Página 1 dos resultados de 95 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

O Gerontólogo… um mediador no espaço gerontológico

Veiga-Branco, Augusta
Fonte: Psicosoma Publicador: Psicosoma
Tipo: Parte de Livro
POR
Relevância na Pesquisa
17.23%
É necessário refletir acerca do que significam os conceitos e do que é ensinar - aqui na perspetiva de Paulo Freire - para termos a certeza se queremos viver a nossa vida a construir ou a desconstruir os conceitos adquiridos, e ir ao significado das palavras. Para sabermos no que estamos a apostar. Em que terreno estamos a plantar as nossas energias. A nossa vida. No início sabia mal o que era a Pedagogia, ou a Andragogia e, portanto, não tinha a mais pálida ideia do que seria a Gerontogogia. Só na formação em Pedagogia, descobri o que já sabia, mas não tinha disso ainda a consciência: a Pedo, a Andro ou a Geronto, eram a minha água, desde que estivessem na Gogia sob a forma de prefixo. Assim, sem mais. Vale a pena colocar em ordem as diferenças. Se a mudança de método, transforma a Educação, de “educação aprendente para ensinante”, a mudança da população alvo, deverá transformar, não só e necessariamente, o método, como a estratégia, e principalmente a “intencionalidade educativa ” de quem conduz o processo. E também esta, a intencionalidade, assenta no étimo. Torna-se importante conhecer a origem etimológica das palavras, antes de chegar à Gerontogogia. Este, como todos os conceitos atualmente aplicados dentro do sistema educativo...

Aumento no número de neurônios seguido de hipertrofia neuronal pode ser mecanismo de compensação para perda neuronal resultante da remoção unilateral do gânglio cervical cranial em ovinos; Neuronal number increase followed by neuronal hypertrophy may be a compensation mechanism for neuronal loss as a result of unilateral remotion of cranial cervical ganglion in sheep

Fioretto, Emerson Ticona
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 28/04/2006 PT
Relevância na Pesquisa
17.23%
O sistema nervoso simpático é escassamente descrito em livros na anatomia veterinária e encontra-se pouca informação a respeito de seu funcionamento em grandes mamíferos. O conceito atual da estrutura e função dos gânglios simpáticos deriva de estudos desenvolvidos no gânglio cervical superior (GCC) em animais de laboratório, devido ao seu grande tamanho, facilidade de acesso e multiplicidade de território de inervação nestas espécies. A ganglionectomia unilateral do GCC causou condição patológica associada à síndrome de Horner com sinais associados à anisocoria, enoftalmia, ptose e hipertermia de orelha. Aplicando-se métodos estereológicos, objetivamos investigar a neuroplasticidade do G CC em condições de exigência funcional em diferentes períodos de tempo. A neuroplasticidade foi investigada em vista dos aspectos morfoquantitativos, tamanho e número total de neurônios. Objetivou-se encontrar variação, ou não, no tamanho dos neurônios, na densidade neuronal, no número de neurônios secundários à ganglionectomia unilateral do GCC. Alterações macroscópicas revelaram um aumento médio de 8%, 3% e 11% em comprimento, largura e espessura para os gânglios operados no grupo I. Para o grupo II encontraram-se aumentos em 4% para comprimento e largura e 5% em espessura...

Avaliação clínico-experimental dos efeitos da estimulação neuronal na resposta funcional, na neuroproteção e na neuroplasticidade após isquemia cerebral. Estudo da FES em pacientes portadores de sequela de AVE em modelo experimental em ratos; The motor recovery and cortical plasticity after stroke induced by functional electrical stimulation therapy

