Página 1 dos resultados de 523 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

Bases moleculares do efeito do pH na atividas catalítica de duas lisozimas digestivas de Musca domestica (Diptera); Molecular basis of the pH effect on the catalytic activity of two digestive lysozymes from Musca domestica (Diptera)

Cançado, Fabiane Chaves
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 16/12/2008 PT
Relevância na Pesquisa
67.29%
Lisozimas são enzimas que fazem parte do mecanismo de defesa contra bactérias, no entanto lisozimas com função digestiva também são encontradas no trato digestivo de vertebrados e no intestino médio de insetos. As lisozimas digestivas de insetos são do tipo c e assim compartilham semelhanças estruturais e mecanísticas com a lisozima da clara de ovo de galinha (HEWL). Entretanto, para desempenhar sua função digestiva, as lisozimas de insetos apresentam algumas propriedades particulares entre as quais se destaca um pH ótimo mais ácido em relação às lisozimas não-digestivas. Para elucidar as bases moleculares dessa diferença no pH ótimo, duas lisozimas digestivas (lisozima 1 AAQ20048 e lisozima 2 AAQ20047) da larva de Musca domestica (mosca Diptera Cyclorrhapha), clonadas em Pichia pastoris e purificadas, foram caracterizadas estruturalmente e cineticamente com o substrato sintético (MUQ3) e natural (cápsulas de Micrococcus lysodeikticus). Foi observado que o efeito do pH na atividade das lisozimas 1 e 2 sobre o MUQ3 é uma curva com formato de sino e pH ótimo mais ácido que o da HEWL. Essas curvas foram reflexos da diminuição simultânea dos valores de pKas do nucleófilo e do doador de prótons. Estruturas cristalográficas das lisozimas digestivas de Musca domestica foram obtidas a 1...

Fisiologia molecular digestiva de Musca domestica (DIPTERA); Molecular physiology of Musca domestica (Diptera)

Padilha, Marcelo Henrique Peteres
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 13/11/2009 PT
Relevância na Pesquisa
67.39%
A mosca domestica (Musca domestica) é um dos insetos largamente distribuído e conhecido pelo homem. A larva de M. domestica possui no conteúdo luminal do ventrículo anterior e médio uma atividade proteolítica com pH ótimo entre 3,0 3,5 e propriedades cinéticas similares a catepsina-D. Três cDNAs codificantes para preprocatepsina-D (ppCAD1, ppCAD2 e ppCAD3) foram clonados a partir de uma biblioteca de cDNA ventricular de larvas de M. domestica. As sequências possuem o peptídeo sinal, o propeptídeo e a enzima madura contendo os resíduos catalíticos e todos os resíduos de ligação ao substrato conservados, achados em uma catepsina-D lisossomal bovina. Um cladograma de sequências de aminoácidos de catepsinas-D de insetos e vertebrados depositados no GENBANK formou um grande grupo dividido em duas ramificações monofiléticas: Uma com sequências de vertebrados e a outra com sequências de catepsinas-D lisossomais de insetos incluindo a ppCAD1. A sequência do pepsinogênio humana, ppCAD2, ppCAD3 e uma sequência de D. melanogaster são excluídas desse grande grupo indicando uma função não lisossomal para essas sequências. ppCAD3 deve corresponder a uma catepsina-D digestiva encontrada no conteúdo luminal em larvas do inseto devido: (1) Análise por RT-PCR indicam que os transcritos codificantes para a CAD3 são expressos no ventrículo anterior e porção proximal do ventrículo médio. (2) pCAD3 recombinante após autoativação sob condições ácidas possui um pH ótimo entre 2...

