Página 1 dos resultados de 103 itens digitais encontrados em 0.008 segundos

De armas e de palavras: um estudo comparado da temática da guerra em Terra Sonâmbula, de Mia Couto, e Ventos do Apocalipse, de Paulina Chiziane; About weapons and words: a comparative study of the theme of war in Terra Sonâmbula, by Mia Couto, e Ventos do Apocalipse, by Paulina Chiziane

Peruzzo, Lisângela Daniele
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 16/03/2011 PT
Relevância na Pesquisa
46.4%
Esta tese de doutoramento tem por finalidade o estudo comparado das obras de dois escritores do macrossistema de literaturas de língua portuguesa, os moçambicanos, Mia Couto e Paulina Chiziane. Trabalhamos a temática da guerra sob a perspectiva do fantástico clássico (Todorov, 2008) e do fantástico contemporâneo (Sartre, 2006; Bessière, 1974) em dois romances, Terra sonâmbula (Couto,1992) e Ventos do apocalipse (Chiziane, 1999), tomando os mesmos como espaços dialógicos e em transformação, marcados pela História. ( Bakhtin, 1988; Lukács, 2006). O nosso enfoque comparatista buscou atar as questões do alheio ao próprio de forma a propiciar um melhor entendimento da literatura moçambicana e seu contexto, assim como, através dessa possibilidade de maior compreensão, facilitar sua divulgação.; This doctoral thesis aims at the comparative study of the works of two mozambicans writers inserted on the macrosystem of literatures in Portuguese, Mia Couto and Paulina Chiziane. We worked on the theme of war from the perspective of the classic fantastic (Todorov, 2008), and the contemporary fantastic (Sartre, 2006; Bessière, 1974) in two novels, Terra sonâmbula (Couto, 1992) and Ventos do apocalipse (Chiziane, 1999) considering them as spaces for dialogic discussion...

A literatura e a concepção de identidade em algumas narrativas de Estórias Abensonhadas de Mia Couto e de Rio dos bons sinais de Nelson Saúte; The literature and the conception of identity in some narratives from Estórias Abensonhadas by Mia Couto and from Rio dos bons sinais by Nelson Saúte

Lérco, Camila Cesário
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 01/03/2013 PT
Relevância na Pesquisa
36.4%
O presente trabalho, a partir da perspectiva comparatista, desenvolve uma análise crítica de algumas narrativas de Estórias Abensonhadas de Mia Couto e de Rio dos bons sinais de Nelson Saúte à luz da importância do gênero conto, em que também significativamente se revelam as dimensões das literaturas africanas de língua portuguesa, além das possibilidades de investigação em torno de algumas das lógicas culturais que envolvem a história dos diferentes grupos etnolinguísticos que fazem parte do contexto geográfico moçambicano. Evidentemente que preservadas as especificidades históricas de cada grupo nacional local, a dissertação também se volta para a análise das tensões históricas resultantes do processo de intervenção metropolitana e manifestas na ficção moçambicana, sobretudo em textos escritos por uma intelectualidade urbana local mobilizada para a resistência. Inevitavelmente, as questões que foram se intensificando em torno da identidade moçambicana entendida a partir dessa perspectiva endógena serão examinadas.; The present study, from the comparative perspective, develops a critical analysis of some narratives from Estórias Abensonhadas by Mia Couto and from Rio dos bons sinais by Nelson Saúte in the light of the importance of the short story genre...

