Página 1 dos resultados de 4 itens digitais encontrados em 0.150 segundos

Que os parques possam ser a nossa casa - a luta pela recategorização da Estação Ecológica da Juréia-Itatins; Let the parks be our homes: the fight for the re-categorization of Ecological Station of Jureia-Itatins

Ferreira, Léo Eduardo de Campos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/10/2011 PT
Relevância na Pesquisa
76.67%
O debate entre preservacionistas e conservacionistas sempre esteve presente na definição de estratégias de conservação baseadas na criação e gestão de áreas naturais protegidas. No Brasil, as Unidades de Conservação apresentam, desde suas origens até os dias atuais, muitas mudanças de orientação, principalmente na relação entre órgãos gestores e populações locais. Tais mudanças vão desde as medidas violentas em nome da preservação até a gestão participativa dessas áreas. No entanto, em muitos casos os atores locais têm dificuldades de exercer uma participação efetiva, sobretudo na tomada de decisão, pelo predomínio da perspectiva preservacionista no debate. A área de estudo desta pesquisa é a Estação Ecológica da Juréia Itatins, Unidade de Conservação de Proteção Integral, localizada entre o litoral sul paulista e o Vale do Ribeira, com a presença de populações humanas em seu interior. Estas populações há mais de 20 anos lutam contra o modelo preservacionista, buscando a recategorização de algumas áreas para Reservas de Desenvolvimento Sustentável, que permitiriam conciliar a permanência humana e a conservação dos recursos naturais. A presente pesquisa teve por objetivo acompanhar a arena dessa disputa em torno da implantação do primeiro mosaico da Juréia Itatins...

A agroecologia como estratégia de gestão de Unidades de Conservação de Uso Sustentável no Vale do Ribeira − SP, Brasil; Agroecology as a management strategy for Sustainable Conservation Units in Vale do Ribeira – SP, Brazil

Narezi, Gabriela
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 05/11/2012 PT
Relevância na Pesquisa
56.47%
Este trabalho apresenta elementos de reflexões acerca dos distintos modelos de gestão que são concebidos para as áreas naturais protegidas. Nosso interesse se voltou, em particular, para os debates acerca das Unidades de Conservação de Uso Sustentável do estado de São Paulo - Brasil. Atualmente, na região do Vale do Ribeira, possuidora de um dos maiores remanescentes contínuos de Mata Atlântica do país, é possível encontrar disputas por diferentes modelos de gestão destas áreas. O estudo da implantação das Reservas de Desenvolvimento Sustentável (RDS) permite analisar as mais recentes formas de reconhecimento do direito de permanência de populações tradicionais no interior de áreas naturais protegidas no Brasil, em especial, na faixa de Mata Atlântica do litoral sul paulista. Nesta perspectiva, buscou-se analisar a inserção da temática da agroecologia como estratégia de gestão, em meio a conflitos socioambientais. A metodologia de pesquisa comportou levantamento bibliográfico e coleta de dados primários, graças a anotações em cadernos de campo, obtenção de relatos orais nos espaços participativos de gestão e uso do território da RDS do Despraiado, no âmbito da recategorização da Estação Ecológica Juréia-Itatins em mosaicos de UCs e entrevistas semi-estruturadas junto aos gestores e pesquisadores das UCs do Vale do Ribeira. A pesquisa ainda contou com um estágio doutoral no Institute des Hautes Études sur l'Amerique latine...

Do passado que insiste em persistir: conflitos e possibilidades para um desenvolvimento do turismo de base comunitária na Vila de Barra do Una em Peruíbe (SP) ; The past that insists on persisting: conflicts and possibilities for development of community-based tourism in Barra do Una village in Peruibe (SP).

Ferreira, Paulo Tacio Aires
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/05/2015 PT
Relevância na Pesquisa
56.26%
O histórico de criação e gestão de áreas protegidas brasileiras configurou-se como experiências antidemocráticas, pouco estimuladoras da participação social. O desenvolvimento do turismo no Brasil possui um histórico, a princípio, guiado por modelos centralizadores e, posteriormente, orientado pelas idéias políticas neoliberais que privilegiaram setores privados em detrimento do desenvolvimento de comunidades locais. Seguindo esses modelos, a criação da Estação Ecológica Juréia-Itatins (EEJI), uma unidade de conservação de proteção integral, não permitia moradias e usos de populações, gerando alterações no modo de vida das populações tradicionais inseridas em seu interior. Com as lutas dos povos da região, o local transformou-se em um Mosaico de Unidades de Conservação, englobando áreas protegidas de uso sustentável, categorias mais flexíveis, cujas possibilidades de usos ainda estão sendo discutidas e negociadas pelos atores da região: moradores, ocupantes não tradicionais e a Fundação Florestal, o órgão gestor da área. O objetivo deste trabalho é avaliar as possibilidades de desenvolvimento do turismo de base comunitária na Vila de Barra do Una, localizada no município de Peruíbe, São Paulo...

Conflitos Socioambientais. Mosaico de Unidades de Conservação da Jureia Itatins. Sustentabilidade. Mata Atlântica. Estação Ecológica Jureia-Itatins. Recursos Naturais. Proteção Ambiental.; ORGANIZAÇÃO SOCIOPOLÍTICA EM ÁREA DE PRESERVAÇÃO AMBIENTAL

Panzutti, Nilce da Penha Migueles; Chabaribery, Denyse; Monteiro, Ana Victoria Vieira Martins; Petti, Regina Helena Varella
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 27/06/2013 POR
Relevância na Pesquisa
126.83%
At the heart of an important environmental issue related to agriculturalproduction lies the contradiction arising, on the one hand, from the need to conserve relevant biophysical heritage with restrictions to agricultural and agroforestry practices and, one the other, the survival of natural-resource dependent communities. This article analyzed the social and political path taken by population cores comprised by traditional and non-traditional farmers living in a conservation area who, despite their efforts to regularize their permanence in the localities, have not yet found a solution to their destiny. To that end, we drew on information and analyses from previous works on this issue, (PANZUTTI, 2001; PANZUTTI 2002), mainly focused on the impacts caused by the creation of the Juréia Itatins Ecological Station (EEJI), in 1986, on the life style of the Itinguçu group, which resides in this conservation area. To analyze the impact of Law 12,406 of 2006, which created the Juréia-Itatins conservation units network and was enforced until 2009, we created twenty semi-structured scripts that  here administered to residents, local leaders, government agencies and NGOs, as well as local political (Peruibe) and state agents in 2007. Now...