Página 1 dos resultados de 607 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

A Nova Museologia e os Movimentos socais em Portugal

Leite, Pedro Pereira
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
36.3%
Os primeiros anos do novo milénio trouxeram para a história dos movimentos sociais novas formas de organização, novas ideias e novos protagonistas. Qual o lugar da museologia social em Portugal no âmbito destes movimentos sociais é a linha que nos orienta neste artigo? Em Portugal constitui-se em 1985 o Movimento Internacional para Uma Nova Museologia, um grupo de reflexão sobre os processos e as praticas duma museologia comprometida com as comunidades e com os territórios. Tal sucedeu devido à vitalidade dessa museologia social, em grande parte herdada da intensa atividade dos movimentos sociais iniciado com o processo revolucionais de 25 de Abril de 1974. Este artigo procura inventariar de que forma esta museologia social está a traduzir os movimentos sociais contemporâneos em Portugal. Portugal é hoje um Estado com uma soberania partilhada, usado como modelo para a aplicação das políticas de austeridades defendidas pelo Fundo Monetário Internacional, que se traduzem num desmantelamentos das políticas sociais e culturais do Estado Social, defendendo-se sua substituição por iniciativas corporativas Iremos abordar sucessivamente os movimentos sociais contemporâneos, identificar o que está a acontecer no campo da museologia social em Portugal...

A mística da resistência: culturas, histórias e imaginários rebeldes nos movimentos sociais latino-americanos; The mysticism of the resistance: cultures, histories and imaginary rebels in the Latin American social movements

Vargas Netto, Sebastiao Leal Ferreira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 31/08/2007 PT
Relevância na Pesquisa
36.28%
Esta tese analisa aspectos da cultura política de dois movimentos populares latinoamericanos: o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e a guerrilha mexicana do Exército Zapatista de Libertação Nacional (EZLN). Conseqüente com o desafio intelectual de construir um conhecimento crítico e de situar a relação histórica entre luta e consciência social, decifrando no emaranhado de vontades da cena histórica as possibilidades e a eficácia da utopia camponesa e indígena gestada na adversidade de séculos de dominações e "resistências transformadoras", este estudo pretende verificar, pela análise das complexas tradições históricas e ideológicas desses movimentos, qual a relação da radicalidade da luta com fatores culturais diversos. Utilizando diversos suportes documentais e a observação da vida cotidiana, tento reconstituir e refletir sobre o processo de criação de uma "nova cultura política" que contribui para a emergência de projetos e atitudes políticas que "organizam a esperança e a rebeldia" articulando e mesclando modernidade e tradição. A partir de uma abordagem do imaginário político-ideológico (mas também utópico-poético) analiso e comparo os discursos e memórias, os princípios...

Somos os filhos da revolução: estudantes, movimentos sociais, juventude e o fim do regime militar (1977-1985); We are the children of the revolution: students, social movements, youth and the fall of thw military regime (1977-1985)

Sevillano, Daniel Cantinelli
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 19/04/2010 PT
Relevância na Pesquisa
36.46%
Através da utilização de bibliografia e de fontes documentais, busquei analisar de que maneira os movimentos de oposição ao regime militar brasileiro se organizaram a partir da segunda metade da década de 1970, dando especial ênfase ao Movimento Estudantil, aos Movimentos Sociais e a algumas manifestações culturais da juventude brasileira do período. Tendo como ponto de comparação os mesmos movimentos nos anos 60, foi possível concluir que a oposição ao regime, nos anos 70 e 80, adquiriu novas formas de contestação, especialmente no interior dos movimentos sociais, nos quais as reivindicações partiam de suas bases, e não mais de uma cúpula. Frente a essa nova realidade, o movimento estudantil, com suas entidades e lideranças, se viu forçado a inserir-se na luta daqueles movimentos, enquanto grande parte da juventude, descrente face à contínua partidarização de suas reivindicações, voltou-se a novas formas culturais para demonstrar seus valores e desejos, fossem eles políticos ou não.; Using the bibliography and historical documents, I tried to analyze how the movements against the Brazilian military dictatorship reorganized themselves in the second part of the 1970s, especially the Students Movement, the Social Movements and some cultural manifestations of the countrys youth groups in that period. Making a comparison with the same groups in the 1960s...

