Página 1 dos resultados de 216 itens digitais encontrados em 0.006 segundos

Modulação de fluorescência de amino coumarinas e acridinas por nanopartículas de prata; Fluorescence modulation of acridine and coumarin dyes by silver nanoparticles

Sabatini, Carolina Aparecida
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/08/2007 PT
Relevância na Pesquisa
106.57%
Nanopartículas de prata foram preparadas pela redução química de íons prata (AgNO3) por borohidreto de sódio (NaBH4) na presença de poli-(N)-vinil-2-pirrolidona em solução de álcoois de cadeia curta. As nanopartículas de prata apresentaram maior estabilidade em 2- propanol, e o diâmetro aproximado das nanopartículas Ag0 obtidas neste solvente é de aproximadamente 6 nm. As propriedades fotofísicas dos corantes coumarinas e derivados de acridina, em 2-propanol, são afetados pela presença das nanopartículas de prata. A interação das nanopartículas de prata com os derivados de acridina leva a uma mudança espectral da banda de absorção de transferência de carga intramolecular ´ICT - intramolecular charge transfer´. Para dois dos derivados de acridina, há um aumento significativo de emissão com a adição inicial de nanopartículas de Ag0. Mas em altas concentrações de nanopartículas de prata, ocorre supressão estática de fluorescência, com uma progressiva diminuição da eficiência de fluorescência. A intensidade de fluorescência das amino coumarinas é somente suprimida pela presença de nanopartículas de prata em solução.; Silver nanoparticles were synthesized by chemical reduction of silver ions by sodium borohydride in the presence of poly-(N)-vinyl-2-pyrrolidone in solution of short chain alcohols. The nanoparticles are stable in 2-propanol...

Avaliação in vitro do controle microbiano e da neutralização de endotoxinas presentes em canais radiculares por nanopartículas de prata; Effectiveness of silver nanoparticles on microorganisms and endotoxins in root canals

Carreira, Cláudia de Moura
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 20/01/2010 PT
Relevância na Pesquisa
106.53%
O objetivo deste trabalho foi avaliar a capacidade da solução de nanopartículas de prata, utilizada como irrigante e medicação intracanal, em controlar os microrganismos e neutralizar endotoxinas no canal radicular. Para isso, foram utilizadas 48 raízes de dentes humanos padronizadas em 16 mm e com diâmetro apical correspondente a uma lima tipo Kerr no. 30. Os canais foram contaminados por 28 dias com E. coli e por 21 dias com E. faecalis e C. albicans. Os espécimes foram divididos em quatro grupos (n=12), de acordo com a substância utilizada (solução irrigadora e medicação intracanal): G1) solução salina e solução salina (grupo controle); G2) hipoclorito de sódio 1% associado ao creme Endo-PTC e hidróxido de cálcio - protocolo tradicional da FOUSP; G3) solução de nanopartículas de prata 50 ppm e hidróxido de cálcio associado à solução de nanopartículas de prata; e G4) solução de nanopartículas de prata 50 ppm e solução de nanopartículas de prata 50 ppm. Foram realizadas cinco coletas do conteúdo do canal radicular para avaliar a atividade antimicrobiana: coleta de confirmação, imediatamente após a instrumentação (1ª. coleta) e outra após sete dias (2ª. coleta); imediatamente após a remoção da medicação (3ª. coleta) e outra após sete dias (4ª. coleta). A neutralização da endotoxina foi avaliada apenas nas quatro últimas coletas. Os resultados obtidos foram submetidos a análise estatística (Kruskall-Wallis e Dunn). Todas as soluções irrigadoras promoveram redução significativa dos microrganismos após a instrumentação (1ª. coleta) (p<0...

