Página 1 dos resultados de 1107 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

Tecendo a clínica winnicottiana da maternidade em narrativas psicanalíticas; Weaving the winnicottian motherhood clinic into psychoanalytical narratives

Granato, Tania Mara Marques
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 07/05/2004 PT
Relevância na Pesquisa
37.15%
O presente trabalho tem como objetivo um detalhamento do acontecer clínico que tem lugar quando se realizam encontros terapêuticos com gestantes numa interlocução pessoal com o pensamento de D. W. Winnicott. Adota um caminho intermediário para a pesquisa clínica que visa libertar o pesquisador das amarras do intelectualismo estéril tanto quanto do cientificismo raso, aproximando o fazer científico da prática clínica, aqui retomada como matriz da produção de conhecimento no campo da psicologia clínica. O encontro psicanalítico é proposto como aproximação metodológica para o presente estudo, retirando da leitura winnicottiana da psicanálise os pressupostos teóricos que orientam este trabalho, onde o holding se mostrou seu procedimento básico. Do acompanhamento psicológico de gestantes e mães, são selecionados cinco casos clínicos que colocam o leitor em contato com a singularidade da cada mulher em seu percurso pela experiência da maternidade, do mesmo modo que o remetem a algumas generalizações sobre a condição humana. Cinco narrativas psicanalíticas são tecidas a partir dos diálogos que o pesquisador-psicanalista estabelece com seus pacientes, com sua própria história, com seus autores preferidos e com seus pares...

Sexualidade, maternidade e gênero: experiências de socialização de mulheres jovens de estratos populares; Sexuality, motherhood and gender: socialization experiences of underpriviledged young women

Oliveira, Elisabete Regina Baptista de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 19/04/2007 PT
Relevância na Pesquisa
37.15%
Trata-se de um estudo exploratório empírico, de natureza qualitativa, que busca analisar, sob a ótica das relações de gênero, as singularidades das trajetórias afetivas, sexuais e reprodutivas de mulheres jovens de estratos populares do município de São Paulo, a partir de suas experiências de socialização. Por meio de entrevistas em profundidade semi-estruturadas realizadas com seis jovens, entre 16 e 20 anos, quatro das quais com experiência de gravidez na adolescência, buscou-se compreender, em primeiro lugar, o processo de aprendizagem das "regras" sociais da sexualidade modeladas e preconizadas pelos diversos agentes socializadores, bem como de que modo as jovens articulam e se apropriam desses saberes, formando seu acervo de conhecimentos sobre sexualidade. Em segundo lugar, buscou-se a identificação e a análise dos elementos que são percebidos pelas jovens como mais relevantes na concretização ou no adiamento do projeto de maternidade. Busca-se ressaltar, ainda, a importância da heterogeneidade dos perfis e a diversidade das situações vividas pelas jovens, considerando que as políticas públicas de saúde e de educação tendem a homogeneizá-las sob o critério etário, desconsiderando os significados e representações de sexualidade e de maternidade. A fundamentação teórica baseia-se...

Novamente grávida: adolescentes com maternidades sucessivas em Rondonópolis - MT; Pregnancy again: consecutive motherhood in teenage women in Rondonópolis-MT/Brazil.

Rosa, Alcindo José
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 14/11/2007 PT
Relevância na Pesquisa
37.15%
As maternidades sucessivas na adolescência constituem uma situação complexa que requer da adolescente a administração de três dimensões, que inspiram cada uma delas, ponderações: o processo de adolescência, a maternidade e a criação de vários filhos, com o agravante de ocorrerem, em nosso país, em contexto de considerável desigualdade sócio-econômica. Tendo em vista tal problemática, foi desenvolvida a pesquisa em tela voltada à caracterização e análise dos contextos reprodutivos, sócioeconômicos e individuais de adolescentes com sucessivas maternidades no município de Rondonópolis-MT/Brasil. Foram selecionadas 49 participantes, usuárias do SUS, com idade entre 15 e 19 anos, com pelo menos um filho nascido vivo e que estavam novamente grávidas. Para a obtenção dos dados foi usado questionário sócio-econômico, entrevista aberta e entrevista semi-estruturada, após prévia aprovação pelo Comitê de Ética em Pesquisa da FSP-USP e a devida anuência das participantes de acordo com os termos do TCLE que lhes foi submetido. Outras informações foram obtidas por consultas aos Relatórios do Ministério da Saúde e bancos de dados SINASC e SISPRENATAL. Os dados foram organizados e analisados quanti-qualitativamente. Os dados quantitativos oriundos de fontes secundárias e do questionário aplicado foram organizados em tabelas de porcentagem. As espostas obtidas junto às adolescentes nas entrevistas e parte do questionário foram objeto de análise de conteúdo conforme os critérios classicamente aceitos. A dinâmica reprodutiva local mostrou-se consoante às tendências do país...

