Página 1 dos resultados de 41 itens digitais encontrados em 0.012 segundos

A unidade das virtudes nos diálogos socráticos: uma questão de método; The unity of the virtues in the Socratic dialogues: a question of method

Silva, Jose Wilson da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/12/2006 PT
Relevância na Pesquisa
26.25%
Entre as teses do socratismo presentes nos primeiros Diálogos de Platão, é sobre a tese da unidade das virtudes que recaem nossos olhares nesta presente pesquisa e, particularmente, sobre as duas teses exegéticas acerca do estatuto desta unidade, a saber: a tese da bicondicionalidade e a tese da identidade. Encontramos, no desenvolver da pesquisa, insuficiências em ambas as teses. Por meio destas insuficiências chegamos a uma hipótese interpretativa: a tese da unidade das virtudes, nos diálogos socráticos, é iluminada pelo método dialético platônico. Porém, tal afirmação pressupõe uma incompatibilidade com o método socrático presente nestes Diálogos conhecido como método elênctico: ou temos o método elênctico ou o dialético. Logo, para que a pesquisa alcance um final satisfatório, apresentamos duas soluções: 1) as duas teses clássicas da unidade das virtudes fazem parte de uma terceira fundada na dialética, a dialética implica a identidade das virtudes que implica a sua inseparabilidade e a distinção entre as partes; e 2) o método elênctico, enquanto negativo que se encaminha para uma tese positiva, é um dos componentes do método dialético.; Among the Socrates' theses found in the first Dialogues of Plato...

(In)tensões críticas no e do interior do pensamento Kierkegaardiano ou o filosofar crítico encravado numa filosofia abstrata; Critical (in)tensions in and from the inside of Kierkegaardian thought or the critical philosophy in an abstract philosophy

Oliveira, Márcio Alves de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 12/03/2010 PT
Relevância na Pesquisa
26.49%
O deslocamento kierkegaardiano da dúvida clássica do objeto para o sujeito problematiza os fundamentos de uma modernidade modernizadora que padroniza as experiências até o limite mesmo de uma falência da crítica. Imanente a duvidosas subjetividades que esvaziam absurdamente toda mediação com as coisas, um pensar ambiguamente crítico diferencia-se de determinações abstratas do ser passando pelo que resiste negativamente como historicamente recalcado em cada padronizada abstração, o que perspectiva um reconciliador desrecalque apenas no grande ultrapassamento do problema histórico de uma abstração totalitária. Racionalizando dialeticamente nas coisas existentes sem normatizar uma abstrata negatividade, um pensador crítico ultrapassa ironicamente este ser negativo, problema imanente essencialmente em aberto, para uma paradoxal dialética subjetiva que reconfigura subjetivamente um todo absurdamente crítico mediante uma subjetividade historicamente situada de modo ambíguo como a verdade e a não-verdade; ultrapassada, por sua vez, para além da normatização de um sem-sentido mais que absurdo, problema imanente essencialmente em aberto, por uma nova racionalização dialética. Antes que uma antinomia, que aqui teria um caráter pré-crítico...

A imergência da pessoa humana na história: ensaio sobre a filosofia radicalizante (protestante) e o cristianismo ateu de Pierre Thévenaz; The immergence of human person in the history Essay about the radicalizing (protestant) philosophy and the atheistic Christianity of Pierre Thévenaz

Costa, Daniel da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 29/04/2014 PT
Relevância na Pesquisa
26%
Sob o signo do aprofundamento e da intensificação da consciência de si, o ato filosófico de Pierre Thévenaz se define como uma filosofia radicalizante. E porque não abre mão e nem elide o lócus de resposta do qual seu ato filosófico toma sua consistência própria que é o da tradição protestante pode receber o complemento (protestante). Assim, uma filosofia radicalizante (protestante). Isso porque a secularização da filosofia, a que seu método de radicalização leva de modo conseqüente, já pressupõe a assunção da própria contingência que é consciência de condição. Consciência de que se fala de algum lugar; consciência de que o pensamento se encontra previamente engajado em um específico hic et nunc que, por conta da condição, recebe sua densidade própria e não pode mais ser cotado no trato das formas abstratas do tempo e do espaço. O que já é um dos índices da superação thévenaziana da redução da filosofia à epistemologia, tal como se tem estabelecido após Kant. Nesse sentido, a abertura plena à contingência pela radicalização forçará a mudança do problema do sentido, ligado pela fenomenologia à consciência intencional, para o problema da hermenêutica histórica. Quer dizer...