Ventos do Apocalipse, de Paulina Chiziane, e Ponciá Vicêncio, de Conceição Evaristo: laços africanos em vivências femininas; Ventos do Apocalipse, by Paulina Chiziane, and Ponciá Vicêncio, by Conceição Evaristo: African bonds in feminine existences

Cesario, Irineia Lina
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 17/10/2013 PT
Relevância na Pesquisa
36.35%
O presente trabalho propôs-se a investigar a escritura literária de autoria feminina nas obras Ventos do Apocalipse (2006), de Paulina Chiziane, e Ponciá Vicêncio, de Conceição Evaristo, no sentido de estabelecer um diálogo com o espaço da experiência perceptiva e cultural geradora de imagens libertárias da consciência feminina nos contextos moçambicano e brasileiro. A opção por pesquisar obras produzidas em espaços sociais e políticos distintos reflete a preocupação em demonstrar que as mulheres continuam buscando formas de se fazerem ouvir, no campo do literário, criando discursos e estratégias enraizadas nas experiências femininas em Moçambique e no Brasil. O fato de este estudo ter buscado suporte interdisciplinar, na linha dos estudos culturais, sobretudo a reflexões históricas, sociológicas e até psicanalíticas, deriva de considerarmos a escrita literária de autoria feminina como um nicho relevante, a partir do qual as mulheres reinventam a sua identidade plural e atuam como agentes de conscientização e de transformação das relações sociais de gênero nos contextos em que suas obras se inserem.; This paper intends to investigate the literary writings by female authors in the works Ventos do Apocalipse (2006)...

Entre dois mundos: a loucura feminina nos romances A Louca de Serrano, de Dina Salústio, e O alegre canto da perdiz, de Paulina Chiziane; Between two worlds: the female insanity in the novels A Louca de Serrano, by Dina Salústio, and O alegre canto da perdiz, by Paulina Chiziane

Braga, Juliana Primi
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 18/10/2013 PT
Relevância na Pesquisa
36.4%
A literatura de autoria feminina nas sociedades pós-coloniais é considerada por Gayatri C. Spivak um processo metonímico da saga das mulheres usado como ferramenta de denúncia, que possibilita a quebra de mitos e preconceitos há muito reforçados pelo discurso patriarcal. Dentre as mulheres que encontraram sua voz e se fizeram ouvir, deixando de ser consideradas apenas informantes nativas das histórias orais de sua cultura, merecem destaque as cabo-verdianas Dina Salústio, Vera Duarte, Fátima Bettencourt, Orlanda Amarílis e Dulce Almada Duarte, e as moçambicanas Paulina Chiziane e Lília Momplé. O objetivo desta tese é investigar nos romances A Louca de Serrano e O alegre canto da perdiz, de Dina Salústio e Paulina Chiziane, respectivamente, como se constrói a temática da loucura, representada pelas mulheres africanas (e personagens) Louca de Serrano e Maria das Dores (louca do rio), que pode ser compreendida como uma voz carregada de solidão, dor, negação, rebeldia e inconformismo e como marca de resistência à marginalização feminina nas e pelas práticas sociais hegemônicas.; The female literature in the post-colonial societies is considered by Gayatri C. Spivak as a process of metonymic saga of women used as a complain instrument...

A ponte entre a palavra da alma e a palavra do papel : epistolário ficcional miacoutiano

Santos, Cristina Mielczarski
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.63%
Este trabalho propõe uma análise de cinco romances do autor moçambicano Mia Couto, publicados no período de 2000 a 2009. Fazem parte do corpus os seguintes títulos: Mar me quer (2000), O último voo do flamingo (2000), A varanda do Frangipani (1996), O outro pé da Sereia (2006) e Antes de nascer o mundo (2009). A proposta consiste em verificar a representação da escrita – a palavra no papel – constituída pelo gênero epistolar – a carta, assim como o diário, o bilhete e o caderno de anotações, elementos constantes nos romances que constituem o corpus do trabalho. A representação da escrita por intermédio dessas formas é recorrente na maioria dos romances de Mia Couto e também elemento partícipe em inúmeros contos, seja como motivo, seja como tema, seja como elemento de constituição. Observou-se a singularidade do autor que, mesmo quando dá ênfase para a escrita, mostra como essa sofre um processo de imbricamento com a oralidade. Tentou-se ficar atento a questões que envolvem as personagens que empregam a escrita. Faz-se necessário destacar a importância do autor e sua obra para a literatura moçambicana, assim como seu ativismo na constituição e divulgação da cultura de seu país, quebrando arquétipos criados sobre o continente africano. Dialogou-se com críticos literários e estudiosos da literatura africana de língua portuguesa...

