Página 1 dos resultados de 47 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

Le despotisme d’usine et la crise du syndicalisme dans le contexte de la globalisation: Le cas de l’industrie portugaise de chaussures

Estanque, Elísio
Fonte: Centro de Estudos Sociais Publicador: Centro de Estudos Sociais
Tipo: Trabalho em Andamento
FRA
Relevância na Pesquisa
16.72%
Le présent texte aborde les transformations en cours dans le monde du travail et vise discuter certains des problèmes et des défis que les travailleurs et les syndicats ont devant soi face aux actuelles dynamiques. La croissante fragmentation de la production et la précarisation des relations de travail seront analysées à partir de quelques exemples retirés d’une étude de cas portant sur l’industrie de chaussures au Portugal. Le but est, d’un côté, de mettre en évidence les impactes locaux de la compétitivité mondiale et de la force du marché. D’un autre côté, il s’agit d’avoir un aperçu des expériences de l’action collective et de la résistance ouvrière. Celles-ci revêtissent, dans ce cas, des contours spécifiques tant en ce qui concerne la lutte syndicale – développée sous des conditions particulièrement difficiles – comme en ce qui touche les pratiques et les «jeux» de résistance et/ou de consentement de la part des ouvriers dans leur quotidien au sein de l’usine.

As práticas discursivas dos operários em empreendimentos de produção industrial autogestionária

Webler, Darlene Arlete
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
17.7%
Esta tese apresenta nossa pesquisa acerca das práticas discursivas de trabalhadoresassociados em empreendimentos de produção industrial na modalidade da autogestão, no Rio Grande do Sul. Trata-se de empreendimentos autogestionários que se instauraram a partir de empresas de gestão capitalista – ou seja, de massas falidas – e que se apresentam atualmente como alternativas de geração de trabalho e renda e de construção de novas relações sociais de produção. Nosso propósito principal reside em comprovar que as práticas discursivas emergentes na organização operária autogestionária instituem um novo campo discursivo, o que significa dizer que se trata de um acontecimento discursivo. Assim, o estudo passa pela observação dos discursos que emergem dos e sobre os sujeitos autogestionários, revelando novas concepções de trabalho, novas práticas discursivas que são atravessadas por saberes confluentes, contraditórios e até antagônicos à autogestão. A opção teórica, para o presente estudo, está alicerçada na perspectiva da Análise do Discurso, de linha francesa, a partir de Michel Pêcheux, caracterizando-se pelo enfoque nos processos de produção de sentido e de suas determinações histórico-sociais...

O sindicalismo português entre 1933 e 1974:orientações políticas e estratégicas do Partido Comunista Português para a luta sindical

Lopes, Maria Filomena Rocha
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
16.72%
Tese de doutoramento, História (História Contemporânea), Universidade de Lisboa, Faculdade de Letras, 2012; O Sindicalismo português, na transição da Ditadura Militar para a plena institucionalização do Estado Novo, caracteriza-se por duas vertentes essenciais: a busca pela reorganização do tecido sindical, destruído por medidas governamentais de repressão e pela ilegalização das principais organizações sindicais, e por uma ampla discussão em torno de opções de carácter ideológico, orientadores da acção sindical. Esta transição provocará a ruptura nas organizações sindicais, colocando à margem da lei as suas principais estruturas, com recurso a métodos coercivos e punitivos, implacavelmente aplicados pela PVDE, sobre estas organizações e os seus principais dirigentes. A legislação laboral de 1933 rompe com o sindicalismo livre impondo sindicatos únicos de feição nacionalista, colaboracionistas, servis em relação aos interesses económicos nacionais e sustentados por uma negação dos princípios do internacionalismo, da pluralidade, da solidariedade e da liberdade de acção sindical que tinham caracterizado o sindicalismo português. O Estado Novo destrói, com recurso a acções de extrema violência...

Meio social, família e classe operárias

Almeida, Ana Nunes
Fonte: CIES-ISCTE / CELTA Publicador: CIES-ISCTE / CELTA
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /03/1992 POR
Relevância na Pesquisa
17.7%
Sob o pano de fundo de uma visão crítica das abordagens que a sociologia da família faz à "família operária" procura-se, neste artigo, aproximar os resultados a que conduziu um Inquérito à População Operária Activa no Barreio em 1988, de alguns temas e problemas que a teoria das classes sociais tem chamado a si. Abordar, como aqui se procura, os grupos domésticos operários a partir da sua posição social, ao mesmo tempo que renova e problematiza algumas dominantes maneiras de entender a sociologia da família significa interpelar e enriquecer também, pelas novas dimensões da realidade que põe a nu, a própria sociologia das classes. De facto, e se é verdade que uma visão atomista da estrutura social do concelho do Barreiro dá dos seus operários uma imagem fechada da classe "pura e dura", reproduzindo-se em bloco de geração em geração, abordá-la a partir do grupo doméstico (de orientação ou de procriação) introduz perturbações naquele modelo: não só encontramos as clivagens que perturbam a unidade da classe e a evidência do seu relativo fechamento, como ainda deparamos com significativos sinais de abertura - a outras classes (quer a montante como a jusante) ou a outros universos profissionais (ao lado).; Within the context of a critical view of the sociology of the family to the "Working class family"...

