Página 1 dos resultados de 30 itens digitais encontrados em 0.069 segundos

Pequenos mamíferos não voadores da estação ecológica de Bananal, SP; Nonvolant small mammals of Estação Ecológica de Bananal, SP

Abreu Júnior, Edson Fiedler de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/02/2014 PT
Relevância na Pesquisa
45.83%
A Floresta Atlântica comparada a outros biomas brasileiros é proporcionalmente o mais diverso em espécies de mamíferos e com a maior taxa de endemismo. Dentre todos os mamíferos do Bioma, os pequenos não voadores constituem o grupo mais diversificado, representando acima de um terço da diversidade total, com cerca de 105 espécies. Contudo, ainda estamos longe da compreensão ideal de diversos aspectos que acercam a delimitação de grande parte destas espécies, como a amplitude da variação morfológica, suas relações filogenéticas e suas características biogeográficas. Em parte, isto se deve a falta de estudos que integram estas questões, por exemplo, através da descrição detalhada de faunas locais, como tem ocorrido para a região Amazônica. Neste contexto, o presente estudo teve por objetivo reconhecer a fauna de pequenos mamíferos não voadores da Estação Ecológica de Bananal (EEB), região nordeste do Estado de São Paulo, e apresentá-la através de uma lista comentada; além de discutir alguns aspectos biogeográficos do grupo no Bioma. Para isto foram examinados cerca de 550 espécimes colecionados nos anos de 2003, 2004 e 2011 na EEB e depositados no Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo (MZUSP); foram examinados ainda...

Estudo da diversidade genética em Cingulata através de marcadores mitocondriais e microssatélites: o caso de uma população de Tolypeutes tricintus (Linnaeus, 1758) do Cerrado.; Genetic diversity of Cingulata assessed by mitochondrial and microsatellite markers: the case of a Tolypeutes tricinctus (Linnaeus, 1758) population from Cerrado

Moraes, Helena Tadiello de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/03/2015 PT
Relevância na Pesquisa
65.8%
Tolypeutes tricinctus, o tatu-bola, é um mamífero neotropical pertencente ao grupo dos Xenarthra. É uma espécie endêmica ao Brasil que só ocorre nos biomas de Caatinga e Cerrado e encontra-se ameaçada de extinção. O único estudo genético que foi realizado sobre a espécie estimou a diversidade no gene mitocondrial Citocromo Oxidase I (COI). Apenas um haplótipo foi observado em 30 indivíduos da única população de tatus-bola até então amostrada. Devido a esse resultado e à falta de estudos genéticos e filogenéticos este trabalho foi proposto a fim de investigar melhor a diversidade genética dessa população, distribuída no Cerrado do estado da Bahia na área da Fazenda Jatobá. Para tanto, foram utilizados marcadores microssatélites selecionados por sequenciamento de nova geração e a região controle do DNA mitocondrial (D-loop). Foi feito também um esforço de amostragem a fim de analisar exemplares de T. tricinctus provenientes de outras populações e da espécie congenérica Tolypeutes matacus. Além disso, testou-se o poder do gene COI na diferenciação entre oito espécies da ordem Cingulata através da técnica do DNA barcoding. Foram selecionados e testados 60 loci microssatélites, sendo 23 amplifcados com sucesso entre os indivíduos da Fazenda Jatobá. Destes...

Análise morfológica e filogeográfica em jabutis brasileiros (Testudines)

Silva, Tiago Lucena da
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 186 f. : il., gráfs. tabs. color.
POR
Relevância na Pesquisa
45.78%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Processo FAPESP: 2010/19785-0; Processo FAPESP: 2012/04937-4; Pós-graduação em Biologia Animal - IBILCE; This study evaluated associated data on biogeography, vocalization, morphology, cytogenetics, hemoglobin and molecular profile using cytochrome b, from Brazilian tortoises in order to explore the discriminative potential of the evaluated taxonomic techniques. In Brazil, two species of tortoises are described, C. carbonarius and C. denticulatus, however, some animals initially recognized based on morphological characters and coloring did not correspond to the typical pattern of C. carbonarius, being classified as morphotypes 1 and 2. The proposed hypothesis in this study is that the morphotypes are already differentiated species and should not be considered as a single taxonomic unit with C. carbonarius. Tortoises from the National Institute for Amazonian Research (INPA), Emilio Goeldi Museum - PA, municipal zoos of São José do Rio Preto - SP and Araçatuba - SP and Reginaldo Uvo Leone breeding farm for Wild and Exotic Animals in Tabapuã - SP, were analyzed. Based on the data obtained by biogeographic evaluation of specimens in the literature...

