Página 1 dos resultados de 138 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Implementação e avaliação de um programa de estimulação cognitiva com jogos em realidade virtual na dependência de substâncias

Caçoête, Cristiana Sofia Gonçalves
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.48%
A presente investigação teve como objetivos, a implementação de um programa de estimulação cognitiva numa amostra de indivíduos alcoólicos e toxicodependentes com diagnóstico de dependência de heroína, bem como, avaliar a resposta a um Programa de Estimulação Cognitiva (PEC) com recurso a jogos com base na tecnologia de realidade virtual (RV), desses indivíduos nos vários domínios estimados pelos testes neuropsicológicos. O referido programa foi implementado durante um mês e contou com a participação de 14 toxicodependentes de heroína e 28 alcoólicos. Destes, 11 toxicodependentes e 8 alcoólicos foram submetidos a PEC e os restantes de cada amostra fazem parte do grupo de controlo. Para avaliar os resultados do programa foram realizadas duas avaliações, uma anteriormente e outra posteriormente ao tratamento em ambos os grupo. Os resultados obtidos demonstram que ao nível do grupo dos toxicodependentes, verificaram-se resultados superiores ao nível da atenção e memória, não se verificou melhor desempenho no funcionamento executivo e tomada de decisão. No grupo dos alcoólicos, não se verificou um melhor rendimento na memória e na tomada de decisão mas verificou-se na atenção e funcionamento executivo. Deste modo é possível constatar que existe influência do PEC nos resultados obtidos...

Estimulação cognitiva em pacientes com alcoolismo: vantagens da utilização de dispositivos móveis

Bastos, Ana Marta Sá Pereira
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.74%
A dependência de álcool associa - se a um défice nas funções cognitivas. Esta investigação teve como objectivos: (1)avaliar o impacto de um programa de estimulação cognitiva com recurso a aplicações móveis para ‘tablet’, no funcionamento cognitivo, em pacientes com diagnóstico de dependência de álcool , durante o tratamento de abstinência ; e (2) verificar a usabilidade do equipamento e das aplicações u tilizadas. Para tal, foram sele cionados 38 participantes que se dividiram em dois grupos, o grupo de con trolo (N=20), sem estimulação, e o grupo experimental (N=18), com inte rvenção com tecnologia móvel . Os dois grupos foram avaliados através de uma bateria de testes neuropsicológicos, no início e final do tratamento. A intervenção decorreu durante o mês de internamento, realizando - se 10 sessões de estimulação. O programa incidiu nas funções que geralmente se encontram em défice, nesta população, como é o caso da atenção, memória, memória de trabalho, funções executivas e capacidades visuo - espaciais. Os resul tados obtidos revelam o impacto positivo da estimulação nas funções executivas, especialmente na flexibilidade mental, comportamento preseverativo, conceptualização...

O método Kumon para remediação cognitiva de portadores de esquizofrenia: um ensaio clínico randomizado, controlado com placebo; The Kumon Method for cognitive remediation of individuals with schizophrenia: a randomized, placebo-controlled trial

Romão, Marisa Martin Crivelaro
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/06/2013 PT
Relevância na Pesquisa
36.61%
Introdução: Déficits cognitivos são parte integrante do quadro clinico da esquizofrenia. Vários estudos procuram métodos de treinamento cognitivo (remediação cognitiva) para melhora destes déficits, pouco responsivos ao tratamento medicamentoso. Ensaios clínicos de treinamento de remediação cognitiva utilizam diversas técnicas, com estimulação de vários domínios cognitivos simultaneamente. Muitos deles utilizam a técnica de errorless learning (aprendizagem sem erros). Pesquisas recentes indicam que alguns domínios cognitivos subjacentes à aprendizagem matemática (atenção, função executiva e memória de trabalho) estão também comprometidos na esquizofrenia. Entretanto não foram encontrados estudos de remediação cognitiva focados no treinamento aritmético em portadores de esquizofrenia. O método de cálculos aritméticos proposto pelo método Kumon utiliza técnica de aprendizagem sem erros e é amplamente utilizado como reforço pedagógico. Dois ensaios randomizados de remediação cognitiva através do método de cálculo aritmético Kumon em idosos sadios e em idosos com Alzheimer mostraram melhora de funções cognitivas com esta intervenção. Este estudo avaliou a eficácia do método de cálculos aritméticos Kumon como remediação cognitiva da memória de trabalho...

