Página 1 dos resultados de 111 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

O papel do meio no desenvolvimento da consciência fonológica e da consciência morfológica em crianças em idade pré-escolar

Henriques, Florbela Marina Dias
Fonte: [s.n.] Publicador: [s.n.]
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
46.48%
Dissertação de Mestrado apresentada à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Psicologia, especialização em Psicologia Clínica e da Saúde.; A aprendizagem da linguagem escrita constitui uma tarefa cognitiva exigente, que poderá ser tanto mais facilitada quanto mais desenvolvida linguisticamente estiver a criança, no momento de entrada na escola. O meio assume, assim, um papel preponderante no desenvolvimento da oralidade ao proporcionar uma variedade de experiências, práticas e recursos linguísticos. Ora, a literatura tem revelado que as crianças de meios desfavorecidos se encontram em situação de desvantagem para aprender a ler e escrever, comparativamente com crianças de meios mais ricos e estimulantes. Esta desvantagem poderá ser acentuada se as competências metalinguísticas não estiverem suficientemente desenvolvidas, em particular a consciência fonológica, uma variável cujo valor preditivo de sucesso na aprendizagem da leitura e escrita tem sido bem documentado. Recentemente, também tem vindo a ser sublinhada a importância da consciência morfológica na leitura e na escrita. Assim, este estudo pretendeu analisar o papel do meio no desenvolvimento da consciência fonológica e morfológica em crianças em idade pré-escolar. Foram observadas 60 crianças (30 do meio urbano + 30 do meio rural)...

Contextual Reading and Metalinguistic Processing in Brazilian Portuguese: A Longitudinal Study

Peruzzi Elia da Mota, Marcia Maria; Vieira, Marcel de Toledo; Bastos, Ronaldo Rocha; Dias, Jaqueline; Paiva, Nadia; Mansur-Lisboa, Stella; Andrade-Silva, Danielle
Fonte: UNIV FEDERAL RIO GRANDE SUL; PORTO ALEGRE RS Publicador: UNIV FEDERAL RIO GRANDE SUL; PORTO ALEGRE RS
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
46.51%
Metalinguistic skill is the ability to reflect upon language as an object of thought. Amongst metalinguistic skills, two seem to be associated with reading and spelling: morphological awareness and phonological awareness. Phonological awareness is the ability of reflecting upon the phonemes that compose words, and morphological awareness is the ability of reflecting upon the morphemes that compose the words. The latter seems to be particularly important for reading comprehension and contextual reading, as beyond phonological information, syntactic and semantic information are required. This study is set to investigate - with a longitudinal design - the relation between those abilities and contextual reading measured by the Cloze test. The first part of the study explores the relationship between morphological awareness tasks and Cloze scores through simple correlations and, in the second part, the specificity of such relationship was inquired using multiple regressions. The results give some support to the hypothesis that morphological awareness offers an independent contribution regarding phonological awareness to contextual reading in Brazilian Portuguese.

Prova de consciência morfológica (PCM) : contributos para a sua validação; A morphological awareness test (PCM) : contribution to its validation

Viana, Fernanda Leopoldina; Silva, Cristina Vieira da; Sucena, Ana; Vale, Ana Paula; Ribeiro, Iolanda da Silva
Fonte: Universidade do Vale do Rio dos Sinos, UNISINOS, Brasil Publicador: Universidade do Vale do Rio dos Sinos, UNISINOS, Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /12/2014 POR
Relevância na Pesquisa
66.5%
A relação entre consciência fonológica e consciência morfológica e a contribuição independente de cada uma para a aprendizagem da leitura não reúnem ainda consenso na literatura. Alguns autores argumentam que a consciência morfológica não contribui de forma independente da consciência fonológica para a aprendizagem da leitura. No entanto, outros encontraram dados que indicam que a consciência morfológica tem um papel específi co na progressão da aprendizagem da leitura. Todavia, para além da variedade de tarefas usadas não permitir a comparação de resultados, a ausência de estudos prévios sobre a validade e a fi delidade das mesmas conduz a resultados cuja confi abilidade pode ser posta em causa. Este estudo tem como objetivo apresentar uma análise das qualidades psicométricas da PCM - Prova de Consciência Morfológica. A amostra é constituída por 243 crianças do 2.º (n = 79), 3.º (n = 83) e 4.º (n = 81) anos frequentando escolas públicas, urbanas, do distrito do Porto (norte de Portugal). Os resultados revelaram que a PCM possui uma elevada consistência interna (α = .95). Na análise em componentes principais, foi extraído um único fator, com valor próprio igual a 10.88, que explica 54.42% da variância total dos resultados. Os itens são todos saturados no fator...

