Página 1 dos resultados de 322 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

Desenvolvimento de um instrumento de avaliação de resultados em psicoterapia baseado na teoria da mudança terapêutica de Carls Rogers

Freire, Elizabeth Schmitt
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.19%
Ensaios clínicos comparativos e estudos de meta-análise têm sugerido a equivalência de resultados das psicoterapias baseadas em teorias e técnicas distintas. Uma das possíveis explicações para este paradoxo é a de que resultados diferentes ocorrem, mas não são detectados pelas estratégias atuais de pesquisa. Portanto, considerando a importância do desenvolvimento de instrumentos de pesquisa que sejam capazes de mensurar os efeitos específicos das terapias humanistas, que vão além da redução de sintomas e da melhora do funcionamento global, este estudo visou desenvolver e testar a validade de um instrumento de avaliação de resultados de psicoterapia baseado na teoria da mudança terapêutica de Carl Rogers, denominado ‘Inventário Strathclyde’. O instrumento consiste de 51 ítens desenvolvidos de acordo com a descrição de Rogers da ‘pessoa em funcionamento pleno’. O inventário foi respondido por 122 participantes juntamente com uma bateria de outros instrumentos a fim de testar sua validade. A validade discriminante foi avaliada através da comparação com Clinical Outcome and Routine Evaluation Outcome Measure (CORE-OM) e com a Escala Marlowe-Crowne de Desejo de Aceitação Social. A validade convergente foi avaliada através da comparação com Scales for Experiencing Emotions e com a Escala de Auto-Estima de Rosenberg. O instrumento apresentou excelente consistência interna e boa convergência com constructos relacionados. Ele não está substancialmente associado com desejo de aceitação social...

A mudança narrativa no processo terapêutico de re-autoria

Santos, Maria Anita Carvalho dos
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em 15/12/2008 POR
Relevância na Pesquisa
36.56%
Tese de Doutoramento em Psicologia - Área de Conhecimento de Psicologia Clínica; De acordo com a terapia narrativa de re-autoria (White & Epston, 1990), a mudança ocorre pela construção de narrativas identitárias alternativas que decorrem da identificação e elaboração, na conversação terapêutica, de resultados únicos. Estes abarcam todos os momentos em que o/a cliente narra algo que é novo ou diferente (e.g., pensamentos, projectos, emoções) em relação à narrativa que traz para a terapia, constituindo-se, assim, como oportunidades para que a mudança ocorra. Uma investigação anterior (Matos, 2006) permitiu perceber o seu carácter dinâmico e processual, pelo que se optou pela substituição do termo resultado único pela designação de Momentos de Inovação (MIs) (cf. M. Gonçalves, Matos, & Santos, no prelo). Assim, o Sistema de Codificação dos Momentos de Inovação: versão 1 (SCMI; M. Gonçalves, Matos, & Santos, 2006) permite identificar cinco tipos de MIs: acção, reflexão, protesto, reconceptualização e novas experiências. A partir dos resultados de Matos (2006) foi proposto um modelo no qual a mudança parece desenvolver-se a partir da elaboração da acção, reflexão e protesto na fase iniciais da terapia. Seguidamente...

A mudança narrativa em terapia centrada no cliente

Cruz, Isabel Graciete Rodrigues da
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em 06/01/2012 POR
Relevância na Pesquisa
36.49%
Tese de Doutoramento em Psicologia (ramo de conhecimento em Psicologia Clínica); O Sistema de Codificação dos Momentos de Inovação – SCMI tem-se revelado uma metodologia útil de análise de novas construções narrativas, com importantes contribuições para a compreensão do processo de mudança. Este instrumento qualitativo possibilitou a exploração de processos terapêuticos de intervenção narrativa e de terapia focada nas emoções embora também já tenha sido utilizado na compreensão do processo de mudança fora do contexto terapêutico. Neste sentido, na presente dissertação aplica-se esta metodologia de análise a uma nova amostra, concretamente a seis casos terapêuticos de terapia centrada no cliente do York I Depression Study, subdividos em três casos de sucesso e três de insucesso. Com este estudo visámos perceber a aplicabilidade do SCMI à terapia centrada no cliente, analisando as suas particularidades e a convergência com os dados dos estudos anteriores, bem como investigar as diferenças na emergência e evolução dos Momentos de Inovação (MIs) entre o grupo de sucesso e o de insucesso terapêutico. Estudamos ainda de que modo os MIs são mantidos e contribuem para a mudança, ou perdem o seu potencial inovador através de processos de retorno ao problema. Para concretizarmos este objectivo recorremos ao Sistema de Codificação de Retorno ao Problema – SCRP que nos permite apreender os movimentos de retorno ao problema (MRPs). Os resultados da presente investigação corroboram a aplicabilidade do SCMI a uma nova abordagem terapêutica...

