Página 1 dos resultados de 10 itens digitais encontrados em 0.000 segundos

Utilização de solução de manitol à 20% no tratamento de cães com insuficiência renal induzida por sulfato de gentamicina

Barros, Glenda Maris de
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 63 f.
POR
Relevância na Pesquisa
16.94%
Pós-graduação em Medicina Veterinária - FMVZ; Este estudo teve como objetivo avaliar os efeitos nefrotóxicos do uso prolongado da gentamicina e avaliar os efeitos da terapia com manitol em reverter o processo renal estabelecido. Utilizaram-se 20 cães, sem raça definida, adultos, machos e com peso entre 4 e 12 kg, divididos em dois grupos Grupo 1 (G1) e Grupo 2 (G2) com 10 cães cada. Nos cães dos dois grupos foi induzida nefrotoxicidade experimentalmente com gentamicina na dosagem de 10 mg/kg (três vezes a dose padrão). Os animais do G1 foram tratados com fluidoterapia com solução de Ringer, os animais do G2 foram tratados com fluidoterapia com manitol e solução de Ringer simples. Os animais foram avaliados antes e durante todo o experimento, com intervalos de 4 dias, em dez momentos diferentes (M0 a M9), nos quais foram realizados monitorização de exame físico e testes laboratoriais. Após manifestarem alterações nos exames laboratoriais realizados (uréia e creatinina sangüíneas, densidade urinária e presença ou não de cilindros no sedimento urinário) os cães dos dois grupos foram mantidos em fluidoterapia, todos os dias, até que os resultados laboratoriais indicaram retorno a normalidade. Os resultados obtidos demostraram que a gentamicina é um antibiótico nefrotóxico...

Acompanhamento laboratorial da função renal de cães sadios tratados experimentalmente com doses terapêuticas de anfotericina b

Santin, Flávia
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 76 f.
POR
Relevância na Pesquisa
16.94%
Pós-graduação em Medicina Veterinária - FMVZ; A presença de uma função renal adequada é importante para a manutenção da homeostase. A anfotericina b é um antifúngico potente, cuja utilização tem sido limitada devido ao seu elevado potencial nefrotóxico. O presente trabalho teve por objetivos acompanhar, laboratorialmente, a função renal de cães saudáveis submetidos à administração de doses terapêuticas do antifúngico anfotericina b (FungisonÒ), bem como avaliar dentre os métodos laboratoriais empregados, qual o método mais sensível e precoce de diagnóstico de lesão renal. A função renal foi avaliada por meio da realização diária de urinálise, da excreção fracionada dos eletrólitos sódio e potássio, dosagem das concentrações séricas de creatinina e uréia e atividade da enzima gama-glutamiltransferase (GGT) urinária. Cada animal foi seu próprio controle, uma vez que foram obtidas amostras de urina e sangue de cada animal, para realização dos exames acima citados, antes da primeira aplicação do fármaco. Concluiu-se que a anfotericina b provoca lesões tanto em túbulo proximal quanto em distal, onde a alteração em túbulo distal foi a primeira a ser detectada, por meio da diminuição dos valores de densidade urinária; dosagem de creatinina e uréia séricas e potássio sérico...

Expressão dos capilares peritubulares (CD34) e do VEGF na nefropatia crônica do enxerto

Andrade, Luís Gustavo Modelli de
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 55 f.
POR
Relevância na Pesquisa
16.94%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Fisiopatologia em Clínica Médica - FMB; Not available.

Influência da tetraciclina no desenvolvimento hepático e renal de filhotes de ratas

Machado, Ana Lourdes da Silva
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 80 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
16.94%
Pós-graduação em Odontologia - ICT; This study aims to evaluate the possible effects of tetracycline administered to pregnant rats on kidney and liver development of their offspring. Fifteen rats were used - three controls and twelve treated ones. The control group received saline injections while the experimental groups were administered tetracycline chlorhidrate in the doses of 25, 50, 75 and 100mglkg, intraperitoneally, in a single injection, on the tenth day of pregnancy. The sucking were sacrificed at birth and after ten, twenty and thirty days of life. The liver specimes showed vacuolizations, necrosis, inflammation and sinusoidal dilatations, more evident in the newborn. Mitosis, early increase of Kupffer cells population and hypertrophy of hepatocytes with greater synthesis of glycogen were present in the 10th and twentieth days of life. The kidney specimens showed slight tubular vacuolizations and necrosis, more prominent in the newbom, as well as signs of tubular regeneration at the tenth and twentieth days. These results suggest that the organs studied went through several transitory morphological changes during development but presented signs of regeneration along the first days of life; O objetivo deste estudo foi avaliar a influência da tetraciclina administrada a ratas prenhas no desenvolvimento hepático e renal de filhotes. Foram utilizadas quinze ratas sendo três controles e 12 tratadas. As ratas controle receberam injeções de solução fisiológica...