Cecatto, Rebeca Boltes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 10/05/2011 PT
Relevância na Pesquisa
27.54%
INTRODUCÃO: O Acidente Vascular Encefálico (AVE) é uma das principais causas mundiais de morte e incapacidade crônica de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS). Os mecanismos neuronais envolvidos na aquisição de funcionalidade e independência aapós o AVE estão em discussão na literatura e compreendem provavelmente a reativação do tecido neuronal da zona de penumbra, a resolução da diásquise, a reparação tecidual das áreas acometidas, e provavelmente mecanismos plásticos neuronais do tecido preservado adjacente à lesão. A estimulação elétrica funcional (FES) é utilizada com sucesso desde os anos 1960 para a estimulação e aquisição de funcionalidade após as lesões motoras corticais encontradas no AVE. A despeito disso, pouco se sabe sobre a influência da FES na neuroplasticidade e no neurotrofismo das áreas envolvidas com o controle motor. OBJETIVOS: Este estudo tem por objetivo avaliar a melhora funcional e mudanças na neuroplasticidade cortical de ratos submetidos à isquemia cerebral, tratados com um modelo experimental da FES. MÉTODOS: Analisamos um grupo de 8 ratos portadores de hemiparesia esquerda após isquemia encefálica cortical frontoparietal direita da área sensitivomotora das patas anterior e posterior...

Análise dos mecanismos de neuroplasticidade na porção lombar da medula espinal do rato submetida à lesão isquêmica fototrombótica e tratada pela injeção local de PEDF; Analysis of neuroplasticity mechanisms in lumbar levels of the rat spinal cord submitted to photothrombotic ischemia and treated with local injection of PEDF

Batista, Chary Ely Martin Marquez
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/03/2012 PT
Relevância na Pesquisa
27.87%
O fator derivado do epitélio pigmentado (PEDF) é um fator neurotrófico que possui um grande potencial trófico nos neurônios motores da medula espinal, bem como é capaz de modular o microambiente da lesão. Desta forma, analisamos a capacidade do tratamento com PEDF em promover a neuroplasticidade da medula espinal após lesão isquêmica. Ratos Wistar adultos foram submetidos à lesão medular isquêmica do tipo fototrombótica, segundo o método de Rose Bengal, na altura do 11° segmento torácico e foram imediatamente tratados com inoculação local de PEDF (grupo PEDF) ou solvente (grupo Salina). Ratos submetidos à cirurgia simulada (grupo Sham) receberam a injeção do solvente. Ao término do procedimento cirúrgico, os ratos foram submetidos a testes neurofuncionais durante 6 semanas. Após esse período, os animais sofreram eutanásia e o tecido medular foi dividido entre as técnicas de imunoistoquímica, western blot e PCR em tempo real. Foi analisada na região lombar anterior da medula espinal a modulação das CSPGs, a expressão dos fatores neurotróficos NT-3, GDNF, BDNF e FGF-2, bem como os níveis das moléculas associadas à angiogênese e apoptose (laminina e Bcl-2), das proteínas relacionadas à neuroplasticidade (MAP-2...

Ambiente educacional enriquecido: estudo da aplicação de oficinas de construção de brinquedos em centro de ciência; Enriched educational environment: study of the application of workshops to build toys in a center for science

Martins, Barbara Milan
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 29/11/2012 PT
Relevância na Pesquisa
27.23%
Está estabelecido na literatura de neurociência que ocorrem transformações no encéfalo de animais, devido à neuroplasticidade; estas podem ser potencializadas de acordo com os ambientes nos quais o indivíduo interage, assim como o tipo de interação estabelecida por este. Na literatura, a aplicação do conceito de ambiente enriquecido para a prática experimental mostra resultados favoráveis e significativos na aprendizagem e desenvolvimento de animais. Neste estudo, buscou-se ampliar o conceito de ambiente enriquecido para o ambiente educacional de um centro de ciência. Investigar a interação de alunos do 5º ano da rede pública de ensino, em ambiente educacional de oficinas de construção de brinquedos oferecidas, no Centro de ciência Sabina: Escola Parque do Conhecimento (Santo André, SP), e possíveis aproximações com o conceito de ambiente educacional enriquecido, proposto neste estudo, constitui o objeto deste trabalho. Nesta investigação buscou-se destacar os componentes ambientais que influem no desempenho e na interação dos alunos durante as oficinas. A investigação, de natureza qualitativa, foi inspirada na metodologia de Estudo de Caso do tipo Etnográfico Aplicado à Educação, que indica a imersão do pesquisador no campo investigado para apreensão de relações e significados dos sujeitos...