Erudito som de batidão : movimentos culturais da periferia e suas práticas para a reelaboração de territórios comunicacionais

Silva, Danielle Miranda da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.49%
Movimentos culturais periféricos representam um modelo de articulação entre circuitos de produção artística e cultural e produções discursivas do campo político, educativo e de conscientização social. Problematizando as estratégias de poder e categorização envolvidas nos modos de subjetivação contemporânea e as formas como seus agenciamentos vão delineando lógicas de concepção de identidades a partir de paradigmas centrados nas noções de norma e desvio, este trabalho objetiva, principalmente, analisar como as práticas comunicativas da produção cultural de periferia se estabelecem neste contexto. Sob a perspectiva da semiótica da cultura, explorou-se diferentes textos culturais produzidos pela Associação dos Profissionais e Amigos do Funk – Apafunk, além de registros de depoimentos de seus líderes – obtidos por entrevista ou disponíveis em domínio público – com o objetivo de compreender como estes movimentos, territorialmente marcados pelos seus espaços de origem, se apropriam de possibilidades culturais, comunicativas e políticas para a construção de novos territórios para a desterritorialização – ou reterritorialização – de suas representações hegemônicas. Verificou-se que estes grupos...

Os movimentos sociais de juventude e os direitos dos jovens no Brasil

Severo, Mirlene Fátima Simões Wexell
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 219 f.
POR
Relevância na Pesquisa
36.41%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Ciências Sociais - FCLAR; Ao longo da história nacional, os movimentos sociais de juventude contribuíram para a democratização da sociedade como também para as melhores condições de vida da população. Participaram ativamente dos movimentos abolicionista, tenentista, da semana de arte moderna de 1922, da consolidação do partido comunista brasileiro, fundaram a União Nacional dos Estudantes, organizaram o Fora-Collor. Os jovens atuam junto à sociedade através de contextos culturais e da conjuntura política que se apresenta. A partir de 2003 órgãos governamentais começaram a colocar prioridade sobre os direitos dos jovens. Inicialmente, o poder legislativo indicou propostas de programas especiais para a população de 15 à 24 anos e posteriormente, em 2004 o governo federal assumiu as discussões sobre o tema. A preocupação neste momento era gerar emprego e renda para os jovens e desta forma inibir a violência da qual são vítimas e agentes. Em 2005 foram criadas pelo governo federal a Secretaria Nacional de Juventude e o Conselho Nacional de Juventude. Na Câmara dos Deputados, neste mesmo ano, é proposto o Estatuto da Juventude e o Plano Nacional de Juventude. Várias ações são encaminhadas em um período curto de tempo. No Brasil a discussão sobre os direitos dos jovens chegou tardiamente comparada à outros países da América Latina...

Afirmação do projeto ético-político do serviço social: a utilização das técnicas das manifestações artístico-culturais no debate sobre os movimentos sociais

Narcizo, Elaine Cristina
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 180 f. : il., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
36.46%
Pós-graduação em Serviço Social - FCHS; This workaims todiscuss theuse of the techniquesofartistic andcultural events-poetry,theater, dance, music, literature, cinema -through Social Welfaretogether withSocial Movements, in order to establisha theoretical-methodologicalappropriation of thesetechniques tocontributewith theemancipatory perspectiveof the Social Welfare. This discussion isbased on theLukacsianaesthetics andaims to strengthenSocial Movements, thus servingas a reinforcement elementagainstthe hegemonic. Therefore, we usethe appropriationof atheoretical referencethatdisclosesthe movementof reality. To that effect, we conduct a discussion regarding theaestheticfoundations ofartfrom the conceptionofLukács work:Aesthetics, whichdeals with thesystematizationof theoreticalassumptionstowards aMarxist aesthetics, based on thedialecticalmaterialistmethod. Then, we present a reflection onthe roleand scopeof social movementsin the present conjuncture, starting from an analysisthat pointshowthe effectivenessof collective subjectsinBrazilis historically hinged tothe materialization of an ethical-political projectof the profession. Finally, we treat theAestheticsExperimentationLaboratories, an instrumentwe formulatedfrom theaction researchmethodology...