Influência sazonal sobre os períodos de pré-pupa e de pupa de Musca domestica, na região de Porto Alegre, RS, Brasil; Seasonal influence on pre-pupa periods of Musca domestica in Porto Alegre, RS, Brazil

Torres, Jaqueline Reis; Oliveira, Carlos Marcos Barcellos de; Wald, Vera Beatriz
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
67.33%
A Musca domestica tem todas as fases do seu ciclo evolutivo no meio ambiente e, apesar de não exercer um parasitismo direto sobre o homem ou animais, pode servir como hospedeiro intermediário para alguns helmintos que parasitam animais domésticos. As variações de temperatura e outros fatores climáticos influenciam diretamente sobre o tempo de duração do seu ciclo e no tamanho das populações. O trabalho objetivou estimar a influência da temperatura e da umidade relativa do ar (UR) no tempo de desenvolvimento dos períodos de pré-pupa e de pupa da M. domestica mantidas em condições controladas de laboratório ou sob condições naturais, na região de Porto Alegre, RS, Brasil. O total de larvas L3 maduras, de uma mesma postura, era separado em dois grupos, sendo um deles mantido no laboratório e o outro em ambiente externo ao laboratório. Os dois grupos foram observados diariamente para o registro do número de pupas formadas e número de adultos emergidos. O período de pré-pupa no laboratório oscilou entre 3,73 dias no verão e 4,23 dias na primavera, enquanto que no meio ambiente a variação foi de 4,40 dias no verão até 6,43 dias no inverno. As pupas mantidas em laboratório emergiram entre 4,96 dias no verão e 5...

Estudos dos parâmetros biológicos envolvendo fungos entomopatogênicos e Musca domestica (Diptera: Muscidae) : imunologia, interação patógenos-hospedeiro, fisiologia e controle biológico; Studies of the biological parameters involving entomopathogenic fungi and Musca domestica (Diptera: Muscidae): immunology, host-pathogen interaction, physiology and biological control

Fernandes, Elio Gomes
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
67.37%
A Musca domestica é a principal praga em aviários comerciais e o uso de inseticidas químicos vêm gerando resistência nessas moscas. Portanto, cada vez mais, estudos envolvendo a interação patógeno-hospedeiro visando o controle microbiano dessa mosca são importantes. Foram feitos isolamentos de fungos no aviário, estudos de esporulação e enzimas extracelulares, os processos de infecção, análise da resposta inflamatória e identificação dos hemócitos das larvas de Musca domestica, além de bioensaios e controle no aviário com Metarhizium anisopliae. Nenhum fungo entomopatogênico foi isolado no aviário. Os fungos Paecilomyces sp e Metarhizium anisopliae esporularam melhor no meio ágar batata maltose enquanto que Beauveria bassiana, o melhor resultado foi obtido com agar batata com 0,1% de glicose. Nos ensaios enzimáticos, protease foi a enzima mais produzida por Metarhizium anisopliae e Paecilomyces sp, e caseinases por Beauveria bassiana. A microscopia eletrônica de varredura mostrou as etapas de infecção do Metarhizium anisopliae em larvas de Musca domestica ao passo que a resposta imunológica durante as etapas de infecção demonstraram um pico de hemócitos em 48 horas após o início da infecção nessas larvas...

Stochastic dynamics of Musca domestica (Diptera: Muscidae) and Chrysomya putoria (Diptera: Calliphoridae)

Cerigatto, Wanderley; Souza Riback, Thais Irene; Thyssen, Patricia Jacqueline; Reigada, Carolina; Moretti, Thiago de Carvalho; Conde Godoy, Wesley Augusto
Fonte: Medwell Online Publicador: Medwell Online
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 534-540
ENG
Relevância na Pesquisa
67.12%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); We analysed the stochastic dynamics of Musca domestica L. (Muscidae) and Chrysomya putoria (Wiedemann) (Calliphoridae), 2 important dipteran species that are pests of poultry housing. The study, is an attempt to examine demographic attributes of each species and compare ecological patterns of fluctuation, by combining empiricism with ecological modelling. The results of the ecological simulations suggest differences between the 2 species with respect to susceptibility to local extinction. Musca domestica is a species with a better population performance than that of C. putoria, mainly with respect to its survival. Chrysomya putoria is apparently more prone to extinction than is M. domestica and with stochastic fecundity exhibited fluctuations trending to cyclic oscillations, differing clearly from M. domestica. A reverse result was observed in M. domestica. With stochastic survival it was more prone to exhibit cycling than was C. putoria These results are important to the implementation of population-control programs, mainly emphasising the implications of biological invasions and colonisation of new areas by exotic species.

