Página 1 dos resultados de 7207 itens digitais encontrados em 0.012 segundos

Use of Sugammadex after Neostigmine Incomplete Reversal of Rocuronium-Induced Neuromuscular Blockade

de Menezes, Cassio Campelo; Moore Peceguini, Lilian Akemi; Silva, Enis Donizetti; Simoes, Claudia Marquez
Fonte: ELSEVIER SCIENCE INC; NEW YORK Publicador: ELSEVIER SCIENCE INC; NEW YORK
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
36.97%
Menezes CC, Peceguini LAM, Silva ED, Simoes CM Use of Sugammadex after Neostigmine Incomplete Reversal of Rocuronium-Induced Neuromuscular Blockade. Background and objectives: Neuromuscular blockers (NMB) have been used for more than half of a century in anesthesia and have always been a challenge for anesthesiologists. Until recently, the reversal of nondepolarizing neuromuscular blockers had only one option: the use of anticholinesterase agents. However, in some situations, such as deep neuromuscular blockade after high doses of relaxant, the use of anticholinesterase agents does not allow adequate reversal of neuromuscular blockade: Recently, sugammadex, a gamma-cyclodextrin, proved to be highly effective for reversal of NMB induced by steroidal agents. Case report: A female patient who underwent an emergency exploratory laparotomy after rapid sequence intubation with rocuronium 1.2 mg.kg(-1). At the end of surgery, the pat ent received neostigmine reversal of NMB. However, neuromuscular junction monitoring did not show the expected recovery, presenting residual paralysis. Sugammadex 2 mg.kg(-1) was used and the patient had complete reversal of NMB in just 2 minutes time. Conclusion: Adequate recovery of residual neuromuscular blockade is required for full control of the pharynx and respiratory functions in order to prevent complications. Adequate recovery can only be obtained by neuromuscular junction monitoring with TOF ratio greater than 0.9. Often...

A engenharia de reabilitação e as características psicossociais de pessoas com lesão medular submetidas a um programa de estimulação elétrica neuromuscular; The rehabilitation engineering and the psychosocial characteristics of spinal cord injured people submitted to a neuromuscular electrical stimulation program

Manhães, Renata Borges
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/06/2004 PT
Relevância na Pesquisa
37%
A estimulação elétrica neuromuscular é um recurso reabilitacional funcional que tem como propósito a recuperação dos movimentos dos membros superiores ou inferiores. Com este recurso, é possível a pessoas que possuem uma lesão medular e que vêem suas vidas modificadas pelo advento da lesão, executarem ações que possam facilitar a sua independência nas habilidades diárias, uma vez que mudanças em seu esquema corporal e limitações reais às suas atividades cotidianas são observadas nestes casos. Acredita-se que seja comum a presença de reações psicológicas a este tratamento, porém, poucos estudos foram registrados até o momento. Considerando-se que uma intervenção que aborde aspectos físicos, psicológicos e sociais destas pessoas é indispensável a qualquer processo reabilitacional, esta pesquisa teve como objetivos identificar e analisar características psicossociais de usuários do programa de estimulação elétrica neuromuscular realizado no Hospital das Clínicas da Universidade Estadual de Campinas, Departamento de Ortopedia e Traumatologia da Faculdade de Ciências Médicas, Laboratório de Biomecânica e Reabilitação do Aparelho Locomotor. Suas concepções, reações e expectativas frente a este tipo de reabilitação também foram investigados...

Estimulação elétrica neuromuscular e laserterapia de baixa potência : uso combinado para o tratamento da osteoartrite de joelho em idosos

Melo, Mônica de Oliveira
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.13%
A estimulação elétrica neuromuscular e a laserterapia de baixa potência têm se mostrado isoladamente efetivas no tratamento da osteoartrite de joelho. A estimulação elétrica neuromuscular parece contribuir com a restauração da força e estrutura do músculo quadríceps femoral, enquanto que a laserterapia parece ser efetiva no controle do processo inflamatório e da dor, bem como na regeneração da cartilagem. A hipótese de que a adição da laserterapia à estimulação elétrica neuromuscular poderia reduzir a dor articular associada à inflamação e consequentemente potencializar os efeitos da estimulação elétrica sobre o sistema muscular motivou a realização do presente estudo. O tema da presente tese de Doutorado é o uso combinado da estimulação elétrica neuromuscular e da laserterapia de baixa potência no tratamento da osteoartrite de joelho em idosos: efeitos sobre parâmetros neuromusculares e funcionais. No Capítulo I, um estudo de revisão sistemática classificou os níveis de evidência científica sobre a efetividade da estimulação elétrica neuromuscular no fortalecimento do quadríceps de idosos com osteoartrite de joelho. Após busca sistematizada nas bases de dados, 9 estudos contemplaram os critérios de inclusão e foram incluídos na revisão. Os resultados principais indicam que existe moderada evidência científica a favor do uso da estimulação elétrica neuromuscular sozinha ou combinada com exercício para o fortalecimento muscular isométrico do quadríceps em idosos com OA de joelho. Apesar dos resultados promissores da estimulação elétrica neuromuscular sobre a força...