Efeitos da administração aguda de glicose após atividade física sobre o comportamento relacionado à ansiedade, memória e neuroplasticidade; Not informed by the author

Shimizu, William Akira Lima
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 02/02/2015 PT
Relevância na Pesquisa
37.74%
O estímulo pela atividade física pode mediar a ação do IGF-1 sobre a indução à neuroplasticidade, modular o neurometabolismo e influenciar a memória e a ansiedade. Entretanto, a atividade física também pode induzir à hipoglicemia, condição que pode ser revertida com a administração de rápida fonte de glicose provinda da alimentação. Assim como a atividade física, a dieta exerce forte influência nos processos moleculares, celulares e comportamentais e estudos analisando o efeito exclusivo de dietas ricas em açúcar revelam prejuízos sobre a memória e favorecimento à ansiedade. Portanto, analisar os efeitos moleculares e comportamentais num protocolo que contemple atividade física e dieta não exclusiva de xarope de milho podem corroborar ou discordar das pesquisas que analisam os mecanismos de uma dieta exclusiva. O objetivo desse trabalho foi verificar os efeitos da administração de xarope de glicose do milho a 15% após atividade física aguda forçada em esteira sobre a memória, a ansiedade, a atividade locomotora, a neuroplasticidade e a morte celular de camundongos machos. Foram formados 4 grupos, sendo sedentário controle (SED), treinado controle (TRE), sedentário administrado (SED15%) e treinado administrado (TRE15%). O regime de treinamento consistiu em atividade física forçada em esteira por 40 min a 0...

Administração repetida de morfina em ratos infantes : efeitos em curto, médio e longo prazos nas atividades nociceptiva, comportamental e ectonucleotidásicas

Rozisky, Joanna Ripoll
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
17.23%
O estudo do sistema opióide no neonato tem sido freqüentemente pesquisado. Os neonatos rotineiramente experimentam dor aguda e crônica causada por procedimentos invasivos em UTI pediátrica e freqüentemente não recebem analgesia adequada. Entretanto, o uso da analgesia opióide vem aumentando nas últimas décadas em consequência das mudanças e avanços na compreensão, na identificação e no tratamento da dor em crianças. Entretanto, ainda existe uma carência em estudos de seus efeitos específicos sobre uma administração em longo prazo nestes pacientes. Adicionalmente, alguns estudos têm demonstrado que a exposição às drogas logo após o nascimento pode ter implicações duradouras no sistema nervoso, e que a exposição à morfina pode influenciar no desenvolvimento e na função de alguns sistemas do neurotransmissores. Existem múltiplos sistemas espinhais que modulam a neurotransmissão nociceptiva no corno dorsal. Propõe-se que a adenosina extracelular esteja envolvida no controle fisiológico da dor a nível espinal e na ação antinociceptiva opióide. Por outro lado, o ATP é um neurotransmissor liberado dos terminais nervosos sensoriais aferentes para atuar na circuitaria central da dor. Os nucleotídeos extracelulares podem ser hidrolisados por E-NTPDase e por 5’nucleotidase. Esta cascata enzimática apresenta dupla função: remover o sinal do ATP e gerar um segundo...

