Página 1 dos resultados de 238 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

A terapia fotodinâmica com ácido 5-aminolevulínico como modalidade de tratamento para neoplasias cutâneas não-melanoma; Topical 5-aminolevulinic acid photodynamic therapy as a treatment modality for nonmelanoma skin cancer

FELÍCIO, Lília Bernardini Antunes de; FERREIRA, Juliana; BENTLEY, Maria Vitória Badra; BAGNATO, Vanderlei Salvador; TEDESCO, Cláudio Antonio; SOUZA, Cacilda da Silva
Fonte: Sociedade Brasileira de Dermatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Dermatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.9%
FUNDAMENTOS: A terapia fotodinâmica baseia-se na associação de fonte de luz e fotossensibilizador para destruir seletivamente as células. OBJETIVO: Avaliar os efeitos imediatos e tardios, a resposta clínica e os resultados estéticos da terapia fotodinâmica com ácido 5-aminolevulínico em neoplasias cutâneas não-melanoma. MÉTODOS: Trinta e quatro lesões, sendo 19 disceratoses de Bowen e 15 carcinomas basocelulares, foram submetidas à aplicação tópica e oclusiva do ácido 5-aminolevulínico a 20%, por seis horas, e posteriormente a sessão única de laser de diodo (630nm). RESULTADOS: Foram registrados: sensação de queimação durante as sessões; eritema, edema e erosões, nas primeiras 72 horas; cicatrização em média de quatro semanas; resultados estéticos variáveis de excelentes a bons. Aos três meses, a resposta clínica foi de 91,2%, sendo reduzida, aos 18 meses, para 73,3%, de modo similar tanto para disceratose de Bowen (72,2%) quanto para carcinoma basocelular (75%). Foi evidenciada relação de tendência linear entre a redução da freqüência da resposta clínica e o aumento da dimensão das neoplasias cutâneas não-melanoma (p<0,001). CONCLUSÃO: A terapia fotodinâmica com ácido 5-aminolevulínico tópico mostrou destacadas vantagens: minimamente invasiva no tratamento de lesões múltiplas em sessão única ou em sítios de pobre cicatrização com superioridade dos resultados estéticos. O tipo/subtipo(clínico e histopatológico)...

Painel imunoistoquímico para distinção entre tricoepitelioma e carcinoma basocelular desenvolvido utilizando a técnica do TMA; Diagnostic utility of immunohistochemical panel in distinguishing trichoepithelioma and basal cell carcinoma: evaluation using tissue microarray samples

Tebcherani, Antonio José
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 24/04/2012 PT
Relevância na Pesquisa
46.63%
O diagnóstico das neoplasias cutâneas do folículo piloso, particularmente do tricoepitelioma (TE), frequentemente representa dificuldade diagnóstica com o carcinoma basocelular (CBC). As semelhanças clínicas e histopatológicas somadas aos artefatos de amostragem (amostras exíguas por biopsias incisionais ou parcialmente danificadas por esmagamento ou fulguração) podem provocar situações de dificuldade na diagnose diferencial entre as duas neoplasias. O diagnóstico de certeza é importante, pois o CBC tem caráter agressivo local e, quando não totalmente excisado, infiltra os tecidos adjacentes. O TE é uma lesão benigna, sem capacidade de invasão local, não havendo recomendação de excisão com margem cirúrgica. Vários marcadores imunoistoquímicos têm sido propostos na literatura médica para auxiliar no diagnóstico diferencial entre o TE e o CBC. Esses estudos, entretanto, têm resultados conflitantes que podem estar relacionados à pequena casuística avaliada, que geralmente não excede 50 casos de TE. A técnica do arranjo em matriz de amostras teciduais, tissue microarray (TMA), permite a avaliação de um número grande de amostras teciduais, que podem ser submetidas de modo simultâneo aos procedimentos das reações imunoistoquímicas. O objetivo do presente estudo foi o de submeter uma ampla amostra de TE e CBC...