A aliança terapêutica e a qualidade da experiência subjetiva : do processo terapêutico à vida diária de indivíduos com diagnóstico de perturbação de ansiedade

Mourão, Joana dos Santos Pereira Ferreira
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em 13/06/2012 POR
Relevância na Pesquisa
36.42%
Tese de doutoramento em Psicologia (área de especialização em Psicologia Clínica); Os indivíduos com diagnóstico de perturbação de ansiedade apresentam dificuldades no relacionamento interpessoal, que se manifestam no contexto da terapia e no contexto da sua vida diária. A formação e desenvolvimento de uma relação terapêutica segura e de suporte, pode constituir-­‐se como uma oportunidade de exploração de novos modos funcionais de relacionamento interpessoal do cliente, por si apresentados na sua vida diária, indicadores de uma mudança efetiva. Este trabalho tem por objetivo geral a análise da experiência relacional de indivíduos com diagnóstico de perturbação de ansiedade, quer no contexto terapêutico, quer no da sua vida diária. Procurou-­‐se perceber mudanças nesta experiência relacional ao longo do processo terapêutico nestes dois contextos. Na investigação presente neste trabalho participaram 21 indivíduos. Foram utilizados o Inventário da Aliança Terapêutica, o Outcome Questionnaire e o Flow Questionnaire, em todas as sessões do processo terapêutico para a recolha dos dados relativos ao contexto terapêutico. No estudo da vida diária dos indivíduos...

Colaboração terapêutica em acontecimentos identificados pelo cliente como sendo significativos para a sua mudança numa abordagem construtivista

Leite, Joana Silveira Fernandes
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
46.5%
Dissertação de mestrado integrado em Psicologia (área de especialização em Psicologia Clínica); A presente dissertação enquadra-se numa perspetiva de investigação compreensiva, e tendo como referência o trabalho desenvolvido por E. Ribeiro, A. P. Ribeiro, Gonçalves, Horvath, & Stiles (2012). Este estudo constitui uma oportunidade de compreender a complexidade que caracteriza o processo de colaboração terapêutica e o processo de mudança. Tendo por base a abordagem construtivista pessoal, propomo-nos compreender como é que a colaboração terapêutica entre o terapeuta e o cliente se desenvolve ao longo do processo terapêutico de dois casos clínicos, um de sucesso e outro de insucesso terapêutico. Pretende-se, igualmente caracterizar a colaboração nos acontecimentos significativos identificados pelos clientes dos dois casos clínicos. A dissertação organiza-se em duas partes essenciais. Na primeira parte foi elaborado o enquadramento teórico da dimensão de colaboração terapêutica, relacionando-a com a abordagem terapêutica construtivista. Nesta parte fizemos ainda uma incursão pelo paradigma dos acontecimentos significativos como promotores de mudança terapêutica. A segunda parte apresenta o estudo empírico realizado...

Colaboração terapêutica no momento de inovação de reconceptualização : análise de um caso de sucesso seguido em terapia focada nas emoções : o caso Lisa

Santos, Beatriz Melo
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
36.48%
Dissertação de mestrado integrado em Psicologia (área de especialização em Psicologia Clínica); De acordo com o Modelo dos Momentos de Inovação, os momentos de inovação de reconceptualização (RC) ocorrem com maior frequência em casos de sucessos. Caracterizado como um catalisador da mudança, este momento é associado à transformação de uma auto-narrativa problemática numa nova narrativa mais adaptada e flexível. Um componente essencial neste momento de inovação (MI) é a presença de um metaposição face ao processo de mudança, posicionando o cliente como autor desta nova auto-narrativa. Assumindo que a mudança é também promovida pela interação entre terapeuta e cliente dentro da zona de desenvolvimento proximal terapêutica este estudo foca-se numa análise intensiva da colaboração terapêutica associada ao MIRC. O nosso objetivo é compreender o processo microinteractivo que promove a emergência de MIRCs ao longo do processo terapêutico e caracterizar a sequência de episódios interativos mais associados a este momento de inovação, num caso de sucesso seguido em Terapia Focada nas Emoções: O caso Lisa Os momentos de inovação de reconceptualização foram identificados pelo Sistema de Codificação Dos Momentos de Inovação (Gonçalves at al....