Da teoria crítica ao pós-estruturalismo: breves apontamentos para uma possível confrontação entre Adorno e Deleuze

Bueno, Sinesio Ferraz
Fonte: Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná Publicador: Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 149-161
POR
Relevância na Pesquisa
36.25%
The Frankfurt critical theory and the French post-structuralism are important lines of thought in the philosophy of education, which inspired several academic productions in recent decades. In the 1950s and 1960s, both opposed philosophical resistance against many types of totalitarianism. One big difference between the two lines of thought has been the critical of the dialectic considered an insufficient method to think about the difference (Deleuze) and the reaffirmation of a negative dialectic (Adorno). This article intends to analyze the thematic affinities and the differences of method between the thought of these two authors.; A teoria crítica da Escola de Frankfurt e o pós-estruturalismo francês constituem-se em movimentos reflexivos da maior importância na área da filosofia da educação, inspirando inúmeras produções acadêmicas nas últimas décadas. Sendo contemporâneos às décadas de 1950 e 1960, ambos os movimentos apresentam em comum o fato de oporem resistência filosófica a diversos tipos de totalitarismo. Como diferenças mais salientes a ambas correntes de pensamento podemos apontar a crítica da dialética em sua insuficiência como método para refletir sobre a diferença (Deleuze) e a reafirmação da dialética em seus potenciais negativos de confrontação entre o objeto e seu conceito (Adorno). O presente artigo destina-se a refletir brevemente sobre as afinidades temáticas e as diferenças metodológicas entre o pensamento desses dois autores.

Jovem-aprendiz

Borges, Regina Célia Paulineli
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 150 f.| il.
POR
Relevância na Pesquisa
16.13%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Florianópolis, 2010; O propósito da presente investigação foi compreender os sentidos do trabalho para jovens em sua primeira experiência profissional. As constantes transformações, de ordem material e subjetiva, no chamado "mundo do trabalho", suscitam necessidades de buscar novas compreensões, sentidos e significados produzidos neste contexto. Diante dessas mutações, os grupos juvenis, são, frequentemente, apontados como um dos mais vulneráveis ao desemprego, tarefas e contratos precarizados, como também predispostos a faixas salariais inferiores às de trabalhadores adultos. Numa abordagem qualitativa, esta pesquisa tomou como pressuposta a centralidade da categoria trabalho através do materialismo histórico-dialético e uma visão sócio-histórica do conceito das juventudes/adolescências. Nessa perspectiva, as categorias sentido e significado são compreendidos como contornos privilegiados na busca da apreensão singular do ser humano. Os sujeitos aqui pesquisados foram vistos como seres constituídos em uma relação dialética com o social e o histórico, na e pela sua atividade e expressões humanas. Utilizou-se como principal técnica de coleta de informações a entrevista...

Regulação da satisfação das necessidades de prazer e dor : relações com o bem-estar e distress psicológicos

Cadilha, Natália Maria Felismina
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
16.13%
Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde - Núcleo de Psicoterapia Cognitiva, Comportamental e Integrativa), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2010; O Modelo de Complementaridade Paradigmática (MCP; Vasco, 2001) é um metamodelo Integrativo em Psicoterapia que postula a importância da regulação constante da satisfação das necessidades, sendo estas apresentadas como um conjunto de sete polaridades dialécticas. Neste modelo, Prazer/Dor é apresentado como um destes sete, e caracteriza-se como objecto principal desta investigação. Para o presente estudo, pretendeu-se, em primeiro lugar, criar um instrumento com o intuito de medir estas duas necessidades, e posteriormente verificar as relações entre este par dialéctico de necessidades e as variáveis bem-estar psicológico e distress psicológico. Para o efeito, utilizou-se o Inventário de Saúde Mental (Ribeiro, 2001). Os resultados comprovam existir uma relação positiva entre prazer e tolerância à dor e bem-estar psicológico, e existir uma relação negativa entre prazer e tolerância à dor e distress psicológico, bem como prazer ter boa capacidade preditiva de bem-estar psicológico e de ausência de distress psicológico. Verifica-se ainda que indivíduos com elevada capacidade de vivência de situações prazenteiras e tolerância à dor reportam maiores níveis de bem-estar psicológico e menores níveis de distress psicológico.; The Paradigmatic Complementary Model (Vasco...

