Página 1 dos resultados de 686 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

Um retrato da área de Neurociência e comportamento no Brasil; A report on the area of Neuroscience and behavior in Brazil

VENTURA, Dora Fix
Fonte: Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília Publicador: Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
37.37%
A neurociência compreende o estudo do controle neural das funções vegetativas, sensoriais e motoras; dos comportamentos de locomoção, reprodução e alimentação; e dos mecanismos da atenção, memória, aprendizagem, emoção, linguagem e comunicação. Tem, portanto, uma importante área de interface com a Psicologia. Dentre seus objetivos, a neurociência busca esclarecer os mecanismos das doenças neurológicas e mentais por meio do estudo do sistema nervoso normal e patológico. Sua evolução no Brasil tem ocorrido desde meados do século passado, e seu desenvolvimento foi incentivado pela criação de sociedades científicas específicas. O presente artigo relata esse desenvolvimento e descreve os principais grupos atuantes na neurociência brasileira.; Neuroscience comprises the study of the neural control of vegetative, sensory and motor functions; of the locomotion, reproduction and feeding behaviors; and of the mechanisms of attention, memory, learning, emotion, language and communication. It has, therefore, an important area of interface with Psychology. Among its goals, neuroscience seeks to explain the mechanisms of neurologic and mental diseases through the study of the normal and pathologic nervous system. Its evolution in Brazil has occurred since the middle of the past century...

A especificidade da ciência da atenção [da filosofia da mente à neurociência cognitiva]; The specificity of the science of attention [from philosophy of mind to cognitive neuroscience]

Tonnetti, Flavio Americo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/10/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37.1%
Como a mente, que dentro da filosofia foi por vezes tratada como uma substância separada do corpo como algo não físico pode ser objeto da ciência, que lida com elementos físicos? Partindo desta pergunta, iremos examinar como é possível fazer ciência de uma capacidade cognitiva superior, como a atenção ou a memória, e de que modo pode-se estabelecer uma ciência a partir dos elementos observacionais utilizados pelos cientistas. Partindo da Filosofia da Mente em direção à Neurociência Cognitiva, mostraremos quais são estes elementos de observação utilizados na Ciência da Atenção e como se tecem teorias a partir deles. Mostrar que há uma dinâmica entre estes elementos, e expor como ela ocorre, implicará no estabelecimento de uma ciência de capacidades cognitivas superiores; no nosso caso, uma Ciência da Atenção.; How can the mind, which has been sometimes treated in philosophy as a substance separated from the body as something non-physical be object of a science, which deals with physical elements? Starting from this question, we will examine how it is possible to do science of a superior cognitive capacity, such as attention or memory, and in what way a science may be established from the observational elements used by scientists. Starting from the Philosophy of Mind towards Cognitive Neuroscience...

Relações entre a neurociência e o ensino e aprendizagem das artes plásticas; Relations between neuroscience and the teaching and learning of plastic arts.

Cury, Vera Cristina Sgambato
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/04/2007 PT
Relevância na Pesquisa
37.1%
Esse trabalho busca estabelecer relações entre a neurociência e o ensino e aprendizagem da arte, mantendo o foco nas artes plásticas. Desse modo o ato de desenhar, observar, perceber e imaginar, exercidos na ação artística, são considerados a partir do funcionamento do sistema nervoso. O conhecimento de como o encéfalo funciona pode dar subsídios importantes para futuras formulações metodológicas da área.; This work seeks to establish relations between neuroscience and the teaching and learning of art, having plastic arts as main focus. This way the act of drawing, observing, interpreting and imagining are considered from the functioning of the nervous system. The knowledge of how the nervous system, mainly the brain, works may provide important subsidies for future methodological formulations in the area.

