Página 1 dos resultados de 64 itens digitais encontrados em 0.018 segundos

O papel da ideologia na expansão urbana: a questão econômica e os impactos socioambientais do Arco Metropolitano do Rio de Janeiro; The role of ideology in urban sprawl: the economic issue and the social and environmental impacts of the Metropolitan Ring Road of Rio de Janeiro (AMRJ)

Souza, Ticianne Ribeiro de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 12/05/2015 PT
Relevância na Pesquisa
46.53%
Em 2003 inicia-se uma mudança no cenário político brasileiro classificada por alguns autores como período neodesenvolvimentista. Nesse momento são retomadas políticas de estruturação territorial, pensadas em décadas anteriores no contexto do desenvolvimentismo, como por exemplo, o Arco Metropolitano do Rio de Janeiro (AMRJ). Entretanto, a decisão da construção de rodovias como esta ocorre pela ênfase na necessidade de crescimento econômico, não ficando claro e nem sendo amplamente debatido com a população, quais os impactos socioambientais negativos e quais setores serão favorecidos com tais empreendimentos. Utilizando o conceito de ideologia definido por Marx e Engels (1989), este trabalho avalia a presença do discurso ideológico nas principais fontes governamentais de informação sobre o AMRJ, considerando seus aspectos econômicos, institucionais e socioambientais. Para estes autores, através da ideologia, a classe dominante legitima suas ideias, apresentando-as como justas, válidas e benéficas para toda a população. Segundo a documentação oficial, o Arco tem como intuito viabilizar o escoamento da produção do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (COMPERJ) pelo porto de Itaguaí...

The New Developmentalism and Conventional Orthodoxy

Pereira, Luiz Carlos Bresser
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Relevância na Pesquisa
36.25%
O Fracasso das Políticas e Reformas Propostas por Washington e Nova York, Aqui Denominadas Ortodoxia Convencional , em Promover a Estabilização e o Crescimento Econômico na América Latina Abriu Espaço para o Surgimento de uma Estratégia Nacional de Crescimento, a Qual Chamamos Novo-Desenvolvimentismo . Capitalismo, Desenvolvimento Econômico, Nação e Estado-Nação são Conceitos Históricos Interdependentes. o Desenvolvimento do Capitalismo Depende de uma Estratégia Nacional que Precisa de uma Nação Capaz de Formulá-La. o Antigo Desenvolvimentismo Promoveu o Crescimento na América Latina Desde os Anos 1930, Mas nos Anos 1980 Ficou Ultrapassado. Diferentemente, o Novo Desenvolvimentismo é Orientado para as Exportações e Rejeita o Protecionismo. Ambicionando um Mercado e um Estado Fortes, Apóia uma Disciplina Fiscal que Vise uma Poupança Pública Positiva. é Nacionalista, Porque Visa o Interesse Nacional e Rejeita as Pressões Vindas do Norte, Mas é um Nacionalismo Liberal, Social e Republicano. Diverge Fortemente da Ortodoxia Convencional, Porque Rejeita a Estratégia de Crescimento com Poupança Externa e a Abertura da Conta Capital, Afirma que a Taxa de Cambio Pode e Deve ser Administrada, e que é Necessária uma Estratégia Especial para Combater Taxa de Juro Alta e a Moeda Apreciada que Mantêm a Economia Brasileira Instável e Semi-Estagnada.

