Página 1 dos resultados de 1021 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Análise do comportamento e neurociências: em busca de uma possível síntese; Behavior analysis and neuroscience: in search of a possible synthesis

Alves, Diego Zilio
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 06/08/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.49%
O objetivo deste trabalho foi delinear uma proposta possível de síntese entre análise do comportamento e neurociências a partir do exame de seus fundamentos teóricofilosóficos. Para tanto, o primeiro passo da pesquisa consistiu na análise do posicionamento de Skinner acerca das explicações fisiológicas do comportamento. Essa análise foi realizada tendo em vista quatro questões centrais: (a) Quais são os argumentos apresentados pelo autor para justificar a autonomia da análise do comportamento perante as neurociências? (b) Quais são as suas críticas às explicações fisiológicas? (c) Quais são os interlocutores de Skinner em suas críticas? (d) Qual é, para Skinner, a real função das neurociências na explicação do comportamento? Após a realização desse estágio, procedemos à análise dos fundamentos teórico-filosóficos das neurociências, que teve como fio condutor duas metateorias presentes na área: a metateoria cognitivista, normalmente associada à neurociência cognitiva, e a metateoria mecanicista, ligada às neurociências celular e molecular. Concluímos que, ao contrário da metateoria cognitivista, que é plenamente incompatível com o behaviorismo radical, a metateoria mecanicista apresenta estratégias de pesquisa semelhantes às da análise do comportamento. Por fim...

Epistemologia das Neurociências: a investigação empírica

Soares, Edvaldo
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 5-19
POR
Relevância na Pesquisa
37.01%
The possibility of experimental approach of mental phenomena continues to be discussed nowadays by philosophers, psychologists and neuroscientists. According to the concept that mental phenomena are resulting from brain activity, therefore organic phenomena, the objective of this essay is to show that empirical study of mental phenomena, especially consciousness, is not only possible, but desirable, despite the limitations found in Neuroscience field.; A possibilidade de uma abordagem experimental dos fenômenos mentais continua sendo discutida hoje por filósofos, psicólogos e neurocientistas. O objetivo deste ensaio é a partir da concepção de que os fenômenos mentais, especialmente a consciência, são fenômenos emergentes da atividade cerebral e, portanto orgânicos, mostrar que o estudo empírico de tais fenômenos é, não só possível, como também desejável, apesar das limitações encontradas no campo das Neurociências.

A epistemologia e a psicologia de Jean Piaget e as neurociências uma revisão sistemática

Obana, João Enzio Gomes
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 142 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
37.27%
Pós-graduação em Educação - FFC; This study aims to investigate, in the scientific literature, what are and how are the scientific studies being developed that seek to relate Epistemology and Genetic Psychology of Jean Piaget with Neurosciences, and what are the possible contributions of neurosciences to Education. Methods and procedures: This study was conducted under systematic review. The procedure included the location, selection and analysis of studies indexed in the databases: Scopus, BIREME, Sage Journals, IEEE, PubMed, Oxford Press Journals and ERIC, taking as search keywords: Piaget and Neuroscience. Results: 145 articles were found, which were analyzed based on predefined categories that allowed the organization of a database in order to facilitate the crossing of identified information. 76 studies remained after the first exclusions. With the analysis of the abstracts of the remaining studies, 28 studies were obtained. These 28 studies were read in full, and those not related directly to the themes were excluded, leaving 17 studies for Systematic Review. Conclusion: After due analysis, it was concluded the studies have direct or indirect relations between the theories (Piagetian and Neuroscience). Direct in bringing principles Piagetian principles combined with neuro-scientific experiments. The Piagetian hypotheses related to cognitive development are in many ways confirmed by Neuroscience. However...