Prevalência de neoplasmas cutâneos em cães da região metropolitana de Porto Alegre, RS: 1.017 casos (2002-2007); Prevalence of cutaneous neoplasms in dogs from the metropolitan area of Porto Alegre, RS, Brazil: 1,017 cases (2002-2007)

Meirelles, Adriana Erica Wilkes Burton; Oliveira, Eduardo Conceição de; Rodrigues, Berenice Avila; Costa, Giovana Rosa da; Sonne, Luciana; Tesser, Elisa Scheid; Driemeier, David
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.75%
O objetivo deste trabalho foi realizar um estudo retrospectivo sobre neoplasias cutâneas diagnosticadas em cães. A avaliação foi realizada pela análise dos arquivos diagnósticos do Setor de Patologia Veterinária (SPV) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Brasil, considerando-se um intervalo de seis anos (2002 a 2007). Neste intervalo, um total de 1.869 (37,3%) amostras de pele canina foram obtidas de 5.016 amostras variadas de tecidos de cães encaminhadas ao SPV. Dentre as amostras cutâneas, 1.002 pertenciam a cães diagnosticados com um tipo de neoplasia cutânea e 15 animais apresentaram mais de uma neoplasia de pele, totalizando 1.017 (20,3%) amostras. Os resultados revelaram que 50,5% (514/1017) das neoplasias cutâneas apresentaram origem mesenquimal, 45,1% (459/1017) para epitelial e 3,9% (40/1017) para melanocítica. Mastocitoma foi o tipo neoplásico cutâneo mais frequente, diagnosticado em 228 casos (22,4%), seguido por carcinoma de células escamosas (7,5%), lipoma (7,3%), adenoma de glândula perianal (7,1%) e tricoblastoma (5,8%). Cocker Spaniel, Boxer, Poodle e Pastor Alemão foram as raças mais representadas em diversos neoplasmas. Os dados obtidos, comparados aos estudos prévios, ressaltam as variáveis raças...

Neoplasias cutâneas em cães

Mazzocchin, Roberta
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.97%
A pele é um órgão complexo com uma grande variedade de funções, sendo constituída por diferentes tipos de células e encontrando-se em constante exposição ao meio ambiente. Em virtude de sua estrutura complexa e constante exposição, uma enorme variedade de tumores pode acometer esse órgão. Devido ao seu alto índice de renovação celular, as chances de ocorrência de mutações são maiores que em outros tecidos, tornando a pele um lugar propício ao surgimento de neoplasias. Em cães, o histiocitoma cutâneo e o adenoma das glândulas sebáceas são os tumores benignos de pele predominantes. Os mastocitomas são as neoplasias malignas que se destacam. O carcinoma de células escamosas, lipoma, adenoma perianal e tricoblastoma são outros tumores de origem cutânea de grande importância para medicina veterinária. Por meio de uma análise retrospectiva entre fichas arquivadas, no Serviço de Arquivo Médico Estatístico (SAME), foram analisadas as frequências de neoplasias cutâneos em cães atendidos no Hospital de Clínicas Veterinárias da UFRGS entre os anos de 2008 a 2012. Ao decorrer das análises dos dados foram coletadas informações relevantes ao estudo como: raça, sexo, e idade dos animais, bem como, número de neoplasias cutâneas...

Prevalencia do herpesvirus humano 1 em neoplasias cutaneas epiteliais malignas

Sylvia Ipiranga de Souza Dantas e Rodriguez
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 29/07/2003 PT
Relevância na Pesquisa
46.47%
Objetivo: Identificar o DNA do herpesvirus humano tipo 1 (HHV 1) em neoplasias cutâneas epiteliais malignas (NCEM), comparando com pele normal dos mesmos pacientes e de outro grupo de pacientes livres de neoplasia de pele e estudar o seu impacto sobre a carcinogênese. Pacientes e Métodos: Colheu-se um fragmento do tumor e outro de pele aparentemente sã de 41 pacientes portadores de NCEM, incluindo carcinomas epidermóide (CEC), basocelular (CBC) e queratose actínica (QA). Num segundo grupo, sem neoplasia, fez-se 41 biópsias de pele aparentemente sã. O DNA foi extraído e realizou-se a reação em cadeia da polimerase, com a identificação de uma banda de 199 pares de base à eletroforese. Aplicou-se o teste do Qui-quadrado ou o teste exato de Fischer, para estudo estatístico. Como medida de concordância utilizou-se o coeficiente kappa. Resultados: O HHV 1 foi identificado em 21 pacientes portadores de NCEM e em 20 pacientes do grupo controle. Dentre os pacientes do grupo de estudo, o HHV 1 foi identificado na pele acometida pela neoplasia em 17 pacientes, sendo exclusivo neste tecido em 11 pacientes; enquanto, na sua pele normal de controle, foi identificado em 10 pacientes, dos quais 4 não o expressaram no tumor. O coeficiente kappa foi 0...