Desenvolvimento de nanobiocompósitos contendo nanopartículas de prata para aplicações bactericidas; Development of novel silver nanoparticles-based nanocomposites for bactericidal applications

Berni Neto, Elias Antonio
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 02/06/2010 PT
Relevância na Pesquisa
106.5%
Neste trabalho de mestrado foram desenvolvidos nanobiocompósitos contendo quitosana (QS) e nanopartículas de prata (AgNPs) para aplicação em matrizes poliméricas com propriedades bactericidas. O trabalho foi conduzido em 4 etapas, sendo: i) a primeira referente ao estudo e escolha do melhor modo de estabilização dos colóides de prata em solução, sendo escolhido o modo de estabilização estérica com a quitosana (QS); ii) a segunda parte está relacionada com um estudo detalhado da interação entre a QS e as nanopartículas de prata (AgNPs) além da otimização da relação QS:AgNPs no nanocompósito para se obter maior ação bactericida; iii) foi também proposta uma rota de síntese na qual não se utiliza-se o Boro Hidreto de Sódio (NaBH4) como redutor, composto altamente reativo, sendo utilizados o citrato de sódio e QS conjuntamente como redutores; iv) inserção do nanocompósito QS:AgNPs em uma matriz de polivinil álcool (PVA). Foram utilizadas as técnicas de espectroscopia UV-vis e FT IR, DLS, Potencial Zeta, MET, DR-X, ensaios microbiológicos de MIC, OD595 e teste de halo de inibição, TGA, DSC e ensaios mecânicos. Concluímos que o uso da QS como agente estabilizante em comparação ao PVA é a mais indicada...

Síntese e caracterização de compósitos de nanotubos de carbono e nanopartículas de prata e sua aplicação como substrato SERS; Synthesis and characterization of composites of carbon nanotubes and silver nanoparticles and their application as SERS substrate

Lima, Leandro Holanda Fernandes de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 07/08/2013 PT
Relevância na Pesquisa
116.5%
Neste trabalho foram produzidos compósitos de nanotubos de carbono contendo nanopartículas de prata, os quais foram testados como substratos SERS (Surface-enhanced Raman Spectroscopy) na detecção do cristal violeta. Para obter tais compósitos foram necessárias modificações de nanotubos de carbono através de funcionalizações químicas para inserção de grupos carboxila e tiol, capazes de interferir no crescimento de nanopartículas metálicas através de um processo de redução térmica do acetato de prata sobre a superfície das amostras de nanotubo. Para a preparação de tais compósitos foram utilizadas duas amostras de nanotubos, uma de parede simples (SWNT) e outra de paredes múltiplas (MWNT) a fim de avaliar diferenças nos tamanhos e homogeneidade das nanopartículas formadas. Utilizou-se como ferramenta investigativa a espectroscopia Raman na caracterização destes compósitos, que forneceu informações sobre interação dos nanotubos de carbono com as nanopartículas de prata e mudanças estruturais ocasionadas durante a gama de funcionalizações. Para avaliar a morfologia dos compósitos foi utilizada a microscopia eletrônica de varredura (MEV) e a microscopia eletrônica de transmissão (TEM) que forneceram informações sobre o tamanho e a disposição das nanopartículas formadas através do tratamento térmico dos nanotubos com acetato de prata. Os compósitos preparados foram aplicados como substrato SERS na detecção do cristal violeta. Nesta aplicação foi avaliada a capacidade dos nanotubos em adsorver estas moléculas e o potencial do substrato na intensificação do espectro Raman do analito. Observou-se que a adsorção do cristal violeta sobre uma amostra de SWNT foi máxima após o tempo de 60 minutos de agitação. Já o substrato utilizado (SWNT-COOH@Ag) permitiu a detecção do cristal violeta em solução aquosa com concentração de até 1...

Síntese e caracterização de nanopartículas de prata conjugadas com peptídeos antimicrobianos; Synthesis and characterization of silver nanoparticles functionalized with antimicrobial peptides

Berté, Rodrigo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/12/2013 PT
Relevância na Pesquisa
106.36%
Realizou-se a síntese de nanopartículas de Prata (AgNps) estabilizadas com Citrato de Sódio através de redução química utilizando Borohidreto de Sódio, com posterior avaliação da interação destas com o peptídeo antimicrobiano Dermaseptina 01. Para a caracterização da conjugação dos constituintes, foram empregadas técnicas dentre as quais espectroscopia no ultravioleta-visível (UV-Vis), espalhamento dinâmico de luz (DLS), medidas de potencial Zeta (ζ), espectroscopia no infravermelho por transformada de Fourier (FTIRS), espectroscopia de dicroísmo circular (CD), calorimetria de titulação isotérmica (ITC) e espectroscopia de fluorescência. Alterações em intensidade e posição das bandas no espectro de extinção, aumento dos diâmetros hidrodinâmicos das nanopartículas e transição do sinal do potencial Zeta apresentado sugerem uma interação dependente da razão das concentrações das espécies empregadas. Medidas de FTIRS sugerem alterações em bandas relacionadas ao grupo tiol presente no resíduo de Cisteína do C-terminal da DS 01, sugerindo uma interação covalente desta com as nanopartículas. Observou-se por ITC, qualitativamente, uma interação exotérmica de ambas as espécies, enquanto medidas de CD demonstraram alterações características de estrutura secundária da DS 01 quando em contado com superfícies hidrofóbicas. A espectroscopia de fluorescência...