Portaria 232-CCB-2013 - Comissão Eleitoral Coordenação PPG Neurociências

Dir CCB
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Relevância na Pesquisa
37.01%
Portaria 232-CCB-2013 - Comissão Eleitoral Coordenação PPG Neurociências

Decisões éticas, neurociências, emoção e razão

Pedro, A.
Fonte: Instituto Politécnico de Santarém, Escola Superior de Educação Publicador: Instituto Politécnico de Santarém, Escola Superior de Educação
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
37.01%
Este trabalho tem por objectivo principal alertar para a necessidade de se rever o paradigma epistemológico tradicional, segundo o qual, a raiz das nossas decisões éticas e morais assenta, permanentemente, numa base racional. Tendo em consideração os dados obtidos por IRM do cérebro humano constata-se que, efectivamente, a interacção de várias das suas áreas (córtex cingular posterior, girus frontal mediano, sulco temporal superior) contribuem para que a natureza da decisão moral assente, primeiramente, no funcionamento e na organização do cérebro das emoções do que propriamente numa decisão de base racional. Ao admitir este princípio, várias consequências ocorrem necessariamente não só ao nível de um melhor conhecimento da natureza/cérebro humano no seu acto de decisão moral, como também pelo facto de nos remeter para uma reflexão renovada sobre as grandes questões da liberdade/responsabilidade morais. Para além disso, regista-se ainda o aparecimento de novas áreas do saber que, pelo seu carácter interdisciplinar, contribuem para uma reflexão sobre os contributos das investigações em neurociências e implicações nomeadamente no mundo da justiça, do emprego, da psicologia, da psiquiatria, da filosofia (neurofilosofia) da educação (neuroeducação) e da ética (neuroética).

Decisões éticas, neurociências, emoção e razão

Pedro, Ana
Fonte: Instituto Politécnico de Santarém, Escola Superior de Educação Publicador: Instituto Politécnico de Santarém, Escola Superior de Educação
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2007 POR
Relevância na Pesquisa
37.01%
Este trabalho tem por objectivo principal alertar para a necessidade de se rever o paradigma epistemológico tradicional, segundo o qual, a raiz das nossas decisões éticas e morais assenta, permanentemente, numa base racional. Tendo em consideração os dados obtidos por IRM do cérebro humano constata-se que, efectivamente, a interacção de várias das suas áreas (córtex cingular posterior, girus frontal mediano, sulco temporal superior) contribuem para que a natureza da decisão moral assente, primeiramente, no funcionamento e na organização do cérebro das emoções do que propriamente numa decisão de base racional. Ao admitir este princípio, várias consequências ocorrem necessariamente não só ao nível de um melhor conhecimento da natureza/cérebro humano no seu acto de decisão moral, como também pelo facto de nos remeter para uma reflexão renovada sobre as grandes questões da liberdade/responsabilidade morais. Para além disso, regista-se ainda o aparecimento de novas áreas do saber que, pelo seu carácter interdisciplinar, contribuem para uma reflexão sobre os contributos das investigações em neurociências e implicações nomeadamente no mundo da justiça, do emprego, da psicologia, da psiquiatria...

As Neurociências ao serviço da linguagem

Oliveira, A. M.
Fonte: Faculdade de Letras Universidade do Porto Publicador: Faculdade de Letras Universidade do Porto
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.17%
A linguagem humana, com a emergência das Ciências Cognitivas, vem contribuir, de maneira decisiva, para a abertura da área interdisciplinar que já se considera transversal, as Neurociências. Tudo o que diz respeito ao tratamento da informação da linguagem ocupa, agora, o seu espaço na exploração e na interpretação de diversos processos em curso, nomeadamente, o da aquisição e o da aprendizagem, assim como os processos que implicam lesões da linguagem. O cérebro constitui o centro de interpretação que permite, de agora em diante, a qualquer investigador aprofundar e compreender o porquê de sistemas tão complexos como, por exemplo, o da leitura e o do discurso.A presente discussão deve contribuir para o debate dos fundamentos teóricos e metodológicos da organização neuro-funcional da linguagem no cérebro

Neurociências e psicanálise: há possibilidade de articulação?

Faveret,Bianca Maria Sanches
Fonte: Departamento de Psicologia da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro Publicador: Departamento de Psicologia da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37.01%
Existe uma proposta contemporânea de promover o trabalho interdisciplinar entre os campos da psicanálise e das neurociências, visando favorecer a integração entre ambas. Neste artigo, examino criticamente a questão de haver ou não uma possibilidade mínima de articulação entre esses domínios de conhecimento, a partir dos pressupostos epistemológicos que servem de base a cada um deles. Tal reflexão envolve tanto a minha perspectiva de psicanalista quanto o instrumental teórico que nos é oferecido por uma visão pragmática da ciência, a qual tem se desdobrado numa ampla literatura de filosofia/sociologia das ciências naturais nas últimas décadas.