Ruptura geracional induzida e estratégias de gestão: a experiência nas montadoras do sul fluminense

Santana,Marco Aurélio
Fonte: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes Publicador: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2010 PT
Relevância na Pesquisa
16.72%
Entre o arsenal de práticas implementadas pelas empresas com as mudanças operadas no mundo do trabalho, nas décadas recentes, a indução do corte entre gerações na força de trabalho pode ser considerada uma das mais frequentes e eficazes. O que está em jogo aqui é uma ruptura geracional induzida, que guarda relações com as mudanças objetivas ocorridas no setor industrial, mas que, sobretudo, são acentuadas e utilizadas no sentido de minar o potencial identitário e coletivo dos trabalhadores. Um dos modelos mais bem acabados dessa prática foi o caso francês, analisado com maestria no clássico Retour sur la condition ouvrière, de Stephane Beaud e Michel Pialoux. A ideia no presente artigo é analisar o caso particular de uso dessa estratégia pelas montadoras instaladas no sul fluminense, avaliando seus impacto concretos no que diz respeito 1) ao possível desarmar da classe operária e de sua forma de resistência; 2) à ruptura geracional; 3) à separação entre "empregáveis" e "não empregáveis"; 4) à possível desarticulação do coletivo operário e 5) à erosão das base tradicionais de transmissão de valores identitários.

Rebeliões urbanas e a desestruturação das classes populares (França, 2005)

Beaud,Stéphane; Pialoux,Michel
Fonte: Departamento de Sociologia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo Publicador: Departamento de Sociologia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2006 PT
Relevância na Pesquisa
16.72%
Tomando como ponto de partida a rebelião urbana ocorrida na França em outubro-novembro de 2005, os autores chamam a atenção para o que consideram novidade em relação às outras ocorridas na França nas últimas décadas: a participação de jovens "ordinários", por vezes bem situados no sistema de ensino e integrados no mercado de trabalho, porém quase sempre em situações precárias e instáveis, sem chances de evoluir socialmente. Evidência primeira de uma profunda degradação das condições de trabalho nos últimos anos, os autores tecem um quadro social em que se articulam desemprego, trabalho precário e fechamento de horizontes de futuro, situações de fracasso escolar e agravamento da segregação urbana, junto com formas abertas de racismo que atingem diretamente os jovens filhos de famílias imigrantes, em boa parte moradores dos conjuntos habitacionais. A questão proposta pelos autores é a necessidade de inscrever esses acontecimentos no quadro mais amplo da desestruturação das classes populares francesas, ou seja: a questão importante a ser compreendida é a condição operária "após a classe operária". Os autores retomam discussões de seu livro Retour sur la condition ouvrière (1999), com o agravamento da condição operária nos anos mais recentes...

The control of ovary development in worker honeybees (Apis mellifera)

Butler, C.G.
Fonte: INRA - Instituto Nacional de Investigação Agronômica da França Publicador: INRA - Instituto Nacional de Investigação Agronômica da França
Tipo: Journal Article-postprint
EN; GERMAN
Relevância na Pesquisa
16.72%
Während Übereinstimmung darüber erreicht worden ist, dass die Arbeitsbienen eine ovarienhemmende Substanz von ihren Königinnen erhalten, ist es weder klargestellt worden, wie diese Substanz unter die Arbeitsbienen verteilt wird, noch ob die Königin eine psychische Wirkung auf sie ausübt. Wenn die Versuchsresultate vonVoogd undButler sowie die Resultate dieser Arbeit zusammen betrachtet werden, scheint es klar, dass ein Extrakt dieser Substanz, wenn er an weisellose Arbeiterinnenverfüttert wird, eine deutliche Hemmwirkung auf die Ovarienentwicklung ausübt. Die Versuchsresultate deuten jedoch darauf hin, dass diese Substanz wirkungsvoller ist, wenn sie den Arbeitsbienen auf dem Körper einer toten Biene, oder dem Modell einer Biene, dargeboten wird, als wenn man sie dem Futter beimischt. Es scheint aber unwahrscheinlich, dass dies auf eine psychische Reizwirkung zurückzuführen ist