Expressão da proteína prion celular no modelo da pilocarpina de epilepsia do lobo temporal

Rockenbach, Isabel Cristina
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
17.23%
Ratos que não expressam a proteína prion celular (PrPc) são mais sensíveis a crises epilépticas induzidas por diferentes protocolos. O hipocampo desses animais apresenta um brotamento supragranular de fibras musgosas semelhante ao observado em pacientes com epilepsia de lobo temporal relacionada a esclerose hipocampal (ELT-EH). Esses achados sugerem que a PrPc pode estar envolvida na epileptogênese da ELT-EH. Nós estudamos nessa tese a localização imunoistoquímica da PrPc no hipocampo de animais submetidos ao modelo de epilepsia de lobo temporal por pilocarpina (MELTP)em diferentes tempos de status epilepticus em ratos. Nesse trabalho induzimos estado de mal epileptico (EE) com o uso de pilocarpina em três diferentes grupos de ratos Wistar adultos. Os animais foram sacrificados 18 horas, 5 dias e 2 meses após a indução do EE. Os resultados foram comparados com cérebros controles de ratos que receberam injeções de solução salina. As lâminas foram processadas para coloração por hematoxilinaeosina, imunohistoquímica e neo-Timm. Observamos um aumento da expressão de PrPc nas regiões CA1 e CA3 do hipocampo 18 horas depois da injeção de pilocarpina. Essa expressão aumentada persistiu na região CA1 no quinto dia após a injeção. Não observamos diferenças significativas na expressão de PrPc durante a fase aguda do MELTP nas regiões CA2 e granular do hipocampo. No grupo crônico (2 meses) a PrPc foi observada na mesma localização em que se observou brotamento de fibras musgosas. Concluímos com esse trabalho que a expressão da PrPc é diferente nas diversas fases do modelo de epilepsia induzido por pilocarpina. A expressão transitória da proteína prion durante a fase aguda do modelo pode refletir mudanças de expressão visando tornar as células mais resistentes ao dano induzido pelas crises convulsivas. Alternativamente...

Enriquecimento ambiental modifica a morfologia dos astrócitos do hipocampo e a resposta comportamental no reconhecimento de objeto em camundongos

Viola, Giordano Gubert
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
17.23%
O termo neuroplasticidade se refere às mudanças funcionais ou anatômicas que ocorrem no sistema nervoso decorrentes de experiências. O enriquecimento ambiental (EA) é um dos modelos experimentais utilizados para estudar eventos relacionados à neuroplasticidade, pois aumenta a neurogênese, os níveis de neurotrofinas, a sobrevivência neuronal, a sinaptogênese, além de induzir cascatas de sinalização e uma mudança na arborização dendritica dos neurônios de diversas regiões encefálicas. Nos últimos anos a importância dos astrócitos tem ganho destaque, principalmente no que tange a sua capacidade de modular sinapses e na participação ativa em eventos plásticos no encéfalo, essas mudanças estão relacionadas a alterações funcionais e morfológicas. O EA é um modelo interessante para avaliar performances comportamentais pois é um modelo que ocasiona mudanças na capacidade de armazenar e acessar novas informações. Sendo assim, acreditamos que o EA é capaz de gerar efeitos plásticos nos astrócitos do Stratum Radiatum da região CA1 e alterar as respostas comportamentais a tarefa de reconhecimento de objetos. Após oito semanas de EA iniciado logo após o desmame, camundongos CF-1 albinos não apresentam diferenças significativas no número de astrócitos GFAP-ir e na densidade óptica para GFAP no Stratum Radiatum. Entretanto ocorreu um aumento no número de processos originários do soma...

