu elevado número de metabólitos secundários. O presente trabalho teve por objetivo ampliar o conhecimento sobre a composição química dos extratos de folhas e caules de seis espécies nativas (gêneros Croton e Astraea) e avaliar as atividades antioxidante e antiproliferativa. Entre os principais compostos encontrados estão α-cubebeno, β-cariofileno, aromadendreno, óxido de cariofileno, espatulenol, β-eudesmol, elixeno e o 8-isoproprenil-1,5-dimetilciclodeca-1,5-dieno e ledol, nos óleos voláteis; e os tilirosídeo, rutina e vitexina em flavonóides. Os extratos das folhas apresentaram maior eficiência antioxidante do que os extratos dos caules. C. triqueter foi a espécie que demonstrou maior atividade antioxidante tanto para os extratos das folhas quanto para os extratos dos caules. Todas as espécies demonstraram potencial biológico antioxidativo, incentivando assim novas pesquisas com essas espécies. Dos extratos analisados, os mais promissores para atividade antiproliferativa são os de C. campestris (folhas) e A. comosa (folhas e caules)...

Estudo dos compostos voláteis de algumas espécies de eucalipto através do uso de microextração em fase sólida no modo headspace (HS-SPME)

Zini, Claudia Alcaraz
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.69%
Neste trabalho utilizou-se a técnica de HS-SPME/GC/ITMS para o estudo qualitativo dos compostos voláteis (VOC) emitidos pelas folhas de três espécies de Eucalyptus (E.): E. citriodora, E. dunnii e E. saligna tanto em laboratório como in situ, além do estudo da relação entre folhas de eucalipto e rãs Litoria ewingi. Para este fim, foram desenvolvidos métodos análiticos. Os compostos tentativamente como (E,E)-a-farseno, (E)-4,8-dimetil-1,3,7-nonatrieno (DMNT),(E,E)-4,8,12-trimetil-1,3,7,11-tridecatetraeno (TMTT),B-cariofileno,a-cariofileno, gerrmacreno D e (E,E,E)-3,7,11,15-tetrametil-1,3,6,10,14-hexadecapentaeno (TMHP) foram encontrados no headspace de folhas picadas de eucalipto, sendo que os três primeiros também foram nas emissões áreas de E. saligna in situ, não tendo sido encontrados nos óleos voláteis das mesmas árvores, obtidos por hidrodestilação. Nas amostragens in situ, foram observados dois tipos de perfis circadianos nas emissões voláteis, incluindo compostos como cis-, trans-óxido de rosa, trans-B-ocimeno, citronelal, citronelol, entre outros. O comportamento dos compostos citados sugere que os mesmos sejam semioquímicos. Os resultados obtidos com HS-SPME (PDMS/DVB) mostraram que esta é uma ferramenta analítica relativamente simples...

Avaliação química e biológica de extratos de baccharis pertencentes à seção caulopterae (carquejas)

Pires, Cláudia A. Simões
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.81%
O gênero Baccharis pertence a subtribo Baccharidinae, tribo Astereae, família Asteraceae. Foram investigadas oito espécies de Baccharis pertencentes a seção Caulopterae, do ponto de vista químico e biológico. As espécies B. articulata, B. crispa, B. cf. milleflora, B. microcephala, B. myriocephala, B. stenocephala, B. trimera e B. usterii foram analisadas quanto a composição química de seu óleo volátil por CG e CG/EM. A maioria das espécies apresentou predominância de sesquiterpenos, com exceção das duas espécies bialadas estudadas, B. articulata e B. stenocephala, as quais apresentaram quantidades apreciáveis do monoterpeno -pineno, e da espécie farmacopeica, B. trimera, com a predominância de acetato de carquejila. Devido a dificuldade na diferenciação das espécies B. trimera e B. crispa por meio de caracteres morfo-anatômicos, estas tiveram a composição química de seu volátil acompanhada ao longo de diferente épocas e locais de coleta. Os extratos hexânicos destas espécies foram também analisados por CG e CG/EM a fim de detectar a presença de acetato de carquejila em amostras coletadas no Brasil e Argentina. Os resultados sugerem a presença de acetato de carquejila como um marcador da espécie B. trimera. Os óleos voláteis de B. articulata...

