Página 1 dos resultados de 3480 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

Análise das potencialidades da ginástica aeróbica e das percepções e motivações para a sua prática

Freitas, Sofia Mónica Gonçalves de
Fonte: Universidade da Madeira Publicador: Universidade da Madeira
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 19/06/2014 POR
Relevância na Pesquisa
36.87%
Com este estudo sobre a Ginástica Aeróbica (GA), pretendemos contribuir para uma estruturação do conhecimento que permita uma optimização da sua utilização, enquanto modalidade desportiva aos mais diferentes níveis. Apesar de existirem já algumas referências sobre este assunto, as indicações que daí podemos retirar para a aplicação às situações da gestão das suas aulas são ainda muito gerais e nem sempre são fundamentadas. Deste modo, neste trabalho caracterizamos e analisamos comparativamente as potencialidades da GA e as percepções e motivações dos seus consumidores. A caracterização das potencialidades da GA foi realizada, por um lado, através da revisão da bibliográfica específica, da informação veiculada em revistas de fitness e actividade física e da informação fornecida nos sites de ginásios da RAM e dos sites das cadeias de formação de actividades físicas relacionadas com o fitness. Por outro lado, utilizámos o Modelo de Análise dos Desportos Individuais de Fernando Almada para analisarmos uma situação típica desta actividade (passo e toque). As percepções e as motivações dos consumidores de GA foram caracterizadas através de questionários. Da análise realizada verificamos que tanto os autores que constituem a nossa revisão de literatura...

Ser enfermeiro : configurando motivações e expetativas dos estudantes finalistas do curso de Licenciatura em Enfermagem do Instituto Politécnico de Bragança da Escola Superior de Saúde

Sousa, Filomena; Mata, Maria Augusta; Pimentel, Maria Helena; Antão, Celeste; Fernandes, Adília
Fonte: Escola Superior de Saúde de Bragança do Instituto Politécnico de Bragança Publicador: Escola Superior de Saúde de Bragança do Instituto Politécnico de Bragança
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
36.87%
Para formar um profissional de enfermagem a escola, não se pode abstrair do que ele representa enquanto pessoa, que mensagens lhe foram transmitidas ao longo dos anos e de que forma ele as utiliza para resolver as questões com as quais se confronta diariamente. (Berdore Santos, 1985) Ao tomarmos conhecimento da forma como o estudante vê a profissão, conseguiremos com mais facilidade adequar as nossas acções de acordo com as suas necessidades, motivações e expetativas. Conhecer as motivações e expetativas e analisar o perfil de referência de ser enfermeiro dos estudantes finalistas do curso de Licenciatura em Enfermagem (num total de 37estudantes) do Instituto Politécnico de Bragança, da Escola Superior de Saúde. Realizou-se um estudo descritivo exploratório, sendo aplicado uma entrevista semi-estruturada aos estudantes finalistas (num total de 43 elementos) do curso de Licenciatura em Enfermagem. Resultados: constatou-se que o estudante opta por ser enfermeiro por que vai “cuidar de pessoas”; escolhem a profissão de enfermagem por vocação. As razões que os leva à escolha desta Escola prendem-se com o prestigio/ o reconhecimento que a instituição tem e pelo facto da maioria ser proveniente da região. Quanto ao grau de satisfação que sentem em ser enfermeiro...

Redes sociais : utilização e motivações

Couto, André Sá Pereira
Fonte: FEUC Publicador: FEUC
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.17%
As redes sociais têm vindo a tornar-se numa ferramenta cada vez mais utilizada no nosso quotidiano, onde se tem observado um crescimento exponencial de utilizadores que acedem às diferentes plataformas diariamente. Paralelamente, as redes sociais são um veículo cada vez mais utilizado pelas Marcas, as quais adotam este meio para fazer chegar e/ou comunicar os seus produtos aos clientes, criando uma interação diferente entre estes dois sujeitos/participantes que não era possível haver no passado. Assim, torna-se importante perceber o comportamento do consumidor nestes canais de forma a que a interação tenha um maior efeito no target pretendido. Neste contexto, o presente estudo pretende investigar os motivos para utilizar as redes sociais em geral, desta forma inovando, pois a generalidade dos estudos considera apenas as motivações associadas à utilização de uma rede social específica. Para além disso, pretende-se compreender a utilização que as pessoas fazem das diferentes redes sociais e de que forma é que a utilização se relaciona com as motivações para a utilização das mesmas. Por fim, pretende-se investigar de que forma os traços de personalidade se relacionam com as motivações para utilizar estas plataformas. Os resultados obtidos...