Análise longitudinal da mudança terapêutica nos doentes seropositivos para o VIH

Leite, Andreia Heitor Martins da Cunha
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.71%
Tese de mestrado em Bioestatística, apresentada à Universidade de Lisboa, através da Faculdade de Ciências, 2012; Introdução: A terapêutica anti retrovírica (TAR) diversificou-se nos últimos anos, sendo complexa a decisão da mudança terapêutica. Alguns estudos internacionais descrevem os fatores associados a mudança terapêutica não sendo consensuais nos resultados obtidos. Objetivos: Descrever os fatores associados a mudança terapêutica nos doentes seropositivos para o VIH-1, utilizando os modelos de analise de sobrevivência mais adequados as características do estudo. Métodos: Foi realizado um estudo de coorte retrospetiva com os indivíduos seropositivos para o VIH-1, seguidos no Hospital de Santa Maria. A informação constante no processo clinico foi registada para uma amostra aleatória de 320 indivíduos com pelo menos duas dispensas de terapêutica entre 2005 e 2008. Foram consideradas mudanças as alterações em pelo menos um dos fármacos do regime. Os indivíduos foram censurados caso interrompessem a terapêutica. Foi utilizado o modelo de regressão de Cox para descrever os fatores associados a primeira mudança terapêutica e o modelo PWP para os fatores associados as mudanças ate a quarta. Nos modelos construídos a seleção das covariáveis candidatas foi feita com recurso ao método stepwise considerando um valor-p de inclusão de 0...

Eventos significativos e mudança terapêutica na óptica de duas participantes em terapia psicodramática

Filipe, Filipa Avelino das Neves
Fonte: ISPA - Instituto Universitário Publicador: ISPA - Instituto Universitário
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.52%
Dissertação de Mestrado apresentada ao ISPA - Instituto Universitário, na especialidade de Psicologia Clínica; A presente dissertação tem como objectivo o estudo da mudança terapêutica em psicodrama a partir da perspectiva do participante, tendo por base, o paradigma dos eventos significativos em terapia. O método utilizado para a concretização deste estudo empírico foi o método fenomenológico de investigação em psicologia, a partir do uso e análise de entrevistas fenomenológicas a duas participantes. Para tal, começou por adaptar-se um guião de entrevista de mudança terapêutica para psicodrama, para depois realizar uma entrevista de inspiração fenomenológica. Os resultados sugerem que a mudança sentida pelas participantes esteve ligada à auto-imagem e à auto-consciencialização (Insight). Foram igualmente destacados o papel do grupo e do terapeuta, bem como a experiência emocional. Todos estes factores parecem influenciar a percepção do impacto do processo terapêutico pelas participantes, nomeadamente na esfera pessoal e interpessoal. O psicodrama trouxe mudança quer a nível intrapessoal, quer interpessoal, sendo que, as participantes frisaram a utilidade deste processo terapêutico. ------- ABSTRACT ------- The goal of this dissertation is to study the therapeutic change in psychodrama from the participant’s point of view...

