Página 1 dos resultados de 15540 itens digitais encontrados em 0.184 segundos

A natureza da ciência por meio do estudo de episódios históricos: o caso da popularização da óptica newtoniana; The nature of science through historical episodes: the case of the popularization of Newtonian optics

SILVA, Cibelle Celestino; MOURA, Breno Arsioli
Fonte: Sociedade Brasileira de Física Publicador: Sociedade Brasileira de Física
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
85.48%
Apesar das dificuldades em abordar a natureza da ciência em sala de aula, há um entendimento geral da necessidade de incorporar nos currículos noções sobre como ocorre a construção do conhecimento científico. Conhecer a história do desenvolvimento e do processo de aceitação de teorias científicas pode ajudar os professores a incluir discussões sobre a natureza da ciência no ensino de ciências. Este trabalho apresenta uma análise da aceitação e propagação das teorias sobre luz e cores de Newton ao longo do século XVIII. Apontaremos para alguns aspectos da natureza da ciência que podem ser evidenciados pelo estudo desse episódio histórico.; Despite the difficulty of precisely describing the nature of science, there is a widespread agreement concerning the necessity of incorporating into curricula some notions about how the scientific activity works. Studying the history of conceptual development and the process of acceptance of scientific ideas by the scientific community may help teachers to incorporate notions of nature of science in their classes. The present paper analyses the development and acceptance process of Newtonian optics during the eighteenth century in Europe, and emphasizes some aspects of nature of science that can be learned by the study of this historical episode.

Uma análise da história e filosofia da ciência presente em livros didáticos de física para o ensino médio; An analysis of the history and philosophy of science presented in physics textbooks for secondary education

Pagliarini, Cassiano Rezende
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/08/2007 PT
Relevância na Pesquisa
85.5%
Pesquisas atuais na área de ensino de ciências têm enfatizado a importância de uma formação científica humanística que seja ampla e geral, mais significativa para estudantes em todos os seus níveis de ensino. Assim, considerando o âmbito das pesquisas sobre as potencialidades do uso da história da ciência no ensino e a importância de se ensinar sobre a natureza da ciência (NdC), torna-se relevante pesquisar a presença desses conteúdos nos livros didáticos, dada sua grande influência no ensino, já que assume um papel crucial na educação, e também o fato de o livro didático não ser totalmente desprovido de conteúdos desse tipo. Sendo assim, este trabalho analisa como a história da ciência é apresentada por alguns dos mais populares livros didáticos de física para o ensino médio no Brasil, bem como as concepções sobre a natureza da ciência envolvidas nestas narrativas históricas. Geralmente, a história da ciência encontrada nos livros didáticos é distorcida e simplificada, o que se chama de pseudo-história, reforçando alguns conhecidos mitos científicos e transmitindo falsas concepções acerca da natureza da ciência a estudantes e professores. Nesta análise, dois importantes norteadores educacionais brasileiros são considerados...

A natureza da ciência como saber escolar: um estudo de caso a partir da história da luz; The nature of science as a scholar knowledge: a case study from the history of light

Forato, Thaís Cyrino de Mello
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 29/05/2009 PT
Relevância na Pesquisa
95.46%
A relevância de ensinar conteúdos sobre as ciências, e não apenas conteúdos científicos tradicionais, tem se intensificado nas pesquisas educacionais das últimas décadas. Nesse sentido, a história da ciência configura-se um recurso pedagógico interessante para tratar sobre a construção do conhecimento científico em ambiente escolar. Entretanto, a confluência das necessidades dos campos didático-pedagógico e histórico-epistemológico prevê alguns obstáculos por enfrentar para transformar a natureza da ciência em saber escolar no ensino médio. Assim, buscamos analisar tais desafios e aventar propostas para seu enfrentamento mediante os fundamentos dos quadros teóricos estudados e de uma investigação empírica. Adotamos como estratégia metodológica o confronto entre tais desafios previstos com as dificuldades vivenciadas na elaboração, no acompanhamento da aplicação e na análise de um curso piloto para o ensino médio, aplicado em uma escola pública da zona sul da cidade de São Paulo. Utilizamos três episódios da história da luz para tratar de alguns aspectos epistemológicos que problematizavam, principalmente, uma visão empírico-indutivista da ciência. Foi possível mapear uma série de obstáculos...