Caracterização química de compostos nitrogenados do petróleo brasileiro e de óleos voláteis de plantas brasileiras usando cromatografia bidimensional abrangente

Muhlen, Carin von
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.95%
Neste trabalho empregou-se a técnica de cromatografia gasosa bidimensional abrangente (GC×GC) na análise de compostos nitrogenados presentes em frações pesadas de amostras de petróleo de águas profundas: gasóleo pesado (GOP) e resíduo de destilação à pressão atmosférica (RAT); e na análise de óleos voláteis de Eucalyptus dunnii e Psidium guajava. O detector seletivo de nitrogênio e fósforo (NPD) foi aprimorado para ser utilizado em GC×GC e aplicado às amostras de petróleo. O método desenvolvido com esse sistema (GC×GC-NPD) permitiu a análise quantitativa de compostos nitrogenados presentes no GOP e no RAT. A alta resolução e a estruturação obtida no espaço de separação para a chamada mistura complexa não resolvida (UCM – unresolved complex mixture) levaram à obtenção de resultados inéditos na identificação e quantificação destes compostos utilizando-se GC×GC-NPD e GC×GC/TOFMS (cromatografia gasosa bidimensional abrangente acoplada à espectrometria de massas por tempo de vôo). Por GC×GC-NPD foi possível quantificar o indol, alquil-carbazóis entre C0 e C6+, alquil-benzocarbazóis entre C0 e C4+, alquil-quinolinas, isoquinolinas e alquil-benzoquinolinas; com limites de detecção entre 0...

Microextração em fase sólida no modo headspace aplicada ao estudo de substâncias voláteis de plantas infestadas por galhas foliares entomógenas

Damasceno, Flaviana Cardoso
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.65%
Neste trabalho foi verificada a eficiência da HS-SPME associada à GC/qMS como ferramenta capaz de detectar alterações no perfil de compostos voláteis de Schinus polygamus e Baccharis spicata. Estas alterações são provocadas por insetos herbívoros (cecidógenos) que utilizam as folhas destas plantas como local para se alimentarem e se reproduzirem e, como conseqüência, produzem alterações no tecido vegetal (galhas). Para este propósito foi usado, como fase extratora, o filme polimérico DVB-CAR-PDMS, que apresenta alta capacidade de extração. Na S. polygamus, tanto folhas sadias, como galhas apresentaram grande quantidade de n-heptano (> 38,2 %) e n-nonano (> 24,4 %), sendo que este não foi detectado no óleo hidrodestilado de folhas da mesma amostra. Nas galhas também foi constatada a presença de alguns mono- e sesquiterpenos não detectados nas folhas, sendo o a-pineno (17,6 %), um dos compostos majoritários. Foi também observado um acréscimo significativo na concentração do limoneno. Os compostos majoritários no headspace das folhas de B. spicata foram: 1-undeceno (17,8 %), limoneno (15,3 %), b-pineno (13,5 %), (E)-cariofileno (12,8 %) e g-muroleno (11,4 %), enquanto que nas galhas, os compostos majoritários foram o a-pineno (40...

Determinação da composição química e avaliação preliminar das atividades antioxidante e anticolinesterásica dos óleos voláteis de espécies de eupatorium l. (asteraceae)