A maternidade de mulheres portadoras de transtornos mentais; Motherhood of women with mental disorders

Soares, Marisley Vilas Bôas
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 08/10/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37.33%
Com o advento da Reforma Psiquiátrica, a saúde mental tem expandido sua atuação reconhecendo os papéis sociais para além da doença mental. Entretanto, estudos brasileiros que abordam a maternidade entre mulheres portadoras de transtornos mentais são escassos, considerando-se também restrita a produção acadêmica acerca da saúde mental da mulher. Correntes da psicologia consideram que a capacidade materna em oferecer boas condições de cuidado e ser acolhedora às necessidades do filho gera um ambiente adequado para o bom desenvolvimento psicológico da criança, colocando como pano-de-fundo a importância da saúde mental materna nesse aspecto. Este estudo tem como objetivo descrever como se apresenta o fenômeno da maternidade para mulheres usuárias de um ambulatório de saúde mental da cidade de Ribeirão Preto-SP, tendo como referencial teórico o Interacionismo Simbólico. Foram entrevistadas 20 mulheres, com ao menos um ano de tratamento ambulatorial, mães de ao menos uma criança de 7 à 12 anos. Para a análise dos dados foi utilizada a Teoria Fundamentada em Dados, a qual proporciona que se atinja uma teoria explicativa para o fenômeno através dos próprios dados coletados. Essas mulheres apresentam predominantemente o quadro de depressão. Foi identificado para o fenômeno como categoria central tentando se enxergar para permanecer lutando...

A maternidade em mães de crianças com doenças neurológicas crônicas: um estudo sobre a sobrecarga e a qualidade de vida; Motherhood in women having children with chronic neurological diseases: a study on the burdens and quality of life.

Pontes, Angela Cristina
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 01/07/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37.15%
Diversos estudos têm descrito o caráter impactante da doença crônica de uma criança na dinâmica familiar, sobretudo com relação à figura materna. O sofrimento da mãe cuidadora toma proporções vultosas, já que nesta situação estão envolvidas, não apenas a rotina estressante de cuidados, mas, sobretudo, a relação, que instintiva ou socialmente construída, liga uma mãe a seu filho. Fundamentado no campo de conhecimento psicanalítico sobre a teoria da vinculação e apego, o presente estudo tem como objetivo geral descrever e analisar a experiência de maternidade das mães na situação de adoecimento crônico do filho, enfatizando sua percepção sobre a sobrecarga emocional vivenciada e a própria qualidade de vida. Para tanto este estudo contou com 21 mães de crianças portadoras de Erros Inatos do Metabolismo (EIM), com envolvimento neurológico grave; acompanhados no Ambulatório de Erros Inatos do Metabolismo do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (HCFMRP-USP); de ambos os sexos; com idade até 10 anos; cuja manifestação da doença se deu até os 3 anos de idade da criança e, há, pelo menos, 2 anos. A coleta de dados foi realizada em um encontro com cada participante, na seguinte seqüência: entrevista semi-estruturada; aplicação do WHOQOL-Bref e Burden Interview. A análise dos dados combinou métodos quantitativos para os instrumentos psicométricos e o sistema quantitativo-interpretativo para a entrevista. Os dados da entrevista foram relacionados àqueles obtidos pelos instrumentos...