Morphometric variations in the housefly, Musca domestica (L.) with latitude

Alves, Sueli Maria; Bélo, Muracy
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 243-251
ENG
Relevância na Pesquisa
66.88%
Morphologic analysis of geographic strains of Musca domestica carried out on natural and laboratory experiments starting with 400 and 800 eggs showed phenotypic variations related with latitude. Females of the natural populations showed clines for several morphological traits of the wing, whereas male flies showed a reduction in the dispersion measures (s2 and CV) of wing width and length. The same reduction was obtained for males, females and total number of flies of the natural populations in dispersion of the number of bristles on the fourth abdominal sternite. A significant negative correlation was observed for the head width of females and for the total number of flies emerged in the laboratory experiments started with 400 eggs. All flies produced by the experiments starting with 800 eggs showed a reduction in variability of dispersion of the bristles on the fourth abdominal sternite in the strains obtained from locations south of the area analyzed. Evolutionary aspects of these correlation coefficients between morphometric traits and latitude are discussed.

Teores de rotenona em Clones de Timbó (Derris Spp. Fabaceae) de diferentes regiões da Amazônia e os seus efeitos na emergência de Imagos em Musca Domestica L

Costa, José Paulo Chaves da; Alves, Sérgio de Mello; Bélo, Muracy
Fonte: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia Publicador: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 563-573
POR
Relevância na Pesquisa
67.02%
The rotenone contents analysis in clones of three timbó species permited the classification of these plants based on their efficiency to control Musca domestica larvae. The results showed significant correlations between the rotenone contents in the Derris urucu and D. nicou clones with the capacity to control the larvae. The plants with high rotenone contents were more effective. The rotenone contents, the effect of Derris species clones on the flics and the localization of the plants origin, showed that among the plants could have happened a populational isolation in the Amazonia during the pleistocene epoch. In Derris sp., that presented lower rotenone contents and was ineffective to control of the larvae, these differences were not observed.; A análise dos teores de rotenona, em clones de três espécies de timbó, permitiram a classificação destas plantas de acordo com as suas eficiências no controle de larvas de Musca domestica. Os resultados evidenciaram correlações significativas entre os teores de rotenona apresentados pelos clones de Derris urucu e de Derris nicou, com relação a capacidade de controle das larvas. As plantas com os maiores teores de rotenona foram as mais eficientes. O conteúdo de rotenona, os efeitos dos clones das espécies de Derris nas moscas...

Estudos estruturais e funcionais de duas glicosideo hidrolases : a celulase putativa XF0810 de Xylella fastidiosa e a lisozima digestiva 1 de Musca domestica; Structural and functional studies of two glycosyl hydrolases : the putaitve cellulase XF0810 of Xylella fastidiosa and the digestive lysozyme 1 of Musca domestica

Amanda Abdalla Valerio
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 25/07/2007 PT
Relevância na Pesquisa
67.15%
Glicosídeo hidrolases (EC 3.2.1.-) são enzimas que hidrolisam ligações glicosídicas. Neste trabalho realizamos estudos funcionais e estruturais de duas glicosídeo hidrolases: a celulase XF0810 de Xylella fastidiosa e a lisozima digestiva 1 de Musca domestica (MdL1). A celulase XF0810 está anotada no genoma da X. fastidiosa como membro da família 5 das glicosídeo hidrolases (EC 3.2.1.4). Após a amplificação, clonagem, expressão e purificação da mesma; prosseguimos com os experimentos de filtração em gel analítica, dicroísmo circular, DLS, ensaio enzimático e cristalização desta proteína. Foi feito um estudo de modelagem onde ficou evidenciado que a XF0810 não pertenceria à família 5 pois quatro dos sete resíduos conservados que caracterizam esta família foram substituídos, incluindo os dois resíduos catalíticos de glutamato essenciais para o mecanismo de clivagem de retenção. Isto foi comprovado através da ausência de atividade nos ensaios feitos com a proteína purificada. A MdL1 pertence à família 22 das glicosídeo hidrolases (EC 3.2.1.17) e foi cristalizada com o ligante Nacetilquitotetraosídeo para a difração de raios X. A resolução da estrutura (2H5Z no PDB) foi realizada por meio do método de substituição molecular tendo como modelo a estrutura nativa. A análise comparativa da MdL1 com outras lisozimas de quatro classes diferentes de animais mostrou grande semelhança e pequenas diferenças apenas na região das voltas. Estas diferenças foram utilizadas para explicar as características especiais de uma lisozima com função digestiva. A volta na região definida pelos resíduos 98-100 apresenta uma deleção na MdL1...