The tof-guard neuromuscular transmission monitor and its use in horses

Bechara, Juliana Noda; Fantoni, Denise Tabacchi; Barros, Paulo Sergio de Moraes; Migliati, Elton Rodrigues; Ferreira, Marcio Augusto; Silva, Luis Claudio Lopes Correia da
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) Publicador: Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 57-62
ENG
Relevância na Pesquisa
37.06%
Quando da utilização de bloqueadores neuromusculares, já foi enfatizado na literatura médica humana, que é de vital imporância a monitoração do bloqueio neuromuscular e que estes agentes nunca devem ser utilizados sem a mesma. O objetivo deste estudo foi o de avaliar o uso do monitor da transmissão neuromuscular TOF-Guard em eqüinos. Para tanto, doze eqüinos foram separados aleatoriamente para receberem como bloqueadores neuromusculares o pancurônio ou o atracúrio. Todos os eqüinos foram pré-medicados com romifidina, induzidos com diazepam e quetamina e mantidos com halotano. Foi administrado o atracúrio ou o pancurônio, seguindo-se a apnéia e início da ventilação mecânica controlada. O tempo entre a administração do relaxante muscular e a obtenção de um bloqueio máximo (T1=0), o retorno do T1 para 25% e da razão do TOF para 0,7 e o tempo do retorno do T1 de 25 para 75% foram mensurados. Concluiu-se que é de grande importância a monitoração do bloqueio neuromuscular quando da utilização de um bloqueador neuromuscular não-despolarizante, uma vez que ela torna o ato anestésico e cirúrgico mais seguro, com a utilização de doses adequadas que inviabilizam a superficialização do bloqueio durante o procedimento cirúrgico. O monitor TOF-Guard mostrou ser uma boa opção para a monitoração do bloqueio neuromuscular em eqüinos.; It has been emphasized in the human medical literature...

Influencia da frequencia de estimulos sobre o bloqueio neuromuscular produzido pelo pancuronio e pelo rocuronio : um estudo clinico e experimental

Derli Conceição Munhoz
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 14/04/2003 PT
Relevância na Pesquisa
37.12%
Além dos fatores relacionados ao paciente, ao bloqueador neuromuscular, fatores técnicos relacionados com a monitorização da função neuromuscular podem influenciara instalação do bloqueio neuromuscular. O objetivo do presente estudo foi avaliar a influência de duas diferentes freqüências de estúnulos sobre o tempo de instalação do bloqueio neuromuscular produzido pelo Pancurônio e pelo Rocurônio. Este estudo foi desenvolvidoem duas etapas: uma etapa clínica e uma experimental. No estudo clínico foram incluídos 120 pacientes, estado ASA I e lI, submetidos a cirurgias eletivas sob anestesia geral, distn"buídos aleatoriamente em dois grupos de acordo com a freqüência de estúnulos empregada: Grupo I - O,lHz (n=60) e Grupo II - 1Hz (n=60). Em cada grupo formaram-se dois subgrupos (n=30) de acordo com o bloqueador neuromuscular empregado: Subgrupo P (pancurônio - O,lmg.kg-l) e Subgrupo R (rocurônio - 0,6mg.kgO1). Após indução anestésica e injeção do bloqueador neuromuscular, os pacientes foram ventilados sob máscara com oxigênio a 100% até a obtenção de redução de 75% ou mais na amplitude da resposta do músculo adutor do polegar, quando foram realizadas as manobras de laringoscopia e intubação traqueal. A função neuromuscular foi monitorizada com aceleromiografia. Avaliaram-se: parâmetros neuromusculares (tempo de início de ação do bloqueador neuromuscular e tempo para bloqueio neuromuscular total) através da análise dos registros das respostas do músculo adutor do polegar obtidas por estimulação do nervo ulnar...