Relação entre o grau de prejuízo da circulação periférica, a espessura íntima-média carotídea e a função cognitiva de pacientes com doença arterial periférica; Association between degree of impairment of peripheral circulation, carotid intima-media thickness and cognitive function in patients with peripheral arterial disease

Ferreira, Naomi Vidal
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 07/05/2014 PT
Relevância na Pesquisa
36.48%
INTRODUÇÃO: A Doença Arterial Periférica dos membros inferiores (DAP) é um acometimento relacionado à obstrução arterial desses membros, causada pela doença aterosclerótica, uma doença sistêmica. Por essa razão, a DAP costuma associar-se ao aumento da espessura íntima-média (EIM) carotídea e ao prejuízo cognitivo. No entanto, não se sabe qual o papel da EIM no prejuízo cognitivo observado na DAP. OBJETIVOS: Avaliar as funções cognitivas de pacientes com DAP, associá-las ao grau de prejuízo da circulação periférica e avaliar o papel da EIM nessa associação. CASUÍSTICA E MÉTODO: Foram selecionados 26 pacientes com DAP (68,57+8,34 anos; 65,4% do sexo masculino) e 40 indivíduos-controle (67,17+8,24 anos; 62,5% do sexo masculino). Todos participantes foram submetidos a uma avaliação sócio-demográfica, que coletou dados de caracterização do indivíduo e antecedentes clínicos; a uma investigação clínica, composta pela avaliação do índice tornozelo-braquial (ITB), pela medida da espessura íntima-média (EIM) carotídea, e pelo teste de caminhada de seis minutos (TC6'); e a uma avaliação neuropsicológica, que consistiu nos seguintes instrumentos: Vocabulário (WAIS-III), Cubos (WAIS-III), Dígitos (WAIS-III)...

Habilidades e dificuldades de leitura e escrita em crianças de 2ª série : abordagem neuropsicológica cognitiva

Salles, Jerusa Fumagalli de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.48%
A leitura e a escrita são atividades mentais extremamente complexas, compostas por múltiplos processos interdependentes e que envolvem outras funções neuropsicológicas. Esta pesquisa é composta por quatro estudos, visando traçar o perfil de leitura e escrita de palavras e de texto de 110 crianças de 2ª série de escolas públicas (Estudo 1); relacionar o julgamento do professor e as habilidades de leitura e escrita dos alunos (Estudo 2); comparar o perfil de leitura e escrita e de funções neuropsicológicas de crianças de 2ª série com dificuldades de leitura e escrita e de crianças leitoras e escritoras competentes, de mesma idade e de mesmo desempenho em leitura e escrita (Estudo 3); e analisar a variabilidade intra-grupos nas habilidades de leitura e escrita e nas funções neuropsicológicas, na busca de dissociações entre as rotas de leitura e de escrita e entre funções neuropsicológicas (Estudo 4). O primeiro estudo mostrou que, na 2ª série, houve indícios de uso de ambas as rotas de leitura e escrita, mas maior tendência à estratégia fonológica. Foram encontradas correlações significativas entre as habilidades de processamento de palavras e de texto. No segundo estudo foram encontradas correlações moderadas entre o desempenho dos alunos em leitura e escrita e a percepção do professor sobre estas habilidades. O terceiro estudo mostrou que o grupo de 2ª série com dificuldades de leitura e escrita usava de forma imprecisa ambas as rotas de leitura e escrita. Este grupo apresentou escores estatisticamente inferiores aos do grupo de 2ª série competente em leitura e escrita em consciência fonológica...

Impacto da estimulação cognitiva sobre o desempenho de idosos com demência de Alzheimer em tarefas de memória lógica e recordação livre

Melo, Mariana Balduino de
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.61%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Departamento de Processos Psicológicos Básicos, Programa de Pós-Graduação em Ciências do Comportamento, 2008.; O envelhecimento é acompanhado de declínio em funções cognitivas, especialmente a memória, muitas vezes evoluindo para um quadro de demência. Este estudo tem como objetivo avaliar os impactos de um programa de estimulação cognitiva sobre o desempenho de idosos em tarefas de memória lógica e recordação livre. O estudo foi realizado com 16 idosos selecionados por meio de uma avaliação neuropsicológica com diagnóstico compatível à provável doença de Alzheimer em fases leve ou moderada. Eles foram divididos randomicamente em um grupo experimental, com oito idosos submetidos às sessões de estimulação cognitiva e um grupo controle, com oito idosos que não foram submetidos a essas sessões. O programa de estimulação durou quatro sessões e foi constituído de oficinas seqüenciais com material verbal referente ao tema “Passear em grupo realizando uma pescaria”, de apresentação repetida a ser evocado por livre recordação, e seguido de reconhecimento, podendo ser facilitado por dicas contextuais ou pré-ativação da informação requerida. Para aprendizagem das novas informações...