Encontro do parasita Hemencyrtus herbertii (Hymenoptera: Encyrtidae) em Musca domestica (Diptera: Muscidae) no Brasil

Marchiori,Carlos H; Pereira,Luiz A; S Filho,Otacilio M
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2002 PT
Relevância na Pesquisa
66.88%
Relata-se a primeira ocorrência de Hemencyrtus herbertii parasitando pupas de Musca domestica em fezes humanas no Brasil.

Evaluation of different Cypermethrin formulations and concentrations in the control of Musca domestica

Gebara,Amir Bertoni; Ferreira,Cláudio Santos; Guimarães,José Henrique
Fonte: Instituto Oswaldo Cruz, Ministério da Saúde Publicador: Instituto Oswaldo Cruz, Ministério da Saúde
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1989 EN
Relevância na Pesquisa
66.88%
Cypermethrin (4 g/l, 5 g/l wettable powder and 7 ml/l, 10 ml/l emulsifiable concentrate) was tested, under laboratory conditions, against the adult Musca domestica. As a standard for comparison, a 6 ml/l concentrate suspension formulation of deltamethrin was used. One and twenty-four hours after application, mortality counts showed that the substances under test killed, respectively, more than 80% and 85% of the exposed insects. Under the conditions of the test, cypermethrin was considered effective in the control of the house fly.

Resistance of Musca domestica L. populations to cyromazine (insect growth regulator) in Brazil

Pinto,Mara Cristina; Prado,Angelo Pires do
Fonte: Instituto Oswaldo Cruz, Ministério da Saúde Publicador: Instituto Oswaldo Cruz, Ministério da Saúde
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2001 EN
Relevância na Pesquisa
66.88%
Five field populations of Musca domestica L. collected in poultry farms were bioassayed in order to detect possible resistance to the larvicide cyromazine in Brazil. The concentrations used were 0, 0.5, 0.1, 0.2, 0.4, 1, 2, 4 and 8 ppm. Three populations (Petrópolis, RJ, Montes Claros, MG and Promissão, SP) were resistant, while the other two populations (Ibiuna, SP and Monte Mor, SP) were more susceptible than the reference pathern used by the World Health Organization. The presence of three resistant house fly populations to cyromazine in Brazilian poultry farms strongly suggests that the operational aspects of larvicide use are important for the resistance development. Cyromazine is applied as a feed-through, both in Brazil and in the USA, where resistance has already been documented. However, in Denmark, where it was approved only as a topical manure spray, no case of resistance has yet been detected.

Isolation of fungi in Musca domestica Linnaeus, 1758 (Diptera: Muscidae) captured at two natural breeding grounds in the municipality of Seropédica, Rio de Janeiro, Brazil

Sales,Márcia de Senna Nunes; Costa,Gisela Lara da; Bittencourt,Vânia Rita Elias Pinheiro
Fonte: Instituto Oswaldo Cruz, Ministério da Saúde Publicador: Instituto Oswaldo Cruz, Ministério da Saúde
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2002 EN
Relevância na Pesquisa
66.88%
The objective of this study was to isolate and identify fungal species found in natural association with adults of Musca domestica. The adult insects were collected from two natural breeding grounds: hog pens and an urban sanitary landfill. The isolated fungi were identified as: Aspergillus flavus (23.8%), A. niger var. niger (14.4%), Penicillium corylophilum (21.4%), P. fellutanum (11.9%), Cladosporium cladosporoides (4.7%), Fusarium sp. (4.7%), Alternaria alternata (11.9%), Curvularia brachyspora (2.4%), Mycelia sterilia (2.4%) and the Mucorales order (2.4%).