Neurociência e educação: investigando o papel da emoção na aquisição e uso do conhecimento científico; Neuroscience and education: investigating the role of emotion in the acquisition and use of the scientific knowledge

Brockington, Guilherme
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 05/05/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.37%
Nos último anos, o interesse acerca da compreensão dos funcionamentos do cérebro e da mente teve um crescimento vertiginoso. A Neurociência foi capaz de fornecer um novo entendimento acerca de diferentes processos cognitivos e desvendar as propriedades neurais que dão suporte à linguagem, ao entendimento aritmético, à realização de cálculos etc. Tais avanço são ainda pouco conhecidos e, por conseqüência, pouco utilizados pelos pesquisadores em Educação. Nesta pesquisa estabelecemos um diálogo efetivo entre a Educação e a Neurociência Cognitiva ao investigar uma questão ainda em aberto no Ensino de Ciências: a persistência das concepções espontâneas em Física. Combinamos o arcabouço teórico-metodológico da Neurociência com testes tradicionais em Ensino de Física, que foram validados e vem sendo utilizados há mais de três décadas em pesquisas na área. Especificamente, investigamos se diferentes padrões de respostas psicofisiológicas associadas a reações emocionais estariam vinculados a diferentes formas de representação de situações e fenômenos do mundo físico. Assim, investigamos as repostas de condutância galvânica da pele geradas em Experts (físicos e engenheiros) e Novatos (estudantes sem formação científica) ao responderem questões de Física e Controle (Matemática básica). Nossos resultados revelaram que os dois grupos apresentaram padrões de respostas emocionais bastante diferentes para os dois tipos de conteúdo. Nossos resultados permitem avançar no entendimento do papel das emoções na tomada de decisão de estudantes em testes tradicionais de levantamento de concepções alternativas...

Reflexões sobre precoces, prodígios, gênios e as altas habilidades, com base na neurociência cognitiva. Revista Educação Especial

Chacon, Miguel Claudio Moriel; Paulino, Carlos Eduardo
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 181-194
POR
Relevância na Pesquisa
37.37%
In special education, high skills designate people who demonstrate the capability, potential or performance in human activities, well above average. Our objective, using neuroscience to understand the early, prodigies, geniuses and high abilities as a result of a unique process of memory formation. It is a literature search, in which the works were identified, located, compiled, analyzed and blacklisted. The material was located from keywords in databases. For the compilation were used as inclusion criteria, adopted the intersection of the keywords as well as the work of researchers from education, psychology and neuroscience, published between 1966 and 2009; qualitatively analyzed 40 references, 18 articles and 22 other texts. The trajectory analysis was developed with the question: no need to explain differently the precocious prodigies, geniuses, and AH? We reached three logical propositions. We demonstrate through this exercise of course, that there would be no need to explain differently the precocious prodigies, geniuses, and AH, but conclude that there is need for such differentiation, even within the field of neuroscience, however, the statement above points to Renzulli’s theory as valid for geniuses and AH, with exceptions for early and wonders that deserve a closer look.; Em Educação Especial...

O processo de decisão sob a perspetiva da economia comportamental e da neurociência

Paiva, Fabiana Silva
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /03/2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.1%
O estudo do processo de tomada de decisão tem sido um tema amplamente abordado ao longo do tempo pelos economistas, primordialmente sob o paradigma do homem racional ou homoeconomicus. No entanto, avanços nas áreas da economia comportamental e neurociências permitem hoje ir mais longe, nomeadamente ao nível da compreensão da interação entre processos de decisão e mecanismos cerebrais. Surge assim um novo campo de interesse para o estudo da economia: a neuroeconomia. Esta disciplina embrionária combina dados teóricos e empíricos a partir da conjugação das ferramentas da neurociência, da psicologia e da economia, permitindo uma abordagem unificada ao processo decisório. À luz dos novos estudos, a questão base deixa de ser normativa (que decisão deveria ser tomada em condições ideais) e passa a ser positiva (que decisão é efetivamente tomada), uma vez que se criou a faculdade de estudar e analisar o cérebro humano, de modo que alguns postulados económicos básicos puderam passar a ser explorados numa outra perspetiva. Neste estudo são apresentadas várias experiências que indicam, analisam e comprovam que o modelo racional não é necessariamente o mais adequado para a análise do sistema económico, em todas e quaisquer circunstâncias. Em contrapartida...

Um retrato da área de Neurociência e comportamento no Brasil

Ventura,Dora Fix
Fonte: Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília Publicador: Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.37%
A neurociência compreende o estudo do controle neural das funções vegetativas, sensoriais e motoras; dos comportamentos de locomoção, reprodução e alimentação; e dos mecanismos da atenção, memória, aprendizagem, emoção, linguagem e comunicação. Tem, portanto, uma importante área de interface com a Psicologia. Dentre seus objetivos, a neurociência busca esclarecer os mecanismos das doenças neurológicas e mentais por meio do estudo do sistema nervoso normal e patológico. Sua evolução no Brasil tem ocorrido desde meados do século passado, e seu desenvolvimento foi incentivado pela criação de sociedades científicas específicas. O presente artigo relata esse desenvolvimento e descreve os principais grupos atuantes na neurociência brasileira.