Relatos dos professores de ciências sobre a natureza da ciência e sua relação com a história e a filosofia da ciência; Report of Teachers of Science on the nature of science and its relationship with the History and Philosophy of Science.

Santana, Edson Rodrigues
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 10/12/2009 PT
Relevância na Pesquisa
95.52%
A abordagem da natureza da ciência e sua relação com a história e a filosofia da ciência, têm sido reconhecida tanto no âmbito nacional, como é possível encontra-la nos PCNs ( Parâmetros Currriculares Nacionais ), e também no contexto internacional como apresenta o Projeto 2061 produzido pela AAAS ( Associação Americana para o Progresso da Ciência ). Além destas, o tema é constante em diversas pesquisas, demonstrando assim sua relevância. Esta pesquisa procurou compreender como os professores interpretariam esta temática. O resultado demonstrou problemas com esta compreensão, ou seja, os professores não teriam estas questões bem compreendidas e, portanto as mesmas poderiam ser abordadas de formas inadequadas ou simplesmente não seriam abordadas. Há também um outro fator, pois diferentemente de outras questões relacionadas ao Ensino de Ciência como Sexualidade e Meio Ambiente, cujas mesmas são relatadas pelos professores. A temática sobre a natureza da ciência e sua conexão com a história e a filosofia da ciência, além de mal compreendidas, não haveria ainda uma clara consciência sobre a importância do assunto. Assim caberia aos cursos de formação de professores tratar a questão em duas frentes...

Discutindo a natureza da ciência a partir de episódios da história da cosmologia; Discussing the nature of science from episodes of the history of cosmology

Henrique, Alexandre Bagdonas
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/05/2011 PT
Relevância na Pesquisa
95.51%
Nesta pesquisa estudamos alguns episódios da história da cosmologia no século XX, buscando episódios interessantes que permitiram a discussão de certos aspectos da natureza da ciência de forma explícita na formação inicial de professores de ciências. Um dos objetivos desta pesquisa é fornecer subsídios para que se possa ensinar cosmologia com uma abordagem histórico-filosófica, o que é sugerido pelos PCN no tema estruturador "Universo, Terra e Vida". Esta proposta busca contribuir para a introdução de conteúdos de história e filosofia da ciência nos cursos de formação de professores e consequentemente na educação básica. O episódio histórico escolhido foi a controvérsia entre a teoria do Big Bang e a do Estado Estacionário, que ocorreu a partir da segunda metade do século XX. Tendo em vista a possibilidade de analisar as influências religiosas sobre essa controvérsia, argumentamos sobre a importância de se discutir a relação entre ciência e religião nas aulas de física, utilizando episódios da história da cosmologia como tema motivador. São apresentados três personagens históricos envolvidos nas controvérsias cosmológicas da década de 1950: o Papa Pio XII, Fred Hoyle e Georges Lemaître...

O caso Plutão e a natureza da ciência: uma proposta para alunos do ensino médio; Pluto case and the nature of science: proposal for education to high school students

Albuquerque, Vanessa Nobrega de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 09/10/2012 PT
Relevância na Pesquisa
95.44%
Apresenta-se neste trabalho o desenvolvimento e avaliação de uma proposta de ensino que procura promover discussões sobre algumas características do fazer científico com alunos do Ensino Médio de uma escola estadual da periferia de São Paulo. A intervenção é composta de seis atividades que, em conjunto, sistematizam os Três Momentos Pedagógicos - modelo metodológico que procura garantir o uso sistemático da dialogicidade, o que torna possível discutir temas selecionados a partir da problematização das falas dos alunos. A intervenção foi inspirada na mudança de classificação de Plutão, que permite problematizar, por exemplo, a ciência como um processo em construção ou o caráter transitório e temporário do conhecimento científico, a partir dos estudos dos conflitos e divergências que envolveram esse episódio. A história da descoberta e classificação dos planetas do Sistema Solar, os métodos de determinação de distância, diâmetro e massa dos planetas, a definição de planeta e a reclassificação de Plutão estão entre os temas discutidos ao longo da intervenção. O material de análise é composto de trabalhos produzidos pelos alunos ao longo da intervenção e gravações de áudio e vídeo das atividades realizadas...