Enterobactérias associadas a adultos de Musca domestica (Linnaeus, 1758) (Diptera: Muscidae) e Chrysomya megacephala (Fabricius, 1754) (Diptera: Calliphoridae) no Jardim Zoológico, Rio de Janeiro

Oliveira,V.C.; D’Almeida,J.M.; Abalem de Sá,I.V.; Mandarino,J.R.; Solari,C.A.
Fonte: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Publicador: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2006 PT
Relevância na Pesquisa
66.94%
Enterobactérias foram identificadas em adultos de Musca domestica (Linnaeus, 1758) (Diptera: Muscidae) e Chrysomya megacephala (Fabricius, 1754) (Diptera: Calliphoridae). Ambas as espécies foram capturadas no Jardim Zoológico da cidade do Rio de Janeiro e tiveram a superfície externa do corpo lavada e o sistema digestivo dissecado, para análise bacteriológica. Identificaram-se Escherichia coli, Citrobacter sp., Proteus mirabilis, Morganella sp., Klebsiella sp., Pseudomonas sp., Enterobacter sp. e Salmonella Agona. P. mirabilis foi o isolado bacteriano mais freqüente. Em duas amostragens (8%) de C. megacephala, isolou-se Salmonella Agona. As amostras de E. coli não foram enteropatogênicas. M. domestica e C. megacephala são potenciais veiculadoras de bactérias causadoras de enterites em humanos e animais.

Susceptibilidade de adultos de Musca domestica (Linnaeus, 1758) (Diptera, Muscidae) a organofosforado (Phosmet®), em condições de laboratório

Chaaban, Amanda; Barbieri Junior, Élio; Caixeiro, Janaína Marques Rodrigues; Costa, João Batista Neves da; Borja, Gonzalo Efrain Moya
Fonte: Inmetro - Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia Publicador: Inmetro - Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.98%
5 p. : il.; Musca domestica (L., 1758) presents great medical, veterinary and public health importance. Aiming to avoid the accelerated development of insect resistance to insecticides, it is highly advisible to rotate insecticides. For this reason, the organophosphates continue to be a group of insecticides of importance, presenting low toxicity for animals and environment, associated to a low cost, mainly if applied in a rational rotation strategy. The current experiment aimed to evaluate the susceptibility of adults of M. domestica, using a composed 0,0-dimethyl- Sphthalimidomethyl phosphorodithioate. The tests were accomplished by topical application of 1μl of the insecticide (diluted in organic solvent) on the prothoraxic of the insects. Five concentrations of the insecticide were evaluated, consisting of four repetitions, by the use of 20 flies per repetition. The LD50 found for the i nsecticide, after 24 and 48 hours of exposure were: 0,00273 mol/l and 0,00234 mol/l, respectively. The tested insecticide showed toxicity to adults of M. domestica, what signals the possible application of this insecticide in the control of this insect.

Avaliação de Musca domestica como vetor mecanico de microrganismos patogenicos em queijo minas frescal.; Evaluation of Musca domestica as mechanical vector of pathogenic microrganisms in Minas frescal cheese.

Gina Maria Bueno Quirino Cardozo
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/02/2007 PT
Relevância na Pesquisa
67.25%
As moscas são consideradas responsáveis pela transmissão de doenças de origem alimentar ao atuarem como vetores mecânicos de microrganismos patogênicos, como Shigella sp, Salmonella Enteriditis, Escherichia coli O157:H7, Campylobacter jejuni desde o reservatório até os alimentos. Os produtos lácteos, principalmente os produzidos artesanalmente quase sempre em condições inadequadas de higiene, são os mais susceptíveis a estes tipos de vetores, representando sérios riscos à saúde do consumidor. A contagem total de bactérias aeróbias mesofílicas e de coliformes totais e fecais, a presença de microrganismos patogênicos em população de moscas domésticas e o potencial de transmissão dos mesmos para queijos Minas frescal foram estudados neste trabalho. Os resultados confirmaram a presença de Musca domestica em todos os ambientes de fabricação de queijo Minas frescal aqui estudados. As análises microbiológicas das amostras de moscas domésticas, matéria-prima (leite) e produto final (queijo Minas frescal), coletadas em local de fabricação de queijo Minas frescal artesanal, demonstraram uma correlação entre os microrganismos patogênicos presentes no ?pool? de moscas, no leite e no queijo. As análises microscópicas das amostras de leite e queijo artesanal apresentaram matérias prejudiciais à saúde humana como mosca inteira...

