Página 1 dos resultados de 101 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

The genesis of the Brazilian vernacular: insights from the indigenization of Portuguese in Angola

Holm, John
Fonte: Universidade de São Paulo Publicador: Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
27.21%
This study uses the model of partial restructuring developed in Holm (2004), which compared the sociolinguistic history and synchronic structure of Brazilian Vernacular Portuguese (BVP) with that of four other non-creole vernaculars. Holm (2004) argued that the transmission of the European source languages from native to non-native speakers had led to partial restructuring, in which part of the source languages’ morphosyntax was retained, but a significant number of substrate and interlanguage features were introduced. It identified the linguistic processes that lead to partial restructuring, bringing into focus a key span on the continuum of contact-induced language change which has not previously been analyzed. The present study focuses more tightly on the genesis of BVP and attempts to reconstruct with greater precision the contribution of Bantu languages to its development in the seventeenth and eighteenth centuries by comparing specific areas of its synchronic syntax to corresponding structures in Angolan Vernacular Portuguese, which is currently undergoing indigenization (Holm and Inverno 2005; Inverno forthcoming a, b). The main focus is on the verb phrase (verbal morphology, auxiliaries, negation, and non-verbal predicates) and the noun phrase (number and gender agreement...

Aquisição/aprendizagem do português europeu em contexto plurilingue na Suíça : aspetos morfossintáticos

Silva, Maria da Luz Santos
Fonte: Universidade Aberta de Portugal Publicador: Universidade Aberta de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
27.21%
Dissertação de Mestrado em Português Língua Não Materna apresentada à Universidade Aberta; O ensino da Língua e Cultura Portuguesas aos filhos dos imigrantes portugueses na Suíça é uma mais-valia em termos culturais e intelectuais para estas crianças, contribuindo para a construção da sua identidade e para uma integração mais bem-sucedida num país caracterizado pelo plurilinguismo e pela multiculturalidade. O presente trabalho analisa o desempenho de aprendentes de um Curso de LCP na Suíça de expressão alemã no domínio linguístico da Morfologia, mais precisamente no domínio da flexão verbal, pretendendo compreender se o desempenho destas crianças no domínio linguístico referido é semelhante ao de falantes nativos, considerando que se encontram em fase de aquisição da linguagem e são escolarizados em língua alemã. O grupo investigado é constituído por participantes que nasceram na Suíça ou vieram com tenra idade para este país, tendo adquirido o Português Europeu, a sua L1, em contexto de imersão, no ambiente familiar, e em contexto formal de aprendizagem na Suíça, ao atingirem a idade escolar. As produções linguísticas a partir das quais foi constituído o corpus que sustentou a análise do desempenho dos aprendentes foram as narrativas orais provocadas com base em dois estímulos visuais...

Aquisição do português língua não materna : transferências lexicais, sintáticas e morfossintáticas

Taveira, Cláudia Alves
Fonte: Universidade Aberta de Portugal Publicador: Universidade Aberta de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
27.21%
Dissertação de Mestrado em Português Língua Não Materna apresentada à Universidade Aberta; A língua portuguesa tem vindo a ganhar projeção em países anglófonos, onde tem sido reconhecido o seu potencial económico, político, cultural e educacional. A crescente procura do português não se tem, contudo, feito acompanhar de estudos sobre a aquisição da língua por parte de falantes nativos de inglês. Sabendo que a transferência da língua materna (LM) é uma das estratégias usadas pelos aprendentes de uma língua não materna, constituímos como objeto deste estudo as transferências lexicais, sintáticas e morfossintáticas dos falantes anglófonos. Definimos como objetivos a identificação destas transferências e das diferenças no recurso a essa estratégia por parte de três grupos de aprendentes de português língua não materna: falantes de português língua de herança (PLH), aprendentes de português língua segunda (PL2) e aprendentes de português língua estrangeira (PLE). Foi solicitado aos 60 informantes que preenchessem uma ficha sociolinguística e redigissem dois textos. Depois de traçarmos o perfil sociolinguístico destes aprendentes, procedemos à análise do corpus linguístico. Os desvios das produções escritas foram identificados...

