Página 1 dos resultados de 399 itens digitais encontrados em 0.029 segundos

Motivação para aprender: validação dum programa de estratégias para adolescentes com insucesso escolar

Pocinho, Margarida Maria Ferreira Diogo Dias
Fonte: Universidade da Madeira Publicador: Universidade da Madeira
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
76.25%
Este artigo apresenta a concepção e validação dum Programa de estratégias de motivação para a aprendizagem para adolescentes com insucesso escolar. Trata-se duma pesquisa quasi-experimental, com pré e pós-teste, grupos de controle (GC) e experimental (GE), na faixa etária dos 14-15 anos a frequentar o 9º ano de escolaridade. Avaliou-se o efeito do programa na auto-estima, atribuições causais de sucesso, hábitos de estudo, rendimento escolar e opiniões dos professores. O programa inclui também perfis de interesses profissionais dos alunos. Inclui ainda perfis dos professores que melhor podem motivar os alunos para aprender, tendo em conta as variáveis acima descritas. O GE (n=110) melhorou significativamente comparativamente ao GC (n=99) indicando que o Programa traz benefícios em termos de motivação para aprender escolares e, consequentemente, benefícios em termos de sucesso académico e pessoal, nomeadamente, aos estudantes portugueses com insucesso escolar.

A relação entre motivação para aprender, percepção do clima de sala de aula para criatividade e desempenho escolar de alunos do 5 ano do ensino fundamental

Cavalcanti, Maria Mônica Pinheiro
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
76.52%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde, 2009.; Diversos estudos ressaltam a importância da motivação, do conhecimento e das condições ambientais para o desenvolvimento do potencial criativo dos alunos. Neste sentido, a motivação para aprender e o clima de sala de aula são fatores essenciais que contribuem para o desenvolvimento da criatividade e também para o processo de construção e aquisição de conhecimentos. No Brasil, existem poucos estudos que investigam a inter-relação entre o desenvolvimento do potencial criativo e da motivação para aprender, considerando seus possíveis reflexos no desempenho escolar dos alunos. Portanto, este estudo buscou investigar a relação entre motivação para aprender, percepção do clima de sala de aula para criatividade e desempenho escolar de alunos do 5º ano do Ensino Fundamental, com vistas a refletir sobre o planejamento e implementação de ações escolares que privilegiem a motivação para aprender, incentivem o potencial criativo e contribuam para o progresso escolar de todos os alunos. Participaram da pesquisa 222 alunos, 109 do gênero masculino e 113 do feminino...

Predição de competências de liderança a partir do uso de estratégias de aprendizagem, horas de treinamento e motivação para aprender

Lins, Maria Paula Beatriz Estellita
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
76.26%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, 2011.; O estudo teve como objetivo testar um modelo preditivo de competências de liderança no contexto de equipes permanentes de trabalho. Liderança foi definida como o processo pelo qual o gestor e sua equipe interagem de forma ética e se influenciam mutuamente para alcançar objetivos comuns. Nesse processo, o gestor diferencia-se pelo papel formal e por assumir responsabilidades específicas perante a equipe. A variável foi definida como as competências de liderança, mensuradas a partir da percepção dos gestores (autoavaliação) e das respectivas equipes de trabalho (heteroavaliação). As variáveis antecedentes foram horas de treinamento e utilização de estratégias de aprendizagem no trabalho. Testou-se também o efeito moderador da motivação para aprender. Os participantes foram 377 gestores de três órgãos da Administração Pública Federal e 692 integrantes de equipes de trabalho. Os dados foram coletados por meio de escalas de medida, que foram submetidas a análises fatoriais para validação psicométrica. Regressões simples ou múltiplas foram realizadas para testar as hipóteses propostas. No modelo de autoavaliação de competências...