Um olhar sobre a cultura e sociedade em Moçambique: a ficção e a realidade em Niketche: uma história de Poligamia

Araújo, Erika Tonelli de
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 124 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
36.54%
Pós-graduação em Ciências Sociais - FCLAR; A presente dissertação “Um olhar sobre a cultura e sociedade em Moçambique: A ficção e a realidade em “Niketche: uma história de Poligamia” pretende realizar uma interpretação de alguns aspectos da realidade da sociedade e cultura contemporânea de Moçambique, especialmente sobre o papel desempenhado pela mulher. Valendo-nos de referências teórico-metodológicas da Sociologia da Literatura e de críticos da literatura africana para realizar o estudo do romance moçambicano Niketche: uma História de Poligamia. A partir dos elementos presentes na narrativa daremos destaque a mulher moçambicana, evidenciando como os períodos de colonização, independência e pós-independência influenciaram na construção das relações de gênero.; The present dissertation “The look at a culture e society in Mozambique: the ficcional and reality in the Niketche: a History of Polygamy” intends to realize an interpretation of some aspects of the reality of the society and culture contemporary of Mozambique, in special about the role performed by the woman. Thus, the study will be conducted on references theoretic-metodology of the sociology of the literature and critic of African literature to prove an analysis of the mozambican romance Niketche: a History of Polygamy. The elements presents in the narrative will be favoring to give prominence the mozambican woman...

A presença da angústia em um conto de Mia Couto

Biziak, Jacob dos Santos; Gobbi, Marcia Valeria Zamboni
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 63-77
POR
Relevância na Pesquisa
36.25%
This article intends an approach among literary analysis, philosophy and psichoanalysis in a short story from Mia Couto, Mozambican author. From the trajectory of the main character and from their relationship with the others, we intended to do a reading on the presence of anguish within this literary text. In order to do that, two definitions were used to explain what would be considered torment: one from the philosopher Kierkegaard and the other from the psichoanalyst Freud. Concluding, we aim to compare this two readings in a way that we establish bounds between both.; Este artigo pretende fazer uma aproximação entre a análise literária, a filosofia e a psicanálise em um conto de Mia Couto, autor moçambicano. A partir do percurso da personagem central e do seu relacionamento com as demais, procuramos fazer uma leitura sobre a presença da angústia dentro desse texto literário. Para tanto, utilizamos duas definições para o que seria a angústia: a do filósofo Kierkegaard e a do psicanalista Freud. Por fim, pretendemos comparar essas duas leituras de forma a estabelecer vínculos entre ambas.

Na Demanda da Ideia de Nação: as Viagens Pós-coloniais nas Obras de Mário de Andrade e Mia Couto

Rodrigues, Kamila Katarzyna Krakowska
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
46.54%
A viagem é um fecundo motivo literário que permite, entre outras coisas, explorar a identidade de um indivíduo e de uma comunidade, estabelecer o contacto entre o Eu e o Outro, confrontar diversas visões do mundo e expandir o horizonte de conhecimento do viajante. O presente estudo parte da hipótese de que a viagem pode ser um fértil motivo promotor da construção e reformulação da ideia de nação. Esta questão é particularmente interessante no caso de textos pós-coloniais que entram em diálogo com as representações eurocêntricas desses territórios e dessas nações. Como corpus elegeram-se quatro obras que retratam diversas viagens físicas e imaginárias: O Turista Aprendiz e Macunaíma, Herói sem Nenhum Caráter, do escritor brasileiro Mário de Andrade, e Terra Sonâmbula e O Outro Pé da Sereia, do escritor moçambicano Mia Couto. A escolha desses dois autores é motivada pela presença de questões identitárias e nacionais na produção literária de ambos. Além disso, um estudo comparado no âmbito de literatura brasileira e moçambicana possivelmente permite aprofundar a compreensão de vários processos de construção e consolidação da ideia de nação num contexto altamente multicultural. O Brasil e Moçambique são nações profundamente marcadas pela sua história colonial. Embora os dois países tenham alcançado a independência em épocas distintas (1822 e 1975 respetivamente)...

