Página 1 dos resultados de 126 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

O niilismo de Schopenhauer.; Le nihilisme de Schopenhauer

Salviano, Jarlee Oliveira Silva
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 12/12/2001 PT
Relevância na Pesquisa
37.67%
Nosso trabalho pretendeu analisar a idéia da negação da vontade em Schopenhauer a partir do conceito de niilismo tal como se apresenta no contexto da recepção da filosofia kantiana no início do século XIX e que será uma temática constante na filosofia de Nietzsche, que se tornará o maior crítico do pensamento schopenhaueriano. Tal crítica se fará principalmente através deste conceito aqui estudado. A pesquisa se desenvolve a partir da hipótese de que o niilismo do autor de O mundo como vontade e representação não é absoluto, mas relativo.; Notre dissertation a pretendu faire l´analyse de l´idée de négation de la Volonté chez Schopenhauer, en partant du concept de nihilisme, en tant qu´il se présente dans le cadre de la recéption de la philosophie kantienne, au début du XIX siècle. Le concept de nihilisme se présente comme un thème constant chez Nietzsche, qui est, sans doute, le plus remarquable critique de la pensée schopenhauerienne. Le concept de nihilisme, étudié ici, sera le centre de la critique de Nietzsche. Notre recherche se développe a partir de l´hypothèse suivante: le nihilisme de l´auteur du Monde comme Volonté et Répresentaton n´est pas absolu, mais rélatif.

Labirintos do nada: a crítica de Nietzsche ao niilismo de Schopenhauer; Nothing' s labyrinth: Nietzsche's critic to the Schopenhauer' s Nihilism

Salviano, Jarlee Oliveira Silva
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 12/03/2007 PT
Relevância na Pesquisa
37.67%
As filosofias da Vontade de Arthur Schopenhauer e Friedrich Wilhelm Nietzsche apresentam duas posturas antagônicas em relação ao sentido da vida. Em ambos a vida deve ser explicada como a expressão de uma força cega e irracional, tornando-se sinônimo de dor e sofrimento - contudo, a reação de cada um diante deste achado filosófico do século XIX os coloca em caminhos contrários. No elogio schopenhaueriano da negação da vontade, da fuga ascética em direção ao Nada, Nietzsche encontra o antípoda de sua filosofia, o niilismo passivo contra o qual propõe o niilismo ativo da afirmação do Eterno retorno.; Arthur Schopenhauer and Friedrich Wilhelm Nietzsche's philosophies of Will present two contrary positions in relation to the sense of life. In both cases life should be explained as an expression of blind and irrational force, becoming a synonym of pain and suffering - nevertheless, the reaction of each in the face of this philosophic finding of the XIX century, places them in opposing paths. In the Schopenhaueran commendation to the denial of will, of self-denying escape in the direction of Nothing, Nietzsche finds the opposite to his philosophy, passive nihilism against which he proposes active nihilism of the affirmation of the Eternal return.

As potências e o nada: niilismo e pluralidade semântica em Friedrich Nietzsche; The powers and nothing: nihilism and semantic plurality in Friedrich Nietzsche

Andreoni Junior, Isacir Heleno
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/08/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.48%
Este trabalho se propõe a investigar os principais aspectos do niilismo no interior da obra de Friedrich Nietzsche; em que medida tal questão ocuparia um lugar fundamental na obra do filósofo, e de modo esta se coloca como uma possibilidade de solução superação - frente aos impasses que este problema significou.; This work intends to investigate the principle aspects of nihilism inside Friedrich Nietzsches work; how this matter has a fundamental task inside the philosophers work, and how it put itself as a solution overcome to the difficulties that nihilism have brought.

