Página 1 dos resultados de 58 itens digitais encontrados em 0.007 segundos

O caso de Alex na obra fílmica XXY : uma análise de corpo, gênero e sexualidade no cinema argentino

Dias Neto, Fernando Souto
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
16.64%
O cinema, desde seu surgimento, vem até seus consumidores elaborar novos imaginários, (des)legitimar estilos de vida, (des)construir identidades. O Filme XXY mostra a história de uma jovem adolescente hermafrodita, assunto que provocou o surgimento de inúmeras questões durante esta pesquisa; questões que vão desde a análise da inserção da figura feminina no cinema, dos estudos sobre gênero e sexualidade, as fronteiras entre feminilidade e masculinidade, a questão da identidade sexual, até os impactos que a jovem enfrenta, devido a sua condição biológica na sociedade. Em 2007, é lançado o filme XXY, dirigido pela argentina Lucía Puenzo. A história trata de um romance fictício, entre Alex (interpretada pela jovem atriz Inés Efron) e um adolescente. Todo esse romance coexiste com o drama que passa a jovem com uma doença genética fazendo com que ela possua características dos dois sexos. Um médico vai visitar a família de Alex, devido ao quadro que ela se encontra e por se recusar a tomar os hormônios, estes que inibem a masculinização do seu corpo por completo. O médico leva consigo seu filho, um jovem que logo desperta uma relação de afeto e amizade com Alex. A partir de então a protagonista passa uma jornada em busca de vivência e autoconhecimento...

A profetisa que amava Bruce Lee: Oriente e Ocidente na perspectiva de Persépolis

Tolentino, Célia; Chaves, Luana Hordones
Fonte: CEDEC Publicador: CEDEC
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 249-274
POR
Relevância na Pesquisa
26.37%
In this article it is examined the work Persepolis, animation movie which summarizes the four volumes of the homonymous work launched in the form of comics in France, between 2000 and 2003. Narrated by the author Marjane Satrapi, it portraits the 15 years following the events of 1979 in Iran, from her personal perspective. Belonging to a left-wing social group, westernized according to the Iranian standards, she saw its utopias die as the Islamic Revolution won. However, during an auto exile in Vienna in her teen ages, she realized that the vaunted western liberty also charged its price. Considering Persepolis narrative literally as a look into perspective, it is debated the political and social aspects of the relationship east / west in a particular relation with the work of Edward Said.; Neste artigo analisamos a obra Persépolis, longa metragem de animação que sintetiza os quatro volumes da obra homônima lançada na forma de história em quadrinhos na França, entre os anos de 2000 e 2003. Narrado pela autora Marjane Satrapi, conta os quinze anos sucessivos aos acontecimentos de 1979 no Irã, a partir de sua perspectiva pessoal. Pertencente a um grupo social de esquerda e ocidentalizado segundo o padrão iraniano, viu morrer as utopias deste segmento com a vitória da Revolução Islâmica. No entanto...

Intertextualidades, símbolos e mitos entre o romance Mygale e o filme A pele que habito

Alves, Maria Cláudia Rodrigues[UNESP]; Ramos, Maria Celeste Tommasello
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 137-161
POR
Relevância na Pesquisa
16.45%
The award-winning and controversial movie by Pedro Almodóvar “The skin I live” (2011) is an adaptation of Mygale’s novel (1984), the French writer Thierry Jonquet (1954-2009), translated into Portuguese in 2005 as Tarântula. It is a horror story, full of suspense, in which a renowned surgeon, Robert Ledgard, played by Antonio Banderas, switches, without any scruples, the sex of the young Vincent. What it shown to the viewer since the first images of the movie is, therefore, Vicente/Vera in her new and perfect female body. Flashbacks clarify during the movie the events that culminated in the opening scene that is presented to us, surprising us and, of course, shocking us. References to myths and symbols can be noticed in the movie. They bring with them, to be recognized by the viewer, issues related to the creation or metamorphosis, among others, as the Pygmalion and Galatea myth, which binds to artistic creation. Artistic metamorphosis operated equally by the filmmaker in his modern version of the doctor and the monster, for example, but, especially, in the rereading of the Jonquet’s novel. This study seeks to highlight some of the major myths and symbols inserted in Almódovar’s movie and what interpretations such insertions may ensue.; O premiado e polêmico filme de Pedro Almodóvar A pele que habito (2011) é uma adaptação do romance Mygale (1984)...