Efeitos neuromodulatórios e neurotróficos da insulina sobre o envelhecimento cerebral

Haas, Clarissa Branco
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
17.23%
O envelhecimento é um fator de risco para o desenvolvimento de alterações estruturais e funcionais associadas a doenças neurodegenerativas. A perda de neurônios em conjunto com alterações das conexões neurais, principalmente no hipocampo, tem sido associada ao declínio cognitivo no envelhecimento, e várias alterações neuroquímicas moduladas pela ação de hormônios neuroendócrinos parecem participar desse processo. Realmente, prejuízos na sinalização cerebral de insulina têm sido envolvidos na etiologia dos prejuízos cognitivos e de doenças neurodegenerativas. O objetivo desse estudo foi avaliar os efeitos da administração intracerebroventricular (ICV) de insulina na memória espacial, plasticidade mitocondrial e de células neurais. Ratos Wistar machos (jovens: 4 meses e velhos: 24-26 meses; n=10-12) foram tratados com insulina ICV (20mU) ou veículo uma vez ao dia durante 5 dias. A insulina aumentou os níveis extracelulares de lactato no hipocampo de animais jovens, mas não nos animais velhos. A produção de H2O2 mitocondrial, estimulada por succinato, diminuiu no grupo velho-insulina, em relação aos outros grupos. Além disso, o imunoconteúdo da proteína estimuladora de biogênese, PGC1-α, aumentou em animais jovens tratados com insulina. A insulina também melhorou o desempenho dos animais jovens na tarefa do Labirinto Aquático de Morris e aumentou os níveis hipocampais de BDNF nesses animais. A insulina modulou de maneira distinta a morfologia das subregiões CA1...

Efeito da eletroacupuntura na cefaleia tensional crônica e nos níveis séricos de BDNF : ensaio clínico randomizado, cego, cross-over controlado com placebo

Chassot, Mônica
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
17.74%
Introdução: A cefaleia do tipo tensional crônica (CTTC) é caracterizada por dor de cabeça quase diária e sensibilização central. A acupuntura tem sido estudada no tratamento de diversos tipos de cefaleia, porém os resultados são controversos e apenas sugerem maior eficácia em relação ao placebo. A eletroacupuntura (EA) modula algumas das funções do sistema nervoso central (SNC), podendo modificar a neuroplasticidade. A plasticidade do SNC pode ser rastreada através dos níveis séricos do fator neurotrófico derivado do cérebro (BDNF), um mediador de neuroplasticidade. Objetivo: Este estudo testou a hipótese de que a analgesia pela EA na CTTC estaria relacionada à neuroplasticidade, avaliada através dos níveis séricos de BDNF. Métodos: Foram recrutadas mulheres, com idades entre 18-60 anos, portadoras de CTTC, para um ensaio clinico randomizado, cegado, controlado por placebo-sham. Foram aplicadas 10 sessões de EA, durante 30 minutos (2- 10 Hz, com intensidade conforme a tolerância) na cervical e áreas autonômicas, duas vezes por semana, que foram comparadas com placebosham. Os períodos de tratamento foram separados por duas semanas de intervalo. Avaliou-se dor (através de escala análoga visual (VAS) de 10 cm) e níveis séricos de BDNF como desfechos primários. Resultados: Trinta e quatro pacientes foram randomizadas e vinte e nove completaram o protocolo. Os escores da VAS foram menores durante o tratamento com EA...

Avaliação da expressão de receptor do peptídeo insulinotrópico dependente de glicose (GIP) em modelos experimentais de doenças neurológicas

Figueiredo, Cláudia Pinto
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: xiii, 162 f.| il., grafs.
POR
Relevância na Pesquisa
17.23%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Neurociências, Florianópolis, 2009; Estudos prévios têm relatado um aumento na proliferação de células progenitoras neuronais, no giro denteado e no bulbo olfatório (BO) de roedores submetidos a diferentes modelos experimentais de epilepsia e doença de Parkinson. Entretanto, os fatores que controlam a proliferação e migração dos progenitores neuronais, bem como sua integração com os circuitos cerebrais não estão totalmente esclarecidos. O peptídeo insulinotrópico dependente de glicose (GIP) e seu receptor (GIPR) estão amplamente expressos no hipocampo e no BO do sistema nervoso central (SNC) de animais adultos e parecem estar envolvidos na modulação dos processos de potenciação sináptica, neuroproteção e neurogênese. Sendo assim, o envolvimento do GIP e seu receptor nos mecanismos de neuroplasticidade sugerem uma possível participação dos mesmos na fisiopatologia de doenças como epilepsia, doença de Parkinson e doença de Alzheimer. O presente estudo demonstrou um aumento na expressão do GIPR no hipocampo e neocórtex, e no BO de ratos submetidos ao status epilepticus (SE) induzido pela pilocarpina...

