Página 1 dos resultados de 547 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

Projeto político pedagógico: reflexões sobre o discurso de educadores de Rio Claro; Political pedagogical project: reflections about the discourse of educators from Rio Claro

Breda, Mariana Roveroni
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 08/05/2015 PT
Relevância na Pesquisa
36.28%
Essa pesquisa apresenta uma reflexão sobre o discurso de educadores acerca do Projeto Político Pedagógico de suas instituições escolares. A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (L.D.B.E.N. 9394/96), em seu artigo 12, inciso I, estabelece como incumbência de cada estabelecimento de ensino, a elaboração e execução de sua proposta pedagógica. A discussão sobre a construção de projetos para as escolas repercutiu desde então, ganhando maior notoriedade com a idealização dos Projetos Pedagógicos. Ao ser definido como uma lei cresce a demanda pela implantação de tais projetos nas escolas públicas do país, fato que trouxe desafios à sua concretização. Um desses desafios decorre do estabelecimento de normas e prazos por instâncias superiores que pode resumir a sua efetivação ao cumprimento de uma exigência burocrática sem impacto na melhoria da escola. Somam-se as dificuldades dessa tarefa, uma série de discursos de ordem metodológica que estabelecem roteiros para a realização de tais projetos de forma que, instituições escolares diferentes, possam ter um mesmo modelo de Projeto Pedagógico. Incluímos nessa discussão, a existência de temáticas, de relevância social, que se associam a realização do Projeto Pedagógico e que podem possuir divergências quanto a seu entendimento. Assim...

A construção do projeto político-pedagógico na Escola Municipal de Educação Infantil (EMEI) Florípes Silveira de Souza

Evangelista, Marta Maria Toledo Teixeira
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 227 f. : il. color.
POR
Relevância na Pesquisa
36.39%
Pós-graduação em Educação - FFC; Esta dissertação é resultado da pesquisa realizada durante o período de 2004 a 2006 na Escola Municipal de Educação Infantil (Emei) Florípes Silveira de Souza no município de Bauru sobre o Projeto Político-Pedagógico cujos objetivos foram: identificar no plano teórico os elementos que constituem o Projeto Político- Pedagógico para a orientação e construção do referido Projeto na unidade escolar; observar e identificar com a equipe da Emei Florípes Silveira de Souza as concepções, papéis, mecanismos atribuídos e empregados na elaboração do Projeto Político-Pedagógico; resgatar a ação intencional de planejar e a potencialidade do coletivo; gerar o fortalecimento do grupo e sua unidade aumentando o grau de realização profissional dos membros da comunidade escolar; contribuir na formação continuada em serviço dos profissionais na elaboração do Projeto Político - Pedagógico. A metodologia utilizada foi a pesquisa-ação, pois enquanto pesquisadora e ao mesmo tempo diretora da referida escola, estabeleceu-se contato integral com o grupo pesquisado, coletando informações sobre os profissionais (professores, serventes e merendeiras) e também sobre o cotidiano escolar...

A construção do projeto político-pedagógico das escolas do campo do município de Araraquara

Brancaleoni, Ana Paula Leivar; Pinto, José Marcelino de Rezende
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 160-179
POR
Relevância na Pesquisa
36.3%
This study aimed to analyze the process of developing and implementing a politicalpedagogical project for rural schools in the city of Araraquara, focusing on one of the schools served. This is an ethnographic qualitative study. The instruments of data collection were participant observation, semi-structured interviews and documentary analysis. It was observed are a change in the community organization throughout the process, with regard to a more active attitude on the part of its members, who have pursued other means to claim the fulfillment of their demands by the Government and relevant institutions, which points to the pedagogical character of participation in the movement to fight for the education they desire. It was also noticed a process of re-signification by the subjects, of their own community identity while seated in an agrarian reform project, as well as a more effective participation of those in everyday life and school organization. It was also observed changes in indicators of school, with an increase in the achievement of students as well as reducing the dropout rate to zero, and the reduction of absenteeism of teachers.; O presente trabalho teve por objetivo analisar o processo de elaboração e implementação de um projeto político-pedagógico para as escolas do campo do Município de Araraquara...