Um estudo psicanalítico sobre a constituição da maternidade em mulheres que apresentaram transtornos mentais no puerpério; A psychoanalytical study on the formation of motherhood in women that presented mental disorders in puerperium

Takushi, Angelica Lie
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 02/07/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.15%
Atualmente nos deparamos com um grande número de mulheres que apresentaram transtornos mentais após o nascimento de seu bebê, durante o período do puerpério. Trata-se de uma situação que pode trazer importantes consequências, como o prejuízo do desenvolvimento do bebê ocasionado a partir de uma relação mãe-bebê prejudicada, uma vez que a constituição do sujeito passa pelas primeiras experiências que ele tem com seu primeiro objeto, a figura materna. O presente estudo tem como objetivo compreender o processo de constituição da maternidade dentro de sua articulação com a constituição de sujeito e da feminilidade em mulheres que apresentaram transtornos mentais no puerpério, assim como as questões que possam ter contribuído para o desencadeamento desses transtornos. Trata-se de uma pesquisa clínica, na qual se utilizou o método psicanalítico para a análise do material, que foi obtido por meio de sessões de psicoterapia com duas mulheres atendidas com essa questão pelo período de quase dois anos em uma Unidade Básica de Saúde. A análise do material clínico mostrou que há uma intensa ambivalência na relação dessas pacientes com suas mães, marcada pelos sentimentos de amor e ódio, sendo que, na realidade psíquica das pacientes...

Duas mães? Mulheres lésbicas e maternidade; Two moms? Lesbians and motherhood

Corrêa, Maria Eduarda Cavadinha
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 25/04/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.25%
Em nossa sociedade, a relação heterossexual ainda parece ser a única possibilidade legitimada para formação de um casal ou até mesmo de uma família. Porém, é cada vez maior o número de pessoas que desafia os discursos normativos presentes e busca a constituição de parcerias afetivo-sexuais com outras de seu próprio sexo, muitas vezes associando essas parcerias à experiência da parentalidade, seja com filhos biológicos ou adotivos. Com as crescentes discussões sobre os direitos sexuais reprodutivos e com o surgimento de novos arranjos familiares, entre eles o formado por casais homossexuais, começa-se a desconstruir o modelo ideal de família nuclear e abre-se caminho para discussão de temas como a maternidade lésbica. Este trabalho pretende contribuir com o debate da homoparentalidade, procurando demonstrar as especificidades existentes entre essas mulheres e suas formas de construir sua cidadania íntima dentro do contexto heteronormativo da sociedade brasileira. Para tanto, foi traçado o seguinte objetivo geral: compreender as concepções sobre a parentalidade de mulheres lésbicas que buscam a gravidez por meio de doadores de sêmen, sejam eles conhecidos ou desconhecidos. O estudo proposto baseia-se nos pressupostos da pesquisa qualitativa...

Um estudo sobre o adiamento da maternidade em mulheres contemporâneas; A study on the postponement of motherhood in contemporary women

Lima, Maria Galrão Rios
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 18/05/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.43%
A possibilidade do controle feminino sobre a reprodução, de escolha ou não pela maternidade, do número de filhos e de quando tê-los, se coloca como um fenômeno que vem se consolidando ao longo do tempo, acompanhando as diversas transformações na família, no casamento, na maternidade e na paternidade. Cresce, nesse contexto, o número de mulheres que postergam a maternidade para idades cada vez mais avançadas. Tal fenômeno vem muitas vezes carregado de idealizações e de desconhecimento, o que pode gerar a ilusão de um controle que não necessariamente equivale às vivências reais. O objetivo geral desta tese é o de investigar o fenômeno do adiamento da maternidade, na sociedade atual, com base nas vivências de mulheres de dois diferentes grupos que optaram por ter o primeiro filho depois dos trinta e cinco anos: aquelas que conseguiram e aquelas que não, seja porque ainda estivessem tentando, seja porque houvessem desistido. Como objetivo específico, pretende-se pensar a influência dos fatores conjugalidade, carreira profissional e história de vida, nas famílias de origem na determinação desse tipo de escolha. Para tanto, foram realizadas, a partir de uma metodologia clínico-qualitativa, a aplicação das pranchas 1...

A sexualidade após a maternidade: a expeiência de mulheres usuárias do SUS; The sexuality after motherhood: the experience of user women of SUS.