Freud, as neurociências e uma teoria da memória

Bocchi,Josiane Cristina; Viana,Milena de Barros
Fonte: Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo Publicador: Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.01%
Alguns estudos têm demonstrado que conceitos psicanalíticos e observações neurocientíficas recentes podem ser complementares, contribuindo para um melhor entendimento de determinados processos psicobiológicos. Esses estudos também sugerem a possibilidade de interpretação de conceitos psicanalíticos a partir de sua aproximação com as neurociências. O presente trabalho investiga possíveis relações entre uma teoria da memória proposta por Freud e concepções neurocientíficas que surgem a partir da segunda metade do século XX, com base em observações clínicas (o caso do paciente H. M.) e experimentais (o conceito de potenciação de longa duração, LTP). Primeiramente, são apresentadas as ideias de Freud sobre processos mnemônicos que fundamentam a construção de um "Eu", da obra Projeto para uma psicologia científica (1950/1976). Posteriormente, as principais observações que subsidiaram a construção de uma teoria neurobiológica sobre a memória são analisadas. Conclui-se que o modelo dinâmico adotado pela neurociência contemporânea encontra paralelos em conceitos freudianos do final do século XIX.

Evidências científicas das neurociências para a terapia cognitivo-comportamental

Porto,Patrícia; Oliveira,Letícia; Volchan,Eliane; Mari,Jair; Figueira,Ivan; Ventura,Paula
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37.01%
Os transtornos de ansiedade estão envolvidos com a incapacidade de controlar o medo e a dificuldade em regular emoções negativas. A terapia cognitivo-comportamental (TCC) abrange técnicas que permitem tanto a extinção do medo condicionado quanto a regulação cognitiva de emoções. Este artigo tem como objetivo apresentar resultados de estudos de regulação da emoção que podem ilustrar a associação e colaboração entre a TCC e as neurociências. Amparado nas pesquisas de regulação da emoção, este estudo corrobora os resultados dos ensaios clínicos com TCC revelando que as intervenções de distração, reestruturação cognitiva e exposição são eficazes para a regulação emocional.

Razão e emoção: uma leitura analítico-comportamental de avanços recentes nas neurociências

Darwich,Rosângela Araújo
Fonte: Programa de Pós-graduação em Psicologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte Publicador: Programa de Pós-graduação em Psicologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2005 PT
Relevância na Pesquisa
37.17%
Achados recentes das neurociências apresentam uma visão integrada do funcionamento humano que envolve a presença de relações entre os grandes sistemas orgânicos, entre estados fisiológicos e cognitivos e entre razão e emoção. Este artigo objetiva contrastar tais estudos a aspectos centrais do modelo interpretativo skinneriano, destacando o papel de relações entre processos respondentes e operantes para a compreensão da interdependência entre razão e emoção. Investiga-se a importância de respostas emocionais e do comportamento verbal para a expressão de respostas tidas como racionais e, de uma maneira geral, para a seleção do repertório comportamental, verbal e não-verbal. Ressalta-se que o atual movimento de superação de propostas dualistas de compreensão do ser humano pelas neurociências aproxima-se da perspectiva analítico-comportamental de investigação de respostas abertas e encobertas no contexto de relações indivíduo-ambiente.