A cultura instituinte dos novos movimentos sociais frente a cultura juridica

Pinto, Joao Batista Moreira
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.32%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Ciencias Juridicas; Este trabalho, intitulado "A cultura instituinte dos novos movimentos sociais frente à cultura jurídica", tem como objeto de estudo a percepção e relação dos novos movimentos sociais com a cultura jurídica instituída". Para pensar essa realidade, fizemos uma "pesquisa de campo" entre o final de 1988 e início de 1990 nas regiões sul e sudeste do Brasil, utilizando no possível os princípios da "pesquisa participante" com lideranças e assessores jurídicos das comunidades Eclesiais de Base (CEBs), do Novo Sindicalismo e da Comissão Pastoral Operária (CPO), do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MTRST) e da Comissão Pastoral da Terra (CPT), do Movimento de Mulheres, do Movimento Negro, do Movimento Ecológico e entidades de Direito humanos. Buscamos apreender a percepção que esses movimentos têm da justiça, das leis, do Direito, dos juristas, do Judiciário, enfim, do "mundo jurídico", e constatamos o prevalecimento de um descrédito marcante frente a este. Percebemos nos integrantes desses movimentos a consciência de que suas atuações extrapolam ou são contrárias à lei, atuações essas que se fazem com base em novos valores sócio-culturais e jurídico-políticos...

Amílcar Cabral: estratégias políticas e culturais para independência da Guiné e Cabo Verde

Borges, Sónia Vaz
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2008 POR
Relevância na Pesquisa
36.4%
Tese de mestrado, História de África, Universidade de Lisboa, Faculdade de Letras, 2009; Nascido na Guiné portuguesa, educado em Cabo Verde e na universidade de portuguesa, profissional no campo da agronomia em Portugal e nos territórios colonizados, Cabral apelido que hoje dispensa muitas apresentações na historiografia africana, foi actor de um percurso único sedimentado nos tempos duros da dominação colonial portuguesa, quando fora de Portugal e do seu império, movimentos intelectuais, ideias políticas e acções culturais procuravam libertar o homem colonizado africano das malhas do colonialismo e da opressão. É com base nesta breve descrição que ressaltamos a necessidade de analisar as estratégias políticas e culturais de Cabral para a conquista da independência da Guiné e Cabo Verde, procurando o que foi produto da colonização portuguesa, mas sobretudo apurar como integrou contribuições teóricas internacionais e africanas, que em meados do século XX marcaram as escolhas e práticas dos intelectuais e políticos africanos integrados no processo de luta de libertação e independência. Procuramos estudar neste trabalho, a forma como este notável político africano estruturou as suas aprendizagens, e reflexões articulando a realidades guineenses e caboverdeanas do século XX...

Moral e emoção nos movimentos culturais: estudo da "tecnologia social" do Grupo Cultural AfroReggae

Durão, Susana, 1969-; Coelho, Maria Claudia
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
46.23%
Este trabalho enfoca a relação entre moral e emoção no projetode intervenção social do Grupo Cultural AfroReggae. O grupo tem comoprincipal objetivo oferecer alternativas à entrada no tráfico de drogas aosjovens de comunidades carentes, tais como oficinas artísticas e projetos deaproximação entre segmentos da sociedade carioca, em particular a polícia eos jovens moradores de comunidades. Em seus discursos veiculados emmídias diversas, o GCAR elabora uma “imagem de si” através da repetiçãode algumas histórias. Tomamos estas histórias como “fábulas”, cuja “moral”examinamos com base em duas oposições: mártir/sobrevivente e utopia/esperança.Nossa hipótese é a da existência de um tema fundamental: a responsabilidadepara com o outro. A noção de “projeto moral” (Cole, 2003),articulada à reflexão sobre o lugar da emoção na política, embasa a análise.Os dados incluem filmes, livros, entrevistas de seus integrantes dadas à televisãoe entrevistas em profundidade realizadas com membros do grupo.

Que cidadãos, para qual cidadania?: as interpelações dos movimentos sociais

Campos,Rogério Cunha
Fonte: Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais Publicador: Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
36.28%
Movimentos sociais presentes na sociedade brasileira nos últimos anos, tais como organizações de trabalhadores, pequenos produtores em projetos de economia solidária, movimentos de mulheres, de indígenas, movimentos negros, associações de moradores têm questionado, em suas ações e discursos, a dimensão pública das escolas estatais responsáveis pela formação do cidadão contemporâneo no Brasil. Este artigo apresenta resultados parciais de investigação que buscam estabelecer em que medida as escolas estatais responsáveis pela formação do cidadão no Brasil constituíram de modo específico a dimensão pública em contraste com as experiências das sociedades centrais da modernidade ocidental. Em consequência, como pôde responder aos questionamentos dos movimentos sociais, tendo em vista os desafios postos pelas profundas transformações econômicas, sociais, político-culturais em curso.

