Página 1 dos resultados de 456 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Impacto da respiração oral e má oclusão dentária na Fala

Afonso, Cristiana Morais
Fonte: [s.n.] Publicador: [s.n.]
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
67.12%
Projeto de Graduação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Licenciada em Terapêutica da Fala; A respiração nasal contribui para que o ar inspirado chegue aos pulmões nas condições apropriadas, para além disso favorece o desenvolvimento harmónico das estruturas orofaciais. Quando o padrão respiratório está alterado são várias as consequências, sendo a má oclusão dentária uma das principais. Assim, foi desenhado um estudo do tipo caso-controlo, com o objetivo de melhor compreender a relação entre a respiração oral, a má oclusão dentária e os desvios da fala. Para tal, foram avaliadas 120 alunos da clínica pedagógica da Universidade Fernando Pessoa e do Agrupamento de Escolas D. Pedro I, de Vila Nova de Gaia com idades compreendidas entre os 5 anos e 0 meses e 9 anos e 11 meses. Esta amostra foi dividida em 2 grupos (respiradores oral com má oclusão dentária e não respiradores oral sem má oclusão dentária) e 2 subgrupos (idade pré-escolar e idade escolar). Os resultados obtidos neste estudo sugerem que existe uma relação entre os desvios de fala com alterações do padrão respiratório e da oclusão dentária, sendo visível um aumento do número de crianças com alterações articulatórias no grupo de respiradores oral com má oclusão dentária. The nasal breathing contributes to the inhaled air into the lungs under appropriate conditions; in addition it promotes the harmonic development of orofacial structures. When the breathing pattern is modified...

Estudo eletromiográfico do músculo masseter durante o apertamento dentário e mastigação habitual em adultos com oclusão dentária normal; Electromyographic study of the masseter muscle during maximal voluntary clenching and habitual chewing in adults with normal occlusion

RAHAL, Adriana; GOFFI-GOMEZ, Maria Valéria Schmidt
Fonte: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia Publicador: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.74%
OBJETIVO: Analisar a diferença entre os lados na atividade eletromiográfica do masseter em indivíduos adultos com oclusão dentária normal. MÉTODOS: Foram avaliados 30 indivíduos saudáveis entre 21 e 30 anos e realizou-se eletromiografia de superfície nos músculos masseteres direito e esquerdo, durante apertamento em máxima intercuspidação e mastigação habitual com uva passa. Foram computados os valores médios dos três apertamentos dentários e dos 15 segundos da mastigação habitual para cada indivíduo. Foram considerados para a análise: o lado de maior valor e o de menor valor eletromiográfico. RESULTADOS: Durante o apertamento dentário, a diferença média entre os dois lados foi de 20,0 microvolts (μV) com intervalo de confiança (95%) entre 14,0 e 26,0 μV e durante a mastigação habitual, a diferença média entre os dois lados foi de 10,3 μV com intervalo de confiança (95%) entre 6,7 e 13,8 μV. CONCLUSÃO: Houve diferença estatisticamente significante entre os lados, com relação entre eles de 24% para o apertamento dentário e de 27% para a mastigação habitual, em indiv duos adultos saudáveis.; PURPOSE: To analyze the difference between both sides of the face during the electromyographic activity of the masseter muscle in adults with normal occlusion. METHODS: Thirty healthy individuals with ages ranging from 21 to 30 years old were selected. Surface electromyography was performed on right and left masseter muscles during maximal voluntary clenching and habitual chewing with raisins. The mean values of three teeth clenching and fifteen seconds of habitual chewing were calculated for each subject. The analysis considered the sides with higher and lower electromyographic activity. RESULTS: During maximal voluntary clenching...

Há relação de hábitos orais deletérios com a tipologia facial e a oclusão dentária?; Is there a relation between harmful oral habits and facial typology and dental occlusion?