Estudo sobre a conversão, formação e desenvolvimento de nanopartículas de prata pelo método de Turkevich modificado.; Study about conversion, formation and development of silver nanoparticles by a modified method of Turkevich.

Oliveira, Roberto Angelo de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/06/2013 PT
Relevância na Pesquisa
106.53%
Pretendeu-se, com este trabalho, estudar a síntese e o desenvolvimento de nanopartículas de prata, utilizando o método de Turkevich com algumas modificações. Dada a importância dessas nanopartículas no atual desenvolvimento científico, é de grande valia o melhor entendimento dos mecanismos que regem a síntese e desenvolvimento das nanopartículas de prata. Neste método, nitrato de prata sofre redução pelo citrato de sódio, numa mistura aquecida e bem agitada, para formar as nanopartículas. Amostras dessa mistura foram coletadas em vários intervalos de tempo, e reservadas para análises de concentração de prata por ICPAES, absorbância UV-Vis, imagens de MEV e distribuição de tamanhos por DLS. Com essas análises, foi possível estabelecer uma relação direta entre os valores de absorbância e os de conversão de prata. Também foi possível propor uma rota de desenvolvimento das nanopartículas, mostrando que, durante esse desenvolvimento, as partículas apresentam diferentes morfologias, tamanhos e tendência a formar aglomerados. Dependendo da aplicação das nanopartículas de prata, é possível interromper a reação quando elas apresentarem as características mais favoráveis.; It was intended, with this work...

Nanopartículas poliméricas e de prata : avaliação da toxicidade in vitro e in vivo e do processo de cicatrização em animais submetidos à queimadura térmica; Polymeric and silver nanoparticles : in vitro and in vivo toxicity and evaluation of the healing process in animals subjected to thermal burn

Larissa Barbosa de Paula
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/02/2013 PT
Relevância na Pesquisa
106.45%
Queimaduras representam um problema de saúde pública, gerando um gasto anual de cerca de R$ 55 milhões ao Sistema Único de Saúde (SUS). Os produtos destinados ao tratamento de queimaduras são em sua grande maioria importados, tornando relevantes estudos que visem ao desenvolvimento de materiais com características adequadas ao tratamento e produzidos a partir de matérias-primas de baixo custo e fácil obtenção. O objetivo deste trabalho foi avaliar os possíveis efeitos tóxicos e o potencial de cicatrização de S-Nitrosoglutationa (GSNO) encapsulado em nanopartículas poliméricas (alginato-quitosana e poli (?-caprolactona) (PCL) recobertas por quitosana) e de nanopartículas de prata (AgNPs). O GSNO foi sintetizado através de reação de S-Nitrosação direta de glutationa e caracterizado por espectrofotometria. As nanopartículas de alginato-quitosana (AG/CS) contendo GSNO foram preparadas através do método de gelificação iônica. As nanopartículas de PCL recobertas por quitosana (PCL/CS) e contendo GSNO foram preparadas através do método de dupla emulsão (água/óleo/água) e evaporação do solvente. Ambas as nanopartículas foram caracterizadas por espectroscopia de correlação de fótons (ECF) e microscopia eletrônica de varredura (MEV). As AgNPs foram produzidas extracelularmente por método biotecnológico utilizando-se o fungo Fusarium oxysporum e caracterizadas por ECF e microscopia eletrônica de transmissão (MET). A toxicidade in vitro das nanopartículas foi avaliada através de ensaios de citotoxicidade utilizando-se cultura de células de linhagens pré-estabelecidas e o potencial de cicatrização foi avaliado através de indução de queimadura térmica em ratos Wistar machos...