The effect of mandibular gland extirpation on the longevity and attractiveness of workers of queen honey bees, apis mellifera

Zmarlicki, Cyprian; Morse, Roger A.
Fonte: INRA - Instituto Nacional de Investigação Agronômica da França Publicador: INRA - Instituto Nacional de Investigação Agronômica da França
Tipo: Journal Article-postprint
EN; ENGLISH
Relevância na Pesquisa
16.72%
The mandibular glands were extirpated from 6 of 12 mated, sister queen honey bees, 1 month old. Two of the modified and five of the untreated queens survived after being held for about 11 months in otherwise normal colonies. The modified queens were almost completely unattractive to worker bees at the end of the experiment. The brood quantity and quality in the colonies headed by modified queens was not very dissimilar from those found in the check colonies.

TEMBEC, un exemple réconfortant de participation ouvrière

Laporte, Pierre
Fonte: Université de Montréal Publicador: Université de Montréal
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 481412 bytes; application/pdf
Relevância na Pesquisa
16.72%

Rebelle devant les extrêmes : Paul Levi, une biographie politique

Cyr, Frédéric
Fonte: Université de Montréal Publicador: Université de Montréal
Tipo: Thèse ou Mémoire numérique / Electronic Thesis or Dissertation
FR
Relevância na Pesquisa
17.36%
Cette thèse de doctorat est une biographie politique de Paul Levi, militant marxiste qui a fait carrière en Allemagne durant la période de l’entre-deux-guerres. Dès 1914, Levi incarne un courant radical à l’intérieur du Parti social-démocrate d’Allemagne (SPD). Il dénonce, entre autres, aux côtés de Rosa Luxemburg l’appui du parti à l’effort militaire national. Levi s’inspire également de Lénine qu’il rencontre pour la première fois en Suisse en 1916-1917. Lorsqu’il prend les commandes du Parti communiste d’Allemagne (KPD) en 1919, Levi dirige celui-ci d’une main de fer, selon le concept du « centralisme démocratique ». Il fait également tout en son pouvoir pour faire éclater la révolution ouvrière en Allemagne afin d’installer une dictature du prolétariat qui exclurait toutes les classes non ouvrières du pouvoir. En ce sens, Levi imagine un État socialiste semblable à celui fondé par Lénine en Russie en 1917. Contrairement à l’historiographie traditionnelle, notre thèse montre conséquemment que Levi n’était guère un « socialiste démocrate ». Il était plutôt un militant marxiste qui, par son radicalisme, a contribué à diviser le mouvement ouvrier allemand ce qui, en revanche...

Resolución 191(IX): Capacitación obrera en los problemas del desarrollo económico y social = Resolution 191(IX): Training of labour in economic and social development problems = Résolution 191(IX): Formation ouvrière concernant les problèmes du développement économique et social

Fonte: CEPAL - Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe Publicador: CEPAL - Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe
EN; FR; ES
Relevância na Pesquisa
16.72%

Poster Criticizing Haitian President Jean-Claude Duvalier by the Central Autonome des Travailleurs Haïtiens (CATH)

Central Autonome des Travailleurs Haïtiens (CATH)
Fonte: Lutte ouvrière; Lutte ouvrière Publicador: Lutte ouvrière; Lutte ouvrière
Tipo: mixed material Formato: Speech
Publicado em //1981 FRENCH
Relevância na Pesquisa
17.36%
(Funding) Digitized with funding from the Green Family Foundation

El TNO y la evolución de la comunidad francófona de Sudbury (Ontario)

Pisa Cañete, María Teresa
Fonte: Murcia: Universidad de Murcia, Editum Publicador: Murcia: Universidad de Murcia, Editum
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
SPA
Relevância na Pesquisa
16.72%
In 1971 “Le Théâtre du Nouvel Ontario” was founded in Sudbury (in the Northeast of Ontario) by a group of university students, willing to answer the questions “Who are we?” by the means of the arts and, specially, theatre. Those pieces of work were based on the everyday life (they talked about traditions and discrimination, but also about the possibility of a change for the better), were addressed to the young and the working class, and were written in the language of the region. Later, the authors as well as the public preferred more universal topics, and going to the theatre became an artistic experience. Nowadays, according to sociologists Laflamme and Mainville (2007), in order to get to know the people who go to the theatre, it is necessary to ask them about their likes, opinions and feelings. This methodology has been applied as the frame of work for the analysis of some data collected through field work among the French-speaking community of Sudbury in 2006.; En 1971 Le Théâtre du Nouvel Ontario a été fondé à Sudbury (dans le Nord-est de l’Ontario) par un groupe d’étudiants universitaires, qui voulaient répondre à la question “Qui suis-je?” à travers les arts et, principalement, le théâtre. Ces pièces-là s’inspiraient de la vie de tous les jours (elles parlaient des traditions et de la discrimination...