Movimentos sociais na América Latina: elementos para uma abordagem comparada

Goirand,Camille
Fonte: Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil da Fundação Getúlio Vargas Publicador: Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil da Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2009 PT
Relevância na Pesquisa
36.28%
A análise das mobilizações a partir da categoria "novos movimentos sociais", construída na Europa, continua sendo dominante na abordagem dos movimentos latino-americanos. Este artigo lembra, na sua primeira parte, as especificidades dos movimentos "de base" nascidos durante os anos 1970 na América Latina. Em seguida, mostra as diferenças entre os debates e as abordagens das mobilizações, de um continente para o outro. Quando, sobre a América Latina, se insistiu muito sobre os valores, as mudanças culturais e as identidades, nos Estados Unidos o enfoque foi para a análise das organizações, das estratégias e das práticas. A terceira parte do artigo mostra as consequências dessa divergência científica para a observação dos processos de institucionalização dos movimentos sociais, assim como para a análise da contestação na América Latina nos anos 2000.

Ecoideologias associadas aos movimentos ambientais: contribuições para o campo da educação ambiental

Rocha,Ronaldo Gazal
Fonte: Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná Publicador: Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2006 PT
Relevância na Pesquisa
36.44%
Diferentes abordagens de desenvolvimento levantam múltiplas possibilidades de interpenetração dos campos natural e social, mediado pela subjetividade humana. Assim sendo, a caracterização de ecoideologias, freqüentemente associadas aos movimentos ecológicos, pode nos fornecer subsídios importantes para a análise de questões ambientais. Na tentativa de discutir os aspectos relacionais dos estudos taxionômicos que vigoram atualmente, consideraremos a origem e as interpenetrações de determinados campos - ou ecoideologias - como forma de compreender o processo de organização dos movimentos ambientalistas nacionais. A partir dos anos 90, fica patente a influência dos movimentos ambientalistas no cenário mundial, especialmente nos campos da política e da economia, o que gera situações de impacto em valores culturais e institucionais. Ainda que a maior parte dos problemas ambientais persista, o estudo das tipificações desses movimentos nos auxilia a avaliar seu potencial transformador, expondo dimensões e conflitos capazes de organizar novas identidades culturais. Tais considerações, longe de serem apresentadas como de caráter hegemônico, buscam contribuir para uma crítica ecológica mais consistente.

A procura das bandeiras verdes : viagem, missão e romaria : movimentos socio-religiosos na Amazonia Oriental

Maria Antonieta da Costa Vieira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 12/11/2001 PT
Relevância na Pesquisa
36.32%
Este trabalho pretende ser uma contribuição ao estudo dos movimentos sócioreligiosos e da cultura do campesinato brasileiro, especificamente em região de fronteira. Tem como referência empírica a Missão de Maria da Praia e a Romaria do Padre Cícero, duas comunidades religiosas formadas por camponeses, situadas no sul do Pará, que surgiram na década de 60 e sobrevivem até hoje. A abordagem adotada considera tanto o aspecto de continuidade, existente nos movimentos sócio-religiosos, enquanto uma construção elaborada a partir de um universo cultural dado, como seu aspecto de ruptura, como um processo de reelaboração específica que produz uma nova experiência social, em que os participantes fazem uma leitura crítica do mundo vivido. O estudo faz uma reconstrução dos movimentos - seu processo de constituição e sua trajetória - tendo como fio condutor sua história, considerada do ponto de vista de seus participantes. No entanto, procura recuperar nesta reconstrução a trama complexa da produção dos movimentos, o que supõe considerar o relacionamento dinâmico entre: as estruturas de significação e as ações dos sujeitos concretos, o contexto macro social e histórico e as experiências específicas dos agentes...

Aprendendo a andar com as proprias pernas : o processo de mobilização nos movimentos sociais do Oeste Catarinense

Odilon Luiz Poli
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 07/03/1995 PT
Relevância na Pesquisa
36.41%
Na segunda metade da década de 70, o Oeste Catarinense passou a sentir de forma mais aguda os efetiso da modernização da agricultura que desestruturou a produção agrícola familiar tradicional. O agravamento das condições de vida levou ao surgimento de um processo de mobilizaçãio que culminou na organização de quatro movimentos sociais camponeses caracterizados pela combatividade, nível de organização ed capacidade de estrapolar os limites locais: O movimento dos Sem Terra, o Movimento de Mulheres Agricultoras, o Movimento de Atingidos pelas barragens do Uruguai e o Movimento de Oposições Sindicais. O surgimento desses movimentos no entanto só foi possiível devido a existencia de uma instituição estruturada junto à população à qual as familias camponesas encontravam-se ligadas e que viabilizou a estruturação e/ou redimensionamento de diversos espaços comunicativos/interativos que restabeleceram o proceso de comunicação passando a veicular um discurso critico a respeito das condiçôes histórico-sociais vividas pela população. Possibilitou-Ihes assim um avanço no seu nivel de entendimento e a transformação das suas estruturas normativas. Estas por sua vez funcionaram como abridoras de caminhos para o surgimento de novas soluções e novas formas de reagir aos desafios colocados pelas condiçôes histórico-sociais. O desencadeamento desse processo pedagógico-elucidativo no entanto nas condições dadas...

