Página 1 dos resultados de 442 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

Sob os ventos da mudança climática: desafios, oportunidades e o papel da função produção no contexto do aquecimento global; Straws in the wind of climate change: challenges, opportunities, and the role of production function in the context of global warming

JABBOUR, Charbel José Chiappetta; SANTOS, Fernando César Almada
Fonte: Universidade Federal de São Carlos Publicador: Universidade Federal de São Carlos
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.7%
O objetivo deste artigo é lançar luzes sobre as implicações da mudança climática para as organizações. Para fazer frente a esse debate, são explorados: o conceito de "inteligência ambiental" (IA); as estratégias por meio das quais as organizações fazem frente ao desafio da mudança climática; as oportunidades que explicam a adoção dessas estratégias; e o papel fornecido pela função produção para que tais estratégias possuam o efeito desejado. Por fim, tais conceitos são sistematizados, buscando-se uma integração dos modelos teóricos existentes, até então considerados de maneira estanque.; The aim of this paper is to enlighten the implications of climate change for organizations. To deal with this subject, the follow issues are analyzed: concept of environmental intelligence; opportunities which justify the adoption of these strategies, and the main role performed by the production function to implement such strategies. Finally, concepts of prior theoretical models are taken into account.; FAPESP

Efeitos econômicos de cenários de mudança climática na agricultura brasileira: um exercício a partir de um modelo de equilíbrio geral computável; Economic effects of climate change´s scenarios in Brazilian agriculture: an exercise from a computable general equilibrium model

Moraes, Gustavo Inácio de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 03/05/2010 PT
Relevância na Pesquisa
66.84%
A expectativa de alterações climáticas é especialmente importante para o setor agropecuário, uma vez que se trata de atividade que possui dependência dos ciclos naturais. O objetivo desta tese é avaliar impactos econômicos de cenários de mudança climática para a agricultura brasileira. Efeitos sobre áreas aptas de oito culturas (feijão, milho, soja, algodão, arroz, cana de açúcar, mandioca e café) são avaliados através de um modelo de equilíbrio geral computável, o The Enormous Regional Model for Brazil - TERM-BR, e cenários disponibilizados pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - EMBRAPA, baseados no Painel Intergovernamental para a Mudança Climática - IPCC. Dois cenários são simulados com horizontes distintos, um para 2020 desconsiderando mudanças sociais e econômicas (2020/A2) e outro para 2070 com adaptações sociais e econômicas, nas projeções do IPCC (2070/B2). Para 2020/A2 os efeitos negativos concentram-se nas regiões Nordeste, conseqüência do clima semi-árido e perfil produtivo da região, além dos estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, resultado de impactos sobre a área apta para o produto soja. Em oposição, neste cenário, a região Sudeste beneficia-se, pois o produto cana de açúcar observa aumentos de rendimento sob aquecimento climático brando. O resultado líquido aponta para uma pequena redução da atividade econômica (PIB)...

Fatores humanos críticos de sucesso à adoção de práticas empresariais para a mitigação da mudança climática: evidências específicas de produtos de baixo carbono; Human critical success factors to adoption of environmental management practices for mitigation of climate change: specific evidences of low carbon products

Saturnino Neto, Angelo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/05/2012 PT
Relevância na Pesquisa
67%
O objetivo geral desta pesquisa é aprofundar o entendimento sobre como os fatores humanos críticos de sucesso (FHCS), entendidos como aspectos organizacionais que não podem ser tecnicamente controlados, suportam a adoção de práticas de gestão ambiental para a mitigação da mudança climática em casos empresariais selecionados. Para tanto, é apresentada uma fundamentação teórica que compreende os conceitos das práticas empresariais para a mitigação da mudança climática, eco-inovações e fatores humanos críticos de sucesso para a gestão ambiental. A partir desse arcabouço teórico, foi realizado um estudo de múltiplos casos, tendo como unidades de análise projetos empresariais de eco-inovação em produtos, declarados como tendo incorporado referências à mitigação da mudança climática. Esta pesquisa foi realizada em três projetos eco-inovadores de baixo carbono reconhecidos por sua redução de emissões de gases do efeito estufa (GEE). A premissa norteadora dessa pesquisa é a de que os fatores humanos críticos de sucesso influenciam os resultados da gestão ambiental empresarial e, por conseguinte, a adoção de práticas para a mitigação da mudança climática em inovações especificas. Os resultados indicam que nem todas as empresas apresentam-se nos mesmos estágios de gestão ambiental...