Andrade, Marilaine Balestrim
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/05/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.43%
A chegada do primeiro filho traduz um cenário de intensas mudanças na rotina das mulheres, o qual é pautado por diferentes percepções a respeito da sexualidade e da maternidade. As formas como as novas mães percebem tais mudanças e, identificam suas necessidades em relação ao exercício da sexualidade exercem influência sobre o cotidiano e a saúde das mulheres. Este estudo teve por objetivo compreender como as mulheres que se tornaram mães pela primeira vez percebem as mudanças e identificam as suas necessidades em relação ao exercício da sexualidade durante o primeiro ano do período pós-parto. Especificamente buscou analisar as perspectivas das participantes sobre a maternidade e a sexualidade; compreender a vivência da sexualidade em função dos significados atribuídos a maternidade; identificar o conhecimento e a importância atribuída aos diferentes métodos contraceptivos e; identificar a importância das orientações profissionais nas questões ligadas à saúde sexual e reprodutiva das mulheres. Em virtude dos fenômenos estudados desenvolvemos uma pesquisa de cunho qualitativo com 12 mulheres primíparas e usuárias de Unidades Básicas de Saúde do município de Ribeirão Preto, interior do estado de São Paulo. O instrumento utilizado para a realização da coleta de dados foi a entrevista semiestruturada e...

Regulating lesbian motherhood : gender, sexuality and medically assisted reproduction in Portugal

Machado, Tânia Cristina; Brandão, Ana Maria
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /11/2013 ENG
Relevância na Pesquisa
37.52%
This article analyses juridical discourses about Medically Assisted Reproduction (MAR) in Portugal, focusing specifically on the access of lesbians to this type of intervention. Empirical data refer to an exploratory research that combined the analysis of legislation with non-directive interviews to five judges from Family and Juvenile Courts of Law of the Northern Region of Portugal. One argues that the representation of motherhood present in the law reinforces and reproduces normative sexuality and femininity while simultaneously justifies the exclusion of lesbians from MAR. As such, although Portuguese legislation emerges as a mechanism of partial deregulation of the gender regime since it appears to weaken the practical and causal association between sexuality and procreation, in fact, it ends up reinforcing dominant ideas of femininity and family. As for the judges who were interviewed, their representations of motherhood are broad enough to encompass medically assisted motherhood and/or motherhood accomplished within a lesbian couple. This is achieved through a process of normalisation of the lesbian and/or of lesbian motherhood, which may resort to five different assumptions: (i) parenthood as a desire inherent to every human being; (ii) motherhood as a defining element of femininity; (iii) motherhood as a project framed by a stable conjugal relationship; (iv) lesbian motherhood as something that can be accomplished through “natural” means; (v) parenthood as a mechanism of social reproduction of the gender regime. These assumptions are differently combined and support different positions regarding lesbian motherhood: although some judges seem to concur with the preservation of heteronormativity...

Marriage and motherhood are associated with lower testosterone concentrations in women

Barrett, Emily S.; Tran, Van; Thurston, Sally; Jasienska, Grazyna; Furberg, Anne-Sofie; Ellison, Peter T.; Thune, Inger
Fonte: Elsevier BV Publicador: Elsevier BV
Tipo: Artigo de Revista Científica
EN_US
Relevância na Pesquisa
37.15%
Testosterone has been hypothesized to modulate the trade-off between mating and parenting effort in males. Indeed, evidence from humans and other pair-bonded species suggests that fathers and men in committed relationships have lower testosterone levels than single men and men with no children. To date, only one published study has examined testosterone in relation to motherhood, finding that mothers of young children have lower testosterone than non-mothers. Here, we examine this question in 195 reproductive-age Norwegian women. Testosterone was measured in morning serum samples taken during the early follicular phase of the menstrual cycle, and marital and maternal status were assessed by questionnaire. Mothers of young children (age ≤ 3) had 14% lower testosterone than childless women and 19% lower testosterone than women who only had children over age 3. Among mothers, age of the youngest child strongly predicted testosterone levels. There was a trend towards lower testosterone among married women compared to unmarried women. All analyses controlled for body mass index (BMI), age, type of testosterone assay, and time of serum sample collection. This is the first study to look at testosterone concentrations in relation to marriage and motherhood in Western women...