Uso de tecnologias na prática pedagógica e sua influência na criatividade, clima de sala de aula e motivação para aprender

Borges, Clarissa Nogueira
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
76.36%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Programa de Pós-graduação em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde, 2014.; Criatividade, motivação para aprender e uso de recursos tecnológicos na prática pedagógica são temas que têm despertado o interesse de pesquisadores, educadores e psicólogos escolares. Embora se observe uma crescente incorporação de tecnologias da informação e comunicação (TIC) na educação, no Brasil, as investigações sobre esses fenômenos, de modo geral, têm sido realizadas em contextos nos quais são utilizados recursos pedagógicos tradicionais, desconsiderando as possíveis influências das novas tecnologias. Nesse sentido, este estudo teve como objetivo comparar alunos e alunas de escolas em que são utilizadas TIC nas práticas pedagógicas e os de instituições de ensino que não fazem uso desses recursos no que se refere à criatividade, à percepção do clima de sala de aula para criatividade e à motivação para aprender, além de analisar possíveis relações entre as três variáveis. Participaram da pesquisa 76 estudantes do 5º ano do ensino fundamental, de instituições particulares de ensino do Distrito Federal, sendo 39 (51,3%) do gênero masculino e 37 (48...

Criatividade em matemática : um modelo preditivo considerando a percepção de alunos do ensino médio acerca das práticas docentes, a motivação para aprender e o conhecimento em relação à matemática

Farias, Mateus Pinheiro de
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
76.42%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2015.; Esta dissertação foi desenvolvida com o objetivo de apresentar um modelo empírico para predizer a criatividade em matemática, explicando a ocorrência desse fenômeno considerando a percepção de alunos de ensino médio acerca das práticas docentes, o nível de motivação para a aprendizagem e o rendimento em relação à matemática. A amostra desta pesquisa foi constituída por 87 alunos do 3° ano do ensino médio de uma escola pública do Distrito Federal no ano de 2014. Para essa investigação foram traçadas as seguintes questões orientadoras: (1) Existe relação entre motivação para aprender e rendimento escolar de alunos do ensino médio em relação à matemática? (2) Existe relação entre percepção de alunos do ensino médio sobre as práticas docentes para a criatividade e motivação para aprender matemática? (3) Existe relação entre percepção de alunos do ensino médio sobre as práticas docentes para a criatividade e rendimento escolar em relação à matemática? (4) O nível de motivação para a aprendizagem, o rendimento escolar e a percepção de alunos do ensino médio acerca das práticas docentes são preditores da criatividade no campo da matemática? A fim de responder essas perguntas foram aplicados uma escala de motivação para a aprendizagem...

O impacto de um protótipo multimédia na motivação para aprender língua portuguesa

Bento, Marco; Lencastre, José Alberto
Fonte: Instituto Politécnico de Viseu. Escola Superior de Educação Publicador: Instituto Politécnico de Viseu. Escola Superior de Educação
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /12/2013 POR
Relevância na Pesquisa
76.18%
Perante a problemática de resultados negativos respeitantes à compreensão da leitura, à existência de menos leitores em idade escolar e a um decréscimo da motivação para a leitura, realizámos um estudo que envolveu quatro turmas do 1o ciclo onde houve intervenção pedagógica utilizando um protótipo multimédia na motivação para aprender Língua Portuguesa. Os dados permitem concluir o protótipo funcionou nestes alunos como motivação e promoveu mais competências na aprendizagem da língua portuguesa.; CIEC - Centro de Investigação em Estudos da Criança, UM (UI 317 da FCT)

Competências criativas e motivação para a aprendizagem : realidades distintas em adolescentes?; Creative skills and motivation for learning : different realities in adolescents?