Uma poética sobre NADA?: o niilismo em Augusto dos Anjos

Vivaldo, Leonardo Vicente
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 150 f.
POR
Relevância na Pesquisa
38.1%
Pós-graduação em Estudos Literários - FCLAR; A concepção moderna de niilismo começou a desenvolver-se no final do século XIX e nas primeiras décadas do século XX, principalmente depois das teorizações do filósofo Friedrich Wilhelm Nietzsche – para quem o homem contemporâneo estaria vivendo em um período de constante decadência e de crise de valores (morais e metafísicos). O niilismo seria, portanto, um mediador entre conceitos ultrapassados e modernos: um estado intermediário que exporia a fratura entre uma velha e uma nova visão de mundo. O termo niilismo, que está ligado etimologicamente a ―nada‖, no latim nihil – daí, niilismo, se faz, portanto, duma questão muito mais antiga, e complexa, do que possa aparentar à primeira vista. Desta maneira, pensando o Nada como ―matéria‖ do niilismo, ou para o niilismo, esses termos parecem serem continuamente disseminados na poesia, e na crítica, sobre o poeta Augusto dos Anjos – sendo, muitas vezes, usados como sinônimos e nos mais variados sentidos. Contudo, convém se perguntar: o que seria, realmente, o Nada na poética de Augusto dos Anjos? Seria possível defini-lo? E mais: seria possível defini-lo como niilismo? O declínio do espírito oriundo do niilismo...

Morte de Deus, niilismo e relativismo

Coutinho, Jorge
Fonte: Universidade Católica Portuguesa, Faculdade de Teologia-Braga Publicador: Universidade Católica Portuguesa, Faculdade de Teologia-Braga
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
37.48%
Procura-se, neste ensaio, descrever traços fundamentais da era chamada pós-moderna, considerando como elemento determinante a "morte de Deus" proclamada por Nietzsche, de onde decorrem o niilismo e o relativismo. Apresentam-se algumas incidências pastorais da situação.

Niilismo e política em Leo Strauss

Sampaio,Evaldo
Fonte: Universidade Estadual Paulista, Departamento de Filosofia Publicador: Universidade Estadual Paulista, Departamento de Filosofia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.67%
Trata-se de pensar a possibilidade da filosofia política. Para tanto, procura-se situar a questão a partir da obra de Leo Strauss, objetivando-se mostrar por que o niilismo contemporâneo - em suas mais difundidas e às vezes insuspeitas manifestações - impede a realização e mesmo a existência de uma reflexão sobre a natureza das coisas políticas. Tendo-se a retomada por parte de Strauss do "direito natural" como chave de leitura tanto para o "problema central da filosofia política" quanto para o enfrentamento de seus principais opositores, espera-se investigar o sentido e a plausibilidade das críticas aos motivos que nos conduzem ao niilismo e, caso estas se mostrem apropriadas, apontar como um proposto "renascimento do racionalismo político clássico" pode reconduzir à interrogação filosófica acerca do que é bom, da boa vida, da melhor sociedade, de "como deve o homem viver".

Niilismo e direito: Ordem e hermenêutica como filosofia jurídica ativa

Gabriel Soares de Mello, João; Just da Costa e Silva, Gustavo (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
38.1%
O presente trabalho objetiva relacionar o fenômeno do niilismo e seus reflexos na teorização do direito. O niilismo é analisado na específica acepção que se lhe dá o filósofo alemão Friedrich Wilhelm Nietzsche. Já que a obra de Nietzsche se apresenta em caráter fragmentário, foi escolhida a interpretação que Gilles Deleuze faz do niilismo no âmbito desta, uma vez que o filósofo francês faz uso de conceitos precisos, explanando, inclusive, uma tipologia peculiar do fenômeno. Os tipos de niilismo, correlatos a determinadas épocas históricas, são relacionados com as teorias que refletiram sobre o direito para que se possam perceber os reflexos daqueles no pensamento jurídico. Toda essa reflexão leva a um questionamento fundamental sobre a contemporaneidade, a sua relação com o saber jurídico e sua capacidade de superar o niilismo. Segundo Deleuze, a superação do niilismo no pensamento se daria através de uma filosofia ativa, cujo conceito procura-se compreender. Um dos efeitos no saber jurídico da vigência de um interpretativismo geral na sociedade contemporânea Ocidental é a tentativa de recepção dos postulados da hermenêutica filosófica de Hans-Georg Gadamer para a compreensão do processo decisório de aplicação das normas jurídicas...