Experiência de dor e de emocionalidade negativa na gravidez : uma abordagem dialéctica e desenvolvimentista

Luz, Rita Alexandra Freire Fonseca da
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
16.15%
Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde - Núcleo de Psicologia Clínica da Saúde e da Doença), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2010; Não sendo uma doença, a gravidez implica, por vezes, o confronto com sintomatologia associada a um processo patológico. Neste sentido, muitas mulheres relatam a existência de dor e de emocionalidade negativa durante o seu percurso de gravidez. No presente estudo, pretende-se aceder às significações caracterizadoras da experiência de dor durante a gravidez e do controlo da dor e da emocionalidade negativa. Pretende-se também avaliar a adequação da metodologia de auto-monitorização reactiva ao controlo da dor e da emocionalidade negativa na gravidez. Para tal, foram realizadas entrevistas de análise comportamental da experiência de dor e de emocionalidade negativa a um grupo de grávidas, que referiram sentir dor durante a gravidez, e foi implementado um protocolo de auto-monitorização reactiva da intensidade da dor e da percepção de controlo e vulnerabilidade relativamente à dor e às emoções negativas normalmente associadas: tristeza, ansiedade/stress e irritação. Treze grávidas participaram neste estudo. Todas as grávidas responderam às questões da entrevista...

Método de exposição e teoria revolucionária: considerações sobre a lógica dialética da revolução e o sentido político do livro I de “O Capital”, de Karl Marx

Paiva Neto, Antônio Corrêa de
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
26.25%
A presente dissertação tem como tema a configuração do método dialético no livro I de “O Capital” e, como problema fundamental, a questão pela existência de um significado político no modo de exposição da obra. Seu intuito é demonstrar que o desenvolvimento expositivo de “O Capital”, estruturado segundo o método dialético, reflete uma teoria revolucionária. Em outras palavras, uma teoria a respeito da superação do modo de produção capitalista, propiciando, ainda, uma sistematização da consciência da classe trabalhadora e, assim, a percepção da necessidade por parte dessa classe de ser o mencionado sistema econômico superado, configurando-se a obra, nesse sentido, como um instrumento político direcionado à organização revolucionária. Subdividida em três partes, a dissertação em questão trata, na primeira, do conceito “dialética” e de sua aplicação em “O Capital”; na segunda, do movimento negativo-expositivo do livro I da obra, apresentando as determinações da teoria revolucionária e o significado político do seu método expositivo; e, por fim, na terceira, de uma polêmica entre Hector Benoit e Francisco Soares Teixeira a respeito do modo de exposição da obra. Nesse percurso...

La négativité en litige : Heidegger, Hegel et l’origine de la négation dialectique

Huot-Beaulieu, Olivier
Fonte: Université de Montréal Publicador: Université de Montréal
Tipo: Thèse ou Mémoire numérique / Electronic Thesis or Dissertation
FR
Relevância na Pesquisa
26.23%
Dans le cadre de cette thèse, nous nous proposons d’explorer la patiente explication que Heidegger a poursuivie avec Hegel à propos de l’origine de la négativité – problème qui s’impose de fait à titre d’« unique pensée d’une pensée qui pose la question de l’être ». Partant du constat d’une affinité insoupçonnée entre les deux penseurs quant au rôle insigne qui doit revenir à la négation en philosophie, nous entendons percer à jour les motifs de la constante fin de non-recevoir que Heidegger oppose néanmoins à la méthode dialectique de son plus coriace adversaire. Afin de rendre justice aux différents rebondissements d’une explication en constante mutation, et qui, de surcroît, traverse l’ensemble de l’œuvre de Heidegger, nous procédons à une division chronologique qui en circonscrit les quatre principaux moments. I. En un premier temps, notre regard se porte ainsi sur l’opposition résolue que le jeune Heidegger manifeste à l’égard de la montée du néo-hégélianisme, au nom d’une appropriation toute personnelle de l’intuitionnisme husserlien. Les transformations auxquelles il soumet la méthode phénoménologique de son maître doivent néanmoins laisser transparaître un furtif emprunt à la dialectique hégélienne...