Especificidade e sensibilidade de rastreamento para lesões cutâneas pré-malignas e malignas

Rocha,Fernando Passos da; Menezes,Ana M B; Almeida Junior,Hiram Larangeira de; Tomasi,Elaine
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2002 PT
Relevância na Pesquisa
46.74%
OBJETIVO: O melanoma tem incidência crescente, sendo que a prevalência dos tumores malignos epiteliais é alta, e o diagnóstico precoce contribui significativamente para a redução da morbimortalidade dessas doenças. O objetivo da pesquisa é medir a prevalência das lesões cutâneas pré-malignas e malignas e determinar a sensibilidade e a especificidade de um rastreamento para essas lesões. MÉTODOS: Foi realizado um estudo transversal de base populacional com escolha aleatória de 48 setores censitários da zona urbana de Pelotas, RS, Brasil. Um total de 2.112 domicílios foram visitados, sendo entrevistadas 1.292 pessoas de 50 anos de idade ou mais. O rastreamento possuía questões específicas sobre o surgimento de lesões de pele nos últimos seis meses e/ou a presença de lesões em áreas expostas. Os que responderam afirmativamente foram encaminhados ao exame médico. Também foi examinada uma subamostra daqueles que haviam respondido negativamente às questões do rastreamento. RESULTADOS: A prevalência corrigida das lesões cutâneas pré-malignas e malignas foi de 20,7%. A sensibilidade do rastreamento foi de 20,1%, a especificidade, de 86,9%, o valor preditivo positivo, de 29%, o valor preditivo negativo, de 80...

Prevalência de neoplasmas cutâneos em cães da região metropolitana de Porto Alegre, RS: 1.017 casos (2002-2007)

Meirelles,Adriana E W B; Oliveira,Eduardo C; Rodrigues,Berenice A; Costa,Giovana R; Sonne,Luciana; Tesser,Elisa S; Driemeier,David
Fonte: Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA; Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA) Publicador: Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA; Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/11/2010 PT
Relevância na Pesquisa
46.75%
O objetivo deste trabalho foi realizar um estudo retrospectivo sobre neoplasias cutâneas diagnosticadasem cães. A avaliação foi realizada pela análise dos arquivos diagnósticos do Setor de Patologia Veterinária (SPV) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Brasil, considerando-se um intervalo de seis anos (2002 a 2007). Neste intervalo, um total de 1.869 (37,3%) amostras de pele canina foram obtidas de 5.016 amostras variadas de tecidos de cães encaminhadas ao SPV. Dentre as amostras cutâneas, 1.002 pertenciam a cães diagnosticadoscom um tipo de neoplasia cutânea e 15 animais apresentaram mais de uma neoplasia de pele, totalizando 1.017 (20,3%) amostras. Os resultados revelaram que 50,5% (514/1017) das neoplasias cutâneas apresentaram origem mesenquimal, 45,1% (459/1017) paraepitelial e 3,9% (40/1017) para melanocítica. Mastocitoma foi o tipo neoplásico cutâneo mais frequente, diagnosticado em 228 casos (22,4%), seguido por carcinoma de células escamosas (7,5%), lipoma (7,3%), adenoma de glândula perianal (7,1%) e tricoblastoma (5,8%). Cocker Spaniel, Boxer, Poodle e Pastor Alemão foram as raças mais representadas em diversos neoplasmas. Os dados obtidos, comparados aos estudos prévios, ressaltam as variáveis raças...