Aspectos morfossintáticos dos pronomes pessoais em anaan; Morphosyntactic aspects of the personal pronouns in Anaang language

Santos, Cristiane Benjamim
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 07/08/2007 PT
Relevância na Pesquisa
27.53%
Nesta dissertação apresentam-se aspectos morfossintáticos dos pronomes pessoais em anaan, uma língua nigero-congolesa, pertencente ao grupo ibom, falada pelo povo anaan - um grupo étnico homogêneo, com cerca de 1 milhão de pessoas, localizado ao norte do Estado de Akwa Ibom, Nigéria. Trata-se de uma língua em fase inicial de investigação lingüística - os poucos trabalhos de referência em anaan são de ordem fonético/fonológica, sem análises morfossintáticas atestadas até então. O trabalho, inserido em uma abordagem de estudos tipológicos, visa à descrição e análise dos pronomes pessoais livres e dos marcadores pronominais da língua anaan. Apresentam-se, ainda, aspectos da morfossintaxe relacionados ao sistema pronominal: (i) as classes de palavras nome e verbo, (ii) a estrutura do sintagma nominal com ênfase nas construções genitivas e (iii) alguns aspectos sobre a ordem da língua. Quanto aos pronomes livres, propõe-se que anaan possui formas distintas para a posição de sujeito e de objeto, sendo que os pronomes que ocupam a posição de sujeito constituem o modificador das construções genitivas na língua. Neste estudo investiga-se também a natureza funcional dos marcadores pronominais e o traço de referencialidade dos pronomes.; In this dissertation I present the morphosyntax aspects of the personal pronouns in Anaang...

A estrutura argumental da língua karitiana: desafios descritivos e teóricos; Argument structure in Karitiana: theoretical and descriptive challenges

Silva, Ivan Rocha da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/09/2011 PT
Relevância na Pesquisa
17.21%
Esta dissertação tem por objetivo descrever a estrutura argumental da língua Karitiana (grupo Tupi, família Arikém, aproximadamente 400 falantes) em uma perspectiva descritiva e teórica. Nesse trabalho, buscou-se o desafio de descrever as classes verbais da língua com base em uma teoria formal: a teoria de estrutura argumental de Hale e Keyser (2002). O trabalho encontra-se dividido em duas partes. Na parte I, descreve-se a morfossintaxe das classes verbais. Na parte II, foram analisadas, em termos de estrutura argumental, as evidências morfossintáticas notadas no padrão verbal. A segunda parte, ainda, oferece uma análise preliminar para a estrutura passiva impessoal em Karitiana, dentro da teoria Gerativa. A transitivização, a passivização, a construção de cópula e o padrão de concordância funcionam como evidências morfossintáticas para descrever classes verbais na língua. Todos os verbos intransitivos podem ser afetados pela causativização sintética (transitivização) através de um morfema causativo que permite a adição de um argumento externo (o sujeito agente ou causa) a uma sentença intransitiva, tornando-a transitiva. Através do morfema de passiva impessoal em Karitiana, é possível transformar um verbo biargumental em monoargumental...

Extensão média do enunciado em crianças com síndrome de Down; Mean length utterance in children Down syndrome