Química verde: síntese de nanopartículas de prata utilizando extratos vegetais

Rocha, Rosiana Rocho
Fonte: Florianópolis Publicador: Florianópolis
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 47 p.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
106.46%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Físicas e Matemáticas, Curso de Química.; O uso de extratos vegetais na obtenção de nanopartículas de prata foi estudado com base nos princípios de química verde utilizando processos de síntese sem o uso de reagentes e solventes tóxicos aos seres humanos. Foram usados neste trabalho extratos de semente de uva Isabel (Vitis labrusca L.) e Pitaya (Hylocereus polyrhizus), que atuam como redutores e estabilizantes das nanopartículas, destacando a significativa atividade antioxidante que compõe estes vegetais. Os resultados obtidos mostraram que as nanopartículas apresentaram características morfológicas distintas para cada um dos extratos. As caracterizações foram realizadas através de técnicas como Espectroscopia UV-Vísivel, Microscopia Eletrônica de Transmissão (MET), ELS e Potencial Zeta. Constatou-se que as nanopartículas obtidas utilizando o extrato de semente de uva apresentaram forma esférica e menor tamanho, concordando com a banda de plasmom ressonante bem definida e com o histograma de distribuição de tamanho obtido por ELS e Potencial Zeta, que mostraram distribuição estreita de partículas. Entretanto as nanopartículas com extrato de Pitaya mostraram partículas maiores multi-geminadas e esféricas compondo pequenos grupos...

Desenvolvimento de aditivo têxtil com nanopartículas de prata e sua aplicação industrial

Serafim, Raphael Antonio de Camargo
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 49 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
126.46%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Físicas e Matemáticas, Curso de Química.; Este trabalho consiste nos estudos da preparação, caracterização e aplicação de um insumo químico com nanopartículas de prata para beneficiamento têxtil que tem como finalidade proporcionar, além de maior vida útil aos tecidos, propriedades antimicrobianas.As nanopartículas de prata em fase aquosa foram preparadas por redução química e estabilizadas por um agente polimérico bifuncional que tem como função adicional fixar-se as fibras de algodão.A caracterização deste insumo nanoparticulado foi realizada por espectroscopia de UV-Vis e microscopia de transmissão eletrônica (MET).A impregnação nas fibras de algodão foi realizada em equipamento foulard, ajustado para um grau de retenção de líquidos, relativamente à massa do tecido seco (pick-up) próximo de 100%. Após impregnação o tecido foi seco em equipamento rama e os corpos de prova (tecidos tratados) foram levados a testes de lavagem e análises de eficiência microbiológica.A água residual proveniente da lavagem foi coletada e analisada por espectroscopia de absorção atômica (AAS) e mensurado a quantidade de prata liberada para o meio ambiente.A eficácia do insumo químico com nanopartículas de prata referente à sua atividade bactericida nos tecidos tratados foi avaliada conforme as normas técnicas ATCC 2149...

Síntese e caracterização do poli-{trans- [ru cl2(vpy)4]- estireno–divinilbenzeno} impregnado com nanopartículas de prata e avaliação de suas propriedades anti-sépticas

OLIVEIRA, Eric Manoel Nunes de
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 54 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
126.52%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Ciências Físicas e Matemáticas. Curso de Química.; Neste trabalho está descrito a preparação e caracterização de um filme polimérico impregnado com nanopartículas de prata composto por poli-{trans-[RuCl2(vpy)4]- divinilbenzeno- estireno } (onde vpy = 4-vinilpiridina). Este filme foi sintetizado pela polimerização em suspensão não aquosa através da reação química entre o complexo trans- [RuCl2(vpy)4], divinilbenzeno (dvb) e estireno (sty), usando peróxido de benzoíla como iniciador. A morfologia do terpolímero resultante foi caracterizada por microscopia eletrônica de varredura (MEV). As propriedades térmicas foram analisadas por termogravimetria (TGA) e calorimetria diferencial de varredura (DSC). A espectroscopia RAMAN mostrou que a polimerização do grupo vinil do monômero do complexo metálico e os grupos vinílicos dos outros monômeros ocorreu com a incorporação do complexo de rutênio (II) na matriz polimérica. O efeito SERS foi observado nos experimentos de RAMAN e mostram a intensificação da banda do terpolímero contendo nanopartículas de prata. As nanopartículas de prata foram obtidas por redução química usando o borohidreto de sódio (NaBH4) como redutor e citrato de sódio como estabilizador. A dimensão nanométrica foi confirmada através da microscopia de transmissão eletrônica (MET) e monitorada por espectroscopia de UV – visível. Os resultados mostraram um filme com superfície lisa e foi observado um aumento na rugosidade do polímero impregnado com nanopartículas de prata. A atividade antimicrobiana do polímero foi avaliada pelo estudo microbiológico usando os microrganismos Escherichia coli (ATCC-25922) e Staphylococcus aureus (ATCC 25923) e os meios de cultura BHI...