Contribuição à história do municipio pedagógico no Brasil e em Portugal : estudo comparado dos casos de Uberabinha e Mafra; Contribution to the history of the county teaching in Brazil and Portugal : a comparative study of cases of Uberabinha and Mafra

Luciana Beatriz de Oliveira Bar de Carvalho
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/02/2010 PT
Relevância na Pesquisa
46.15%
Este trabalho objetivou apresentar as iniciativas da Câmara Municipal dos municípios de Uberabinha (atual Uberlândia), Minas Gerais, Brasil, e Mafra, em Portugal. Essas cidades constituíram focos importantes de propagação da instrução pública municipal. A pesquisa buscou compreender as ações de seus poderes legislativos no campo educacional, procurando sublinhar como as políticas municipais foram, de certo modo, concomitantes nesses dois municípios e simultâneas àquelas tomadas pelos governos centrais dos respectivos países, ou seja, Brasil e Portugal. O período de estudo começa em 1888, momento em que ocorre a emancipação política de Uberabinha, sendo organizadas as instituições políticas específicas da cidade, a exemplo da Câmara Municipal. Por outro lado, o ano de 1928 constitui a data-limite, porque indica a aprovação de um conjunto de leis relativas à educação mineira que ficou conhecida como reforma Francisco Campos, de 1927 e 1928. Já para o caso português, elegemos o mesmo ano de 1888. Embora as origens da Câmara Municipal de Mafra remontem à data anterior, a discussão no âmbito da educação não é menos candente. O corte cronológico final é 1927. Assim, de início se discute o sentido da educação para...

O local na história da educação: o município pedagógico em Portugal e Brasil

Neto, Wenceslau Gonçalves; Magalhães, Justino
Fonte: Liber Livro Editora Publicador: Liber Livro Editora
Tipo: Parte de Livro
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
66.32%
Na história da educação em Portugal e Brasil, quer as instituições educativas, quer os municípios pedagógicos são estruturantes da história local e são instâncias fundamentais na mediação entre a história local e a história nacional.Neste estudo, toma-se o município pedagógico como categoria historiográfica e historiam-se alguns municípios portugueses e brasileiros.

O Local e a Educação: para a História do Município Pedagógico

Magalhães, Justino
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /09/2006 POR
Relevância na Pesquisa
66.36%
Traça-se um quadro evolutivo da legislação e da realidade escolar portuguesas, tomando como principal referência o Poder Local e muito particularmente o Município. Problematiza-se e documenta-se o conceito de Município Pedagógico.

O local e a decisão política em educação, aspectos teóricos e metodológicos da História do Município Pedagógico

Magalhães, Justino
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em 22/06/2008 POR
Relevância na Pesquisa
66.47%
Após teorizar e sistematizar alguns aspectos fundamentais sobre o local e a educação, procurarei conceptualizar o município como instância de realização e de decisão em matéria de educação. No que se refere ao local educativo, tomarei mesmo o município como entidade histórica principal, sob a denominação de município pedagógico. Procurarei sistematizar alguns aspectos da historiografia do município pedagógico. Referir-me-ei, por fim, ao significado da história dos municípios pedagógicos para a história da educação em Portugal, esboçando algum paralelo com a história da educação do Brasil.

Os Arquivos e os Museus Autárquicos na Construção do Município Pedagógico

Magalhães, Justino
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
66.5%
A longa Modernidade educativa ocidental foi atravessada pela tensão entre centralidade e polarização. A centralidade encontrou no Estado-Nação a estrutura orgânica e a mobilização cívico-patriótica fundantes do Estado-educador. No contraponto da centralização e, mais recentemente, da federação e da globalização, o município, enraizado na tradição e preservando uma matriz autárcita, foi a estrutura básica, educativa e cultural, de autonomização local, representando as populações e as comunidades no duplo desafio: reforço da identidade histórica; integração do Nação-Estado. No quadro da Modernidade, o urbano foi-se sobrepondo ao rural, como resposta ao aumento demográfico e ao progresso, conglomerando e diversificando a paisagem, encurtando as distâncias, entretecendo novas sociabilidades. A cultura escrita tornou-se o meio de comunicação por excelência nesse quadro de mudança. Através da memória municipal, urbana e rural, a educação escolar passou a fazer parte do núcleo duro transformativo. Na autonomização, na integração local, no desenvolvimento e no progresso, o município tendeu a constituir-se como município-pedagógico. Dando consequência ao município administrativo e ao município social...