Carvalho, Angela Maria de Amorim
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/11/2012 PT
Relevância na Pesquisa
17.73%
A síndrome de Down (SD) é uma síndrome genética causada pela trissomia do cromossomo 21 e a causa mais comum de deficiência intelectual. Apresenta alterações em todo o desenvolvimento, em particular o linguístico, que é caracterizado por atraso de linguagem, principalmente quanto aos aspectos morfossintáticos. Tais déficits são confirmados por valores de Extensão Média do Enunciado (EME) abaixo do que seria esperado tanto para a idade cronológica (IC) quanto para a mental (IM) quando se consideram crianças com desenvolvimento típico (DT). A EME tem sido considerada na literatura internacional como o índice mais aceito e efetivo para medir o desenvolvimento gramatical e morfológico, tanto de indivíduos com DT quanto de indivíduos com alterações de linguagem, como por exemplo, o Distúrbio Específico de Linguagem (DEL) e a SD. Pesquisas que comparam as duas populações apontam similaridades entre os desempenhos desses indivíduos quando se considera a EME. Na literatura nacional, estudos que abordem os aspectos morfossintáticos em indivíduos com SD e que considerem a EME como ferramenta de avaliação são escassos. O objetivo do presente estudo foi descrever as habilidades linguísticas de crianças com SD falantes do Português Brasileiro por meio da análise da EME...

A estrutura argumental da língua Dâw; The argument structure of the Dâw language

Costa, Jéssica Clementino da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 09/06/2014 PT
Relevância na Pesquisa
27.21%
Esta dissertação descreve e analisa a estrutura argumental e as classes verbais da língua Dâw (família Nadahup, Amazonas). Estudamos os verbos dessa língua do ponto de vista semântico e sintático, identificando classes e subclasses de acordo com o comportamento morfossintático das raízes verbais. Além disso, avaliamos as hipóteses descritivas e explicativas das classes verbais identificadas por Martins (2004), primeira pesquisadora a abordar a morfossintaxe Dâw. Nosso arcabouço teórico é a teoria de estrutura argumental desenvolvida por Hale & Keyser (2002), que propõe uma análise da sintaxe e da semântica dos itens lexicais por meio da estrutura argumental sistema de relações estruturais estabelecidas entre o núcleo e seus argumentos, dentro de estruturas sintáticas projetadas pelo próprio núcleo. Por meio de testes linguísticos variados, incluindo alternância de valência e julgamento de (a)gramaticalidade, reclassificamos as nove classes verbais identificadas por Martins (2004) em três classes de acordo com a valência do verbo: classe dos verbos intransitivos, classe dos verbos transitivos e classe dos verbos bitransitivos. Martins (2004) afirma que, na sentença, os verbos podem mudar de tom devido à presença de um morfema tonal transitivizador ou intransitivizador. Contudo...

Aspectos morfossintaticos da lingua Huariapano (Pano); Morphosyntax aspects Huariapano-Pano Language

Graziela de Jesus Gomes
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 09/04/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.73%
Esta dissertação tem por objetivo apresentar uma análise de alguns aspectos da morfologia e sintaxe da língua Huariapano (Pano). Para tanto, o trabalho está dividido em quatro partes básicas: I. Introdução, em que é feito um breve histórico do povo Huariapano, da classificação de sua língua dentro da literatura e, ainda, é apresentada a metodologia aplicada na pesquisa lingüística; II. Aspectos da fonologia, em que são apresentados o quadro fonológico da língua e dois temas específicos: em que medida se apresenta e se justifica a ortografia e a fonologia da língua e, também, uma introdução sobre a estrutura silábica da mesma; III. Morfossintaxe I, em que são descritas as classes de palavras (ou partes do discurso), bem como sua estrutura morfológica; IV. Morfossintaxe II, em que se descrevem as estruturas de sentenças simples e complexas e ainda alguns aspectos sintáticos, como a marcação de caso, o sistema de referência alternada (switch-reference) e outros tipos de sistema de referência entre sentenças. Complementam o texto básico uma breve conclusão e as Referências Bibliográficas. Além disso, há a apresentação de um anexo que contém o léxico da língua Huariapano utilizado na exemplificação ao longo da dissertação; This dissertation aims to present an analysis of the Huariapano language (Pano) that will exhibit some aspects of the morphology and the syntax of the language. For this purpose the work is distributed in four basic parts: I. In the Introduction...