Eventos adversos e custo da terapia com anfotericina B

Moresco, Gelcimar
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 124 p.| tabs., grafs.
POR
Relevância na Pesquisa
16.94%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Farmácia, Florianópolis, 2010; A toxicidade da Anfotericina B - desoxicolato (ABDOC) tem sido a maior limitante de sua utilização. Contudo, devido ao baixo custo desta formulação e o amplo espectro de atividade da AB, tem se mantido há décadas como um dos fármacos antifúngicos de maior relevância no tratamento de infecções fúngicas invasivas (IFI). Neste sentido, o objetivo do presente estudo foi avaliar os eventos adversos e o custo da terapia com ABDOC em pacientes imunodeprimidos do Hospital Universitário da Universidade Federal de Santa Catarina no período de janeiro a dezembro de 2008. Durante este período 53 pacientes foram tratados com ABDOC e os mesmos foram classificados de acordo com a doença de base: Grupo I - HIV (n = 23, 43,4%); Grupo II - Leucemias (n = 11, 20,8%); Grupo III - Câncer (n = 11, 20,8%) e Grupo IV - Outros (n = 8, 15,1%). A dose média por dia de ABDOC administrada aos 53 pacientes foi de 36,7 mg, a cumulativa de 548,5 mg e o tempo da terapia de 14,4 dias, sendo que foi significativamente menor no grupo III quando comparado ao grupo I. O tempo de infusão variou de 2 a 6 horas entre os pacientes. A utilização como terapia empírica foi responsável por mais da metade (73...

Mercuralismo metálico crônico ocupacional

Faria,Marcília de Araújo Medrado
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2003 PT
Relevância na Pesquisa
16.94%
Revisão que analisa os conhecimento atuais das manifestações do mercuralismo crônico ocupacional. Avaliaram-se os principais estudos e revisões científicas concernentes às formas clínicas e fisiopatogenia desta intoxicação. Foram pesquisadas, entre outras fontes, as bases de dados Medline e Lilacs. O eretismo ou a síndrome neuropsíquica caracterizada por sintomas de irritabilidade, ansiedade, mudanças de comportamento, apatia, perda da auto-estima e de memória, depressão, insônia, delírio, cefaléia, dores musculares e tremores é observada após a exposição ao mercúrio metálico. Manifestações de hipertensão arterial, renais, imunológicas e alérgicas são freqüentes. A falta de medidas preventivas aumenta o risco da doença em indústrias, no garimpo e consultórios odontológicos. A legislação brasileira assinala 16 manifestações clínicas determinadas pela intoxicação, todavia ocorre subdiagnóstico. O diagnóstico clínico é importante e as novas tecnologias médicas podem detectar alterações do sistema nervoso central, renal e imunológico, proporcionando avanços no conhecimento neuro-imuno-toxicológico e nas medidas de prevenção do mercuralismo.

Avaliação da atividade da gama glutamil transpeptidase urinária em cães que receberam gentamicina em dose terapêutica

Guimarães, Fabiola Voznika
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 51f. : il., grafs., tabs.; application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
16.94%
Orientador : Pedro Ribas Werner; Co-orientadora : Rosangela Locatelli Dittrich; Tese (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Agrárias; Resumo: A gama glutamil transpeptidase urinária (GGT) é uma enzima encontrada nas células epiteliais com "borda em escova" do túbulo contorcido proximal renal. Esta enzima foi descrita em cães, eqüinos e ovinos, como indicador precoce de necrose tubular aguda, causada pelos aminoglicosídeos. Observou-se o aumento na atividade da GGT urinária, anterior a outros indicadores de lesão renal, como o aumento da uréia e creatinina sérica e a presença de sinais clínicos. Para a dosagem da atividade da GGT, utilizando-se apenas uma única amostra de urina diária, foi proposto dois tipos de relações. Uma primeira que relaciona os valores da atividade de GGT com a concentração de creatinina urinária e outra, mais recente, que a relaciona com o valor da densidade urinária. Este trabalho foi proposto para obter a melhor relação que expressa a verdadeira atividade da GGT na urina em uma amostra diária; determinar através de exame histopatológico se a gentamicina, na dose terapêutica de 10 mg/kg uma vez ao dia por 14 dias, causa lesão renal e determinar se a dosagem da atividade da GGT seria um indicador precoce de lesão renal...