The Representation of Motherhood in Contemporary Catalan Fiction

Folch, Ausenda
Fonte: FIU Digital Commons Publicador: FIU Digital Commons
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Relevância na Pesquisa
37.25%
This dissertation analyzes four twenty-first-century Catalan novels which present the complex positions occupied by mothers in the last seven decades. Its conceptual framework posits motherhood as both a changing social construction and a political institution in a constant state of flux. In Inma Monsó´s Todo un carácter (2001), Eva Piquer´s Una victoria diferente (2002), Carme Riera´s La mitad del alma (2004), and Najat El Hachmi´s El último patriarca (2008) motherhood is explored as a metaphorical act, a gender-constructing experience, as well as the locus of expression with regard to gender and power relations. During the dictatorship of Francisco Franco (1939-1975), the majority of women were excluded from public spaces, and forced to stay home to care for their husbands and children. Furthermore, the state criminalized abortion, made contraception and divorce illegal, and promoted an ideal of femininity based on silence, sacrifice, and self-denial. The political changes of the late 1970s allowed women greater personal autonomy, and many women writers began to challenge stereotypical views of women’s social roles. Yet in the 70s and 80s, the narratives of Esther Tusquets, Ana María Moix, and Montserrat Roig represent the mother as a repressive figure whom the daughter must reject in order to liberate herself and regain her voice. It is not until the 90s when the novelists Mercedes Abad...

Ideologies of motherhood and single mothers

O'Hagan, Clare
Fonte: Edwin Mellen Press Publicador: Edwin Mellen Press
Tipo: info:eu-repo/semantics/bookPart; all_ul_research; ul_published_reviewed
ENG
Relevância na Pesquisa
37.15%
peer-reviewed; This chapter examines the situation of lone parents in contemporay Ireland, in particular the workings of ideologies of motherhood and the family through different sites, contexts and institutions in order to determine the impact of these ideologies on single mothers' lives. Specifically, the number of single mothers, ideologies of motherhood and the family, the influence of Church, State and New Right and Irish social policy are examined, and their combined impact on Irish single mothers is explored.

Gestação e a constituição da maternidade; Pregnancy and motherhood; Gestación y la constitución de la maternidad

Piccinini, Cesar Augusto; Lopes, Rita de Cassia Sobreira; Gomes, Aline Grill; De Nardi, Tatiana de C.
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.33%
Na gravidez ocorrem mudanças biológicas, somáticas, psicológicas e sociais que influenciam a dinâmica psíquica individual e as demais relações sociais da gestante, e maneira como ela vive estas mudanças repercute intensamente na constituição da maternidade e na relação mãe-bebê. Assim sendo, o objetivo deste estudo foi investigar os sentimentos das gestantes sobre a maternidade, com destaque para a relação entre o período gestacional e a constituição da maternidade. Participaram do estudo 39 gestantes primíparas, entre 19 e 37 anos, no terceiro trimestre de gestação. A análise de conteúdo qualitativa das entrevistas mostrou que as gestantes passaram por importantes transformações corporais, pessoais e interpessoais durante a gestação e vivenciaram intensos sentimentos em relação ao tornar-se mãe. Os achados sugerem que na gestação o processo de constituição da maternidade está em intenso desenvolvimento, assim como o próprio exercício ativo do papel materno.; Biological, somatic, psychological and social changes take place in pregnancy which influence the pregnant woman’s psychic dynamics and social relationships. The manner a woman experiences these changes impacts intensely on the constitution of motherhood and mother-infant relationships. Current study investigates pregnant women's feelings concerning motherhood...

Motherhood from Afar: Channels of Communication among Dominican Women in Madrid

Sánchez-Carretero, Cristina
Fonte: Edition Parabolis Publicador: Edition Parabolis
Tipo: Artículo Formato: 1000122 bytes; application/pdf
ENG
Relevância na Pesquisa
37.15%
[ES] Este artículo explora los conceptos de 'maternidad múltiple' y 'remesas sociales´ observando los caminos de los cuales familias binacionales mantienen sus eslabones con sus países de procedencia. Usando un caso de estudio conectado etnográficamente con la tierra sobre la migración dominicana femenina a Madrid, se analizan las funciones de varios canales de comunicación, como el teléfono, fotografías, vídeos y regalos. Estos canales hacen posible el funcionamiento de la maternidad en la distancia, y, al mismo tiempo, constituyen agentes estratégicos para alcanzar ciertos grados de control en las vidas diarias de los niños cuando las madres no están físicamente presentes. Los cuadros y vides son únicamente dos ejemplos que permiten por géneros diferentes y aún relacionados el establecimiento de conexión y cercanía.; [EN] This article explores the concepts of ´multiple motherhood´ and ´social remittances´ by looking at the ways in which binational families maintain their links to their countries of origin. Using an ethnographically-grounded case study on Dominican female migration to Madrid, the functions of several channels of communication are analyzed, such as telephone, photographs, videos and gifts. These channels make the performance of motherhood in the distance possible...