A familia asteraceae no Parque da Serra da Canastra, Minas Gerais, Brasil

Jimi Naoki Nakajima
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 03/05/2000 PT
Relevância na Pesquisa
55.75%
Este levantamento florístico é o tratamento sistemático da família Asteraceae no Parque Nacional da Serra da Canastra, Minas Gerais. Este Parque localiza-se na região sudoeste do estado de Minas Gerais, entre os municípios de São Roque de Minas, Delfinópolis e Sacramento. O levantamento foi realizado durante o período de quatro anos entre fevereiro de 1994 a janeiro de 1998, sendo realizadas 24 expedições, cobrindo todos os tipos fisionômicos de vegetação. Todos os exemplares coletados encontram-se depositados no Herbarium Uberlandense (HUFU) do Departamento de Biociências da Universidade Federal de Uberlândia, MG, no Herbário UEC da Universidade Estadual de Campinas, SP, e no US National Herbarium do Museu Nacional de História Natural, Smithsonian Institution, Washington, DC, USA. A família Asteraceae é a mais rica em termos de número de espécies no Parque Nacional da Serra da Canastra, com um total de 215 espécies, pertencentes a 64 gêneros e 11 tribos diferentes. Os gêneros melhor representados são Lessingianthus (27 spp.), Mikania (21 spp.), Baccharis (16 spp.), Chromolaena (12 spp.) e Calea (10 spp.). A tribo mais diversa é Vemonieae (67 spp.), seguida por Eupatorieae (63 spp.) e Heliantheae (37 spp.). Um dos resultados mais significantes é a descoberta de 26 espécies novas...

Revista do Ensino Primário, 1893, Anno I, n. 03, jan., BA.

Fonte: Litho-Typographia de J. G. Tourinho Publicador: Litho-Typographia de J. G. Tourinho
Tipo: Periódico
PT_BR
Relevância na Pesquisa
65.8%
Estas imagens foram obtidas na Biblioteca Pública do Estado da Bahia, Setor Obras Raras.; Esta revista é publicação do Litho-Typographia de J. G. Tourinho da Bahia. A revista apresenta os seguintes artigos em destaque: p. 39 - Classificação das Cadeiras; p. 40 – 44 – Livros para as Escholas Primárias; p. 44-46 – Provimento das Cadeiras; p. 48-49 – Museu Pedagógico; p. 50-53 - Discurso proferido no acto solene da formatura das alumnas mestras perante a congregação da Eschola Normal de Senhoras. Pela oradora eleita por suas colegas; p. 53-54 – Jardim da Infância; p.54-56 – Alumnas-mestras

O Museu do Estado da Bahia, entre ideais e realidades (1918 a 1959)

Ceravolo,Suely Moraes
Fonte: Museu Paulista, Universidade de São Paulo Publicador: Museu Paulista, Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2011 PT
Relevância na Pesquisa
166.04%
O artigo revê a trajetória do Museu do Estado da Bahia de 1918 a 1959, com vistas a identificar as sucessivas práticas museológicas e o engendramento - enquanto se institucionaliza e consolida-se - dos chamados processos de musealização, que estiveram também relacionados à personalidade de gestores e de suas expectativas diante das articulações políticas e sociais, bem como de suas expectativas em relação ao estado da Bahia. Perpassado por conflitos de diversas naturezas, apontam-se as alterações em seu modo de funcionamento. No marco cronológico em foco, caracterizam-se três momentos sucessivos: o da formação como museu histórico; o de consolidação como museu eclético, com olhos voltados para a história, e o caminho em direção à arte, sob a direção de José Valladares.