Espectros vencidos: a teorização negativa do sistema internacional em Marx e Engels; Defeated spectra: the negative theorization of the international system in Marx and Engels

Rizzo, Ricardo Martins
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/06/2015 PT
Relevância na Pesquisa
26.05%
Parte significativa dos escritos de Marx Engels sobre política internacional são marcados por uma dificuldade teórica, que não deixou de causar desconforto na própria tradição marxista: diante dos êxitos da contra-revolução após 1848, e de uma perspectiva revolucionária plasmada na crítica ao sistema internacional herdado do Congresso de Viena em 1815, as categorias centrais do materialismo hitórico pareciam perder capacidade de formulação política. Se o avanço da concorrência capitalista no mercado mundial possibilitava que as contradições sociais dos países mais avançados fossem universalizadas, por meio da universalização das relações de produção burguesas, o sistema internacional parecia atuar em sentido contrário, permitindo que os tempos sociais do atraso arbitrassem o ritmo das transformações políticas na Europa. Negada pelo sistema internacional, a marcha da história social em Marx e Engels dá lugar a uma teorização negativa. Suas categorias clássicas dão lugar a outras. Classes sociais cedem terreno, em Engels, aos povos sem história. Em Marx, a causalidade é substituída pela analogia; processos, por indivíduos; realidades sociais concretas, por encarnações abstratas. A contemporaneidade política de tempos sociais divergentes que caracteriza a complexa duração do absolutismo na Europa fornece o terreno em que os problemas da teorização negativa eclodem. O fato de que o Estado absolutista de tipo oriental por excelência...

A Gestão Pública danificada: uma análise pelo pensamento organizacional crítico à luz da dialética negativa; The damaged public management: an analysis through critical organizational thinking lighted by negative dialectic

Zwick, Elisa
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Administração; UFLA; brasil; Departamento de Administração e Economia Publicador: Programa de Pós-Graduação em Administração; UFLA; brasil; Departamento de Administração e Economia
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em 02/10/2015 POR
Relevância na Pesquisa
66.52%
The aim of this thesis is to critically analyze the theoretical grounds that govern the Brazilian Public Management. Based on the negative dialectic method proposed by Adorno (2009), we argue that the historical and ideological processes that support the theoretical assumptions which guide the practices of the Brazilian Public Management are the source and expression of his damaged character, therefore requiring denaturalization. Our critical perspective, related to the Public Management, is based on an interdisciplinary approach. Moreover our analyses mediated by a critical organizational thinking, associated with the Critical Theory, and are sustained by a sociological critic of the public management. The intent of the second chapter is to establish the theoretical and methodological approach of this work. In this way we choose to begin its explanation with a critical bases research following the lead up to the negative dialectic as the method to criticize the Brazilian public management. The primordial elements in Adorno’s method - nonidentical, anti-system, semi-formation, object primacy, instrumental rationality, mimesis and expression, immanent critique - all of them fundamental for subsequent analysis are introduced and enlightened in the third chapter. At the end of this chapter the constellations that are important to this work are presented: colonialism...