O impacto do ensino de estratégias morfológicas no desenvolvimento da escrita: um estudo de intervenção

Pires, Maria de Fátima de Sousa
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /12/2010 POR
Relevância na Pesquisa
46.36%
Dissertação de mestrado em ciências da educação especialidade educação especial; O objectivo deste estudo é avaliar o impacto de uma intervenção baseada na aprendizagem de regras morfológicas na melhoria da correcção da escrita de palavras que terminam nos morfemas ou formas homófonas “-esa”/”-eza” e “-ice”/”-ice”, em alunos do 3º, 4º e 6ºanos. Participaram neste estudo 130 alunos do 3º, 4º e 6º anos de um agrupamento de escolas público. Do grupo Experimental fizeram parte 60 alunos. Os restantes alunos fizeram parte do grupo de Controlo. Aos 130 alunos, foi aplicado um pré-teste que consistia numa tarefa de escrita de palavras com os morfemas homófonos “-esa”/“-eza” e “- ice”/ ”-isse, tais como camponesa, tristeza, tolice ou fugisse. Os alunos foram também avaliados em tarefas de consciência morfológica e realizaram ainda uma prova de Raciocínio Aritmético (WISC III). A intervenção foi realizada com o Grupo Experimental, em três sessões. Finalizada a intervenção foi aplicado o pós-teste aos 130 alunos, utilizando-se os mesmos procedimentos e materiais do pré-teste. Testou-se a hipótese de que os alunos conseguem escrever com maior correcção palavras que terminam em morfemas homófonos...

O impacto do ensino de estratégias ou morfológicas ou fonológicas na escrita de morfemas homófonos: estudo de intervenção

Arranhado, Maria Manuela Valadas
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /12/2010 POR
Relevância na Pesquisa
46.51%
Dissertação apresentada à Escola Superior de Educação de Lisboa para obtenção de grau de Mestre em Ciências da Educação - Especialização em Educação Especial; O objectivo deste estudo é o de avaliar o impacto da explicitação de regras morfológicas ou fonológicas na correcção da escrita de palavras que terminam em morfemas homófonos. Participaram neste estudo 90 crianças que frequentavam o 3º e 4º anos de escolaridade, num agrupamento de escolas públicas. Os participantes foram divididos aleatoriamente em três condições experimentais, dois grupos de intervenção (ou morfológica ou fonológica) e um grupo de controlo. Todas as crianças realizaram um pré-teste e um pós-teste, que consistia numa tarefa de escrita de palavras, ditadas no contexto de frases. Nesta tarefa tinham que escrever palavras terminadas nos morfemas homófonos “-am” e “-ão”, tais como, por exemplo, “comeram” e “foguetão”. A escrita destas palavras representa uma dificuldade muito frequente para as crianças mas pode tornar-se completamente previsível se forem entendidos os racionais quer morfológicos quer fonológicos que lhes subjazem. Os participantes foram também avaliados em tarefas de consciência morfológica (analogia de frases; interpretação de pseudo-palavras com contexto e interpretação de pseudo- palavras sem contexto) e de consciência fonológica (reconstrução silábica...

O impacto do desenvolvimento da consciência morfológica na escrita de crianças com e sem dislexia

Carneiro, Maria de Fátima Vermelho Milheiro Alves
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /12/2013 POR
Relevância na Pesquisa
46.42%
Dissertação apresentada à Escola Superior de Educação de Lisboa para obtenção de grau de mestre em Educação Especial, ramo Multideficiência e Problemas de Cognição; O presente estudo pretende investigar se um programa de intervenção especificamente orientado para o desenvolvimento da consciência morfológica no 4º ano de escolaridade tem impacto na escrita de crianças com e sem dislexia. Numa primeira fase, foi aplicado o pré-teste a dois grupos de alunos que constituem o grupo de controlo e o grupo experimental. O grupo experimental foi submetido a um programa de intervenção orientado para o desenvolvimento da consciência morfológica, que foi implementado durante sete sessões. No grupo de controlo, não houve qualquer intervenção. Numa segunda fase, organizaram-se as sessões e planificou-se o trabalho a desenvolver com o grupo experimental ao longo da intervenção. Foram realizadas sete sessões de intervenção. Numa fase final, foi aplicado o pós-teste a ambos os grupos. Seguidamente, analisaram-se e discutiram-se os resultados do estudo. O estudo revela que, após a intervenção, existe uma melhoria dos resultados no grupo experimental na correção da escrita de palavras. Os resultados mostram que a intervenção teve um impacto específico e significativo na melhoria da escrita dos alunos. Os alunos sem dislexia foram os que apresentaram melhores resultados...