Rio dos currais: paisagem material e rede urbana do rio São Francisco nas capitanias da Bahia e Pernambuco

Arraes,Esdras
Fonte: Museu Paulista, Universidade de São Paulo Publicador: Museu Paulista, Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2013 PT
Relevância na Pesquisa
55.73%
Considerado como eixo de penetração e de expansão dos domínios americanos de Portugal, o rio São Francisco apresentou, ao longo do período colonial, uma particular experiência de urbanização em sua região e uma paisagem material derivadas de diferentes "encontros culturais". Partindo dessa premissa, este ensaio busca interpretar, por meio das evidências materiais deixadas no território (caminhos, pousos, fazendas, igrejas e povoações de distintos níveis e perfis), as redes urbanas (eclesiástica e civil) do vale sanfranciscano, pertencente às capitanias da Bahia e Pernambuco. Com foco nos sertões dessas unidades administrativas, se propõe a descortinar a política de urbanização da Coroa lusitana implementada por meio da oficialização de núcleos urbanos, estrategicamente implantados no território, para o favorecimento do Estado português e da Igreja católica. Põe luz nos agentes, nas redes de relações e hierarquias sociais, verificando suas implicações econômicas, políticas e culturais na urbanização e na paisagem cultural do "rio dos currais".

DISTÚRBIOS IDENTITÁRIOS EM TEMPOS DE GLOBALIZAÇÃO

Agier,Michel
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social - PPGAS-Museu Nacional, da Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ Publicador: Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social - PPGAS-Museu Nacional, da Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2001 PT
Relevância na Pesquisa
55.64%
O presente artigo trata primeiramente do estado da questão identitária na antropologia atual, e em seguida desenvolve uma reflexão sobre os processos culturais contemporâneos. As relações entre lugar e identidade, lugar e cultura e cultura e identidade são examinadas nos planos teórico e empírico. Observa-se que as criações culturais são, atualmente, mais dominadas do que nunca pela problemática da identidade, e fortemente influenciadas pela globalização acelerada das situações locais. Há espaço hoje em dia para uma crítica das dominações globais e das respostas que elas engendram - crítica suscetível de conduzir a uma reflexão sobre as formas possíveis de resistência (local, política, artística etc.) a essas dominações.

Os diferentes métodos de cultivo de cacau no sudeste da Bahia, Brasil: aspectos históricos e percepções

Piasentin,Flora Bonazzi; Saito,Carlos Hiroo
Fonte: MCTI/Museu Paraense Emílio Goeldi Publicador: MCTI/Museu Paraense Emílio Goeldi
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2014 PT
Relevância na Pesquisa
55.69%
O cultivo de cacau (Theobroma cacao L.) foi introduzido na Bahia em 1746 e expandiu-se principalmente na região sudeste do estado. O presente estudo identificou os principais métodos de cultivo de cacau adotados nessa região ao longo do tempo, ressaltando suas práticas, aspectos de seu contexto histórico e percepções sobre eles por parte de alguns agentes sociais. Para tanto, revisou-se a literatura existente sobre o tema e realizaram-se entrevistas com indivíduos que possuem amplo conhecimento sobre a cacauicultura na região. Como resultado, identificaram-se seis principais métodos de cultivo de cacau, que apresentaram diferentes vantagens e desvantagens para os agricultores e uma gradação entre o plantio completamente exposto ao sol (corte e queima) até o plantio com sombreamento denso (cabruca). Diferentes razões foram percebidas como justificativa para a preferência dos agricultores locais pelo método da cabruca tradicional.