Morais, Maria de Fátima; Azevedo, Ivete; Jesus, Saúl de
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
66.32%
Os conceitos de criatividade e de motivação aparecem na literatura como relacionáveis. Ser criativo envolve elevada motivação, particularmente considerando motivação intrínseca. Também estar motivado para aprender em contexto escolar e ser criativo são requisitos fundamentais à atualidade. Questiona-se então a relação entre competências criativas e motivação para aprender na escola. Foram administradas provas de criatividade figurativa e uma escala de motivação para aprendizagem escolar a 218 adolescentes. Os resultados indicam ausência de relações significativas entre as variáveis, o que pode ser preocupante pela necessidade de competências criativas para o sucesso pessoal e profissional e pelo papel que a motivação para aprender deveria ter para obter esse sucesso. Possibilidades interpretativas são então apontadas, assim como sugestões de aplicabilidade à prática educativa.; The concepts of creativity and motivation appear in the literature as relatable. Being creative involves high motivation, especially considering intrinsic motivation. Being motivated to face learning in school and being creative are also practical and fundamental requirements for today. Question is then the relationship between creativity and motivation to learn in school. Were administered a test of figural creativity and a test of motivation for school learning to 218 adolescents. The results indicate no significant relationship between the variables...

O papel da família e da escola no apoio às crianças com Trissomia 21

Sousa, Maria Mariela Camacho
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 08/10/2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.32%
A escola e a família no apoio aos alunos com trissomia 21, são as duas instituições cuja relação é nosso objeto de análise neste estudo. Estas instituições, sofreram transformações profundas, principalmente ao longo das últimas décadas, sendo mais visíveis, a partir dos finais da década de 90 com a integração dos alunos com necessidade educativas especiais nas classes regulares e com o aumento da escolaridade obrigatória (Correia, 1997). O presente trabalho aborda a problemática da relação entre a escola e a família, tendo como objetivo analisar e comparar as perceções dos pais e dos professores sobre o envolvimento dos pais na escola relativamente aos seus educandos, bem como, o interesse e a motivação para aprender do grupo de participantes com T21 neste estudo. A amostra é constituída por 30 crianças com trissomia 21. Estas crianças frequentavam o 2.º e 3.ºciclos do Ensino Básico de escolas da rede pública do distrito de Braga com idades compreendidas entre os 10 e 18 anos. Neste grupo, 14 eram rapazes e 16 raparigas. Utilizamos como instrumento de recolha de dados o questionário/ entrevista semiestruturada “Motivação para aprender em crianças com NEE” (Miranda, 2011), que foi preenchido pelos 30 alunos...

Narrativa da profissionalização: da motivação para aprender à avaliação das aprendizagens

Pinto, Joana
Fonte: Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti Publicador: Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
76.25%
Relatório de Estágio pedagógico apresentado à Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti para a obtenção do grau de Mestre em Mestrado em Educação Pré- Escolar e Ensino do 1.º Ciclo do Ensino Básico.; A motivação para aprender é uma temática que adquiriu, ao longo do nosso estágio pedagógico, um lugar de destaque pela necessidade de criar um ambiente educativo harmonioso, para que as nossas crianças, como agentes ativos do seu conhecimento, aprendessem significativamente. No nosso entender, a sala de aula deveria ser um espaço onde o currículo se adequa aos interesses e necessidades das crianças e não o inverso. Motivar as nossas crianças, para aprender é adaptar o currículo aos seus interesses, às suas motivações intrínsecas. Com a presente narrativa pretende-se investigar e refletir os discursos e as práticas de motivar para aprender e a ação da avaliação formativa para esse propósito, num Jardim-de-Infância e numa Escola Básica do 1.º Ciclo. Neste enquadramento, pretendemos, ainda, averiguar de que modo pode esta temática atravessar ambos os ciclos de ensino: Pré- Escolar, numa sala de 5 anos; e numa turma de 4.º ano de escolaridade do 1.º Ciclo do Ensino Básico. Como opção metodológica...

