Página 1 dos resultados de 7 itens digitais encontrados em 0.008 segundos

Desenvolvimento de uma plataforma web para o Sistema de Gestão de Investigação, Desenvolvimento e Inovação : estudo de caso na empresa BF Consultores

Rito, Tomás Cardoso Peixoto
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
46.5%
Dissertação de mestrado em Engenharia de Sistemas; Nos dias que correm, a inovação desempenha cada vez mais um papel decisivo no sucesso das organizações que, de forma sustentada, levam a cabo projetos inovadores. Em Portugal, a Norma Portuguesa 4457:2007 assume-se como reguladora do Sistema de Gestão de Inovação português, conferindo às organizações nacionais a certificação do Sistema de Gestão de Investigação, Desenvolvimento e Inovação. As empresas que desenvolvem consultoria na área de gestão de investimentos vivem um ambiente competitivo muito exigente, encontrando nos projetos de inovação uma forma de garantir alguma diferenciação, oferecendo serviços mais eficazes e eficientes aos seus clientes. A BF Consultores, como empresa certificada pela norma 4457:2007 para serviços prestados aos seus clientes na área da gestão de investimentos, encontra-se a desenvolver um projeto de inovação que procura, de certa forma, aproximar os consultores e os clientes, colmatando as falhas do sistema até aqui utilizado. Até então, não existe um canal bidirecional de comunicação fidedigno, existindo perda de informação durante os diversos contactos realizados (via email, telefone e mesmo pessoalmente)...

Avaliação dos benefícios da certificação em inovação : estudo de caso de uma empresa

Coelho, Luís Miguel Amaral Pinheiro
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /04/2012 POR
Relevância na Pesquisa
46.16%
A inovação é uma das principais preocupações das empresas de todo o mundo nos dias de hoje e, como tal, estas vêem-se obrigadas a definir estratégias para o seu desenvolvimento. A certificação em inovação é uma ferramenta recente que obriga as empresas a definir, planear, executar e avaliar a sua estratégia de inovação. O presente trabalho final de mestrado tem como principal objectivo a avaliação dos benefícios da certificação em inovação para a Empresa A, com o intuito de se determinar até que ponto esta será uma mais-valia na persecução dos seus objectivos e, assim, ajudar na tomada de decisão sobre a sua implementação. Para o desenvolvimento da investigação foi realizado um estudo exploratório e qualitativo suportado num estudo de caso, a Empresa A. Através de diversos meios foi realizada uma análise à norma que regula a certificação em inovação e uma caracterização da empresa e do seu estado na área de inovação. Foi, também, feito um mapeamento dos processos, actividades e tarefas existentes na empresa para se perceber qual o nível de adequação desta à norma. Após o levantamento e tratamento da informação necessária ao desenvolvimento do estudo constatou-se que a Empresa A possui um nível elevado de adequação à norma que rege a certificação em inovação. No entanto...

Desenvolvimento de um gestor de ideias no âmbito da IDI empresarial

Simões, Pedro António Ramos Monteiro
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
26.23%
As tecnologias da informação (TI) são indispensáveis para a eficiência dos sistemas de informação (SI) existentes em todo o género de organizações. No aspeto mais lato, a responsabilidade das TI centra-se na otimização dos sistemas de gestão (SG) e métodos organizacionais, através da integração de equipamentos eletrónicos e soluções informáticas para a captação, processamento e disseminação da informação. Contudo, de modo a atingir ótimos índices de competitividade e consequente sucesso, as organizações devem possuir um vínculo estrito entre as tecnologias de informação e os seus sistemas de informação. O presente projeto nasceu do interesse de uma organização em adotar ou criar soluções informáticas com o objetivo de melhorar o seu Sistema de Gestão de Investigação, Desenvolvimento e Inovação (SG IDI). Neste contexto, tendo por base a norma portuguesa NP 4457:2007, foi efetuada uma análise do sistema de gestão vigente. Tal procedimento culminou na idealização, desenvolvimento e implementação de um solução informática para a gestão de ideias e avaliação de oportunidades da organização. Além das vantagens diretas que o sistema desenvolvido poderá facultar, fica evidenciada a importância de possuir no seio da organização...

Gestão da investigação, desenvolvimento e inovação nas organizações

Faria, Maria Salomé da Costa Cabral Simões
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
46.15%
A competitividade empresarial Portuguesa cada vez mais se confronta com um contexto caracterizado pela globalização, pela economia do conhecimento e pelas mudanças tecnológicas. Em particular, e no contexto de crise em que vivemos, a atitude e postura das organizações tem que mudar. É sabido que os países pequenos podem tender a ser mais inovadores, por serem mais flexíveis. Portugal tem que reconhecer nesta característica uma vantagem, aproveitar o potencial e, em simultâneo, transformar o conhecimento em inovação e vantagens competitivas. Muito tem sido feito neste sentido, desde a criação de instituições, a apoios financeiros, à formação de recursos humanos. Apesar deste esforço de modernização e evolução das organizações, o domínio da inovação continua a ser um “Calcanhar de Aquiles” do tecido empresarial português. Com o surgimento da norma NP 4457:2007, guia de orientação para a gestão da IDI, projectaram-se expectativas que não foram realizadas uma vez que, até à data, poucas empresas adoptaram os seus requisitos. É necessário compreender o porquê! A existência de um SGIDI vai fomentar o espírito inovador nas organizações, tão necessário para a competitividade das empresas? Ou quem já desenvolve a IDI pode prescindir do referencial? A implementação de qualquer sistema de gestão...