A aceitação da óptica newtoniana no século XVIII: subsídios para discutir a Natureza da Ciência do Ensino; The acceptance of Newtonian optics in eighteenth century: discussing Nature of Science in Science Teaching

Moura, Breno Arsioli
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/10/2008 PT
Relevância na Pesquisa
85.43%
A compreensão da Ciência como um empreendimento dinâmico e em constante transformação tem se tornado uma das mais importantes metas da educação científica nos últimos anos. É quase senso comum que discussões sobre a Natureza da Ciência (NdC) sejam incorporadas nos currículos de ciências. De uma forma geral, a NdC pode ser definida como um arcabouço de saberes sobre as bases ou princípios epistemológicos envolvidos na construção do conhecimento científico. Uma das maneiras de se ensinar NdC é a discussão de episódios da História da Ciência. Nesse trabalho, analisamos em detalhes o desenvolvimento, a repercussão e a aceitação da óptica newtoniana; particularmente, estudamos sua popularização na Europa do início do século XVIII, principalmente na Grã-Bretanha. Neste período ocorreram mudanças sociais e culturais significativas, entre elas, a valorização da Filosofia Natural e seus produtos, o estabelecimento da mecânica e óptica newtonianas e da imagem de Isaac Newton como um representante da genuína filosofia natural. Assim, na época, foram selecionados e incorporados aos tratados de física apenas aspectos de sua óptica que evidenciavam o caráter indutivista e que ao mesmo tempo podiam ser conciliados com sua mecânica. A partir deste estudo histórico...

Investigação de concepções de alunos de ciências biológicas do IB/USP acerca da Natureza da Ciência; Biological Sciences students conceptions about the Nature of Science

Durbano, João Paulo Di Monaco
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 05/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
95.48%
Esta pesquisa objetivou levantar concepções de estudantes de Ciências Biológicas sobre a Natureza da Ciência (NdC). Para isso foram utilizados os questionários VNOS-C, desenvolvido por Norman Lederman, Fouad Abd-El-Khalick, Randy Bell e Reneé S. Schwartz, em 2002, e o questionário VOSE, desenvolvido por Sufen Chen, em 2006. Os dois questionários foram aplicados em alunos ingressantes do Curso de Ciências Biológicas do Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo em duas etapas, no início e final do primeiro semestre letivo. A fim de complementar os dados fornecidos a partir da aplicação dos questionários VNOS-C e VOSE, foi realizada uma triangulação de metodológica e de dados, onde buscamos: a partir do Questionário Sociocultural e de Opinião Sobre a Importância da NdC, traçar o perfil sociocultural e de opinião dos alunos a respeito das questões investigadas, e, a partir de entrevistas semiestruturadas com professores dos alunos investigados, conhecer possíveis abordagens, em sala de aula, sobre questões da NdC. Para a análise escolhemos alguns aspectos da NdC a saber: a criatividade e imaginação na construção do conhecimento científico, a inserção da ciência na cultura, o papel das teorias na construção do conhecimento científico...

A abordagem da natureza da ciência subsidiada por recursos fílmicos em uma comunidade de prática; The approach of nature of science subsidized by filmic resources in a community of practice