Neuropsicologia da atividade onírica: considerações teóricas sugeridas por aspectos clínicos

Chaves,Moysés; Caixeta,Marcelo; Machado,Delfino da Costa
Fonte: Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO Publicador: Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/1997 PT
Relevância na Pesquisa
36.44%
Baseados no que observamos em cinco pessoas hígidas, fazemos uma revisão das principais teorias a respeito dos sonhos e propomos uma explicação unificadora sobre a função cognitiva deles. Classificamos os sonhos considerando seu papel na inibição, estimulação ou criação de estratégias cognitivas em torno de um núcleo emocional. Estas estratégias seriam estocadas e elicitadas subliminarmente por experiências afetivas ou cognitivo-afetivas durante a vigília. Sugerimos que as mudanças de padrão, mais lógico ou mais emocional, durante o sonho baseiam-se numa oscilação de dominância frontal ou límbica durante cada período REM. Observações preliminares mostraram-nos que, durante o período de atividade eletrencefalográfica frontal mais rápida, o despertar elicita impressões de sonhos mais lógicos e menos bizarros mas, se este ocorrer durante períodos de menor ativação frontal, as lembranças elicitadas correspondem a sonhos mais bizarros e portanto cognitivãmente menos elaborados.

Desenvolvimento Histórico e Fundamentos Metodológicos da Neuropsicologia Cognitiva

Kristensen,Christian Haag; Almeida,Rosa Maria Martins de; Gomes,William Barbosa
Fonte: Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2001 PT
Relevância na Pesquisa
67.07%
A neuropsicologia cognitiva é apresentada em seu desenvolvimento histórico e principais mudanças metodológicas. Os debates ontológicos sobre as relações entre mente e cérebro na história da psicologia são apresentados. O surgimento da neuropsicologia é descrito como resultante dos estudos sobre as relações entre afasia e lesões cerebrais. A pesquisa sobre cognição, uma forte ênfase na psicologia nas últimas quatro décadas, é reconhecida como uma contribuição na compreensão das operações mentais humanas. Tais desenvolvimentos acabaram por fortalecer as relações entre cérebro e mente. As principais propostas metodológicas em neuropsicologia cognitiva são discutidas com especial ênfase nos seguintes aspectos: debates entre estudos de caso e estudos de grupo; dissociações entre tarefas cognitivas; e avanços e limitações das técnicas de neuroimagem. Finalmente, descreve-se o processo histórico de organização científica e profissional da área.

Inteligência fluida: definição fatorial, cognitiva e neuropsicológica

Primi,Ricardo
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2002 PT
Relevância na Pesquisa
36.54%
Este artigo pretende revisar o construto inteligência fluida (Gf) buscando ressaltar os pontos de convergência entre eles. Discute-se alguns estudos relevantes das abordagens psicométrica, cognitiva e da mais recente neurociência cognitiva. A tendência corrente é associar a inteligência fluida a pelo menos sete funções do executivo central, componente da memória de trabalho: (a) manutenção do nível de ativação das representações mentais, (b) coordenação de atividades mentais simultâneas, (c) monitoramento e supervisão das atividades mentais, (d) controle da atenção e atenção seletiva, (e) ativação de informações da memória de longo prazo e (e) redirecionamento de rotas ou flexibilidade adaptativa. Discute-se também como os testes de raciocínio indutivo com analogias geométricas representam este construto.

Aspectos históricos da neuropsicologia: subsídios para a formação de educadores

Pinheiro,Marta
Fonte: Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná Publicador: Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2005 PT
Relevância na Pesquisa
46.85%
A neuropsicologia é uma ciência do século XX, mas as raízes da sua história remontam a Antigüidade. O objetivo deste estudo é discutir aspectos da história da neuropsicologia, desde a sua origem até o seu surgimento e estabelecimento enquanto ciência, com o objetivo de fornecer subsídios a educadores interessados no estudo das dificuldades e dos distúrbios de aprendizagem. Uma teoria da aprendizagem efetiva deve levar em conta os substratos anatômicos cerebrais e os mecanismos neurofisiológicos do comportamento, pois só assim o educador poderá compreender o nãoaprender do aluno e, conseqüentemente, adotar estratégias adequadas para superá-lo.