JOHANNS, Cinthia Mara; SILVÉRIO, Kelly; FURKIM, Ana Maria; MARCHESAN, Irene
Fonte: CEFAC Saúde e Educação Publicador: CEFAC Saúde e Educação
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
67.08%
OBJETIVO: verificar se há predominância de hábitos orais deletérios nos diferentes tipos faciais eaprofundar o estudo da relação entre os hábitos orais deletérios e a oclusão dentária. MÉTODO: foram analisados 307 prontuários de pacientes entre 2 e 59 anos de idade de ambos os sexos, encaminhados ao ambulatório do Instituto CEFAC. Foram anotados dos prontuários os hábitos orais deletérios, oclusão dentária, tipologia facial, sexo e idade. RESULTADOS: observou-se que os hábitos com maior prevalência são: chupeta (125 indivíduos), ranger dentes (115 indivíduos) e mamadeira (102 indivíduos). Dentre as comparações estudadas, as que apresentaram diferença estatisticamente significante foram: a presença do uso da chupeta no grupo de 9 a 12 anos, quando comparado ao de 6 a 9 anos (p=0,0269); presença do hábito de ranger dentes no grupo de 3 a 6 anos quando comparado ao grupo com mais de 20 anos (p=0,0393); presença do hábito de ranger dentes no grupo de oclusão dentária classe I quando comparado ao classe III (p=0,0128) e presença de oclusão dentária classe I no sexo feminino quando comparado ao masculino (p=0,0177). CONCLUSÃO: não há relação entre os hábitos orais deletérios e a tipologia facial. Entretanto...

Relação entre determinantes sócio-econômicos e hábitos bucais: influência na oclusão de pré-escolares de Bauru - SP - Brasil

Tomita, Nilce Emy
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 19/02/1997 PT
Relevância na Pesquisa
56.88%
Tendo por objetivo avaliar como determinantes socioeconômicos afetam a oclusão dentária em pré-escolares, este estudo transversal foi desenvolvido em três etapas: exame de oclusão, medidas antropométricas e questionário socioeconômico. O inquérito epidemiológico foi realizado no período de outubro de 1994 a dezembro de 1995. A amostra probabilística foi constituída por 2139 crianças, de ambos os sexos, na faixa etária de três a cinco anos, matriculadas em instituições públicas ou privadas do município de Bauru-SP-Brasil. A avaliação de aspectos morfológicos da oclusão seguiu a classificação de ANGLE, observando-se também o trespasse horizontal, trespasse vertical, espaçamento/apinhamento, mordida aberta anterior, mordida cruzada total, mordida cruzada anterior e mordida cruzada posterior uni ou bilateral. Uma subamostra de 618 crianças apresentou resposta ao questionário socioeconômico. A partir das hipóteses que: a) determinantes socioeconômicos afetam o estado emocional da criança e isto se manifesta através de hábitos bucais, que por sua vez afetam a condição oclusal; b) alguns fatores socioeconômicos influenciam padrões de alimentação infantil e educação, predispondo crianças que receberam aleitamento materno e crianças matriculadas em pré-escolas de tempo parcial a apresentarem menores taxas de má oclusão...

"Oclusão dentária em escolares e adolescentes no Estado de São Paulo, 2002" ; Dental occlusion in schoolchildren and adolescents of the state of São Paulo, 2002

Jahn, Graciela Medeiros Jabôr
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 24/02/2006 PT
Relevância na Pesquisa
67%
O objetivo deste estudo foi descrever a prevalência e severidade dos problemas de oclusão dentária em escolares no Estado de São Paulo, explorando a associação entre os indicadores epidemiológicos dos problemas de oclusão e as variáveis sócio-econômicas, demográficas e os indicadores de provisão de serviços odontológicos. Sua principal base de informações é o levantamento epidemiológico em saúde bucal realizado em 2002 pela Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, tendo como população de referência escolares de 5 (n=4936), de 12 anos (n=5779) e de 15 a 19 anos de idade (n=1823). Para examinar a oclusão dentária, foi aplicado o Índice de Estética Dentária. Para a idade de 5 anos, a prevalência de maloclusão severa no Estado de São Paulo foi 22% e de maloclusão em qualquer grau (leve ou severa) foi 43%. Aos 12 anos de idade, apontou-se maloclusão definida em 20% dos escolares examinados, maloclusão severa em 10% e maloclusão muito severa incapacitante em 7%. Para a faixa etária de 15 a 19 anos; apontou-se maloclusão definida em 13% dos escolares examinados, maloclusão severa em 6% e maloclusão muito severa ou incapacitante em 6%. No que diz respeito à análise dos dados agregados, o sentido geral deste estudo é de que o Índice de Estética Dentária...