Psicanálise e neurociências: um mapa dos debates

Davidovich,Marcia Moraes; Winograd,Monah
Fonte: Departamento de Psicologia - Universidade Estadual de Maringá Publicador: Departamento de Psicologia - Universidade Estadual de Maringá
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.17%
Este artigo pretende apresentar um mapa panorâmico dos debates em torno da relação e da possível articulação entre a psicanálise e as neurociências. No campo psicanalítico são identificados três grupos principais, definidos a partir de seus pressupostos: (1) hibridação, (2) isolamento e (3) interlocução. O primeiro grupo entende ser necessária a construção de um campo híbrido, já que as neurociências poderiam fornecer à psicanálise fundamentos e instrumentos metodológicos e conceituais mais sólidos sobre o funcionamento psíquico. Esta proposta vem sendo desenvolvida com a fundação da neuropsicanálise. Já o segundo grupo, marcado fortemente pelo discurso lacaniano, é refratário a qualquer forma de articulação, por considerá-las todas epistemologicamente inviáveis, resultando necessariamente em uma submissão da psicanálise aos ditames cientificistas atuais. Por fim, o terceiro grupo entende ser a interlocução, sem a hierarquização dos modelos em jogo, fonte fértil para a formulação de novas hipóteses teóricas e para a revisão do edifício conceitual da psicanálise.

Caracterização das publicações periódicas em fonoaudiologia e neurociências: estudo sobre os tipos e temas de artigos e visibilidade na área de linguagem

Vasconcelos,Sandrelli Virginio de; Pessoa,Ana Cláudia Rodrigues Gonçalves; Farias,Ana Paula de Souza
Fonte: CEFAC Saúde e Educação Publicador: CEFAC Saúde e Educação
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.27%
TEMA: caracterização das publicações periódicas em Fonoaudiologia e Neurociências: estudo sobre os tipos e temas de artigos e visibilidade na área de linguagem. OBJETIVO: caracterizar as publicações periódicas em Fonoaudiologia estudando os artigos da área de Linguagem relacionados às Neurociências no período de 2002 a 2006. CONCLUSÃO: ficou evidente um aumento crescente de publicações em Linguagem e em Neurociências nos últimos cinco anos. Contudo, o número de publicações em determinados temas como a Dislexia, a Doença de Alzheimer e o Transtorno do Déficit de Atenção / Hiperatividade ainda mostra-se resumido.

O sujeito das neurociências

Winograd,Monah
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz, Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio Publicador: Fundação Oswaldo Cruz, Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/11/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.17%
Este ensaio trata da noção de subjetividade com a qual as neurociências operam, mas também aponta para o que tem sido o assunto principal e a pretensão desta disciplina no século XXI: a ideia de que o pensamento em sentido lato e a experiência subjetiva podem ser entendidos e explicados pela atividade de nossos neurônios. A versão mainstream dos estudos sobre o cérebro parte da premissa - que eles não discutem - de que o pensamento deriva do funcionamento cerebral e é basicamente determinado por ele. Se penso como penso, se sinto o que sinto, se faço o que faço, enfim, se sou como sou, é porque meu cérebro é como é. Encontro-me, assim, condensado e aprisionado neste órgão transformado em piloto de mim mesmo. Investigamos esta problemática, destacando as estatísticas sobre o consumo de psicofármacos, a história da vinculação entre cérebro e pensamento e, por fim, os programas de pesquisa em neurociências.

CInAPCe, rádio nômade, comunica-brincadeira : uma metodologia de comunicação científica em Neurociências para alunos do ensino básico; CInAPCe nomad radio communicate-joke : a methodology for scientific communication in Neurosciences to Elementary School students

Juliano Luís Pereira Sanches
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/06/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.45%
A proposta deste trabalho foi possibilitar a formulação de conjecturas sobre as neurociências a partir de leituras sonoras de "CInAPCe, rádio nômade, comunica-brincadeira: Uma metodologia de comunicação científica em Neurociências para alunos do Ensino Básico". Um artefato sonoro foi construído em duas edições, com atenção à imersão nas neurociências, e disponibilizado para grupos de alunos e professores do Ensino Fundamental, vinculados à escola pública da SME, EMEF Francisco Ponzio Sobrinho, Santa Odila, Campinas/São Paulo. A iniciativa buscou a aproximação escolar com alguns dos diálogos atuais sobre as neurociências, com ênfase em epilepsia e AVC (Acidente Vascular Cerebral). O objetivo geral foi verificar, numa perspectiva analítica, como um artefato sonoro pode ser inserido em uma experiência comunicativa com uma escola pública do Ensino Fundamental de Campinas. O projeto permitiu o debate entre alunos do Ensino Fundamental na faixa etária de 10 anos de idade (5° ano ou quarta série). Os resultados mostraram alguns aspectos interessantes nas neurociências. Setenta por cento dos alunos nunca presenciaram uma crise de epilepsia. Alguns estudantes (35%) têm parentes e amigos que já tiveram crises. A pesquisa mostra a dificuldade em manter a calma durante a crise. "A pessoa...