As dimensões demográficas das mudanças climáticas: cenários de mudança do clima e as tendências do crescimento populacional

Ojima,Ricardo
Fonte: Associação Brasileira de Estudos Populacionais Publicador: Associação Brasileira de Estudos Populacionais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
56.63%
A mudança climática tem sido um tema cada vez mais presente no discurso político, econômico e social. É inegável que hoje tornou-se uma questão da mais ampla relevância para toda a sociedade, mas, especialmente, para a demografia. Como parte inerente dos cenários de mudança climática, a melhor compreensão da dinâmica demográfica nesse contexto tem muito a contribuir para um debate responsável. Entretanto, ainda há lacunas a serem preenchidas dos dois lados: as ciências do clima e os estudos de população. Este artigo busca trazer elementos para deslocar o assunto da arena ambientalista para uma visão mais ampla do que poderia ser uma demografia das mudanças climáticas.

O regime internacional de mudança climática e o Brasil

Viola,Eduardo
Fonte: Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais - ANPOCS Publicador: Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais - ANPOCS
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2002 PT
Relevância na Pesquisa
66.81%
Este artigo analisa o processo de formação do regime internacional de mudança climática desde as negociações e a assinatura da convenção Quadro das Nações Unidas sobre Mudança Climática, no Rio de Janeiro (1992), passando pela negociação e assinatura do Protocolo de Kyoto (1997), até a conclusão dos pontos pendentes do protocolo na VII Conferência das Partes em Marrakesh (2001). Também são estudados as políticas públicas relacionadas às emissões de carbono no Brasil, na década de 1990, e o posicionamento brasileiro em relação ao regime de mudança climática. No Protocolo de Kyoto (1996-2001), o Brasil propôs o Fundo de Desenvolvimento Limpo e opôs-se a compromissos de redução da taxa de crescimento futuro das emissões de gás carbono por parte dos países emergentes, ao estabelecimento de mecanismos flexibilizadores de mercado e à inclusão das emissões derivadas de mudança do uso da terra. Finalmente, analisam-se as perspectivas futuras do Protocolo de Kyoto depois dos Acordos de Bonn e Marrakesh, particularmente em relação à sua viabilidade a longo prazo sem a presença dos Estados Unidos.

Mudança climática e adaptação no Brasil: uma análise crítica

Obermaier,Martin; Rosa,Luiz Pinguelli
Fonte: Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo Publicador: Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2013 PT
Relevância na Pesquisa
66.65%
Regiões semiáridas são consideradas altamente suscetíveis aos impactos adversos da mudança climática. Nesse contexto, o governo federal começou a implementar uma série de medidas para reduzir a vulnerabilidade de grupos menos preparados, como a agricultura familiar, para lidar com futuras mudanças. Baseado numa análise da legislação vigente sobre mudanças climáticas e dos principais documentos oficiais publicados, o presente trabalho identifica cinco fatores de preocupação referentes à atual abordagem que podem impedir uma redução sustentável de vulnerabilidade em áreas de risco no sertão brasileiro. Dado que grande parte da agricultura familiar já está fortemente impactada no contexto da variabilidade climática atual, isso implica que ações que reduzem a sua vulnerabilidade não dependem necessariamente da certeza de futuros impactos climáticos. Assim, medidas que tentam reduzir as existentes vulnerabilidades socioeconômicas e ambientais podem ser mais úteis para tornar a agricultura familiar do Nordeste mais resiliente às mudanças previstas.

