Página 1 dos resultados de 153 itens digitais encontrados em 0.056 segundos

Language and cognition in very low birth weight preterm infants with PELCDO application; Linguagem e cognição em bebês pré-termo muito baixo peso por meio da aplicação do PODCLE

BÜHLER, Karina Elena Bernardis; LIMONGI, Suelly Cecília Olivan; DINIZ, Edna Maria de Albuquerque
Fonte: Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO; São Paulo Publicador: Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO; São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
76.1%
The performance of very low birth weight preterm infants, in terms of cognition and expressive language, was analyzed and compared with that of term infants with the Protocol for Expressive Language and Cognition Development Observation (PELCDO). The study involved 12 very low birth weight preterm infants and 20 term infants, all of whom were evaluated monthly. Sessions were videotaped, and data were analyzed according to this specific protocol. Our results suggest that cognition and expressive language develop significantly later in very low birth weight preterm infants than in the term. We found positive correlations for cognitive and expressive language development, the delay becoming more evident after 6 months of age, persisting through the sensorimotor period, and continuing into the beginning of preoperational period, indicating the importance of follow-up evaluation, defining the true needs of such infants and identifying the ideal moment for speech-language intervention.; O desempenho de bebês pré-termo muito baixo peso em relação ao desenvolvimento cognitivo e de linguagem expressiva foi analisado e comparado com o de bebês de termo com o Protocolo para Observação do Desenvolvimento Cognitivo e de Linguagem Expressiva (PODCLE). O estudo envolveu 12 bebês pré-termo muito baixo peso e 20 bebês de termo acompanhados mensalmente. Todas as sessões foram filmadas em videotape e os dados analisados segundo o protocolo específico. Nossos resultados mostraram que o desenvolvimento cognitivo e da linguagem expressiva ocorreu significativamente mais tarde nos bebês pré-termo muito baixo peso. Nós encontramos correlações positivas entre o desenvolvimento cognitivo e de linguagem expressiva...

Desenvolvimento cognitivo e de linguagem expressiva em bebês pré-termo muito baixo peso em seus estágios iniciais; Early development of cognition and expressive language in very low birth weight infants

Bühler, Karina Elena Cadioli Bernardis
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 02/06/2008 PT
Relevância na Pesquisa
56.35%
Crianças com histórico de prematuridade e muito baixo peso apresentam alto risco para alterações do desenvolvimento cognitivo e, consequentemente, desenvolvimento de linguagem. O objetivo da presente tese é descrever o desempenho de bebês pré-termo muito baixo peso, quanto ao desenvolvimento cognitivo e de linguagem expressiva, durante o período sensório-motor e início do pré-operatório, e comparar com o desenvolvimento de bebês de termo, seguindo os pressupostos teóricos da Epistemologia Genética. Doze bebês pré-termo muito baixo peso e 20 bebês nascidos de termo foram submetidos, pela pesquisadora, a sessões de observações mensais da cognição e linguagem expressiva, de acordo com o Protocolo de Observação do Desenvolvimento Cognitivo e de Linguagem Expressiva, a partir do momento que ingressaram no Ambulatório de Seguimento de Alto Risco até os 18 meses de idade corrigida e/ou Ambulatório de Puericultura, ou creche, até os 18 meses de idade cronológica. Todas as sessões foram filmadas em videoteipe e os dados analisados segundo protocolo específico. Para melhor discussão dos dados, a pesquisa foi dividida em dois estudos. O objetivo do Estudo I foi a proposição e aplicabilidade de protocolo para observação do desenvolvimento cognitivo e de linguagem expressiva...