Santana, Edson Rodrigues
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/11/2014 PT
Relevância na Pesquisa
95.44%
Este trabalho procura discutir as contribuições de uma comunidade de prática (CoP) na formação continuada de professores de Ciências, para abordar o tema da natureza da ciência (NdC) com a utilização de recursos fílmicos de veiculação comercial. Para isso, foram elaborados dois cursos na modalidade extensão universitária, oferecidos pela Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo e que ocorreram nos dois semestres de 2012, quinzenalmente aos sábados. Os professores participaram nos cursos de forma voluntária. Também há de se destacar que inicialmente não havíamos previsto aplicar dois cursos, no entanto, a pedido dos professores, conforme está documentado nos dados, foi solicitada a criação do segundo curso, aspecto importante e que inclusive reforça o papel das comunidades de prática em processos de formação de professores. Além disso, apontamos que a formação continuada no caso dos professores em serviço poderia inserir tais temas e, portanto, contribuir na compreensão dos professores acerca deste tema. A fonte principal dos dados são as transcrições das aulas e as análises das sequências didáticas produzidas pelos professores. A orientação metodológica, assim como a análise de dados...

Controvérsias envolvendo a natureza da ciência em sequências didáticas sobre cosmologia.; Controversies regarding the nature of science on teaching and learning sequences about cosmology.

Henrique, Alexandre Bagdonas
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 07/07/2015 PT
Relevância na Pesquisa
95.52%
Nesta pesquisa realizamos estudos sobre história da cosmologia, buscando estimular discussões a respeito de aspectos controversos da ciência, ou sobre a chamada "natureza da ciência". A partir de uma revisão de pesquisas que buscaram subsídios da história e da filosofia das ciências para o ensino de ciências, apresentamos e problematizamos a chamada "visão consensual sobre a natureza da ciência". Essa visão, que tem aparecido em muitas pesquisas recentes, considera que somente os aspectos não controversos dos debates sobre a natureza da ciência devam ser ensinados na educação básica. Com o objetivo de evidenciar o valor de controvérsias na educação, buscamos casos na história da cosmologia que parecem ter potencial para serem levados tanto para a formação inicial e continuada de professores, quanto para o ensino médio. Inicialmente, apresentamos várias influências complexas que atuaram durante o processo de criação e aceitação da teoria da expansão do universo, na primeira metade do século XX. Com base em duas visões antagônicas de filósofos da ciência sobre a mudança das teorias científicas, o racionalismo crítico de Lakatos e o anarquismo epistemológico de Feyerabend, criamos duas sínteses de obras sobre a história da cosmologia: uma reconstrução racional da história e uma história com maior espaço para a pluralidade de teorias e a presença de fatores usualmente considerados não racionais na ciência. Como forma de investigar a viabilidade de levar controvérsias para a educação básica...

Exploring the Components of Conceptual Ecology Mediating the Development of Nature of Science Views

Deniz, Hasan
Fonte: [Bloomington, Ind.] : Indiana University Publicador: [Bloomington, Ind.] : Indiana University
Tipo: Doctoral Dissertation
EN
Relevância na Pesquisa
95.58%
Thesis (PhD) - Indiana University, School of Education, 2007; The purpose of this study was to examine the impact of an explicit-reflective instruction involving the portrayal of non-controversial nature of science aspects on prospective elementary teachers' nature of science views and epistemological beliefs about science, and the factors mediating the development of nature of science views and epistemological beliefs about science in an introductory science course context. Using a mixed methods approach, this study examined the impact of the explicit-reflective instruction by doing pre- and post-instruction assessments of nature of science views and epistemological beliefs about science. This study also examined to what extent the factors such as prior nature of science views, metacognitive awareness, thinking dispositions, science self-efficacy beliefs, and motivation are related to post-instruction nature of science views and epistemological beliefs about science. The findings suggested that the explicit-reflective nature of science instruction was effective in improving nature of science views and epistemological beliefs about science. However, a holistic examination of post-instruction nature of science views indicated that post-instruction nature of science views reflected a "naïve relativistic" position. The findings also suggested that prior nature of science views and epistemological beliefs about science were related to post-instruction nature of science views and epistemological beliefs about science...

