Página 1 dos resultados de 713 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

Mudança estrutural e crescimento económico em Cabo Verde

Tavares, Annie Isabel Pereira.
Fonte: FEUC Publicador: FEUC
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.37%
O crescimento económico sustentado é crucial para o desenvolvimento económico e social dos países e a teoria do crescimento económico defende que o desenvolvimento e crescimento económicos estão intrinsecamente ligados a mudanças na estrutura produtiva. Este trabalho descreve a mudança estrutural ocorrida em Cabo Verde entre 1986 e 2008/9, procurando identificar atividades com maior potencial de contribuição para o crescimento económico sustentado do país, com base numa análise de estatística descritiva. A nível agregado verificou-se que o sector primário tem vindo a perder peso no PIB a favor do sector terciário. E a um nível mais desagregada, concluiu-se que há actividades de serviços, como por exemplo o Turismo com potencial de crescimento da produtividade e logo do crescimento económico de Cabo Verde. Contudo, apesar de Cabo Verde ter feito alguns progressos em todos os sectores de actividade económica comparando com alguns países da Africa Subsaariana, à capacidade produtiva do país continua muito deficitária, para isso tem que se aplicar medidas que permitem desenvolver mais esses sectores produtivos.; Relatório de estágio do mestrado em Economia (Economia do Crescimento e das Políticas Estruturais)...

Mudança estrutural e crescimento económico nos Novos Estados Membros (NEM) : uma análise aplicada

Galego, Miguel Pratas de Almeida
Fonte: FEUC Publicador: FEUC
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.37%
Neste trabalho de projecto é abordada a mudança estrutural, em especial o impacto que o aumento do peso dos serviços no total do emprego tem sobre o crescimento económico dos Novos Estados Membros da União Europeia, no período 1990 a 2010. É analisado o crescimento da produtividade e a estrutura de produção dos Novos Estados Membros comparativamente à média da União Europeia a 15, onde se verifica a crescente importância do setor dos serviços no total do emprego e a diminuição tanto do setor primário como do setor secundário. Seguidamente, é realizada uma regressão de crescimento à Barro de dados em painel, de forma a averiguar o impacto dos setores de atividade económica no Produto Interno Bruto, no caso dos serviços, de forma agregada e desagregada e também da indústria transformadora. Os resultados mostram um impacto negativo do setor secundário e indústria transformadora no crescimento económico, muito devido ao tipo de indústrias existentes nestes países, pois estas são caracterizadas por um nível baixo de capital humano e de fraca produtividade. Quanto ao setor dos serviços, este apresenta um efeito positivo sobre o crescimento económico, contrariando desta forma a hipótese da Doença de Custo de Baumol...

Influência dos valores e dos interesses na implantação de um processo de mudança em organizações públicas: o caso da Brigada Militar

Licks, José Luiz
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.54%
O objetivo desta pesquisa é verificar se a cultura organizacional e os interesses organizacionais atuaram como fonte de resistência ou de aceitação à mudança estrutural implementada na Brigada Militar do Rio Grande do Sul, no período de 1994 a 1997. Para este estudo de caso, utilizou-se como amostra integrantes do grupo de Comando, do grupo da Associação dos Oficiais, do grupo da Associação dos Subtenentes e Sargentos e do grupo da Associação dos Cabos e Soldados, totalizando 24 pessoas. Os dados foram obtidos junto a fontes primárias e secundárias, por meio de entrevistas semi-estruturadas e mediante a consulta a documentos institucionais e das Associações. A análise dos dados foi efetuada de forma descritivo/interpretativa. Para tanto, utilizou-se, para avaliação dos dados, visando a sua descrição e interpretação, a técnica de análise de conteúdo de Bardin (1979), bem como a técnica de análise documental, visando a subsidiar a compreensão dos dados coletados. A mudança estrutural implementada pela Lei nº 10.990/97 foi investigada a partir do exame da configuração dos componentes do arcabouço existente no período anterior, implementado pela Lei nº 7.556/81. A cultura organizacional foi abordada pela identificação dos valores...