Bioatividade de extratos a uosos de Eucalyptus sp. L'Hér. (Myrtaceae) e Melia azedarach L. (Meliaceae) sobre Musca domestica L. (Diptera, Muscidae); Bioactivity of a ueous extracts of Eucalyptus sp. L'Hér. (Myrtaceae) and Melia azedarach L. (Meliaceae) on Musca domestica L. (Diptera, Muscidae)

FREITAS, Sabrina Rodrigues Quadro de
Fonte: Universidade Federal de Pelotas; Biologia; Programa de Pós-graduação em Parasitologia; UFPel; BR Publicador: Universidade Federal de Pelotas; Biologia; Programa de Pós-graduação em Parasitologia; UFPel; BR
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
67.29%
The extracts of vegetal origin have been largely studied with the aim of obtaining an efficient and ecologically viable alternative to the control of plagues.The study of substances with selective deterrent bioactivity that affects insect s behavior, development and reproductive output is extremely important to avoid the problems caused by non selective chemical insecticides.Based in the importance of Musca domestica L.(Diptera,Muscidae)due to its high potential of carrying pathogens,its occurrence in high populations and in the lack of studies about the effects of vegetal extracts over insects,the present study was carried out with the objective of evaluating the deterrent bioactivity of aqueous extracts of Eucalyptus sp. L'Hér. (Myrtaceae)and Melia azedarach L.(Meliaceae)over larvae of M. domestica and the influence of the aqueous extract of M. azedarach on the oviposition behavior of this insect.To evaluate the influence of the aqueous extracts of Eucalyptus sp.and M. azedarach on larvae of M. domestica...; Os extratos de origem vegetal têm sido amplamente estudados visando se obter uma alternativa eficaz e ecologicamente viável para o controle de pragas.O estudo de substâncias com bioatividade deterrente seletiva,que atuem sobre o comportamento...

Encontro do parasita Hemencyrtus herbertii (Hymenoptera: Encyrtidae) em Musca domestica (Diptera: Muscidae) no Brasil; Finding of Hemencyrtus herbertii (Hymenoptera: Encyrtidae) parasite breeding in Musca domestica (Diptera: Muscidae) in Brazil

Marchiori, Carlos H; Pereira, Luiz A; S Filho, Otacilio M
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/2002 POR
Relevância na Pesquisa
67.19%
Relata-se a primeira ocorrência de Hemencyrtus herbertii parasitando pupas de Musca domestica em fezes humanas no Brasil.; This is the first report of the occurrence of Hemencyrtus herbertii (Hymenoptera: Encyrtidae) parasitizing pupae of Musca domestica (Diptera: Muscidae) in human feces in Brazil.

Patogenicidad in vitro de Beauveria brongniartii (Sacc.) Petch en Musca domestica (L.) como posible estrategia de control biológico en áreas ganaderas

Cova,Luis J; Scorza D,José V; García,Danny E; Cañizález,Luis M; Guedez,Clemencia del C; Maffey,Miguel; Medina,María G
Fonte: Instituto Nacional de Investigaciones Agricolas INIA, Maracay, Venezuela. Publicador: Instituto Nacional de Investigaciones Agricolas INIA, Maracay, Venezuela.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2009 ES
Relevância na Pesquisa
66.94%
Se realizó un experimento con el objetivo de evaluar en condiciones de laboratorio la patogenicidad de Beauveria brongniartii (cepa LF-05) en Musca domestica. Las conidias de B. brongniartii se obtuvieron a partir de una cepa introducida desde Perú. El hongo fue propagado en medio de cultivo agar-papa-dextrosa y luego en arroz semicrudo esterilizado. Las moscas F1 se obtuvieron a partir de especimenes silvestres, los cuales fueron capturados en una granja avícola (Betijoque, Venezuela). Ciento sesenta moscas adultas de 3 días de edad, distribuidas en 8 lotes con 17 hasta 40 moscas por frasco fueron anestesiadas con éter, para posteriormente aplicar suspensiones de B. brongniartii diluida en agua a partir una suspensión madre de 108 conidias/mL, resultando seis tratamientos, en función de la concentración: sin aplicación del hongo; 1,2 x 103; 1,2 x 104; 1,2 x 105; 1,2 x 106 y 1,2 x 107 conidias/mL. Se utilizaron además frascos controles con 100 moscas sanas que se sometieron únicamente a la anestesia con éter. El recuento de las moscas caídas, tanto en los frascos experimentales como en los controles, se hizo hasta el día 24. Mediante la metodología Probit® se determinó que los TL50 y TL95 se obtuvieron 11,08 y 13,25 días antes que en el control...