O impacto do desenvolvimento da consciência morfológica na escrita de crianças com e sem dislexia

Carneiro, Maria de Fátima Vermelho Milheiro Alves
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /12/2013 POR
Relevância na Pesquisa
46.42%
Dissertação apresentada à Escola Superior de Educação de Lisboa para obtenção de grau de mestre em Educação Especial, ramo Multideficiência e Problemas de Cognição; O presente estudo pretende investigar se um programa de intervenção especificamente orientado para o desenvolvimento da consciência morfológica no 4º ano de escolaridade tem impacto na escrita de crianças com e sem dislexia. Numa primeira fase, foi aplicado o pré-teste a dois grupos de alunos que constituem o grupo de controlo e o grupo experimental. O grupo experimental foi submetido a um programa de intervenção orientado para o desenvolvimento da consciência morfológica, que foi implementado durante sete sessões. No grupo de controlo, não houve qualquer intervenção. Numa segunda fase, organizaram-se as sessões e planificou-se o trabalho a desenvolver com o grupo experimental ao longo da intervenção. Foram realizadas sete sessões de intervenção. Numa fase final, foi aplicado o pós-teste a ambos os grupos. Seguidamente, analisaram-se e discutiram-se os resultados do estudo. O estudo revela que, após a intervenção, existe uma melhoria dos resultados no grupo experimental na correção da escrita de palavras. Os resultados mostram que a intervenção teve um impacto específico e significativo na melhoria da escrita dos alunos. Os alunos sem dislexia foram os que apresentaram melhores resultados...

O desenvolvimento da consciência morfológica em crianças pré-escolares, com ou sem atendimento em intervenção precoce

Rodrigues, Susana Lídia Fernandes Santos
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /12/2014 POR
Relevância na Pesquisa
46.35%
Dissertação apresentada à Escola Superior de Educação de Lisboa para obtenção de grau de Mestre em Intervenção Precoce; Este estudo de intervenção tem como objectivo verificar o impacto de um programa de desenvolvimento da consciência morfológica, em crianças pré-escolares de 4 a 6 anos de idade (M = 4,9 anos; Dp = .81), com e sem percurso de Intervenção Precoce (IP). Avaliaram-se os efeitos desse programa na capacidade das crianças para: a) realizar analogia de palavras; b) identificar famílias de palavras; c) e reconhecer os morfemas-base em palavras derivadas. Neste estudo participaram 35 crianças a frequentar um jardim-de-infância privado na área da Grande Lisboa. Foram aleatoriamente divididas em dois grupos, de intervenção e de controlo. Cada um destes grupos era composto por um igual número de crianças com e sem percurso de IP. As crianças do grupo de intervenção foram objecto de um programa de estimulação da consciência morfológica, composto por seis sessões, que replicavam o design usado por Seixas (2007). Nestas sessões, realizaram-se um conjunto de exercícios que tinham o mesmo racional que as tarefas usadas para medir a consciência morfológica, nos pré e pós-testes. À semelhança de Seixas (2007) pretendia-se confirmar a hipótese de que a intervenção produziria uma melhoria significativa nas três competências morfológicas avaliadas. Os resultados obtidos revelaram uma significativa superioridade das crianças do grupo intervenção...