Mudança estrutural e crescimento econômico no Brasil : uma análise do período 1990-2003 usando a noção de setor verticalmente integrado

Teixeira, Joanílio Rodolpho; Costa Junior, Leopoldo
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.37%
O objetivo deste artigo é analisar o quanto os setores de serviços contribuem para a produtividade do trabalho da economia como um todo e de cada um dos setores em particular, usando a noção de setor verticalmente integrado desenvolvida por Pasinetti (1973). São estudados a mudança estrutural e o crescimento econômico no Brasil, entre 1990 e 2003. Os resultados obtidos evidenciam que os setores de serviços têm menor produtividade que os demais, mas essa diferença diminui quando consideramos a produtividade total em vez da produtividade direta. A razão principal é o efeito induzido pela produtividade maior dos outros setores sobre os setores de serviços. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT; The aim of this paper is to examine how the service sectors contribute to labor productivity in the economy as a whole, as well as each of the sectors in particular, using the notion of vertically integrated sector developed by Pasinetti (1973). The studies focused on structural changes and economic growth in Brazil between 1990 and 2003. The results show that service sectors have lower productivity than other sectors, but the difference diminishes when considering total productivity instead of direct productivity. The main reason is the effect induced by increased productivity of other sectors on service sectors.

Acumulação de capital, restrição externa, hiato tecnológico e mudança estrutural: teoria e experiência brasileira

Lamonica,Marcos Tostes; Oreiro,José Luis da Costa; Feijó,Carmem
Fonte: Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas - FIPE Publicador: Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas - FIPE
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2012 PT
Relevância na Pesquisa
66.48%
Os períodos de crescimento acelerado da economia brasileira do pós-guerra até a década de 1970 foram constrangidos pela restrição externa. Propomos neste artigo um modelo baseado em Kaldor, em que estabelecemos uma relação entre acumulação de capital, hiato tecnológico e restrição externa ao crescimento de longo prazo para economias periféricas. A hipótese básica do modelo é que a acumulação de capital, sob certas condições, pode contornar a restrição externa ao crescimento dessas economias desde que o esforço de acumulação seja capaz de produzir uma mudança estrutural no sentido de aumentar a participação relativa dos setores mais dinâmicos do ponto de vista tecnológico. Essa mudança estrutural irá resultar em um aumento gradual da elasticidade-renda das exportações e numa redução da elasticidade-renda das importações, aumentando assim a taxa de crescimento do produto real que é compatível com o equilíbrio de longo prazo do balanço de pagamentos. Ilustramos ao final do artigo que a economia brasileira do pós-guerra até os anos 1970 apresentou uma elevada taxa de acumulação de capital, aprofundando o processo de substituição de importações, o que na nossa interpretação contribuiu para parcialmente permitir relaxar a restrição externa ao crescimento de longo prazo.

Mudança estrutural e crescimento econômico no Brasil: uma análise do período 1990-2003 usando a noção de setor verticalmente integrado

Costa Junior,Leopoldo; Teixeira,Joanílio Rodolpho
Fonte: Nova Economia Publicador: Nova Economia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2010 PT
Relevância na Pesquisa
66.37%
O objetivo deste artigo é analisar o quanto os setores de serviços contribuem para a produtividade do trabalho da economia como um todo e de cada um dos setores em particular, usando a noção de setor verticalmente integrado desenvolvida por Pasinetti (1973). São estudados a mudança estrutural e o crescimento econômico no Brasil, entre 1990 e 2003. Os resultados obtidos evidenciam que os setores de serviços têm menor produtividade que os demais, mas essa diferença diminui quando consideramos a produtividade total em vez da produtividade direta. A razão principal é o efeito induzido pela produtividade maior dos outros setores sobre os setores de serviços.

Mudança estrutural e crescimento sob restrição externa na economia brasileira: uma análise empírica do período 1962-2006 com considerações sobre o II PND

Gouvêa,Raphael Rocha; Lima,Gilberto Tadeu
Fonte: Instituto de Economia da Universidade Estadual de Campinas Publicador: Instituto de Economia da Universidade Estadual de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2013 PT
Relevância na Pesquisa
66.37%
Este artigo reporta exercícios empíricos que, ao explorar implicações da Lei de Thirlwall Multissetorial, contribuem para a compreensão da relação entre mudança estrutural, restrição externa e crescimento econômico na economia brasileira no período 1962-2006. Dadas a natureza setorial desse exercício empírico e sua conexão com a literatura historiográfica sobre o II Plano Nacional de Desenvolvimento, os resultados foram utilizados para avaliar a contribuição dos setores para a evolução das elasticidades-renda ponderadas das exportações e importações, subsidiando, assim, o debate existente acerca do ajustamento externo promovido entre 1974 e 1984. Os resultados sugerem que a interpretação de Castro (1985), mesmo quando avaliada sob uma métrica diferente daquela utilizada pelo autor, possui fundamento empírico. Esses resultados subsidiam também a qualificação de Fishlow (1986) de que a melhoria na balança comercial em 1983-1984 decorreu mais do comportamento das exportações do que das importações.