Avaliação entre tonsilas aumentadas e padrão de oclusão dental; Association between tonsils enlargement and dental occlusion patterns

Nunes Junior, Walter Ribeiro
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/08/2009 PT
Relevância na Pesquisa
57.01%
Introdução: Alterações do padrão de oclusão dentária muitas vezes associam-se a alterações funcionais do padrão respiratório. A associação destes fatores morfo-funcionais em idade de crescimento facial pode levar a alterações de seu crescimento e desenvolvimento, com prejuízo na qualidade de vida das crianças. Objetivos: Este estudo teve como objetivo analisar a relação entre o tipo de oclusão dentária e o tipo de obstrução linfóide: aumento de tonsila faríngea ou palatina isoladas ou com aumento das tonsilas faríngeas e palatinas em conjunto. Casuística e Métodos: Foram avaliados 114 pacientes com respiração oral e roncos com diagnóstico de aumento de tonsilas faríngea e/ou palatinas, de ambos os sexos, com idades entre 3 e 12 anos no ambulatório da Divisão de Otorrinolaringologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da U.S.P. . Todas as crianças foram examinadas pelo otorrinolaringologista e pelo ortodontista, que avaliaram o tipo de oclusão dentária. O volume da tonsila faríngea foi classificado pela telerradiografia em: grau 1 (0 a 25% de obstrução), grau 2 (25 a 50% de obstrução), grau 3 (50 a 75% de obstrução) e grau 4 (75 a 100% de obstrução). O volume das tonsilas palatinas foi classificado segundo os critérios de Brodsky 7...

Análise da oclusão dentária em crianças portadoras de fissura completa de lábio e palato; Analysis of dental occlusion in children with complete cleft lip and palate

Crepaldi, Jairo Lessa
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/06/2012 PT
Relevância na Pesquisa
56.81%
As fissuras labiopalatinas alteram o crescimento e o desenvolvimento do complexo maxilo-mandibular, assim como todas as funções orofaciais. As cirurgias reparadoras primárias representam o maior agente modificador do crescimento maxilo-facial, de forma a restringi-lo. O sucesso do tratamento reabilitador do paciente fissurado depende da correta atuação de uma equipe multidisciplinar. Este trabalho teve como objetivo avaliar as condições oclusais em modelos de gesso de pacientes portadores de fissura labiopalatina completa, não sindrômicos, correlacionando o prognóstico ao tipo de fissura, fase de desenvolvimento da dentição, gênero e hospital de reabilitação cirúrgica. Utilizou-se 87 pares de modelos das arcadas dentárias de pacientes fissurados do Ambulatório da Disciplina de Prótese Buco Maxilo Facial da Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo, que haviam sido submetidos às cirurgias reparadoras primárias em cronologia clássica (queiloplastia 3 a 6 meses e palatoplastia 18 meses), sem enxerto ósseo alveolar e/ou tratamento ortodôntico prévio. O grupo estudado foi composto de 57 pacientes com Fissura Labiopalatina unilateral, com idade média de 6 anos e 5 meses e 30 pacientes com Fissura Labiopalatina bilateral com idade média de 6 anos e 2 meses. Para a classificação dos modelos em gesso de fissurados unilaterais...