Análise de dados das campanhas de prevenção ao câncer da pele promovidas pela Sociedade Brasileira de Dermatologia de 1999 a 2005

Fonte: Sociedade Brasileira de Dermatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Dermatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2006 PT
Relevância na Pesquisa
46.95%
FUNDAMENTOS: O câncer da pele é a neoplasia de maior incidência no Brasil, com 122.400 casos novos estimados para 2006, o que corresponde a 26% do total de neoplasias malignas. A exposição solar é o principal fator de risco conhecido. OBJETIVOS: Avaliar a freqüência das neoplasias cutâneas no país, sua distribuição geográfica e hábitos de proteção contra exposição solar. Métodos: A SBD promoveu, de 1999 a 2005, a Campanha Nacional de Prevenção ao Câncer da Pele, com exame dermatológico e orientação sobre exposição, tendo registrado dados demográficos, hábitos de exposição solar e diagnósticos. RESULTADOS: Foram examinados 205.869 indivíduos, sendo diagnosticados 17.980 casos de diferentes tipos de câncer da pele (13.194 de carcinoma basocelular, 2.482 de espinocelular, 1.057 de melanoma e 1.247 outras neoplasias), correspondendo a 8,7% dos examinados. A razão de prevalência entre homens e mulheres foi de 1,7, e a proporção de câncer em negros foi de 1,6%; em amarelos, de 3,2%; em pardos, de 3,4%; e em brancos, e 12,7%. Os estados com maior prevalência foram Santa Catarina e Rio Grande do Norte. Mais de 50% dos examinados se expunham ao sol sem proteção, o que reforça a importância de atividades educativas de prevenção. CONCLUSÕES: O câncer da pele é freqüente no país...

A terapia fotodinâmica com ácido 5-aminolevulínico como modalidade de tratamento para neoplasias cutâneas não-melanoma

Felício,Lília Bernardini Antunes de; Ferreira,Juliana; Bentley,Maria Vitória Badra; Bagnato,Vanderlei Salvador; Tedesco,Cláudio Antonio; Souza,Cacilda da Silva
Fonte: Sociedade Brasileira de Dermatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Dermatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2008 PT
Relevância na Pesquisa
66.9%
FUNDAMENTOS: A terapia fotodinâmica baseia-se na associação de fonte de luz e fotossensibilizador para destruir seletivamente as células. OBJETIVO: Avaliar os efeitos imediatos e tardios, a resposta clínica e os resultados estéticos da terapia fotodinâmica com ácido 5-aminolevulínico em neoplasias cutâneas não-melanoma. MÉTODOS: Trinta e quatro lesões, sendo 19 disceratoses de Bowen e 15 carcinomas basocelulares, foram submetidas à aplicação tópica e oclusiva do ácido 5-aminolevulínico a 20%, por seis horas, e posteriormente a sessão única de laser de diodo (630nm). RESULTADOS: Foram registrados: sensação de queimação durante as sessões; eritema, edema e erosões, nas primeiras 72 horas; cicatrização em média de quatro semanas; resultados estéticos variáveis de excelentes a bons. Aos três meses, a resposta clínica foi de 91,2%, sendo reduzida, aos 18 meses, para 73,3%, de modo similar tanto para disceratose de Bowen (72,2%) quanto para carcinoma basocelular (75%). Foi evidenciada relação de tendência linear entre a redução da freqüência da resposta clínica e o aumento da dimensão das neoplasias cutâneas não-melanoma (p<0,001). CONCLUSÃO: A terapia fotodinâmica com ácido 5-aminolevulínico tópico mostrou destacadas vantagens: minimamente invasiva no tratamento de lesões múltiplas em sessão única ou em sítios de pobre cicatrização com superioridade dos resultados estéticos. O tipo/subtipo(clínico e histopatológico)...