Cultura organizacional e dependências de poder: a mudança estrutural em uma organização do ramo de informática

Feuerschütter,Simone Ghisi
Fonte: Associação Nacional dos Programas de Pós-graduação em Administração Publicador: Associação Nacional dos Programas de Pós-graduação em Administração
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/1997 PT
Relevância na Pesquisa
66.55%
O objetivo deste artigo é apresentar os resultados de estudo realizado em uma organização pública catarinense do ramo de informática, em que se procurou verificar se a culturaorganizacional e as dependências de poder atuaram como fonte de resistência ou deaceitação à mudança implementada no seu arcabouço estrutural, no período 1991-92. Ométodo utilizado na pesquisa é o estudo de caso. A análise dos dados foi efetuada deforma descritivo-interpretativa, com abordagem predominantemente qualitativa, em quese considerou a configuração dos componentes do arcabouço estrutural nos períodosanterior e posterior à mudança. A cultura organizacional foi abordada a partir da identificação dos valores compartilhados no grupo de dirigentes, no grupo de chefias e no grupotécnico da organização; as dependências de poder foram verificadas por meio dos interesses dos integrantes desses grupos. Os resultados revelam que a cultura organizacionalatuou como fonte de aceitação, enquanto as dependências de poder funcionaram comofontes de resistência à mudança estrutural em questão.

Impactos da mudança estrutural da economia brasileira sobre o seu crescimento

Nakabashi,Luciano; Scatolin,Fábio Dória; Cruz,Marcio José Vargas da
Fonte: Instituto de Economa da Universidade Federal do Rio de Janeiro Publicador: Instituto de Economa da Universidade Federal do Rio de Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2010 PT
Relevância na Pesquisa
66.37%
Na abordagem estruturalista, o papel da indústria tem destaque na dinâmica da economia devido a fatores inerentes a esse setor. Dentre os autores clássicos que se destacam nesse campo, podemos ressaltar as contribuições de Raúl Prebisch, Celso Furtado, Albert Hirschman e Nicholas Kaldor, os quais, ao longo de suas respectivas obras, apresentaram valiosas interpretações sobre a dinâmica do desenvolvimento econômico e enfatizaram a importância do papel da indústria de transformação nesse processo. Com base nos argumentos iniciais desses autores, o presente estudo busca analisar os efeitos da mudança estrutural da economia brasileira sobre o seu desempenho, com ênfase no setor industrial, para o período 1948-2007.

Trajetória de crescimento da economia brasileira e mudança estrutural de 1971 a 2008: uma interpretação a partir do framework space

Lamonica,Marcos Tostes; Feijó,Carmem Aparecida; Punzo,Lionello F.
Fonte: Instituto de Economa da Universidade Federal do Rio de Janeiro Publicador: Instituto de Economa da Universidade Federal do Rio de Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2012 PT
Relevância na Pesquisa
66.37%
O objetivo do texto é analisar a trajetória de crescimento da economia brasileira dos anos de 1970 até 2008, considerando as flutuações do investimento e da produtividade como determinantes do comportamento dessa trajetória. Assim, identificamos e qualificamos diferentes fases ou caminhos de crescimento compondo a trajetória de longo prazo. O comportamento oscilatório dessa trajetória tem sido atribuído a conjecturas de várias naturezas; aqui enfatizaremos as mudanças nas políticas econômicas e seus efeitos sobre a estrutura produtiva via mudança estrutural induzida que repercute na dinâmica observada. Apoiados na visão kaldoriana e neo-schumpeteriana introduziremos o Framework Space como instrumento de análise da dinâmica da trajetória de crescimento econômico do Brasil.