Teoria social e neurociência

Turner,Stephen
Fonte: Departamento de Sociologia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo Publicador: Departamento de Sociologia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.26%
A questão-chave para tentar aplicar os resultados da neurociência a tópicos sociais é a correspondência: qual é a relação entre os conceitos sociais ordinários ou os conceitos da ciência social e suas realizações físicas no cérebro? A resposta depende do que se apresenta para a correspondência em cada um dos lados. Os conceitos da ciência social elaborados sob a influência do modelo padrão de ciência social são fontes de correspondência piores do que os conceitos da ciência social, especialmente da sociologia do final do século XIX, antes da disciplinarização. Nesse período, sociólogos e teóricos sociais estavam interessados nas questões suscitadas por Darwin e pelos estudos de cooperação entre animais. O modelo padrão de ciência social, em contraste, pressupõe uma noção de cultura com pobres correlatos cerebrais. As ideias teóricas dessa geração anterior, como a de Franklin Giddings sobre a consciência de semelhança, a de C. H. Cooley sobre o self especular, a de Max Weber sobre empatia, além do interesse pela imitação e pela socialização da criança, oferecem correlatos melhores para a atual neurociência.

Internalismo e externalismo em linguística e a neurociência da linguagem

Modesto,Marcello
Fonte: Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho Publicador: Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.26%
O objetivo principal deste trabalho é discutir a possibilidade de investigação da realidade neurofisiológica da sintaxe das línguas naturais. Para que tal estudo seja possível, linguistas e neurocientistas teriam que achar uma base epistemológica comum. Entretanto, a visão prevalente em neurociência, que assume aprendizado associativo por correlação, não se combina bem com a visão internalista da sintaxe, tomada por linguistas gerativos. Em virtude disso, este trabalho discute as bases epistemológicas das teorias linguísticas mais aceitas atualmente, servindo de guia para neurocientistas que queiram investigar o processamento da linguagem pelo cérebro. Por outro lado, o artigo discute pesquisas desenvolvidas pela neurociência da linguagem para que os linguistas possam avaliar os problemas que surgem na intersecção das duas áreas. Conclui-se que qualquer pesquisador deve ter um entendimento claro dessas questões epistemológicas antes de montar qualquer experimento sobre a linguagem; e que qualquer conclusão acerca da realidade neural da sintaxe é, no presente, difícil de ser mantida.

Divulgação científica da neurociência: uma possibilidade de contribuir para a autopercepção na infância

Nunes, Melissa Orlandin
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.51%
A neurociência, ao propiciar um melhor entendimento do funcionamento do cérebro, tem sido objeto de interesse não só do meio acadêmico, sendo perceptível que questões e curiosidades acerca desse tema costumam ser muito comuns entre a população em geral. Esses assuntos, facilmente aproximados do cotidiano das pessoas, também geram dúvidas nas crianças. Considerando que atualmente a neurociência tem sido altamente divulgada pela mídia, a presente dissertação teve como objetivo investigar, através de pesquisa bibliográfica, revistas e livros voltados ao público infantil e infantojuvenil que trouxessem conteúdo na área da neurociência, em especial relacionado a questões educacionais. A pesquisa envolveu análise qualitativa e quantitativa das revistas “Ciência Hoje das Crianças” e “Mundo Estranho” e dos livros “Pisando no freio”, “Jogos e treinamentos de inteligência: como ter a mente de um gênio” e a coleção “Aventuras de um neurônio lembrador”. Em relação às revistas, foram consideradas as edições referentes ao período de janeiro de 2010 a dezembro de 2013. Quanto aos livros, consideramos publicações a partir de 2004. Ao fim do estudo, concluímos que a abordagem dessa temática ocorre...