Turismo cultural em Guimarães : o perfil e as motivações do visitante

Marques, Vitor Carvalho
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
37.08%
Dissertação de mestrado em Património e Turismo Cultural; Historicamente identificamos algumas motivações principais, tais como, o comércio, a religião, a necessidade de mudança, o estatuto social, a aprendizagem pessoal e a curiosidade, que continuam a ser centrais para analisar as motivações das viagens e do turismo contemporâneo. Tal como nas marcas de produtos e ou serviços, quem valida o valor das marcas é o consumidor, sendo essencial identificar e perceber as percepções, emoções, motivos, atributos e associações que o consumidor constrói e possui sobre um destino. Este é um dos desafios a que esta investigação se propôs atender. Como estudo de caso escolhemos a cidade de Guimarães. Esta cidade afirma-se progressivamente como uma cidade emergente no domínio do turismo cultural urbano na Europa. Assim, pretendemos identificar e conhecer o perfil e as principais motivações deste crescente número de visitantes. Pretendemos ainda completar este projecto de investigação com estudos complementares nos anos seguintes, recolhendo informação, através da aplicação de inquéritos aos visitantes, de antes e depois da realização da Capital Europeia da Cultura em 2012. Os dados recolhidos serão depois objecto de estudo após este importante evento cultural de dimensão internacional...

Expectativas e motivações no universo do recrutamento & selecção : um estudo de caso

Almeida, Carla Sofia Pacheco
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
37.03%
Dissertação de mestrado integrado em Psicologia (área de especialização em Psicologia do Trabalho, das Organizações e dos Recursos Humanos); O presente estudo foi desenvolvido em conjunto com a Universidade do Minho e uma organização líder em restauração moderna na península ibérica, sendo que os propósitos estão intrinsecamente associados aos interesses desta última. Os principais objectivos do estudo eram: perceber as motivações dos novos colaboradores assim como as suas expectativas no momento da admissão e após o período de integração (estabelecido pela organização); compreender as diferenças entre as expectativas de entrada e as expectativas pós-admissão, uma vez que a rotatividade nas Unidades de Negócio do Grupo é elevada; aferir qual o impacto do processo de R&S na gestão das expectativas e das motivações nos candidatos e analisar a perspectiva dos pivôs de recursos humanos relativamente aos direitos e deveres da organização para com o colaborador e vice-versa. Os participantes foram os pivôs de recursos humanos das marcas envolvidas no estudo – 3 participantes do sexo feminino e 1 do sexo masculino – e os colaboradores e potenciais colaboradores da organização – 7 participantes do sexo feminino e 7 participantes do sexo masculino com média de idades de 31 anos. A metodologia utilizada foi elaborada especificamente para este estudo e envolveu uma entrevista qualitativa semi-estruturada aplicada aos pivôs de recursos humanos das marcas e um inquérito misto aplicado aos colaboradores e potenciais colaboradores. Os principais resultados obtidos foram: as principais motivações dos colaboradores estão associadas à carreira e ao facto de poderem evoluir para funções hierarquicamente superiores mas também à remuneração e ao reconhecimento do trabalho realizado. No que diz respeito às diferenças entre as expectativas de entrada e as expectativas pós-admissão podemos concluir que a maioria dos participantes refere...

Análise da relação entre o tipo de não conformidades levantadas em auditoria e as motivações para a implementação dos sistemas de gestão da qualidade segundo a norma ISO 9001