Análise do desenvolvimento linguístico de crianças em idade escolar

Cadório, Inês Ribeiro
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
17.73%
O presente trabalho tem como objetivo principal fornecer dados de referência sobre as competências de compreensão auditiva e de expressão verbal oral nos domínios da semântica e morfossintaxe, e metalinguagem nos domínios da semântica, morfossintaxe e fonologia de crianças em idade escolar. O estudo pretende, também, analisar a influência de variáveis extralinguísticas (e.g., género, idade, meio, ESE e método de alfabetização) no desenvolvimento linguístico das crianças. A amostra é constituída por 80 crianças falantes do Português Europeu, com idades compreendidas entre os 6 anos e 0 meses e os 6 anos e 11 meses e com um desenvolvimento linguístico normal. Na fase de pré-avaliação foram utilizados dois instrumentos: um questionário de caraterização sociocultural dirigido aos professores titulares e um questionário de caraterização socioeconómica dirigido aos cuidadores das crianças. A recolha de dados foi efetuada através do Teste de Linguagem – Avaliação de Linguagem Pré-Escolar (TL-ALPE). Os dados obtidos mostram que: as crianças do género feminino apresentaram um melhor desempenho em todos os domínios avaliados; o grupo de crianças mais velhas obteve melhores resultados comparativamente ao grupo de crianças mais novas...

Perturbações de linguagem no subdomínio morfossintáctico

Gomes, Andreia
Fonte: Escola Superior de Saúde Publicador: Escola Superior de Saúde
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /09/2011 POR
Relevância na Pesquisa
17.53%
Dissertação de Mestrado em Desenvolvimento e Perturbações da Linguagem na Criança; A presente tese tem como objectivo final a recolha de informação sobre o subdomínio morfossintáctico, que permita contribuir para a organização de um manual sobre caracterização, avaliação e intervenção nas perturbações da linguagem. Com o fim de atingir o objectivo proposto, desenvolveu-se um trabalho de projecto que visou: 1) A identificação das necessidades dos terapeutas da fala no que respeita a perturbações morfossintácticas; 2) A organização de respostas de avaliações e intervenção nas áreas identificadas. As necessidades foram identificadas a partir de um questionário enviado a 14 terapeutas da fala, cujos resultados permitiram identificar em que áreas se manifestam maiores necessidades. Este levantamento permitiu seleccionar os temas que serviram de base à elaboração de um texto sobre a problemática das perturbações morfossintácticas.; Abstract:This work aims at collecting of information on the subdomain morphosyntax, supporting the organization of a handbook on risk characterization, assessment and intervention in language disorders. In order to achieve this goal we developed a work project that aimed at 1) Identifying the needs of speech therapists in relation to disturbances morphosyntax; 2) The organizing assessment and intervention responses in the areas identified. The needs were identified through a questionnaire responded by 14 speech therapists. Questionaire results have identified areas where the greatest needs are manifested. This survey allowed to select the themes that formed the basis for drafting a text on the issue of disturbance morphosyntax.

Contribution of discourse and morphosyntax skills to reading comprehension in Chinese dyslexic and typically developing children

Chik, Pakey Pui-man; Ho, Connie Suk-han; Yeung, Pui-sze; Wong, Yau-kai; Chan, David Wai-ock; Chung, Kevin Kien-hoa; Lo, Lap-yan
Fonte: Springer US Publicador: Springer US
Tipo: Artigo de Revista Científica
EN
Relevância na Pesquisa
27.53%
This study aimed at identifying important skills for reading comprehension in Chinese dyslexic children and their typically developing counterparts matched on age (CA controls) or reading level (RL controls). The children were assessed on Chinese reading comprehension, cognitive, and reading-related skills. Results showed that the dyslexic children performed significantly less well than the CA controls but similarly to RL controls in most measures. Results of multiple regression analyses showed that word-level reading-related skills like oral vocabulary and word semantics were found to be strong predictors of reading comprehension among typically developing junior graders and dyslexic readers of senior grades, whereas morphosyntax, a text-level skill, was most predictive for typically developing senior graders. It was concluded that discourse and morphosyntax skills are particularly important for reading comprehension in the non-inflectional and topic-prominent Chinese system.