Preparação e caracterização de nanopartículas de Prata em meio aquoso e orgânico, com impregnação em borrachas de silicone contendo trans-[RuCl2(vpy)4] para fins antimicrobiano

Sonai, Gabriela Gava
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 61 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
116.51%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Ciências Físicas e Matemáticas. Curso de Química.; Neste trabalho foi aperfeiçoada a preparação e caracterização de nanopartículas de prata metálicas em escala ampliada na fase aquosa, seguida da extração para meio orgânico. Posteriormente essas nanopartículas foram impregnadas em borracha de silicone, contendo o complexo trans- [RuCl2(vpy)4]. As nanopartículas de prata em fase aquosa foram preparadas por redução química usando o borohidreto de sódio (NaBH4) como redutor e citrato de sódio como estabilizante. Para a obtenção de nanopartículas de prata em meio orgânico foi utilizado um agente de transferência de fase contendo grupo amino em sua estrutura. A caracterização das nanopartículas foi realizada por espectroscopia UV-Vis e microscopia de transmissão eletrônica (MET). As propriedades térmicas do nanocompósito feito a partir da borracha de silicone foram analisadas por termogravimetria (TGA). Estudos microbiológicos também foram feitos para comprovar a atividade antimicrobiana do polímero. Foram utilizados os microorganismos Escherichia coli (ATCC-25922) e Staphylococcus aureus (ATCC 6538) e os meios de cultura MacConkey e Muller & Hynton. A atividade microbiológica da borracha de silicone impregnada com nanopartículas de prata foi confirmada pela formação de um halo de inibição ao redor da amostra analisada.

Síntese verde, caracterização e atividade biológica de nanopartículas de prata obtidas utilizando extratos de Hancornia speciosa Gomes - Apocynaceae (mangabeira)

Silva, Luciane Dias da
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
106.38%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Nanociência e Nanobiotecnologia, 2014.; A síntese de nanopartículas metálicas (NPMs) por sistemas biológicos é conhecida como síntese verde ou biossíntese e pode ser realizada utilizando organismos procarióticos e eucarióticos ou partes deles. Nessa estratégia de síntese, ao invés do uso de agentes tóxicos para a redução do íon metálico, a obtenção das NPMs é mediada por componentes biológicos capazes de reduzir o metal. Nesse contexto, o presente trabalho utiliza extratos aquosos produzidos a partir do fruto (casca, polpa e semente) e folhas da planta Hancornia speciosa Gomes (mangabeira) para obter nanopartículas de prata (AgNPs). Essas NPMs possuem, entre outras, propriedade antimicrobiana. Por isso, testes de atividade biológica são abordados após a obtenção das AgNPs. A caracterização das AgNPs foi realizada por meio de espectrofotometria, espalhamento de luz dinâmico (DLS), potencial Zeta de superfície, condutividade elétrica e microscopia de força atômica (MFA). Apesar da síntese verde ainda não ter seus mecanismos claramente elucidados, sabe-se que a biorredução da Ag+ e a estabilização da Ag0 são realizadas por uma combinação de metabólitos primários e secundários presentes no extrato. Considerando que a variação desses metabólitos influenciam a formação de AgNPs...