O tema do exílio nas escritas poéticas de António Jacinto, Agostinho Neto, José Craveirinha e Rui Knopfli; The theme of the exile in the poetic writings of António Jacinto, Agostinho Neto, José Craveirinha and Rui Knopfli

Oliveira, Natália Medeiros
Fonte: Universidade Federal de Pelotas; Centro de Letras e Comunicação; Programa de Pós-Graduação em Letras; UFPel; Brasil Publicador: Universidade Federal de Pelotas; Centro de Letras e Comunicação; Programa de Pós-Graduação em Letras; UFPel; Brasil
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.49%
Experiences such as the exile, experienced by Portuguese-speaking African poets, besides the intrinsic bond with politics and, by extension, with the History, are also constitutive parts of the literature of these countries, that is, of their literary systems. In this formative construct they also reveal a deep awareness of the Africanness. With an anti-colonial language, this literature, produced in the space of the exile/prison, as well as outside of it, constituted an indictment of the colonial system and expressed hope in the creation of a socialist model. The existential reflection that occurs in parallel to the happening shows a sort of commitment or mission, reflecting the political component that these experiences have. The productions of the Portuguese-speaking African poets did not neglect the aesthetic component and have not seen it dissociated from worldly matters. Considered like this, such experiments constitute object of investigation, as they conform aspects of the literary systems of African countries that were former colonies of Portugal. The research, presented here, methodology has as one of the branches the subject of Comparative Literature. Thus, an intraliterary (angolan literature and mozambican literature) and thematologic study is performed...

As Missangas de Mia Couto : a moçambicanidade no discurso pluralista

Silva, Tamarana Marques
Fonte: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Publicador: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.38%
O escritor moçambicano Mia Couto constroi em suas produções literárias um universo plural, valorizando as miudezas e as grandezas da vida e, a partir dos recursos linguísticos e das diversas possibilidades do uso da palavra, inscreve sua postura política contemporânea. A prosa poética de Couto ao mesmo tempo em que é universal, por se fazer compreensível em qualquer parte do mundo, fixa suas raízes em solos moçambicanos, por desmistificar contextos histórico-culturais do cotidiano de Moçambique. A presente pesquisa tem por evidencia, na obra O fio das missangas (2009), o posicionamento político de Couto em relação ao seu país sob o olhar de personagens-narradoras femininas. Dessa forma, escolhemos para compor nosso corpus cinco “missangas” das vinte e nove reunidas no livro, em que a personagem protagonista fosse também narradora, para observarmos o discurso feminino em relação à sociedade patriarcal e falocêntrica onde ainda estão submetidas, sendo elas: “Meia Culpa, meia própria culpa”, “O cesto”, “Os olhos dos mortos”, “A despedideira” e “A Saia Almarrotada”. O nosso passeio pelo universo literário de Couto, nos contos escolhidos, mostra que há o que Macêdo e Maquêa (2007) chamaram de moçambicanidade...