Criminologia e transgressão: um laço entre movimentos culturais contemporâneos

Linck, José Antônio Gerzson
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Tese de Doutorado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
46.36%
Este trabalho de pesquisa compõe discursos críticos ao modelo segregacionista das metrópoles contemporâneas, a partir da descrição de expressões culturais produzidas em camadas sociais distintas. Descreve espaços de exercício livre da cidadania em Porto Alegre, discutindo seus objetivos, conflitos e tensões com o modelo urbano dos enclaves fortificados. Tal narração é justaposta ao discurso dos sujeitos periféricos, através da exposição do projeto artístico observado nas produções do grupo Racionais MC´s. A proposta teórica e prática é discutir a viabilidade de manter a discussão sobre desvio e transgressão na criminologia contemporânea, adaptando-a aos modelos atuais de controle e evasão. A proposta metodológica é fazer um esforço de composição através de similaridades entre discursos deslegitimantes do sistema penal produzidos em espaços sociais distintos. Em Porto Alegre, a delimitação é espacial: locais de ajuntamento coletivo de camadas médias, com potência crítica em relação à cidade de muros. No discurso rap, foi analisado o projeto artístico elaborado pelo grupo Racionais MC´s, denúncia das relações entre extermínio e segregação dos clientes preferenciais das agências do sistema penal. O principal objetivo teórico foi analisar movimentos culturais posicionados criticamente em relação aos controles da vida cotidiana.O principal objetivo metodológico foi aproveitar a insegurança epistemológica da criminologia para desenvolver uma metodologia polifônica...

Cultura

Codes, Ana Luiza (Colaboradora); Silva, Frederico Barbosa da (Colaborador); Araújo, Herton Ellery (Colaborador); Accioly Neto, Luiz Patury (Colaborador)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Políticas Sociais: acompanhamento e análise - Artigos
PT-BR
Relevância na Pesquisa
46.31%
O diálogo proposto neste trabalho se dá em contexto avaliativo, descrevendo de maneira organizada os problemas e os impactos do programa na dinâmica da administração do MinC e na realização de objetivos e valores propostos no quadro dos referenciais das políticas culturais nos últimos anos. Entre os elementos valorativos centrais desses referenciais está o SNC. Neste texto, entende-se que o referencial seria uma configuração de crenças, valores, normas, hipóteses para ação, instrumentos institucionais, problemas, em torno da qual o MinC, secretarias, órgãos da administração pública, programas, representantes da sociedade civil, movimentos culturais e grupos artísticos se movimentam.; p. 165-195 : il.

Moral e emoção nos movimentos culturais: Estudo da “tecnologia social” do Grupo Cultural AfroReggae;

Durão, Susana; Coelho, Maria Claudia
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 29/07/2013 POR
Relevância na Pesquisa
46.32%
This paper deals with the relationship between morality andemotion in a project for social intervention elaborated by AfroReggae CulturalGroup (GCAR). The group’s main purpose is to offer alternatives todrug trafficking to young people who inhabit the slums, such as artisticworkshops and projects meant to bridge the gap between distinct groups inRio’s society, particularly policemen and young slum inhabitants. In its discoursesdisseminated through different media, the group creates a “self-image”through the repetition of some tales. These tales are here analyzed as“fables” whose moralities are examined through two oppositions: martyr/survival and utopia/hope. Our hypothesis is the existence of a fundamentalissue: the idea of responsibility towards the other. The concept of “moralproject” (Cole, 2003) is articulated to a reflection on emotions’ place inpolitics in order to structure our analysis. Data includes movies, books, groupmembers’ interviews to television shows and in-depth interviews conductedduring fieldwork.; Este trabalho enfoca a relação entre moral e emoção no projetode intervenção social do Grupo Cultural AfroReggae. O grupo tem comoprincipal objetivo oferecer alternativas à entrada no tráfico de drogas aosjovens de comunidades carentes...