Mudança estrutural e o setor de serviços no Brasil; Structural change and the service sector in Brazil

Vanessa Moraes Lugli
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 24/02/2015 PT
Relevância na Pesquisa
66.48%
A mudança estrutural pode ser entendida como uma transformação de longo prazo da estrutura produtiva de um país estando, portanto, intrinsecamente relacionada ao desenvolvimento econômico. Nesse processo, os setores e as atividades produtivas crescem a velocidades diferentes, alterando assim a sua participação na geração do produto e do emprego agregados. Nas últimas décadas, iniciou-se um debate, não apenas nos países desenvolvidos, mas também em desenvolvimento, como o Brasil, sobre a ocorrência de um processo de desindustrialização dessas economias, dado pela retração do setor industrial em contrapartida à expansão do setor de serviços. Considerando que, dentro deste debate, o setor de serviços foi analisado como uma categoria residual, composto por diversas atividades muito distintas entre si e que não se encaixavam na classificação de agropecuária ou indústria, sua análise de forma agregada pode ser problemática, levando a resultados e conclusões imprecisos. Sendo assim, esse trabalho se propõe a analisar de forma detalhada o setor de serviços no Brasil no período entre 2000 e 2012, compreendendo melhor a sua estrutura e a sua dinâmica, contribuindo também para qualificar essa mudança estrutural e seus impactos sobre o desenvolvimento econômico brasileiro.; Structural change can be understood as a long-term transformation of the productive structure of a country...

A dinâmica da mudança estrutural : uma abordagem pasinettiana do desenvolvimento econômico

Costa Junior, Leopoldo
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
46.67%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Administração, Economia, Contabilidade e Ciência da Informação e Documentação, Departamento de Economia, 2009.; Mudança estrutural e desemprego parecem ser características do processo de desenvolvimento econômico. O objetivo dessa tese é estudar a dinâmica da mudança estrutural usando a noção de setor verticalmente integrado e o modelo de produção com trabalho apenas de Pasinetti (1973, 1981, 1988, 1993). No Capítulo I, “Introdução”, apresentamos o objetivo da tese e a relevância de se usar um modelo multi-setorial de crescimento com taxas de crescimento e comportamento diferenciados tanto dos setores quanto das famílias para lidar com a questão do desenvolvimento econômico e com a mudança estrutural que o caracteriza. A questão do consumo sempre foi negligenciada em modelos de inspiração sraffiana, muito mais preocupados com o lado da produção ao contrário de outras escolas keynesianas. No Capítulo II, fazemos uma extensão ao modelo pasinettiano para contemplar diferentes perfis de consumo e entender como a heterogeneidade das famílias contribui para explicar a mudança estrutural. Verificamos que essa heterogeneidade se mostrou importante para a explicar a necessidade da emergência de instituições...

Mudança cíclica versus mudança estrutural : uma análise da produtividade da mão-de-obra na indústria brasileira

Galvão Júnior, Antônio Fialho; Gomes, Fábio Augusto Reis; Salvato, Márcio Antônio
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE) - Artigos
PT-BR
Relevância na Pesquisa
66.58%
Este artigo analisa duas diferentes explicações sobre a evolução recente da produtividade da mão-de-obra brasileira. Enquanto a primeira sugere que o aumento da produtividade verificado no início da década de 1990 se deve a fatores cíclicos, a segunda propõe que tal aumento se deve a um choque estrutural: a abertura comercial. Desenvolvemos então uma nova abordagem econométrica, baseada em testes de mudança estrutural endógena, para avaliar a aderência aos dados dessas explicações. Encontramos evidências de que a indústria como um todo e 14 de seus 16 gêneros apresentam uma mudança estrutural, cuja data varia entre maio de 1987 e abril de 1994. Portanto, não rejeitamos a hipótese de que a abertura comercial teve um impacto crucial sobre a evolução da produtividade brasileira.; p. 75-96 : il.