Os benefícios individuais da formação e o seu contributo para o processo de transferência da formação

Moreira, Carlos Filipe Mateus
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
76.31%
Mestrado em Comportamento Organizacional; A qualidade do processo formativo é um dos requisitos que permite assegurar a competitividade das organizações, em função do efeito que os projectos de formação consigam exercer sobre o desempenho dos indivíduos. O que significa que existe uma expectativa de mudança comportamental, associada aos conteúdos transmitidos nesses mesmos projectos. Para que essa mudança ocorra na organização, é necessário que os indivíduos aprendam, que memorizem o que aprenderam e que accionem, nos momentos adequados, esse conhecimento adquirido, ou seja, que transfiram a aprendizagem para o seu local de trabalho. Esta dissertação tem como objectivos verificar os efeitos da formação ao nível da aquisição e retenção de conhecimentos específicos, do incremento das crenças de auto-eficácia ocupacional e do reforço dos comportamentos de liderança transformacional. Pretende também concluir acerca da relação desses mesmos efeitos e da motivação para aprender, com o processo de transferência da formação, concretamente, no que diz respeito à sua capacidade de prever a percepção de utilidade da formação e a motivação para transferir. Os resultados demonstram que a formação permite aumentar o nível de conhecimentos dos indivíduos...

Escala de avaliação da motivação para aprender de alunos do ensino fundamental (EMA)

Neves,Edna Rosa Correia; Boruchovitch,Evely
Fonte: Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2007 PT
Relevância na Pesquisa
96.3%
Este estudo descreve os passos relativos à construção de uma escala para avaliar a motivação para aprender de alunos brasileiros do ensino fundamental e apresenta a análise preliminar de suas propriedades psicométricas. Participaram das duas etapas, 771 estudantes de 2ª a 8ª séries do ensino fundamental de escolas públicas de Campinas, SP. O alpha de Cronbach foi de 0,80, indicando uma boa consistência interna do instrumento. Pela análise fatorial exploratória, obteve-se uma escala de dois fatores: motivação intrínseca (MI) e motivação extrínseca (ME) que explicaram, respectivamente, 17,68% e 12,71% da variância total. Discute-se a necessidade de se aprofundar estudos sobre a viabilidade de utilização da escala para diagnóstico, intervenção e prevenção de problemas motivacionais no contexto escolar.

Motivação na universidade: uma revisão da literatura

Ruiz,Valdete Maria
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Campinas Publicador: Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2003 PT
Relevância na Pesquisa
76.1%
O objetivo do presente trabalho é apresentar uma revisão da literatura sobre variáveis que influenciam a motivação para aprender de estudantes universitários, utilizando o modelo de Pintrich, que incorpora quatro componentes principais: contexto sociocultural, fatores relacionados ao ambiente de sala de aula, fatores internos e comportamento motivado. Conclui pela necessidade de maior ênfase na utilização de estratégias metacognitivas de aprendizagem e maior número de estudos sobre o tema no Brasil.

Quem está motivado para aprender nos cursos oferecidos pelas empresas?

Mourão,Luciana; Marins,Jesiane
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2010 PT
Relevância na Pesquisa
66.29%
O mercado de trabalho tem se tornado mais competitivo e as organizações têm realizado programas de treinamento e desenvolvimento, buscando resultados eficazes em relação aos recursos humanos. Esta investigação teve como objetivo principal verificar se as características da clientela, do treinamento e das organizações influenciam nos resultados da motivação para aprender. A amostra foi obtida por conveniência, com 220 trabalhadores que estavam iniciando ações de capacitação em sete empresas privadas do Estado do Rio de Janeiro. Utilizaram-se escalas validadas para mensurar a motivação para aprender e as crenças sobre o sistema de treinamento. Foram realizadas análises descritivas e regressão múltipla padrão. Os resultados indicam que as crenças em relação ao sistema e tipo de treinamento, tipo de instrutor e tempo de empresa são preditoras da motivação para aprender. Foram discutidas implicações práticas dos resultados e sugerida agenda de pesquisa para a área.