Recollecting Work : Labour and Class in Contemporary North American Historical Fiction

D'Abramo, Kevin
Fonte: Université de Montréal Publicador: Université de Montréal
Tipo: Thèse ou Mémoire numérique / Electronic Thesis or Dissertation
EN
Relevância na Pesquisa
17.36%
Ma thèse examine quatre romans de l`époque post-1960 qui s’appuient sur le genre de la littérature prolétarienne du début du vingtième siècle. Se basant sur les recherches récentes sur la littérature de la classe ouvrière, je propose que Pynchon, Doctorow, Ondaatje et Sweatman mettent en lumière les thèmes souvent négligés de cette classe tout en restant esthétiquement progressiste et pertinents. Afin d’explorer les aspects politiques et formels de ces romans, j’utilise la « midfiction », le concept d’Allen Wilde. Ce concept vise les textes qui utilisent les techniques postmodernes et qui acceptent la primauté de la surface, mais qui néanmoins essaient d’être référentiels et d’établir des vérités. Le premier chapitre de ma thèse propose que les romans prolétariens contemporains que j’ai choisis utilisent des stratégies narratives généralement associées avec le postmodernisme, telles que la métafiction, l’ironie et une voix narrative « incohérente », afin de contester l’autorité des discours dominants, notamment les histoires officielles qui ont tendance à minimiser l’importance des mouvements ouvriers. Le deuxième chapitre examine comment les romanciers utilisent des stratégies mimétiques afin de réaliser un facteur de crédibilité qui permet de lier les récits aux des réalités historiques concrètes. Me référant à mon argument du premier chapitre...

Constructions et représentation de la classe ouvrière du Nord du Québec à Fermont

Messier- Moreau, Laurence
Fonte: Université de Montréal Publicador: Université de Montréal
Tipo: Thèse ou Mémoire numérique / Electronic Thesis or Dissertation
FR
Relevância na Pesquisa
37.91%
À l'ère de la mondialisation, où la matrice capitaliste continue de dominer, la classification dans les groupes se définit encore en termes de classes, de genres et d'ethnicité. Les transformations causées par la mondialisation actuelle entraînent de nouveaux modes de production, qui à leur tour transforment les modes de définition et de régulation des populations. Le projet d'exploitation du Nord du Québec est un phénomène relativement récent; or, le processus de construction d'une classe sociale n'est pas un phénomène nouveau. La formation des classes sociales étant toujours en évolution, il semble aujourd'hui pertinent de réexaminer les facteurs économiques, sociologiques et historiques des caractéristiques théoriques nécessaires à la construction et à la représentation d'une classe sociale dont l'existence est liée à l'exploitation accrue des richesses naturelles, la classe ouvrière du Nord du Québec.

 À Fermont, dans le Nord du Québec, les compagnies minières emploient depuis 2011 une grande quantité de travailleurs québécois provenant de l'extérieur de la région, des travailleurs permanents non- résidents. Ainsi, la structure sociale construite sur la force de travailleurs locaux est aux prises avec de nouvelles dynamiques de mobilité sociale géographique. Au travail...

A educação e a dinâmica de auto-organização das empregadas domésticas portuguesas do Sindicato do Serviço Doméstico (1960-1985)

Vieira, Antónia Celeste de Jesus
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
17.36%
“A Educação e a dinâmica de auto-organização das empregadas domésticas portuguesas do Sindicato do Serviço Doméstico (1960 - 1985)” procura ser um contributo para o conhecimento dos processos formativos nos domínios pessoal, social e profissional de mulheres em dinâmicas de auto-organização. Para isso tomámos como objecto de estudo o grupo de mulheres que deu origem ao Sindicato de Serviço Doméstico (SSD) e à Cooperativa Operária de Prestação de Serviços – Cooperserdo. Para a contextualização do campo acabámos por constituir um outro objecto de estudo – a história da constituição do Sindicato e da Cooperativa. Acabámos por estabelecer o processo de auto-organização e analisar o trajecto daquelas activistas, para compreender os processos e as aprendizagens realizadas. Procurámos identificar os processos de auto, hetero e co-formação no contexto formal, não formal e informal e o desenvolvimento de competências a eles associados: cognitivas, de organização (gestão/acção); de participação (mobilizadoras/mobilizadas); de comunicação (autoras/intérpretes); formativas (de concepção/execução) e ainda competências profissionais acrescidas e específicas na área da alfabetização e restauração. O estabelecimento da origem do Sindicato do Serviço Doméstico e da Coopersedo constitui o quadro a partir do qual analisamos as experiências de vida de algumas das fundadoras e principais activistas. O processo da sua constituição permitiu identificar formações prévias...