Prevalência do herpes-vírus humano tipo 1 em neoplasias cutâneas epiteliais malignas

Ypiranga,Sylvia; Moraes,Aparecida Machado de
Fonte: Sociedade Brasileira de Dermatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Dermatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2009 PT
Relevância na Pesquisa
56.63%
FUNDAMENTOS - O DNA viral pode atuar como oncogene, favorecendo o desenvolvimento de neoplasias, como as linfoides e da pele. Entre esses vírus, encontram-se alguns herpes-vírus humanos. OBJETIVO - Identificar a presença de DNA do herpes-vírus humano tipo 1 em neoplasias epiteliais pré-malignas,malignas e pele normal de indivíduos controle, avaliando seu papel na carcinogênese. MÉTODOS - Identificação, por reação em cadeia da polimerase, do DNA viral do tumor e pele sã de 41 pacientes e comparação com grupo controle, sem neoplasia. Análise estatística: Testes de Fisher e de McNemar. RESULTADOS - O vírus foi identificado em 20 indivíduos sem e em 21 com neoplasia. Destes últimos, 11 o expessaram apenas nas células tumorais. A diferença, entretanto, não foi estatisticamente significante. CONCLUSÕES - Parece não haver relação direta entre o encontro do DNA viral na pele sã e na pele tumoral. Sua presença pode facilitar o desenvolvimento da neoplasia ou apenas coincidir de se localizar onde esta já ocorreu.

Histoquímica e análise digital de imagens em neoplasias cutâneas

Ribeiro de Melo Junior, Mario; Bezerra de Carvalho Junior, Luiz (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.88%
Este trabalho avaliou as alterações na expressão de carboidratos e a densidade populacional de células tumorais e Células de Langerhans (CL) a partir da análise computadorizada de imagens comparando as marcações de diferentes lectinas vegetais e imunohistoquímica sobre tecidos neoplásicos cutâneos. Foram selecionados fragmentos teciduais de pele, obtidos cirurgicamente por biópsia excisional, diagnosticados como carcinoma basocelular (CBC, n=35), carcinoma epidermóide (CEp, n=18), tricoepitelioma (TE, n=12), ceratoacantoma (KA, n=19), ceratose seborréica (CS, n=16) e ceratose actínica (CA, n=18), de ambos os sexos com idade média 59,7 anos. Foram testadas as lectinas Concanavalina A (Con A), Wheat germ agglutinin (WGA), Peanut agglutinin (PNA) Ulex europaeus agglutinin (UEA-I) e Tetragonolobus purpurea agglutinin (LTA), todas conjugadas a peroxidase. No estudo imunohistoquímico, a proteína S 100 foi marcada para análise das CL. Os resultados mostram que em relação as neoplasias benignas, observou-se que o KA exibiu padrões aberrantes de expressão dos carboidratos glucose/manose, α-fucose e Dgalactose, evidenciados pela intensa marcação pelas lectinas Con A (94,7%), LTA (84,2%) e PNA (89,4%)...

Comparação entre a citopatologia por biopsia aspirativa com agulha fina e a histopatologia no diagnóstico das neoplasias cutâneas e subcutâneas de cães

Braz, Paulo Henrique
Fonte: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Publicador: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.57%
Os neoplasmas cutâneos estão entre as mais diagnosticadas em medicina veterinária, diante disso busca-se que o diagnóstico desses tumores sejam rápido e eficaz. Em medicina veterinária a citopatologia como método para diagnóstico tornou-se crescente. Diante disso, é necessário que estudos comprovem a eficiência da técnica para que a mesma possa ser usada de maneira isolada. Este trabalho teve como objetivo comparar o diagnóstico obtido pelas técnicas citopatológica e histopatológica de tumores cutâneos e subcutâneos de cães, determinar qual o tipo neoplásico mais facilmente diagnosticado pela citopatologia e o neoplasma mais prevalente nesses animais, atendidos em dois hospitais veterinários de Campo Grande/MS, no período de março de 2012 a dezembro de 2013. Foram coletadas amostras celulares de tumores, através de punção aspirativa por biópsia com agulha fina e punch cirúrgico, de 91 cães. Os resultados citopatológicos demonstraram uma eficácia de 69,69%, em relação à histopatologia. Para a diferenciação entre tumores neoplásicos e não neoplásicos, a eficiência aumenta, com resultados iguais em 91,91%. Para diferenciar tumores benignos de malignos, foi possível chegar a uma concordância na ordem de 68...