Neurociencia social : el maridaje entre la psicología social y las neurociencias cognitivas. Revisión e introducción a un nueva disciplina

Grande García, Israel
Fonte: Murcia: Universidad de Murcia, Servicio de Publicaciones Publicador: Murcia: Universidad de Murcia, Servicio de Publicaciones
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
SPA
Relevância na Pesquisa
37.37%
La neurociencia social es una nueva disciplina que surge de la combinación entre la investigación en psicología social y las neurociencias cognitivas, cuyo objetivo es el estudio de las bases biológicas (inmunes, endocrinas, neuronales) de la cognición y conducta sociales, combinando las herramientas más avanzadas de la neurociencia cognitiva como las técnicas de neuroimagen y la neuropsicología, junto con la investigación en ciencias cognitivas y en ciencias sociales como la psicología social, la economía y las ciencias políticas. En este artículo se hace una introducción histórica y una revisión de los temas principales de los cuales se encarga la neurociencia social: percepción social (percepción de rostros, cuerpos y acciones); teoría de la mente; entendimiento de las emociones ajenas; autoconciencia (aurreconocimieto, sentido de agencia y pertenencia, autorreflexión, autoconcepto, memoria autobiográfica); autorregulación; actitudes y prejuicios; y rechazo social.

Causes and Functions of Current Expectations in Neuroscience; Causas emocionales y dinámicas de las actuales expectativas en Neurociencia; Causes et fonctions des attentes actuelles en Neurosciences

Echarte, Luis Enrique; Universidad de Navarra; Gaitán, Leandro Martín; Universidad de Navarra
Fonte: Universidad de la Sabana Publicador: Universidad de la Sabana
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; Análisis filosófico e histórico; info:eu-repo/semantics/publishedVersion
SPA
Relevância na Pesquisa
37.26%
The advances made over the past two decades in the study of neuronal system and in the development of neuro-technology seem to justify the high expectations in this field. However, more and more authors are criticizing, from inside and outside Neuroscience, that such optimism is excessive and results in a dangerous neuro-essentialism. In this paper, we analyze the origin and role of neuroscientific expectations. We conclude that, first, the main causes are not scientific evidences and theories, as is commonly thought, and second, this precisely generalized false belief undermines scientific and social progress.; Los avances de las últimas dos décadas en el estudio del sistema nervioso y en el desarrollo de neuro-tecnología parecen justificar las elevadas expectativas en lo que a este campo concierne. No obstante, cada vez son más los autores que advierten, desde dentro y fuera de la neurociencia, que es excesivo tal grado de optimismo así como perjudicial el neuro-esencialismo que genera. En el presente artículo analizamos el origen y el papel de las expectativas neurocientíficas. En las conclusiones defendemos, primero, que las principales causas no son las evidencias y las teorías científicas, como suele pensarse y, segundo...

Consumer Neuroscience as a reserach issue, concepts and applications. A paradigmatic approach; La neurociencia del consumidor como horizonte de investigación, conceptos y aplicaciones. Un enfoque paradigmático; A neurociência do consumidor como horizonte de pesquisa: conceptos e aplicações. Um enfoque paradigmático

Salazar, César
Fonte: Universidade do Rosário Publicador: Universidade do Rosário
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 31/12/2012 SPA
Relevância na Pesquisa
37.74%
Consumer neuroscience allows a fullest and objective understanding about desires andactions of consumers, turning itself in a fickle tool to the use of the companies and to improve their Marketing strategies. The use of the Neuroscientific methods to the analysis, description and comprehension of human behavior related to consume open a lot of unknown possibilities to discover. Neuromarketing or The consumer Neuroscience as is known too is the study of mental process been part of the consumer behavior and contexts concerning the marketing as well, apply and follow in the environment of the real life of human been. Its supported by the paradigms and the technological development of Neurosciences whose progress has made possible for the seekers to deep in knowledge abouthow the brain work. Physiological operations of mind are a product of a structural and functional ensemble including the brain, as organ, and mind, emotion and cognition, asfunctions. Mind events just can be understood in the middle of the interaction between the organism and his environment. Neuromarketing paradigm it’s still in his infancy and whatfor it’s full of research possibilities. Inside the consumer neuroscience the ethic building doesn’t collapse, the morality isn’t threaten...