Ernst Bloch: esperança e educação em tempos de niilismo

Alves, Antônio André
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais; Desenvolvimento Regional; Cultura e Representações Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais; Desenvolvimento Regional; Cultura e Representações
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.48%
This work aims give evidence of that The hope principle, the philosophical system devised by the German philosopher Ernst Bloch, in which hope assumes an ontological character, offers cognitive support that allows overcoming the void imposed by nihilism today, especially in the field of education. But while it offers cognitive support, it also presents a need that is fulfilled by an educational proposal based on a not-yet-conscious being. An education based on hope has four essential pillars: learning to know, learning to do, learning to be, learning to live together and, most of all, immerging into in the seas of uncertainty. In times when school is a promoter of certainties at the expense of uncertainties, education must not forsake the notion of the unpredictable and immeasurable, nor the need to find ways to enable better understanding of aspect related to the not-yet-be. The employed theoretical and methodological elements in this work paint a corpus through an interactive process in which layers of additional texts are subjected to analysis; Este trabalho objetiva demonstrar que o Princípio esperança, sistema filosófico arquitetado pelo pensador alemão Ernst Bloch, no qual a esperança assume caráter ontológico, oferece suporte cognitivo que possibilita a superação do vazio imposto pelo niilismo na atualidade...

Sofrimento, a transvaloração da dor: o diálogo dos mundos – ocidente e oriente – a partir do conceito de Niilismo em Nietzsche

Merola, Camila Rodrigues da Cunha
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
37.8%
Este trabalho inicia-se a partir da motivação mais profunda para tal pesquisa, investigar o tema sofrimento através do olhar das filosofias ocidental nietzschiana e oriental budista, com a pretensão de trazer a filosofia para a vida prática e beneficio do homem. Propõe-se questionar o reconhecimento da existência da filosofia do Oriente e a relevância de sua aproximação com a do Ocidente, quando filósofos contemporâneos expõem estudos que sugerem a influência do pensamento budista em Nietzsche apesar do tempo e da distância que os separam. Apresentam-se as críticas de Nietzsche à verdade e à moral imposta, sua busca pela libertação do homem e o encontro do sentido da existência na arte trágica, que oferece a oportunidade da afirmação da vida em todas as instâncias, prazer e dor. Amor-fati, ou amor ao destino, como possibilidade de superar o estado de decadência para a transvaloração da dor. Nietzsche explora o caráter ativo do niilismo, da desconstrução à abertura para o novo. Retoma-se então um diálogo entre duas correntes de pensamento que já não mais precisam competir, mas abrir-se, principalmente porque tanto a filosofia nietzschiana quanto o budismo sustentam-se na certeza de que o processo de transformação é vivencial...

Niilismo e técnica: a caminho da ultrapassagem

Oliveira, Williane de Souza
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Filosofia; Metafísica Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Filosofia; Metafísica
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.8%
Pour formuler une discussion sur le nihilisme, l'enquête sur le premier chapitre examine les preuves historiques et philosophiques de montrer que la réflexion sur le nihilisme comme un problème philosophique, suite à l'analyse et la critique du philosophe Friedrich Nietzsche à partir des principaux concepts au sein de son travail: décrépitude, la mort de Dieu, la dévaluation des valeurs, transvaluation des valeurs, volonté de puissance et éternel retour, ils sont quelques-uns des concepts et servir de cadre au point critique de la métaphysique. Le deuxième chapitre est une analyse des idées qui ont émergé de la lecture de Nietzsche qui sont développées entre le philosophe Martin Heidegger et Ernst Jünger. Un dialogue qui limite le nihilisme et ses ramifications pour l'ère de la technique, et finalement vaincre leur pensée ou dépassement.; Para formular uma discussão sobre o niilismo, a investigação do primeiro capítulo considera o ambiente histórico e filosófico em que se mostram evidências para pensar o niilismo como problema filosófico, seguindo a análise e crítica do filósofo Friedrich Nietzsche a partir dos principais conceitos no interior de sua obra: decadência, morte de Deus, desvalorização de valores...