Declínio da capacidade cognitiva durante o envelhecimento

Charchat-Fichman,Helenice; Caramelli,Paulo; Sameshima,Koichi; Nitrini,Ricardo
Fonte: Associação Brasileira de Psiquiatria - ABP Publicador: Associação Brasileira de Psiquiatria - ABP
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2005 PT
Relevância na Pesquisa
36.54%
O declínio da capacidade cognitiva (DCC) decorre dos processos fisiológicos do envelhecimento normal ou de um estágio de transição para as demências. Estudos epidemiológicos mostram que idosos com declínio da capacidade cognitiva apresentam maior risco de desenvolver Doença de Alzheimer (DA), em particular aqueles com déficit de memória episódica. A presente atualização mostra os principais critérios diagnósticos, achados neuropatológicos e neuropsicológicos do declínio da capacidade cognitiva durante o envelhecimento.

Validação de uma bateria de testes neuropsicológicos para a avaliação cognitiva de idosos analfabetos

Guerra Amorim, Gutemberg; Henrique Ferreira Bertolucci, Paulo (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.54%
Validar uma bateria de testes neuropsicológicos para a avaliação cognitiva de idosos analfabetos. MÉTODOS: Foram estudados sujeitos analfabetos maiores de sessenta anos, procedentes do grupo de idosos de Chã de Alegria, município situado a 57 Km do Recife. Foram controladas as variáveis idade, sexo, grau de analfabetismo e capacidade de assinar. Os sujeitos selecionados foram submetidos à aplicação do Mini-Exame do Estado Mental (MEEM) e da Bateria de Rastreio Cognitivo de Analfabetos (BR-Cog-A). Foram realizadas análises de confiabilidade e de validade da BR-Cog-A. RESULTADOS: Trinta sujeitos foram selecionados. O escore total do MEEM sofreu influência das variáveis sexo, grau de analfabetismo e capacidade de assinar. O escore total da BR-Cog-A não sofreu influência de nenhuma das variáveis estudadas. A análise fatorial identificou a presença de sete fatores associados à BRCog- A. Em quatro destes fatores, o coeficiente α de Crönbach foi maior que 0,7. O coeficiente de correlação de Pearson obtido para a comparação da BR-Cog-A com o MEEM foi de 0,630 (p < 0,01). CONCLUSÕES: Ao contrário do MEEM, a BR-Cog-A não foi sensível ao grau de contato com a linguagem escrita. Esse aspecto é favorável no processo de validação da BR-Cog-A como uma ferramenta adequada para a avaliação cognitiva de analfabetos; Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico

"Avaliação neuropsicológica de componentes da linguagem e da memória de trabalho na infância: adaptação de tarefa discursiva e estudo correlacional"

Prando, Mirella Liberatore
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Dissertação de Mestrado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
36.44%
No âmbito da neuropsicologia cognitiva e do desenvolvimento infantil, a avaliação de funções cognitivas como a linguagem e a memória, e suas inter-relações, são de extrema relevância para a clínica e a pesquisa. Na medida em que as investigações sobre a interface entre componentes linguísticos e mnemônicos em crianças em desenvolvimento típico ainda são escassas, esta dissertação, por meio de dois estudos empíricos, visou a (1) apresentar o processo de adaptação de uma tarefa discursiva narrativa infantil, averiguando-se se há diferenças de desempenho quanto ao tipo de escola, e (2) investigar a relação entre memória de trabalho e linguagem oral. No Estudo 1, participaram oito juízes e 45 crianças em quatro etapas de adaptação: adaptação de instrução e de termos, análise comparada de proposições, análise por juízes especialistas e estudo piloto. Compararam-se, ainda, dois grupos de crianças saudáveis de 7 à 9 anos de idade, 15 de escola pública e 16, de privada. Realizaram-se mudanças terminológicas nas instruções, na narrativa e em questões de compreensão, sendo a análise de juízes e o estudo piloto fundamentais. Observou-se melhor desempenho de crianças da escola privada no reconto parcial.No Estudo 2...