Neurobiologia da Cannabis: do sistema endocanabinoide aos transtornos por uso de Cannabis

Costa,José Luis G. Pinho; Maia,Lucas O.; Orlandi-Mattos,P.; Villares,João C.; Esteves,Manuel A. Fernandez
Fonte: Instituto de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro Publicador: Instituto de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2011 PT
Relevância na Pesquisa
27.54%
OBJETIVOS: Diante das lacunas na efetividade das terapêuticas para transtornos por uso de Cannabis, a droga ilícita mais consumida no mundo, este trabalho propõe-se a rever os conhecimentos sobre o substrato neuroanatômico, biomolecular e celular do sistema endocanabinoide, descrever os mecanismos de neuroplasticidade dependente dos canabinoides e relacioná-los com a neurobiologia dos transtornos por uso de Cannabis (abuso e dependência). MÉTODOS: Recorreu-se às bases de dados Medline, Scopus e ISI Web of Knowledge; as palavras-chave pesquisadas foram "Cannabis", "neurobiology", "endocannabinoid system", "endocannabinoids", "receptors, cannabinoid", "neuronal plasticity", "long-term synaptic depression", "long-term potentiation", "marijuana abuse" e "tetrahydrocannabinol". Foram incluídos 80 trabalhos nesta revisão. DISCUSSÃO: A distribuição neuroanatômica, celular e biomolecular do sistema endocanabinoide adequa-se perfeitamente às suas funções de neuromodulação (via neuroplasticidade e metaplasticidade), nomeadamente em vias relacionadas aos transtornos por uso de substâncias. Os canabinoides exógenos perturbam essas funções. CONCLUSÃO: O sistema endocanabinoide contribui para a definição de setpoints em diversas vias neuronais...

Neurofisiologia e plasticidade no córtex cerebral pela estimulação magnética transcraniana repetitiva

Brasil Neto,Joaquim
Fonte: Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2004 PT
Relevância na Pesquisa
27.23%
Um velho dogma da biologia afirma que só existiria capacidade de reorganização cortical (neuroplasticidade) em animais muito jovens; no adulto, tal capacidade seria pequena ou mesmo inexistente. Aqui, revisamos estudos realizados em animais e em humanos que demonstram uma capacidade de reorganização cortical nos sistemas sensoriais e motores em indivíduos adultos. Destacamos os estudos realizados com a técnica de estimulação magnética transcraniana. O córtex cerebral asulto é capaz de reorganização após lesões do sistema nervoso periférico ou central ou no contexto do aprendizado.

Inside of the Creative Mind: Unravelling the Neurocognitive Mechanisms of Musical Creativity

Pinho, Ana Luísa Grilo
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Tese de Doutorado
ENG
Relevância na Pesquisa
27.23%
Creativity emerges from the individual or collective intellect in order to unfold the conundrum of life and give rise to meaningful deliberations for the attainment of a flourishing life. More specifically, creativity is commonly defined, within the framework of psychology, as a creative act or product that shall fulfill two main criteria: (i) it shall be novel (i.e. original and unexpected) and (ii) qualified judges shall agree upon its valuable contribution to the field. The cognitive science approach to creativity investigates the intellectual processes and representations concerned with the creative thinking. The methodologies of cognitive science, derived from the technological advancements of the past sixty years, have begun to adopt a more definitive and systemic perspective. Neuroscience has emerged, under this context, as the scientific study dedicated to explore the biological substrates of the nervous system, by utilizing a multitude of techniques such as neuroimaging. Cognitive neuroscience, in particular, studies the neural correlates of mental processes and it constitutes the central approach here adopted to study musical creativity. The primary goal of this thesis was thus to investigate the neurocognitive mechanisms underlying musical creativity. Functional magnetic resonance imaging was used to measure brain activity in thirty nine professional pianists and musical improvisation was employed as the ecologically valid behavioral model that could most accurately represent creative musical performance. Study I sought to investigate the specific neurocognitive effects derived from expertise in musical improvisation. A natural question that arises is whether extensive improvisational musical training may induce neuroplasticity in the brain. Many of the observed correlates of general musical training reflect not only acquisition of highly specific sensorimotor skills but also cognitive abilities required for various aspects of musical expertise. However...