Eventos significativos e processo de mudança em psicoterapia corporal: A perspectiva do cliente

Barreiros, Ana Karina Figueira
Fonte: ISPA - Instituto Universitário Publicador: ISPA - Instituto Universitário
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 SPA
Relevância na Pesquisa
36.41%
Dissertação de Mestrado apresentada ao ISPA - Instituto Universitário, na especialidade de Psicologia Clínica; Objetivo: Compreender o processo de mudança em psicoterapia corporal, a partir da perspetiva do cliente. Pergunta de Investigação: “Que tipo de eventos significativos promove a mudança clínica em psicoterapia corporal?” Metodologia: Qualitativa de investigação de processo. Recolha de dados: Entrevista fenomenológica. Análise de dados: Método fenomenológico-psicológico de Amedeo Giorgi. Participantes: Quatro sujeitos (duas mulheres e dois homens), com idades compreendidas entre os 26 e os 48 anos de idade, que estiveram em psicoterapia corporal dois anos ou mais. Resultados: Os dados revelaram que tipo de eventos significativos promove a mudança clínica em psicoterapia corporal e ainda, qual a natureza desta mudança. A qualidade da relação terapêutica; os episódios simbólicos e reveladores, as vivências psicofísicas e a perceção da psicoterapia como um processo evolutivo e cumulativo são os fatores impulsionadores da mudança, a qual se expressa pelo aumento da auto compreensão e da capacidade de autossuperação, pelo fortalecimento da identidade pessoal, entre outros benefícios subjetivos que revelam a eficiência desta modalidade terapêutica. Conclusão: As pesquisas qualitativas e particularmente...

Mudança e aliança terapêutica: Impacto da psicoterapia em jovens adultos

Alves, Luísa Cavacas
Fonte: ISPA - Instituto Universitário Publicador: ISPA - Instituto Universitário
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
46.61%
Dissertação de Mestrado em Psicologia Clínica, apresentada ao ISPA - Instituto Universitário; O objetivo deste estudo pretendeu avaliar o impacto da mudança e da aliança terapêutica sobre a perspectiva de pacientes jovens-adultos, que usufruíram de psicoterapia psicodinâmica. Procuramos identificar as categorias emergentes do processo de mudança e as perceções dos pacientes patentes na aliança terapêutica. Este estudo teve por base uma análise qualitativa enquadrada na grounded theory com processamento da análise de dados através do software Atlas ti v 7.0 (2013). Os resultados empíricos contextualizaram o processo terapêutico em três domínios: Espaço Terapêutico (Dimensão Temporal e Espacial); Espaço Extra Terapêutico (Dimensão Inter e Intrapessoal); e Impacto Mudança. Todos os participantes revelaram o impacto da mudança na forma de pensar (auto-reflexão, auto (re)avaliação, consciencialização e autoconhecimento), no sentir (regulação emocional) e no agir (aceitação e autonomia). As categorias que mais se distinguiram foram a consciencialização e autoconhecimento. As perceções dos pacientes sugerem-nos uma robusta aliança terapêutica, com particular destaque para o vínculo (96%), evidenciando a dimensão relacional da aliança. A percentagem de 88% e 82%...

Avaliação de processos de mudança em psicoterapia

Norte, Paula Alexandra de Oliveira
Fonte: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida Publicador: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
46.55%
A presente revisão de literatura procura fundamentar e explorar o conceito de mudança psíquica, que ocorre como resultado do processo de intervenção terapêutica. São várias as investigações que documentam e sustentam a efectividade da psicoterapia psicanalítica e, da psicanálise, no entanto apesar das inúmeras investigações pouco se sabe sobre como ocorre a mudança no decurso de uma terapia. Através de estudos sobre o processo terapêutico é possível compreender como se dá a mudança no decorrer do tratamento e, identificar os mecanismos de mudança terapêutica. A aplicação de escalas e instrumentos padronizados podem contribuir de diversas formas para a avaliação de intervenções e tratamentos e, assim auxiliar na identificação das variáveis que podem estar associadas à mudança terapêutica. Neste sentido, identificar variáveis das quais pode depender a eficácia/efectividade, de uma determinada intervenção psicoterapêutica, auxilia na promoção de estratégias que podem ser impulsionadoras do processo de mudança.; ABSTRACT: This literature review aims to substantiate and explore the concept of psychic change which occurs due to the therapeutical intervention process. Several studies document and uphold the efectiveness of psychoanalytical psychotheraphy and psychoanalysis. However...