Influencia dos anestesicos locais no bloqueio neuromuscular produzido por diferentes bloqueadores neuromusculares : estudo experimental; The influence of local anesthetics on neuromuscular blockade produced by differents neuromusculars blockades : experimental study

Yolanda Christina de Sousa Loyola
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 09/02/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37.02%
Os anestésicos locais comumente empregados na prática clínica podem interagir com os bloqueadores neuromusculares e potencializar seus efeitos. Muitos autores estudaram esta interação mas o mecanismo envolvido na potencialização do bloqueio neuromuscular e a ação dos anestésicos locais nos sítios pré e pós juncionais não foram completamente elucidados. Neste trabalho através de experimentos específicos na junção neuromuscular foram estudados os seguintes parâmetros: o efeito dos anestésicos locais procaína e lidocaína na transmissão neuromuscular; a sua influência no bloqueio neuromuscular produzido pela d-tubocurarina e pelo rocurônio; a eficácia da neostigmina e da 4-aminopirídina na reversão do bloqueio produzido pela associação anestésicos locais - bloqueadores neuromusculares; os efeitos dos anestésicos locais nos potenciais de membrana e potenciais de placa terminal em miniatura. Avaliou-se também em preparações diafragma de rato cronicamente desnervado e biventer cervicis de pintainho os efeitos dos anestésicos locais na ação contraturante da acetilcolina. Os resultados foram expressos em médias e desvios padrão e analisados através dos testes de Wilcoxon e Mann-Witney, adotando-se um nível de significância de 5% (p < 0...

Estudo dos efeitos do veneno da serpente Bothrops alcatraz em preparações neuromusculares in vitro; Neuromuscular activity of Bothrops alcatraz snake venom in chick biventer cervcis preparations

Delkia Seabra de Moraes
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 19/08/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.03%
Bothrops alcatraz é uma serpente do Arquipélago de Alcatrazes no litoral norte do estado de São Paulo, Brasil, recentemente descrita. Neste trabalho foram analisados os efeitos neuromusculares do veneno de B. alcatraz em preparações isoladas de biventer cervicis de pintainho (BC) e nervo frênico-diafragma de camundongo (NFD), sob estimulação elétrica indireta (0.1 Hz; 0.2 ms). Em preparações BC, o veneno causou bloqueio neuromuscular completo e irreversível nas concentrações de 10, 50 e 100 g/ml em 90 ± 2, 80 ± 1 e 50 ± 1 min, respectivamente (n = 6-9). Nestas mesmas concentrações, as respostas contraturantes evocadas pela adição exógena de ACh (110 mM) foram 27±10, 8±4 e 0%, respectivamente, e do KCl (20 mM) em 45±11, 24±6 e 39±7%, respectivamente. O veneno de B. alcatraz mostrou-se pouco ativo na preparação NFD de camundongo, pois mesmo ensaiado na concentração de 100 g/ml (n=4) causou apenas 30±4% de bloqueio neuromuscular após 120 min de incubação. Em preparações BC previamente curarizadas (d-Tc, 10 g/ml), seguida pela adição do veneno (10 g/ml), por 120 min de incubação, observou-se o retorno da resposta contrátil em 81±7% (n= 4), após sucessivas lavagens. O veneno de B. alcatraz exibiu baixa atividade fosfolipásica quando comparado ao veneno de Crotalus durissus terrificus (A425nm 0...

Efeitos do veneno de Rhinella schneideri sobre a junção neuromuscular; Effects of Rhinella schneideri poison on neuromuscular junction

Sandro Rostelato Ferreira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 15/02/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.05%
Rhinella schneideri, conhecido previamente como Bufo paracnemis, é um sapo comum em muitas regiões do Brasil. O veneno destas espécies exerce importante efeito cardiovascular em humanos e animais, mas pouco se sabe sobre sua atividade neuromuscular. Neste trabalho, nós avaliamos a neurotoxicidade do veneno de R. schneideri em preparações neuromusculares de pintainho e camundongo. Através da compressão manual das glândulas parótidas localizadas atrás dos olhos, coletou-se a secreção e então realizada a extração com metanol. O extrato metanólico foi liofilizado e testado em preparações biológicas. Preparações biventer cervicis (BC) de pintainho e nervo frênico diafragma (NFD) de camundongo foram utilizadas para o registro miográfico através de estimulação elétrica indireta para medidas eletrofisiológicas, análise morfológica e microscopia eletrônica de transmissão. Frações ativas do extrato metanólico foram obtidas submetendo-se à coluna de fase reversa Luna PFP (250 x 4,6 mm). O extrato metanólico (50 ?g/ml) causou somente facilitação da neurotransmissão em preparações NFD. Ao contrário, causou bloqueio neuromuscular significativo em preparações BC que foram concentração-dependente (3...