Morphosyntax of the Jaqaru Verb in Main Clauses

Birioukova, Olga
Fonte: University of Florida; University of Florida ( [Gainesville, Fla.] ) Publicador: University of Florida; University of Florida ( [Gainesville, Fla.] )
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 1 online resource (245 p.)
Publicado em //2014 ENGLISH
Relevância na Pesquisa
27.21%
In the series University of Florida Digital Collections.; Includes vita.; (Bibliography) Includes bibliographical references.; (Source of Description) Description based on online resource; title from PDF title page.; (Source of Description) This bibliographic record is available under the Creative Commons CC0 public domain dedication. The University of Florida Libraries, as creator of this bibliographic record, has waived all rights to it worldwide under copyright law, including all related and neighboring rights, to the extent allowed by law.; (Statement of Responsibility) by Olga Birioukova.; (Thesis) Thesis (Ph.D.)--University of Florida, 2014.; (Local) Adviser: HARDMAN,MARTHA J.; (Local) Co-adviser: WEHMEYER,ANN KATHRYN.; (Electronic Access) RESTRICTED TO UF STUDENTS, STAFF, FACULTY, AND ON-CAMPUS USE UNTIL 2016-12-31

Topics in Sinhala Syntax

Henadeerage, Kumara
Fonte: Universidade Nacional da Austrália Publicador: Universidade Nacional da Austrália
Tipo: Thesis (PhD); Doctor of Philosophy (PhD)
EN
Relevância na Pesquisa
27.21%
This study is a detailed investigation of a number of issues in colloquial Sinhala morphosyntax. These issues primarily concern grammatical relations, argument structure, phrase structure and focus constructions. The theoretical framework of this study is Lexical Functional Grammar.¶ ...; yes

The morphosyntax of a created language of the Philippines: folk linguistic effects and the limits of relexification

Kelly, Piers
Fonte: Australian Linguistic Society; http://www.als.asn.au Publicador: Australian Linguistic Society; http://www.als.asn.au
Tipo: Conference paper; Published Version Formato: 45 pages
Relevância na Pesquisa
37.53%
The Eskaya people of Bohol in the southern Philippines use the Eskayan language and script in specific domains: schooling, church, speechmaking and literary transcription. Both language and script are attributed to an ancestral creator known as Pinay. At first glance, Eskayan appears to be a simple relexification of the regional Visayan language of which Eskaya people are mother-tongue speakers, as translations of the traditional literature into Visayan have the appearance of word-for-word calques. However, the ostensibly straightforward relationship between the two lects becomes more problematic at the level of morphology. The 24 Visayan verbal affixes and their allomorphs are handled by just five Eskayan counterparts and traditional texts are replete with ambiguities that cannot always be resolved by Eskayan speakers. Accordingly, interpretations are fixed by convention or judged by context. The review of Eskayan morphosyntax, and its relationships to Visayan structures, brings into focus the analytical categories that the putative creator Pinay brought to the task of constructing the language. More broadly, it draws attention to the scope for grammatical innovation in engineered languages, as well as the inherent constraints.; ANU College of Arts & Social Sciences...