Revolutionary symbolism: Identity and ideology in Depression-era leftist literature

Yerkes, Andrew Corey
Fonte: Universidade Rice Publicador: Universidade Rice
Tipo: Thesis; Text Formato: 201 p.; application/pdf
ENG
Relevância na Pesquisa
16.25%
This dissertation argues for the importance of works of leftist literary criticism, fiction, and poetry in our understanding of the cultural history of American modernism. Despite the scientific Marxist tendencies apparent in the critical debates that were conducted in the New Masses and at the 1935 American Writers' Congress, the leftist fiction of the decade reflects a critical Marxist stance, focused on alienation and the possibilities of formulating narrative strategies to overcome the distortions of ideology. Novels deployed a form of Lukacsian ideological critique, I argue, insofar as they engaged the stereotypes of high literary culture, as well as mass and popular culture, with historical materialism. This strategy is apparent in John Steinbeck's California labor novels, Nathanael West's surreal apocalyptic novels, and in Richard Wright's Thirties fiction, as well as in the lesser-known works of Robert Cantwell and Agnes Smedley. These works reveal a lineage of critical Marxism, engaging the dialectic of identity and ideology, a productive tension between subjective and objective forms of knowledge. The dialectic of ideology and identity explores human subjectivity in-itself and for-itself, both as a knowable object of rational inquiry as a radically unknowable experiential process. The latter prospect dovetailed with the nationalist paradigm of the American self...

Adorno et le projet d'une théorie dialectique de l'oeuvre d'art

Berzi, Nicolas
Fonte: Université de Montréal Publicador: Université de Montréal
Tipo: Thèse ou Mémoire numérique / Electronic Thesis or Dissertation
FR
Relevância na Pesquisa
25.9%
Le projet d’une théorie dialectique de l’œuvre d’art est sans doute un des plus complexes que Theodor Adorno ait tenu en haleine, projet qui table sur les horizons théoriques les plus diversifiés du philosophe de Francfort. Il ne s’agit donc pas ici d’en résumer la pertinence et les prémisses, de rendre justice à sa pleine complexité. Ce que je propose bien plutôt de faire c’est de développer trois façons inter-reliées de comprendre ce projet. En partant d’abord de la situation de l’esthétique contemporaine à Adorno, nous voudrions regarder en face la solution qu’offre la Théorie esthétique pour revitaliser l’esthétique philosophique. Il s’agit donc d’abord de questionner les catégories traditionnelles de l’esthétique qui semblent inadéquates à la réalité de l’art moderne « à l’époque où il devient objet de réflexion ». Le second aspect concerne l’interprétation et la méthode de présentation. « L’essai comme forme » qu’Adorno exécute et développe de pair avec la tendance parataxique de la poésie d’Hölderlin est l’objet des Notes sur la littérature. Ces travaux font écho à des notions clefs de la Théorie esthétique, déjà en germes dans « L’actualité de la philosophie » : l’interprétation...

Os grundrisse de 1857-8 como manifesto social; Grundrisse of 1857-8 as a social manifesto!

Fabio Maia Sobral
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 28/07/2008 PT
Relevância na Pesquisa
16.13%
Apresentamos a obra Grundrisse de Marx, escrita em 1857-1858, como um “Manifesto Social” que expõe os pontos programáticos a serem implementados por uma sociedade que substituísse o modo de produção capitalista, o comunismo. Os Grundrisse seriam um programa elaborado por Marx para orientar a luta da classe operária como programa da revolução. Marx esperava que a crise financeira de 1857 se transformasse em crise mundial, o que poderia fazer com que estourasse uma revolução, assim como ocorrera em 1848. Os Grundrisse desempenhariam uma tarefa tríplice: crítica ao socialismo proudhonista, que buscava reformar o mercado para eliminar a exploração; análise dos fundamentos do sistema capitalista, de seus pilares de sustentação; proposição dos elementos constitutivos da sociedade comunista. Para realizar estas tarefas, Marx analisa ainda o funcionamento das sociedades anteriores ao domínio do capital. Apresentamos no primeiro capítulo as análises de Roman Rosdolsky e Antonio Negri sobre o papel desempenhado pelos Grundrisse. Rosdolsky defende a concepção de que esta obra é um caminho em direção a O Capital, algo que seria demonstrado pelos planos de Marx para a criação de sua obra. Negri compreende os Grundrisse como obra de antagonismo e combate ao capitalismo. Afirmamos que os Grundrisse são um programa para a revolução e que não está além ou aquém d’O Capital...