Retratos da Espanha em Os fantasmas de Goya

Marcari, Maria de Fatima Alves de Oliveira
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 291-301
POR
Relevância na Pesquisa
26.33%
1792, Madri. After years of inactivity, the Spanish Inquisition is born again with the mission of containing the laic winds that blow from the revolutionary France. Inês Bilbatúa, a rich merchant’s daugther, is victim of the inquisitorial machinery which tortures and violates her, through one of their abetters, the Dominican monk Lorenzo. Before being arrested, the young lady had served as model for the painter Francisco of Goya, who had also portrayed the monk Lorenzo. The Aragonese painter’s figure serves as narrative conductor of a history that narrates the young Inês’ via crucis and, at the same time, it recreates the historical scenery of the Napoleonic invasion (1808), through a basic element, the painting. Our work intends to analyze the relationships among movie, painting and history present in “Goya’s ghosts” (2006), of the Czech director Milos Forman (1932) - whose script was adapted to a homonymous book in 2007 -, a movie that is based on the artistic production of Francisco of Goya y Lucientes (1746 -1828), official painter of Carlos’ IV (1788 -1808) court and the most lucid columnist of his time, that knew how to capture in his works the religious fanaticism, the populist fervour, the governor’s hypocrisy and the horror and the violence of the war.; 1792...

Cinema e genero : a trajetoria de Gilda de Abreu (1904-1979); Cinema and gender : the trajectorie of Gilda de Abreu (1904-1979)

Lucilene Margarete Pizoquero
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/02/2006 PT
Relevância na Pesquisa
16.5%
Esta dissertação se propõe a estudar a trajetória da atriz, produtora e cineasta Gilda Abreu (1904 - 1979). Junto com Cléo de Verberena (1909 ? 1972) e Carmen Santos (1904 ? 1952) foram as pioneiras na realização de filmes, no Brasil e na América Latina. O estudo descreve suas principais atividades, como sua estréia artística, no teatro musicado da Praça Tiradentes (Rio de Janeiro) e sua carreira como realizadora. Gilda de Abreu estreou como atriz no filme Bonequinha de seda (1936), de Oduvaldo Vianna. Na década de 40 e 50 dirigiu três longas-metragens: O ébrio (1946), Pinguinho de gente (1949), Coração materno (1951). Em 1977 dirigiu seu último filme, o curta-metragem Canção de amor; This work has an objective to study Gilda de Abreu career (1904 ? 1979), such as actress, producer and filmmaker. She was a pioneer filmmaker in Brazil and Latin America with Cléo de Verberena (1909 ? 1972) and Carmen Santos (1904 ? 1952). This study describes her artistic activities, such as her debut in the Praça Tiradentes theatres (Rio de Janeiro) and her movie career. Gilda de Abreu hás starred in Bonequinha de seda (Vianna, Oduvaldo, 1936). In forties and fifties she shot threes movies: O ébrio (1946), Pinguinho de gente (1949) and Coração materno (1951). Her last movie was the short...

Yes nos temos bananas : cinema industrial paulista : a Companhia Cinematografica Vera Cruz, atrizes de cinema e Eliane Lage. Brasil, anos 1950; Yes nos temos bananas : São Paulo movie industry : Vera Cruz Motion Picture Company, movie stars and Eliane Lage. Brazil, 1950

Ana Carolina de M. D. Maciel
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 18/03/2008 PT
Relevância na Pesquisa
26.69%
Esta tese tem como objetivo investigar a trajetória da atriz Eliane Lage, integrante da história do cinema brasileiro dos anos 1950. A eleição e divulgação de um grupo de atrizes - integrando a busca pela implantação de um star system do cinema brasileiro - foram resultantes da tentativa de industrialização do cinema paulista, levada adiante por Franco Zampari e Francisco Matarazzo Sobrinho, por meio da fundação da Companhia Cinematográfica Vera Cruz no ano de 1949. Sendo assim ? visto que Eliane Lage foi lançada como atriz por essa Companhia ? situo inicialmente a proposta desses estúdios que pretenderam inaugurar no país uma produção em escala e com qualidade técnica, nos moldes do studio system de cinematografias hegemônicas. O Departamento de Publicidade da Vera Cruz desempenhava o papel de eleger e divulgar atrizes (e também atores) que estrelavam seus filmes. Dentre astros e estrelas desse período Eliane Lage é particularmente interessante, pois seguiu a tônica de negar a importância da carreira cinematográfica, conforme analisarei mais detidamente. Assim, uma análise do star system brasileiro se fez necessária. Confluindo três temas principais quais sejam: a Cinematográfica Vera Cruz, o star system brasileiro e atriz Eliane Lage...