Sob os ventos da mudança climática: desafios, oportunidades e o papel da função produção no contexto do aquecimento global

Jabbour,Charbel José Chiappetta; Santos,Fernando César Almada
Fonte: Universidade Federal de São Carlos Publicador: Universidade Federal de São Carlos
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2009 PT
Relevância na Pesquisa
66.7%
O objetivo deste artigo é lançar luzes sobre as implicações da mudança climática para as organizações. Para fazer frente a esse debate, são explorados: o conceito de "inteligência ambiental" (IA); as estratégias por meio das quais as organizações fazem frente ao desafio da mudança climática; as oportunidades que explicam a adoção dessas estratégias; e o papel fornecido pela função produção para que tais estratégias possuam o efeito desejado. Por fim, tais conceitos são sistematizados, buscando-se uma integração dos modelos teóricos existentes, até então considerados de maneira estanque.

Mudança climática e os objetivos de desenvolvimento do milênio : o direito ao desenvolvimento, cooperação internacional e o mecanismo de desenvolvimento limpo

Orellana, Marcos A.
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.78%
Publicado em português, espanhol e inglês.; Título em espanhol: Cambio climático y los ODM: el derecho al desarrollo, cooperación internacional y el mecanismo de desarrollo limpio. -- Título em inglês: Climate change and the millennium development goals: the right to development, international cooperation and the clean development mechanism.; Apresenta os pontos conexos entre direitos humanos, Objetivos do Desenvolvimento do Milênio, cooperação internacional relativa à mudança do clima e o Mecanismo de Desenvolvimento Limpo. Discute como os ODMs deveriam contribuir para gerar as capacidades necessárias para se combater a mudança climática, proporcionando oportunidades para melhorias mais amplas da economia, da governança, das instituições e das relações e responsabilidades intergeracionais.

Efeito da mudança climática sobre problemas fitossanitários de plantas: metodologia de elaboração de mapas.

HAMADA, E.; GHINI, R.; GONÇALVES, R. R. do V.
Fonte: Engenharia Ambiental: Pesquisa e Tecnologia, Espírito Santo do Pinhal, v.3, n.2, p.73-85, 2007. Publicador: Engenharia Ambiental: Pesquisa e Tecnologia, Espírito Santo do Pinhal, v.3, n.2, p.73-85, 2007.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.7%
A mudança climática provocada por ações antrópicas pode alterar o atual cenário fitossanitário da agricultura brasileira. Este trabalho teve por objetivo avaliar a metodologia de elaboração de mapas de distribuição espacial de problemas fitossanitários de plantas, associados aos efeitos da mudança climática no Brasil. Para tanto, o estudo foi aplicado ao bicho-mineiro-do-cafeeiro (Leucoptera coffeella), considerado a principal praga da cultura, comparando sua distribuição nas condições climáticas atuais e futuras. Como clima presente foi considerado a média do período entre 1961 a 1990. Para as condições climáticas futuras, o primeiro método utilizou incrementos na temperatura constantes para o país e, o segundo, adotou aumentos, variando espacialmente, ambos centrados na década de 2080 (simulação do período entre 2071 a 2100), para o cenário A2. Na elaboração dos mapas foi utilizado um Sistema de Informações Geográficas (SIG). O modelo da praga empregado, proposto por Parra (1985), estima o número provável de ciclos do bicho-mineiro-do-cafeeiro. Em ambos os métodos de elaboração de mapas foram observados aumentos no número provável de ciclos do bicho-mineiro no futuro. No entanto, a utilização de incrementos constantes de temperatura média levou a subestimar o número de ciclos no futuro...

Marco para um acordo pós-2012 referente à mudança climática

Liderança Global para a Ação Climática
Fonte: Câmara dos Deputados, Edições Câmara Publicador: Câmara dos Deputados, Edições Câmara
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56.58%
Elabora um documento com pontos essenciais para um acordo global sobre medidas a serem adotadas para a solução da crise climática, durante o período de 2013 a 2020. Identifica quatro áreas de preocupação : metas de mitigação de emissões, cronogramas e mecanismos de mercado para controle da produção de carbono; mecanismos para adaptação dos países em desenvolvimento aos efeitos da mudança climáticas; desenvolvimento tecnológico e cooperação internacional; financiamento de iniciativas para adaptação e transferência tecnológica aos países em desenvolvimento.; Título do fascículo: Desafios do clima.