Souza, Tiago Juliano Tasso de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
67.23%
O gênero Eupatorium (Asteraceae), amplamente distribuído no Rio Grande do Sul, foi investigado visando o estabelecimento da composição química de óleos voláteis obtidos por hidrodestilação das folhas e inflorescências frescas, bem como pela técnica de headspace. Foram coletadas, em diversas localidades do Estado do Rio Grande do Sul, 33 espécies, distribuídas em oito seções. Duas espécies de outro gênero estreitamente relacionado, Symphyopappus, foram também analisadas. A composição química dos óleos e da fração volátil foi determinada por cromatografia a gás acoplada a espectrometria de massas. Os óleos voláteis das espécies analisadas apresentaram um padrão qualitativo recorrente, com compostos acíclicos ou de núcleo pinano e p-mentano entre os monoterpenos majoritários e de compostos de núcleo cariofilano, germacrano, aromadendrano e cadinano entre os sesquiterpenos. Além desses, foram observados esporadicamente sesquiterpenos de núcleo bisabolano, santalano, elemano e compostos alifáticos entre os principais constituintes dos óleos. As variações quantitativas observadas entre os óleos foram relevantes, com muitas diferenças tanto na proporção entre monoterpenos e sesquiterpenos, como entre sesquiterpenos hidrocarbonados e oxigenados. A fração volátil analisada por headspace foi composta principalmente por monoterpenos...

Composição química e atividade antioxidante do óleo volátil de eupatorium polystachyum dc.; Chemical composition and antioxidant activity of the volatile oil from Eupatorium polystachyum DC

Souza, Tiago Juliano Tasso de; Apel, Miriam Anders; Bordignon, Sergio Augusto de Loreto; Matzenbacher, Nelson Ivo; Zuanazzi, Jose Angelo Silveira; Henriques, Amelia Teresinha
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
ENG
Relevância na Pesquisa
46.76%
Os óleos voláteis das folhas e infl orescências de Eupatorium polystachyum DC. (Asteraceae), coletado no Rio Grande do Sul, Brasil, foram caracterizados por CG-EM e sua atividade antioxidante foi avaliada utilizando-se o método de DPPH. Foram obtidos rendimentos de 1,6 e 0,9% de óleo em relação às folhas e infl orescências frescas, sendo identifi cados 34 compostos, correspondendo a 99,1 e 99,5% do óleo volátil, respectivamente. Os óleos apresentaram exclusivamente compostos terpênicos, sendo que as folhas contêm grande quantidade de monoterpenos (66,4%) enquanto que as infl orescências apresentaram quantidades equivalentes de mono e sesquiterpenos (51,8 e 47,7%, respectivamente). As amostras apresentaram-se qualitativamente muito semelhantes sendo constituídas majoritariamente por: β- pineno (14,7 e 9,8%), β-mirceno (15,3 e 10,8%) e limoneno (22,8 e 20,5%) entre os monoterpenos e β-cariofi leno (10,4 e 15,4%), germacreno D (7,2 e 9,4%) e biciclogermacreno (12,0 e 19,2%) entre os sesquiterpenos. As diferenças entre as amostras foram basicamente quantitativas. Os óleos apresentaram atividade antioxidante pelo ensaio com DPPH por bioautografi a na diluição de 1:10 em éter etílico (v/v).; The essential oil obtained from leaves and fl owers of Eupatorium polystachyum DC. (Asteraceae) collected in Rio Grande do Sul State...

Estudo químico e biológico de espécies de croton (euphorbiaceae) nativas do Rio Grande do Sul; Chemical and biological study of species of croton (Euphorbiaceae) native of Rio Grande do Sul

Vunda, Sita Luvangadio Lukoki
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
47.17%
A família Euphorbiaceae destaca-se pela produção de compostos de importância industrial e alimentícia. Diversos representantes são de interesse devido à produção de óleos voláteis. São exemplos, espécies do gênero Croton que apresentam propriedades medicinais tais como anti-inflamatória, antimicrobiana e cicatrizante. Algumas espécies de Croton nativas do Rio Grande do Sul foram investigadas visando à análise dos óleos voláteis obtidos por hidrodestilação das partes aéreas das plantas. Foram coletadas três espécies em diversas localidades do Estado, sendo elas Croton pallidulus, C. isabelli e C. ericoides. A composição química dos óleos foi determinada por cromatografia à gás/ espectrômetria de massas. Sesquiterpenos e Monoterpenos foram os principais compostos identificados nos óleos de C. pallidulus, C. isabelli e C. ericoides. Adicionalmente, os óleos voláteis obtidos de cada espécie foram testados quanto a atividade frente a Acanthamoeba polyphaga. Tanto o óleo volátil de C. pallidulus quanto o de C. ericoides apresentaram atividade amebicida, porém este último foi mais ativo: na concentração de 0,5 mg/mL, foi capaz de inviabilizar 87% dos trofozoitos, enquanto que o óleo de C. pallidulus...