Deteriora??o das pedras da arquitetura mortu?ria do cemit?rio Nossa Senhora da Soledade

SILVA, P?mela Anne Bahia Vieira da
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
65.75%
A cidade de Bel?m do Par? cont?m um espa?o que abriga in?meros monumentos p?treos hist?ricos, os quais configuram e marcam a identidade da sociedade belenense do s?culo XIX. Esse espa?o ? o Cemit?rio da Soledade, que se configura como um museu a c?u aberto. Al?m do intemperismo, que faz com que as pedras estejam constantemente sendo alteradas, o Soledade sofre com saques e vandalismos ao longo de seus mais de 150 anos de exist?ncia e a presen?a de patologias nos revestimentos p?treos de t?mulos e mausol?us do primeiro cemit?rio p?blico de Bel?m, fere a qualidade e a integridade do material, interferindo de forma negativa na leitura da imagem do espa?o, o qual ? tombado como Patrim?nio Nacional Paisag?stico desde1964, pelo IPHAN. A partir disso, e considerando a import?ncia da conserva??o e restaura??o de edif?cios e monumentos antigos para a preserva??o da mem?ria de um povo, a pesquisa buscou avaliar as deteriora??es de origem intemp?rica e antr?pica nas diferentes pedras utilizadas nos t?mulos e mausol?us do Cemit?rio Nossa Senhora da Soledade, por meio do conhecimento das caracter?sticas das rochas usadas, do seu estado de altera??o e das causas e mecanismos de deteriora??o visando gerar subs?dios para a sua conserva??o e restaura??o. O diagn?stico do estado de conserva??o...

Ocorrência de Rhopalurus debilis (C.L. Koch, 1840) (Scorpiones, Buthidae) no estado da Bahia, Brasil

Lira-da-Silva,Rejâne M.; Jordão,Guilherme M.; Silva,Tiago F.; Candido,Denise M.; Brazil,Tânia K.
Fonte: Instituto Virtual da Biodiversidade | BIOTA - FAPESP Publicador: Instituto Virtual da Biodiversidade | BIOTA - FAPESP
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2005 PT
Relevância na Pesquisa
95.83%
Este trabalho assinala a ocorrência de Rhopalurus debilis (C.L. Koch, 1841), no estado da Bahia, Brasil, acrescentando mais uma espécie à sua escorpiofauna e reforçando a importância do estudo regionalizado desses animais. Sete escorpiões (2 machos, 4 fêmeas e 1 jovem) foram coletados no município de Curaçá (08º 59' 31"S/ 39º 54' 29"W), entre os dias 14 e 16 de março de 2003, registrados no Núcleo Regional de Ofiologia e Animais Peçonhentos da Bahia (NOAP) e tombados no Museu de Zoologia da Universidade Federal da Bahia. Este registro revela uma nova ocorrência desta espécie, na margem direita do rio São Francisco.

Espécies de Proceratophrys Miranda-Ribeiro, 1920 com apêndices palpebrais (Anura; Cycloramphidae)

Prado, Gustavo M.; Pombal Jr., José P.
Fonte: Universidade de São Paulo. Museu de Zoologia. Publicador: Universidade de São Paulo. Museu de Zoologia.
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/02/2008 POR
Relevância na Pesquisa
55.88%
Espécimes de Proceratophrys com apêndices palpebrais foram examinados em seus caracteres externos e osteológicos. A partir dos resultados das análises, foi verificado que P. boiei distribui-se principalmente na Mata Atlântica, desde o estado do Espírito Santo até o estado de Santa Catarina, atingindo áreas de transição para o Cerrado nos estados de Minas Gerais e São Paulo, e que Rio de Janeiro, e não Bahia, é a localidade-tipo desta espécie. Proceratophrys renalis é revalidada. Sua distribuição ocorre na Mata Atlântica, desde o estado da Paraíba até o sul do estado da Bahia, alcançando áreas de transição entre o Cerrado e a Caatinga na bacia do Rio Jequitinhonha, em Minas Gerais, e o domínio das caatingas entre os estados do Ceará e da Paraíba. São apresentadas duas novas espécies de Proceratophrys com apêndices palpebrais, sendo uma da Ilha Grande, município de Angra dos Reis, estado do Rio de Janeiro, e outra da bacia do Rio Guaporé, no estado de Rondônia, cuja distribuição é a mais ocidental conhecida para o gênero.; We examined external morphology and skeletal characters of Proceratophrys specimens with eyelid appendages to define species limits and distribution. Proceratophrys boiei occurs along the Atlantic Forest...