Protocolo de cria de Musca domestica en laboratorio

Martiradonna Ochipinti,Gianna; Soto Vivas,Ana; González,Julio
Fonte: Instituto de Altos Estudios en Salud Pública Dr. Arnoldo Gabaldon Publicador: Instituto de Altos Estudios en Salud Pública Dr. Arnoldo Gabaldon
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2009 ES
Relevância na Pesquisa
66.94%
Presentamos un método de cría de Musca domestica en condiciones de laboratorio, a una temperatura de 32ºC, humedad relativa de 70 a 80 % y fotoperiodo de 12 horas de luz, el ciclo biológico de M. domestica dura aproximadamente 9 días. La dieta para moscas adultas consiste en 80 gr de azúcar comercial, 250 mL de leche pasteurizada y agua filtrada. El medio de cultivo para larvas se elabora con tiras de papel de servilletas humedecidas con una solución de leche y levadura, éstas se colocan por capas de 5 centímetros en el interior de un frasco de vidrio hasta llenar 1/3 del volumen del mismo. Posteriormente se depositan aproximadamente 250 huevos, encima de los cuales se coloca la última capa seca de tiras papel. Transcurridos cinco días se procede a sacar las pupas del medio de cría. Estas se colocan en el interior de una jaula limpia y cuatro días después emergen los adultos.

Aislamiento de enterobacterias en la mosca común (Musca domestica) en Coro, estado Falcón, Venezuela

Trasmonte,Alirio; García,Yoneiro; Humbría,Leyla; García de Humbría,Leyla; Cazorla,Dalmiro
Fonte: Instituto de Altos Estudios en Salud Pública Dr. Arnoldo Gabaldon Publicador: Instituto de Altos Estudios en Salud Pública Dr. Arnoldo Gabaldon
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2009 ES
Relevância na Pesquisa
66.98%
La mosca común (Musca domestica) es una especie con una amplia ubicuidad adaptada a los ambientes humanos, y que constituye un problema de salud pública en aquellas áreas rurales y urbanas con un inadecuado manejo sanitario. En un intento por aislar enterobacterias en adultos de M. domestica, entre Enero y Mayo de 2006 se han recolectado, mediante mallas entomológicas ad hoc, 30 ejemplares en tres sitios de la ciudad de Coro, estado Falcón, Venezuela: mercado municipal (N=10), Hospital Universitario "Alfredo Van Grieken" (HUAVG) (N=10) y basurero municipal (N=10). El análisis bacteriológico reveló la presencia en el 96,67% de las moscas sembradas de seis géneros y diez especies de bacterias Gram negativas de la familia Enterobacteriaceae, incluyendo: Enterobacter cloacae, E. gergoviae, E. aerogenes, Escherichia coli, Pantoea agglomerans, Proteus mirabilis, P. vulgaris, Providencia rettgeri, P. alcalifaciens y Morganella morganii. De éstas, se aislaron siete especies de enterobacterias en las moscas capturadas en los alrededores del HUAVG, y seis en el mercado y el basurero municipales. P. agglomerans (30%: 9/30), P. mirabilis (23,33%: 7/30) y E. cloacae (16,67%: 5/30) fueron las especies bacterianas más frecuentemente aisladas. Como las especies de Enterobacteriaceae detectadas en el presente trabajo en M. domestica también han sido aisladas en infecciones dérmicas...