Extração de oleos volateis e outros compostos com CO2 supercritico : desenvolvimento de uma metodologia de aumento de escala a partir da modelagem matematica do processo e avaliação dos extratos obtidos; Extration of volateis oils and other composites with Co2 supercriticize : development of a methodology of increase of scale from the matematica modeling of the process and evaluation of gotten extracts

Julian Martinez
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 10/03/2005 PT
Relevância na Pesquisa
46.7%
A obtenção de extratos de matérias-primas vegetais com tecnologia supercrítica foi estudada, visando otimizar o processo e a qualidade dos produtos. Três plantas foram submetidas a processos de extração com dióxido de carbono supercrítico: cravo-da-índia, pimenta-longa e vetiver. Os rendimentos e composições dos produtos obtidos por extração supercrítica foram comparados aos de métodos convencionais como hidrodestilação e extração com solventes orgânicos. Na extração supercrítica e com solvente orgânico os rendimentos foram maiores que na hidrodestilação, pois estes métodos possibilitam a obtenção de compostos não voláteis e hidrofóbicos. A cinética de extração supercrítica foi estudada, visando o estabelecimento de metodologias para o aumento de escala: mantendo constantes algumas relações e parâmetros de processo, procurou-se reproduzir em escala maior curvas de extração obtidas em coluna de 5 mL. Mantendo o tempo de residência constante, o aumento de escala foi obtido com sucesso para a extração de óleo de cravo-da-índia. Para a pimenta-longa e o vetiver, alguns problemas operacionais não permitiram a análise das tentativas de aumento de escala. Para os extratos de vetiver, um trabalho de valorização por transformações químicas foi realizado...

Estudo comparativo entre os custos de manufaturas e as propriedades funcionais de oleos volateis obtidos por extração supercritica e destilação por arraste a vapor.; Comparative study of cost of manufacturing and functional properties of volatile oils obtained by supercritical fluid extraction and steam distillation.

Patricia Franco Leal
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 29/02/2005 PT
Relevância na Pesquisa
56.88%
Este estudo teve por objetivo comparar o custo de manufatura (COM) de extratos vegetais e óleos voláteis de plantas aromáticas, condimentares e medicinais nativas ou adaptáveis ao cultivo brasileiro obtidos por processos de extração considerados limpos e que não agridem o meio ambiente. Foi realizado o estudo técnico-econômico do processo de extração com fluido supercrítico (SFE) e destilação por arraste a vapor (SD) para obtenção de extratos vegetais e óleos voláteis. A metodologia de estimativa de custo de manufatura utilizada neste estudo resulta em COM classe 4 ou 5, sendo uma estimativa preliminar para a decisão de prosseguimento ou a interrupção do projeto. As estimativas dos custos de manufatura dos extratos foram realizadas através das curvas globais de extração (OEC) dos sistemas determinadas experimentalmente neste trabalho (alecrim + vapor, camomila + vapor, erva-doce + vapor, erva-baleeira + vapor, erva-baleeira + CO2, canelinha + CO2) e também através das OECs da literatura (alecrim + vapor, alecrim + CO2, erva-doce + vapor, erva-doce + CO2,, gengibre + CO2, camomila + CO2, pimenta-do-reino + vapor, pimenta-do-reino + CO2, funcho + CO2,). As curvas globais de extração foram ajustadas a um spline contendo duas ou 3 retas: a primeira reta descreve a taxa de transferência de massa no período de taxa de extração constante (CER)...