A discrepância de tamanho dentário, de Bolton, na oclusão normal e nos diferentes tipos de más oclusões, bem como sua relação com a forma de arco e o posicionamento dentário

Carreiro, Luiz Sérgio; Santos-Pinto, Ary; Raveli, Dirceu Barnabé; Martins, Lídia Parsekian
Fonte: Dental Press Editora Publicador: Dental Press Editora
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 97-117
POR
Relevância na Pesquisa
46.88%
Esta pesquisa teve como objetivo geral avaliar a discrepância de tamanho dentário, na oclusão normal e nos diferentes tipos de más oclusões e a sua relação com as medidas que determinam a forma de arco e o posicionamento dentário na região anterior. Para tanto, foram estudados 185 pares de modelos de gesso, divididos em 4 grupos: Grupo 1 (composto por 41 pares com Oclusão Normal, sendo 20 do gênero masculino e 21 do gênero feminino); Grupo 2 (composto por 44 pares com má oclusão de Classe I, divisão 1, sendo 22 do gênero masculino e 22 do gênero feminino); Grupo 3 (composto por 54 pares com má oclusão de Classe II, sendo 28 do gênero masculino e 26 do gênero feminino) e Grupo 4 (composto por 46 pares com Classe III, sendo 23 do gênero masculino e 23 do gênero feminino). Observou-se que não ocorreu dimorfismo sexual entre as discrepâncias de tamanho dentário e os diferentes tipos de oclusão dentária; as proporções estabelecidas por Bolton não se aplicaram ao grupo com Oclusão Normal; na Oclusão Normal, Classe I, Classe II e Classe III, houve um predomínio de excesso dentário total (RAZ12) no arco inferior; na Classe I houve uma igualdade na distribuição de excesso dentário anterior (RAZ6) nos arcos superior e inferior; na Oclusão Normal...

Análise biomecânica do movimento mastigatório antes e após o ajuste da oclusão dentária em equino

Paiva Neto, Álvaro de Oliveira
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: vi, 48 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
56.64%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Pós-graduação em Cirurgia Veterinária - FCAV; As irregularidades da superfície de oclusão dentária causam restrições dos movimentos mandibulares em equinos durante a mastigação, além de contribuir para a queda do desempenho durante o exercício, devido a dor oral. O objetivo deste trabalho foi quantificar, mediante análise cinemática tridimensional, a amplitude dos movimentos caudo-rostrais, latero-laterais e dorso-ventrais da mandíbula de equinos durante a mastigação de feno antes e após o ajustamento oclusal por desgaste dentário. Para tal, foram utilizados sete equinos da raça Puro Sangue Árabes. Os animais foram filmados mastigando feno por duas vezes consecutivas antes da realização do ajustamento oclusal. Neste procedimento utilizou-se três câmeras de vídeo digitais e sete marcadores esféricos reflexivos posicionados na face. Após as primeiras filmagens os cavalos passaram por ajustamento oclusal mediante desgaste dentário e foram novamente a submetidos a duas filmagens em dias consecutivos. As imagens obtidas foram utilizadas foram utilizadas para análise cinemática do movimento. Utilizando o programa Dvideow, as imagens foram sincronizadas...

Habitos bucais e outros comportamentos considerados nocivos a oclusão dentaria : (contribuição ao seu estudo)

Everaldo Oliveira Santos Bacchi
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em //1973 PT
Relevância na Pesquisa
56.92%
Com base na literatura ortodôntica apresentada a partir de 1930, pudemos empreender um estudo dos habitas bucais e outros comportamentos considerados nocivos à oclusão dentária. Encontramos muitas opiniões concordantes e algumas divergências, como era esperado. O assunto nos pareceu interessantíssimo e muito amplo, abrangendo a necessidade dos conhecimentos sobre Psicologia, Pediatria e Puericultura, além daqueles sobre Ortodontia. E, talvez por isso, a questão permanece crivada de dúvidas para muitos. Procuramos aclarar alguns pontos julgados fundamentais para oferecer a nós mesmas respostas que acreditamos serem a necessidade também de muitos odontopediatras e ortodontistas. Detivemo-nos, inicialmente, na busca das conceituações e na avaliação dos métodos utilizados pelos autores, no estudo do problema. Ao tentarmos, em seguida, encontrar os "porquês", agrupamos e analisamos as explicações encontradas para etiologia desses comportamentos. Neste capítulo, enumeramos interessantes conceitos, basicamente divididos entre os que seguem as escolas psicológicas e os que tendem mais para um determinismo funcional e estrutural. Em outras palavras, deparamo-nos com autores entendendo os hábitos como manifestações psíquicas e emocionais...