History of Science in Science Education: the Case of Oersted’s Experiment

Valente, Mariana; Caldeira, Nazaré
Fonte: 4th International Conference of the European Society for the History of Science Publicador: 4th International Conference of the European Society for the History of Science
Tipo: Aula
POR
Relevância na Pesquisa
95.48%
In April 1820,Oersted gave a lecture, at the University of Copenhagen, on the connections between the phenomena of electricity, galvanism and magnetism. During this lecture something happened that put him on a path towards the clarification of his ideas. In July 1820, he published his findings in a paper written in Latin which he sent to various scientists in Europe. This experiment is regarded as being at the origin of the phenomena, and of the theory of electromagnetism. What happened? Some studies in the field of the History of Science and in Science Education provide us with elements to reflect on the matter (Andrade Martins, 1986, 2003, 2007; Heering, 2000; Kipnis, 2005; Jacobsen, 2006; Friedman, 2007; Brain, 2007, Cavicchi, 2008). How is this experiment treated in secondary school textbooks? Today, in Portugal, it is presented in passing and without even naming Oersted. Time acts on ideas, in science education, in a dispersive manner: we loose a great deal of their significance and sometimes we use ideas that were previous to the experiment as if they were a consequence of the same, as we will show. Why is it important, today, to recreate some historical experiments, in the context of science education? At a time where the discussion about the nature of science is very important...

The origin of the universe as a topic to discuss the Nature of Science in High School; A origem do universo como tema para discutir a Natureza da Ciência no Ensino Médio

Guttmann, Gustavo Antonio Montenegro; Cefet-RJ, Uned, Nova Friburgo, RJ; Braga, Marco; CEFET-RJ, Rio de Janeiro, RJ
Fonte: Imprensa Universitária - UFSC Publicador: Imprensa Universitária - UFSC
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 12/05/2015 POR
Relevância na Pesquisa
95.49%
This paper presents an educational activity in which the Nature of Science is discussed in the confrontation of two distinct theories about the origin of the universe. These activities were developed in a high school in Rio de Janeiro. These theories are divergent, one defending the universe as having a defined origin, the Big Bang, and the other an Eternal Universe. At the end of the activities it was possible to verify that the students developed a more complex vision of Science. ; http://dx.doi.org/10.5007/2175-7941.2015v32n2p442Nesse artigo, será apresentada uma proposta de introdução de questões relativas à Natureza da Ciência a partir da confrontação de duas teorias distintas sobre a origem do universo. Esse trabalho foi desenvolvido junto a turmas de Ensino Médio de uma escola do Rio de Janeiro. As teorias são divergentes, sendo uma defensora de um universo com uma origem definida, o Big Bang, e a outra de um Universo Eterno. Ao final do trabalho, foi possível aferir que os alunos passaram a ter uma visão mais complexa sobre Ciência. 

História da ciência e natureza da ciência: debates e consensos; History of Science and Nature of Science: controversies and agreements

Vilas Boas, Anderson; Instituto de Física – Universidade Federal de Alagoas; da Silva, Marcos Rodrigues; Departamento de Filosofia – Universidade Estadual de Londrina; Passos, Marinez Meneghello; Departamento de Matemática – Universidade Estadual
Fonte: Imprensa Universitária - UFSC Publicador: Imprensa Universitária - UFSC
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 27/06/2013 POR
Relevância na Pesquisa
95.52%
http://dx.doi.org/10.5007/2175-7941.2013v30n2p287Desde pelo menos a década de sessenta do século passado, tem-se debatido acerca da necessidade da inserção de história da ciência nos currículos de disciplinas científicas. O ponto principal do debate dizia respeito à formação técnica dos cientistas, e ele chegou a um impasse argumentativo na década seguinte, em que tanto favoráveis quanto contrários à inserção pareciam ter bons argumentos para defender sua posição. Porém, desde o surgimento de Science Teaching, de Michael Matthews, em 1994, a argumentação a favor da inserção de história da ciência no ensino de disciplinas científicas tem sido conduzida a partir da importância conferida ao esclarecimento da natureza da ciência. Esta alteração do nível de debate permitiu aos defensores da inserção de história da ciência mostrar que a discussão não diz respeito apenas à formação técnica do cientista, mas ao entendimento de ciência por parte dos cientistas. Este artigo pretende, em primeiro lugar, apresentar um resumo desta discussão. Em seguida, temos por objetivo mostrar que o desfecho desta discussão promoveu na literatura sobre ensino de ciências no Brasil, no período entre 1996 e 2010...