From old to new developmentalism in latin America

Pereira, Luiz Carlos Bresser
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Trabalho em Andamento
Relevância na Pesquisa
56.69%
O fracasso do consenso de Washington e das políticas macroeconômicas, baseadas em altas taxas de juros e taxas de câmbio não-competitivas para promover o crescimento da economia, levou os países da América Latina a formularem estratégias nacionais de desenvolvimento. O novo desenvolvimentismo é uma estratégia alternativa não apenas à ortodoxia convencional, mas também ao antigo nacional-desenvolvimentismo latino-americano. Enquanto o antigo nacional desenvolvimentismo era baseado na tendência à deterioração dos termos de troca e, adotando uma abordagem microeconômica, propunha planejamento econômico e industrialização, o novo nacional-desenvolvimentismo pressupõe que a industrialização foi alcançada, apesar de em diferentes estágios em cada país, e argumenta que, para assegurar rápidas taxas de crescimento e o catch up, a tendência que deve ser neutralizada é a da sobrevalorização da taxa de câmbio. Contrariamente à economia convencional, um estado capaz continua sendo o instrumento chave para assegurar o desenvolvimento econômico, a política industrial continua sendo necessária; mas o que distingue a nova abordagem é principalmente o crescimento com poupança interna, ao invés de com poupança externa. Uma política macroeconômica baseada em taxas de juros moderadas e uma taxa de câmbio competitiva...

Structuralist macroeconomics and new developmentalism

Bresser-Pereira, Luiz Carlos (Luiz Carlos Bresser)
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Relevância na Pesquisa
56.51%
This paper, first, presents some basic ideas and models of a structuralist development macroeconomics that complements and actualizes the thought of structuralist development economics that was dominant between the 1940s and the 1960s including in the World Bank. The new approach focus on the relation between the exchange rate and economic growth, and develops three interrelated models: the tendency to the overvaluation of the exchange, the critique of growth with foreign savings, and a model of the Dutch disease based on the existence of two exchange rate equilibriums: the “current” and the “industrial” equilibrium. Second, it summarizes “new developmentalism” – a sum of growth policies based on these models and on the experience of fast growing Asian countries

The new developmentalism as a weberian ideal type

Pereira, Luiz C. Bresser (Luiz Carlos Bresser)
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Relevância na Pesquisa
46.61%
New developmentalism may be seen as a specific set of policies (a national development strategy), or as a broader the theory behind (structuralist development economics) and the corresponding developmental state. Seen in the later sense, as Weberian ideal type, this paper compares new developmentalism with old developmentalism and with liberal orthodoxy. This paper was written in honor of Roberto Frenkel, in 70 years Festrischt.

Reflecting on new developmentalism and classical developmentalism

BRESSER-PEREIRA, Luiz Carlos,
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Relatório
EN_US
Relevância na Pesquisa
56.91%
This paper, first, distinguishes new developmentalism, a new theoretical system that is being created, from really existing developmentalism – a form of organizing capitalism. Second, it distinguishes new developmentalism from its antecedents, Development Economics or classical developmentalism and Keynesian Macroeconomics. Third, it discusses the false opposition that some economists have adopted between new developmentalism and social-developmentalism, which the author understands as a form of really existing developmentalism; as theory, it is just a version of classical developmentalism with a bias toward immediate consumption. Finally, it makes a summary of new developmentalism – of its main political economy, economic theory and economic policy claims

A Argentina depois da conversibilidade : um caso de novo-desenvolvimentismo?

Cunha, Andre Moreira; Haines, Andrés Ernesto Ferrari
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.51%
Argentina post-convertibility: a new developmentalism case? This paper analyses the economic recovery in post-Convertibility Argentina. We try to identify if there are evidences to support the suggestion that Argentina could be an example of the so-called “new developmentalism”.

As bases do novo desenvolvimentismo : análise do governo Lula; The foundations of the new developmentalism in Brazil : analysis of the Lula government (2003-2010)