Crenças de eficácia de professores e motivação de adolescentes para aprender física

Goya,Alcides; Bzuneck,José Aloyseo; Guimarães,Sueli Édi Rufini
Fonte: Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE) Publicador: Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2008 PT
Relevância na Pesquisa
66.28%
Este trabalho teve por objetivo medir as crenças de eficácia de professores de física do ensino médio bem como a motivação dos seus alunos para aprender física. Para os 20 professores que formaram a amostra foi utilizado um questionário com 20 itens, em escala Likert, que avaliaram dois aspectos distintos das crenças: senso de eficácia pessoal e senso de eficácia do ensino. A 200 alunos das três séries do ensino médio foram aplicados questionários também com 20 itens, em escala Likert, que avaliaram sua motivação para aprender física e estratégias pessoais de estudo dessa disciplina. As escolas eram de três regiões geográficas distintas. Entre os professores, os escores médios nas crenças de eficácia pessoal foram significativamente mais altos do que os das crenças de eficácia do ensino. Além disso, as crenças de eficácia pessoal de professores relacionam-se positivamente com motivação dos alunos. Entre os alunos, variaram significativamente seus escores médios em função da turma a que pertencem, dentro de uma mesma série. Também foi significativa a relação positiva entre a motivação dos alunos e o uso de estratégias pessoais de estudo. Não houve diferenças significativas nesses escores nem em função das séries nem em função da localização geográfica da escola. Dos resultados foram extraídas indicações de estratégias motivacionais no ensino de física bem como sugestões de novas pesquisas que ampliem os conhecimentos na área.

Autodeterminação para aprender nas salas de aula de violão a distância online : uma perspectiva contemporânea da motivação

Ribeiro, Giann Mendes
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf; video/x-msvideo
POR
Relevância na Pesquisa
66.29%
Esta pesquisa aborda a motivação para aprender música em ambientes de aprendizagem virtual sob uma perspectiva teórica sociocognitiva da motivação. Tem como objetivo geral investigar os processos motivacionais de estudantes em interações online, em aulas de violão a distância, no curso de Licenciatura em Música da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), com base na Teoria da Autodeterminação (RYAN; DECI, 2004; DECI; RYAN, 2008a). E como objetivos específicos analisar as percepções de satisfação das necessidades de autonomia, competência e pertencimento dos estudantes nas interações online; identificar a qualidade motivacional dos estudantes para aprender violão em interações online; discutir influências socioambientais sobre a motivação de estudantes; verificar as manifestações das necessidades psicológicas básicas em interações síncronas e assíncronas e destacar as ferramentas de interações online que auxiliaram no processo educacional a distância. A metodologia utilizada neste estudo foi a pesquisa-ação integral (MORIN A., 2004). Os dados analisados foram coletados por meio de observação participante, entrevistas semiestruturadas, filmagens das interações realizadas nas videoconferências e registros de diálogos em fóruns síncronos e assíncronos. Os resultados apontaram que a principal motivação dos estudantes não era a intrínseca. Em vez disso...

Quem está motivado para aprender nos cursos oferecidos pelas empresas?; ¿Quién está motivado para aprender en los cursos ofrecidos por las empresas?; Who is motivated to learn in training offered by the companies?

Mourão, Luciana; Marins, Jesiane
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/2010 POR
Relevância na Pesquisa
66.38%
O mercado de trabalho tem se tornado mais competitivo e as organizações têm realizado programas de treinamento e desenvolvimento, buscando resultados eficazes em relação aos recursos humanos. Esta investigação teve como objetivo principal verificar se as características da clientela, do treinamento e das organizações influenciam nos resultados da motivação para aprender. A amostra foi obtida por conveniência, com 220 trabalhadores que estavam iniciando ações de capacitação em sete empresas privadas do Estado do Rio de Janeiro. Utilizaram-se escalas validadas para mensurar a motivação para aprender e as crenças sobre o sistema de treinamento. Foram realizadas análises descritivas e regressão múltipla padrão. Os resultados indicam que as crenças em relação ao sistema e tipo de treinamento, tipo de instrutor e tempo de empresa são preditoras da motivação para aprender. Foram discutidas implicações práticas dos resultados e sugerida agenda de pesquisa para a área.; El mercado laboral se ha vuelto más competitivo y las organizaciones han desarrollado programas de Capacitación y Desarrollo, con el fin de lograr resultados efectivos con relación a los recursos humanos. Esta investigación tuvo como objetivo principal verificar si las características del cliente...