Alô! Kitty : roteiro para cinema e processo criativo; Alô! Kitty : movie script and the creative process

Conrado Luis Roel Souza
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 2011/02/3 PT
Relevância na Pesquisa
26%
Inscrito na linha de pesquisa em processo criativo, este trabalho em escrita de roteiro, apresenta dois objetos resultantes de uma prática realizada por seu autor. O roteiro "Alô! Kitty" para cinema de ficção longa metragem. E um memorial reflexivo e teórico sobre o processo criativo. Da conjugação destes dois objetos, propõe-se observar a manifestação de um pensamento artístico, e também a tentativa de seu autor em refletir a experiência de expressá-lo: em relatos do contexto vivido durante o processo e também de sua biografia; apresentando as principais referências criativas e a tentativa de incorporá-las de forma diferenciada à criação artística; em reflexões sobre o conteúdo teórico apreendido, e sua influência na prática artística; etc. O roteiro narra a história de uma mulher desvendando o mistério de sua própria morte. Kitty, a personagem principal, depara-se nesta jornada com entidades e deidades que personificam sentidos arquetípicos preponderantes à contemporaneidade. Articulação narrativa esta, de atualização de mitos, inspirada, por sua vez, em uma tendência de Histórias em Quadrinhos (HQs), adultas e de horror, desenvolvida, sobretudo, no fim dos anos 1980 e no decorrer da década de 1990. O tema da narrativa...

The Comfort of Strangers: on my Blueberry Nights

Duarte, José
Fonte: Centro de Estudos Anglísticos da Universidade de Lisboa Publicador: Centro de Estudos Anglísticos da Universidade de Lisboa
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2012 OTHER
Relevância na Pesquisa
26.45%
‘How do you say goodbye to someone you can’t imagine living without?’ asks Elizabeth (Norah Jones) in voice-over before leaving the café in New York, run by Jeremy (Jude Law), to start her journey from east to west, throughout the American landscape. This is the basic plot of My Blueberry Nights (2007), the first full-length film in English directed by Wong Kar-wai, also known for his other films like Chungking Express (1994), In the Mood for Love (2000) or 2046 (2004). My Blueberry Nights is the story of a girl who goes soul-searching after discovering her boyfriend has left her for another woman. As the movie opens we are presented with an image of trains running back and forth, like the lives of the protagonists, particularly Elizabeth who will be going on a road trip to find herself.

Disseram que voltei americanizada: a construção da imagem de Carmen Miranda pelos meios de comunicação

Raslan, Eliane Meire Soares
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Tese de Doutorado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
16.49%
Analisamos nesta tese a construção da imagem da atriz e cantora Carmen Miranda, principalmente pela indústria cinematográfica, e como essa artista, por sua vez, influenciou as atitudes e os costumes de algumas populações, sobretudo, dos brasileiros e norte-americanos. O método da Análise de Discurso foi usado ao avaliarmos a imagem de Carmen Miranda nos diversos meios de comunicação existentes, destacando sua ligação com o cinema de Hollywood, entre os anos 40 e 50, especialmente no que se refere à construção da identidade cultural. Para complementar a Análise do Discurso, utilizamos o uso da Hermenêutica de Profundidade, com o objetivo de entender como foram gerados símbolos diferenciados entre populações distintas diante de uma mesma imagem. Verificamos, ainda, a linguagem simbólica e a representatividade associadas à figura da atriz para sustentar a ideia de manipulação audiovisual, pelo cinema, tanto dos espectadores latino-americanos quanto dos norte-americanos.O cinema tinha seu papel catártico: a população dos EUA ia assistir à “Pequena Notável” para esquecer-se da guerra; já os brasileiros se sentiam aceitos – reconhecidos – diante da figura de Carmen Miranda no cinema estrangeiro. Os filmes de produção hollywoodiana dos quais Carmen Miranda participou tiveram grande repercussão mundial...