Estudo do veneno total da serpente Bothriopsis bilineata smaragdina e de sua fosfolipase A2 Asp49 sobre a junção neuromuscular; Study of the Bothriopsis bilineata smaragdina venom and its Asp49 phospholipase A2 on neuromuscular junction

Rafael Stuani Floriano
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 24/07/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.1%
Neste trabalho, nós examinamos a atividade neuromuscular do veneno de Bothriopsis bilineata smaragdina (serpente de floresta) e de sua toxina Bbil-TX (fosfolipase A2 Asp49) em preparações nervo-músculo isoladas de vertebrados. Em preparações BC, o veneno causou bloqueio neuromuscular concentração-dependente (0,1-30 ?g/mL) que não foi reversível por lavagem, com 50% de bloqueio ocorrendo em 90-15 min. Contratura muscular em resposta à ACh exógena e ao KCl não foram afetadas pelo veneno, mas houve um discreto aumento na liberação de CK após 60 min [UI/mL: de 80 ± 15 (basal) para 113 ± 22; n = 6; p > 0,05]. Em preparações NFD, o veneno (1, 10 e 30 ?g/mL) produziu marcante facilitação da neurotransmissão (~120% de aumento acima do basal) com a maior concentração seguida por bloqueio neuromuscular completo após 120 min; os efeitos com as menores concentrações foram considerados menos marcantes. O veneno aumentou o conteúdo quântico após 15 e 30 min de incubação seguido por significativa inibição ?90 min. No entanto, o veneno não alterou o potencial de membrana muscular ou a resposta despolarizante ao carbacol. Em ambas as preparações, incubação a 22-24 °C ao invés de 37 °C atrasou o início do bloqueio...

Avaliação do bloqueio neuromuscular residual e da recurarização tardia na sala de recuperação pós-anestésica

Almeida,Maria Cristina Simões de; Camargo,Dalto Rodrigues de; Linhares,Saul Fernando; Pederneiras,Sérgio Galluf
Fonte: Sociedade Brasileira de Anestesiologia Publicador: Sociedade Brasileira de Anestesiologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2004 PT
Relevância na Pesquisa
37.02%
JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O bloqueio neuromuscular residual altera a patência das vias aéreas aumentando o risco de graves complicações no pós-operatório. Nos pacientes que recebem o anticolinesterásico, a transmissão neuromuscular é incrementada pelo acúmulo de acetilcolina na placa motora, mas que, findo o efeito da neostigmina, teoricamente é possível uma "recurarização", visto que o agente antagonista não desloca o bloqueador neuromuscular do seu local de ação. Foi objetivo deste trabalho quantificar o grau de paralisia residual em Sala de Recuperação Pós-Anestésica (SRPA) e averiguar se os pacientes que receberam neostigmina apresentam fenômeno de "recurarização" tardia. MÉTODO: Foram estudados na SRPA 119 pacientes adultos que receberam bloqueadores neuromusculares para diferentes tipos de procedimentos. Ao chegarem na SRPA, a transmissão neuromuscular foi quantificada através de um monitor por método acelerográfico. Os eletrodos estimuladores foram instalados no trajeto do nervo ulnar no punho, e empregou-se a seqüência de 4 estímulos, com correntes de 30 mA, na periodicidade de 15 até 120 minutos. Nesta pesquisa considerou-se como resíduo de bloqueio neuromuscular uma relação T4/T1 abaixo de 0...