O município liberal e a decisão política

Magalhães, Justino
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /12/2013 POR
Relevância na Pesquisa
56.3%
Desde o final da Idade Média que os concelhos possuíam uma escrita organizada e se foram constituindo como poder público. Legitimados pela eleição dos oficiais camarários, os concelhos eram responsáveis pelo cumprimento dos Usos e Costumes e de outras Posturas municipais. No trânsito do Antigo Regime, emergiam como representantes do público – estatuto que foi retomado e reforçado pelas autoridades revolucionárias e reformadoras do Regime Liberal. A instrução pública tornou-se prerrogativa do Liberalismo. Em Portugal, desde antes da Revolução de 1820 que aumentou a procura da alfabetização. A partir dos anos 40 do século XIX, por iniciativa própria ou pressionados pelo governo central, os municípios portugueses passaram a decidir de forma sistemática em matéria de instrução pública. No processo de autonomia, integração, desenvolvimento e identidade do local, o município constituiu-se como município-pedagógico. Uma historiografia do municipalismo no quadro da modernização educativa, política e social, por paralelo com as histórias nacionais e transversal aos ciclos histórico-pedagógicos, seja na Europa, seja no Novo Mundo – particularmente o Brasil, permitirá a reconstituição e a revisitação das memórias...

O Município Pedagógico e a Escrita do Local. Centenário da Reforma Republicana da Administração Local

Magalhães, Justino
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
46.15%
Este texto procura fazer o ponto de situação relativamente ao projecto Atlas- Repertório dos Municípios na Educação e na Cultura em Portugal (1820-1986), introduz, ainda que de forma sumária, a escrita do local como uma das prerrogativas deste projecto e, por fim, contém um apontamento, também necessariamente breve, sobre o Centenário da Reforma Republicana da Administração Local, que consta do Decreto de 7 de Agosto de 1913. Nesse sentido, retoma-se aqui o objectivo principal do Atlas-Repertório, que é inventariar e reconstituir a oferta educativa e cultural de iniciativa municipal. Na sequência, articula-se o Encontro Nacional Municipalismo em Portugal: dinâmicas locais e oferta educativa e cultural (séculos XVIII-XX). Centenário da Reforma Republicana da Administração local com o projecto Atlas-Repertório, aprofunda-se o debate teórico, abrindo à interdisciplinaridade, e intenta-se reinterpretar o olhar historiográfico sobre o País, tomando o Atlas-Repertório como escrita do local.

O Município Pedagógico e a Escrita do Local. Centenário da Reforma Republicana da Administração Local

Magalhães, Justino
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
46.15%
Este texto procura fazer o ponto de situação relativamente ao projecto Atlas-Repertório dos Municípios na Educação e na Cultura em Portugal (1820-1986). Introduz, ainda que de forma sumária, a escrita do local como uma das prerrogativas deste projecto e, por fim, contém um apontamento, também necessariamente breve, sobre o Centenário da Reforma Republicana da Administração Local, que consta do Decreto de 7 de Agosto de 1913. Nesse sentido, retoma-se aqui o objectivo principal do Atlas-Repertório, que é inventariar e reconstituir a oferta educativa e cultural de iniciativa municipal. Na sequência, articula-se o Encontro Nacional Municipalismo em Portugal: dinâmicas locais e oferta educativa e cultural (séculos XVIII-XX). Centenário da Reforma Republicana da Administração local com o projecto Atlas-Repertório, aprofunda-se o debate teórico, abrindo à interdisciplinaridade, e intenta-se reinterpretar o olhar historiográfico sobre o País, tomando o Atlas-Repertório como escrita do local.