Desenvolvimento e aparato de suporte à locomoção aquática de bebês e de crianças de 3 a 24 meses; Development of an apparatus to support aquatic locomotion of infants and children from 3 to 24 months

Dias, Jorge Augusto Barbosa de Sales
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/03/2013 PT
Relevância na Pesquisa
86.12%
A natação para bebês e crianças de até 2 anos de idade é a atividade física mais comumente realizada por essa população em todo mundo. Tal sucesso se deve aos possíveis benefícios que essa prática pode trazer para o desenvolvimento infantil. Contudo, a investigação dos efeitos da natação sobre essa população ainda são incipientes. No que concerne ao método, há carência de um protocolo padronizado para observação e registro do comportamento do bebê e da criança no meio líquido. Há diferentes métodos de pegadas, de posturas e de posicionamento descritos comprometendo a confiabilidade das investigações. O objetivo do presente estudo foi desenvolver um aparato de suporte à locomoção aquática de bebês e de crianças de 3 a 24 meses de idade. Buscou-se um aparato que permitisse um controle na forma de sustentação do bebê e que ao mesmo tempo permitisse e discriminasse as ações motoras demonstradas pelos participantes. O desenvolvimento do aparato consistiu de: I. Revisão de literatura para identificar os comportamentos a serem facilitados com o aparato; II. Elaboração do memorial descritivo do aparato com os propósitos a que se destina, suas características e especificidades técnicas, simulações de sua utilização etc.; III. Construção do protótipo do aparato e sua testagem; IV. Testagem de sua funcionalidade. A funcionalidade do aparato foi analisada por duas formas. 1- Pela apreciação dos peritos a partir dos filmes das sessões de testes com os bebês. Participaram cinco peritos com formação no estudo do comportamento motor (2 doutores e 3 mestres) e com experiência sobre o nadar de bebês e crianças. 2- Pela qualificação e quantificação das ações dos bebês e das crianças no uso do aparato. Dez indivíduos com idades variando entre 5 e 22 meses participaram das sessões de testes. Todos foram nascidos a termo e com o APGAR de oito ou mais no primeiro e no quinto minuto. Os peritos foram unânimes em considerar que o aparato funcionou e que está adequado ao uso que se destina (principalmente para pesquisas). Houve restrição sobre a segurança do bebê...

"Quem não pega, não se apega" : o acolhimento institucional de bebês e as (im)possibilidades de construção de vínculos afetivos; Who does not catch, does not attach: the institutional care of babies and the (im) possibilities of building emotional bonds

Moura, Gabriella Garcia
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/10/2012 PT
Relevância na Pesquisa
66.11%
As práticas de assistência às crianças e aos adolescentes alijados do convívio familiar de origem, resultantes de diferentes processos históricos e sociais, culminaram nos atuais programas sociais de proteção integral, dentre eles, os serviços de acolhimento institucional (abrigos). Partindo de perspectiva que entende o desenvolvimento humano como se dando nas inerentes relações estabelecidas com o outro e ambiente, aquelas sendo mediadas pela linguagem e engendradas num determinado contexto histórico-cultural, questionamos: como o bebê se relaciona com e nesse ambiente? Há especificidades no acolhimento e na construção de relações dessa faixa etária? Assim, a presente pesquisa propôs-se investigar como se dão as relações entre bebês, adultos e outras crianças. A meta é apreender a existência (ou não) do (re)conhecimento de pessoas e parceiros preferenciais; e, se ocorrem interações que envolvam trocas afetivas, com indícios de vínculos afetivos. O estudo foi realizado em cidade de médio porte do interior de São Paulo. Foram realizadas videogravações, por três meses, tendo como foco dois bebês, cujos nomes (fictícios) são Lucas (3 meses) e Luis/Guilherme (10 meses). Para apreensão das relações...

O desenvolvimento emocional de um bebê em uma família numerosa : uma aplicação do método bick

Vivian, Aline Groff
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
65.92%
O presente estudo investigou o desenvolvimento emocional durante o primeiro ano de vida de um bebê, em uma família numerosa. Foi realizado um estudo de caso único, de caráter longitudinal, com uma família participante composta pela mãe, pelo pai e seus quatro filhos meninos, de até 4 anos de idade, acompanhada em observações semanais, com uma hora de duração, no período de doze meses. Foi aplicado o Método Bick de Observação da Relação Mãe- Bebê, em seus três momentos: observação, relato e supervisão em grupo. Os resultados foram organizados em três eixos: 1) o bebê e seu ambiente; 2) o desenvolvimento emocional do bebê; e 3) a observadora. Apesar das condições economicamente desfavoráveis do ambiente, foi surpreendente o desenvolvimento emocional do bebê na família, bem como a riqueza do ambiente em termos emocionais. A mãe se mostrou atenta e afetiva no cuidado dos filhos, apresentando uma capacidade inesgotável de discernir e atender às múltiplas demandas dos mesmos, revelando sua preponderante identidade materna. O bebê recebia especial atenção e a mãe costumava relatar suas habilidades e aquisições ao longo do primeiro ano de vida. Alguns aspectos típicos do desenvolvimento de um bebê no primeiro ano de vida foram observados...