Uso de Interfaces Cérebro-computador na comunicação de pessoas com Síndrome de Encarceramento

Pereira, Joaquim José Sobral
Fonte: Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Engenharia do Porto Publicador: Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Engenharia do Porto
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
27.23%
Os avanços nas Interfaces Cérebro-máquina, resultantes dos avanços no tratamento de sinal e da inteligência artificial, estão a permitir-nos aceder à atividade cerebral, descodificá-la, e usála para comandar dispositivos, sejam eles braços artificiais ou computadores. Isto é muito mais importante quando os utilizadores são pessoas que perderam a capacidade de comunicar, embora mantenham as suas capacidades cognitivas intactas. O caso mais extremo desta situação é o das pessoas afetadas pela Síndrome de Encarceramento. Este trabalho pretende contribuir para a melhoria da qualidade de vida das pessoas afetadas por esta síndrome, disponibilizando-lhes um meio de comunicação adaptado às suas limitações. É essencialmente um estudo de usabilidade aplicada a um tipo de utilizador extremamente diminuído na sua capacidade de interação. Nesta investigação começamos por compreender a Síndrome de Encarceramento e as limitações e capacidades das pessoas afetadas por ela. Abordamos a neuroplasticidade, o que é, e em que medida é importante para a utilização das Interfaces Cérebro-máquina. Analisamos o funcionamento destas interfaces, e os fundamentos científicos que o suportam. Finalmente, com todo este conhecimento em mãos...

A influência da hipertonia biomecânica VS neuronal na selecção das estratégias de intervenção em sujeitos com sequelas de acidente vascular encefálico no território da artéria cerebral média

Moreira, Iva
Fonte: Instituto Politécnico do Porto. Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto Publicador: Instituto Politécnico do Porto. Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
27.23%
Introdução: Após lesão do SNC o músculo pode perder a sua variabilidade e flexibilidade, tal como se verifica em indivíduos após AVE. A caracterização do tónus muscular tem sido um indicador a ter em atenção para o diagnóstico clínico. As alterações do tónus podem resultar de uma combinação de alterações neurais, como consequência dos processos inerentes à neuroplasticidade e alterações biomecânicas. Objectivo: Verificar quais as modificações no tónus muscular, segundo a escala de Tardieu, após a aplicação de um programa de reabilitação neuromotora baseado no conceito de Bobath em dois indivíduos com sequelas de AVE. Pretendeu-se também verificar as repercussões nas actividades funcionais. Participantes e métodos: Foram seleccionados dois indivíduos e aplicado um programa de reabilitação, durante onze semanas, e avaliados em dois momentos, antes da intervenção (PRE) e após a intervenção (APÓS). Aplicaram-se vários instrumentos de avaliação, nomeadamente a escala de Tardieu. O programa de reabilitação realizado baseou-se no conceito de Bobath. Resultados: Na escala de Tardieu, foi comum aos dois indivíduos melhorias a nível da qualidade de reacção muscular. Ambos os indivíduos apresentaram melhorias no controlo postural e equilíbrio...

Fisioterapia e neuroplasticidade após acidente vascular encefálico: uma revisão sistemática.