Repensando a ação terapêutica

Gabbard,Glen O.; Westen,Drew
Fonte: Sociedade de Psiquiatria do Rio Grande do Sul Publicador: Sociedade de Psiquiatria do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2003 PT
Relevância na Pesquisa
36.53%
Da mesma forma que outros aspectos medulares da psicanálise, a teoria da ação terapêutica está atualmente em processo de mudança, com os teóricos de diferentes correntes propondo diferentes mecanismos. Neste artigo, os autores tentam integrar os desenvolvimentos dentro e fora da psicanálise, para dar um modelo de trabalho aos processos multifacéticos envolvidos em produzir a mudança na psicanálise e na psicoterapia psicanalítica. Uma teoria da ação terapêutica deve descrever tanto o que muda (as metas do tratamento) como quais estratégias têm boa probabilidade de serem úteis para facilitar essas mudanças (técnica). Os autores acreditam que as teorias do mecanismo único da ação terapêutica, sem importar quão complexa sejam, têm pouca probabilidade de resultar úteis neste momento pela variedade de metas de mudança e dos métodos úteis para realizá-la (como as técnicas dirigidas a alterar diferentes tipos de processos conscientes e inconscientes). As intervenções que facilitam a mudança podem ser classificadas em uma destas três categorias: as que se dirigem ao insight, as que aproveitam diversos aspectos mutativos da relação terapêutica e uma variedade de estratégias secundárias que podem ser de grande importância. Propõem que...

Representação mental e mudança terapêutica: uma contribuição da perspectiva psicanalítica da teoria das relações objetais

Zanatta,Denise; Benetti,Silvia Pereira da Cruz
Fonte: Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília Publicador: Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2012 PT
Relevância na Pesquisa
66.46%
Apesar do avanço das pesquisas em psicoterapia, estudos na abordagem psicanalítica ainda são escassos. O objetivo deste artigo é apresentar e discutir a contribuição do conceito de representação mental como um constructo importante para fundamentar pesquisas na área psicanalítica baseadas na identificação dos elementos associados à mudança terapêutica. Inicialmente discutem-se conceitos e modelos teóricos psicanalíticos para posteriormente discutir a noção de representação mental em relação à mudança terapêutica, destacando-se a contribuição da teoria das relações objetais e do apego. Nesse sentido, apresenta-se o Inventário das Relações de Objeto, instrumento que avalia a qualidade das representações mentais, identificando mudanças ao longo da psicoterapia. Espera-se oferecer subsídios para o aprimoramento do trabalho clínico em psicoterapias e o desenvolvimento de pesquisas em psicanálise.

Modelo transteórico de mudança de comportamento na síndrome metabólica: intervenções e fatores preditivos de mudança

Ludwig, Martha Wallig Brusius
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Tese de Doutorado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
36.42%
Esta tese aborda a mudança do estilo de vida em pacientes com síndrome metabólica (SM), e utilizou como abordagem de intervenção o Modelo Transteórico de Mudança de Comportamento (MTT). Inicialmente apresenta uma contextualização geral, contemplando o contexto da pesquisa do ponto de vista teórico e do ponto de vista prático. O primeiro deles aborda a síndrome metabólica e sua prevalência no Brasil; conceitos do Modelo Transteórico de Mudança; alguns estudos com o modelo e problemas de saúde; e fatores que podem interferir na motivação para mudança. O segundo, aborda de forma geral as quatro questões de pesquisa que esta tese buscou responder. Para responder às quatro questões de forma detalhada, a tese é composta por 4 artigos: um ensaio temático sobre a importância das técnicas e da relação terapêutica no tratamento; um estudo empírico comparando a eficácia de duas intervenções baseadas no MTT com uma intervenção padrão; um estudo empírico dos fatores preditivos de redução de peso; e um artigo sobre o desenvolvimento de uma intervenção baseada no MTT para pacientes com síndrome metabólica (SM) com objetivo de enfocar a adesão à dieta e ao exercício físico. O ensaio temático discute os tratamentos manualizados versus os não manualizados...