Aloízio Mercadante Oliva
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 17/12/2010 PT
Relevância na Pesquisa
36.11%
A sociedade brasileira se desenvolveu sob o signo da concentração da terra e do poder político e da exclusão social. Essa matriz originária, embora tenha assumido expressões distintas, em função de mudanças no sistema de produção e nas formas de organização política do Estado, praticamente não se modificou ao longo do tempo, mesmo quando, em algumas fases, a expansão acelerada da economia atenuou as manifestações mais agudas da pobreza e da desigualdade. A crise da dívida externa, na década de 1980 e, posteriormente, nos anos 90, a adoção de políticas indiscriminadas de abertura comercial e financeira, a fragilização financeira do Estado e a desregulamentação da economia interromperam a trajetória de crescimento e levaram ao aumento da vulnerabilidade externa e ao agravamento do conflito redistributivo, o que reforçou as tendências à concentração da renda e da riqueza e à exclusão social. Neste texto defende-se a tese de que evolução recente da economia brasileira representa uma inflexão histórica nessas tendências estruturais. De fato, o governo Lula realizou um avanço sem precedentes no equacionamento do que historicamente sempre foi o "calcanhar de Aquiles" da economia brasileira: a restrição externa. Pela primeira vez avançamos na construção de uma verdadeira estabilidade econômica. Mas o aspecto mais marcante do governo Lula foi a centralidade que ganharam as políticas de renda e de inclusão social. A visão anterior...

Por que novo-desenvolvimentismo?

Siscú,João; Paula,Luiz Fernando de; Michel,Renalt
Fonte: Editora 34 Publicador: Editora 34
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2007 PT
Relevância na Pesquisa
36.32%
This paper develops some general guidelines that should take part of a new view of development to Brazil, in opposition to the neoliberal project. This alternative, that is called "new developmentalism", should include sustained economic growth with social equity.

A Argentina depois da conversibilidade: um caso de novo-desenvolvimentismo?

Cunha,André Moreira; Ferrari,Andrés
Fonte: Editora 34 Publicador: Editora 34
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2009 PT
Relevância na Pesquisa
46.32%
This paper analyses the economic recovery in post-Convertibility Argentina. We try to identify if there are evidences to support the suggestion that Argentina could be an example of the so-called "new developmentalism".

Structuralist macroeconomics and the new developmentalism

Bresser-Pereira,Luiz Carlos
Fonte: Editora 34 Publicador: Editora 34
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2012 EN
Relevância na Pesquisa
56.51%
This paper first presents some basic ideas and models of a structuralist development macroeconomics that complements and actualizes the ideas of the structuralist development economics that was dominant between the 1940s and the 1960s. A system of three models focusing on the exchange rate (the tendency to the cyclical overvaluation of the exchange rate, a critique of growth with foreign savings, and new a model of the Dutch disease) shows that it is not just volatile but chronically overvalued, and for that reason it is not just a macroeconomic problem; as a long term disequilibrium, it is in the core of development economics. Second, it summarizes "new developmentalism" - a sum of growth policies based on these models and on the experience of fast-growing Asian countries.

Desenvolvimentismo e novo-desenvolvimentismo: raízes teóricas e precisões conceituais

Mollo,Maria de Lourdes Rollemberg; Fonseca,Pedro Cezar Dutra
Fonte: Editora 34 Publicador: Editora 34
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2013 PT
Relevância na Pesquisa
46.77%
This paper starts from the conceptualism of New Developmentalism which was proposed by its formulators and their criticism of the "old" developmentalism in order to compare both. It is elaborate in both theoretical and historical levels. In the former, it explores the theoretical streams that contributed to the formulation of economic policies that designated the Latin American developmentalism. In the latter, it focuses on the economic policy of the Brazilian import-substitution industrialization and advocates the impropriety of associating it to the irresponsibility in the management of the foreign exchange, fiscal and monetary policies, as the proposers of New Developmentalism assert. Finally, in a third stage, it resumes the propositions of the New Developmentalism and debates the pertinence of some of its policy propositions based upon theoretical considerations and the Brazilian experience which were mentioned in the previous stages.