Redes sociais no contexto da prematuridade

Custódio, Zaira Aparecida de Oliveira
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 263 p.| il., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
65.87%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Florianópolis, 2010; A presente pesquisa verificou a influência das redes sociais na promoção da saúde e do desenvolvimento de crianças nascidas pré-termo, ao longo dos seus dois primeiros anos de idade. Identificaram-se os fatores de risco e de proteção ligados à configuração de tais redes e presentes na criança e no ambiente familiar, bem como relacionaram-se os resultados do desenvolvimento da criança com as variáveis do ambiente familiar. A abordagem teórico-metodológica que abarcou este estudo teve como substrato o Modelo Bioecológico do Desenvolvimento Humano. A amostra da pesquisa foi constituída por 11 recém-nascidos pré-termo e suas famílias, acompanhados longitudinalmente. Utilizaram-se as abordagens quantitativa e qualitativa e os seguintes instrumentos e técnicas: Análise Documental dos Prontuários, Observação Participante, Genograma, Ecomapa, Entrevista Semiestruturada, Roteiro de Entrevista para Identificação de Riscos Biopsicossociais na História de Vida da Criança, Índice de Risco Psicossocial de Rutter, Inventário Home para Observação de Medidas do Ambiente...

O papel do professor no trabalho pedagógico com crianças de 0 a 2 anos numa perspectiva histórico-cultural .

Horstmann, Rejane Cristina de Melo
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 81 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
65.77%
Trabalho de Conclusão do Curso de Especialização em Educação Infantil - Segunda Edição – Polo Florianópolis, para a obtenção do Grau de Especialista em Educação Infantil.; A presente pesquisa trata do papel do professor no trabalho pedagógico com crianças de 0 a 2 anos de idade numa perspectiva histórico-cultural. Teve por objetivo principal compreender como as professoras de uma instituição de educação infantil, localizada no município de São José/SC, entendem a trabalho pedagógico com crianças de 4 meses a 2 anos de idade e como esse entendimento influencia o trabalho pedagógico que desenvolvem junto às crianças com as quais atuam. A pesquisa foi realizada num Centro de Educação Infantil da rede pública municipal do município de São José, compreendendo os Grupos I, II, III. A metodologia utilizada foi observação, com registros escritos (diário de bordo) e a aplicação de questionário com as/os profissionais que estavam no momento da investigação atuando diretamente com esses grupos de crianças: professoras, auxiliares de sala, auxiliares de ensino e professor de educação física. O estudo teve como base teórica a perspectiva histórico-cultural, a qual considera o meio social um fator decisivo para a humanização dos sujeitos e...

O bebé do limbo: Uma abordagem à observação de bebés pelo método de Esther Bick

Vasconcelos, Ana Maria
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2000 POR
Relevância na Pesquisa
65.86%
Dissertação de Mestrado em Psicopatologia e Psicologia Clínica; Inexistente