Do Portugal das Luzes ao Portugal Democrático: Atlas-Repertório dos Municípios na Educação

Magalhães, Justino
Fonte: Instituto de Educação da Universidade de Lisboa Publicador: Instituto de Educação da Universidade de Lisboa
Tipo: Livro
Publicado em /12/2014 POR
Relevância na Pesquisa
46.27%
Este livro é financiado por fundos nacionais através da FCT-Fundação para a Ciência e a Tecnologia (contrato PTDC/CPE-CED/116938/2010); Do Portugal das Luzes ao Portugal Democrático. Atlas-Repertório dos Municípios na Educação resulta do projecto “Atlas-Repertório dos Municípios na Educação e na Cultura, em Portugal (1820-1986)”,com sede no Instituto de Educação da Universidade de Lisboa, financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia [Referência PTDC/CPE-CED/116938/2010]. O projecto contou ainda com um apoio financeiro da Fundação Calouste Gulbenkian para publicação dos Inquéritos às Escolas de 1863 e de 1875. Este Atlas-Repertório tem por limite temporal 1750 e 1986. Contém uma introdução e uma teorização sobre o município como unidade histórica, cartográfica, pedagógica. O Atlas-Repertório é uma sequência de cinco quadros histórico-pedagógicos: 1º Pombalismo-Joanismo/ estatalização; 2º Vintismo, liberalismo, regeneração/ nacionalização; 3º O local como autarcia – município pedagógico/ republicanismo; 4º Estado Novo/ município corporativo; 5º Revolução Democrática e municipalismo na universalização da educação básica. Os municípios fizeram educação e tomaram a escola como meio de integração...

O acompanhamento pedagógico e o ensino de matemática em escolas rurais: analisando concepções e práticas

Rafaela Barbosa de Farias, Marcela; Eduardo Ferreira Monteiro, Carlos (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.37%
Com o objetivo de analisar o acompanhamento pedagógico oferecido em escolas rurais, especificamente, na área de Matemática, de um município pernambucano, este estudo entrelaça três principais temáticas, o Ensino de Matemática, a Educação Rural e a Formação Continuada de Professores, a partir das concepções e conceitos defendidos pelos teóricos das referidas temáticas tais como, Leite (2002); Heliodoro (2001); Shön (1992). Os dados de pesquisa foram coletados junto a quatro supervisores locais, duas supervisoras regionais e quatro professoras que fazem parte de duas realidades diferentes de escolas rurais nucleadas e independentes. Como instrumentos de coleta de dados, observaram-se as práticas de acompanhamento pedagógico, realizaram-se entrevistas com todos os envolvidos no estudo, e videografaram-se aulas de Matemática ministradas pelas professoras. Os dados foram analisados a partir de uma perspectiva qualitativa, na qual foram elaboradas categorias baseadas nos roteiros utilizados, bem como nas falas dos participantes. Os resultados indicaram que o momento de acompanhamento pedagógico se constitui como um importante instrumento para a formação continuada de professores, na medida em que pode oportunizar reflexões sobre as ações. Por meio de sugestões e de conversas pessoais os professores compartilham suas dúvidas e necessidades com os supervisores...

O Projeto político-pedagógico na perspectiva de consolidação da cultura organizacional e da autonomia da escola

Garcia, Luciane Terra dos Santos
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.27%
In this research, we have found that, besides the literature in educational area presents the politic-pedagogical project as a pedagogical component that is able to promote changes in educational practices and to consolidate the school autonomy, some researches point to an opposite view-point, mainly due to the fact that these researches verify that several schools have elaborated their project just to comply with a formal exigency of the Brazilian educational reform implemented from the 1990 decade. Despite of the neoliberal and neoconservative forces (that guide this reform) understand the politic-pedagogical project as a way of stimulating scholar organizations, in order to put in practice the educational politics of this decade, we understand that this project can, in fact, promote changes in the scholar practices in the sense of overcoming the bureaucratic scholar culture historically developed in this environment. This research presumes that the process of planning, implementation and evaluation of school actions that is excited by the politic-pedagogical project can stimulate the subjects to develop practices, values, and senses, bypassing in some aspects the culture that is traditionally instituted in school, what will certainly favor the construction of its autonomy. The research that we have done in Professor Ascendino de Almeida Municipal School situated in the South Zone of Natal...