Jerusalém : a morte do mundo e o nascimento do monstro

Rahe, Juliana Ciambra
Fonte: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Publicador: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.25%
Este trabalho tem como objetivo a análise acerca da presença do monstruoso na obra Antes de nascer o mundo, do moçambicano Mia Couto. A investigação da monstruosidade de Silvestre Vitalício conduz a um entendimento da cultura que o gerou, revelando-nos, por meio da análise de sua transformação, os limites e traçando fronteiras que não devem ser transpostas na busca pela construção de uma identidade moçambicana, bem como os caminhos a serem percorridos no exorcismo do monstro. Isso se dá por meio da (re)invenção identitária, o que pode promover a reintegração do indivíduo ao mundo após a espoliação sofrida com o processo de colonização e de descolonização. Apresentamos a hipótese de que a transformação de Mateus Ventura, patriarca de Antes de nascer o mundo, no monstro Silvestre Vitalício se deu em razão da tentativa de apagamento da experiência traumática sofrida pelo personagem nas guerras de Moçambique. Ao fugir das memórias, exilando-se em Jesusalém, Silvestre Vitalício é incapaz de acessar e compreender o evento traumático e, assim, passa a sofrer de uma crise de identidade, que fundamenta sua transformação em um monstro. Essa crise afeta também aqueles que vivem com ele...

A experiência histórica e sua narratividade na literatura de Mia Couto e Paulina Chiziane; The historical experience and its turnover in Mia Couto literature and Paulina Chiziane

Munhoz, Renata Ribeiro
Fonte: Universidade Federal de Pelotas; Centro de Letras e Comunicação; Programa de Pós-Graduação em Letras; UFPel; Brasil Publicador: Universidade Federal de Pelotas; Centro de Letras e Comunicação; Programa de Pós-Graduação em Letras; UFPel; Brasil
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.44%
Analyze the experience and its narrativity elucidating the relation between them is the goal of this work. The aim is to discuss how faint are the boundaries between the real and the fictional in the literature, focusing the intersection between factual anchorage and literary narrative.Based upon the traumatic experience, the Mozambican CIvil war, the novels "Sleepwalking Land" (2007), by Mia Couto, and Apocalypse Winds (2006), by Pauline Chiziane, resume the historical fact by way of fiction, including the voice of subalterns, characters in general that not gained prominence in writing the official history of the country .Therefore, it seeks to understand how to process the historical experience and how it could house other experience classes.; Sem bolsa; Analisar a experiência e sua narratividade, elucidando as relações entre ambas, é o objetivo deste trabalho. Pretende-se problematizar o quão tênues são as fronteiras entre o real e o fictício na literatura, tendo como enfoque a intersecção entre a ancoragem factual e a narrativa literária. Embasados na experiência traumática, a guerra civil moçambicana, os romances Terra Sonâmbula (2007), de Mia Couto, e Ventos do Apocalipse (2006), de Paulina Chiziane retomam o fato histórico pela via da ficção...

“Minimal signs of hope”: intuitions about politics in Mia Couto’s writing; “Minúsculos sinais da esperança”: intuições sobre o político na escrita de Mia Couto

Costa, Luana Antunes
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 21/12/2015 POR
Relevância na Pesquisa
36.25%
This article proposes a critical review of the text “E se Obama fosse africano?” [What if Obama were African?], by the Mozambican writer Mia Couto (2009), first published in the newspaper Savana, in 2008, when Barack Obama rose to the presidency of the United Sates. In order to identify the strategies of Mia Couto’s discourse about a global and local political scenario and the tensions in the sociocultural and political in and outside the African continent; we have as theoretical support Edward Said’s thinking on the performativity of the intellectual subject, Liliana Weinberg’s essay theory and the statements by Mia Couto on the esthetic features of his interventional texts.; O artigo propõe uma leitura crítica do texto “E se Obama fosse africano?”, do escritor moçambicano Mia Couto (2009), publicado inicialmente no jornal Savana em 2008, quando da ascensão de Barack Obama à presidência dos Estados Unidos da América. A fim de surpreendermos as estratégias de elaboração do discurso miacoutiano sobre a cena política global e local, as tensões nos planos sóciocultural e político presentes dentro e fora do Continente Africano, nos apoiaremos no pensamento de Edward Said sobre a performatividade do sujeito intelectual...