Multisyllabic Word Reading as a Moderator of Morphological Awareness and Reading Comprehension

Gilbert, Jennifer K.; Goodwin, Amanda P.; Compton, Donald L.; Kearns, Devin M.
Fonte: PubMed Publicador: PubMed
Tipo: Artigo de Revista Científica
EN
Relevância na Pesquisa
46.53%
The purpose of this study was to investigate whether the relation between morphological awareness on reading comprehension is moderated by multisyllabic word reading ability in fifth grade students (N = 169, 53.7% female, 65.2% minority status, 69.2% free/reduced lunch status), oversampled for poor reading skill, when controlling for general knowledge and vocabulary. Based on the lexical quality hypothesis (Perfetti, 2007), it was expected that morphological awareness would have a stronger effect on comprehension for children with poor word reading skills, suggesting possible use of morphological awareness for word identification support. Results indicated that neither morphological awareness nor word reading was uniquely associated with reading comprehension when both were included in the model along with vocabulary and general knowledge. Instead, the interaction between word reading and morphological awareness explained significant additional variance in reading comprehension. By probing this interaction, it was determined that the effect of morphological awareness on reading comprehension was significant for the 39% of the sample that had more difficulty reading multisyllabic words), but not for students at the higher end of the multisyllabic word reading continuum. We conclude from these results that the relation between morphological awareness and reading comprehension is moderated by multisyllabic word reading ability...

An investigation of morphological awareness and processing in adults with low literacy

TIGHE, ELIZABETH L.; BINDER, KATHERINE S.
Fonte: Cambridge University Press Publicador: Cambridge University Press
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /03/2015 EN
Relevância na Pesquisa
46.42%
Morphological awareness, which is an understanding of how words can be broken down into smaller units of meaning such as roots, prefixes, and suffixes, has emerged as an important contributor to word reading and comprehension skills. The first aim of the current study was to investigate the contribution of morphological awareness independent of phonological awareness and decoding to the reading comprehension abilities of adults with low literacy. Results indicated that morphological awareness was a significant unique predictor of reading comprehension. A second aim of the study was to investigate the processing of morphologically complex words of adults with low literacy in both an oral reading passage and a single-word naming task. Adults’ accuracy and response times were measured on different types of morphologically complex words and compared with control words matched on frequency in both the passage and the naming tasks. Results revealed that adults were vulnerable to morphological complexity: they performed more accurately and faster on matched control words versus morphologically complex word types. The educational implications for Adult Basic Education programs are discussed.

Relação entre consciência fonológica, consciência morfológica, natureza dos erros e o desempenho ortográfico

Rodrigues, Sara Cristiana Morais Vargas
Fonte: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida Publicador: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
46.51%
Dissertação de Mestrado apresentada ao ISPA - Instituto Universitário; Nesta investigação procurámos analisar a relação entre o desempenho ortográfico de crianças do 2º ano de escolaridade e a consciência fonológica e morfológica das mesmas. Investigámos a relação entre o desempenho ortográfico e o tipo de erros dados pelas crianças. Das 75 crianças que inicialmente participaram neste estudo seleccionámos os quartis extremos, através de uma prova de ditado, para a obtenção de dados mais significativos. Apurámos 39 crianças divididas em 2 grupos, sendo 19 do grupo 1 (Quartil 1) e 20 do grupo 2 (Quartil 3). As suas consciências morfológica e fonológica foram avaliadas através de duas provas morfológicas e duas provas fonológicas. Verificámos a relação entre o desempenho ortográfico e o tipo de erros através de três categorias – erros que violam restrições contextuais, restrições morfológicas e erros estritamente fonéticos – encontrados na prova de ditado. Verificaram-se diferenças significativas entre os grupos, a favor das crianças com melhor desempenho ortográfico, quer nas provas que avaliavam a consciência morfológica, quer nas que avaliavam a consciência fonológica. Encontrámos diferenças significativas entre os grupos nos erros de tipo fonológico e morfológico...

Relação entre consciência fonológica, morfológica e os tipos de erros ortográficos

Marçal, Luís Emanuel Mateus
Fonte: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida Publicador: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
36.47%
Dissertação de Mestrado apresentada ao ISPA - Instituto Universitário; O objectivo desta investigação foi estudar a relação entre consciência fonológica, morfológica e os tipos de erros ortográficos, sendo que a amostra constitui um total de 40 participantes do 3º ano de escolaridade. Procedeu-se então à análise de estatística dos dados com a utilização do SPSS, sendo realizado o teste de correlação de Spearman. Os dados demonstraram que a correlação entre consciência fonológica e os tipos de erros (morfológicos, contextuais e fonéticos) nas duas provas (Análise Fonémica e Supressão do Fonema Inicial) não é significativa, pois a automatização das correspondências grafo – fonéticas neste nível de escolaridade torna a consciência fonológica menos revelante no desempenho ortográfico. Verificou-se ainda neste estudo que existe uma relação negativa, média e significativa entre consciência morfológica e os tipos de erros (morfológicos, contextuais e fonéticos) isto é, quanto mais elevados são os níveis de consciência morfológica, menor será a ocorrência de erros ortográficos.; ABSTRACT:The purpose of this investigation was to study the relationship between phonological awareness...