Informe final de actividades desarrolladas en el semillero de investigación de Neurociencias U.S de la Facultad De Medicina.

Sánchez Molina, Magdy Yomar; Niño Narciso, Jackeline Julie; Gómez Bello, Rosa Margarita, dir.
Fonte: Universidade La Sabana Publicador: Universidade La Sabana
Tipo: Tese de Doutorado
ES
Relevância na Pesquisa
37.41%
El semillero de investigación de Neurociencias de la Universidad de La Sabana de la Facultad de Medicina se fundó en 1999, por la Dra. Rosa Margarita Gómez Bello, quien desde entonces ha trabajado en el área de las neurociencias, desarrollando investigaciones entre las que se cuentan: Análisis de los cambios axonales agudos post-sección en la médula espinal de ratas neonatales con microscopia electrónica de scanning, efectos de múltiples exposiciones a sevoflurano a dosis Sub-CAM en la neuroapoptosis y la función cognitiva en el periodo neonatal, además de protocolos para el manejo y bienestar animal con el fin de crear el Comité del manejo del modelo animal experimental (CICUAL) en la Universidad. En agosto del 2009 se establecen vínculos con el Programa de Fisioterapia de la Facultad de Enfermería y Rehabilitación iniciándose investigaciones con énfasis en movimiento locomotor de los modelos animales con lesión medular fortaleciendo la interdisciplinaridad del grupo; conformado por una Bióloga (directora del semillero de investigación de Neurociencias), una Médica Veterinaria, Neurocirujanos y por estudiantes de Medicina, Medios audiovisuales y dos estudiantes de Fisioterapia. En el presente documento se dará a conocer el proceso que las autoras realizaron durante los periodos académicos 2009-2 hasta 2012-2 como integrantes del semillero de Neurociencias de la Facultad de Medicina. Nota: Para consultar la carta de autorización de publicación de este documento por favor copie y pegue el siguiente enlace en su navegador de Internet: http://hdl.handle.net/10818/9186

Behavioral neurosciences in Latin-American psychology journals; Neurociencias del comportamiento en revistas latinoamericanas de Psicología; Neurociências do comportamento nas revistas de psicologia da América Latina

Annicchiarico Iseda, Ivan David; Gutiérrez Dominguez, Germán Antonio; Perez-Acosta, Andres M.
Fonte: Universidade do Rosário Publicador: Universidade do Rosário
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 19/03/2013 SPA
Relevância na Pesquisa
37.62%
Behavioral neurosciences have evolved from other disciplines such as psychology, psychiatry and neurology, becoming a prominent area within general neuroscience. In mainstream psychology, neurosciences currently have an important role. In this paper we documented articles published in four Latin-American psychology journals and we classified these papers as empirical or theoretical. We analyzed the main topics covered in the behavioral neurosciences. Most of reported research used humans and rats as study subjects, although other species have also been used as models. Data suggest behavioral neurosciences currently play a growing and prominent role in Latin American psychology.; Las neurociencias del comportamiento se han desarrollado a partir de otras disciplinas como la Psicología, la Psiquiatría y la Neurología, y se han convertido en un área de gran importancia dentro de las neurociencias en general. En Psicología, las neurociencias han tenido un papel importante. En este artículo se documentó la publicación de artículos sobre neurociencias del comportamiento en cuatro revistas de Psicología de Latinoamérica y se encontró un número importante de artículos empíricos y teóricos. También se han abarcado diferentes temáticas dentro del área...