Os Municípios na Modernização Educativa

Adão, Áurea; Magalhães, Justino
Fonte: Instituto de Educação da Universidade de Lisboa Publicador: Instituto de Educação da Universidade de Lisboa
Tipo: Livro
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
46.32%
Este livro é financiado por fundos nacionais através da FCT - Fundação para a Ciência e a Tecnologia (contrato PTDC/CPE-CED/116938/2010); Os Municípios na Modernização Educativa é o terceiro ebook de uma série dedicada aos Municípios na Educação e na Cultura. Tal como os anteriores, resulta do projeto “Atlas-Repertório dos Municípios na Educação e na Cultura, em Portugal (1820-1986)”,com sede no Instituto de Educação da Universidade de Lisboa, financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia [Referência PTDC/CPE-CED/116938/2010]. O projeto contou ainda com um apoio financeiro da Fundação Calouste Gulbenkian para publicação dos Inquéritos às Escolas de 1863 e de 1875. Este ebook contém uma abordagem interdisciplinar do complexo municipalização-estatalização-modernização. A história é no entanto a abordagem principal. O ebook é composto por dezasseis estudos, um conjunto dos quais reporta à realidade portuguesa, espanhola e, de algum modo, europeia. Um outro conjunto de textos incide sobre a realidade brasileira. Esta publicação está dividida em três partes: os municípios na educação e na cultura; municipalismo e desenvolvimento local; municípios brasileiros, a educação e o desenvolvimento local. Ainda que de modo próprio...

Os Arquivos e os Museus Autárquicos na construção histórica do Município Pedagógico

Magalhães, Justino
Fonte: Actas do Encontro Nacional de Arquivos Municipais Publicador: Actas do Encontro Nacional de Arquivos Municipais
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; article Formato: application/pdf
Publicado em 26/10/2011 POR
Relevância na Pesquisa
46.43%
A longa Modernidade educativa ocidental foi atravessada pela tensão entre centralidade e polarização. A centralidade encontrou no Estado-Nação a estrutura orgânica e a mobilização cívico-patriótica fundantes do Estado-educador. No contraponto da centralização e, mais recentemente, da federação e da globalização, o município, enraizado na tradição e preservando uma matriz autárcita, foi a estrutura básica, educativa e cultural, de autonomização local, representando as populações e as comunidades no duplo desafio: reforço da identidade histórica; integração do Nação-Estado. No quadro da Modernidade, o urbano foi-se sobrepondo ao rural, como resposta ao aumento demográfico e ao progresso, conglomerando e diversificando a paisagem, encurtando as distâncias, entretecendo novas sociabilidades. A cultura escrita tornou-se o meio de comunicação por excelência nesse quadro de mudança. Através da memória municipal, urbana e rural, a educação escolar passou a fazer parte do núcleo duro transformativo. Na autonomização, na integração local, no desenvolvimento e no progresso, o município tendeu a constituir-se como município-pedagógico. Dando consequência ao município administrativo e ao município social...

O município pedagógico e a escrita do local. Centenário da reforma republicana da administração local

Magalhães, Justino; Instituto de Educação, Universidade de Lisboa
Fonte: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém Publicador: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 20/05/2014 POR
Relevância na Pesquisa
46.15%
Este texto procura fazer o ponto de situação relativamente ao projecto Atlas-Repertório dos Municípios na Educação e na Cultura em Portugal (1820-1986), introduz, ainda que de forma sumária, a escrita do local como uma das prerrogativas deste projecto e, por fim, contém um apontamento, também necessariamente breve, sobre o Centenário da Reforma Republicana da Administração Local, que consta do Decreto de 7 de Agosto de 1913. Nesse sentido, retoma-se aqui o objectivo principal do Atlas-Repertório, que é inventariar e reconstituir a oferta educativa e cultural de iniciativa municipal. Na sequência, articula-se o Encontro Nacional Municipalismo em Portugal: dinâmicas locais e oferta educativa e cultural (séculos XVIII-XX). Centenário da Reforma Republicana da Administração local com o projecto Atlas-Repertório, aprofunda-se o debate teórico, abrindo à interdisciplinaridade, e intenta-se reinterpretar o olhar historiográfico sobre o País, tomando o Atlas-Repertório como escrita do local.