Moreira, Tânia Alexandra Oliveira
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
37.17%
Dissertação de mestrado em Engenharia Industrial (área de especialização em Gestão Industrial); A história recente da qualidade mostra que nas empresas que fizeram da qualidade o seu cavalo de batalha, se passou, em menos de um século, da simples verificação da conformidade de um produto para uma verdadeira gestão global (Duret e Pillet, 2009) e o desenvolvimento de uma cultura baseada na qualidade abre caminho à eficácia e eficiência organizacional garantindo um maior lucro com menos custos (Pinto e Soares, 2010). Este trabalho científico apresenta como objetivo primordial procurar identificar se existe algum tipo de relação entre as Não Conformidades (NC) identificadas numa auditoria segundo a norma ISO 9001 e as motivações que levaram as organizações a implementarem os Sistemas de Gestão da Qualidade (SGQ). A determinação destes parâmetros foi efetuada segundo uma abordagem qualitativa, recorrendo ao software Nvivo, que permitiu categorizar as empresas certificadas em função da motivação predominante, usando para o efeito perfis dos respetivos relatórios de auditoria. Através dos resultados obtidos pode-se inferir que existe uma relação entre as não conformidades e as motivações para a implementação e posterior certificação de um SGQ. Concluiu-se que as empresas suportadas por motivações internas prevalecem em relação às empresas sustentadas por motivações externas e estas apresentam...

As escolhas, motivações e representações dos alunos da licenciatura em Serviço Social

Leitão, Patrícia Isabel Ferreira
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 30/09/2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.03%
A presente dissertação de mestrado pretende reabrir uma discussão em torno das motivações que marcam a escolha da Licenciatura em Serviço Social, identificando-as através de valores éticos, políticos, sociais, profissionais, ou de outra natureza. Questiona-se assim, a existência de uma vocação para a profissão de Assistente Social. O quadro teórico fundamenta-se em três eixos de investigação: as culturas juvenis; as motivações e representações dos jovens que optam por Serviço Social e a existência, ou não, de uma vocação; as especificidades da identidade profissional do Assistente Social. Constituiu-se um universo de análise correspondente a 83 alunos inscritos, no 1.º, 2.º, 3.º e 4.º ano, do curso de Licenciatura em Serviço Social, da Faculdade de Ciências Humanas, da Universidade Católica Portuguesa – Lisboa, no ano letivo de 2012-2013. Como informantes privilegiados, que forneceram dados cruciais para este estudo, temos os professores de Serviço Social da FCH-UCP Lisboa, por considerarmos que estes têm um contacto de maior proximidade com os alunos, podendo assim identificar as suas motivações e o seu perfil. Pareceu-nos também importante ouvir a opinião e aprender sobre a experiência de Orientação Vocacional...

Festivais e Turismo - A Festa do Vinho na Ilha da Madeira e as Motivações dos Turistas

Marujo, Noemi
Fonte: Revista Turismo & Desenvolvimento Publicador: Revista Turismo & Desenvolvimento
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
37.03%
Os festivais desempenham um papel fundamental no desenvolvimento do turismo de uma região. Eles são, em alguns casos, a chave motivadora para a prática do turismo e oferecem também ao ser humano oportunidades para aprender sobre outros costumes ou modos de vida. As motivações para participar num festival variam de acordo com as regiões visitadas, a tipologia dos turistas, as variáveis sociodemográficas e culturais. O presente artigo pretende identificar as duas principais motivações dos turistas para participarem na Festa do Vinho da Ilha da Madeira. Para atingir o objetivo optou-se pela aplicação de um inquérito por questionário através de uma amostra por conveniência. Os resultados mostraram que as duas principais motivações para os turistas visitarem o evento, pela primeira vez, estavam associadas ao ‘conhecimento e experimentação pela cultura da festa’ e, ainda, à ‘diversão’. Na visita repetida, as duas principais motivações estavam relacionadas com as ‘atrações da festa’ e ao ‘ambiente da festa’.

A mulher empreendedora: Perfil, motivações, duplicidade de papéis e influências do meio envolvente

Santos, Gina Maria Marques de Carvalho
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.08%
Dissertação de Mestrado em Gestão; O objectivo geral deste estudo é caracterizar e relacionar o perfil, a duplicidade de papéis, as motivações e o meio envolvente (rural vs urbano) da mulher empreendedora portuguesa. Alguns estudos (Buttner & Moore, 1997; Diaz Garcia, 2000; Mallon & Cohen, 2001; DeMartino & Barbato, 2003; Carter & Shaw, 2006; Brush, 2008) da recente literatura sobre empreendedorismo feminino aferem quais as motivações que levam as mulheres a tornarem-se empreendedoras, e identificam quais os seus factores de medição de sucesso, no entanto uma das lacunas apontadas por diversos investigadores é a escassez de estudos que visem a dicotomia urbana versus rural (Driga, Lafuente & Vaillant, 2009) e a duplicidade de papéis da mulher empreendedora (Caputo & Dolinsky, 1998; Byron, 2005; Carter & Shaw, 2006; Ford, Heinen, & Langkamer 2007; Shelton, 2008). Assim, tomando em consideração os resultados dos diversos estudos realizados no âmbito do empreendedorismo feminino, com este estudo pretendemos dar um contributo positivo para a melhor e maior compreensão desta área de investigação tomando em consideração as relações entre o perfil da mulher empreendedora, a gestão da duplicidade de papéis...