Prácticas reduccionistas en neurociencia: el caso de las bases moleculares de la consolidación de la memoria

Acuña Luongo, Nicolás
Fonte: Universidad de Chile Publicador: Universidad de Chile
Tipo: Tesis
ES
Relevância na Pesquisa
37.26%
Tesis para optar al grado de Magíster en Estudios Cognitivos; Mediante la presente tesis realizo un análisis de las relaciones inter-teoréticas entre las disciplinas de la psicología, la neurociencia, cognitiva, y la neurociencia molecular. Dichas relaciones se describen mediante un tipo de reduccionismo específico que es articulado bajo el modelo de reducción mecanicista.

Entre la retòrica i la neurociència: Buscant el discurs polític perfecte (Part II)

Roquerols Gómez, Marta
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Treball de recerca; info:eu-repo/semantics/bachelorThesis; Text Formato: application/pdf
Publicado em //2015 CAT
Relevância na Pesquisa
37.26%
Aquest treball pretén analitzar si, allò que estableix la retòrica respecte als discursos polítics, té justificació des de la neurociència mitjançant una investigació qualitativa. Aquesta part del treball se centra en analitzar aspectes anatòmics i fisiològics del cervell, i els processos cognitius que s'hi desencadenen, donant una explicació de per què uns discursos són més persuasius que uns altres.; Este trabajo busca analizar si, todo lo que se establece en retórica en cuanto a los discursos políticos, tiene una justificación desde la neurociencia mediante una investigación cualitativa. Esta parte del trabajo se centra en analizar aspectos anatómicos y fisilógicos del cerebro, y los procesos cognitivos que se desarrollan, dando una explicación de por qué unos discursos resultan más persuasivos que otros.; This research work tries to analyze if, all the issues established by rhetorics and related with political speeches, has a neurological justification, by doing a qualitative research. This part of the project is focused on analayzing the anatomical and fisiological aspects of the brain, and the cognitive processes developed, giving an explanation of why some speeches are mor persuasive than others.

Entre la retòrica i la neurociència: Buscant el discurs polític perfecte (Part I)

Salvadó Calvo, Mariona
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Treball de recerca; info:eu-repo/semantics/bachelorThesis; Text Formato: application/pdf
Publicado em //2015 CAT
Relevância na Pesquisa
37.26%
Aquest treball pretén analitzar si, allò que estableix la retòrica respecte als discursos polítics, té justificació des de la neurociència mitjançant una investigació qualitativa. Aquesta part del treball està dedicada a la retòrica. S'analitzen les diferents part que té un discurs polític i les tècniques o mecanismes que aconsegueixen que, aquest, sigui més persuasiu.; Este trabajo pretende analizar si, todo lo que se establece en retórica en cuanto a los discursos políticos, tiene una justificación desde la neurociencia mediante una investigación cualitativa. Esta parte del trabajo está dedicada a la retórica. Se analizan las diferentes partes que tiene un discurso político y las técnicas o mecanismos que consiguen que, éste, sea más persuasivo.; This research work tries to analyze if, all the issues established by rhetorics and related with political speeches, has a neurological justification, by doing a qualitative research. This part of the project is focused on rhetoric. It is analyzed the different parts that a political speech has and the techniques or mechanisms that are used to achieve a more persuasive political speech.

Análise do processo de desenvolvimento de um sistema hipermídia para ensino de neurociência com base na teoria da atividade

Castro, João Cardoso de; Núcleo de Tecnologia Educacional para a Saúde – Universidade Federal do Rio de Janeiro; Struchiner, Miriam; Núcleo de Tecnologia Educacional para a Saúde – Universidade Federal do Rio de Janeiro
Fonte: UFSC Publicador: UFSC
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/11/2009 POR
Relevância na Pesquisa
37.26%
O presente estudo analisou o processo de desenvolvimento do hipermídia CEMBI para o ensinode Neurociência, tendo a Teoria da Atividade de Engeström (1987) como abordagem e o trabalho de Mwanza (2001) como roteiro orientador. Com base em análise da documentação gerada neste processo de trabalho, foi possível traçar o percurso seguido pelo projeto, revelando e discutindo como as concepções teórico-conceituais influenciaram o design do hipermídia, as regras, a dinâmica e os diferentes papéis desempenhados pelos sujeitos de uma equipe multidisciplinar, a partir de uma proposta de reformulação de materiais educativos para o ensino de Neurociência. A Teoria da Atividade se mostrou uma abordagem teórica adequada a esta proposta, visto que pôde oferecer um conjunto de princípios básicos que permitiuum enquadramento conceitual amplo através do qual foi possível revisitar criticamente o projeto supracitado.