Bloqueio neuromuscular residual após o uso de rocurônio ou cisatracúrio

Morais,Bruno Salomé de; Castro,Carlos Henrique Viana de; Teixeira,Vera Coelho; Pinto,Alexandre Silva
Fonte: Sociedade Brasileira de Anestesiologia Publicador: Sociedade Brasileira de Anestesiologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2005 PT
Relevância na Pesquisa
37%
JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O bloqueio neuromuscular residual na sala de recuperação pós-anestésica (SRPA) é um fenômeno que pode aumentar a morbidade pós-operatória, com incidência variando entre 0% e 93%. O objetivo deste estudo foi avaliar a incidência do bloqueio neuromuscular residual na SRPA. MÉTODO: Foram estudados 93 pacientes submetidos à cirurgia geral com o uso de cisatracúrio ou rocurônio. Após a admissão na SRPA foi realizada a monitorização objetiva da função neuromuscular (aceleromiografia - TOF GUARD). O bloqueio neuromuscular residual foi definido como SQE < 0,9. RESULTADOS: Do total de 93 pacientes, 53 receberam cisatracúrio e 40 rocurônio. As características demográficas, duração do procedimento e o uso de antagonista foram comparáveis em ambos os grupos. O bloqueio neuromuscular residual foi de 32% no subgrupo C (cisatracúrio) e 30% no subgrupo R (rocurônio). O bloqueio neuromuscular residual não foi associado à dose, idade, ou uso de antagonista, porém apresentou relação com a duração do procedimento cirúrgico. No subgrupo C o tempo médio de cirurgia foi 135 minutos nos pacientes com bloqueio neuromuscular e 161 minutos nos pacientes sem bloqueio, p < 0,029. No subgrupo R o tempo médio de cirurgia foi 122 e 150 minutos...

The tof-guard neuromuscular transmission monitor and its use in horses

Bechara,Juliana Noda; Fantoni,Denise Tabacchi; Barros,Paulo Sergio de Moraes; Migliati,Elton Rodrigues; Ferreira,Marcio Augusto; Silva,Luis Claudio Lopes Correia da
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/1999 EN
Relevância na Pesquisa
36.99%
It has been emphasized in the human medical literature, that when using a neuromuscular blocking agent, it is of vital importance the monitoring of the neuromuscular block and that these agents should never be used without it. The purpose of this study was to evaluate the use of the neuromuscular transmission monitor TOF-Guard in horses. Twelve horses were randomly assigned whether to receive pancuronium or atracurium as the neuromuscular blocking agent. All horses were pre-medicated with romifidine, anaesthesia induced with diazepam and ketamine and maintenance with halothane. Abolition of spontaneous ventilation was accomplished by the administration of atracurium or pancuronium. The time from injection of the muscle relaxant agent to the onset of maximum block (T1=0), recovery of T1 to 25% and the recovery of TOF ratio to 0.7 were recorded, as was the time for recovery of T1 from 25 to 75%. It was concluded that it is very important the neuromuscular transmission monitoring during the use of a nondepolarizing neuromuscular blocking agent, since it provides a safer anaesthetic and surgical procedure with the use of adequate dosages and due to the impossibility of a superficialization of the neuromuscular blockade during a surgical procedure. The TOF-Guard showed to be a good option for neuromuscular monitoring in horses.

Use of neuromuscular blockers in Brazil

Locks,Giovani de Figueiredo; Cavalcanti,Ismar Lima; Duarte,Nadia Maria Conceição; Cunha,Rafael Martins da; Almeida,Maria Cristina Simões de
Fonte: Sociedade Brasileira de Anestesiologia Publicador: Sociedade Brasileira de Anestesiologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2015 EN
Relevância na Pesquisa
37%
ABSTRACTThe objective of this study was to evaluate how Brazilian anesthesiologists are using neuromuscular blockers, focusing on how they establish the diagnosis of postoperative residual curarization and the incidence of complications associated with the use of neuromuscular blockers. A questionnaire was sent to anesthesiologists inviting them to participate in the study. The online data collection remained open from March 2012 to June 2013. During the study period, 1296 responses were collected. Rocuronium, atracurium, and cisatracurium were the main neuromuscular blockers used in cases of elective surgery. Succinylcholine and rocuronium were the main neuromuscular blockers used in cases of emergency surgery. Less than 15% of anesthesiologists reported the frequent use of neuromuscular function monitors. Only 18% of those involved in the study reported that all workplaces have such a monitor. Most respondents reported using only the clinical criteria to assess whether the patient is recovered from the muscle relaxant. Most respondents also reported always using some form of neuromuscular blockade reversal. The major complications attributed to neuromuscular blockers were residual curarization and prolonged blockade. Eighteen anesthesiologists reported death attributed to neuromuscular blockers. Residual or prolonged blockade is possibly recorded as a result of the high rate of using clinical criteria to diagnose whether the patient has recovered or not from motor block and...