Os ciclos desenvolvimentistas brasileiros (1930-2010) : do nacional desenvolvimentismo ao novo desenvolvimentismo; The brazilian developmentists cycles (1930-2010) : of the national developmentalism to the new developmentalism

Leandro Ribeiro Silva
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 04/03/2013 PT
Relevância na Pesquisa
46.75%
O trabalho está centrado na noção de ciclos de desenvolvimento no Brasil ao longo do século XX e a sua retomada no início do século XXI a partir da identificação das correntes de pensamento do desenvolvimento econômico brasileiro. A começar pelo nacional desenvolvimentismo que teve seu auge na década de 50, a tradição de um Estado indutor do desenvolvimento (desenvolvimentistas nacionalistas e do setor público) predominou na história recente do país deixando marcas na formação da sociedade e ditando a dinâmica das transformações sociais. O golpe de 1964 deu outro tom ao desenvolvimento, com a ascensão dos desenvolvimentistas governistas (desenvolvimentistas do setor privado e parte dos nacionalistas), e logo após enfrentou um longo período de decadência até os anos 80. Entendido como um grilhão do passado militar, as políticas desenvolvimentistas bem como as suas forças políticas que as apoiavam passou a ser identificadas com o "pesado passado militar" que tinha ser superado. Desde então o país se mostrou um terreno fértil as influências externas do neoliberalismo que ganharam força na década de 90. O rápido esgotamento desse ideário levou ao reagrupamento dos intelectuais que no passado pensaram o desenvolvimentismo como uma alternativa para o desenvolvimento do país. O movimento ganhou mais consistência no início dos anos 2000 com pensadores - não apenas economistas...

O contexto internacional e a retomada do debate sobre desenvolvimento no Brasil contemporâneo (2000/2010)

Diniz,Eli
Fonte: Instituto de Estudos Sociais e Políticos (IESP) da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) Publicador: Instituto de Estudos Sociais e Políticos (IESP) da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2011 PT
Relevância na Pesquisa
46.39%
The current article aims to evaluate the interconnection between external and internal factors in the evolution of the development debate in contemporary Brazil. The article analyzes changes in the international context during the first decade of the 21st century, in contrast to the 1990s, with particular emphasis on the strong shift in the international academic debate. Next, focusing on Brazil, it examines the prevailing concepts on new paths to development. Finally, it inquires about the possibility of identifying a core consensus for a new development model for the country. The article concludes that the debate is still open, although there has been some convergence around so-called new developmentalism. Meanwhile, the article highlights the existence of a gap in the new agenda's social insertion, to the extent that it is still not possible to detect a solid coalition capable of ensuring its political sustainability.

The real mechanisms of the global economy

Asensio,Angel
Fonte: Editora 34 Publicador: Editora 34
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2010 EN
Relevância na Pesquisa
46.32%
The paper presents the main arguments of Bresser Pereira's Globalization and Competition. Development strategies based on the 'conventional orthodoxy' are shown to carry serious drawbacks ("Dutch disease", pernicious effects of external saving, currency overvaluation), while a 'new developmentalism' is promoted, in spite of the widespread belief that the nation-states have been dispossessed of their room for manoeuvre because of the globalization process. The "new developmentalism" is based on domestic finance, balanced public budgets, moderate interest rates and competitiveness policies aimed at neutralizing the tendency to exchange rate overappreciation. The paper also points out a few theoretical questions the book raises.

Gênese e agenda do novo desenvolvimentismo brasileiro

Mattei,Lauro
Fonte: Editora 34 Publicador: Editora 34
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2013 PT
Relevância na Pesquisa
46.4%
The debate regarding Brazil's development model returned again to the public arena in the first decade of 21st century after two decades of orthodox economic policies which encouraged non-developed countries to adopt liberal economic policies as their preferred growth strategies. As Brazil achieved neither economic stability nor development, the discussion of new development strategies returned as a popular research topic. It is in this context that a new development theory - New Developmentalism - emerges. The objective of this article is to review the origins of this debate and the main propositions defended by the group aiming to implement a new development model policy in the country. The main conclusions are that this group has had an important contribution in maintaining the development debate in the public agenda as well as proposing a new theoretical approach called "structuralist macroeconomic development".