Uma revisão crítica sobre cidades e mudança climática: vinho velho em garrafa nova ou um novo paradigma de ação para a governança local?

Martins,Rafael D'Almeida; Ferreira,Leila da Costa
Fonte: Fundação Getulio Vargas Publicador: Fundação Getulio Vargas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2011 PT
Relevância na Pesquisa
66.84%
A mudança climática e o aquecimento global passaram, em curto espaço de tempo, para o centro do debate público como o maior desafio do século XXI. Este artigo busca apresentar uma revisão crítica sobre a temática das cidades e a mudança climática baseando-se numa análise da literatura internacional e nacional disponível. Ressalta-se que os impactos da mudança climática são esperados em áreas urbanas afetando vários setores do cotidiano das cidades. A evidência empírica mostra que governos locais são fundamentais para implementar políticas públicas relativas à mudança climática. De forma geral, a resposta dada por esses governos concentra-se em ações de mitigação e adaptação. Buscou-se, neste sentido, compreender os processos de urbanização e industrialização como forma de entender a condição e as origens da vulnerabilidade socioambiental urbana no Brasil, bem como alertar para os enormes déficits socioeconômicos e ambientais das cidades brasileiras que tornam políticas públicas e respostas mais urgentes e complicadas. Assim, não se trata de vinho velho em garrafa nova, mas sim da oportunidade não só de corrigir erros do passado, como também transformar as cidades brasileiras para o futuro de forma mais sustentável e justa. Para isso torna-se necessário um maior envolvimento dos estudos em administração pública e gestão local nessa discussão.

Climate change in Brazil: economic, social and regulatory aspects; Mudança do clima no Brasil: aspectos econômicos, sociais e regulatórios

Motta, Ronaldo Seroa da (Editor); Hargrave, Jorge (Editor); Luedemann, Gustavo (Editor); Sarmiento Gutierrez, Maria Bernadete (Editor)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Livros
EN-US
Relevância na Pesquisa
56.63%
Discute alguns dos aspectos regulatórios nacionais e internacionais da mudança climática. Os textos variam entre avaliações econômicas, institucionais, setoriais e sociais.; 360 p. : il.

Comércio internacional e mudança climática : trilhos convergentes?

Vianna, Sergio Besserman; Piani, Guida; Miranda, Pedro
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Boletim de Economia e Política Internacional - Artigos
PT-BR
Relevância na Pesquisa
66.58%
Discute se em um cenário no qual se destacava a discussão sobre a economia global, os EUA e a China podem ter potencializado a seguinte questão: estão asseguradas, atualmente, as condições para que seja possível chegar a um acordo somente sobre mudança climática? Seria viável uma negociação que não levasse em conta os desequilíbrios macroeconômicos entre as duas grandes nações, especialmente os delicados temas comércio exterior e câmbio?; p. 45-48

Mudança climática e adaptação no Brasil: uma análise crítica

Obermaier, Martin; Rosa, Luiz Pinguelli
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Estudos Avançados Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Estudos Avançados
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2013 POR
Relevância na Pesquisa
66.65%
Regiões semiáridas são consideradas altamente suscetíveis aos impactos adversos da mudança climática. Nesse contexto, o governo federal começou a implementar uma série de medidas para reduzir a vulnerabilidade de grupos menos preparados, como a agricultura familiar, para lidar com futuras mudanças. Baseado numa análise da legislação vigente sobre mudanças climáticas e dos principais documentos oficiais publicados, o presente trabalho identifica cinco fatores de preocupação referentes à atual abordagem que podem impedir uma redução sustentável de vulnerabilidade em áreas de risco no sertão brasileiro. Dado que grande parte da agricultura familiar já está fortemente impactada no contexto da variabilidade climática atual, isso implica que ações que reduzem a sua vulnerabilidade não dependem necessariamente da certeza de futuros impactos climáticos. Assim, medidas que tentam reduzir as existentes vulnerabilidades socioeconômicas e ambientais podem ser mais úteis para tornar a agricultura familiar do Nordeste mais resiliente às mudanças previstas.; Semi-arid areas are considered to be strongly susceptible to the adverse impacts of climate change. In this context, the Brazilian Government has started a series of actions to reduce the vulnerability of those groups least prepared to cope with future changes...