O efeito mediador da implicação afectiva na relação entre as motivações para o trabalho temporário e as intenções de turnover

Lemos, Filipa Alexandra Nunes
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
37.03%
Mestrado em Psicologia Social e das Organizações; Perante um mercado cada vez mais competitivo, as organizações procuram soluções para aumentar a sua flexibilidade, o que passa pela contratação de trabalhadores temporários. Averiguar as razões que levam os indivíduos a aceitar este vínculo temporário torna-se relevante, pela relação que as motivações estabelecem com as atitudes e comportamentos destes trabalhadores. O presente estudo pretende investigar a relação que os diferentes tipos de motivação (voluntária, involuntária e instrumental) estabelecem com as intenções de turnover, bem como com a implicação afectiva dos indivíduos perante a Empresa Utilizadora de Trabalho Temporário (EUTT). O objectivo central do nosso estudo passa por analisar se a implicação afectiva com a EUTT medeia a relação entre as motivações para o trabalho temporário e as intenções de turnover dos indivíduos. Neste estudo correlacional, foi utilizado um questionário para explorar as motivações para o trabalho temporário, a implicação afectiva com a EUTT e as intenções de turnover relativas à EUTT, o qual foi aplicado a 96 trabalhadores temporários de um contact center. Os resultados permitiram-nos confirmar que trabalhadores motivados instrumentalmente têm reduzidas intenções de turnover...

Estudo das motivações para o voluntariado numa amostra de voluntários hospitalares em contexto oncológico: Relação com bem-estar psicológico e qualidade de vida

Monteiro, Sara; Gonçalves, Eliana; Pereira, Anabela
Fonte: PsychOpen Publicador: PsychOpen
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
36.96%
Objetivo: Tendo em conta o crescente número de indivíduos que se propõem a realizar actividades de voluntariado, é cada vez mais pertinente perceber quem são estas pessoas e o que as motiva. Assim, o presente estudo pretende: (1) caracterizar uma amostra de voluntários hospitalares em contexto oncológico, relativamente a variáveis sócio demográficas, variáveis específicas do voluntariado hospitalar e motivações para o voluntariado, e (2) analisar a relação entre as motivações para o voluntariado e indicadores de bem-estar psicológico e de qualidade de vida. Método: A amostra é constituída por 53 voluntários hospitalares da Liga Portuguesa Contra o Cancro – Núcleo Regional do Centro a realizarem voluntariado no Instituto Português de Oncologia Francisco Gentil de Coimbra. Os instrumentos de avaliação utilizados incluíram um questionário sócio demográfico e de caracterização do voluntariado, o Inventário de Motivações para o Voluntariado (IMV; Gonçalves, Monteiro, & Pereira, 2011), a Escala de Medida de Manifestação de Bem-Estar Psicológico (EMMBEP; Monteiro, Tavares, & Pereira, 2006) e o WHO Quality of Life-Bref (WHOQOF-BREF; Vaz Serra et al., 2006). Resultados: De entre os resultados obtidos destaca-se que as funções motivacionais mais valorizadas são as funções “valores”...