A influência de diferentes tipos de oclusão dentária na produção de sons da fala

Araújo, Pedro André Guerreiro Martins de
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.88%
Usou-se a X-ray microbeam speech production database (XRMB-SPD) para descrever diferenças acústicas e articulatórias em indivíduos com classes de oclusão dentária diferentes. Foram seleccionados 4 informantes, 1 homem e 1 mulher de classe I e 1 homem e 1 mulher de classe II. Caracterizou-se o espaço articulatório dos informantes segundo metodologia do espaço-A modificado e procedeu-se a análise acústica e articulatória das vogais [a, i, u, æ] e das consoantes [p, t, k, f, s, ∫]. Relativamente à oclusão dentária observouse: maior inclinação da parede posterior da faringe na classe II; variabilidade nas adaptações articulatórias nos informantes de classe II, provavelmente com relação à divisão da classe; poucas diferenças na produção de vogais; relação entre o “broad peack” dos espectros multitaper e o ponto de articulação do fone [∫]. Seria pertinente complementar a classificação da oclusão dentária segundo Angle com a avaliação do perfil facial e a análise cefalométrica. Contudo, o espaço-A modificado parece ser um método válido para contornar algumas das limitações da XRMB-SPD. A análise conjunta de parâmetros acústicos e articulatórios é uma mais valia, com várias correlações ainda por explorar. ABSTRACT: This study used the X-ray microbeam speech production database (XRMBSPD) to describe acoustic and articulatory differences in speech production. Four subjects (1 male and 1 female with class I...

Avaliação da oclusão dentária em cães da raça Dogue alemão

Reis, Diana Amélia da Silva
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
67.05%
Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária, Ciências Veterinárias; A oclusão dentária é um dos parâmetros da avaliação da cavidade oral e um fator condicionante da saúde oral, dado que a má-oclusão pode acelerar o desenvolvimento da doença periodontal, com todas as suas consequências, para além de por outros motivos poder condicionar a qualidade de vida dos animais. A má-oclusão pode ser dentária, em que o problema se resume ao posicionamento das peças dentárias, ou pode ser esquelética, onde se observam alterações nas estruturas ósseas que suportam os dentes. Nesta última situação, existe ainda uma grande probabilidade de haver envolvimento de fatores genéticos. Existem várias opções de tratamento ortodôntico para cada tipo de problema, sendo que o resultado nem sempre é esteticamente perfeito mas antes funcional. A escolha do tratamento deve ter em conta parâmetros como: o tipo e a gravidade da afeção, a idade e o estado de saúde do animal, a função do animal, o bem-estar do animal, os conhecimentos estomatologico-dentários do Médico Veterinário e os meios técnicos disponíveis. Neste trabalho, avaliámos a oclusão dentária em trinta e cinco cães da raça Dogue Alemão e comparámos os resultados com a informação prévia existente. Também avaliámos a incidência de más-oclusões e a sua relação com a idade e a dieta. Foram propostos tratamentos para todos os casos em que se diagnosticou uma ou várias más-oclusões e alguns animais receberam efetivamente esses tratamentos. A evolução e resultados finais foram documentados e expostos neste trabalho. Observámos que 51% da população tem uma oclusão normal...