Th. W. Adorno e os potenciais de resistência no capitalismo tardio industrial; Th. W. Adorno and te potentials of resistance in the industrial late capitalism

Adriano Márcio Januário
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 10/04/2013 PT
Relevância na Pesquisa
36.36%
A Dialética do Esclarecimento, livro escrito por Max Horkheimer e Th. W. Adorno, publicado em 1947, possui um diagnóstico de tempo presente no qual os autores apontam um bloqueio estrutural à ação transformadora. Esse bloqueio seria de tal ordem que cada indivíduo que compõe a sociedade estaria determinado de antemão mediante a estrutura e o "aparato" dominante. Com isso, caberia apenas aos indivíduos a autoconservação por meio da adaptação à situação social como é dada, produzindo assim conformismo com relação a essa situação social. Embora Th. W. Adorno seja conhecido por esse diagnóstico de tempo presente da década de 1940 - o que faz com que grande parte da bibliografia sobre seu pensamento se oriente por esse diagnóstico - um dos objetivos principais dessa dissertação é apresentar seus limites. Mais precisamente, esse diagnóstico da década de 1940 não pode ser estendido para toda obra de Adorno, principalmente ao se tomar como referência os escritos da década de 1960. Adorno produziu ao longo da década de 1960 um diagnóstico de tempo presente que, embora estejam presentes alguns elementos do diagnóstico da década de 1940, ele difere principalmente com relação à dominação social tal como essa se apresenta. No diagnóstico década de 1960 há potenciais de resistência ao capitalismo tardio industrial. Esses potenciais permitem compreender uma nova relação entre os indivíduos e a sociedade dominada por essa forma de capitalismo...

Radical humanism and management: the implications of humanism for business administration and studies

Aktouf,Omar; Holford,David
Fonte: Escola de Administração da Universidade Federal da Bahia Publicador: Escola de Administração da Universidade Federal da Bahia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2008 EN
Relevância na Pesquisa
26.13%
The dialectical nature of the current socio-economic process at work, namely, the endless pursuit of maximization of profits leading towards a truncated understanding of Man, which in turn leads towards the further quest for maximization of profits, and so on, appears to pose an endless impasse. Breaking this negative dialectic involves: 1) having managerial studies develop and adopt an understanding and theory of Man that embraces a "radical humanism"; and 2) adopting a conception of corporate governance that aims to serve Mankind in lieu of exploiting it. The radical humanism referred to in this paper considers the human being as a being of speech, of symbols, of senses, of society, of free-will, and not just simply as a resource at the service of the company and of maximization of profit. Embracing a radical humanism, as well as a governance that aims to serve Man rather than exploit him introduces a virtuous dialectic: the adoption of a fuller understanding and respect for Man and Nature leads to the production and subsequent sharing of profits, which in turn reinforces the respect and understanding of Man and Nature, leading to further profits (and subsequent sharing), and so on. Adopting a humanistic approach within business activities and interactions is of the utmost priority if society...

Sublimidad estética y ascetismo burgués: A propósito de la “Analytik des Erhabenen”; Sublimidad estética y ascetismo burgués: A propósito de la “Analytik des Erhabenen”; Sublimidad estética y ascetismo burgués: A propósito de la “Analytik des Erhabenen”

Vedda, Miguel
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 19/12/2004 POR
Relevância na Pesquisa
25.9%
O artigo examina a desproporção da analítica do sublime no âmbito da crítica do julgamento como analogia à impossibilidade de conciliar teoria e prática moral / natureza e razão. Com isso, delineia-se novamente a ponte entre a primeira e a segunda críticas, as quais devem ser mediadas pela terceira: o sublime corresponde à violência velada nos processos sociais. A posição de Kant é trabalhada contra o pano de fundo de Shaftesbury e Burke e, assim, a tônica recai sobre a orientação do filósofo de Königsberg em relação a idéias racionais ahistóricas. Seu conceito de sublime (assim como sua ética) posiciona- se, portanto, na tradição do ascetismo protestante assim como do capitalista-burguês. Tanto o observador da natureza e arte sublimes como aquele que segue o imperativo moral devem igualmente preterir o que é material e a satisfação direta dos anseios em favor de uma satisfação maior, intelectual. Do mesmo modo, a ausência de forma e medidas do sublime encontra seu paralelo na „infinidade negativa“ do capital e na „segunda natureza“ tecnológica.; This paper investigates the disproportion of the Analytics of the Sublime in context of the Critique of Judgement, as an analogy to the impossibility of reconciling moral theory and practice...