Influência da satisfação conjugal na qualidade da relação mãe-bebé

Silva, Joana
Fonte: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida Publicador: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2008 POR
Relevância na Pesquisa
66.02%
Dissertação de mestrado apresentada ao ISPA - Instituto Universitário; O presente artigo tem como objectivo perceber a influência da satisfação conjugal, em termos de satisfação, proximidade e apoio do cônjuge, na qualidade da relação mãe-bebé. Participaram quatro grávidas, casadas ou a viver maritalmente, com idades compreendidas entre os 28 e os 33 anos. Utilizou-se a metodologia de estudo de caso e, a nível de instrumentos, recorreu-se à Entrevista Anamnésica Estruturada, à Escala de Relacionamento Conjugal (E.R.C.), ao Método de Observação de Bebés de Esther Bick e à Análise dos Conteúdos. A recolha de dados foi realizada em dois momentos: o primeiro contacto com as participantes foi feito nas aulas de preparação para o parto, no Centro de Saúde de Rio Maior, onde lhes foi feita uma entrevista prévia e aplicada a E.R.C. Num segundo momento, após o nascimento dos bebés, foram realizadas um total de 16 observações semanais em casa das participantes. As participantes avaliaram o relacionamento conjugal de forma positiva embora com diferenças entre si. Ainda que não se tenha verificado uma correlação directa entre os valores de ligação pai-mãe e a relação mãe-bebé, os resultados mostraram que uma pontuação mais elevada numa E.R.C parece funcionar como protectora de determinados sintomas da relação mãe-bebé...

Rede de significações: perspectiva para análise da inserção de bebês na creche

de Souza Amorim,Katia; Vitoria,Telma; Rossetti-Ferreira,Maria Clotilde
Fonte: Fundação Carlos Chagas Publicador: Fundação Carlos Chagas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2000 PT
Relevância na Pesquisa
66.1%
A inserção de bebês em creche envolve familiares, crianças e educadoras em um complexo processo de integração, particularmente em nossa cultura, em que a educação coletiva de bebês é fenômeno recente. As representações sociais e a literatura científica reforçam a noção de que idealmente bebês devem ser cuidados em casa, pela mãe. Assim, freqüentemente, essa se sente culpada por ter que compartilhar os cuidados do(s) filho(s). O período inicial do bebê em uma creche, portanto, implica a emergência de novos significados que são atribuídos e assumidos, confrontados e negociados nas interações estabelecidas pelos participantes. Uma perspectiva teórico-metodológica foi desenvolvida para analisar esse processo, baseado em um projeto de pesquisa que acompanhou a inserção de 26 bebês (5-18 meses de idade) em uma creche. Registrou-se a situação a partir de gravações em vídeo, fichas de observação e entrevistas. A perspectiva referida destaca três personagens centrais: mãe, criança e educadora, em seus mútuos relacionamentos, os quais criam vários campos interconectados. O campo mãe-criança está inserido, principalmente, no cenário da família. Os outros dois, educadora-criança e mãe-educadora...

Tratamento cirúrgico da atresia de vias biliares: a experiência do hospital municipal jesus, 1997-2000

Jesus,Lisieux Eyer de; Monteiro,Paulo Cesar Costa
Fonte: Colégio Brasileiro de Cirurgiões Publicador: Colégio Brasileiro de Cirurgiões
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2001 PT
Relevância na Pesquisa
65.77%
OBJETIVO: Analisar a indicação, resultados e limitações da portoenterostomia para o tratamento da atresia de vias biliares em hospital infantil terciário no Rio de Janeiro-RJ/Brasil. MÉTODO: Foram estudados prospectivamente oito pacientes submetidos à portoenterostomia do tipo Kasai 1, num período de três anos (1997-2000). Todos foram submetidos à antibioticoterapia profilática, uso de colerético, reavaliação médica mensal nos primeiros seis meses de seguimento e reavaliação laboratorial, ultra-sonográfica e através de endoscopia digestiva alta em prazos programados. RESULTADOS: Em cinco pacientes foi possível obter drenagem biliar estável e satisfatória por > 6 meses pós-operatórios. Quatro faleceram no período de observação (um por insuficiência hepática, um por colangite, dois por hemorragias digestivas, inclusive os três pacientes em que não foi obtida drenagem biliar satisfatória). Quatro persistem em bom estado geral, anictéricos, um deles com fibrose hepática residual grave e provável indicação futura de transplante hepático. Detectamos problemas graves com relação ao encaminhamento tardio de doentes para tratamento e para disponibilizar transplante hepático quando necessário. CONCLUSÕES: Os resultados da portoenterostomia são compensadores quando é possível obter bom débito biliar no pós-operatório. Em pacientes em que não é obtida boa drenagem biliar o pós-operatório é tormentoso e o óbito é esperado até o segundo ano de vida sem o uso de transplante hepático. É necessário disponibilizar transplante hepático pediátrico em nosso meio e conscientizar a comunidade médica para o encaminhamento precoce de bebês ictéricos além dos primeiros 15 dias de vida para investigação e tratamento em unidades especializadas.