Eco-ideologies associated to environmentalism: contributions to environmental education field; Ecoideologias associadas aos movimentos ambientais: contribuições para o campo da educação ambiental

Rocha, Ronaldo Gazal
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 20/10/2006 POR
Relevância na Pesquisa
36.44%
Different approaches on development raise multiple possibilities of interaction of the natural and social fields, intermediated by the human subjectivity. Therefore, the characterization of eco-ideologies, often associated to ecologic movements, may supply us with important data for the analysis of the environmental issues. In attempting to discuss the relational aspects of the taxonomic studies effective at present, we considered both the origin and the interaction of certain fields - or eco-ideologies - as a way of comprehending the organizational process of the national environmentalist movements. From the 90’s, the influence of the environmentalist movements in the worldwide scenario is clear, most specially in the political and economic fields, creating impact situations in cultural and institutional values. Although most of the environmental issues are bound to last, the study of the variations on those movements might help us assessing their changing potential by exposing dimensions and conflicts capable of organizing new cultural identities. Such considerations, far from being presented as of hegemonic character, seek to contributing to a more consistent ecological criticism.; Diferentes abordagens de desenvolvimento levantam múltiplas possibilidades de interpenetração dos campos natural e social...

Políticas e Subjetividades nos “Novos Movimentos Culturais”

Goldman, Marcio; Museu Nacional/UFRJ
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Antropolgia Social da UFSC Publicador: Programa de Pós-Graduação em Antropolgia Social da UFSC
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Avaliado por Pares; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2007 POR
Relevância na Pesquisa
66.53%
O ponto de partida deste volume foi a percepção de que, ao longo dos últimos anos, um grande número de antropólogos vem se dedicando ao estudo de um certo tipo de fenômeno para o qual diferentes nomes foram oferecidos e em relação ao qual distintas perspectivas teóricas e metodológicas foram adotadas. Trata-se, à primeira vista, daquilo que, já há bastante tempo, vem sendo designado como “novos movimentos sociais”, expressão que costuma designar um conjunto algo heteróclito de lutas que, nas décadas de 1960 e 1970, pareciam estar substituindo o “velho” movimento operário. Por outro lado, ao longo dos anos 1990, foi reforçada uma tendência para que a noção de “cultura” passasse a ocupar o centro de discursos e práticas de um sem número de grupos, o que nos levou a sugerir a designação de “novos movimentos culturais” para essa modulação sofrida pelos novos movimentos sociais. Nesse sentido, nos pareceu que as categorias analíticas adequadas para o estudo desse fenômeno ainda se encontram em fase de elaboração...

História dos movimentos dos surdos e o reconhecimento da Libras no BrasilThe history of Deaf Movements and the acknowledgment of Libras (Brazilian Sign Language) in Brazil

Monteiro, Myrna Salerno
Fonte: ETD - Educação Temática Digital Publicador: ETD - Educação Temática Digital
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Avaliado pelos pares; bibliográfica Formato: application/pdf
Publicado em 13/11/2008 POR
Relevância na Pesquisa
36.28%
O presente trabalho tem como objetivo discutir, a partir de uma perspectiva histórica, os movimentos sociais Surdos e dos Intérpretes da LIBRAS no Brasil, com ênfase especial para os acontecimentos em São Paulo e no Rio de Janeiro. Boa parte dos cinco milhões de surdos brasileiros ainda é invisível para a sociedade, e busca mecanismos de associação a fim de diminuir o peso imposto para viabilizar a coexistência em um mundo em que todos os serviços e expressões culturais se alicerçam na fala e na audição. Como pesquisadora e militante surda, concluo apontando a necessidade de os Surdos resistirem a todo e qualquer termo inventado por ouvintes, que são, em geral, alheios aos movimentos sociais surdos para preservação e livre expressão de sua Cultura e construção de suas identidades. Palavras-chave Movimentos Sociais Surdos; LIBRAS; Intérpretes de LIBRAS Abstract The present work aims to discuss, from a historical perspective, the movements of the deaf and of the LIBRAS (Brazilian Sign Language) interpreters in Brazil, with a special focus on the developments in São Paulo and Rio de Janeiro. Many of the five million Brazilian deaf people are still invisible to our society, as they search for association mechanisms in order to diminish the weight imposed on them by the coexistence in a world where every service and cultural expression depends on speaking and hearing skills. As a researcher and deaf activist...