Motivações infantis em parques temáticos: o caso do Magic Kingdom

Barata, João Pedro Mateus Gonçalves
Fonte: Universidade do Algarve Publicador: Universidade do Algarve
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
37.03%
Dissertação de mest., Gestão de Organizações Turísticas, Faculdade de Economia, Univ. do Algarve, 2010; As motivações no turismo devem ser compreendidas como um conceito multidimensional em que diferentes entendimentos sobre os seus construtos são determinantes na decisão do turista (McCabe, 2000). As atracções, nomeadamente os parques temáticos, são a componente principal que impulsiona grande parte da humanidade para viajar. Embora já se tenham realizado investigações sobre as motivações no turismo, investigações sobre o turista infantil são quase inexistentes. O principal objectivo do presente estudo é compreender o que motiva uma criança a desejar viajar e, quais as principais razões para visitar o parque temático Magic Kingdom na Walt Disney World. Para a concretização dos objectivos da investigação foram utilizados métodos e técnicas quer quantitativos quer qualitativos. Numa primeira fase foi realizada observação participante não-estruturada e, de seguida, entrevistas não-estruturas para validar as conclusões da fase anterior. Num terceiro momento foram realizados questionários estruturados a funcionários do parque temático e, por fim, desenvolveu-se uma entrevista não-estruturada a crianças. Com essa finalidade foi utilizado o modelo push e pull de Dann (1977) e Crompton (1979). Os resultados permitem concluir que as crianças são essencialmente “empurradas” a viajar por motivos de animação como a aventura...

Uma abordagem qualitativa às motivações positivas e negativas para a parentalidade

Guedes, Maryse; Aluna do Programa Interuniversitário de Doutoramento em Psicologia Clínica – Temática Psicologia da Família e Intervenção Familiar da Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra e da Faculdade de
Fonte: ISPA - Instituto Universitário Publicador: ISPA - Instituto Universitário
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 23/11/2012 POR
Relevância na Pesquisa
37.11%
A diminuição da natalidade e o adiamento do nascimento do primeiro filho têm evidenciado a importância de melhor compreender as motivações para a parentalidade. Atendendo à sua variabilidade sociocultural, este estudo qualitativo teve como principal objectivo conhecer as motivações positivas e negativas para a parentalidade numa amostra da população portuguesa. A amostra foi constituída por24 participantes, recrutados entre os profissionais e utentes da Maternidade Doutor Daniel de Matos dos Hospitais da Universidade de Coimbra e por convite a participantes da população em geral. Foram realizados três grupos focais com utentes/participantes da população em geral e um grupo focal com profissionais. A análise de conteúdo revelou uma vasta constelação de motivações positivas e negativas; estas expressaram-se em dimensões emocionais/psicológicas, sociais/normativas, económicas/utilitárias e biológicas/físicas. As motivações positivas foram as mais frequentemente referidas; no entanto, foram menos referidas que as negativas na dimensão emocional/psicológica. Embora exploratórios, estes resultados tendem a apoiar a investigação existente, apontando, contudo, para algumas especificidades que importa aprofundar em investigações futuras. Evidenciam ainda a importância de avaliar as motivações para a parentalidade...

Jovens e associações em Moçambique: motivações e dinâmicas actuais

Biza,Adriano Mateus
Fonte: Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo.; Associação Paulista de Saúde Pública. Publicador: Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo.; Associação Paulista de Saúde Pública.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2009 PT
Relevância na Pesquisa
36.96%
O presente artigo é uma reflexão sobre dinâmicas associativas de jovens no Moçambique pós colonial. O objectivo desta reflexão foi identificar e analisar as motivações de engajamento dos jovens nesses agrupamentos. Baseando-se em aproximações empíricas feitas a duas associações de jovens - Associação Aro Juvenil e Associação Positiva Juvenil - a análise demonstra que dinamica associativa de jovens mete em evidência relações complexas entre identidade, contexto, o privado, o público e o afectivo. Embora haja múltiplas motivações, a adesão dos jovens em associações associa trajectórias e expectativas individualizadas. A nível discursivo, a entrada na vida associativa representa uma forma de legitimação sóciopolítica em resposta a um discurso que considera os jovens passivos e pouco intervenientes na solução dos problemas que lhes afecta em particular e à sociedade no geral. A nível das práticas associativas quotidianas, os jovens reintrepretam e dão outro sentido às motivações do seu engajamento: para lá dos objectivos formais, pretensamente desenvolvimentistas, altruistas e humanitários, o associativismo é uma estratégia de vida e de realização de projectos individuais. Criar uma associação e/ou nela aderir pode significar maiores possibilidades de aceder e controlar recursos e capitais diversificados como emprego/profissão...