Motivação para aprender: relação com o desempenho de estudantes; Motivación para aprender: relación con el desempeño de estudiantes; Motivation for learning: the relation with students performance

Zenorini, Rita da Penha Campos; Santos, Acácia Aparecida Angeli dos; Monteiro, Rebecca de Magalhães
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/2011 POR
Relevância na Pesquisa
66.35%
O presente estudo objetivou comparar as orientações de metas de estudantes com alto e baixo desempenho e identificar diferenças relativas às variáveis sexo e tipo de escola. Participaram 110 estudantes dos três anos do ensino médio com idades variando entre 14 e 17 anos provenientes de escola particular e pública do interior de São Paulo. O instrumento utilizado foi a Escala de Avaliação da Motivação para Aprendizagem - EMAPRE. Os resultados apontaram os alunos indicados com alto desempenho como mais orientados à meta aprender e os com baixo desempenho como os mais orientados à meta performance-evitação. Na comparação entre metas e sexo, verificou-se que as meninas apresentaram pontuação média significativamente mais alta na meta aprender. Em relação ao tipo de escola, os alunos da escola pública apresentaram médias significativamente superiores na meta aprender. Esses achados corroboram outros da literatura e evidenciam a necessidade de novas pesquisas.; El objetivo de este trabajo fue comparar orientaciones de metas de estudiantes con desempeño alto y bajo e identificar diferencias relativas a las variables sexo y tipo de escuela. Participaron 110 estudiantes de enseñanza media, 14 a 17 años, de una escuela privada y otra pública del interior de São Paulo. Se utilizó la Escala de Avaliação da Motivação para Aprendizagem - EMAPRE. Los resultados mostraron los alumnos con desempeño alto más orientados a la meta aprender...

Avaliação da aprendizagem e motivação para aprender: tramas e entrelaços na formação de professoresThe evaluation of learning and motivation to learn: intrigues and interlaces in pre-service teachers formation

Souza, Nadia Aparecida de; Boruchovitch, Evely
Fonte: ETD - Educação Temática Digital Publicador: ETD - Educação Temática Digital
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Avaliado pelos pares; bibliográfica Formato: application/pdf
Publicado em 06/11/2009 POR
Relevância na Pesquisa
76.12%
A avaliação pode processar-se sob a égide de duas distintas lógicas: a da classificação ou a da formação. A prevalência da primeira parece condenar os estudantes a desempenhos sofridos e sofríveis, conforme se constata nos resultados revelados por provas nacionais e internacionais. Afinal, apesar do discurso a propalar um exercício formativo, o que se nota, ainda, em termos de avaliação é a preocupação em separar o joio do trigo. A inquietação quanto às decorrências da avaliação classificatória, principalmente no que tange á motivação para a aprendizagem, orientou a delimitação do objetivo do presente estudo: mapear e analisar as implicações das concepções de avaliação vivenciadas ao longo de um curso de Licenciatura em Pedagogia relativamente à motivação da aprendizagem. A pesquisa quanti-qualitativa valeu-se de metodologia também hibrida, o estudo de caso. Os procedimentos de coleta utilizados foram: questionário e entrevista. Os dados foram analisados à luz da análise de conteúdo clássica. Os resultados parecem apontar relação entre avaliação classificatória, motivação extrínseca e abordagem superficial à aprendizagem, bem como entre avaliação formativa, motivação intrínseca e abordagem profunda à aprendizagem. Palavras-chave Avaliação da aprendizagem; Motivação para a aprendizagem; Estratégias de aprendizagem; Formação de professores Abstract The evaluation of learning can be either classificatory or formative. The prevalence of the first one over the second usually condemns students to poor achievement performance as it can be observed in national and international examinations. Though the educational discourse seems to acknowledge the important role of learning evaluation as a process...