Manual para Submissão de Atividades de Projeto no âmbito do MDL: à Comissão Interministerial de Mudança Global do Clima, visando à obtenção da Carta de Aprovação do Governo Brasileiro

Brasil. Ministério da Ciência e Tecnologia; Brasil. Coordenação Geral de Mudanças Globais de Clima; Brasil. Comissão Interministerial de Mudança Global do Clima
Fonte: Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT); Coordenação Geral de Mudanças Globais de Clima (CGMGC); Comissão Interministerial de Mudança Global do Clima (CIMGC) Publicador: Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT); Coordenação Geral de Mudanças Globais de Clima (CGMGC); Comissão Interministerial de Mudança Global do Clima (CIMGC)
Tipo: Manual
POT
Relevância na Pesquisa
66.35%
43 p.; O presente Manual tem a intenção de facilitar a submissão de projetos MDL no Brasil, reunindo, num único documento, as normas emanadas da Comissão Interministerial de Mudança Global do Clima, por meio de suas Resoluções. A Comissão Interministerial de Mudança Global do Clima – CIMGC, doravante denominada Comissão Interministerial, é a Autoridade Nacional Designada – AND, ponto focal, no Brasil, do Mecanismo de Desenvolvimento Limpo do Protocolo de Quioto.

O Uso de Modelos de Demanda Turística na Estimação dos Impactos da Mudança Climática sobre o Turismo; La Utilización de Modelos de Demanda Turística en la Estimación de los Impactos del Cambio Climático en el Turismo; The Use of Tourism Demand Models in the Estimation of the Impact of Climate Change on Tourism

Rosselló, Jaume; Waqas, Aon
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/03/2015 ENG
Relevância na Pesquisa
66.7%
Com o crescente interesse em avaliar as consequências da mudança climática no turismo, parte da literatura tem tentado integrar fatores climáticos à estimação de modelos de demanda turística. Este estudo analisa como os efeitos da mudança climática sobre os fluxos turísticos têm sido avaliados utilizando modelos de demanda turística, discutindo os fundamentos teóricos por trás de cada uma das três perspectivas consideradas na literatura: séries temporais, modelos de escolha e modelos agregados. Apesar das diferenças metodológicas, os resultados sugerem um panorama similar entre os destinos mais afetados.; Con el creciente interés en la evaluación de las consecuencias del cambio climático sobre el turismo, parte de la literatura ha tratado de integrar factores de clima en la estimación de modelos de demanda de turismo. Este estudio analiza de qué manera los efectos del cambio climático en los flujos turísticos se han evaluado a partir de modelos de demanda de turismo, discutiéndose los fundamentos teóricos detrás de cada uno de los tres puntos de vista considerados en la literatura: series de tiempo, modelos de elección y modelos agregados. A pesar de las diferencias metodológicas, los resultados sugieren un panorama similar entre los destinos más afectados.; With the increasing interest in evaluating the consequences of climate change on tourism...

PROPERTIES OF INDICATORS AND THE ABSENCE OF SOCIAL EQUITY; PROPIEDADES DE LOS INDICADORES Y LA AUSENCIA DE LA EQUIDAD SOCIAL EN ESTUDIOS SOBRE EL CAMBIO CLIMÁTICO Y EL C02; Indicadores e equidade social: propriedades dos indicadores de sustentabilidade e ausência do princípio de justiça social em estudos sobre mudança climática e C02 DOI:10.5007/1807-1384.2010v7n1p199