The nature of heat in different historic contexts; Concepções sobre a natureza do calor em diferentes contextos históricos

Silva, Ana Paula Bispo; Departamento de Física, Universidade Estadual da Paraíba; Forato, Thaís Cyrino de Mello; Departamento de Ciências Exatas e da Terra, Universidade Federal de São Paulo; Gomes, José Leandro de A. M. Costa; Centro de Ciências e
Fonte: Imprensa Universitária - UFSC Publicador: Imprensa Universitária - UFSC
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 17/10/2013 POR
Relevância na Pesquisa
85.51%
The multiple meanings that a concept can have throughout history illustrate changes in science. Once the nature of something is defined, its consequences involve a change in the way of looking at and interpreting phenomena and vice versa. Attempts at understanding how a concept has changed requires knowing the context of the science and a given society, namely where and when the change is taking place. Such a complex requirement can be applied in the context of Science teaching as a way to explicitly demonstrate the nonlinear advance of science and the inexistence of final truths, among other issues related to the nature of science such as the importance of the social context and that observations are theory-laden. With these goals, this paper intends to explore the complex history of the concept of heat from antiquity until the 18th century. We chose to divide the history of heat into some historical moments which can show antagonistic theses. We focused on showing two or more interpretations of the same phenomenon and how these interpretations contributed to adopting a different theory of the nature of heat. This paper is part of a study which intends to prepare historical material for teachers and High School students linking historiography of science and educational aspects.; http://dx.doi.org/10.5007/2175-7941.2013v30n3p492As diversas interpretações que o conceito de calor apresentou ao longo da história ilustram exemplos de mudanças que ocorrem na ciência...

The Nature of Science in Physics Education: teaching strategies developed by Master Degree Physics teacher; A natureza da ciência no ensino de física: estratégias didáticas elaboradas por professores egressos do mestrado profissional

Vital, Abigail; Centro Universitário Geraldo di Biase; Guerra, Andreia; CEFET-RJ
Fonte: Imprensa Universitária - UFSC Publicador: Imprensa Universitária - UFSC
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 14/03/2014 POR
Relevância na Pesquisa
95.45%
This paper discuss the results of a study on the strategies used by Master Degree Physics teachers in the elaboration of pedagogical proposals that the concept of Nature of Science is used as an important issue for Physics lessons in High School. The aim of this paper is to analyze the paths followed by these teachers and verify how the current data of Science education research were considered by them. The qualitative approach was used as methodological approach and the results indicate that teachers' goals generally were achieved satisfactorily, regarding the understanding of the construction of scientific knowledge.; http://dx.doi.org/10.5007/2175-7941.2014v31n2p225O presente artigo apresenta os resultados de uma investigação sobre as estratégias utilizadas  por professores de Física egressos do Mestrado Profissional, na construção de propostas pedagógicas em que o conceito de Natureza da Ciência é utilizado como eixo condutor do ensino de Física no Ensino Médio. O objetivo do artigo é analisar os caminhos seguidos por tais professores e verificar como as referências atuais sobre o tema foram por eles incorporadas.  A abordagem qualitativa e a análise temática de conteúdos foram utilizadas como caminho metodológico e os resultados indicam que os objetivos dos professores foram alcançados...

Nature of Science in Science education: a proposal based on “themes” and “questions”; Natureza da Ciência no ensino de ciências: uma proposta baseada em “temas” e “questões”