ASPECTS OF BANGIME PHONOLOGY, MORPHOLOGY, AND MORPHOSYNTAX

Hantgan, Abbie
Fonte: [Bloomington, Ind.] : Indiana University Publicador: [Bloomington, Ind.] : Indiana University
Tipo: Doctoral Dissertation
EN
Relevância na Pesquisa
37.53%
Thesis (Ph.D.) - Indiana University, Linguistics, 2013; This dissertation provides a description of aspects of the phonology, morphology, and morphosyntax of Bangime. Bangime is a language isolate spoken in the Dogon language speaking area of Central Eastern Mali. Although the Bangande, the speakers of Bangime, self-identify with the Dogon, their language bears practically no resemblance to the surrounding Dogon languages. Bangime has limited productive morphological processes whereas Dogon languages are agglutinating, with productive morphemes to indicate inflectional and derivational verbal and nominal processes. Bangime has a complex tonal system. General tendencies of the tonal patterns are described, with the many exceptions which frequently occur also outlined. Nominal tonal melodies are apparent in plural forms. Objects in verb phrases receive tonal agreement with tones on the verb in accordance with the subject of the sentence. The tense, aspect, and mood system of the language is also complicated. Inflectional marking on the verb, auxiliaries, and the word order of the sentence all contribute to the indication of the tense, aspect or mood of the sentence. An overview of these multifaceted phonological and morphological processes is provided in this dissertation with hypotheses as to how the language may have evolved.

A grammar of Inupiaq morphosyntax

Lanz, Linda A.
Fonte: Universidade Rice Publicador: Universidade Rice
Tipo: Thesis; Text Formato: application/pdf
ENG
Relevância na Pesquisa
27.21%
This dissertation is a reference grammar of the Malimiut Coastal dialect of Inupiaq (ISO: ESI, ESK, IPK), an Eskimo-Aleut language of northwestern Alaska spoken by the Inupiat people. It complements existing descriptions of Inupiaq by filling gaps in documentation. With approximately 2000 speakers, mainly above 50 years of age, Inupiaq is endangered. Within the Inupiat community, there is a strong commitment to language documentation and revitalization. The current work aims to provide a comprehensive description of Inupiaq morphosyntax to the Inupiat and academic communities. This dissertation uses the standard Inupiaq writing system and IPA for all examples in the hope that by including both scripts, the work will be maximally useful to the Inupiat community, scholars, and other interested parties. After introducing the language and reviewing previous work, the dissertation describes Malimiut Inupiaq phonetics and phonology, nominal and verbal morphology, syntactic categories, wordhood, constituency, and other syntactic topics. A final chapter draws comparisons between Inupiaq and other Eskimo-Aleut languages/dialects and summarizes major findings. These include a previously undocumented phonological change in progress, the shift of /z/ (Inupiaq 'r') to American English /r/ in younger speakers and heritage learners. Several interrelated variables are involved...

Topics in the phonology and morphosyntax of Balinese based on the dialect of Singaraja, North Bali

Clynes, Adrian
Fonte: Universidade Nacional da Austrália Publicador: Universidade Nacional da Austrália
Tipo: Thesis (PhD)
EN_AU
Relevância na Pesquisa
27.73%
This study describes features of the phonology, verbal morphology, and morphosyntax of the Balinese of Singaraja, in Buleleng district, north Bali. In chapter two I describe the phoneme repertoire, and their realisations. I give evidence for meaningful postlexical rules, of the kind described by Woodbury (1987). In chapter 3 I show that there is a regular interaction between semantics and phonology at a prelexical level, contra the double articulation hypothesis, and in support of the findings of Fudge (1970). I propose an (ultimately pre-linguistic) explanation for this interaction. The findings support and enrich optimality theory, which seeks to formalise the gradient nature of wellformedness (Prince & Smolensky 1993). The semantic evidence helps explain why non-optimality is tolerated in the phonology. While the phoneme is an important unit of organisation at an intermediate level, it is neither a phonological primitive, nor the largest recurrent phonological unit. I give evidence in chapter 4, and in chapter 7, for complex phonological formants more complex than the phoneme. These can be 'segmental', or involve processes such as reduplication (pace the treatment of reduplication in Prince 1987). In chapter 5 various levels of prosodic organisation are described. The syllable...