Contribution from neuropsychology to the study of semantic memory; Contribución desde la neuropsicología al estudio de la memoria semántica

Vivas, Leticia; García García, Ricardo
Fonte: Universidade do Rosário Publicador: Universidade do Rosário
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 26/01/2011 SPA
Relevância na Pesquisa
47.05%
Semantic memory has been studied from various fields. The first models emerged from cognitive psychology from the hand of the division proposed by Tulving between semantic and episodic memory. Over the past thirty years there have been parallel developments in the fields of psycholinguistics, cognitive psychology and cognitive neuropsychology. The present work is to review the contributions that have emerged within the neuropsychology to the study of semantic memory and to present an updated overview of the points of consensus. First, it is defined the term "semantics" conceptually within the field of neuropsychology. Then, there is a dichotomy that passes through both psychological and neuropsychological models on semantic memory: the existence of modals versus amodal representations. Third, there are  developed the main theoretical models in neuropsychology that emerged in an attempt to explain categoryspecific semantic deficits. Finally, more robust contributions and points that still generate some discussion are reviewed.; La memoria semántica ha sido estudiada desde diversos campos. Los primeros modelos surgieron desde la psicología cognitiva de la mano de la división propuesta por Tulving entre memoria semántica y episódica. En los últimos treinta años se han producido desarrollos en paralelo en los campos de la psicolingüística...

Interface entre neuropsicologia e psicopatologia: funções executivas, variáveis clínicas, qualidade de vida e funcionalidade na depressão e no transtorno bipolar

Cotrena, Charles
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Dissertação de Mestrado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
36.77%
Atualmente a neuropsicologia contribui à psicopatologia pela busca e identificação de características cognitivas de diferentes quadros psicopatológicos, e sua relação com fatores clínicos, demográficos, de capacidade funcional e qualidade de vida. Neste contexto, o transtorno depressivo maior (TDM) e o transtorno bipolar (TB) tem sido alvo de diversas investigações, embora ainda preliminares e com limitada aplicabilidade clínica e generalizabilidade devido a sua heterogeneidade metodológica. Assim, o objetivo desta pesquisa foi investigar a interrelação entre fatores cognitivos, clínicos, demográficos, a qualidade de vida e funcionalidade de amostra naturalística de pacientes com TDM e TB, comparados a participantes saudáveis. O primeiro estudo visou a identificar diferenças entre o TDM, TBI, TBII e participantes controles quanto aos processos neurocognitivos de funções executivas, atencão e velocidade de processamento. Pacientes com TDM apresentaram prejuízos na atenção sustentada e dividida, memória de trabalho, fluência verbal livre, controle inibitório e tomada de decisão, especialmente em tarefas envolvendo avaliações temporais de desempenho. Pacientes com TBII apresentaram desempenho heterogêneo...

Inteligência fluida: definição fatorial, cognitiva e neuropsicológica; Fluid intelligence: factorial, cognitive and neuropsychological definition

Primi, Ricardo
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2002 POR
Relevância na Pesquisa
36.54%
Este artigo pretende revisar o construto inteligência fluida (Gf) buscando ressaltar os pontos de convergência entre eles. Discute-se alguns estudos relevantes das abordagens psicométrica, cognitiva e da mais recente neurociência cognitiva. A tendência corrente é associar a inteligência fluida a pelo menos sete funções do executivo central, componente da memória de trabalho: (a) manutenção do nível de ativação das representações mentais, (b) coordenação de atividades mentais simultâneas, (c) monitoramento e supervisão das atividades mentais, (d) controle da atenção e atenção seletiva, (e) ativação de informações da memória de longo prazo e (e) redirecionamento de rotas ou flexibilidade adaptativa. Discute-se também como os testes de raciocínio indutivo com analogias geométricas representam este construto.; This paper reviews the construct fluid intelligence (Gf) with the intent to focus on the conceptual points of convergence among them. It was discussed some relevant studies from the psychometric, cognitive and the more recent cognitive neuroscience traditions. The current trend is to link fluid intelligence to at least seven functions of central executive component of working memory: (a) the level of activation maintenance of mental representations...

Inteligência fluida: definição fatorial, cognitiva e neuropsicológica; Fluid intelligence: factorial, cognitive and neuropsychological definition

Primi, Ricardo
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2002 POR
Relevância na Pesquisa
36.54%
Este artigo pretende revisar o construto inteligência fluida (Gf) buscando ressaltar os pontos de convergência entre eles. Discute-se alguns estudos relevantes das abordagens psicométrica, cognitiva e da mais recente neurociência cognitiva. A tendência corrente é associar a inteligência fluida a pelo menos sete funções do executivo central, componente da memória de trabalho: (a) manutenção do nível de ativação das representações mentais, (b) coordenação de atividades mentais simultâneas, (c) monitoramento e supervisão das atividades mentais, (d) controle da atenção e atenção seletiva, (e) ativação de informações da memória de longo prazo e (e) redirecionamento de rotas ou flexibilidade adaptativa. Discute-se também como os testes de raciocínio indutivo com analogias geométricas representam este construto.; This paper reviews the construct fluid intelligence (Gf) with the intent to focus on the conceptual points of convergence among them. It was discussed some relevant studies from the psychometric, cognitive and the more recent cognitive neuroscience traditions. The current trend is to link fluid intelligence to at least seven functions of central executive component of working memory: (a) the level of activation maintenance of mental representations...