Investigação em psicoterapia psicanalítica e psicanálise : Processos e mudança

Silva, Andrea Manuela Melo
Fonte: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida Publicador: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
56.57%
Dissertação de Mestrado apresentada ao ISPA - Instituto Universitário; A Revisão de Literatura apresentada focaliza estudos concernente a objectivos Terapêuticos e Fases de Mudança no âmbito da Psicoterapia Psicanalítica e Psicanálise, concomitantemente, procura examinar o trajecto da Investigação neste âmbito. A Capacidade Adaptativa e Mudança Estrutural evidenciam-se, ambas conferem o estatuado de objecto intrínseco às distintas Psicoterapias. À semelhança da Mudança Estrutural, a aquisição de Insight e a Resolução de Conflitos Básicos, definiram-se como a finalidade de estudo na presente investigação, tendo sido dissecadas as fases de Mudança em Psicoterapia. Apesar de se ter constatado que a Psicoterapia Psicanalítica e a Psicanálise fomentam mudanças significativas e sólidas no indivíduo, foram contempladas insuficiências na literatura. A investigação foi primordial ao abordar os Processos e Produtos, o que conduziu ao procedimento da corroboração empírica do construto Mudança Estrutural, bem como, de estudos empíricos que confrontam Processos e Produtos.; ABSTRACT: The presented literature survey focuses on studies that pertain to Therapeutic objectives and Phases of Change in the ambit of Psychoanalytic Psychotherapy and Psychoanalysis. Concomitantly...

Acumulação de capital, restrição externa, hiato tecnológico e mudança estrutural: teoria e experiência brasileira

Lamonica, Marcos Tostes; Oreiro, José Luis da Costa; Feijó, Carmem
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/03/2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.48%
The periods of fast growth in the Brazilian economy from the post-war until the end of the 1970s have been constrained by imbalances in the foreign sector. We propose in this paper a model, based on Kaldor, where capital accumulation, technological gap and long run external constrain are connected. Our hypothesis is that capital accumulation, under certain circumstances, can overcome external constrain if the accumulation effort promotes structural change increasing the importance of sectors technological-intensive. It is expected that the structural change in this direction will contribute to an increase in the income-elasticity of exports and to a decrease in income-elasticity of imports, resulting in the increase in the growth rate of real product compatible with the balance of payments equilibrium in the long run. The last part of the paper shows that the high investment rate observed in the Brazilian economy from the post-war period until the end of the 1970s resulted in the deepening of the import substitution process, what, in our interpretation, contributed to partially increase the long run growth rate of the Brazilian economy compatible with the balance of payment equilibrium.; Os períodos de crescimento acelerado da economia brasileira do pós-guerra até a década de 1970 foram constrangidos pela restrição externa. Propomos neste artigo um modelo baseado em Kaldor...

ANÁLISE DE QUEBRA ESTRUTURAL NA FORMAÇÃO BRUTA DE CAPITAL FIXO DO BRASIL

Dias, Joilson; de Castro Jr., Vicente Junqueira
Fonte: Editora UFPR Publicador: Editora UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 06/05/2005 POR
Relevância na Pesquisa
46.53%
O objetivo deste artigo é analisar se houve mudança estrutural na formação bruta de capital fixo do Brasil no período 1952-1998. A importância desta variável para o longo prazo da economia está em que alterações em sua tendência quer positivas e/ou negativas reflete diretamente a capacidade produtiva da economia no longo prazo. O estudo de quebra estrutural é um passo posterior às discussões sobre estacionariedade das séries temporais. A não estacionariedade das séries pode ser devido a uma quebra estrutural. Assim, este estudo focaliza-se neste ponto com relação à série mencionada, objetivando verificar se houve uma quebra estrutural na mesma. A metodologia a ser empregada foi desenvolvida por Quandt (1960), Andrews e Ploberg (1994) e Vogelsang (1997). Como resultado, obtivemos que a série formação bruta de capital fixo não sofreu mudança estrutural no período de análise. Quando considerado o sub-período 1959-1974, que inclui o período do milagre brasileiro em termos de crescimento econômico, este não aparece como sendo o elemento de mudança estrutural que suportou a ocorrência deste milagre. Abstract The objective of this paper is to analyze the structural breaks on gross fixed investment for the period 1952-1998. The importance of changes in the behavior of this variable in the long run is that it means direct change in the overall productivity of the economy. Thus...