Rio dos currais: paisagem material e rede urbana do rio São Francisco nas capitanias da Bahia e Pernambuco

Arraes, Esdras
Fonte: Universidade de São Paulo. Museu Paulista Publicador: Universidade de São Paulo. Museu Paulista
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2013 POR
Relevância na Pesquisa
55.77%
Considerado como eixo de penetração e de expansão dos domínios americanos de Portugal, o rio São Francisco apresentou, ao longo do período colonial, uma particular experiência de urbanização em sua região e uma paisagem material derivadas de diferentes "encontros culturais". Partindo dessa premissa, este ensaio busca interpretar, por meio das evidências materiais deixadas no território (caminhos, pousos, fazendas, igrejas e povoações de distintos níveis e perfis), as redes urbanas (eclesiástica e civil) do vale sanfranciscano, pertencente às capitanias da Bahia e Pernambuco. Com foco nos sertões dessas unidades administrativas, se propõe a descortinar a política de urbanização da Coroa lusitana implementada por meio da oficialização de núcleos urbanos, estrategicamente implantados no território, para o favorecimento do Estado português e da Igreja católica. Põe luz nos agentes, nas redes de relações e hierarquias sociais, verificando suas implicações econômicas, políticas e culturais na urbanização e na paisagem cultural do "rio dos currais".; Considered as the axis of penetration and expansion of the american dominions of Portugal, the São Francisco River presented, over colonialism, a peculiar urbanization and material landscape derived from differents "cultural encounters". Following this premise...

O Museu do Estado da Bahia, entre ideais e realidades (1918 a 1959)

Ceravolo, Suely Moraes
Fonte: Universidade de São Paulo. Museu Paulista Publicador: Universidade de São Paulo. Museu Paulista
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2011 POR
Relevância na Pesquisa
166.12%
O artigo revê a trajetória do Museu do Estado da Bahia de 1918 a 1959, com vistas a identificar as sucessivas práticas museológicas e o engendramento - enquanto se institucionaliza e consolida-se - dos chamados processos de musealização, que estiveram também relacionados à personalidade de gestores e de suas expectativas diante das articulações políticas e sociais, bem como de suas expectativas em relação ao estado da Bahia. Perpassado por conflitos de diversas naturezas, apontam-se as alterações em seu modo de funcionamento. No marco cronológico em foco, caracterizam-se três momentos sucessivos: o da formação como museu histórico; o de consolidação como museu eclético, com olhos voltados para a história, e o caminho em direção à arte, sob a direção de José Valladares.; This article retraces the trajectory of the Museu do Estado da Bahia from 1918 to 1959. The aim is to identify its successive museological practices and the implementation of the so-called processes of musealization during its institutionalization and consolidation, which were also related to the personalities of the administrators and their expectations regarding political and social interactions, as well their expectations toward the State of Bahia itself. Having dealt with a wide range of conflicts...

On the occurrence of Holochilus chacarius (Cricetidae: Sigmodontinae) in Brazil, with taxonomic notes on Holochilus species

Brandão, Marcus Vinícius; Nascimento, Fabio Oliveira do
Fonte: Universidade de São Paulo. Museu de Zoologia Publicador: Universidade de São Paulo. Museu de Zoologia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2015 ENG
Relevância na Pesquisa
55.73%
Quatro espécies de Holochilus (Cricetidae: Sigmodontinae) são atualmente reconhecidas. De acordo com a literatura, três espécies são registradas para o Brasil: H. brasiliensis, H. chacarius e H. sciureus. Amostras provenientes do oeste do Brasil (Estados do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul) são geralmente reportadas como H. sciureus e, quando referentes a espécimes do Pantanal, como H. chacarius. Entretanto, o estado taxonômico de espécimes dessa região ainda não foi propriamente avaliado através de análise morfológica detalhada e/ou espécimes testemunho. Cerca de 110 espécimes de Holochilus depositados em coleções brasileiras foram analisados qualitativa e quantitativamente (testes univariados e multivariados). Nossos resultados suportam a existência de três espécies (H. sciureus, H. brasiliensis e H. chacarius) no país, as quais possuem diferenças morfológicas e morfométricas significativas entre si, assim confirmando que as amostras do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, outrora erroneamente identificados como H. sciureus, pertencem à H. chacarius. Esta espécie difere de H. sciureus e H. brasiliensis por apresentar uma série de características da pelagem e do crânio, tais como: coloração da pelagem castanho claro no dorso...