Perfil e motivações do enoturista do pólo de turismo do Douro

Costa, Adriano Azevedo
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
37.08%
O estudo do comportamento do consumidor turista é a chave para descodificar todas as atividades de marketing, usadas para desenvolver, comunicar e vender um produto turístico. A maximização destas atividades depende da compreensão da forma como os consumidores tomam as decisões para comprar ou utilizar os produtos turísticos (Swarbrooke e Horner, 1999). Deste modo, torna-se fundamental conhecer e compreender este tipo de turista, identificando as suas necessidades e, desta forma, criar novos pacotes de produtos, escolher os melhores canais de comunicação, estabelecer contactos com os operadores certos, de modo a adequar a oferta à procura. Assim, de forma a dar resposta às questões anteriormente definidas, foi elaborado o presente estudo, o qual tinha como objetivo principal identificar o perfil dos enoturistas, bem como as dimensões das motivações (push e pull) que estão relacionadas com a satisfação e, por conseguinte, com a sua lealdade. Deste modo foi realizada uma extensa revisão da literatura de referência nas áreas da motivação, satisfação, lealdade e dos modelos de decisão de compra, tendo especial atenção à tipologia do turista em causa. Resultante da revisão da literatura, e nela apoiada, foi construído um modelo de investigação que estabelece que as motivações (push e pull) influenciam positivamente a satisfação e...

Motivações dos voluntários em ONG’s: uma revisão crítica da literatura

Ferreira, Marisa R.; Proença, João F.; Proença, Teresa
Fonte: Innovation, Entrepreneurialship, Knowledge and Enterprise in Competitiveness Publicador: Innovation, Entrepreneurialship, Knowledge and Enterprise in Competitiveness
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //2008 POR
Relevância na Pesquisa
37.15%
Este trabalho revê e discute de forma crítica a literatura sobre as motivações dos voluntários para doarem o seu tempo às ONG’s. Quanto melhor uma organização conhecer os voluntários, mais essa organização poderá ir de encontro às necessidades e expectativas desses mesmos indivíduos. Por isso, compreender as motivações que podem levar um indivíduo a doar o seu tempo a uma determinada organização e a manter-se nessa mesma organização é matéria relevante na gestão das ONG’s. Primeiro, o artigo mostra e compara os diferentes tipos de motivações associadas ao trabalho voluntário. Depois, apresenta-se uma tipologia que agrupa os determinantes das motivações dos voluntários em cinco grupos: o altruísmo, a socialização, o interesse pessoal, a carreira profissional e a aprendizagem e, por fim, a comunidade. Por fim, efectua-se uma análise que aponta três lacunas na literatura das motivações dos voluntários que justificam investigação adicional: (i) a omissão de diferenças entre as motivações relacionadas com a “Atracção” versus a “Retenção” dos voluntários; (ii) a focalização das investigações no contexto norte-americano e australiano; e (iii) a ausência de análises comparativas que relacionem as motivações por tipos de ONG’s.

Motivações, obstáculos e modos de entrada na internacionalização das empresas : o caso da EDP Renováveis nos EUA

Herédia, Pedro Andresen Guimarães de
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
37.03%
Mestrado em Ciências Empresariais; Proposta: A realização desta dissertação tem como principal objectivo estudar o processo de internacionalização das empresas. Ou seja, perceber o que leva as empresas a internacionalizarem-se, quais os seus modos de entrada, e quais os grandes obstáculos que encontram ao longo de todo este processo. Metodologia: A metodologia utilizada neste trabalho é o estudo de caso. É feito um estudo de caso relativo à empresa EDP Renováveis. Resultados/Conclusões: A primeira conclusão deste estudo é a de que as motivações para a internacionalização das empresas prendem-se simultaneamente com razões internas e externas à própria empresa. A vontade de crescer, de ganhar dimensão, e de ser líder de mercado, são exemplos de motivações internas que levaram a EDP Renováveis a internacionalizar-se. A saturação do mercado doméstico e a facilidade de acesso ao crédito são exemplos de motivações externas referidas pela empresa. A segunda conclusão deste estudo é a de que os obstáculos à internacionalização, tal como as motivações, podem ser internos ou externos à empresa. A EDP Renováveis destaca sobretudo dificuldades externas à empresa, como o pouco conhecimento do mercado de destino...