Um novo sindicalismo "político"? O caso do SUD-PTT em França

Sainsaulieu, Ivan
Fonte: CIES-ISCTE / CELTA Publicador: CIES-ISCTE / CELTA
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /12/1999 POR
Relevância na Pesquisa
17.91%
O sindicato SUD-PTT (Solidaires, Unitaires et Democratiques) é uma cisão recente (1989) de uma parte da federação parisiense da CFDT (Confédération Générale du Travail), segunda central sindical em França. Apoiou-se nos PTT (Poste, Téléphones et Telecomunications) ao ponto de representar a segunda força na France Télécom (25%) e a quarta em La Poste (16%), logo atrás da FO (Force Ouvrière). Foi activado por uma geração de militantes marcados pelo Maio de 68, politicamente próximos da extrema esquerda, os quais estão em contenda com uma geração de novos aderentes. Consequentemente, ideologia e preferência partidária são postas de lado em nome do pragmatismo, enquanto um sentido elevado das questões transversais conduz a um sindicalismo societal original, o qual faz escola em diferentes serviços púbicos (saúde, educação, transportes ferroviários, banca e seguros) e marginalmente no sector privado.; The SUD-PTT (Solidaires, Unitaires et Democratiques) trade union recently (1989) broke away from part of the Paris-based CFDT (Confédération Française Démocratique du Travail), which is the second-largest trade union in France. Its membership is concentrated in PTT (Poste, Téléphones et Télécomunications - the French Post Office)...

Informations ouvrières : organe de la Fédération des Comités d'Alliance Ouvrière

Fonte: París : Fédération des Comités d'Alliance Ouvrière, Publicador: París : Fédération des Comités d'Alliance Ouvrière,
Formato: application/pdf; application/pdf; application/pdf; application/pdf; application/pdf; application/pdf; application/pdf; application/pdf; application/pdf; application/pdf; application/pdf; application/pdf; application/pdf; application/pdf; application/pdf;
Publicado em //[1968] FRA; FRE
Relevância na Pesquisa
37.7%
VILADOT-CEDOC

La Verité des revolutionnaires : organe de l'OCI : fraction Ligue Internationale de Reconstruction de la IVème Internationale

Fonte: París : Ligue Ouvrière Revolutionnaire, Publicador: París : Ligue Ouvrière Revolutionnaire,
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf; application/pdf; application/pdf; application/pdf; application/pdf; application/pdf; application/pdf; application/pdf; application/pdf; application/pdf; application/pdf; application/pdf; application/pdf; application/pdf; application/pdf;
Publicado em //1975 FRA; FRE
Relevância na Pesquisa
27.36%
VILADOT-CEDOC

Rebeliões urbanas e a desestruturação das classes populares (França, 2005); Urban revolts and the destructuring of the working class (France 2005)

Beaud, Stéphane; Pialoux, Michel
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2006 POR
Relevância na Pesquisa
17.36%
Tomando como ponto de partida a rebelião urbana ocorrida na França em outubro-novembro de 2005, os autores chamam a atenção para o que consideram novidade em relação às outras ocorridas na França nas últimas décadas: a participação de jovens "ordinários", por vezes bem situados no sistema de ensino e integrados no mercado de trabalho, porém quase sempre em situações precárias e instáveis, sem chances de evoluir socialmente. Evidência primeira de uma profunda degradação das condições de trabalho nos últimos anos, os autores tecem um quadro social em que se articulam desemprego, trabalho precário e fechamento de horizontes de futuro, situações de fracasso escolar e agravamento da segregação urbana, junto com formas abertas de racismo que atingem diretamente os jovens filhos de famílias imigrantes, em boa parte moradores dos conjuntos habitacionais. A questão proposta pelos autores é a necessidade de inscrever esses acontecimentos no quadro mais amplo da desestruturação das classes populares francesas, ou seja: a questão importante a ser compreendida é a condição operária "após a classe operária". Os autores retomam discussões de seu livro Retour sur la condition ouvrière (1999), com o agravamento da condição operária nos anos mais recentes...