Aspectos históricos da neuropsicologia: subsídios para a formação de educadores

Pinheiro, Marta
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 20/10/2005 POR
Relevância na Pesquisa
46.85%
A neuropsicologia é uma ciência do século XX, mas as raízes da sua história remontam a Antigüidade. O objetivo deste estudo é discutir aspectos da história da neuropsicologia, desde a sua origem até o seu surgimento e estabelecimento enquanto ciência, com o objetivo de fornecer subsídios a educadores interessados no estudo das dificuldades e dos distúrbios de aprendizagem. Uma teoria da aprendizagem efetiva deve levar em conta os substratos anatômicos cerebrais e os mecanismos neurofisiológicos do comportamento, pois só assim o educador poderá compreender o nãoaprender do aluno e, conseqüentemente, adotar estratégias adequadas para superá-lo. Historical aspects of the neuropsychology: a contribution to the educators formationAbstract The neuropsychology is a science of the 20th century but we need to return to the early history to find its origins. The objective of the present review is to discuss aspects of the historical process of scientific organization of the area with the purpose to provide fundamental concepts to educators interested in the study of learning disabilities. An effective learning theory must consider brain and mental processes since in this only case the educator can understand why the student doesn’t learn and so adopt adequated strategies to improve his cognitive rehabilitation.

Psicologia e neurociência cognitivas: alguns avanços recentes e implicações para a educação; Cognitive psychology and neuroscience: recent advances and implications for education

Andrade, Paulo Estevão; do Prado, Paulo Sérgio T.
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; avaliado por pares; Formato: application/pdf
Publicado em 08/04/2005 POR
Relevância na Pesquisa
36.48%
Starting with the contribution from psychologists like Piaget and Vygotsky to understanding psychological development the authors comment on some important recent advances in infant psychology research and confront its results with previous postures. In particular, certain perceptual and cognitive skills’ development are stressed, since there are evidences that their genesis is earlier than previously believed. Additionally, important findings of neuroscience and cognitive neuropsychology are commented upon, as well as brain areas responsible for certain specific cognitive tasks, and some of its associations are identified. The conclusion points out to the need that education professionals and the curriculum take these scientific advances into account in order to ameliorate the effectiveness of the pedagogical process.Keywords: Cognitive Psychology; brain sciences; education.; Partindo da contribuição de autores como Piaget e Vygotsky para a compreensão do desenvolvimento psicológico, o texto comenta alguns importantes avanços recentes na pesquisa em psicologia infantil e confronta seus resultados com posturas anteriores. Um ponto de destaque relaciona-se com o desenvolvimento de certas habilidades perceptivas e cognitivas as quais...

When the words are missing - a cognitive analysis of silence in psychoanalysis; Quand les mots viennent à manquer- l' analyse cognitive du silence en psychanalyse; Quando as palavras faltam - uma análise cognitiva do silêncio em psicanálise

Widlöcher, Daniel; Université Pierre et Marie Curie
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Descritivo Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2004 POR
Relevância na Pesquisa
36.58%
The neuropsychology of the aphasia keeps on making us discover some new functional dissociation liable to alter the language functions (Shallice, 1988). This way, it contributes to our knowledge of the mechanisms, which regulate these functions. In this sense, neuropsychology fits perfectly the main stream of the psychopathologic undertaking. Here - and this is precisely a fact that might surprise us – the way of communication suitable to the psychoanalytical situation can be compared to that one. At least, this is what I will try to demonstrate, having, as a starting point, a kind of absence of words, apparently very different from the aphasia, but that, from a certain point of view, can be faced as the expression of a functional dissociation of the language. This point of view will apply the theoretical frames come from the cognitive analyses of the pragmatics of communication to the observation of the psychoanalytical communication. (Fodor, 1987; Sperber et Wilson, 1989).; La neuro-psychologie des aphasies continue de nous faire découvrir de nouvelles dissociations fonctionnelles susceptibles d'altérer les fonctions du langage (Shallice, 1988). Elle ne manque pas de contribuer ainsi à notre connaissance des mécanismes qui régulent ces fonctions. En ce sens...