Desindustrialização no Brasil: mudança estrutural ou doença holandesa?

de Lira, Francisco Roberto Fuentes Tavares; Universidade Federal do Paraná
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 26/03/2013 POR
Relevância na Pesquisa
56.35%
Este artigo busca explorar o tema da desindustrialização no Brasil ao buscar verificar a natureza desse fenômeno sob duas óticas: um sintoma da doença holandesa ou parte do processo de mudança estrutural. A diferença entre esses tipos de desindustrialização é a composição do setor de serviços, no qual a expansão de serviços mais qualificados destaca a transformação estrutural da economia, enquanto o crescimento de serviços mais rudimentares (comércio) denota a doença holandesa. Com base nisso, o texto pauta-se em analisar a evolução do emprego em diferentes setores para perceber a natureza da perda de participação da indústria; e conclui-se que a suposta desindustrialização brasileira não se encaixa perfeitamente nessas duas óticas.

Impactos da mudança estrutural da economia brasileira sobre o seu crescimento

Nakabashi, Luciano; UFPR; Scatolin, Fábio Dória; UFPR; Cruz, Márcio José Vargas da; UFPR
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 29/05/2012 POR
Relevância na Pesquisa
56.29%
Na abordagem estruturalista, o papel da indústria tem um destaque, pois vários fatores apontam que esse é um setor essencial para a dinâmica da economia. Hirschman (1958) aponta que a indústria tem um nível mais elevado de encadeamentos para frente e para trás em relação aos demais setores. Adicionalmente, o autor coloca que as externalidades positivas e os efeitos de transbordamentos seriam mais relevantes naquele setor. Kaldor (1957) ainda chama a atenção para o maior potencial dos ganhos de escala estáticos e dinâmicos da indústria. Considerando esses argumentos, o presente estudo busca analisar os efeitos da mudança estrutural da economia brasileira sobre o seu desempenho no período 1948-2007.

Mudança estrutural e crescimento econômico no Brasil: uma análise do período 1990-2003 usando a noção de setor verticalmente integrado

Junior, Leopoldo Costa; Teixeira, Joanílio Rodolpho
Fonte: Nova Economia; Nova Economia Publicador: Nova Economia; Nova Economia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 27/01/2011 POR
Relevância na Pesquisa
66.37%
O objetivo deste artigo é analisar o quanto os setores de serviços contribuem para a produtividade do trabalho da economia como um todo e de cada um dos setores em particular, usando a noção de setor verticalmente integrado desenvolvida por Pasinetti (1973). São estudados a mudança estrutural e o crescimento econômico no Brasil, entre 1990 e 2003. Os resultados obtidos evidenciam que os setores de serviços têm menor produtividade que os demais, mas essa diferença diminui quando consideramos a produtividade total em vez da produtividade direta. A razão principal é o efeito induzido pela produtividade maior dos outros setores sobre os setores de serviços.

Mudança estrutural e crescimento sob restrição externa na economia brasileira: uma análise empírica do período 1962-2006 com considerações sobre o II PND

Gouvêa, Raphael Rocha; Lima, Gilberto Tadeu
Fonte: Universidade Estadual de Campinas - Instituto de Economia - Setor de Publicações Publicador: Universidade Estadual de Campinas - Instituto de Economia - Setor de Publicações
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares; Formato: application/pdf
Publicado em 11/12/2015 POR
Relevância na Pesquisa
66.37%
Este artigo reporta exercícios empíricos que, ao explorar implicações da Lei de Thirlwall Multissetorial, contribuem para a compreensão da relação entre mudança estrutural, restrição externa e crescimento econômico na economia brasileira no período 1962-2006. Dadas a natureza setorial desse exercício empírico e sua conexão com a literatura historiográfica sobre o II Plano Nacional de Desenvolvimento, os resultados foram utilizados para avaliar a contribuição dos setores para a evolução das elasticidades-renda ponderadas das exportações e importações, subsidiando, assim, o debate existente acerca do ajustamento externo promovido entre 1974 e 1984. Os resultados sugerem que a interpretação de Castro (1985), mesmo quando avaliada sob uma métrica diferente daquela utilizada pelo autor, possui fundamento empírico. Esses resultados subsidiam também a qualificação de Fishlow (1986) de que a melhoria na balança comercial em 1983-1984 decorreu mais do comportamento das exportações do que das importações. Abstract By exploring the implications of the Multi-Sector Thirlwall’s Law, this paper reports empirical exercises that contribute to an understanding of the relationship between structural change, external constraint and economic growth in Brazil in the 1962-2006 period. Given the sectoral nature of these empirical exercises and their connection with the historical literature about the II National Development Plan...