Observação da relação mãe-bebê pertencentes à classe trabalhadora durante o primeiro ano de vida

Benelli,Sílvio José; Sagawa,Roberto Vutaka
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Campinas Publicador: Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2000 PT
Relevância na Pesquisa
66.13%
A presente pesquisa tem por objetivo realizar um estudo da subjetividade da relação mãe-bebê, no contexto social brasileiro, pertencentes às classes trabalhadoras populares. Partindo do trabalho de René Spitz e de seu estudo das relações objetaisduranteo primeiro ano de vida da criança, utilizando uma abordagem metodológica psicanalítica e a técnica da observação participante, observamos três díades durante o primeiro ano de vida dos bebês, na cidade de Tarumã, interior do Estado de São Paulo. Os dados foram obtidos por meio de visitas semanais de observação, com uma hora de duração cada uma. Depois de coletados, os dados foram analisados e comparados com a teoria de Spitz. Os resultados encontrados não diferem dos de Spitz, embora tenhamos encontrado uma especificidade na subjetividade das famílias pertencentes à classe trabalhadora popular.

O método Bick de observação de bebês como método de pesquisa

Oliveira-Menegotto,Lisiane Machado de; Menezes,Clarissa Corrêa; Caron,Nara Amália; Lopes,Rita de Cássia Sobreira
Fonte: Departamento de Psicologia da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro Publicador: Departamento de Psicologia da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2006 PT
Relevância na Pesquisa
116.21%
O artigo apresenta uma discussão sobre o potencial do método Bick de observação de bebês como método de pesquisa. Desenvolvemos uma descrição do método desde a sua criação, buscando possíveis aproximações com a clínica e com a pesquisa. Além disso, discutimos os aspectos éticos do método Bick de observação aplicado à pesquisa. O método Bick de observação tem conquistado cada vez mais reconhecimento, sendo aplicado à pesquisa, em função de seu potencial de gerar novas idéias e contribuir com discussões teóricas no âmbito da Psicologia do Desenvolvimento e, sobretudo, da Psicanálise.

Comportamento de bebês em situações de separação e reencontro com os pais, na rotina diária da creche

Melchioril,Lígia Ebner; Alves,Zélia Maria Mendes Biasoli
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2000 PT
Relevância na Pesquisa
76.08%
Esse trabalho teve por objetivo verificar como é o comportamento dos bebês e adultos no momento de separação e reencontro em uma creche do interior paulista. Os dados foram obtidos através de entrevista semi-estruturada com 21 educadoras de creche, individualmente entrevistadas, sobre cada bebê de 4 a 24 meses sob seus cuidados (n=71) e através da observação gravada em vídeo da situação de separação e reencontro entre pais-bebês. Os dados obtidos foram analisados de forma quantitativa, quantitativa-interpretativa e qualitativa. Os resultados desse estudo parecem indicar que essa amostra de bebês tem uma forte ligação com a figura materna, evidenciada principalmente depois dos oito meses em diante, com possibilidades de ser um apego seguro em função da manifestação de alegria quando as mães retornam e da afetividade demonstrada por elas; isto leva a afirmação de que o fato de o bebê permanecer no ambiente coletivo durante o dia não estaria afetando o seu vínculo afetivo com a mãe.

Influência dos fatores maternos e práticas de aleitamento materno no ingurgitamento mamário