Jovens e associações em Moçambique: motivações e dinâmicas actuais; Youths and associations in Mozambique: motivations and current dynamics

Biza, Adriano Mateus
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/09/2009 POR
Relevância na Pesquisa
36.96%
O presente artigo é uma reflexão sobre dinâmicas associativas de jovens no Moçambique pós colonial. O objectivo desta reflexão foi identificar e analisar as motivações de engajamento dos jovens nesses agrupamentos. Baseando-se em aproximações empíricas feitas a duas associações de jovens - Associação Aro Juvenil e Associação Positiva Juvenil - a análise demonstra que dinamica associativa de jovens mete em evidência relações complexas entre identidade, contexto, o privado, o público e o afectivo. Embora haja múltiplas motivações, a adesão dos jovens em associações associa trajectórias e expectativas individualizadas. A nível discursivo, a entrada na vida associativa representa uma forma de legitimação sóciopolítica em resposta a um discurso que considera os jovens passivos e pouco intervenientes na solução dos problemas que lhes afecta em particular e à sociedade no geral. A nível das práticas associativas quotidianas, os jovens reintrepretam e dão outro sentido às motivações do seu engajamento: para lá dos objectivos formais, pretensamente desenvolvimentistas, altruistas e humanitários, o associativismo é uma estratégia de vida e de realização de projectos individuais. Criar uma associação e/ou nela aderir pode significar maiores possibilidades de aceder e controlar recursos e capitais diversificados como emprego/profissão...

Uma abordagem qualitativa às motivações positivas e negativas para a parentalidade

Guedes,Maryse; Carvalho,Paula Saraiva; Pires,Raquel; Canavarro,Maria Cristina
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/11/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.11%
A diminuição da natalidade e o adiamento do nascimento do primeiro filho têm evidenciado a importância de melhor compreender as motivações para a parentalidade. Atendendo à sua variabilidade sociocultural, este estudo qualitativo teve como principal objectivo conhecer as motivações positivas e negativas para a parentalidade numa amostra da população portuguesa. A amostra foi constituída por 24 participantes, recrutados entre os profissionais e utentes da Maternidade Doutor Daniel de Matos dos Hospitais da Universidade de Coimbra e por convite a participantes da população em geral. Foram realizados três grupos focais com utentes/participantes da população em geral e um grupo focal com profissionais. A análise de conteúdo revelou uma vasta constelação de motivações positivas e negativas; estas expressaram-se em dimensões emocionais/psicológicas, sociais/normativas, económicas/utilitárias e biológicas/físicas. As motivações positivas foram as mais frequentemente referidas; no entanto, foram menos referidas que as negativas na dimensão emocional/psicológica. Embora exploratórios, estes resultados tendem a apoiar a investigação existente, apontando, contudo, para algumas especificidades que importa aprofundar em investigações futuras. Evidenciam ainda a importância de avaliar as motivações para a parentalidade...

As motivações no trabalho voluntário

Ferreira,Marisa; Proença,Teresa; Proença,João F.
Fonte: INDEG-IUL - ISCTE Executive Education Publicador: INDEG-IUL - ISCTE Executive Education
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37.17%
Este artigo revê e discute a literatura sobre as motivações dos voluntários para doarem o seu tempo às Organizações Não-Governamentais (ONG). Quanto melhor uma organização conhecer os voluntários, mais essa organização poderá ir de encontro às necessidades e expectativas desses mesmos indivíduos. Por isso, compreender as motivações que podem levar um indivíduo a doar o seu tempo a uma determinada organização é relevante na gestão das ONG. Primeiro, o artigo discute o estado da arte do voluntariado formal e as motivações dos voluntários não dirigentes. Apresenta-se uma pesquisa a bases de dados bibliográficas, que inclui revistas especializadas na investigação de voluntariado. Depois, o artigo mostra e compara os diferentes tipos de motivações associadas ao trabalho voluntário e propõe uma tipologia que agrupa as motivações dos voluntários em quatro tipos: altruísmo, pertença, ego e reconhecimento social e aprendizagem e desenvolvimento. Por fim, efectua-se uma análise que indica três lacunas na literatura das motivações dos voluntários que justificam investigação adicional: a omissão de diferenças entre as motivações relacionadas com a «atracção» versus a «retenção» dos voluntários; a focalização das investigações no contexto norte-americano e australiano; e a ausência de análises comparativas que relacionem as motivações por tipos de ONG.