DE ALIMA A XILIM: A MEMÓRIA ANCESTRAL E O COLONIALISMO NO ROMANCE PORTAGEM, DE ORLANDO MENDES; DE ALIMA A XILIM: A MEMÓRIA ANCESTRAL E O COLONIALISMO NO ROMANCE PORTAGEM, DE ORLANDO MENDES

Cruz, Clauber Ribeiro
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/05/2012 POR
Relevância na Pesquisa
46.49%
ESTE TRABALHO ANALISA OS TRAÇOS DA ANCESTRALIDADE NO ESPAÇO DA MEMÓRIA A PARTIR DA RESISTÊNCIA EM MEIO À SITUAÇÃO COLONIAL VIVENCIADA POR MOÇAMBICANOS NAS DÉCADAS DE 60 E 70 DO SÉCULO XX. PARA ISSO, O ROMANCE PORTAGEM (1966), DO ESCRITOR MOÇAMBICANO ORLANDO MENDES (1916-1990), MOSTRARÁ COMO A ANCESTRALIDADE, JUNTO AO ESPAÇO COLONIAL, SE POSICIONA DENTRO DO PROCESSO DE FORMAÇÃO DA LITERATURA E DA SOCIEDADE MOÇAMBICANA.; THIS PAPER ANALYSES THE ANCESTRAL SETTING OF MEMOIR AND ITS RESISTANCE IN THE COLONIAL SITUATION LIVED BY MOZAMBIQUE IN THE 60’S AND 70’S OF THE 20TH CENTURY. THUS, THE NOVEL PORTAGEM(1966), WRITTEN BY THE MOZAMBICAN WRITER ORLANDO MENDES (1916-1990), IS GOING TO PRESENT HOW THE ANCESTRY, COMBINED WITH THE COLONIAL SETTING, IS GOING TO BEHAVE ITSELF ON A PROCESS OF THE MOZAMBICAN LITERATURE FORMATION AND ITS SOCIETY.

O SOM RESSOANTE DOS TAMBORES; O SOM RESSOANTE DOS TAMBORES

Biazetto, Flávia Cristina Bandeca
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/11/2007 POR
Relevância na Pesquisa
36.35%
O POETA MOÇAMBICANO JOSÉ CRAVEIRINHA, INFLUENCIADO PELO MOVIMENTO DA NEGRITUDE, ABORDA EM SEUS VERSOS QUESTÕES SOBRE AS CONTRADIÇÕES NO REGIME COLONIAL, VALORIZANDO A CULTURA, A LUTA E A HISTÓRIA DE SEU POVO. ESTE TRABALHO APONTA ALGUNS ASPECTOS DE SEU PROJETO LITERÁRIO, TENDO POR BASE O POEMA QUERO SER TAMBOR, PUBLICADO NO LIVRO KARINGANA UA KARINGANA (1982). A PROPOSTA É ANALISAR O POEMA, DESTACANDO OS ELEMENTOS DA CULTURA AFRICANA E OS RECURSOS LITERÁRIOS UTILIZADOS PELO POETA PARA ENFATIZAR A VALORIZAÇÃO DE UMA MOÇAMBICANIDADE.; JOSÉ CRAVEIRINHA WAS A POET FROM MOZAMBIQUE WHO BROACHED THE COLONIALISM’S CONTRADICTIONS UNDER THE INFLUENCE OF NEGRITUDE. THE CRAVERINHAS’S VERSES VALUE THE CULTURE, THE STRUGGLE AND HISTORY OF HIS COUNTRY. THIS RESEARCH INTENDS TO ANALYSE THE LITERATURE PROJECT OF CRAVERINHA, BASED ON THE POEM QUERO SER TAMBOR, PUBLISHED IN KARINGANA UA KARINGANA (1982). THE PROPOSAL OF THIS ANALYSIS IS TO EMPHASIZE AFRICAN CULTURE ELEMENTS AND THE LITERARY MEAN WHICH WERE USED BY CRAVEIRINHA IN ORDER TO VALUE THE ASPECTS OF THE MOZAMBICAN CULTURE.