Estudo das alterações lipídicas induzidas por nanopartículas de prata; Study of lipid changes induced by silver nanoparticles

Morais, Elisabete Cristina Cordeiro
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
106.44%
Face à ampla disseminação das nanopartículas de prata (Ag-NPs) em produtos de uso comum e ao seu enorme potencial de desenvolvimento em novas aplicações médicas, é essencial avaliar de forma cuidada e rigorosa as respostas biológicas a estas nanopartículas (NPs). O stress oxidativo tem sido apontado como uma das principais causas de toxicidade das Ag-NPs para as células humanas, sendo que a oxidação dos lípidos membranares constitui um evento importante desse processo. No presente trabalho, a peroxidação lipídica induzida por Ag-NPs foi avaliada num sistema lipossómico de fosfatidilcolinas (mimético das membranas celulares) e em queratinócios da pele humana (linha celular HaCaT), tendo em conta que a pele é uma das principais vias de entrada de Ag-NPs no organismo. As Ag-NPs testadas, de origem comercial, variaram no revestimento (citrato ou polietileno glicol – PEG) e no tamanho (10 e 30 nm). Os lipossomas constituídos por DMPC (lípido saturado) e PLPC (lípido insaturado) foram incubados na presença de Ag-NPs, em diferentes condições oxidativas (presença/ausência de peróxido de hidrogénio, H2O2), com o intuito de: 1) quantificar a formação de hidroperóxidos lipídicos (LOOH) através do método de FOX II...

Estudo das alterações lipídicas induzidas por nanopartículas de prata; Study of lipid changes induced by silver nanoparticles

Morais, Elisabete Cristina Cordeiro
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
106.44%
Face à ampla disseminação das nanopartículas de prata (Ag-NPs) em produtos de uso comum e ao seu enorme potencial de desenvolvimento em novas aplicações médicas, é essencial avaliar de forma cuidada e rigorosa as respostas biológicas a estas nanopartículas (NPs). O stress oxidativo tem sido apontado como uma das principais causas de toxicidade das Ag-NPs para as células humanas, sendo que a oxidação dos lípidos membranares constitui um evento importante desse processo. No presente trabalho, a peroxidação lipídica induzida por Ag-NPs foi avaliada num sistema lipossómico de fosfatidilcolinas (mimético das membranas celulares) e em queratinócios da pele humana (linha celular HaCaT), tendo em conta que a pele é uma das principais vias de entrada de Ag-NPs no organismo. As Ag-NPs testadas, de origem comercial, variaram no revestimento (citrato ou polietileno glicol – PEG) e no tamanho (10 e 30 nm). Os lipossomas constituídos por DMPC (lípido saturado) e PLPC (lípido insaturado) foram incubados na presença de Ag-NPs, em diferentes condições oxidativas (presença/ausência de peróxido de hidrogénio, H2O2), com o intuito de: 1) quantificar a formação de hidroperóxidos lipídicos (LOOH) através do método de FOX II...

Impregnação de fibras de celulose com nanopartículas de prata, óxido de zinco e óxido de cobre para aplicações anti-bacterianas

Moço, Salomé Soares da Silva
Fonte: Faculdade de Ciências e Tecnologia Publicador: Faculdade de Ciências e Tecnologia
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
106.51%
Dissertação para obtenção do Grau de Mestre em Engenharia de Materiais; O aumento de doenças infecciosas causadas por diferentes micro-organismos patogénicos e o desenvolvimento de novas estirpes de bactérias resistentes aos actuais antibióticos representam uma séria ameaça à saúde pública. Um grande número dessas infecções ocorre através de contaminações alimentares e em ambientes hospitalares. A investigação de novos agentes anti-bacterianos com baixa toxicidade e capacidade de inibir a contaminação microbiana é de extrema importância no contexto da criação de novos materiais para cuidados de saúde, embalagens e outro tipo de aplicações. O papel é um material imprescindível nos dias de hoje, muito utilizado e com excelentes propriedades e características, sendo um óptimo substrato em diversas áreas de investigação. Este trabalho aborda o papel como um possível substrato na utilização de variadas aplicações no contexto anti-bacteriano devido ao seu baixo custo, biodegradabilidade, flexibilidade, porosidade, entre outras propriedades. Com a existência de novas áreas de investigação, como é o caso da nanotecnologia, é possível sintetizar nanopartículas que, através de técnicas de impregnação...