A Desinstitucionalização como Transvaloração. Apontamentos para uma terapêutica ao niilismo

Mainieri Paulon, Simone
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Article; info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf
Publicado em //2006 POR
Relevância na Pesquisa
37.48%
Diante das dificuldades de construção de alternativas de cuidado em Saúde Mental que esbarram em lógicas características do paradigma biologicista, ainda tão arraigado às ciências humanas, faz-se necessária uma discussão acerca dos processos subjetivos que possam estar concorrendo para a manutenção de práticas tão institucionalizadas quanto criticadas na atualidade. O presente artigo debruça-se sobre esse impasse, propondo, como um possível passo no sentido de superá-lo, a análise da relação existente entre os conceitos de subjetividade, niilismo e instituição. Como ferramentas teóricas, utiliza a desconstrução da metafísica ocidental e as contribuições de Foucault e Deleuze relativas à constituição da singularidade para aproximar a compreensão do processo de desinstitucionalização ao projeto nietzscheano de transvaloração dos valores constituintes de nossa cultura.; Establishing alternative mental health care has been facing several difficulties. We need to examine the subjective processes that may be supporting archaic and criticized practices in this area. The aim of this article is to analyze the relationship between the concepts of subjectivity, nihilism and institutionality in order to overcome the impasse in which deinstitutionalization finds itself. Taking Foucault and Deleuze as theoretical tools to understand the constitution of singularity...

Terror and religious fanaticism: disguised nihilism? A diagnosis of fundamentalism and terrorism from Friedrich Nietzsche; Terror e fanatismo religioso: niilismo disfarçado? Um diagnóstico do fundamentalismo e do terrorismo a partir de Friedrich Nietzsche

Vilas Bôas, João Paulo Simões
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2011 POR
Relevância na Pesquisa
37.48%
The events of September 11th, 2001 have irreversibly marked the outlook of the entire world in the beginning of the twentieth-first century and its consequences will certainly continue to be felt for years to come. Although relatively new, such events have not passed without receiving attention from some among the foremost thinkers of our time. Given that, we intend to develop an interpretative hypothesis which, starting from the perspective opened by the reflections of Friedrich Nietzsche concerning the nihilism and the great politics, seeks to understand both the violent actions which try to justify themselves from a fundamentalist world view as well as the recent political and military configuration of the U.S. liberal democracy as different forms of reaction against the deepening of the value crisis ​​through which the Western world passes.; Os eventos de 11 de setembro de 2001 marcaram de maneira irreversível o panorama de todo o mundo no início do século XXI, e suas consequências seguramente continuarão sendo sentidas pelos próximos anos. Embora relativamente recentes, tais acontecimentos não deixaram de receber atenção por parte de alguns dentre os mais destacados pensadores do nosso tempo. Diante disso, pretendemos desenvolver uma hipótese interpretativa que...

KIERKEGAARD, H. C. ANDERSEN E O SURGIMENTO DO NIILISMO NA DINAMARCA DA ÉPOCA DE OURO; KIERKEGAARD, H.C.ANDERSEN AND THE ARRIVAL OF NIHILISM IN GOLDEN AGE DENMARK