Morphosyntax of Kewapi

Yarapea, Apoi Mason
Fonte: Universidade Nacional da Austrália Publicador: Universidade Nacional da Austrália
Tipo: Thesis (PhD)
EN
Relevância na Pesquisa
37.73%
1bis thesis describes the morphosyntax of Kewapi dialect of Kewa, a language of the West-Central (Engan) Family of the Trans New Guinea Phylum. Chapter I introduces the language, providing some basic information about dialect variation and about the geographic, demographic and sociocultural setting. It concludes with an outline of previous studies of Kewa and of the aim and scope of the present study. In chapter 2 some aspects of the phonology of Kewapi are outlined to accompany the grammatical descriptions in chapters 3 to 8. Consonant and vowel phonemes are presented. Suprasegmental elements of stress and tone as described by the Franklins (1962, 1978) are briefly reviewed. Phonemic and orthographic conventions proposed by Karl Franklin (1992) are adopted for the present study. The main task of chapter 3 is to sketch the morphosyntactic character of Kewapi. It presents an overview of the basic clause structure, deals with headmarking and dependent-marking morphosyntax, establishes word classes and distinguishes words, clitics and affixes. Chapter 4 provides a detailed description of Kewapi clause level grammar. The grammatical relations subject, object and oblique are defined. Four grammatical mood clause types - declarative...

Estudo morfossintatico do Asurini do Xingu; Study of the morphosyntax of the Asurini of Xingu language

Antonia Alves Pereira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 31/03/2009 PT
Relevância na Pesquisa
27.21%
Esta tese é um estudo da morfossintaxe da língua Asuriní do Xingu (família Tupi- Guaraní), falada pelos asuriní que residem no Posto Indígena Kwatinemu, no município de Altamira, estado do Pará. A análise pretendeu dar uma visão geral da língua e apresentar aspectos socioculturais de seu povo. Dessa forma, além da morfologia e da sintaxe, partes centrais da tese, procuramos também apresentar a fonologia no nível segmental, pois essa parte era essencial para a continuidade do estudo da língua nos níveis morfológicos e sintáticos. Em conformidade com nossos objetivos, a tese encontra-se dividida em seis capítulos. O capítulo 1 trata de aspectos históricos e socioculturais do grupo, o 2 trata da fonologia no nível segmental, o capítulo 3 discute as classes de palavras da língua, apresentando os critérios para a sua divisão. O capítulo 4 trata de fenômenos relacionados a subconstituintes da oração, nele são discutidos aspectos como a marcação de caso na língua, a oposição nome /verbo x argumento/ predicado, além disso, é mostrada a estrutura dos sintagmas nominal e verbal da língua. O capítulo 5 trata das orações independentes e de como é feita sua classificação. E o capítulo 6 trata das sentenças complexas...

Desenvolviomento morfossintático em crianças con quatro anos de idade (4;00-4;05)

Valente, Joana
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 10/07/2014 POR
Relevância na Pesquisa
27.21%
A morfossintaxe constitui uma das áreas da linguagem que estuda a organização das palavras na frase, bem como a estrutura interna de cada palavra. Em termos de estudos de desenvolvimento, há poucos valores de referência para o Português Europeu, pelo que foi desenvolvido este projeto, que envolve a análise de discurso espontâneo de crianças com 4 anos. O objetivo principal é a caracterização morfossintática do discurso de crianças dentro da faixa-etária de 4;00 a 4;05 anos de idade. Pretende-se também verificar se o género das crianças e a escolaridade dos pais influencia os resultados. Os discursos analisados pertenceram a um corpus linguístico anteriormente recolhido, sendo a amostra utilizada na presente dissertação de 29 crianças. O discurso das crianças foi transcrito para o programa ELAN (EUDICO Linguistic Annotator; www.lat-mpi.eu/tools/elan) e posteriormente analisado. Os resultados obtidos revelaram que as crianças, dentro desta faixa-etária, já têm um discurso em que utilizam todas as classes gramaticais, havendo uma preferência pela utilização de verbos, não havendo diferença entre os discursos das crianças do género feminino e as do género masculino. É na concordância verbal que mais erros se verificam...