Avaliação cefalométrica radiográfica da posição craniocervical antes e após a desprogramação neuromuscular em pacientes com maloclusão de classe II de Angle.; Radiographic cephalometric evaluation of the craniocervical position before and after neuromuscular deprogramming in patients with Angle's Class II malocclusion.

Andrighetto, Augusto Ricardo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/10/2000 PT
Relevância na Pesquisa
37%
O propósito do presente estudo foi determinar, radiograficamente, o efeito da desprogramação euromuscular, por meio do uso da placa miorrelaxante superior, na posição craniocervical. A desprogramação neuromuscular foi feita objetivando-se realizar o diagnóstico ortodôntico com a mandíbula em relação êntrica (RC). Foram avaliados 15 indivíduos assintomáticos, com maloclusões Classe II de Angle, entre 15 anos e 7 meses e 20 anos e 2 meses de idade, sendo 7 do sexo masculino e 8 do feminino. De cada paciente, foram btidas duas telerradiografias em norma lateral, na posição natural da cabeça (PNC), sendo a primeira previamente, e a segunda, após a desprogramação neuromuscular. O tempo médio de uso da placa iorrelaxante foi de 10 meses e 6 dias. A análise cefalométrica craniocervical foi realizada avaliando-se as angulações craniovertical (SN/VER), craniocervical (OPT/SN e CVT/SN), cervicohorizontal (OPT/HOR e CVT/HOR) e o ângulo da curvatura cervical (OPT/CVT). Além disso, foi avaliada a altura facial anterior inferior (ENA-Me). Concluímos que houve extensão significativa da cabeça, tanto em relação à linha vertical verdadeira, demonstrada pelo aumento do ângulo SN/VER, quanto à coluna cervical, demonstrada pelo aumento dos ângulos OPT/SN e CVT/SN. Do mesmo modo...

"Efeitos da desprogramação neuromuscular da mandíbula, segundo a filosofia de Roth, sobre as posições da cabeça e da coluna cervical, em indivíduos assintomáticos com maloclusão de classe I" ; The effect of mandibular neuromuscular deprogramming, according to Roth’s philosophy, on the positions of the head and the cervical column, in asymptomatic subjetcs with Class I malocclusion

Andrighetto, Augusto Ricardo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 04/08/2006 PT
Relevância na Pesquisa
36.99%
O propósito do presente estudo foi determinar, radiograficamente, os efeitos da desprogramação neuromuscular, por meio do uso da placa miorrelaxante superior, na posição craniocervical. A desprogramação neuromuscular foi feita objetivando-se realizar o diagnóstico ortodôntico com a mandíbula em relação cêntrica (RC), de acordo com filosofia de Roth (1981). Foram avaliados 39 indivíduos assintomáticos, com maloclusões Classe I de Angle, separados em dois grupos, o controle, contendo 15 indivíduos, com média de idade de 26 anos, não submetidos a qualquer forma de tratamento, e o tratado, contendo 24 indivíduos, com média de idade de 23 anos e 10 meses, submetidos à desprogramação neuromuscular. De cada paciente, foram obtidas duas telerradiografias em norma lateral, na posição natural da cabeça (PNC). No grupo controle, o intervalo médio entre ambas foi 6 meses e 17 dias. No grupo tratado, a primeira telerradiografia foi realizada previamente, e a segunda, após a desprogramação neuromuscular. O tempo médio de uso da placa miorrelaxante foi de 6 meses e 7 dias. A análise cefalométrica craniocervical foi realizada avaliando-se as angulações craniovertical (SN/VER), craniocervical (OPT/SN e CVT/SN), cervicohorizontal (OPT/HOR e CVT/HOR) e o ângulo da curvatura cervical (OPT/CVT). Concluíu-se que houve extensão significativa da cabeça...