Relaciones entre el estilo pedagógico de los docentes del programa de formación complementaria y el modelo pedagógico social-cognitivo de la Institución Educativa Normal Superior Fabio Lozano Torrijos de Fálan, Tolima

Fonte: Ibagué : Universidad del Tolima, 2014; Facultad de Ciencias de la Educación, Maestría en Educación Publicador: Ibagué : Universidad del Tolima, 2014; Facultad de Ciencias de la Educación, Maestría en Educación
Tipo: Trabajo de grado - Maestría; Text; info:eu-repo/semantics/masterThesis; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf
SPA
Relevância na Pesquisa
36.29%
120 Páginas; Recurso Electrónico; Este trabajo pretende identificar las concepciones y las prácticas de los docentes del programa de formación de maestros de la Normal Superior Fabio Lozano Torrijos del municipio de Falan, en torno a tres componentes del modelo pedagógico social-cognitivo adoptado por la institución: El proceso de enseñanza y aprendizaje, la evaluación, y las relaciones entre docentes y estudiantes. Para analizar cada componente se aplicó un cuestionario, luego se realizó un taller con los docentes, posteriormente se realizaron observaciones de prácticas y finalmente se entrevistaron estudiantes. Se encontró que las concepciones de los docentes sobre los tres componentes están en concordancia con los planteamientos del modelo pedagógico, pero que no todos los docentes llevan estas concepciones a la práctica pues se evidenciaron prácticas que no corresponden a los lineamientos establecidos en el modelo pedagógico por lo que se recomienda realizar procesos de formación permanente y reflexivos sobre los estilos pedagógicos.; ABSTRACT . This project aims to identify the conceptions and practices of the educators working in the teacher training program at Normal Superior Fabio Lozano Torrijos in the municipality of Falan...

HISTÓRIA COMPARADA DO MUNICÍPIO PEDAGÓGICO NO BRASIL E EM PORTUGAL: OS CASOS DE UBERABINHA E MAFRA

Carvalho, Carlos Henrique de; Carvalho, Luciana Beatriz de Oliveira Bar de
Fonte: Revista HISTEDBR On-line Publicador: Revista HISTEDBR On-line
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 15/08/2012 POR
Relevância na Pesquisa
46.15%
centrou-se no período da primeira República brasileira. Esse recorte se justifica porque a mudança de regime de governo (monárquico para republicano) ocorreu nos dois países, assim como um debate intenso sobre a expansão do ensino público na esfera municipal; prova disso são os numerosos decretos e as leis relativos à necessidade de se implantar a escola pública nas duas cidades. No caso do Brasil, o marco cronológico inicial é 1888 — ano em que Uberabinha se emancipou politicamente de Uberaba — e o final é 1928 — ano de publicação dos últimos decretos que criaram a reforma educacional Francisco Campos, em Minas Gerais. No caso de Portugal, o período (1888–1927) começa no fim da monarquia — em parte, porque a República portuguesa só começou em 1910; em parte porque foi quando a expansão do ensino público começou e quando o processo de municipalização iniciado em 1870 avançou. A data-limite é 1927 porque nesse ano o ensino primário passou por uma reforma curricular; em Mafra, ela começou em 26 de outubro de 1928, quando o decreto 16.077 foi publicado em conseqüência do relatório da comissão criada para alterar os programas curriculares do ensino primário.

O MUNICÍPIO LIBERAL E A DECISÃO POLÍTICA

Magalhães, Justino
Fonte: Revista HISTEDBR On-line Publicador: Revista HISTEDBR On-line
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 24/03/2014 POR
Relevância na Pesquisa
56.3%
Desde o final da Idade Média que os concelhos possuíam uma escrita organizada e se foram constituindo como poder público. Legitimados pela eleição dos oficiais camarários, os concelhos eram responsáveis pelo cumprimento dos Usos e Costumes e de outras Posturas municipais. No trânsito do Antigo Regime, emergiam como representantes do público – estatuto que foi retomado e reforçado pelas autoridades revolucionárias e reformadoras do Regime Liberal. A instrução pública tornou-se prerrogativa do Liberalismo. Em Portugal, desde antes da Revolução de 1820 que aumentou a procura da alfabetização. A partir dos anos 40 do século XIX, por iniciativa própria ou pressionados pelo governo central, os municípios portugueses passaram a decidir de forma sistemática em matéria de instrução pública. No processo de autonomia, integração, desenvolvimento e identidade do local, o município constituiu-se como município-pedagógico. Uma historiografia do municipalismo no quadro da modernização educativa, política e social, por paralelo com as histórias nacionais e transversal aos ciclos histórico-pedagógicos, seja na Europa, seja no Novo Mundo – particularmente o Brasil, permitirá a reconstituição e a revisitação das memórias...