O processo de construção de sentidos sobre mudança em Terapia Familiar; The construction of meaning on change in Family Therapy

Biagi, Berenice Araújo Dantas de
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
56.65%
A mudança terapêutica tem sido amplamente pesquisada em Psicologia Clínica, utilizando-se uma diversidade de métodos de pesquisa na produção de conhecimento sobre a mesma. Contudo, há poucas pesquisas empíricas sobre a mudança em Terapia Familiar sustentadas por uma perspectiva construcionista social e, especialmente, pela poética social. Essa perspectiva define a conversa terapêutica como atividade dialógica e a poética nos remete para “dentro” de tais conversas, evidenciando seus efeitos construtivos. Assim, neste estudo, buscamos este entendimento do processo de produção de sentidos sobre a mudança terapêutica construído no contexto de atendimento em Terapia Familiar. Visamos especificamente: a) identificar momentos marcantes do processo terapêutico; e b) articulá-los a uma narrativa de mudança da família. Nesta pesquisa, analisamos o processo terapêutico de duas famílias a partir da transcrição integral das sessões áudio-gravadas. Os participantes da pesquisa foram dois núcleos familiares constituído por: a) mãe e filha; e b) três irmãs. Os passos da análise consistiram na: a) leitura exaustiva e curiosa das sessões transcritas com vistas a apreender o dinamismo do processo conversacional; b) identificação de momentos marcantes do processo terapêutico...

Mudança em psicoterapia : vinculação e aliança terapêutica como fatores de mudança em psicoterapia com crianças e adolescentes

Sousa, Daniel Nunes de
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 30/01/2015 POR
Relevância na Pesquisa
36.65%
O presente estudo de caso tem como objetivo principal compreender a relação entre a vinculação e a aliança terapêutica como fatores de mudança em psicoterapia com crianças e adolescentes. Pretende-se também testar e avaliar um modelo de monitorização psicoterapêutica para avaliar a mudança em psicoterapia na adolescência. Embora alguns estudos demonstrem uma associação entre estas variáveis, a investigação com crianças e adolescentes está muito aquém da investigação com adultos (Digiuseppe, Linscott, & Jilton, 1996), sendo fundamental aumentar o número de estudos com jovens tendo em conta a complexidade deste tema e, sobretudo, dos benefícios do mesmo para o sucesso da intervenção psicológica. Contudo, um número muito limitado de estudos tem encontrado semelhanças entre a investigação com jovens e adultos no que concerne à associação entre a aliança terapêutica e os resultados do processo (Shirk, Caporino, & Karver, 2010). Os participantes foram uma adolescente com 16 anos de idade e os seus respetivos pais. Ao longo do processo foram administrados vários instrumentos de avaliação: para avaliar as variáveis relacionadas com o processo terapêutico e compreender a relação entre as mesmas foram utilizados os instrumentos de vinculação Inventário sobre a Vinculação na Infância e Adolescência (IVIA) e Escala de Vinculação do Adulto (EVA) com o objetivo de aceder ao padrão de vinculação da adolescente e dos pais; e o Inventário de Aliança Terapêutica – WAI e WAI-CA...

Momentos de comunicação intensa entre terapeuta e cliente: análise fenomenológica de depoimentos

Teani,Cleidemar Estevam de Oliveira
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Campinas Publicador: Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/1997 PT
Relevância na Pesquisa
46.19%
Descreve a estrutura da experiência de comunicação intensa entre terapeuta e cliente, vivida durante sessões de psicoterapia, através da análise fenomenológica de depoimentos de psicoterapeutas. Fundamenta-se na Abordagem Centrada na Pessoa (ACP), com enfoque experiencial, tendo uma ênfase existencial-fenomenológica, Utiliza o método fenomenológico aplicado à pesquisa em psicologia clínica. Os colaboradores são sete psicoterapeutas experientes, de orientação humanística, provenientes de diversas regiões do país, aos quais se fez o pedido: "conte-me um momento de comunicação intensa entre terapeuta e cliente, vivido por você enquanto psicoterapeuta". Conclui que os momentos de comunicação intensa referem-se à mudança terapêutica, e dão-se através de uma experiência compartilhada na relação interpessoal estabelecida entre terapeuta e cliente, onde ocorre uma co-experienciação. As condições facilitadoras para a ocorrência destes momentos são a empatia, enquanto atitude tanto do terapeuta como do cliente, indissociável da autenticidade e da aceitação positiva incondicional; os sentimentos e a expressividade, tanto do terapeuta como do cliente, assim como a sensibilidade e capacidade de compreender o que está experienciando do terapeuta.