Anticristo - feminilidade e loucura na obra de Lars Von Trier

Braz, Wilza Assunção
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
16.49%
Este trabalho se ocupa em analisar, através da obra do diretor de cinema Lars Von Trier Anticristo, a condição subjetiva da feminilidade tendo como elemento diretivo de considerações teóricas a relação entre razão, feminilidade e loucura. Utilizando como método de pesquisa o método interpretativo da psicanálise, constitui-se uma leitura da obra que se faz via rupturas de campos, entendendo campo como estruturações inconscientes que se fazem presentes como sustentadores de situações relacionais singulares e diversas. Dessa forma, essa pesquisa se constitui sob a égide do trabalho reflexivo interpretativo com potencialidade de rupturas conseguintes aos abalos das relações instituídas. Relações estas entre a pesquisadora, o tema da sua investigação e a obra de arte. Busca-se mostrar aproximações teóricas entre a subjetividade feminina dentro do discurso freudiano e a condição da loucura, tendo como norteadores os personagens que compõem a história. O Homem do Anticristo representa o universo racional e pragmático, cuja lógica sistemática parece dar conta de tudo, cuja objetividade predomina no modo de ver o mundo e na maneira de efetivação na busca pelo objeto de desejo. Uma lógica hegemônica do pensamento ocidental; fundamento da revolução científica moderna. A leitura que apresentarei neste trabalho acerca da Mulher é desta como representante do universo feminino...

Temple Grandin fonds, 1974-2006 (non-inclusive)

Adams, Anne
Fonte: Brock University Publicador: Brock University
Tipo: Outros
EN
Relevância na Pesquisa
16.54%
Temple Grandin was born in Boston, Massachusetts on August 29,1947 to Richard Grandin and Eustacia Cutler. She was diagnosed with autism at age 2. She suffered from delayed speech development and did not begin to speak until the age of 4. Temple’s mother defied the doctors and kept her out of institutions. Temple was given speech therapy as well as an intensive education. Her high school science teacher and her aunt on a ranch in Arizona inspired Temple to continue her studies and pursue a career as a scientist and livestock equipment designer.She graduated from Hampshire Country School (a boarding school for gifted children) in Ridge, New Hampshire in 1966, and earned a bachelor’s degree in psychology from Franklin Pierce College in 1970. In 1975, she received a master’s degree in animal science from Arizona State University and then a doctoral degree in animal science from the University of Illinois in 1989. She is currently a professor at Colorado State University. Dr. Grandin is one of the world’s leaders in the design of livestock handling facilities. She has done extensive work in design of handling facilities for animals and has developed animal welfare guidelines for the meat industries. Dr. Grandin is a past member of the board of directors of the Autism Society of America. She lectures to parents and teachers throughout the U.S. on her experiences with autism. She makes the case that the world needs people on the autism spectrum: visual thinkers...

And the Oscar goes to ..... Peeeeedrooooo!

Aray, Henry; Agnani, Betty
Fonte: Universidad de Granada. Departamento de Teor??a e Historia Econ??mica Publicador: Universidad de Granada. Departamento de Teor??a e Historia Econ??mica
Tipo: Relatório
ENG
Relevância na Pesquisa
26.15%
In this article we are interested in how the production of Spanish feature films reacts to an Oscar award. We use time series data for the 1953-2008 period and estimate a production function assuming that the Oscar effect accrues through an augmenting input factor. We consider a lag structure that allows the Oscar to have a diminishing effect over time. In general our evidence supports a positive Oscar effect. Nevertheless, the only significant Oscar award at the 1% and 5% levels is that of Talk to Her, which Pen??lope Cruz euphorically announced with her celebrated cry.

Mulher-maravilha: o primeiro desenho animado exclusivo de uma heroína ou a re-formatação de um universo heróico feminino?; Mujer maravilla: ¿La primera película de animación de un héroe o una nueva versión de un héroe del universo femenino?; Wonder woman: the first animation movie of a hero or a re-make of a female universe hero?