Jesus, Ana Luísa Barreto Correia de
Fonte: Escola Superior de Enfermagem de Coimbra Publicador: Escola Superior de Enfermagem de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 10/01/2014 POR
Relevância na Pesquisa
65.77%
A importância do aleitamento materno é incontestável, porém a maioria das mães inicia a alimentação dos bebés com leite artificial e outros alimentos antes dos 4 meses e muitas deixam de amamentar muito antes dos 2 anos. No processo do aleitamento materno, o ingurgitamento mamário é uma condição dolorosa e desagradável, que afeta um grande número de mulheres no pós-parto, surgindo num momento em que as mães estão a lidar com as exigências de um novo bebé. Com base na questão de partida ?Em que medida os fatores maternos e as práticas de aleitamento materno influenciam o ingurgitamento mamário?? foram formulados os seguintes objetivos: relacionar os fatores maternos e as práticas de aleitamento materno com o ingurgitamento mamário; identificar as intervenções realizadas pelas mães para reduzir o ingurgitamento mamário; identificar as intervenções mais agradáveis e com melhores resultados no alívio dos sintomas da mama no ingurgitamento mamário, referenciadas pelas mães. Realizou-se um estudo quantitativo, do tipo descritivo-correlacional, não experimental, retrospetivo e exploratório. O questionário foi o instrumento de recolha de dados, aplicado a uma amostra de 80 mulheres que foram mães nos anos de 2010...

Aspectos funcionais da comunicação: estudo longitudinal dos primeiros três anos de vida; Functional aspects of communication: a longitudinal study of the first three years of life

LA HIGUERA AMATO, Cibelle Albuquerque de; FERNANDES, Fernanda Dreux Miranda
Fonte: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia Publicador: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
65.76%
O objetivo deste estudo de casos múltiplos é apresentar elementos para a discussão e a análise do desenvolvimento da comunicação desde o período pré-verbal. A apresentação dos casos inicia-se com a descrição do corpus de análise, seguida pela síntese dos dados referentes aos aspectos pragmáticos da comunicação de seis sujeitos, entre o primeiro e o 36º mês de vida. Foram incluídos os dados referentes ao número de atos comunicativos expressos por minuto, a ocupação do espaço comunicativo, a proporção de utilização dos meios comunicativos e a proporção de interatividade da comunicação. A análise individualizada do número de atos comunicativos produzidos em cada uma das amostras evidencia uma tendência crescente quase constante. No entanto, variações individuais também ocorreram. A ocupação do espaço comunicativo mostrou variações maiores e mais constantes que, não obstante, continuam a evidenciar evolução. O acompanhamento longitudinal possibilita a observação da proporção do uso do meio verbal e seu papel fundamental na comunicação de crianças a partir dos 21 meses. A partir dos 30 meses, esse meio é mais usado que o meio gestual, embora os gestos continuem a ser responsáveis por uma parte importante da comunicação iniciada pela criança. No que diz respeito à interatividade de comunicação...

Comportamento de bebês em situações de separação e reencontro com os pais, na rotina diária da creche; The behavior of babies on the routine of a day care center: separation and meeting

Melchioril, Lígia Ebner; Alves, Zélia Maria Mendes Biasoli
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/07/2000 POR
Relevância na Pesquisa
76.08%
This paper aims to verify how do babies and adults behave at the moment when they meet and separate at a day-care-center. Data were obtained from individual interviews following a semi-structured guide with 21 educators of the day-care-center about each from 4 to 24 months under their care (n=90) and from the video tape records of the situations. Data were analyzed through a quantitative system, quantitative-interpretative and qualitative one. The results of this study indicate that this babies' sample has a strong link with mother, specially after the eight month. This finding suggests a secure attachment pattern because they manifest a lot of joy when their mothers come back and they are very affective with them. So, collective setting is not affecting, in a negative way, babies/mothers attachment.; Esse trabalho teve por objetivo verificar como é o comportamento dos bebês e adultos no momento de separação e reencontro em uma creche do interior paulista. Os dados foram obtidos através de entrevista semi-estruturada com 21 educadoras de creche, individualmente entrevistadas, sobre cada bebê de 4 a 24 meses sob seus cuidados (n=71) e através da observação gravada em vídeo da situação de separação e reencontro entre pais-bebês. Os dados obtidos foram analisados de forma quantitativa...