Vinculação, aliança terapêutica e mudança em psicoterapia

Costa, Anabela Moura Martins da
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 04/07/2014 POR
Relevância na Pesquisa
36.59%
A mudança constitui-se como o principal objetivo da intervenção psicoterapêutica e não obstante a diversidade de conceptualizações sobre a mesma e de métodos utilizados para a avaliar, o estudo sobre o processo de mudança e o contributo de alguns fatores comuns, em psicoterapia, para a mesma, tem vindo a obter um interesse crescente. A teoria da vinculação proposta por Bowlby (1973) e o seu contributo sobre os modelos internos dinâmicos parece constituir-se como um enquadramento adequado à exploração da relação entre cliente e terapeuta, sendo que a investigação sobre mudança em psicoterapia sob a matriz desta teoria encontra-se em desenvolvimento. O presente estudo de caso, de cariz exploratório tem como objetivo geral a compreensão da relação estabelecida entre a organização da vinculação do indivíduo, a aliança terapêutica e a mudança terapêutica, no âmbito de um processo psicoterapêutico individual. A participante deste estudo foi uma mulher de 39 anos, que iniciou um processo psicoterapêutico, tendo sido audiogravadas e transcritas a totalidade das sessões terapêuticas à exceção da primeira. Após a primeira sessão, foi realizada a AAI, Adult Attachment Interview e administrado o BSI...

Co-construindo problemas e soluções num passo de mágica? : o processo de mudança em sessões únicas de terapia

Virgolino, Ana Patrícia Lopes
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em //2008 POR
Relevância na Pesquisa
46.36%
Tese de Mestrado Integrado em Psicologia (Psicologia Clínica e da Saúde/Núcleo de Psicologia Clínica Sistémica), apresentada à Universidade de Lisboa através da Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação, 2008; Este estudo é uma exploração qualitativa do processo de mudança em sessões únicas de terapia situações de terminação do tratamento que ocorrem quando, face aos resultados satisfatórios alcançados, cliente e terapeuta acordam sobre a suficiência do encontro único , particularmente no equacionar da interacção, mediatizada pela comunicação, que se estabelece entre os participantes no decorrer da sessão e das acções comunicativas do terapeuta. Foram analisados os padrões de comunicação de dois casos típicos de sessões únicas, ilustrativos da utilização de duas abordagens de intervenção sistémica, a terapia breve orientada para as soluções e a abordagem da escola de Milão, com recurso a duas ferramentas de análise, o Modelo Comunicacional da Gestão Coordenada de Significações (CMM; Pearce Associates, 1999) e a microanálise da comunicação (Tomori & Bavelas, 2007). Os resultados mostram que o processo terapêutico nas sessões únicas envolve um diálogo colaborativo, permanentemente recursivo e co-construtivo...

Mudança em pacientes de clínica-escola: avaliação de resultados e processos; Cambio en pacientes de clínica-escuela: evaluación de resultados y procesos; Changes in training-clinic patients: evaluation of the results and processes

Honda, Giovanna Corte; Yoshida, Elisa Medici Pizão
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/04/2012 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
36.38%
Este artigo objetivou avaliar mudanças em pacientes atendidos em clínica-escola e compreender possíveis fatores que influenciaram os resultados das psicoterapias. A amostra foi composta por nove participantes (oito mulheres e um homem), com idade igual ou superior a 33 anos, em fase de término de atendimento psicoterápico. Realizou-se entrevista individual semiestruturada para avaliar eficácia adaptativa, estágio de mudança e sintomas psicopatológicos. Utilizaram-se a Escala Diagnóstica Adaptativa Operacionalizada Redefinida (EDAO-R), a Escala de Estágios de Mudança (EEM) e a Escala de Avaliação de Sintomas (EAS-40). Os resultados sugerem ser possível esperar abrandamento dos sintomas psicopatológicos e progresso nos estágios de mudança. A qualidade da configuração adaptativa é mais resistente a melhoras. A aliança terapêutica positiva e a disposição do paciente como agente da própria mudança podem ter sido relevantes nos resultados das psicoterapias, ainda que não diretamente avaliados. São necessárias pesquisas longitudinais para o acompanhamento dos processos desde o início.; Se puso como objetivo evaluar los cambios en pacientes acogidos en clínica-escuela y comprender posibles factores que influenciaron en los resultados de las psicoterapias. La muestra abarcó a nueve participantes (ocho mujeres y un hombre)...