Influência da adição de nanopartículas de prata no efeito antibacteriano, na alteração de cor, na sorção e solubilidade de adesivos dentários; Influence of silver nanoparticles on the anbacterial effect, color change, sorption and solubility of dental adhesives

Moreira, Francine do Couto Lima
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde (FM); Faculdade de Medicina - FM (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde (FM); Faculdade de Medicina - FM (RG)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
106.38%
Aim: to evaluate the influence of silver nanoparticles to antibacterial effect, color change, sorption, and solubility of dental adhesives. Material and methods: they were analised four groups of dental adhesives: SB - AdperTM Single Bond 2 without adding NAg, SM - AdperTM Scotchbond Multi-use without adding NAg; SBAg - SB with addition of 0.1% of NAg ; SMAG - SM with addition of 0.1% of NAg. One handred and thirty two specimens of the adhesives were prepared according to the standard of ISO 4049:2010, with circular geometry dimensions of 10mmx1mm. After different periods of specimens contamination with Streptococcus mutans (ATCC 25175) (1min; 5min; 1h; 6h, e 24h) the antimicrobial activity was observed by bacterial grouth (optical density), and the presence/absence of bacteria on the specimens surface by Scanning Electron Microscopy (2500x e 5000x). Also evaluated the color change of specimens after adding NAg through the CIELab system, and sorption and solubility tests (ISO 4049:2010) were performed to verify the polymeric quality of materials. Data were subjected to analysis of variance (ANOVA) followed by Tukey test for multiple comparisons, with p=0.05 for all tests, except for analysis of ΔE what underwent Pearson`s correlation (p=0.01). Results: there were no statistical differences between the values of optical density of the culture broth used to store the specimens contaminated with S. mutans...

Efeito do tamanho das nanopartículas de prata na indução de danos citotóxicos e genotóxicos nas linhagens celulares CHO-K1 e CHO-XRS5; Effect of silver nanoparticles size in the induction of cytotoxic and genotoxic damage in CHO-K1 and CHO-XRS5 cell lines

Souza, Tiago Alves Jorge de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/06/2013 PT
Relevância na Pesquisa
116.33%
Devido às características especiais as nanopartículas (10-9m) estão sendo utilizadas em uma ampla gama de produtos, porém é conhecido que a utilização dessas partículas podem causar efeitos biológicos adversos, aumentando a preocupação em relação à saúde e ao meio ambiente. Recentemente, as nanopartículas de prata (AgNPs) têm sido alvo de estudos genotóxicos e citotóxicos, sendo que ainda não existe um consenso acerca da relação entre tamanho e toxicidade dessas partículas. Assim, este trabalho avaliou a citotoxicidade e a genotoxicidade das AgNPs de 10 e 100 nm nas linhagens celulares CHO-K1 e CHO-XRS5, por meio do Ensaios de Viabilidade Celular, Sobrevivência Clonogênica, Teste do Micronúcleo, o Ensaio Cometa e Cinética do Ciclo Celular por Citometria de Fluxo. Em todos os ensaios, as células foram expostas por 24 h à diferentes concentrações de AgNPs (0,025 a 5,0 g/ml) e, as células não tratadas foram utilizadas como controle negativo. A concentração de 5,0 g/ml foi citotóxica nos ensaios de Viabilidade Celular e Sobrevivência Clonogênica, sendo excluída dos ensaios de genotoxicidade. De maneira geral, as células CHO-XRS5 apresentaram menor viabilidade e maior quantidade de danos no DNA do que as células CHO-K1. As AgNPs de 10 nm causaram maiores níveis de danos no DNA em ambas as linhagens e um aumento de células em subG1 logo após o tratamento na linhagem CHO-K1. Entretanto...