Estudo comparativo dos óleos voláteis de algumas espécies de Piperaceae

Mesquita,J.M.O.; Cavaleiro,C.; Cunha,A.P.; Lombardi,J.A.; Oliveira,A.B.
Fonte: Sociedade Brasileira de Farmacognosia Publicador: Sociedade Brasileira de Farmacognosia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2005 PT
Relevância na Pesquisa
67.11%
O presente trabalho teve por objetivo a análise comparativa dos óleos voláteis de espécies da família Piperaceae. As espécies estudadas foram as seguintes: Piper aduncum, P. amalago, P. arboreum, P. cernuum, P. hispidum, P. regnelii, P. submarginalum, P. vicosanum e Pothomorphe umbellata. A análise dos óleos voláteis foi efetuada pela combinação de técnicas de Cromatografia de Fase Gasosa (CG) e de Cromatografia de Fase Gasosa acoplada a Espectrometria de Massa (CG/EM). A porcentagem de identificação dos constituintes nas análises dos óleos voláteis de Piper aduncum, P. amalago, P. vicosanum, P. submarginalum e Pothomorphe umbellata, atingiu valores superiores a 80%. Houve predominância de compostos de natureza sesquiterpênica nas composições químicas das espécies analisadas, com exceção de P. hispidum, P. submarginalum e P. vicosanum onde a predominância na composição foi de monoterpenos. Pelos dados apresentados observou-se que, dentre os compostos majoritários, os mais freqüentes, nas 9 espécies estudadas, foram beta-pineno (9/9) e espatulenol (9/9), seguidos por E-cariofileno (8/9), óxido de cariofileno (8/9), germacreno D (7/9), alfa-pineno (7/9) e limoneno (6/9). Pela primeira vez se relata a composição dos óleos voláteis de P. submarginalum e P vicosanum.

Aplicação de técnicas cromatográficas e espectrométricas como ferramentas de auxílio na identificação de componentes de óleos voláteis

Brochini,Claudia B.; Lago,João Henrique G.
Fonte: Sociedade Brasileira de Farmacognosia Publicador: Sociedade Brasileira de Farmacognosia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2007 PT
Relevância na Pesquisa
46.88%
A metodologia usual aplicada para análise de óleos voláteis, tais como CG, CG-EM, Índice de Kovats e, em alguns casos, sistemas computacionais especialistas, não permitem a identificação de compostos desconhecidos os quais devem ser isolados para que tenham suas estruturas moleculares elucidadas. Essa limitação é ainda maior quando tais óleos apresentam potencial biológico uma vez que existe grande dificuldade no isolamento das substâncias ativas, as quais devem ser obtidas em seu estado puro para avaliação da atividade. Assim, este trabalho descreve uma metodologia de separação não usual (cromatografia rápida em sílica e sílica impregnada com AgNO3) associada a técnicas espectrométricas (EM, RMN de ¹H e RMN de 13C) as quais permitiram a purificação e caracterização de compostos de óleos voláteis contendo estruturas ainda não conhecidas e/ou biologicamente ativas.

Composição química e atividade antioxidante do óleo volátil de Eupatorium polystachyum DC

Souza,Tiago J. T.; Apel,Miriam A.; Bordignon,Sérgio; Matzenbacher,Nelson Ivo; Zuanazzi,José Ângelo S.; Henriques,Amélia T.
Fonte: Sociedade Brasileira de Farmacognosia Publicador: Sociedade Brasileira de Farmacognosia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2007 PT
Relevância na Pesquisa
46.76%
Os óleos voláteis das folhas e inflorescências de Eupatorium polystachyum DC. (Asteraceae), coletado no Rio Grande do Sul, Brasil, foram caracterizados por CG-EM e sua atividade antioxidante foi avaliada utilizando-se o método de DPPH. Foram obtidos rendimentos de 1,6 e 0,9% de óleo em relação às folhas e inflorescências frescas, sendo identificados 34 compostos, correspondendo a 99,1 e 99,5% do óleo volátil, respectivamente. Os óleos apresentaram exclusivamente compostos terpênicos, sendo que as folhas contêm grande quantidade de monoterpenos (66,4%) enquanto que as inflorescências apresentaram quantidades equivalentes de mono e sesquiterpenos (51,8 e 47,7%, respectivamente). As amostras apresentaram-se qualitativamente muito semelhantes sendo constituídas majoritariamente por: beta-pineno (14,7 e 9,8%), beta-mirceno (15,3 e 10,8%) e limoneno (22,8 e 20,5%) entre os monoterpenos e beta-cariofileno (10,4 e 15,4%), germacreno D (7,2 e 9,4%) e biciclogermacreno (12,0 e 19,2%) entre os sesquiterpenos. As diferenças entre as amostras foram basicamente quantitativas. Os óleos apresentaram atividade antioxidante pelo ensaio com DPPH por bioautografia na diluição de 1:10 em éter etílico (v/v).