LANGUAGE, COLONIZATION AND REVOLUTION: POLITICAL DISCOURSE OVER MOZAMBICAN LANGUAGES; LÍNGUA, COLONIZAÇÃO E REVOLUÇÃO: DISCURSO POLÍTICO SOBRE AS LÍNGUAS EM MOÇAMBIQUE

Mariani, Bethania; UFF
Fonte: NEPA/UFF Publicador: NEPA/UFF
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Peer-reviewed Article; Artigo avaliado por pares Formato: application/pdf
Publicado em 19/11/2011 POR
Relevância na Pesquisa
36.25%
This article was written to address the important issue of languages in the historical revolutionary process in Mozambique. In order to accomplish that, based on theoretical and methodological approach of Discourse Analysis and on the reflections of the project History of linguistic ideas: ethics and politics of languages, we have established a comparison between colonial discourse, which, as presented in the paper, instituted language politics that produced ideological submission to the Portuguese language, and revolutionary discourse, which, in turn, established language politics aimed at building a new man in a new unified Mozambican society, and, for that purpose, without discrediting the indigenous languages, establi­shed Portuguese as the official language.; Neste artigo discute-se o importante tema das línguas no histórico pro­cesso revolucionário moçambicano. Para tanto, e com base no aporte teórico-metodológico da Análise do Discurso e nas reflexões do projeto História das ideias linguísticas: ética e política das línguas, estabelecemos uma comparação entre o discurso colonizador, que, como se verá ao longo do artigo, estabeleceu políticas de línguas que produziram uma submissão ideológica à língua portuguesa e o discurso revolucionário...

MAMA-AFRICA REPRESENTATIONS IN THE MOZAMBICAN AND AFRO-BRAZILIAN POETRIES; REPRESENTAÇÕES DA MÃE-ÁFRICA NAS POESIAS MOÇAMBICANA E AFRO-BRASILEIRA

Santos, Donizeth; USP
Fonte: NEPA/UFF Publicador: NEPA/UFF
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Peer-reviewed Article; Artigo avaliado por pares Formato: application/pdf
Publicado em 19/11/2012 POR
Relevância na Pesquisa
36.47%
Through the analysis of poems, “Sangue negro”, by the Mozambican poet Noémia de Sousa, “Regressão” and “Elo”, by the Afro-Brazilian poet Oliveira Silveira, the article shows that Mother-Africa is represented in a Mozambican poetry as the biological black mother, the nation and the African continent, while in the Afro-Brazilian, besides being the progenitor of the black mankind, the African continent, is also the promised land, the lost paradise.; Através da análise dos poemas “Sangue negro”, da poeta moçambicana Noémia de Sousa, “Regressão” e “Elo”, do poeta afro-brasileiro Oliveira Silveira, o artigo mostra que a Mãe-África é representada na poesia moçambicana como a mãe negra biológica, a nação, e o continente africano, enquanto que na afro-brasileira, além de ser a progenitora da raça negra, o continente africano é também a terra prometida, o paraíso perdido.

"THE GREEN SNAKE EYES": LÍLIA MOMPLÉ REVISITS THE PAST OF COLONIALIST MOZAMBIQUE; “OS OLHOS DA COBRA VERDE”: LÍLIA MOMPLÉ REVISITA O PASSADO COLONIALISTA DE MOÇAMBIQUE