Terapêutica fotodinâmica com ácido delta-aminelo-vulínico em neoplasias queratinocíticas superficiais; Photodynamic therapy with delta-aminolevulinic acid for superficial keratinocytic neoplasms

Bakos, Renato Marchiori; Cestari, Tania Ferreira; Peukert, Carolina; Bakos, Lucio; Orlandini, Tobias; Berti, Clarissa Bacha; Ferlin, Elton Luiz; Rezende, Roberto Moraes; Di Domenico, Emileine
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
56.74%
FU N DA M E N T O S - A terapêutica fotodinâmica (T F D) é técnica de tratamento em que são aplicadas, nos tecidos, substâncias fotossensibilizantes, posteriormente ativadas com luzes de comprimentos de onda específicos, com a finalidade de produzir destruição celular, por meio da ação de produtos citotóxicos fotoativados. Tal método tem sido utilizado em diversos tipos de neoplasias cutâneas, com resultados bastante entusiasmadores. OB J E T I VO S - Avaliar o efeito de uma única sessão de terapêutica fotodinâmica (T F D) com ácido delta aminolevulínico (A L A) tópico, estimulado por luz não coerente, em ceratoses actínicas (CAC), carcinomas basocelulares ( C B C) superficiais e doenças de Bowen (D B). MAT E R I A L E MÉ T O D O S - Utilizando uma fonte de luz não coerente, emitida por protótipo desenvolvido no Serviço de Engenharia Biomédica do Hospital de Clínicas de Porto Alegre (H C PA), para ativar o ácido delta-aminolevulínico (A L A) a 20%, aplicado com oclusão, foram tradadas 80 lesões cutâneas, em 52 pacientes. Entre as lesões, 32 (40%) eram carcinomas basocelulares superficiais, 37 (46,3%) ceratoses actinícas e 11 (13,7%) doenças de Bowen. Em 23 casos (28,7%), além das características clínicas...

Especificidade e sensibilidade de rastreamento para lesões cutâneas pré-malignas e malignas; Sensitivity and specificity of screening cutaneous pre-malignant and malignant lesions

Rocha, Fernando Passos da; Menezes, Ana M B; Almeida Junior, Hiram Larangeira de; Tomasi, Elaine
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/02/2002 POR
Relevância na Pesquisa
46.74%
OBJETIVO: O melanoma tem incidência crescente, sendo que a prevalência dos tumores malignos epiteliais é alta, e o diagnóstico precoce contribui significativamente para a redução da morbimortalidade dessas doenças. O objetivo da pesquisa é medir a prevalência das lesões cutâneas pré-malignas e malignas e determinar a sensibilidade e a especificidade de um rastreamento para essas lesões. MÉTODOS: Foi realizado um estudo transversal de base populacional com escolha aleatória de 48 setores censitários da zona urbana de Pelotas, RS, Brasil. Um total de 2.112 domicílios foram visitados, sendo entrevistadas 1.292 pessoas de 50 anos de idade ou mais. O rastreamento possuía questões específicas sobre o surgimento de lesões de pele nos últimos seis meses e/ou a presença de lesões em áreas expostas. Os que responderam afirmativamente foram encaminhados ao exame médico. Também foi examinada uma subamostra daqueles que haviam respondido negativamente às questões do rastreamento. RESULTADOS: A prevalência corrigida das lesões cutâneas pré-malignas e malignas foi de 20,7%. A sensibilidade do rastreamento foi de 20,1%, a especificidade, de 86,9%, o valor preditivo positivo, de 29%, o valor preditivo negativo, de 80...

Artículo de opinión: neoplasias cutáneas en el síndrome de Muir-Torre

Achenbach,RE
Fonte: Revista argentina de dermatología Publicador: Revista argentina de dermatología
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2012 ES
Relevância na Pesquisa
66.68%
Adhiero al punto de vista que sostiene, que virtualmente todas las neoplasias cutáneas del síndrome de Muir-Torre son malignas, especialmente el "adenoma sebáceo", el que es en realidad por lo general, un carcinoma sebáceo bien diferenciado y superficial.