Rossatti, Gabriel Guedes
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 06/06/2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.67%
A obra de Kierkegaard (1813-1855) teve início, descontados alguns artigos de jornal publicados a partir de meados da década de 1830, com uma recensão literária acerca de um romance de um contemporâneo seu que viria a ganhar fama internacional ainda em vida, a saber, o escritor Hans Christian Andersen (1805-1875). Não obstante, argumento que o que deveria ser uma obra fundamentalmente literária acaba por esconder uma vigorosa antecipação do problema que iria interessar Kierkegaard ao longo de toda a sua produção, a saber, o problema do niilismo. Neste sentido, estruturo minha leitura dessa recensão, intitulada Dos Papéis de Alguém Ainda Vivo, a partir do romance originalmente recenseado por Kierkegaard, a saber, Apenas um tocador, para então explorar as verdadeiras conotações das críticas de Kierkegaard ao seu contemporâneo, no que chego, portanto, ao problema do surgimento do niilismo na Dinamarca de meados da década de 1830.; Søren Kierkegaard’s (1813-1855) works have as their starting point, aside from a couple of newspaper articles published around the middle of the decade of the 1830s, a literary review of a novel written by a contemporary of his who was to achieve international fame still in life, viz. the writer Hans Christian Andersen (1805-1875). Notwithstanding...

Nietzsche: niilism and moral genealogy; Nietzsche: niilismo e genealogia moral

Bittar, Eduardo Carlos Bianca
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Direito Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Direito
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2003 POR
Relevância na Pesquisa
37.48%
The Nietzsche's thought and its Philosophy translated by nihilismus and voluntarism. Its moral Philosophy: the owner's and slaver's moral is one of the most importants topycs boarded by the author, that presents conclusions along the Philosopher work in the end of this article.; O pensamento de Nietzsche e sua filosofia traduzida pelo niilismo e o voluntarismo. A filosofia moral de Nietzsche: a moral dos senhores e a moral dos escravos é um dos tópicos importantes abordados pelo autor, que apresenta as conclusões da obra do filósofo no término deste artigo.

O niilismo schopenhaueriano: uma introdução; Schopenhauer's nihilism: an introduction

Salviano, Jarlee
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 15/12/2001 POR
Relevância na Pesquisa
37.48%
Neste texto procuramos mostrar como se pode analisar o problema do niilismo na filosofia de Schopenhauer sem recorrer à interpretação nietzschiana – tendo em vista o peso e a importância dada por esta interpretação a este conceito dentro da filosofia e levando em conta principalmente que o termo não aparece em nenhum momento da obra schopehaueriana – tendo como pano de fundo a recepção do idealismo transcendental kantiano na Alemanha do final do século XVIII e início do XIX.  ; In this text one search to show how one can analyze the problem of nihilism in Schopenhauer’s Philosophy without resorting to Nietzsche’s Interpretation – having in mind the weight and the importance given by this interpretation to this concept in the philosophy and take into consideration mostly that the term does not appear on no moment of the work of Schopenhauer – having as background the reception of Kant’s transcendental idealism in Germany in the end of the XVIII century and beginning of the XIX.

Combate ao niilismo e ao totalitarismo em Camus

Germano, Emanuel Ricardo
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Avaliado pelos pares Formato: application/pdf
Publicado em 22/05/2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.48%
A partir de uma leitura da peça Calígula, elaborada entre 1941 e 1943, procurar-se-á contribuir na restituição das preocupações éticas, políticas e filosóficas em cena no teatro de Albert Camus, analisando o sentido de sua expressão teatral no contexto de dois combates,ao niilismo filosófico e ao totalitarismo político de seu tempo. Observaremos em Calígula um importante registro do amadurecimento das leituras de duas heranças filosóficas relevantes na formação intelectual de Camus, Nietzsche e Heráclito, à luz da experiência do totalitarismo, observando e ressaltando com isso a amplitude de seu intertexto filosófico e a importância do aporte ético e político de Camus como pensador multifacetado, engajado nos enfrentamentos históricos e solicitações críticas de seu tempo.

Considerações acerca da Relação entre Niilismo, Modernidade e Técnica na Ética Jonasiana

Farias Júnior, João Batista; Universidade Federal do Piauí
Fonte: Pólemos Publicador: Pólemos
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 05/03/2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.48%
O estudo visa analisar a conexão que Jonas estabelece entre o clima moral niilista de nossa época, a modernidade filosófica e o uso intensivo da tecnociência que lhe é associada, como pano de fundo necessário para entendermos o lugar que ele atribui à responsabilidade como princípio ético fundamental. O propósito é buscar identificar os possíveis enfrentamentos do princípio responsabilidade com a sociedade técnica moderna, na qual o niilismo passivo está inserido, tornando frágeis as bases para instalação de um princípio norteador da ação que se proponha a ser válido universalmente.