Alós, Anselmo Peres; Universidade Federal de Santa Maria
Fonte: NEPA/UFF Publicador: NEPA/UFF
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Peer-reviewed Article; Artigo avaliado por pares Formato: application/pdf
Publicado em 30/04/2013 POR
Relevância na Pesquisa
36.63%
Lília Momplé has a special place into the Mozambican literature, especially when we think about her three published books: Ninguém matou Suhura [Nobody has killed Suhura] (short-stories, 1988), Neighbours (novel, 1996) and Os olhos da cobra verde [The eyes of the green snake] (short-stories, 1997). Lília Momplé rescues the dilemmas of nationality when it comes to the subaltern characters’ experience. This fact restructures the comprehen­sion that we have of Mozambican postcolonial condition. Despite the im­portance of her name, Lília Momplé is rarely mentioned in the Lusophone African Literatures’ Studies written by Brazilian critics. To understand this absence is to understand the obstacles in the pathway that separates Brazilian readers from Lusophone African Literatures and especially from the Mozambican literature: the circulation of books and the editorial market’s logic in times marked by resides of colonialist cultural politics.; Lília Momplé destaca-se no cenário da literatura moçambicana por seus três livros: Ninguém matou Suhura (contos, 1988), Neighbours (roman­ce, 1996) e Os olhos da cobra verde (contos, 1997). Lília Momplé, através de suas narrativas, resgata os dilemas da constituição da nacionalidade através das experiências de personagens relegados à margem. Este fato redimensiona a compreensão da realidade pós-colonial moçambicana. Apesar de sua importância...

The uses of literature: what does Mozambican women write?; Subalternidade, representação e mercado: o que escrevem as moçambicanas?

Alós, Anselmo Peres; Universidade Federal de Santa Maria
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; 350; Formato: application/pdf
Publicado em 26/08/2015 POR
Relevância na Pesquisa
46.54%
http://dx.doi.org/10.5007/2175-7917.2015v20n2p165Lilia Momplé and Paulina Chiziane rescue the dilemmas of national constitution in their narratives, through the experiences of characters relegated to the sidelines. Despite its importance, the name of these women writers is rarely mentioned in Brazilian studies on African literatures written in Portuguese. Why this absence? Understanding this absence is to understand much of what is cluttered in the middle of the long road that separates the Brazilian readers of African literatures written in Portuguese (particularly the Mozambican literature): the circulation of books and the logic of the publishing market in times marked by residual colonialist cultural politics.; http://dx.doi.org/10.5007/2175-7917.2015v20n2p165Lília Momplé e Paulina Chiziane, através de suas narrativas, resgatam os dilemas da constituição da nacionalidade através das experiências de personagens relegados à margem. Apesar de sua importância, o nome destas escritoras raramente é mencionado nos estudos brasileiros sobre as literaturas africanas de língua portuguesa. Por que esta ausência? Compreender esta ausência é compreender muito do que está atravancado no meio do longo caminho que separa o público leitor brasileiro das literaturas africanas de língua portuguesa...

The saint and the mermaid in the space/time of Mozambican Waters; A santa e a sereia no espaço/tempo das águas moçambicanas

Garcia, Neiva Kampff; Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 07/10/2013 POR
Relevância na Pesquisa
46.47%
Mia Couto in the novel O outro pé da sereia formalizes an encounter of imaginaries (European and African) through a temporal progression and a process of constitution of identities which goes beyond the differences and geographical distances. The writer diverts his gaze towards the complexity of human relations, both under an individual approach and a collective one, and in a narrative parallelism, makes it possible for the voices to manifest themselves in the contemporary history to emerge from the historical colonial past and widen their scope in the experiences of modernity. From the position of a borderlike being between the Portuguese and Mozambican cultures, Couto lets his characters wander freely between times, genders and social roles, capturing them in multiple diversions which are so coherent with the constitution of the social actors in modernity. The thought and the voice of the colonial Portuguese culture of the 16th century and the identitary construction of the Mozambican society in the 21st century are revisited in a literary way by the optics of opposition and/or integration, as well as by movements of fragmentation and/or re-composition. The fictional cartography of the work allows an insertion in the discussions of post-modernity and post-colonialism...