Investigação sobre compostos voláteis de espécies de Baccharis nativas do Rio Grande do Sul

Xavier, Vanessa Barbieri
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Dissertação de Mestrado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
47%
As espécies do gênero Baccharis spp. (Compositae) são uma importante fonte de pesquisa para busca de novos princípios ativos para produtos naturais medicinais. Logo, o presente trabalho apresenta uma investigação sobre compostos voláteis de três espécies de Baccharis nativas (Baccharis anomala DC, Baccharis dentata (Vell) G. M. Barroso e Baccharis uncinella DC) coletadas em janeiro e maio de 2011, em São Francisco de Paula (RS) no Centro de Pesquisa e Conservação da Natureza Pró-Mata (CPCN-Pró-Mata). Para tanto, foram realizadas: extrações do óleo essencial por destilação por arraste a vapor, análises por cromatografia gasosa acoplada a espectrometria de massas (CG/EM), análise olfatométrica (CG/FID/O) e avaliação qualitativa do potencial antimicrobiano utilizando o método da bioautografia indireta frente aos microorganismos: S. aureus, S. choleraesuis, P. aeruginosas, C. albicans, A. niger, C. parapsilosis, C. neoformans, Rh. stolonifer, F. solani e A. Oryzae. Além disso, foi realizada a modelagem matemática do processo de extração por destilação por arraste a vapor, baseada na transferência de massa, que foi aplicada para correlacionar os dados experimentais de rendimento de óleos voláteis versus tempo. Os resultados mostraram que a época de coleta tem influência sobre as composições dos óleos essenciais...

Estudo e identificação de compostos orgânicos voláteis emitidos durante o processo de secagem de bagaço de laranja; Study and identification of volatile organic compounds emitted during the drying orange peel process

Clairon Lima Pinheiro
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/06/2015 PT
Relevância na Pesquisa
46.77%
As indústrias de processamento de suco de laranja geram subprodutos como óleos essenciais, d-limoneno e farelo de polpa cítrica. O farelo de polpa cítrica corresponde a 49 kg de cada 100 kg de laranja processada, sendo definido como bagaço dos frutos processados (cascas, sementes, fibras e partes não aproveitadas durante o processamento) após as operações de prensagem, moagem, secagem e peletização. No entanto, durante o processo de secagem do bagaço para produção de farelo de polpa cítrica, há a emissão de compostos orgânicos voláteis (COV), que ocorre devido as cascas do fruto (albedo e flavedo) presentes no bagaço conterem uma quantidade residual de d-limoneno e óleos voláteis que não foram recuperados em etapas anteriores do processo. Assim, ao serem liberados para a atmosfera, esses COV tornam-se uma fonte primária de poluição do ar e causam problemas ambientais relacionados à formação de ozônio troposférico e névoa fotoquímica (ou smog fotoquímico), além de problemas à saúde humana, como: desconforto olfativo devido ao odor cítrico, irritação dos olhos pelo ozônio troposférico e produtos de oxidação dos COV. Dentro deste contexto, estudou-se a emissão de COV durante a exposição de conjuntos de partículas de albedo e flavedo de laranja-pêra a fluxos de ar com velocidade constante em diferentes tempos de exposição e a sete temperaturas...