Avaliação da atividade da gama glutamil transpeptidase urinária em cães que receberam gentamicina em dose terapêutica

Guimarães, Fabiola Voznika
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 51f. : il., grafs., tabs.; application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
16.94%
Orientador : Pedro Ribas Werner; Co-orientadora : Rosangela Locatelli Dittrich; Tese (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Agrárias; Resumo: A gama glutamil transpeptidase urinária (GGT) é uma enzima encontrada nas células epiteliais com "borda em escova" do túbulo contorcido proximal renal. Esta enzima foi descrita em cães, eqüinos e ovinos, como indicador precoce de necrose tubular aguda, causada pelos aminoglicosídeos. Observou-se o aumento na atividade da GGT urinária, anterior a outros indicadores de lesão renal, como o aumento da uréia e creatinina sérica e a presença de sinais clínicos. Para a dosagem da atividade da GGT, utilizando-se apenas uma única amostra de urina diária, foi proposto dois tipos de relações. Uma primeira que relaciona os valores da atividade de GGT com a concentração de creatinina urinária e outra, mais recente, que a relaciona com o valor da densidade urinária. Este trabalho foi proposto para obter a melhor relação que expressa a verdadeira atividade da GGT na urina em uma amostra diária; determinar através de exame histopatológico se a gentamicina, na dose terapêutica de 10 mg/kg uma vez ao dia por 14 dias, causa lesão renal e determinar se a dosagem da atividade da GGT seria um indicador precoce de lesão renal...

Mercuralismo metálico crônico ocupacional; Chronic occupational metallic mercurialism

Faria, Marcília de Araújo Medrado
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/02/2003 POR
Relevância na Pesquisa
16.94%
Revisão que analisa os conhecimento atuais das manifestações do mercuralismo crônico ocupacional. Avaliaram-se os principais estudos e revisões científicas concernentes às formas clínicas e fisiopatogenia desta intoxicação. Foram pesquisadas, entre outras fontes, as bases de dados Medline e Lilacs. O eretismo ou a síndrome neuropsíquica caracterizada por sintomas de irritabilidade, ansiedade, mudanças de comportamento, apatia, perda da auto-estima e de memória, depressão, insônia, delírio, cefaléia, dores musculares e tremores é observada após a exposição ao mercúrio metálico. Manifestações de hipertensão arterial, renais, imunológicas e alérgicas são freqüentes. A falta de medidas preventivas aumenta o risco da doença em indústrias, no garimpo e consultórios odontológicos. A legislação brasileira assinala 16 manifestações clínicas determinadas pela intoxicação, todavia ocorre subdiagnóstico. O diagnóstico clínico é importante e as novas tecnologias médicas podem detectar alterações do sistema nervoso central, renal e imunológico, proporcionando avanços no conhecimento neuro-imuno-toxicológico e nas medidas de prevenção do mercuralismo.; This is a review on current knowledge of chronic occupational mercurialism syndrome. Major scientific studies and reviews on clinical manifestation and physiopathology of mercury poisoning were evaluated. The search was complemented using Medline and Lilacs data. Erethism or neuropsychological syndrome...

Mercuralismo metálico crônico ocupacional

Faria,Marcília de Araújo Medrado
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2003 PT
Relevância na Pesquisa
16.94%
Revisão que analisa os conhecimento atuais das manifestações do mercuralismo crônico ocupacional. Avaliaram-se os principais estudos e revisões científicas concernentes às formas clínicas e fisiopatogenia desta intoxicação. Foram pesquisadas, entre outras fontes, as bases de dados Medline e Lilacs. O eretismo ou a síndrome neuropsíquica caracterizada por sintomas de irritabilidade, ansiedade, mudanças de comportamento, apatia, perda da auto-estima e de memória, depressão, insônia, delírio, cefaléia, dores musculares e tremores é observada após a exposição ao mercúrio metálico. Manifestações de hipertensão arterial, renais, imunológicas e alérgicas são freqüentes. A falta de medidas preventivas aumenta o risco da doença em indústrias, no garimpo e consultórios odontológicos. A legislação brasileira assinala 16 manifestações clínicas determinadas pela intoxicação, todavia ocorre subdiagnóstico. O diagnóstico clínico é importante e as novas tecnologias médicas podem detectar alterações do sistema nervoso central, renal e imunológico, proporcionando avanços no conhecimento neuro-imuno-toxicológico e nas medidas de prevenção do mercuralismo.