Evidências científicas das neurociências para a terapia cognitivo-comportamental; Evidencias científicas de las neurociencias para la terapia cognitiva-conductista; Scientific evidences from neurosciences to cognitive behavioral therapy

Porto, Patrícia; Oliveira, Letícia; Volchan, Eliane; Mari, Jair; Figueira, Ivan; Ventura, Paula
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2008 POR
Relevância na Pesquisa
37.35%
Os transtornos de ansiedade estão envolvidos com a incapacidade de controlar o medo e a dificuldade em regular emoções negativas. A terapia cognitivo-comportamental (TCC) abrange técnicas que permitem tanto a extinção do medo condicionado quanto a regulação cognitiva de emoções. Este artigo tem como objetivo apresentar resultados de estudos de regulação da emoção que podem ilustrar a associação e colaboração entre a TCC e as neurociências. Amparado nas pesquisas de regulação da emoção, este estudo corrobora os resultados dos ensaios clínicos com TCC revelando que as intervenções de distração, reestruturação cognitiva e exposição são eficazes para a regulação emocional.; Los trastornos de ansiedad establecen relación con la incapacidad de controlar el miedo y la dificultad en regular emociones negativas. La terapia cognitiva-conductista (TCC) abarca técnicas que permiten tanto la extinción del miedo condicionado, como la regulación cognitiva de emociones. Este artículo tiene como objetivo presentar resultados de estudios de regulación de la emoción que pueden ilustrar la asociación y colaboración entre la TCC y las neurociencias. Anclado en las pesquisas de regulación de la emoción este estudio corrobora los resultados de los ensayos clínicos con la TCC al revelar que las intervenciones de distracción...

Freud, as neurociências e uma teoria da memória; Freud, las neurociencias y una teoría de la memoria; Freud, neurosciences and a theory of memory; Freud, neurosciences et une théorie sur la mémoire

Bocchi, Josiane Cristina; Viana, Milena de Barros
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2012 POR
Relevância na Pesquisa
37.35%
Estudios tienen demostrado que conceptos psicoanalíticos y descubiertas neurocientíficas recientes pueden ser complementarios, colaborando para la comprensión de ciertos procesos psicobiológicos. Estos estudios también sugieren la posibilidad de interpretación de los conceptos psicoanalíticos, a partir de su proximidad con las neurociencias. Este trabajo investiga relaciones entre una teoría acerca de la memoria propuesta por Freud y concepciones que surgen desde la segunda mitad del siglo XX, basándose en observaciones clínicas (caso del paciente H.M.) y experimentales (concepto de potenciación a largo plazo, LTP). Primero, se presentarán ideas de Freud acerca de los procesos mnemónicos que subyacen a la construcción de un Yo, contenidas en su Proyecto para una psicología científica (1950/1976). A seguir, se analizarán estudios que dieron subsidios para la construcción de una teoría neurobiológica de la memoria. Se concluye que el modelo dinámico adoptado por la neurociencia presenta similitudes con conceptos freudianos propuestos a finales del siglo XIX.; Previous evidences suggest that psychoanalytical concepts and recent neurobiological findings may complement each other, contributing to the better understanding of certain psychobiological processes. These evidences also indicate the possibility of interpretation of psychoanalytical concepts from a neurocientific perspective. This study investigates possible points of similarity between a theory of memory proposed by Freud and ideas formulated during the second half of the 20th century...

Neurociencias y psicoanálisis: consideraciones epistemológicas para una dialéctica posible sobre la subjetividad

García de Frutos,Héctor
Fonte: Revista de la Asociación Española de Neuropsiquiatría Publicador: Revista de la Asociación Española de Neuropsiquiatría
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; journal article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 01/12/2011 SPA
Relevância na Pesquisa
37.17%
Algunas aproximaciones contemporáneas de la subjetividad tratan de establecer puentes entre las neurociencias y el psicoanálisis. El presente trabajo comenta desde una perspectiva epistemológica las dificultades que estos enfoques presentan, argumentando que, si bien la subjetividad se puede pensar adecuadamente desde ambas disciplinas, se debe postular un concepto particular de subjetividad para cada una de ellas. Un diálogo entre neurociencias y psicoanálisis podría ser útil siempre que cada perspectiva se funde en una metodología sólida, empírica y apropiada desde el punto de vista epistemológico.