MORPHOLOGICAL AWARENESS, READING ABILITY, AND THE READING OF MULTI-MORPHEMIC WORDS

Geier, B. Kelly
Fonte: Quens University Publicador: Quens University
Tipo: Tese de Doutorado
EN; EN
Relevância na Pesquisa
66.46%
This study examines the effects of morphological awareness and reading ability on the accuracy and speed of reading multi-morphemic words. Test of word reading ability and morphological awareness were given to 134 Grade 5 students. They also completed a test of their ability to read morphologically complex words, in which accuracy and response times were recorded. Two sets of response time scores were calculated – the first taking into account only the accurately pronounced words, and the second taking into account both the accurately and the inaccurately pronounced words. These words varied in surface frequency, base frequency, and transparency. Analysis of variances indicated that multi-morphemic word reading accuracy and speed were positively related to reading ability, morphological awareness, surface and base frequencies, and transparency. Significant interactions showed that (a) high base frequency increased reading accuracy and speed for words with low surface frequency, particularly for the less able students, and (b) the combination of high base frequency and transparency increased reading accuracy and speed for words with low surface frequency. Findings were similar for accuracy and both sets of response time scores. These results imply that morphological knowledge is involved in the reading of multi-morphemic words...

Relatório Final da Prática de Ensino Supervisionada: O contributo da consciência morfológica para a diminuição dos erros ortográficos

Cunha, Renata Porfírio da
Fonte: Repositório Comum de Portugal Publicador: Repositório Comum de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 10/04/2015 POR
Relevância na Pesquisa
46.26%
O presente relatório apresenta os resultados de um estudo desenvolvido no âmbito da Prática de Ensino Supervisionada, em contexto de 1.º Ciclo, tendo como finalidade a obtenção do grau de mestre para a qualificação para a docência em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1.º Ciclo do Ensino Básico. Este ocorreu numa instituição privada, do distrito de Lisboa, com uma turma do 4.º ano de escolaridade. Do ponto de vista metodológico, a investigação inseriu-se no paradigma qualitativo, adotando um design do tipo investigação-ação. Procurou-se resolver um problema existente na turma detetado na fase de observação, relacionado com os erros ortográficos cometidos pela generalidade dos alunos. Foram identificados os casos de incorreção mais frequentes e, acreditando-se que os mesmos poderiam ser esclarecidos através da assimilação de regras associadas à morfologia das palavras, desenvolveram--se estratégias com vista à diminuição desses erros. Posteriormente, procurou-se perceber até que ponto as estratégias utilizadas permitiram um desenvolvimento da consciência morfológica e, por consequência melhorias no desempenho ortográfico dos alunos. Os resultados obtidos revelam que existem melhorias significativas na escrita correta de palavras...

Prova de Consciência Morfológica (PCM): contributos para a sua validação; A Morphological Awareness Test (PCM): Contribution to its validation

Santos, Ana Sucena; Viana, Fernanda Leopoldina; Vieira da Silva, Cristina; Vale, Ana Paula; Ribeiro, Iolanda
Fonte: Unisinos Publicador: Unisinos
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em 01/09/2014 POR
Relevância na Pesquisa
66.5%
A relação entre consciência fonológica e consciência morfológica e a contribuição independente de cada uma para a aprendizagem da leitura não reúnem ainda consenso na literatura. Alguns autores argumentam que a consciência morfológica não contribui de forma independente da consciência fonológica para a aprendizagem da leitura. No entanto, outros encontraram dados que indicam que a consciência morfológica tem um papel específi co na progressão da aprendizagem da leitura. Todavia, para além da variedade de tarefas usadas não permitir a comparação de resultados, a ausência de estudos prévios sobre a validade e a fi delidade das mesmas conduz a resultados cuja confi abilidade pode ser posta em causa. Este estudo tem como objetivo apresentar uma análise das qualidades psicométricas da PCM - Prova de Consciência Morfológica. A amostra é constituída por 243 crianças do 2.º (n = 79), 3.º (n = 83) e 4.º (n = 81) anos frequentando escolas públicas, urbanas, do distrito do Porto (norte de Portugal). Os resultados revelaram que a PCM possui uma elevada consistência interna (α = .95). Na análise em componentes principais, foi extraído um único fator, com valor próprio igual a 10.88, que explica 54.42% da variância total dos resultados. Os itens são todos saturados no fator...