New genera for two poorly-known millipeds from Bahia (Polydesmida: Chelodesmidae)

Hoffman, Richard L.
Fonte: Universidade de São Paulo. Museu de Zoologia Publicador: Universidade de São Paulo. Museu de Zoologia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2012 ENG
Relevância na Pesquisa
75.78%
Duas espécies de milípedes quelodesmídeos descritas por Brölemann (1903) e provenientes do interior do Estado da Bahia não foram registradas por mais de 100 anos, apesar de seu grande porte e coloração brilhante. Inicialmente foram descritas como Leptodesmus gounellei e Leptodesmus carminatus, embora nenhuma delas pode ser referida para o gênero Leptodesmus tal como atualmente definido nem para qualquer outro gênero já estabelecido. As duas espécies foram estudadas a partir do material tipo e estão aqui designadas as espécies-tipos de dois novos gêneros - Plectrogonodesmus para gounellei e Baianassa para carminatus. Os carácteres diagnósticos são ilustrados para os dois táxons. As relações inter-genéricas estão hoje pouco evidentes, e aqui não são sugeridas pendente melhor conhecimento da fauna dos quelodesmídeos do Brasil oriental.; Two chelodesmid millipeds described by Brölemann (1903) from the interior of Bahia have not been reported for over 100 years despite their large size and bright coloration. Originally described as Leptodesmus gounellei and Leptodesmus carminatus, neither species is referable to Leptodesmus as currently defined nor any other established genus. Both have been studied from the type specimens...

A new species of Rhinella Fitzinger, 1826 from the Atlantic Rain Forest, Eastern Brazil (Amphibia, Anura, Bufonidae)

Caramaschi, Ulisses; Pombal Jr., José P.
Fonte: Universidade de São Paulo. Museu de Zoologia Publicador: Universidade de São Paulo. Museu de Zoologia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2006 ENG
Relevância na Pesquisa
55.8%
Uma nova espécie do gênero Rhinella é descrita de Canavieiras, no sul do Estado da Bahia, na Floresta Atlântica do leste do Brasil. Rhinella hoogmoedi sp. nov. é caracterizada pelo tamanho médio para o gênero (CRA 39,4-52,1 mm em machos), focinho arredondado em vista dorsal, com uma prega apical vertical que lhe dá um aspecto aproximadamente mucronado, e próximo de agudo em perfil, cristas anterorbital e supra-orbital desenvolvidas, crista parietal pouco desenvolvida, crista pós-orbital grande, formando uma pequena aba lateral, tímpano evidente, apófises vertebrais não salientes no dorso, presença de uma linha dorsolateral de tubérculos pontiagudos na borda externa da glândula parotóide, continuando-se ao longo da lateral do corpo até a virilha, um tubérculo arredondado no canto posterior da boca e fendas vocais presentes. A nova espécie está distribuída do Estado do Ceará até o Estado do Paraná, Brasil.; A new species of the genus Rhinella is described from Canavieiras, southern State of Bahia, in the Atlantic Rain Forest of Eastern Brazil. Rhinella hoogmoedi sp. nov. is characterized by the medium size for the genus (SVL 39.4-52.1 mm in males), snout rounded in dorsal view, with a vertical apical ridge which gives a nearly mucronate aspect...