Explanation in Neuroscience: a critical analysis of multinivelar mechanistic-causal model of Carl Craver; Explicação em Neurociência: uma análise crítica do modelo mecanístico-causal multinivelar de Carl Craver

Costa, Ana Luísa Lamounier; Universidade de Brasília Brasília, UnB; Simon, Samuel; Universidade de Brasília Brasília, UnB.
Fonte: Federal University of Santa Catarina – UFSC Publicador: Federal University of Santa Catarina – UFSC
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 30/04/2015 POR
Relevância na Pesquisa
37.51%
http://dx.doi.org/10.5007/1808-1711.2015v19n1p17The most expressive account of explanations in neuroscience is currently the causal-mechanistic model (MMM model) formulated by Carl Craver. According to him, explanations in neuroscience describe mechanisms, in other words, it points out how parts organize themselves and interact to engender the phenomenon. Furthermore, neuroscience is unified as scientists from different areas that compose it work together to develop mechanisms. This model was extensively discussed in the last years and several criticisms were raised towards it. Still, it remains as the soundest model for explanations in neuroscience nowadays. This paper is presented as a review of this model, as well as the critiques worked out against it and finishes with a brief consideration of the problem of explanation in neuroscience.; http://dx.doi.org/10.5007/1808-1711.2015v19n1p17A abordagem mais significativa das explicações em neurociência é atualmente o modelo causal-mecanicista (modelo MMM) formulado por Carl Craver. Segundo ele as explicações em neurociência descrevem mecanismos, em outras palavras, ele indica como as partes interagem e se organizam para gerar o fenômeno. Além disso, a neurociência é unificada à medida em quem os cientistas de diferentes áreas que a compõem trabalham juntos para desenvolver os mecanismos. Este modelo foi amplamente discutido nos últimos anos e várias críticas foram levantadas contra ele. Ainda assim...

Antropología simbólica y neurociencia

Castaingts Teillery,Juan
Fonte: UAM, Unidad Iztapalapa, División de Ciencias Sociales y Humanidades Publicador: UAM, Unidad Iztapalapa, División de Ciencias Sociales y Humanidades
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2008 ES
Relevância na Pesquisa
37.26%
Se busca establecer una comparación entre los elementos esenciales de la antropología simbólica (en particular la de tipo estructuralista) y los resultados de la neurociencia actual. El trabajo presenta las tesis neurocientíficas de Gerald M. Edelman y de Antonio Damasio. De Edelman se resaltan las cartografías neuronales del cerebro y su relación con los procesos de categorización; se destaca la existencia de dos tipos de conciencia: primaria y extendida y su influencia en la formación de las capacidades del lenguaje. De A. Damasio, se realza principalmente la relación entre razón y emoción. Por último, se hace un estudio de la correspondencia entre los resultados de la neurociencia y los análisis de la antropología simbólica encontrándose similitudes muy importantes entre ambos.

Los desafíos de la neurociencia: Un análisis desde la filosofía para la paz

Comins-Mingol,Irene; París-Albert,Sonia
Fonte: Universidad Autónoma del Estado de México, Facultad de Ciencias Políticas y Administración Publicador: Universidad Autónoma del Estado de México, Facultad de Ciencias Políticas y Administración
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2013 ES
Relevância na Pesquisa
37.26%
La neurociencia se presenta en los albores del siglo XXI como una nueva disciplina que plantea nuevos desafíos, tanto para las ciencias naturales como para las ciencias humanas. En este artículo nos proponemos abordar estos temas fronterizos a través de un diálogo interdisciplinar, tomando como hilo conductor las investigaciones filosóficas que se vienen realizando desde la Cátedra UNESCO de Filosofía para la Paz de la Universitat Jaume I de Castellón, España. Para hacer esta revisión crítica, el texto se organiza en dos partes, una primera de carácter epistemológico, y la segunda de perfil antropológico. Este análisis nos conducirá a cuestionar los avances significativos que la neurociencia puede plantear para una mejor comprensión del ser humano.