Pan Chacon, Beatriz da Costa
Fonte: T&B editores Publicador: T&B editores
Tipo: info:eu-repo/semantics/publishedVersion; info:eu-repo/semantics/conferenceObject Formato: application/pdf
Publicado em //2011 SPA
Relevância na Pesquisa
26%
A análise do DVD Wonder Woman é o ponto de partida e o centro deste ensaio que pode nos fornecer alguns valiosos e variados aspectos não apenas em qual situação esta personagem se encontra atualmente no mundo dos quadrinhos mas também, possivelmente, como o mais conhecido e representativo símbolo feminino neste universo das HQ‟s, como no nosso. Neste caso e, considerando minha pesquisa sobre a origem, evolução e revolução da Mulher-Maravilha e das mulheres, nos últimos setenta anos, o DVD possibilita uma investigação sobre sua aparição em outros suportes midiático.; La análisis del DVD La Mujer Maravilla es el punto de partida y el centro de este ensayo que puede proporcionar algunos valiosos y variados aspectos no solamente en lo referente a la situación en la que se encuentra actualmente este personaje en el mundo de los comics, sino también, en cuanto a su ubicación en el universo de los HQs y en el nuestro propio. En este caso, y teniendo en cuenta mi investigación sobre la origen, evolución y revolución de la Mujer Maravilla y de las mujeres en los últimos setenta años, el DVD permite la investigación de su aparición en otros suportes midiáticos o medios de comunicación.; The analysis of the DVD Wonder Woman is the starting point and the core in this essay that could provide us some valuable and multiple aspects not only where that female character is actually placed in the comic world as well as...

Lotte Reinigers "Aschenputtel" (1922) versus "Cinderella" (1953/54); Lotte Reiniger's "Aschenputtel" (1922) vs. "Cinderella" (1953/54)

Schwab, Olga
Fonte: Universität Tübingen Publicador: Universität Tübingen
Tipo: (wissenschaftlicher) Artikel; info:eu-repo/semantics/article
DE_DE
Relevância na Pesquisa
26.41%
Lotte Reiniger verfilmte gleich zweimal das Märchen vom Aschenputtel: 1922 entstand der Film Aschenputtel am Institut für Kulturforschung (Berlin), dem die Experimentierfreudigkeit deutlich anzumerken ist. Dem gegenüber steht der Fernsehfilm Cinderella von 1953/54, der vom US-amerikanischen Sender RKO in Auftrag gegeben wurde. Der Vergleich arbeitet die formalen Differenzen heraus, für die die unterschiedlichen Zielsetzungen angeführt werden: Bei Aschenputtel handelt es sich um einen stummen Film, der sich als Vor- oder Pausenfilm an ein erwachsenes Publikum richtete, während der Tonfilm Cinderella im Rahmen einer Serie von Märchenfilmen für Kinder gedacht war. Cinderella zeigt auch, wie Reiniger mit ihren gestalterischen Mitteln, die sie sich in den 1920er Jahren erarbeitet hatte, nach dem Zweiten Weltkrieg auf die Konkurrenz des inzwischen Markt führenden Walt Disney reagierte.; Lotte Reiniger filmed the fairy tale of Cinderella (Aschenputtel) two separate times: Aschenputtel was created in 1922 at the Institut für Kulturforschung (Berlin), a film marked by its experimental keenness. Opposed to that is the made for television movie Cinderella from 1953/54, which was commissioned by the American broadcasting system RKO. Comparing the two versions...

Clandestina, a vida de Iara Iavelberg em dois roteiros; Clandestine, the life of Iara Iavelberg in two scripts