A ação dos bandeirantes paulistas no Nordeste - algumas achegas para o seu estudo

Coulter, Antonia Fernanda de Almeida
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, D. História Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, D. História
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 30/06/1957 POR
Relevância na Pesquisa
55.62%
(1. parágrafo do texto)O estudo do bandeirismo paulista no Nordeste não constitui, como é sabido, assunto inédito. Das andanças dos sertanistas paulistas pelo Nordeste estão crivados os trabalhos de Taunay, de Borges de Barros, de Basílio Magalhães, Inácio Accioli, Capistrano e tantos outros. A documentação apresentada por Borges de Barros nos Anais do Arquivo Histórico e Museu do Estado da Bahia nos volumes 1 a 5 é particularmente sugestiva.

EDITORIAL

Veiga, Ana Cecilia Rocha; Universidade Federal de Minas Gerais
Fonte: Fórum Patrimônio: Ambiente Construído e Patrimônio Sustentável Publicador: Fórum Patrimônio: Ambiente Construído e Patrimônio Sustentável
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; Artigo Avaliado pelos Pares; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf
Publicado em 09/02/2013 POR
Relevância na Pesquisa
45.88%
Para esta edição da Revista FÓRUM PATRIMÔNIO levantou-se um tópico que vem atraindo cada vez mais a atenção dos especialistas em Patrimônio Cultural, nas suas mais amplas perspectivas e manifestações: “Patrimônio e Novas Mídias: Digitalização e Geoprocessamento”. Se, em sua grande maioria, são antigos os objetos patrimoniais, bem como os instrumentos que lhes conferem valor, a exemplo do tombamento, o mesmo não ocorre (e nem deve ocorrer) com as tecnologias envolvidas em sua análise, preservação e registro.  Lançando mão de inúmeros recursos avançados disponíveis na contemporaneidade, o profissional adianta-se a passos largos rumo a uma maior compreensão do bem cultural a ser protegido, compreensão esta que conduzirá a uma conservação verdadeiramente preventiva e eficaz.  É o que podemos observar no primeiro artigo, que versa sobre uma tecnologia que há mais de um século tem acompanhado a documentação do patrimônio: a fotografia. Os avanços tecnológicos elevaram a captura de imagens a um outro patamar, reconstruindo o seu papel e relevância. Neste novo paradigma, a fotografia ultrapassa o congelamento imagético de um objeto para se tornar um instrumento científico de sua análise e registro documental. Em a “Documentação Fotográfica Digital de Bens Culturais: O exemplo do Laboratório de Documentação Científica da EBA/UFMG”...

ECOS DA CULTURA POLÍTICA BRASILEIRA: O PROGRAMA DE CIÊNCIAS SOCIAIS NO ESTADO DA BAHIA – COLUMBIA UNIVERSITY – COMO VETOR PARA UMA MODERNIZAÇÃO CONSERVADORA BAIANA.

Santos, João Diogenes Ferreira dos
Fonte: Revista HISTEDBR On-line Publicador: Revista HISTEDBR On-line
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 31/08/2014 POR
Relevância na Pesquisa
75.88%
O presente artigo é fruto dos resultados da pesquisa, que foi um recorte do projeto de pesquisa vinculado ao Museu Pedagógico da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, denominado: Revistando o Programa das Ciências Sociais no Estado da Bahia – Columbia Universiy. Neste caso, o objetivo deste artigo é analisar o contexto histórico do citado Projeto, entendendo o mesmo como o caminho inicial da trajetória do desenvolvimento econômico da Bahia, que se ancorou na concepção política, marcada pelos traços autoritários. Esse Programa foi criado em 1949, por meio de um convênio entre a então Secretaria de Educação e Saúde do Estado da Bahia, sob o comando de Anísio Teixeira, e a Columbia University. Nesse contexto, as elites políticas baianas conceberam um projeto modernizador de inspiração liberal, que se iniciou no governo de Octávio Mangabeira (1947-1951). Desta forma, o propósito em estudar o Projeto Columbia e seu contexto é entender a trajetória de modernização baiana, articulada a uma concepção política conservadora das classes dominantes, cuja essência foi associar o desenvolvimento econômico à manutenção da ordem, com a finalidade de garantir a permanência do mandonismo, da relação de favor e do autoritarismo.