MATERNIDADE E O ABUSO SEXUAL INFANTIL INTRAFAMILIAR: GARANTIR UM COLO PROTETOR; MOTHERHOOD AND INTRAFAMILIAL CHILD SEXUAL ABUSE: TO GUARANTEE A PROTECTIVE EMBRACE

Mattos, Isabela Alves; Lima, Isabel Maria Sampaio Oliveira
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 07/11/2012 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
37.15%
Diversas têm sido as mudanças relativas à condição feminina ao longo das últimas décadas. No entanto, no discurso dominante ainda persiste a função materna enquanto atribuição da mulher no cuidado e na proteção da prole. A mulher continua a ser encarada enquanto a grande responsável pelo equilíbrio familiar. Ao enfrentar a circunstância do abuso sexual intrafamiliar de um filho, a mãe poderá garantir um colo protetor à criança ou silenciar, em cumplicidade com o abusador. A possibilidade de vir a ser agente eficaz de proteção do filho confere à mãe a condição de reconfigurar as relações familiares ao dar limites e determinar prioridades de atenção. O presente artigo visa analisar a maternidade quando defrontada com casos de abuso sexual infantil intrafamiliar. Adotase na pesquisa uma estratégia qualitativa mediante revisão de literatura e revisão legislativa. A primeira foi realizada com levantamento de artigos científicos em periódicos observando-se palavras-chave relacionadas ao leque de possibilidades para apreensão do fenômeno. O resultado da revisão de literatura evidencia que variáveis sobre origem econômico-social da mãe pode influenciar sua reação. A revisão legislativa aponta a necessidade de superar a leitura da norma para a sua efetiva implementação. Observase...

Processos de construção de maternagem. Feminilidade e maternagem: recursos psíquicos para o exercício da maternagem em suas singularidades; Procesamiento de la construcción de maternidad femineidad y maternidad: recursos psíquicos para que una mujer sea madre; Processes of mothering construction motherhood and feminity: psychic resources for the practice of motherhood in its singularities

Stellin, Regina Maria Ramos; Monteiro, Camila Fonteles d'Almeida; Albuquerque, Renata Alves; Marques, Cláudia Maria Xerez Camara
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2011 POR
Relevância na Pesquisa
37.25%
Este artigo discute questões relacionadas à maternidade e feminilidade e tem como objetivos verificar os recursos psíquicos necessários para que uma mulher se constitua como mãe. Partimos de uma pesquisa qualitativa realizada com gestantes de dois serviços de pré-natal. Os discursos coletados a partir das entrevistas foram divididos em duas categorias e analisados de acordo com a teoria psicanalítica. Podemos supor que para exercer a maternidade é necessário que a mulher disponha de recursos psíquicos específicos. Existe uma singularidade psíquica para se inserir neste lugar de mãe.; Este artículo plantea cuestiones que tiene relación con la maternidad y femineidad y tiene el objetivo de verificar los recursos psíquicos necesarios a que una mujer sea madre. Empezamos con una investigación cualitativa con mujeres embarazadas que eran atendidas en dos centros de prenatal. Los discursos producidos en las entrevistas fueron divididos en dos categorías y analizadas a partir de la teoría psicoanalítica. Si supone que para ser madre la mujer necesita de recursos psíquicos específicos. Hay una singularidad psíquica para ser madre.; This paper discusses questions related to motherhood and femininity and aims to verify which psychic resources a woman needs to become mother. We started from a qualitative study with expected mothers who attend prenatal service in two health institutions. The speeches collected from the interviews were split into two categories and analyzed according to the psychoanalytic referential. We supposed that is necessary for a woman to have specific psychic resources to exercise motherhood. There is a psychic singularity to become mother.