Martins, André Ferrer Pinto; Centro de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Fonte: Imprensa Universitária - UFSC Publicador: Imprensa Universitária - UFSC
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 12/05/2015 POR
Relevância na Pesquisa
95.48%
This work addresses issues related to knowledge about Science in Science education, particularly about the question “what to teach” in relation to metascientific content. We explore the existence of a “Consensus View” (CV) about Nature of Science (NOS) in the literature on the area of Science Education, showing that there are different routes, terminologies, starting points and conclusions when we analyze the literature around this “consensus”. We then explore certain characteristics of the CV – related to its form and its content – and present some criticisms already made of it, particularly those regarding the use of declarative knowledge associated with the CV, as well the content of some of the statements. In the final section, we suggest what we consider to be a more open, pluralistic and heterogeneous approach to deal with knowledge about science in the school science curriculum. This approach, based on ‘themes’ and questions instead of ‘tenets’, attempts to overcome some of the criticisms previously discussed.; http://dx.doi.org/10.5007/2175-7941.2015v32n3p703Este artigo aborda questões relativas ao saber sobre a ciência no ensino de ciências, em particular a questão “o que ensinar” no que diz respeito a conteúdos metacientíficos. Exploramos a existência de uma “visão consensual” (VC) sobre a Natureza da Ciência (NdC) na literatura de pesquisa da área de ensino de ciências...

Student teachers' understanding and acceptance of evolution and the nature of science

Coleman,Joy; Stears,Michéle; Dempster,Edith
Fonte: South African Journal of Education Publicador: South African Journal of Education
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/05/2015 EN
Relevância na Pesquisa
105.42%
The focus of this study was student teachers at a South African university enrolled in a Bachelor of Education (B.Ed.) programme and a Postgraduate Certificate in Education (PGCE), respectively. The purpose of this study was to explore students' understanding and acceptance of evolution and beliefs about the nature of science (NOS), and to discover if these understandings and acceptances changed with the level of their studies. In so doing, we wished to determine if there is a relationship between their understanding of evolution and the NOS, and their level of acceptance of evolution. The study is located within a quantitative framework. Questionnaires were administered to pre-service teachers, who were enrolled in the School of Education. All participants had chosen Biology as their teaching specialisation. Three instruments were included in the questionnaires. The findings revealed that students in the B.Ed. programme have a poorer understanding of evolution and NOS than the graduate group (PGCE), and that there is no significant difference in understanding between different levels within the B.Ed. group. A further significant finding was that acceptance of evolution is independent of changes in conceptual understanding of evolution and independent of changes in beliefs about the NOS.

A science-technology-society approach to teacher education for the foundation phase: Students' empiricist views

Kok,Lyn; van Schoor,Rika
Fonte: South African Journal of Childhood Education Publicador: South African Journal of Childhood Education
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2014 EN
Relevância na Pesquisa
85.45%
Teacher education for South African foundation phase education requires student teachers to be prepared for teaching science concepts in an integrated programme in a learning area known as life skills. This study examined the challenges faced by university teachers of foundation phase student teachers in the development of science modules/ courses. The national curriculum for this subject aims to strengthen learner awareness of social relationships, technological processes and elementary science (DBE 2011a). We developed an integrated numeracy, science and technology module for foundation phase student teachers, based on the science-technology-society (STS) approach to teaching science concepts. Students' understanding of science concepts was assessed, using a project method in which they solved a problem derived from children's literature. Then students' views of this integrated approach to teaching science concepts were gathered. The negative views of the foundation phase student teachers towards the integrated STS approach was thought to indicate an empiricist view of the nature of science that could impede their future teaching.

A comparative analysis of South African Life Sciences and Biology textbooks for inclusion of the nature of science

Ramnarain,Umesh; Padayachee,Keshni
Fonte: South African Journal of Education Publicador: South African Journal of Education
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2015 EN
Relevância na Pesquisa
105.51%
This study reports on the analysis of South African Life Sciences and Biology textbooks for the inclusion of the nature of science using a conceptual framework developed by Chiappetta, Fillman and Sethna (1991). In particular, we investigated the differences between the representation of the nature of science in Biology textbooks that were written for a previous curriculum and the new Life Sciences textbooks that are in accord with the National Curriculum Statement. The analysis reflects that both Life Sciences and Biology textbooks still overwhelmingly represent the theme "Science as a body of knowledge" according to this framework. Despite significant curriculum reform that underlines a more balanced perspective of science encompassing the acquisition of knowledge through inquiry, the limited coverage given to the themes "The investigative nature of science", "Science as a way of thinking" and "The interaction of science, technology and society" does not reflect this reform.