Effectiveness of a Phonological Awareness Training for Arabic Disabled Reading Children : Insights on Metalinguistic Benefits

Layes, Smail; Lalonde, Robert; Rebai, Mohamed
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em //2015 ENG
Relevância na Pesquisa
56.3%
We examined the effects of a phonological awareness (PA) training program on word reading and pseudo-word decoding in dyslexic children reading the Arabic language (n=10; age mean= 129.74 months) in comparison to normal readers (n=10; age mean= 126.90 months) from grades 4 and 5. Particular attention was paid to phonological training of two metalinguistic reading related skills: morphological awareness (MA) and rapid automatized naming (RAN), underscored as main predictive metalinguistic factors in Arabic dyslexia (Layes, Lalonde, Mecheri, Rebaï, 2015). The PA training program focused on phoneme/syllable identification, phoneme matching, and word segmentation. The results indicate that the dyslexic group performed significantly better in all post-training measurements, increasing reading, phonological processing, and metalinguistic related skills, which indicates a strong relationship between these variables. The normal group only improved in MA production. These findings are discussed in terms of metalinguistic insights of reading gained through training in phonological awareness.; Es van examinar els efectes d'un programa d'entrenament de consciència fonològica en la lectura de paraules i descodificació pseudo-paraules en nens dislèxics llegeixen la llengua àrab (n = 10; edat mitjana = 129...

Consciência morfológica: que papel exerce no desempenho ortográfico e na compreensão de leitura?; Conciencia morfológica: ¿qué papel ejerce en el desempeño ortográfico y en la comprensión de la lectura?; Morphological awareness: what is its role in orthographic performance in orthography and reading comprehension?; Conscience morphologique: quel rôle exerce-t-elle sur les performances orthographiques et sur la compréhension en lecture?

Guimarães, Sandra Regina Kirchner; Paula, Fraulein Vidigal de; Mota, Márcia Maria Peruzzi Elia da; Barbosa, Viviane do Rocio
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/2014 POR
Relevância na Pesquisa
46.42%
A consciência morfológica diz respeito à habilidade para refletir sobre as menores unidades de sentido de uma língua e utilizá-las intencionalmente na estruturação e reconhecimento das palavras. São apresentados argumentos que apoiam a ideia de que no português, como em outras línguas alfabéticas, a consciência morfológica contribui tanto para a compreensão de leitura como para o desempenho. Participaram 72 alunos de 3º, 4º e 5º anos de uma escola pública (Curitiba-PR), separados em dois grupos de desempenho ortográfico para cada um dos anos letivos. A coleta de dados envolveu a aplicação de sete instrumentos de avaliação, sendo: um de ortografia, três de consciência morfológica e dois de compreensão de leitura de texto. A análise dos dados empíricos apresentados mostra que o desempenho nas tarefas de avaliação da consciência morfológica (flexional e derivacional) contribui significativamente para explicar a variância de desempenho dos participantes em ambas as habilidades, ou seja, compreensão de leitura e escrita ortográfica.; Morphological awareness refers to the ability of reflecting on the smallest units of meaning in a language and in using them intentionally in word structuring and recognition. In this study arguments are presented to support the idea that in Portuguese...