Estudo da ação de veneno bruto de Micrurus altirostris (cobra coral uruguaiana) sobre a junção neuromuscular e da capacidade de neutralização do antiveneno comercial e do anti-soro especifico; Study of Micrurus altirostris (Uruguaiana coral snake) crude venom on neuromuscular junction and the neutralization ability by commercial antivenom and specific antiserum

Valdemir Aparecido de Abreu
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 28/02/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37%
Neste trabalho, foi estudada a ação do veneno de Micrurus altirostris (cobra coral Uruguaiana) nas concentrações de 0,1; 0,5; 1; 5 e 10 'mu'g/mL sobre a junção neuromuscular em preparações isoladas de ave (biventer cervicis de pintainho) e de mamífero (nervo frênico-diafragma de camundongo) e também a habilidade do antiveneno comercial produzido pelo Instituto Butantan e do anti-soro específico, produzido em coelhos em neutralizar a neurotoxicidade e a letalidade em pintainhos e camundongos (DL50 0,042 e 0,255 mg/kg), injetados i.m. e i.p., respectivamente, com misturas de veneno (5 DL50): antiveneno ou anti-soro específico (n=6), na razão de 1:1; 1:2,5; 1:5; 1:10 e 1:20. Somente a razão de 1:20 do veneno: antiveneno ou anti-soro neutralizou o bloqueio neuromuscular in vitro e protegeu pintainhos e camundongos contra 5 DL50 do veneno. O veneno causou um completo bloqueio neuromuscular em ambas as preparações, ligando-se aos receptores colinérgicos sub-sinápticos, de maneira irreversível. Inibiu as contraturas causadas por ação da acetilcolina e do carbacol, sem interferir nas respostas ao KCl. O bloqueio neuromuscular causado pelo veneno não apresentou qualquer alteração na ausência de íons Ca2+ ou com a diminuição da temperatura...

Ação dos anestésicos locais na transmissão neuromuscular e influência no bloqueio produzido pelo pancurônio : eficácia da neostigmina e da 4-aminopiridina na reversão do bloqueio neuromuscular: estudo experimental; Action of local anaesthetics in neuromuscular transmission and influence in the block produced by pancuronium : efficacy of neostigmine and 4-aminopyridine in the reversal of neuromuscular blockade : experimental study

Vanessa Henriques Carvalho
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 17/12/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.05%
Os anestésicos locais (AL) podem interagir com os bloqueadores neuromusculares (BNM) e modificar as suas propriedades farmacocinéticas e farmacodinâmicas, no entanto o mecanismo dessa interação é controverso. Este estudo experimental, realizado em preparações nervo frênico - hemidiafragma de rato e músculo biventer cervicis de pintainho, teve por objetivo avaliar o efeito de diferentes AL na transmissão neuromuscular e sua influência no bloqueio produzido pelo pancurônio. Foram avaliados os seguintes parâmetros: efeito na transmissão neuromuscular dos AL (ropivacaína, levobupivacaína, mistura em excesso enantiomérico de bupivacaína) e do pancurônio empregados isoladamente; o bloqueio produzido pelo pancurônio em preparações previamente expostas aos AL; a eficácia da neostigmina e da 4-aminopiridina na reversão do bloqueio neuromuscular produzido pelo pancurônio isoladamente e em preparações previamente expostas aos AL; a ação dos AL na resposta contraturante à acetilcolina; seus efeitos nos potenciais de membrana e nos potenciais de placa terminal em miniatura. Os resultados foram expressos em médias e desvios padrão e analisados através dos testes t de Student, Wilcoxon, Anova, Kruskall-Wallis e Mann-Whitney. Adotou-se um nível de significância de 5% (p<0...

Neuromuscular dressing effects: a literature review; Tos y Efectos del vendaje neuromuscular: una revisión bibliográfica; Efeitos neuromusculares de bandages: uma revisão da literatura

Calero Saa, Pedro Antonio; Cañón Martínez, Gustavo Adolfo
Fonte: Universidade do Rosário Publicador: Universidade do Rosário
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 31/08/2012 SPA
Relevância na Pesquisa
37%
The kinesio taping is a technique that was created in 1979 by Doctor Kenzo Kase I’m looking through it that could generate a new therapeutic option to control pain, improve athletic performance and reduce the impact of musculoskeletal disorders. From the Sydney 2000 Olympic Games, this technique as a therapeutic alternative PTO and is composed of health professionals in the field of sport and physical rehabilitation. Objetive: This article aims to identify theoretical approaches on the bandage neuromuscular. Material and methods: held today, for which conducted a literature search of databases such as como Proquest, Ovid, Cochraine, PEDro, Journal ofOrthopedic and Sports Physical, Sciencedirect, Pubmed y Literatura Latinoamericana y del Caribe en Ciencias de la Salud (Lilacs). The paper proposes a scheme of contextualization of the current landscape of the use and effects of kinesio taping in the management of different pathologies of the musculo-skeletal system in sports. Conclusion: it is concluded that currently many health professionals, and take the neuromuscular bandage a good therapeutic option in the management of diseases affecting the human body is investigated and every day more about the subject, which makes these new therapeutic methods to acquire a scientific value and transcends knowledge.; El vendaje neuromuscular es una técnica creada en 1979 por el doctor Kenzo Kase...