Relação da postura cervical e oclusão dentária em crianças respiradoras orais

Motta,Lara Jansiski; Martins,Manoela Domingues; Fernandes,Kristianne Porta Santos; Mesquita-Ferrari,Raquel Agnelli; Biasotto-Gonzalez,Daniela Aparecida; Bussadori,Sandra Kalil
Fonte: CEFAC Saúde e Educação Publicador: CEFAC Saúde e Educação
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2009 PT
Relevância na Pesquisa
56.71%
OBJETIVO: avaliar e comparar a postura de cabeça e pescoço e a relação com a classe oclusal, entre crianças respiradoras orais e respiradoras nasais. MÉTODOS: realizou-se um estudo observacional, de corte transversal em que participaram 110 crianças divididas em Grupo I: respiradoras nasais e Grupo II: respiradoras orais. Para avaliação da respiração utilizou-se o teste do vapor no espelho e água na boca, e exame clínico intra-oral para classificação oclusal de Angle. A análise da postura foi realizada por meio de fotogrametria e o software Alcimage® para mensuração do ângulo pré-definido pelos pontos Processo Espinhoso da sétima vértebra cervical, Manúbrio do Esterno e Ápice do Mento. Os dados obtidos foram tabulados e submetidos à análise estatística, utilizando o programa SPSS 12.0, num intervalo de confiança de 95%. RESULTADOS: foi possível observar valores significativamente maiores do ângulo cervical para o Grupo II (96,59º±8,79) quando comparado ao Grupo I (86,60º±8,53) (p<0,001). As crianças respiradoras orais apresentaram oclusão classe II de Angle (p<0,05). Os participantes classe II apresentaram maior ângulo cervical, diferindo estatisticamente dos pacientes classe I (p<0,05). CONCLUSÃO: existe relação entre respiração oral...

Há relação de hábitos orais deletérios com a tipologia facial e a oclusão dentária?

Johanns,Cinthia Mara; Silvério,Kelly; Furkim,Ana Maria; Marchesan,Irene
Fonte: CEFAC Saúde e Educação Publicador: CEFAC Saúde e Educação
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
67.08%
OBJETIVO: verificar se há predominância de hábitos orais deletérios nos diferentes tipos faciais eaprofundar o estudo da relação entre os hábitos orais deletérios e a oclusão dentária. MÉTODO: foram analisados 307 prontuários de pacientes entre 2 e 59 anos de idade de ambos os sexos, encaminhados ao ambulatório do Instituto CEFAC. Foram anotados dos prontuários os hábitos orais deletérios, oclusão dentária, tipologia facial, sexo e idade. RESULTADOS: observou-se que os hábitos com maior prevalência são: chupeta (125 indivíduos), ranger dentes (115 indivíduos) e mamadeira (102 indivíduos). Dentre as comparações estudadas, as que apresentaram diferença estatisticamente significante foram: a presença do uso da chupeta no grupo de 9 a 12 anos, quando comparado ao de 6 a 9 anos (p=0,0269); presença do hábito de ranger dentes no grupo de 3 a 6 anos quando comparado ao grupo com mais de 20 anos (p=0,0393); presença do hábito de ranger dentes no grupo de oclusão dentária classe I quando comparado ao classe III (p=0,0128) e presença de oclusão dentária classe I no sexo feminino quando comparado ao masculino (p=0,0177). CONCLUSÃO: não há relação entre os hábitos orais deletérios e a tipologia facial. Entretanto...

Respiração oral: relação entre o tipo facial e a oclusão dentária em adolescentes

Sies,Marcia Lifschitz; Farias,Samira Raquel de; Vieira,Marilena Manno
Fonte: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia Publicador: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2007 PT
Relevância na Pesquisa
67.08%
OBJETIVO: Investigar a existência de uma relação entre o tipo facial e a oclusão dentária em respiradores orais adolescentes. MÉTODOS: Foram avaliados 40 adolescentes, 25 (62,50%) do sexo masculino e 15 (37,5%) do sexo feminino, com idade entre 13 e 16 anos, com diagnóstico otorrinolaringológico de respiração oral. Todos foram submetidos à anamnese, Exame Clínico Fonoaudiológico, que constou da Avaliação da Face, Índice e Tipo Facial e da oclusão dentária. RESULTADOS: Os achados mais freqüentemente encontrados foram: tipo facial hiperleptoprósopo em 25 (62,50%) adolescentes, má oclusão de Classe II divisão primeira em 22 (70,97%), sobremordida anterior normal em 26 (65,00%), sobremordida posterior normal em 32 (80,00%) e sobressaliência anterior e posterior normais em 28 (70,00%) dos adolescentes. No tipo facial hiperleptoprósopo, a sobremordida anterior em topo foi observada em 06 (42,86%) e a sobremordida posterior em topo em 05 (62,50%) adolescentes. A sobressaliência anterior aumentada foi observada em 04 (33,33%), a sobressaliência posterior em topo e mordida cruzada em 05 (41,67%) participantes. CONCLUSÕES: Não foi possível comprovar a existência de relação entre o tipo facial e a má oclusão dentária. O tipo facial mais encontrado foi o hiperleptoprósopo. A Classe II divisão primeira foi a má oclusão mais freqüentemente encontrada. O estudo da sobressaliência e da sobremordida mostrou maior número de casos normais.