Cruz, Pâmela Carneiro da
Fonte: Centro Universitário de Brasília Publicador: Centro Universitário de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
PT_BR
Relevância na Pesquisa
27.23%
A fisioterapia através de estimulação sensorial e motora pode colaborar na redução da morbidade pelo acidente vascular encefálico através de mudanças corticais após a lesão. Logo, o objetivo deste estudo é apresentar uma revisão sistemática da literatura sobre a influencia da fisioterapia na neuroplasticidade. Realizou-se uma busca de ensaios clínicos aleatórios de alta qualidade metodológica em 10 bases de dados digitais. Selecionou-se 15 artigos. A análise evidenciou que as diversas intervenções fisioterapêuticas proporcionaram melhoria na organização cortical acompanhada do aproveitamento funcional. No entanto, esta revisão sistemática apresentou a limitação de ter sido realizada por somente 1 avaliador.

Plasticity of the human cerebral cortex as revealed by transcranial magnetic stimulation; Neurofisiologia e plasticidade no córtex cerebral pela estimulação magnética transcraniana repetitiva

Brasil Neto, Joaquim
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina. Instituto de Psiquiatria Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina. Instituto de Psiquiatria
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2004 POR
Relevância na Pesquisa
27.23%
An old biological dogma states that a potencial for cortical reorganization (neuroplasticity) exists nly in young animals, being lost in adlt life. Here we review studies carried out both in animals and humans, whixh demonstrate cortical reorganization in sensory and motor systems in adult subjects. We particulary emphasiza human studies carried out with the aid of transcranial magnetic stimulation. The adult cortex is capable of reorganization after peripheral or central nervous system lesions and as a result of learning.; Um velho dogma da biologia afirma que só existiria capacidade de reorganização cortical (neuroplasticidade) em animais muito jovens; no adulto, tal capacidade seria pequena ou mesmo inexistente. Aqui, revisamos estudos realizados em animais e em humanos que demonstram uma capacidade de reorganização cortical nos sistemas sensoriais e motores em indivíduos adultos. Destacamos os estudos realizados com a técnica de estimulação magnética transcraniana. O córtex cerebral asulto é capaz de reorganização após lesões do sistema nervoso periférico ou central ou no contexto do aprendizado.

Neuroplasticidade na reabilitação de pacientes acometidos por AVC espástico; Neuroplasticity in the rehabilitation of patients affected by spastic spoke

Zilli, Francielly; Lima, Cristine Budal Arins de; Kohler, Maria Cecilia
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 19/12/2014 POR
Relevância na Pesquisa
37.87%
O Acidente Vascular Cerebral (AVC) é uma das principais causas de incapacidades no mundo, tendo como um dos principais prejuízos a sequela de espasticidade. A partir do potencial de neuroplasticidade cerebral, a reabilitação desenvolve técnicas como a Terapia de Restrição e Indução do Movimento, que visa a melhora o desempenho motor. O objetivo deste estudo é analisar os resultados benéfi cos de estudos baseados no princípio da neuroplasticidade como mecanismo de reabilitação em pacientes com AVC espástico. O estudo constituiu-se através de revisão de literatura impressa e digital com publicações nacionais e internacionais, a qual foi consultada em bases como SciELO, portal de periódicos da Capes, PubMed e em acervos da biblioteca dainstituição de ensino. Foram utilizadas as palavras chaves Acidente Vascular Cerebral; Espasticidade; Neuroplasticidade e a busca visou publicações entre 2000 e 2013. Dos 38 artigos pesquisados apenas 4 contemplaram o objetivo do trabalho, e apresentaram resultados positivos sobre a utilização da Terapia de Restrição e Indução do Movimentos que promove a reorganização cortical.; Stroke (CVA) is one of the leading causes of disability in the world, having as one of the major losses to rehab the sequel of spasticity. From the known potential of neuroplasticity...