Sanitização de cenoura minimamente processada com nanopartículas de prata

Araújo,Emiliane Andrade; Ribeiro,Lorena; Bernardes,Patrícia Campos; Dores,Milene Therezinha das; Fialho Júnior,José Felício Queiroz
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2015 PT
Relevância na Pesquisa
106.44%
A produção de cenoura em grande escala na região de Rio Paranaíba coloca essa região em posição de destaque no cenário nacional. No entanto, é relatado que ocorre significativa quantidade de sobras após a colheita. O aproveitamento do material descartado na cadeia de alimentos pode se concretizar pelo processamento mínimo, como uma alternativa de agregação de valor. A etapa de sanitização é de extrema importância durante a produção de vegetais minimamente processados. Nesse contexto, objetivou-se estudar o efeito antimicrobiano de nanopartículas de prata na sanitização de cenoura minimamente processada, obtida a partir do aproveitamento das sobras de cenouras da colheita da cidade de Rio Paranaíba, bem como o estudo da termodinâmica de adesão de diferentes estirpes bacterianas na superfície da cenoura sanitizada. Observou-se que as nanopartículas de prata (6mg L-1)apresentaram bons resultados, quando comparadas aos sanitizantes hipoclorito de sódio (100mg L-1) e dicloroisocianurato de sódio (150mg L-1), na descontaminação da cenoura minimamente processada sobre microrganismos mesófilos aeróbios; Pseudomonasspp.; bactérias láticas; e coliformes a 35ºC. Verificou-se também que a superfície da cenoura apresenta características hidrofílicas que podem dificultar a adesão bacteriana. Esse fato foi confirmado na avaliação de termodinâmica de adesão...

Nanopartículas de prata : biossíntese, investigação das atividades antibacteriana, antifúngica e citotoxicidade; Silver nanoparticles : biosynthesis, investigation of antibacterial and antifungal activity and cytotoxicity

Juliana de Cassia Silva Prado
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/01/2014 PT
Relevância na Pesquisa
116.61%
Com o objetivo de entender melhor a toxicidade das nanopartículas de prata biogênicas, estas foram preparadas utilizando a rota biotecnológica e extracelular com o fungo Fusarium oxysporum. As nanopartículas de prata biogênicas foram caracterizadas por microscopia eletrônica de transmissão (TEM) e absorbância na região do UV/Visível. O tamanho das nanopartículas foi determinado pela a técnica de análise de rastreamento de nanopartículas (NTA) utilizando o equipamento NanoSight, e por espectroscopia de correlação de fótons utilizando o equipamento ZetaSizer. O potencial zeta das partículas também foi avaliado no ZetaSizer. A atividade antimicrobiana, a citotoxicidade e os mecanismos de ação das nanopartículas de prata biogênicas em células V79 também foram investigados. A produção de nanopartículas de prata foi evidenciada pela presença da banda de absorção de plasma ('lâmbda' = 450 nm) e por TEM sendo observadas partículas esféricas com o tamanho de 15-22 nm. A atividade antibacteriana e antifúngica das nanopartículas de prata foi avaliada contra Staphylococcus aureus (MIC 1,47 µg mL-1), Salmonella typhymurium (MIC 0,36 µg mL-1), Escherichia coli (MIC 0,73 µg mL-1), Aspergillus niger (MIC 5,90 µg mL-1) e Trichophytum rubrum (MIC 2...

Controle morfológico de nanopartículas de prata e nanoestruturas do tipo caroço-casca Ag@Sn'O IND.2'; Morpholigocil control of silver nanoparticles and nonostructures like coreshell Ag@Sn'O IND.2'

Luiz Pereira da Costa
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 16/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
106.38%
Neste trabalho foi empregada uma rota de síntese de nanopartículas de prata metálica (NPAg), via redução química de um sal precursor do metal, usando o solvente orgânico N,N-dimetilacetamida (DMA) como agente de redução e estabilização. Foi feito estudo comparativo com a síntese usando o solvente N,N-dimetilformamida (DMF), a fim de relacionar efeito de coordenação das moléculas dos solventes aos íons Ag e o efetivo controle de morfologia, tamanho e grau de dispersão das NPAg formadas. O solvente DMA apresentou maior eficiência no controle do tamanho de NPAg (4-10 nm), cuja morfologia esferoidal não sofreu alteração com o decorrer do tempo (até 24 horas) sob condições ambiente. Na síntese em DMF, o tamanho médio das NPAg obtidas (da ordem de 40-60 nm), indicou menor eficiência de estabilização, observada pela formação de aglomerados de NPAg. Cálculos mecânico-quânticos, a partir da Teoria Funcional de Densidade (DFT) e medidas de voltametria cíclica foram decisivos na proposição de um modelo de cinética de redução dos íons Ag e da influência de algumas propriedades das moléculas orgânicas no efetivo controle de morfologia e tamanho das NPAg obtidas. Foram sintetizadas NPAg suportadas in situ em matrizes hospedeiras de diferentes naturezas: i) suportes mesoporosos e ii) lamelares...