An account of new developmentalism and its structuralist macroeconomics

Bresser-Pereira,Luiz Carlos
Fonte: Editora 34 Publicador: Editora 34
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2011 EN
Relevância na Pesquisa
56.51%
This is a personal account of the definition of "new developmentalism" - a national development strategy alternative to the Washington consensus -, and of a "structuralist development macroeconomics": the sum of models that justifies theoretically that strategy. It is personal account of a collective work involving Keynesian, institutionalist and structuralist economists in Brazil that are forming a new school of thought in Brazil: a Keynesian-structuralist school. It is Keynesian because it emphasizes the demand side or the investment opportunities' side of economic growth. It is institutionalist because institutions obviously matter in achieving growth and stability. It is structuralist because it defines economic development as a structural change from low to high value added per capita industries and because it is based on two structural tendencies that limit investment opportunities: the tendency of wages to grow below productivity and the tendency to the cyclical overvaluation of the exchange rate.

Da economia política à política econômica: o novo-desenvolvimentismo e o governo Lula

Morais,Lecio; Saad-Filho,Alfredo
Fonte: Editora 34 Publicador: Editora 34
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
36.25%
From political economy to economic policy: The neo-developmentalism and the Lula administration. This article critically reviews the design of neo-developmentalist economic policies in Brazil, in the first half of the last decade, and their relationship with the economic policies of the Lula administration after 2006. Paradoxically, the neo-developmentalist policies were implemented jointly with the main (neoliberal) macroeconomic policies which had been introduced earlier. The article reviews the relevant literature, and examines the contradictory nature of this 'inflection' of economic policy. So far, this combination of policies has achieved an unquestionable - though provisional - success, despite the persistence of the structural macroeconomic problems due to the continuity of the neoliberal policies.

A taxa de câmbio no centro da teoria do desenvolvimento

Bresser-Pereira, Luiz Carlos
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Estudos Avançados Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Estudos Avançados
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/2012 POR
Relevância na Pesquisa
46.32%
This paper presents the main ideas of structuralist development macroeconomics - the theory behind new developmentalism. Its focus is on the exchange rate that is positioned for the first time in the core of development economics. Economic theory usually views the exchange rate as a short term problem to be discussed in open macroeconomics. Structuralist development macroeconomics argues that there is in developing countries a tendency to the cyclical overvaluation of the exchange rate caused by the lack of neutralization of the Dutch disease and by excessive capital inflows. In consequence it views the exchange rate as chronically overvalued, and, for that reason, a major obstacle to economic growth. In the development process, the exchange rate has the role of light switch that connects or disconnects the national business enterprises utilizing technology in the world state of the art from world markets.; Este artigo apresenta as principais ideias da macroeconomia estruturalista do desenvolvimento - a teoria por trás de novo-desenvolvimentismo. Seu foco é a taxa de câmbio que é pela primeira vez colocada no centro da economia do desenvolvimento. A teoria econômica geralmente vê a taxa de câmbio como um problema de curto prazo a ser discutido na macroeconomia. A macroeconomia estruturalista do desenvolvimento mostra que há...

Inclusão, democracia e novo-desenvolvimentismo : um balanço histórico

Cepêda, Vera Alves
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Estudos Avançados Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Estudos Avançados
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/2012 POR
Relevância na Pesquisa
46.74%
This paper analyzes the process of the Brazilian developmentalism between the classical phase of the 1950s to the current perspective of new developmentalism, emphasizing the role and function played by the theme of democracy and distributive inclusion in every arrangement. In the first section, it is analyzed the semantic constellation involving the terms progress and development, seeking to separate them from the process / project called developmentalism. In the second section, it is discussed the phases and the central features of the old and the new Brazilian developmentalism and the prospect of their subdivision into three historical waves, separated by the political democratic aspect and by the theme of redistribution. Finally it presents some considerations about the new developmentalism in its democratic-inclusive arrangement.; Este trabalho analisa o processo do desenvolvimentismo brasileiro compreendido entre a fase clássica dos anos 1950 até a perspectiva atual do novo-desenvolvimentismo, privilegiando o papel e a função desempenhadas pelo tema da democracia e da inclusão distributiva em cada arranjo. Na primeira seção, analisa-se a constelação semântica que envolve os termos progresso e desenvolvimento, procurando separá-los do processo/projeto denominado desenvolvimentismo. Na segunda seção...