NIILISMO EM COME AND GO: DA PEÇA TEATRAL DE BECKETT À ADAPTAÇÃO FÍLMICA DE JOHN CROWLEYIS

Pantaleão, Débora Gil
Fonte: Cultura e Tradução Publicador: Cultura e Tradução
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 18/12/2014 POR
Relevância na Pesquisa
37.67%
John Crowleyis (1969) é diretor de televisão, teatro e cinema irlandês e fez parte do projeto intitulado Beckett on film, que consistiu na transposição de todas as dezenove peças teatrais do aclamado dramaturgo, novelista, poeta e diretor Samuel Beckett (1906-1989), para um outro sistema de signos, o do cinema. Diversos diretores foram convidados e, no ano de 2000, a adaptação da peça teatral Come and go (1965) ficou por conta de Crowleyis. Trata-se de três mulheres de idades não especificadas que se encontram e recordam sobre seu tempo de escola. O hábito, o silêncio e o nada, assim como em outras obras de Beckett, preenchem o tempo mais que as palavras das três mulheres. A rotina e o tédio em que as três se encontram podem ser interpretados como uma espécie de alegoria do curto período de vida e do ritual de morte constante nas relações humanas (nascer, reproduzir e morrer). Para Beckett, o primeiro e o último ponto são os que mais importam (nascer e morrer), de modo que ser alguém bem sucedido ou um grande fracassado no percurso da vida pouco interessa, já que todo ser humano tem o mesmo fim - a morte. Tais aspectos estão presentes no cenário, no figurino das personagens e, inclusive, em suas falas - ou na falta destas. Este trabalho tem o intuito de investigar...

NIILISMO EM COME AND GO: DA PEÇA TEATRAL DE BECKETT À ADAPTAÇÃO FÍLMICA DE JOHN CROWLEYIS

Pantaleão, Débora Gil
Fonte: Cultura e Tradução Publicador: Cultura e Tradução
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 13/10/2014 POR
Relevância na Pesquisa
37.67%
John Crowleyis (1969) é diretor de televisão, teatro e cinema irlandês e fez parte do projeto intitulado Beckett on film, que consistiu na transposição de todas as dezenove peças teatrais do aclamado dramaturgo, novelista, poeta e diretor Samuel Beckett (1906-1989), para um outro sistema de signos, o do cinema. Diversos diretores foram convidados e, no ano de 2000, a adaptação da peça teatral Come and go (1965) ficou por conta de Crowleyis. Trata-se de três mulheres de idades não especificadas que se encontram e recordam sobre seu tempo de escola. O hábito, o silêncio e o nada, assim como em outras obras de Beckett, preenchem o tempo mais que as palavras das três mulheres. A rotina e o tédio em que as três se encontram podem ser interpretados como uma espécie de alegoria do curto período de vida e do ritual de morte constante nas relações humanas (nascer, reproduzir e morrer). Para Beckett, o primeiro e o último ponto são os que mais importam (nascer e morrer), de modo que ser alguém bem sucedido ou um grande fracassado no percurso da vida pouco interessa, já que todo ser humano tem o mesmo fim - a morte. Tais aspectos estão presentes no cenário, no figurino das personagens e, inclusive, em suas falas - ou na falta destas. Este trabalho tem o intuito de investigar...

Niilismo e decadência

Mendonça, Samuel; Silva, Igor Hideo Kato da
Fonte: Filosofia e Educação Publicador: Filosofia e Educação
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; resenha Formato: application/pdf
Publicado em 03/04/2010 POR
Relevância na Pesquisa
37.67%
Em O Niilismo, Volpi Franco discorre sobre a história do niilismo e problematiza temas contemporâneos como o fim da história, o relativismo e o ceticismo.