Motivação para aprender em alunos do ensino médioHigh school students’s motivation learn

Marchiore, Lara de Windson Oliveira Almeida; Alencar, Eunice Maria Lima Soriano de
Fonte: ETD - Educação Temática Digital Publicador: ETD - Educação Temática Digital
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Avaliado pelos pares; bibliográfica Formato: application/pdf
Publicado em 06/11/2009 POR
Relevância na Pesquisa
76.3%
O presente estudo investigou a percepção de estudantes de ensino médio acerca de sua motivação para aprender. Participaram 364 alunos, sendo 160 de uma escola particular e 204 de uma escola pública de uma cidade do estado de Minas Gerais. O instrumento utilizado foi a Escala de Avaliação da Motivação para Aprender de Alunos do Ensino Médio. Os resultados evidenciaram que estudar somente o que vai cair na prova e estudar assuntos difíceis foram os itens de maiores médias. Constatou-se que estudantes do gênero masculino e de escola particular obtiveram médias significativamente superiores tanto em motivação intrínseca quanto extrínseca comparativamente àqueles do gênero feminino e de escola pública. Não foram observadas interações entre gênero e tipo de escola nas duas modalidades de motivação investigadas. Palavras-chave Motivação; Alunos; Ensino Médio Abstract The present study investigated High School students’ perception about their motivation to learn. The participants were 364 students, being 160 from a private school and 204 from a public school located in a city of Minas Gerais state. High School Students’ Motivation to Learn Evaluation Scale was completed by the participants. The results indicated that the items with the highest means were study what will be evaluated in the test and study difficult issues. It was observed that male students and those from the private school obtained significantly higher means both in intrinsic and extrinsic motivation comparing to female students and those from the public school. The interactions between gender and type of school in the two modalities of motivation investigated were not significant. Keywords Motivation; Students; High School

Motivação para aprender: validação dum programa de estratégias para adolescentes com insucesso escolarLearning motivation: validation of a motivation learning strategies program for adolescences with low achievement

Pocinho, Margarida
Fonte: ETD - Educação Temática Digital Publicador: ETD - Educação Temática Digital
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Avaliado pelos pares; bibliográfica Formato: application/pdf
Publicado em 06/11/2009 POR
Relevância na Pesquisa
76.29%
Este artigo apresenta a concepção e validação dum Programa de estratégias de motivação para a aprendizagem para adolescentes com insucesso escolar. Trata-se duma pesquisa quasi-experimental, com pré e pós-teste, grupos de controle (GC) e experimental (GE), na faixa etária dos 14-15 anos a frequentar o 9º ano de escolaridade. Avaliou-se o efeito do programa na auto-estima, atribuições causais de sucesso, hábitos de estudo, rendimento escolar e opiniões dos professores. O programa inclui também perfis de interesses profissionais dos alunos. Inclui ainda perfis dos professores que melhor podem motivar os alunos para aprender, tendo em conta as variáveis acima descritas. O GE (n=110) melhorou significativamente comparativamente ao GC (n=99) indicando que o Programa traz benefícios em termos de motivação para aprender escolares e, consequentemente, benefícios em termos de sucesso académico e pessoal, nomeadamente, aos estudantes portugueses com insucesso escolar. Palavras-chave Motivação; Aprendizagem; Insucesso escolar Abstract This article presents a motivation learning strategies program for promoting the academic success of adolescents with low achievement. This is a quasi-experimental research, with pre and post-test...