Mariana Pamplona
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/02/2009 PT
Relevância na Pesquisa
16.77%
Esta dissertação de Mestrado consiste na elaboração de dois roteiros (um de ficção e outro de documentário) sobre a guerrilheira Iara Iavelberg. O roteiro de ficção vai narrar a vida de Iara, uma das líderes do movimento estudantil dos anos 60. Estudante de Psicologia da USP e, posteriormente, professora do cursinho do Grêmio e da própria Universidade, Iara militou na POLOP (Organização Revolucionária Marxista-Política Operária), VPR (Vanguarda Popular Revolucionária, organização simpatizante de Che Guevara), VARPALMARES e no MR-8. Durante o período mais radical da ditadura militar no país, ela entrou para a clandestinidade, participou ativamente da luta armada e viveu um intenso romance com Carlos Lamarca. Iara foi cruelmente assassinada em agosto de 1971, mas na época, a versão oficial foi que ela teria cometido suicídio durante um cerco policial em Salvador (BA). Tanto os documentos de sua autópsia, quanto os que relatam a cena do crime desapareceram. Este é um filme de personagem, que acompanha a trajetória de Iara sem querer dar explicações didáticas sobre o momento político. Os fatos históricos são mostrados quando estes se relacionam diretamente com o movimento dos personagens, como é o caso da montagem do cerco que provocou a queda do aparelho de Iara. O longa vai se tornando cada vez mais claustrofóbico e mais centrado nas oscilações emocionais de Iara...

Cinema, religion and literature : revisiting, recreating and reshaping Jane Austen's Pride and Prejudice as a 21st century comedy

Oliveira, Dudlei Floriano de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
ENG
Relevância na Pesquisa
16.57%
As obras de Jane Austen são extremamente populares tanto entre leitores comuns e estudiosos de literatura desde a época em que foram publicados, no início do século XIX até os dias de hoje. Tamanha popularidade foi responsável por inúmeras obras de arte, especialmente na literatura e no cinema, que foram ou implicitamente ou explicitamente influenciados pela obra de Austen. Um de seus romances mais adaptados é Orgulho e Preconceito, talvez seu romance mais lido, estudado e adaptado. Um dos motivos para tal apreciação é provavelmente resultado dos valores morais que Jane Austen expõe em seus romances. Estes valores, mesmo duzentos anos mais tarde, permanecem importantes e de grande valor, especialmente na era pós-moderna, quando o excesso de liberdade e alternativas parecem deixar a humanidade mais desprovida de um suporte seguro na vida. Esta é a razão que permite um fã de Austen encontrar na religião um possível diálogo, onde, em um mundo cheio de incertezas, certos códigos morais são as certezas a que alguém pode se segurar. Em 2003, Andrew Black dirigiu o filme Pride and Prejudice: a latter-day comedy1, uma transposição moderna do romance de Austen, no qual os personagens vão à igreja e estudam em uma universidade religiosa. Meu trabalho busca estabelecer uma relação entre o livro de Jane Austen...

Finding a Collective Set of Items: From Proportional Multirepresentation to Group Recommendation

Skowron, Piotr; Faliszewski, Piotr; Lang, Jerome
Fonte: Universidade Cornell Publicador: Universidade Cornell
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em 13/02/2014
Relevância na Pesquisa
16.69%
We consider the following problem: There is a set of items (e.g., movies) and a group of agents (e.g., passengers on a plane); each agent has some intrinsic utility for each of the items. Our goal is to pick a set of $K$ items that maximize the total derived utility of all the agents (i.e., in our example we are to pick $K$ movies that we put on the plane's entertainment system). However, the actual utility that an agent derives from a given item is only a fraction of its intrinsic one, and this fraction depends on how the agent ranks the item among available ones (in the movie example, the perceived value of a movie depends on the values of the other ones available). Extreme examples of our model include the setting where each agent derives utility from his or her most preferred item only (e.g., an agent will watch his or her favorite movie only), from his or her least preferred item only (e.g., the agent worries that he or she will be somehow forced to watch the worst available movie), or derives $1/K$ of the utility from each of the available items (e.g., the agent will pick a movie at random). Formally, to model this process of adjusting the derived utility, we use the mechanism of ordered weighted average (OWA) operators. Our contribution is twofold: First...

Ela se chama Sabine...; Ella se llama Sabine...; Her name is Sabine...