Neoplasias múltiples en pacientes afectos de melanoma de úvea

Caminal,J.M.; Martínez,J.; Arias,L.L.; Rubio,M.; Pujol,O.; Roca,G.; Arruga,J.
Fonte: Archivos de la Sociedad Española de Oftalmología Publicador: Archivos de la Sociedad Española de Oftalmología
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; journal article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 01/09/2007 SPA
Relevância na Pesquisa
46.57%
Objetivo: Estudiar la prevalencia de neoplasias múltiples en pacientes afectos de melanoma de úvea en nuestro medio y relacionarlo con la supervivencia. Método: Para ello se ha realizado un estudio prospectivo longitudinal de prevalencia de múltiples neoplasias en pacientes diagnosticados de melanoma de úvea entre los años 1984-2005. Se han analizado entre otras las variables clínicas: edad, sexo, fecha de diagnóstico, ojo afecto, origen y tamaño tumoral, clasificación según el COMS (Collaborative Ocular Melanoma Study), fecha del último control, tiempo de seguimiento, presencia de otras neoplasias, estado sistémico actual, fecha y causa de muerte. Resultados: Se han estudiado 305 pacientes afectos de melanoma de úvea en la Unidad de Oncologia Ocular de nuestro centro. 24 pacientes (7,9%) presentaron en su historia médica una o más neoplasias malignas. Excluyendo las neoplasias cutáneas de origen en células basales, esta proporción fue del 7,2% (22 pacientes). No se ha encontrado diferencias estadísticamente significativas entre la edad de presentación, sexo y la localización del melanoma (cuerpo ciliar o coroides) y la presencia o no de segundas neoplasias. Cuando se analizó la proporción de pacientes con enfermedad metastásica (tanto vivos como muertos) que no han presentado una segunda neoplasia (14...

Detecção precoce de neoplasias cutâneas em cuidados de saúde primários: Relato de uma experiência

Neves,Ana Cristina; Ferreira,Gustavo Melo; Teixeira,Maria da Conceição; Monteiro,Eugénia
Fonte: Associação Portuguesa dos Médicos de Clínica Geral Publicador: Associação Portuguesa dos Médicos de Clínica Geral
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2011 PT
Relevância na Pesquisa
66.75%
Introdução: As neoplasias cutâneas são frequentes em Portugal. Estima-se para o melanoma uma incidência de 8/100.000 hab/ano e para os epiteliomas uma incidência de 100/100.000 hab/ano. A incidência do melanoma tem aumentado em 6 a 7% ao ano. Vinte por cento dos doentes com melanoma morrerão da doença e metade destes com menos de 40 anos. Este aumento deve-se não só ao surgimento de novos casos, mas também à maior procura de serviços. Metodologia: Este trabalho relata uma experiência ao longo de 22 meses (Julho/2008 a Maio/2010) de exérese de lesões cutâneas com recurso a procedimentos invasivos mínimos. Foram intervencionados 282 utentes, dos quais 164 (58%) do sexo feminino, incluídos em todas as faixas etárias. Resultados: Foram realizados 341 procedimentos, dos quais 170 (49,8%) com recurso a exame histológico para confirmação diagnóstica. As lesões mais comuns foram: quisto epidérmico, nevo melanocítico dérmico e nevo melanocítico composto. Foram também identificadas as seguintes lesões pré-malignas: queratose solar actínica, corno cutâneo, lesão induzida por HPV, nevo melanocítico atípico e nevo melanocítico congénito. Além disso, encontraram-se as seguintes lesões malignas: carcinoma espino-celular in situ...

Virus como inductores de neoplasias cutáneas

Bravo Puccio,Francisco
Fonte: Instituto Nacional de Salud Publicador: Instituto Nacional de Salud
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2013 ES
Relevância na Pesquisa
46.57%
El rol oncogénico de los virus en las neoplasias cutáneas es conocido por el hombre desde hace más de un siglo, cuando se atribuía el origen de la verruga vulgar al virus papiloma humano (VPH). En la actualidad, las neoplasias inducidas por virus pueden agruparse en tumores sólidos y procesos linfoproliferativos. Destacan entre los primeros el VPH, del cual ahora conocemos numerosos serotipos, cada uno vinculado a una neoplasia específica, el herpesvirus humano tipo 8 que produce el sarcoma de Kaposi y el poliomavirus vinculado al carcinoma de Merkel. Entre los procesos linfoproliferativos debemos mencionar al virus linfotrópico de células T humanas tipo 1 (HTLV-1) responsable de los linfomas de células T, en los cuales el compromiso cutáneo es inespecífico, con un amplio espectro de presentaciones clínicas y, que por consiguiente, plantean un reto para el diagnóstico diferencial. En este grupo también se encuentra el virus Epstein Barr vinculado a los linfomas nasales de Células NK/T y a los linfomas tipo Hidroa, de reciente descripción. En esta era en la que lo genético y lo molecular priman en las investigaciones en cáncer, no podemos dejar de lado el concepto de neoplasia como resultado de la infección por un agente viral...