Estudo eletromiográfico do músculo masseter durante o apertamento dentário e mastigação habitual em adultos com oclusão dentária normal

Rahal,Adriana; Goffi-Gomez,Maria Valéria Schmidt
Fonte: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia Publicador: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2009 PT
Relevância na Pesquisa
66.74%
OBJETIVO: Analisar a diferença entre os lados na atividade eletromiográfica do masseter em indivíduos adultos com oclusão dentária normal. MÉTODOS: Foram avaliados 30 indivíduos saudáveis entre 21 e 30 anos e realizou-se eletromiografia de superfície nos músculos masseteres direito e esquerdo, durante apertamento em máxima intercuspidação e mastigação habitual com uva passa. Foram computados os valores médios dos três apertamentos dentários e dos 15 segundos da mastigação habitual para cada indivíduo. Foram considerados para a análise: o lado de maior valor e o de menor valor eletromiográfico. RESULTADOS: Durante o apertamento dentário, a diferença média entre os dois lados foi de 20,0 microvolts (μV) com intervalo de confiança (95%) entre 14,0 e 26,0 μV e durante a mastigação habitual, a diferença média entre os dois lados foi de 10,3 μV com intervalo de confiança (95%) entre 6,7 e 13,8 μV. CONCLUSÃO: Houve diferença estatisticamente significante entre os lados, com relação entre eles de 24% para o apertamento dentário e de 27% para a mastigação habitual, em indiv duos adultos saudáveis.

Disfunção temporomandibular: Associação com perda dental, má oclusão e condição protética

Sousa, Stéphanie Trajano de; Gomes, Simone Guimarães Farias (Orientadora); Caldas Junior, Arnaldo de França (Coorientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Dissertação
BR
Relevância na Pesquisa
47.12%
O objetivo do estudo foi verificar a associação da perda dental, da má oclusão e da condição protética com a Disfunção Temporomandibular (DTM). Para isto, 100 indivíduos foram sorteados dentre aqueles que procuraram por atendimento em Unidades de Saúde da Família na cidade de Recife, Pernambuco, Brasil. Perda dentária, má oclusão e condição protética foram investigadas através de detalhado exame clínico intra-oral. A perda dentária foi considerada importante quando da ausência de 9 ou mais dentes. Além disso, esta variável foi também avaliada pela obtenção do número de unidades oclusais e unidades dentais funcionais. A condição protética foi avaliada pelo uso ou não de prótese pelo paciente (total, parcial removível e fixa), a satisfação do paciente com a mesma e sua qualidade. Para determinação de má oclusão foram consideradas a mordida aberta anterior, mordida cruzada posterior, trespasse vertical de mais de 4mm, trespasse horizontal de mais de 5mm e perda de 5 ou mais dentes posteriores. Além disso, todos os participantes foram submetidos a exame clínico para diagnóstico de DTM, utilizando-se o RDC/TMD e foram classificados como com DTM e sem DTM. Análises estatísticas descritivas e analíticas foram realizadas...