O acolhimento hegeliano do pensamento antinômico na época de Jena; The acceptance of the antinomic thought by Hegel during the Jena period

Werle, Marco Aurélio
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 14/06/2012 POR
Relevância na Pesquisa
25.9%
Trata-se de acompanhar a constituição do pensamento antinômico na filosofia de Hegel da época de Jena (1801-1806), a partir de uma abordagem do começo do Differenzschrift. Refletindo sobre o legado da filosofia de Kant no idealismo, Hegel situará a natureza negativa da filosofia a partir de seu duplo modo de afirmação (universal e particular), desde o seio da cultura, na atividade do entendimento e da razão (da parte e do todo) enquanto dupla reflexão: isolada e geral.; The work follows the constitution of the antinomic thinking in Hegel’s philosophy of the Jena period (1801-1806), by means of an approach to the beginning of the Differenzschrift. Reflecting on the legacy of Kant’s philosophy to Idealism, Hegel will situate the negative nature of philosophy after its double way of affirmation (universal and particular), since the bosom of culture, in the activity of understanding and reason (of the part and of the whole) as double reflection: isolated and general.

Neoliberalism and the post-hegemonic war of position: the dialectic between invisibility and visibilities

Cammaerts, Bart
Fonte: SAGE Publicador: SAGE
Tipo: Article; PeerReviewed Formato: application/pdf
Publicado em //2015 EN; EN
Relevância na Pesquisa
26.13%
This article aims to understand the dialectic between the visible and the invisible in relation to the post-hegemonic nature of neoliberalism and the role of mediation in that process. The neoliberal ideological project is geared towards making itself invisible, positioning itself as quintessentially anti-ideological and natural rather than ideological. However, the post-hegemonic status of neoliberalism and capitalism requires its constitutive outsides to struggle for visibility so as to be able to make itself invisible. Mainstream media plays a pivotal role in this regard not only in terms of invisibilizing capitalist interests, but also in terms of providing (negative or positive) visibility to the constitutive outsides of capitalism. Mediation also implicates audiences and publics, who could be approached as an increasingly angry and frustrated Spivakean subaltern, distrustful of democracy and of the media. It is argued that a new democratic imaginary is needed, deterritorialized from the market imaginary and mobilizing the discontented subaltern. The question remains, however, whether it is überhaupt possible to unsettle the post-hegemonic status of the neoliberal ideological project.

De Adorno & Horkheimer (Formation and work in dialectic of enlightenment by Adorno & Horkheimer); De Adorno & Horkheimer (Formation and work in dialectic of enlightenment by Adorno & Horkheimer)

ROGGERO, Rosemary
Fonte: Acta Semiótica et Lingvistica Publicador: Acta Semiótica et Lingvistica
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion;
Publicado em 12/11/2013 PT
Relevância na Pesquisa
36.25%
This paper realizes a reflexive exercise about the individual formation by education and work, considering the concept of enlightenment [aufklarung] developed by Horkheimer & Adorno, based on negative dialectic. Two hipotesis are verified: 1) By Horkheimer & Adorno's thought, the bourgeois formation permeates the lord formation and the slave formation, and in this formation lives, at the same time, the moto of the imprisonment and the liberating spark; and 2) the bourgeois formation, according these authors, happen based on fear, that produces domination and violence.    ; Este artigo realiza um exerclcio reflexivo sobre a formação do individuo pela educação e pelo trabalho, considerando o conceito de esclarecimento desenvolvido por Horkheimer e Adorno, com base na dialética negativa. Duas hipóteses são verificadas: 1) no pensamento de Horkheimer e Adorno, a formação burguesa permeia tanto a formação do senhor quanto a do trabalhador e nela reside, ao mesmo tempo, o mote do aprisionamento e a fagulha libertadora; e 2) a formação burguesa, segundo esses autores, se da a partir do medo, que gera dominação e violência.