Montibeller-Filho, Gilberto; UNESC
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; pesquisa em literatura especializada Formato: application/pdf
Publicado em 22/07/2010 POR
Relevância na Pesquisa
66.58%
This article’s main objective is to analyze the radical transformation of results and its consequences originated by different uses of data when a key principle is not considered. For that, we analyze some studies about CO2 emissions and its relationship with climate change which do not reflect the social equity principle. We make initially a survey in the relevant literature, about the characteristics or proprieties and about the importance of indicators. Their role in decision processes is enough to justify our concern in the present article. Then we analyze the studies mentioned in order to test this hypothesis. Finally, as result, we suggest the necessity of including explicitly the target of social equity in the set of properties for those indicators proprieties, in order to avoid such bias.; El principal objetivo es verificar la transformación radical de los resultados derivados de la utilización de indicadores quando un principio fundamental no se considera. Para ello se analizan algunos estudios sobre las emisiones de CO2 en relación con el cambio climático, que no incorporan el principio de la equidad social. En primer lugar, buscamos en la literatura las propiedades y la importancia de los indicadores. Hay...

Capacitando a adaptação à mudança climática em áreas urbanas: uma abordagem de governança local; Enabling climate change adaptation in urban areas: a local governance approach doi:10.5007/1807-1384.2010v7n2p241; Capacitando la adaptación al cambio climático en áreas urbanas: un enfoque de gobernabilidad local

Martins, Rafael D'Almeida; Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP); Ferreira, Leila da Costa; Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; estudos de caso; revisão conceitual; pesquisa exploratória; ; Formato: application/pdf
Publicado em 15/12/2010 POR
Relevância na Pesquisa
66.94%
http://dx.doi.org/10.5007/1807-1384.2010v7n2p241A mudança climática tornou-se o centro do debate público nos últimos anos. Cidades e áreas urbanas são vulneráveis aos impactos da mudança climática. Metade da população mundial vive em áreas urbanas e em 2050 essa proporção deverá aumentar ainda mais segundo estatísticas recentes. Além disso, mais de 80 por cento das cidades estão localizadas no litoral e próximas a rios, tornando-as predispostas ao aumento de tempestades, inundações e elevação do nível do mar. Os governos locais desempenham um papel importante na implementação de políticas de mudança climática. A evidência empírica mostra que esses governos aparecem muitas vezes como atores importantes coordenando, facilitando e implementando ações relativas à mudança do clima sozinhos ou em parceria com diferentes atores. Este artigo revisa a literatura sobre cidades e mudança climática e explora os elementos que permitem que os governos locais empreendam ações na direção da adaptação em relação à mudança climática. Também se discute os riscos e a vulnerabilidade das áreas urbanas com foco na implementação de estratégias de adaptação. Fatores como a boa governança, instituições democráticas e participativas e a disponibilidade de diferentes tipos de recursos...

Pra quê tanta maluquice? A (des)esperança por novos rumos da mudança climática

Lúcio, Sílvia Borges; Centro de Desenvolvimento Sustentável Projeto rede Clima (Sub-rede Mudança Climática e desenvolvimento regional)
Fonte: Editora de Livros IABS Publicador: Editora de Livros IABS
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 04/05/2015 POR
Relevância na Pesquisa
66.58%
Pra quê tanta maluquice? A (des)esperança por novos rumos da mudança climática

Mudança climática e desenvolvimento humano: uma análise baseada na Abordagem das Capacitações de Amartya Sen

Correa-Macana,Esmeralda; Comim,Flávio
Fonte: El Colegio Mexiquense A.C. Publicador: El Colegio Mexiquense A.C.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2013 PT
Relevância na Pesquisa
66.58%
O objetivo desse artigo é analisar os impactos da mudança climática sobre o desenvolvimento humano a partir da Abordagem das Capacitações de Sen. A sua principal contribuição reside na estrutura analítica que oferece para a articulação de dimensões relevantes ao bem-estar humano, como saúde, educação, segurança, meios de subsistência, valores culturais e relações sociais em relação a recursos naturais como água, solo e biodiversidade, assim como os serviços dos ecossistemas. A análise demonstra como as alterações do clima podem aumentar as privações humanas em todo o mundo, com desproporcionais efeitos em países pobres e em desenvolvimento.