Aspectos psicológicos da gestação e da maternidade no contexto da infecção pelo HIV/Aids; Aspectos psicológicos del embarazo y de la maternidad en el contexto de infección por VIH/sida; Psychological aspects of pregnancy and motherhood in the context of the HIV/aids infection; Aspects psychologiques de la grossesse et de la maternité dans un contexte d´infection à VIH/sida

Gonçalves, Tonantzin Ribeiro; Piccinini, Cesar Augusto
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/09/2007 POR
Relevância na Pesquisa
37.15%
A epidemia de HIV/aids tem atingido cada vez mais mulheres em idade reprodutiva, sendo que muitas já são mães ou se tornam mães quando descobrem a infecção. Os estudos revisados indicam que a infecção pelo HIV/Aids pode alterar de muitas formas a experiência da gestação e da maternidade, gerando uma sobrecarga psicológica relacionada ao estigma e ao risco de transmissão para a criança. Apesar disso, pesquisas sugerem que muitas mulheres portadoras do HIV/Aids buscam transmitir uma identidade materna positiva para os filhos e se preocupam intensamente com o futuro deles. Foram encontrados poucos estudos brasileiros sobre aspectos psicológicos da maternidade nesse contexto, em especial a respeito do impacto da profilaxia para prevenção da transmissão vertical sobre a experiência da gestação, do parto e do puerpério. As dificuldades em aderir ao tratamento e a práticas sexuais seguras denotam a falta de atenção às demandas específicas dessas mães, sendo que o foco das políticas de saúde permanece sobretudo dirigido para a criança.; La epidemia de VIH/sida alcanza cada vez más a las mujeres en edad reproductiva, muchas de las cuales ya son madres o se vuelven madres cuando descubren la infección. Los estudios revisados indican que vivir con la infección de VIH/sida puede alterar de muchas maneras la experiencia del embarazo y de la maternidad...

Maternidade em idade avançada: aspectos teóricos e empíricos; Delayed motherhood: theoretical and empirical aspects

Gomes, Aline Grill; UFRGS; Donelli, Tagma Marina Schneider; UFRGS; Piccinini, Cesar Augusto; UFRGS; Lopes, Rita de Cássia Sobreira; UFRGS
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; avaliado por pares; Formato: application/pdf
Publicado em 11/03/2009 POR
Relevância na Pesquisa
37.25%
O presente artigo apresenta uma revisão da literatura sobre o tema da maternidade em idade avançada, examinando os aspectos teóricos e empíricos da gestação após os 35 anos, tanto sob a perspectiva médica quanto psicológica. De modo geral, a medicina considera esta idade como ponto de corte para incluir as gestantes em um grupo de alto risco, prevendo uma série de complicações possíveis tanto para o bebê como para a mulher. No entanto, sabe-se que existem outros fatores capazes de intensificar ou amenizar o risco de uma gestação a partir desta idade. No contexto da maternidade após os 35 anos, é importante que os profissionais da saúde orientem-se por uma abordagem que transcenda o critério exclusivo da idade, e considerem os diversos fatores envolvidos no desenrolar de uma gestação segura e tranqüila, tais como as condições clínicas de mãe e bebê, e as condições emocionais da mãe para lidar com as demandas emocionais provocadas pela gravidez. Palavras-chave: maternidade em idade avançada; gestação; alto risco.; The present article presents a literature review on delayed motherhood. It examines the theoretical and empirical aspects of pregnancy after 35 years...

Myths of motherhood. The role of culture in the development of postpartum depression

Ambrosini,Alessandra; Stanghellini,Giovanni
Fonte: Istituto Superiore di Sanità Publicador: Istituto Superiore di Sanità
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2012 EN
Relevância na Pesquisa
37.54%
OBJECTIVES: This paper intends to offer a theoretical insight into the myths of motherhood and how these myths can bear on the pathogenesis of postpartum depression. METHODS: From a man's view motherhood is conceptualized as a necessary stage in the progress towards the attainment of femininity. This view is impersonal and external to the experience of motherhood. From a female perspective, motherhood presents itself as a conflicting situation. We will then focus on the necessity to construct a discourse on motherhood by using a code which belongs to women rather than men. The analysis of a blog and a comedy show will provide evidence concerning the evolution of the female discourse on motherhood thus contributing to the debunking of the myths of motherhood. The final section discusses ways in which myths of motherhood can bear on the pathogenesis of postpartum. CONCLUSIONS: Among "melancholic type" women, who tend to abide by social norms, play established social roles and hide their inner conflicts, myths of motherhood contribute to suppress the contradiction which is intrinsic to motherhood itself making this contradiction uncontrollable and potentially devastating.