Vorcaro, Angela; Rahme, Mônica
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/2013 POR
Relevância na Pesquisa
26.15%
Este artigo discute algumas questões decorrentes do filme documentário "O nome dela é Sabine (Elle s'appelle Sabine)", dirigido por Sandrine Bonnaire (França/2007). O filme apresenta um registro sobre o percurso de Sabine, irmã de Sandrine, que passou por um período de cinco anos de internação em hospital psiquiátrico. Recortando cenas de filmagens familiares e de imagens da irmã captadas nos anos de 2006 e 2007, Sandrine nos apresenta uma narrativa que permite indagar questões que atravessam a experiência dos sujeitos nas instituições e que faz emergir pontos relevantes sobre os efeitos subjetivos dos laços que se estabelecem na fratria.; Este artículo discute algunos temas resultantes de la película documental Su nombre es Sabine (Elle s'appelle Sabine), dirigido por Sandrine Bonnaire (Francia/2007). La película presenta un registro sobre el recorrido de Sabine, hermana de Sandrine, que pasó por un periodo de cinco años de internación en hospital psiquiátrico. Recortando escenas de rodajes familiares y de imágenes de la hermana captadas en los años de 2006 y 2007, Sandrine nos presenta una narrativa que permite indagar temas que atraviesan la experiencia de los sujetos en las instituciones y que hace surgir puntos importantes sobre los efectos subjetivos de los lazos que se establecen en la fratría.; This article discusses some questions aroused by the documentary Her name is Sabine (Elle s'appelle Sabine)...

Encantamento do rosto: poses e retratos de cinema

Maciel, Ana Carolina de Moura Delfim
Fonte: Universidade de São Paulo. Museu Paulista Publicador: Universidade de São Paulo. Museu Paulista
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2010 POR
Relevância na Pesquisa
16.7%
O presente artigo tem como objetivo caracterizar um conjunto de imagens fotográficas da atriz de cinema Eliane Lage (1928-) que atuou em Caiçara, Ângela, Sinhá Moça e Ravina produções da Companhia Cinematográfica Vera Cruz (1950-1954), e, no caso de Ravina, da Cinematográfica Brasil Filmes. A Companhia Cinematográfica Vera Cruz pretendeu ser um dos maiores empreendimentos cinematográficos do Brasil e, inserido nessa proposta, seu Departamento de Publicidade buscou estabelecer a atriz Eliane Lage como uma grande estrela, nos moldes de cinematografias hegemônicas. Acompanham-se, aqui, alguns retratos que, somados às informações publicadas na imprensa, tinham como intuito situar ao grande público quem era Eliane Lage, abordando aspectos da sua "biografia" com temas amplamente explorados, dentre eles sua origem abastada, a negação do estrelato, o despojamento, a paixão pelo marido e o gosto pela natureza. Dentre os retratos selecionados há um ensaio fotográfico do arquiteto Gregori Warcharchik; fotografias de divulgação dos estúdios; "instantâneos" feitos por fotógrafos da época; e fotografias que integram o acervo pessoal da atriz.; The purpose of this article is to describe a set of photographs of Eliane Lage (1928-)...

Imagens da solidão na contemporaneidade: a contribuição do filme Her em uma perspectiva junguiana; Images of loneliness in the contemporaneity: the contribution of the movie Her in a Junguian perspective

Steinke, Anna Paula Zanoni
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 07/08/2015 PT
Relevância na Pesquisa
56.56%
Estudar a solidão por meio de um ponto de vista psicológico junguiano, o qual entende os fenômenos da psique como plurais, relacionados a aspectos pessoais e coletivos foi o objetivo principal deste trabalho. A partir do conceito junguiano de imagem, ou seja, perspectivas a respeito de qualquer ideia, conceito, sentimento ou percepção que são formados sobre o mundo, buscou-se analisar o que há nas imagens sobre a solidão presentes na contemporaneidade. Estudos nas ciências sociais e o filme Her contribuíram como fontes de imagens para a análise da solidão. O filme apresentou imagens com grande sensibilidade, plasticidade e potencial arquetípico capazes de aprofundar a ampliar o tema. A solidão também foi estudada como elemento importante no processo de desenvolvimento psíquico, como na formação da consciência, na diferenciação gradual da psique do bebê em relação à psique materna e no caminho de individuação, os quais representam movimentos estruturantes que têm seus fundamentos nos processos de separação e diferenciação. Três perspectivas mitológicas foram apresentadas como bases arquetípicas capazes de fornecer luz para a compreensão da solidão: o casamento sagrado de Eros e Psiquê, o mito de Narciso e a concepção de Dioniso e sua relação com o conceito de communitas. Reflexões sobre a interação dessas três perspectivas com a contemporaneidade foram realizadas. A conclusão da pesquisa é de que a solidão representa uma potencialidade de contato com a alma...