Especificidade e sensibilidade de rastreamento para lesões cutâneas pré-malignas e malignas

Rocha,Fernando Passos da; Menezes,Ana M B; Almeida Junior,Hiram Larangeira de; Tomasi,Elaine
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2002 PT
Relevância na Pesquisa
46.74%
OBJETIVO: O melanoma tem incidência crescente, sendo que a prevalência dos tumores malignos epiteliais é alta, e o diagnóstico precoce contribui significativamente para a redução da morbimortalidade dessas doenças. O objetivo da pesquisa é medir a prevalência das lesões cutâneas pré-malignas e malignas e determinar a sensibilidade e a especificidade de um rastreamento para essas lesões. MÉTODOS: Foi realizado um estudo transversal de base populacional com escolha aleatória de 48 setores censitários da zona urbana de Pelotas, RS, Brasil. Um total de 2.112 domicílios foram visitados, sendo entrevistadas 1.292 pessoas de 50 anos de idade ou mais. O rastreamento possuía questões específicas sobre o surgimento de lesões de pele nos últimos seis meses e/ou a presença de lesões em áreas expostas. Os que responderam afirmativamente foram encaminhados ao exame médico. Também foi examinada uma subamostra daqueles que haviam respondido negativamente às questões do rastreamento. RESULTADOS: A prevalência corrigida das lesões cutâneas pré-malignas e malignas foi de 20,7%. A sensibilidade do rastreamento foi de 20,1%, a especificidade, de 86,9%, o valor preditivo positivo, de 29%, o valor preditivo negativo, de 80...

TIPIFICACIÓN CITOLÓGICA DE NEOPLASIAS CUTÁNEAS EN CANINOS Y FELINOS

Ávalos,A; Lucero,M; Maidana,L; González,A; Marecos,E; Suárez,M
Fonte: Facultad de Ciencias Veterinarias Publicador: Facultad de Ciencias Veterinarias
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2013 ES
Relevância na Pesquisa
46.58%
RESUMEN. En el Departamento de Ciencias Patológicas de la Facultad de Ciencias Veterinarias de la Universidad Nacional de Asunción, se llevó a cabo un estudio de tipificación citológica de neoplasias cutáneas en caninos y felinos que acudieron a consulta a la División Hospital Veterinario y a clínicas veterinarias privadas de Asunción y área metropolitana. Se evaluaron 102 pacientes, 98 caninos y 4 felinos, con formaciones tumorales cutáneas, siendo tipificados 99 casos como procesos tumorales y 3 como no tumorales. En caninos fueron tipificados 95 casos tumorales, los cuales correspondieron a: adenoma sebáceo 7 (7,37%), adenocarcinoma sebáceo 6 (6,31%), adenocarcinoma de células ceruminosas 1 (1,05%), adenocarcinoma perianal 5 (5,26%), adenoma de glándulas sudoríparas 1 (1,05%), basolioma o carcinoma de células basales 6 (6,31%), carcinoma de células escamosas 1(1,05%), fibroliposarcoma 2 (2,10%), fibrolipoma 5 (5,26%), hemangiopericitoma 1 (1,05%), hemangiosarcoma 1 (1,05%), histiocitoma 4 (4,21%), histiosarcoma 1 (1,05%), linfoma cutáneo 9 (9,47%), lipoma 2 (2,10%), liposarcoma 1 (1,05%), melanoma cutáneo 7 (7,37%), mastocitoma 27 (28,42%), plasmocitoma 1 (1,05%), indiferenciado de origen epitelial 1 (1,05%)...