Estudo de adequação da Vieira de Castro à norma NP 4457:2007: sistemas de gestão de investigação, desenvolvimento e inovação; Adequacy study of Vieira de Castro regarding the NP 4457:2007 standard: research, development and innovation management system

Carneiro, Bruno Rafael Ribeiro
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
76.66%
Dissertação de mestrado integrado em Engenharia Biológica (área de especialização em Tecnologia Química e Alimentar); A inovação é o motor da economia atual. A consolidação de qualquer empresa no mercado, apenas é possível pela adoção de uma cultura de procura por produtos, processos, técnicas de marketing e organizacionais inovadores. A Norma Portuguesa NP 4457:2007 – Sistemas de Gestão da Investigação, Desenvolvimento e Inovação (IDI) procura definir os requisitos de um sistema de gestão da IDI eficaz, permitindo às organizações que a implementam, definir a sua política de IDI e alcançar os objetivos pretendidos. A presente tese de mestrado contemplou a realização de um estágio de aproximadamente 6 meses na Vieira de Castro – Produtos Alimentares, maior produtor nacional de bolachas, na qual se prendeu avaliar a adequação da mesma à norma NP 4457. Para tal foi aplicado o ciclo PDCA (Plan-Do- Check-Act), que contempla uma primeira fase de avaliação do estado da inovação na empresa, seguindo-se a implementação de alterações ao sistema de gestão de IDI existente. Por último, foram identificadas várias ações de verificação, melhoria e correção que serão implementadas no futuro. É de referir que pela natureza e curta duração do estágio...

Investigação, desenvolvimento e inovação nas empresas portuguesas: um estudo de caso

Lopes, Lures Marlene Silva
Fonte: Instituto Politécnico do Porto. Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Felgueiras Publicador: Instituto Politécnico do Porto. Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Felgueiras
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
66.34%
Dissertação de Mestrado em Gestão Integrada da Qualidade, Ambiente e Segurança; A palavra inovação há vários anos que é um fator chave para a economia e, atualmente, é vista como uma das condições que permite às sociedades e às economias tornarem-se solidamente mais desenvolvidas. Coloca-se, assim, a inovação no meio de um novo modelo de desenvolvimento e crescimento económico, onde a aptidão de produzir, divulgar e absorver conhecimentos ocupa cada vez mais um papel de extrema relevância. A presente dissertação abordou os processos de inovação em organizações que implementaram e certificaram os seus requisitos pela NP 4457:2007 Requisitos do Sistema de Gestão da Investigação, Desenvolvimento e Inovação (IDI). Um dos objetivos foi analisar os benefícios e barreiras durante a implementação e certificação do sistema de gestão. Para o desenvolvimento desta dissertação optou-se pelo estudo de caso de várias organizações, o que permitiu um conhecimento amplo e aprofundado e facilitou o processo de recolha de dados. A técnica usada foi a entrevista que permitiu analisar opiniões, obter o máximo de informação e respostas mais específicas e pormenorizadas. Este sistema serviu como oportunidade de diferenciação no mercado em que as organizações se inserem e a melhoria do desempenho de IDI fará a diferença que serve de ponto de partida para o aumento da competitividade.; The word innovation...

Gestão da investigação, desenvolvimento e inovação nas organizações

Faria, Maria Salomé da Costa Cabral Simões
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
46.15%
A competitividade empresarial Portuguesa cada vez mais se confronta com um contexto caracterizado pela globalização, pela economia do conhecimento e pelas mudanças tecnológicas. Em particular, e no contexto de crise em que vivemos, a atitude e postura das organizações tem que mudar. É sabido que os países pequenos podem tender a ser mais inovadores, por serem mais flexíveis. Portugal tem que reconhecer nesta característica uma vantagem, aproveitar o potencial e, em simultâneo, transformar o conhecimento em inovação e vantagens competitivas. Muito tem sido feito neste sentido, desde a criação de instituições, a apoios financeiros, à formação de recursos humanos. Apesar deste esforço de modernização e evolução das organizações, o domínio da inovação continua a ser um “Calcanhar de Aquiles” do tecido empresarial português. Com o surgimento da norma NP 4457:2007, guia de orientação para a gestão da IDI, projectaram-se expectativas que não foram realizadas uma vez que, até à data, poucas empresas adoptaram os seus requisitos. É necessário compreender o porquê! A existência de um SGIDI vai fomentar o espírito inovador nas organizações, tão necessário para a competitividade das empresas? Ou quem já desenvolve a IDI pode prescindir do referencial? A implementação de qualquer sistema de gestão...