The influence of linguistic variation and morphological/syntactic awareness on reading and writing performance; Influência da variação lingüística e da consciência morfossintática no desempenho em leitura e escrita

Guimarães, Sandra Regina Kirchner
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; avaliado por pares; Formato: application/pdf
Publicado em 04/04/2006 POR
Relevância na Pesquisa
36.52%
O objetivo deste estudo foi investigar a influência da variação lingüística e da consciência morfossintática nas diferenças de desempenho em leitura e escrita de alunos da 2ª, 3ª e 4ª séries do ensino fundamental. Participaram da pesquisa 36 alunos de escolas públicas de Curitiba/PR: 18 crianças com dificuldades de aprendizagem da leitura e da escrita (grupo 1) e outras 18 sem dificuldades de aprendizagem (grupo 2). Os instrumentos de coleta de dados avaliaram: a variação lingüística; a consciência morfossintática e o desempenho das crianças em provas de leitura e ditado. Tinha-se como hipótese que a consciência morfossintática se correlaciona positivamente com o desempenho em leitura e escrita, enquanto a variação lingüística se correlaciona negativamente. Essa hipótese foi confirmada. Destaca-se, entretanto, que 72,15% das formas lingüísticas não-padrão utilizadas pelos alunos do grupo 1 são empregadas pela maioria dos falantes do português brasileiro, portanto, são formas não-estigmatizadas. Infere-se que a utilização dessas formas lingüísticas pode estar dificultando a escrita correta por parte dessas crianças. Sugere-se que os professores aproveitem os episódios de variação lingüística para levar os alunos a refletir sobre os aspectos morfossintáticos da língua...

Some considerations about children’s knowledge of derivational morphology; Algumas considerações a respeito do que as crianças sabem sobre a morfologia derivacional

da Mota, Márcia Maria Peruzzi Elia; Universidade Federal de Juiz de Fora
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; avaliado por pares; Formato: application/pdf
Publicado em 11/03/2009 POR
Relevância na Pesquisa
46.34%
 Estudos realizados em língua inglesa mostram que a habilidade de refletir sobre os morfemas que compõem as palavras está associada ao sucesso no reconhecimento e compreensão de palavras, na leitura, e na escrita. No português a maioria dos estudos nesta área focou no desenvolvimento da morfologia flexional. Considera-se que a morfologia derivacional se desenvolve depois de alguns anos de escolarização. Neste estudo, investigamos o desenvolvimento da morfologia derivacional no português do Brasil, em uma amostra de 51 crianças, sendo 27 alunas da 1ª série e 24 da 2ª série do ensino fundamental de uma escola pública, situada na região urbana de Juiz de Fora, Minas Gerais. Seis tarefas de consciência morfológica foram aplicadas, e o nível de acerto em cada tarefa computado. Os resultados sugerem que a habilidade de refletir sobre os morfemas está presente desde cedo, ainda que de forma rudimentar, e que continua a se desenvolver com a escolarização. Palavras-chave: consciência metalingüística; consciência morfológica; desenvolvimento cognitivo.; Studies carried out in English orthography show that the ability to reflect upon the word’s morphemes is related to the success in recognizing words...

Morphological awareness, cognitive aspects of language and word recognition; Conciencia morfológica, aspectos de Cognitivos de la lengua y el reconocimiento de palabras; Consciência morfológica, aspectos cognitivos da linguagem e reconhecimento de palavras

da Mota, Márcia Elia; Universidade Salgado de Oliveira/Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; avaliado por pares; Formato: application/pdf
Publicado em 01/10/2011 POR
Relevância na Pesquisa
66.5%
Studies carried out in alphabetic languages show that morphological awareness is related to the success in recognizing words and comprehension in reading and spelling. This study investigated whether morphological awareness contributes to reading in Portuguese and whether this contribution is independent of the cognitive aspects of language such as vocabulary and memory. The sample was of 52 children, of those 25 were from the 2nd grade and 27 from 3rd grade. The results of Pearson correlations showed that morphological awareness is associated to reading, but when memory and vocabulary are controlled this relationship is significant for 3rd grade only.Keywords: metalinguistic awareness; morphological awareness; cognition; literacy; reading. ; Los estudios llevados a través en idiomas alfabéticas demuestran que la conciencia morfológica - capacidad de reflejar en los morfemas que componen las palabras - está asociada al éxito en el reconocimiento y entender de palabras en la lectura. El reconocimiento de palabras es medido por la lectura de palabras aisladas, está del contexto. El portugués es una lengua con una ortografía suficientemente transparente en términos de correspondencias entre la letra y el sonido. En este estudio investigamos si el proceso de la morfología contribuye para la lectura de palabras en el portugués y si esta contribución es independiente de otros aspectos de los cognitivos de la lengua como vocabulario y memoria auditiva. La muestra constituyó a 52 niños...