Comportamento de bebês em situações de separação e reencontro com os pais, na rotina diária da creche; The behavior of babies on the routine of a day care center: separation and meeting

Melchioril, Lígia Ebner; Alves, Zélia Maria Mendes Biasoli
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/07/2000 POR
Relevância na Pesquisa
76.08%
Esse trabalho teve por objetivo verificar como é o comportamento dos bebês e adultos no momento de separação e reencontro em uma creche do interior paulista. Os dados foram obtidos através de entrevista semi-estruturada com 21 educadoras de creche, individualmente entrevistadas, sobre cada bebê de 4 a 24 meses sob seus cuidados (n=71) e através da observação gravada em vídeo da situação de separação e reencontro entre pais-bebês. Os dados obtidos foram analisados de forma quantitativa, quantitativa-interpretativa e qualitativa. Os resultados desse estudo parecem indicar que essa amostra de bebês tem uma forte ligação com a figura materna, evidenciada principalmente depois dos oito meses em diante, com possibilidades de ser um apego seguro em função da manifestação de alegria quando as mães retornam e da afetividade demonstrada por elas; isto leva a afirmação de que o fato de o bebê permanecer no ambiente coletivo durante o dia não estaria afetando o seu vínculo afetivo com a mãe.; This paper aims to verify how do babies and adults behave at the moment when they meet and separate at a day-care-center. Data were obtained from individual interviews following a semi-structured guide with 21 educators of the day-care-center about each from 4 to 24 months under their care (n=90) and from the video tape records of the situations. Data were analyzed through a quantitative system...

Un objeto brillante - pasos iniciales del tratamiento psicoanalitico de los bebés con D. W. Winnicott; Um objeto reluzente - passos iniciais da clínica psicanalítica com bebês de D. W. Winnicott; A shiny object - initial steps of psychoanalytic clinic for babies with D. W. Winnicott

Vorcaro, Ângela Maria Resende; Corrêa, Fernanda Marinho
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/2014 POR
Relevância na Pesquisa
66.12%
Departing from interrogations concerning the specificity of the psychoanalytical practice with infants, we resume the Winnicottian method known as "The observation of infants in a set situation" (Winnicott, 1941/1978a) in order to recover the theoretical and clinical range of this instrument. Through this instrument, Winnicott evaluates the psychic condition of the infant and locates his/hers behavioral pattern in a specific setting, which includes the doctor, the mother, the infant, and an object (a shiny spatula). We believe that the Winnicottian´s instrument, even though described in an article written in the 40's, is current and efficient in recognizing early signs of baby distress.; De las cuestiones relativas a la especificidad del método psicoanalítico con niños reanudó Winnicott llama "La observación de bebés en una situación establecida" (Winnicott, 1941/1978a). Con este instrumento, Winnicott evaluar el estado mental del bebé en un entorno específico que incluye al médico, la madre, el bebé y un cuchillo reluciente. Creemos que el instrumento de Winnicott, a pesar de que fue descrito en un artículo publicado en los años 40, es la manera actual y eficaz para reconocer los primeros signos de sufrimiento bebé.; Com base em interrogações concernentes à especificidade da clínica psicanalítica com bebês...

Leitura de bebês; Lectura de bebés; Reading babies

Jerusalinsky, Julieta; Berlinck, Manoel Tosta
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2008 POR
Relevância na Pesquisa
76.12%
When treating a baby, a therapist must intervene not only by listening but mainly by reading. One must read the baby's productions and also the way the parents translate their words into actions when taking care of their infant. This brings about the need to consider the way the therapist looks to the symptom visible in the baby's body. He must act differently when observing babies and when acting in a clinic that intervenes by reading.; Na clínica com a primeira infância se intervém não só por meio da escuta, mas fundamentalmente por meio de uma leitura - leitura que opera em relação às produções do bebê e também em relação ao modo de seus pais colocarem em ato seu discurso nos cuidados que lhe dirigem. Isto leva a considerar de que modo o olhar do clínico se situa diante do sintoma dado a ver no corpo do bebê, diferenciando seu lugar na observação de bebês do que ocupa em uma clínica que intervém por meio de uma leitura.; En la clínica con bebés se interviene no solo por la escucha sino fundamentalmente por una lectura lectura que se opera em relación a las produciones del bebé y también em relación al modo que sus padres colocan em acto su discurso en los cuidados que le dirijen. Esto implica considerar como la mirada del clínico se situa frente al sintoma dado a ver en el cuerpo del bebé...