Evaluación de la variabilidad del tiempo de duración de la relajación neuromuscular del cisatracurium vs rocuronio en pacientes ancianos

Jaller Bornacelli, Yamil Elías; Montes Romero, Felix Ramón
Fonte: Facultad de Medicina Publicador: Facultad de Medicina
Tipo: info:eu-repo/semantics/bachelorThesis; info:eu-repo/semantics/acceptedVersion Formato: application/pdf
Publicado em 03/02/2010 SPA
Relevância na Pesquisa
37.02%
Objetivo: Comparar la variabilidad en el tiempo de acción clínicamente efectivo (definido como el tiempo de aparición del T125% al estímulo por tren de cuatro) y la recuperación de la función neuromuscular luego de la administración de un bolo de 3 ED95 de cisatracurio o 2 ED95 de rocuronio en pacientes mayores de 65 años sometidos a cirugía. Materiales y Métodos: se incluyeron para este estudio pacientes mayores de 65 años de ambos sexos programados para cirugía electiva que requirieran de anestesia general, quienes durante la valoración preanestésica se incluyeran dentro de la clasificación de ASA 1, 2 o 3. Los pacientes requieren de haber firmado el consentimiento anestésicos, y no presentar alteración de la función renal, antecedente de disfunción hepática, enfermedad cardiovascular no compensada, enfermedad neurológica o neuromuscular, desequilibrio acido-base o estar bajo tratamiento con medicamentos que interactúen con los relajantes. Los pacientes fueron aleatorizados mediante un método de bloques permutados en dos grupos: GRUPO 1: Relajación muscular con cisatracurio 0.15 mg/kg IV y GRUPO 2: Relajación muscular con rocuronio 0.6 mg/kg IV. Se incluyeron 68 pacientes a los cuales se le cuantificaron mediante la utilización del dispositivo TOF-Watch SX los siguientes tiempos: T0...

Caracterización y modulación del reciclado vesicular en placa neuromuscular de ratón; Characterization and modulation of vesicular recycling at the Mouse Neuromuscular Junction

Perissinotti, Paula Patricia
Fonte: Facultad de Ciencias Exactas y Naturales. Universidad de Buenos Aires Publicador: Facultad de Ciencias Exactas y Naturales. Universidad de Buenos Aires
Tipo: info:eu-repo/semantics/doctoralThesis; tesis doctoral; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf
Publicado em //2010 SPA
Relevância na Pesquisa
37%
El proceso de reciclado de las vesículas sinápticas es una característica integral de la función presináptica y determina su habilidad para mantener la liberación del neurotransmisor durante una actividad repetitiva. En esta tesis, caracterizamos el reciclado de las vesículas sinápticas en el terminal neuromuscular de ratón y estudiamos su regulación por los canales de calcio dependiente de voltaje (CCDV), específicamente el canal de calcio tipo L, y por el neuromodulador adenosina. Para desarrollar este trabajo, utilizamos indicadores fluorescentes tipo FM para marcar la membrana de las vesículas sinápticas y técnicas electrofisiológicas para cuantificar la liberación de las vesículas sinápticas. En el terminal neuromuscular de ratón, determinamos que el reciclado vesicular es regulado por el nivel de actividad neuronal. La estimulación a alta frecuencia produce la movilización de dos pooles funcionales de vesículas sinápticas que difieren en su disponibilidad de liberación. En base a esta característica, definimos estos pooles como pooles vesiculares de liberación rápida o lenta. Por otro lado, evidenciamos que la duración de la estimulación a alta frecuencia determina un reciclado vesicular selectivo y secuencial hacia estos pooles vesiculares funcionales. El influjo de calcio a través de los CCDV tiene un papel clave en la señalización neuronal durante el proceso de la neurotransmisión...