Avaliação clínica e comparativa da oclusão balanceada bilateral e desoclusão com guia canino sobre a função mastigatória de usuários de prótese total removível

Farias Neto, Arcelino
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Odontologia; Odontologia Preventiva e Social; Periodontia e Prótese Dentária Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Odontologia; Odontologia Preventiva e Social; Periodontia e Prótese Dentária
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
56.64%
The maintenance of masticatory function is especially important for patients who wear complete dentures due to the limitations of this type of prosthesis. Thus, the bilateral balanced occlusion (BBO) is used to achieve, besides other advantages, greater masticatory efficiency. However, analyzing critically the literature, it is observed that there is not enough scientific evidence that support the BBO as the most appropriate occlusal concept in complete dentures. This way, the purpose of the present study was to verify if complete dentures wearers with BBO present better masticatory efficiency and capacity than those with canine guidance (CG). A double-blind controlled crossover clinical trial was conducted. The sample was made of 24 completely edentulous patients. The subjects wore sets of complete dentures with both occlusal concepts for equal periods of 3 months. Objective data were collected through the masticatory efficiency test, performed by the colorimetric method, in which capsules of a synthetic material enclosing fuchsine- containing granules were used. Subjective data were recorded by patient´s ratings of their chewing function, which is the masticatory ability. No significant statistical difference was found for masticatory efficiency (p=0...

Estudo das características da oclusão na dentição decídua e na mista e fatores associados; Study of the characteristics of occlusion in deciduous dentition and mixed and associated factors

COSTA, Catiara Terra da
Fonte: Universidade Federal de Pelotas; Odontologia; Programa de Pós-Graduação em Odontologia; UFPel; BR Publicador: Universidade Federal de Pelotas; Odontologia; Programa de Pós-Graduação em Odontologia; UFPel; BR
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
56.9%
Knowing the occlusal characteristics of deciduous and mixed dentition, its development, changes and possible influencing factors is important for prevention and interception of malocclusion, being it of great epidemiological value. For this,longitudinal studies are appropriate because they observe the same population in different time points. This study consisted of two parts: cross-sectional and longitudinal study. The cross-sectional study investigated the influence of demographic, behavioral and socioeconomic factors at time breastfeeding of the child and the influence of the same in occlusal characteristics of primary dentition. It was found that the statistically significant factors for breastfeeding were time use of baby bottle (p<0.001) and time-use of pacifier (p<0.001), moreover, in relation to dental occlusion were associated the relation of canines (p=0.002), the midline deviation (p=0.013), anterior open bite (p<0.000), overjet (p<0.001), posterior crossbite (p=0.006) and presence of malocclusion (p<0.001). The longitudinal study compared occlusal characteristics present in children in primary dentition and mixed dentition, six years after. Were eligible all children examined in 2007 that, after contact with the mother...

Má-oclusão dentária e disfunção têmporo-mandibular: estudo anátomo-clínico e epidemiológico em crianças de idades escolar e pré-escolar

Furtado, Ivo, 1952-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em //2007 POR
Relevância na Pesquisa
66.97%
Tese de doutoramento em Medicina (Anatomia), apresentada à Universidade de Lisboa através da Faculdade de Medicina, 2008; O autor deu início em Junho de 2003 a um estudo comparado de prevalências de má-oclusãodentária e de disfunção têmporo-mandibular entre dois grupos de crianças, dum universo de 626, deambos os sexos, em idades escolar e pré-escolar, em diferentes fases de dentição, objecto de escolhade conveniência, todavia com características comprovadamente semelhantes. O grupo hospitalar (de250 crianças que recorreram à Consulta de Estomatologia Pediátrica do Hospital de Santa Maria emLisboa) e o grupo escolar (de 376 crianças que constituíam o somatório das que frequentavam no anolectivo de 2003/2004 o Infantário Público de Benfica, a Escola Básica do 1.º Ciclo Parque Silva Portoem Benfica e a Escola Básica n.º 1 do 2.º e 3.º Ciclos de Telheiras, todas sitas em Lisboa). Estudoutambém a evolução da prevalência de DTM durante o seguimento de dois anos na Consulta Hospitalar.Incluiu ainda como dados acessórios ao seu trabalho de investigação referências inéditas decaracterísticas anatómicas oro-maxilares e dentárias relativas às populações estudadas.Procurava saber a razão pela qual há resultados de prevalência das más-oclusões dentárias edisfunções têmporo-mandibulares tão díspares entre os Investigadores.Elaborou um protocolo único que permitisse contemplar a identificação e quantificação dosdiferentes graus de abrangência de protocolos...