Página 1 dos resultados de 12273 itens digitais encontrados em 0.009 segundos

Exercícios de morfologia do português

Rodrigues, Alexandra Soares
Fonte: Lincom Publicador: Lincom
Tipo: Livro
POR
Relevância na Pesquisa
36.77%
Este livro contém exercícios sobre morfologia do português. Nestes exercícios são trabalhadas as noções de morfema, a morfologia flexional, a morfologia derivacional e a formação de palavras, de modo geral, e as relações entre a morfologia, a semântica, a sintaxe e a fonologia. O livro é constituído por duas partes. A primeira parte consta das fichas de exercícios; a segunda parte consta da resolução das mesmas. As respostas oferecidas na segunda parte visam explicitar não só a solução para os exercícios, mas também a resolução de muitas dúvidas que vulgarmente se oferecem aos estudantes deste domínio da linguística. Como tal, este volume não deve ser tido como um simples livro de exercícios, mas como um manual de explanação de problemas de morfologia. O volume integra ainda uma lista de bibliografia essencial actual sobre morfologia.

Interpretação integrada de sísmica de alta-resolução e da morfologia submarina da costa de fiordes na patagônia central - Chile

Vieira, Rosemary
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.7%
Este estudo apresenta o uso integrado da sísmica de alta resolução e da morfologia submarina para interpretar a evolução do ambiente glacimarinho da costa de fiordes da Patagônia Central, Chile. Foram analisados registros de perfilador de fundo e subfundo 3,5 kHz e modelos submarinos 3D de sete fiordes adjacentes ao campo de gelo Patagônico Sul (Eyre, Falcon, Penguin, Europa Peel, Calvo e Amalia) e parte do canal Icy. Os registros, com cerca de 300 km de levantamento acústico, foram obtidos pelo Servicio Hidrográfico y Oceanográfico de la Armada de Chile (SHOA), durante o cruzeiro de investigação científica Campo de Hielo Sur, realizado em 1995. Foram identificadas as principais fácies acústicas e geoformas sedimentares. A morfologia submarina e das bacias subaéreas adjacentes foi analisada com a elaboração de modelos tridimensionais subaéreos e submarinos e de perfis batimétricos longitudinais a partir de cartas náuticas, também do SHOA. Foram utilizadas imagens Landsat ETM+ na interpretação da geomorfologia glacial da área de entorno subaérea dos fiordes. O eixo longitudinal dos fiordes exibe morfologia irregular com bacias profundas e mostra fácies acústicas associadas ao sistema de depósitos de zonas de linha de encalhe (grounding line)...

Morfologia do sistema reprodutivo masculino e dos espermatozóides de Ephemeroptera (Insecta) e análise do seu potencial filogenético; Male reproductive system and spermatozoa morphology of Ephemeroptera (Insecta) and evaluation of the potential in phylogenetic analysis

Pedro Vale de Azevedo Brito
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 23/02/2012 PT
Relevância na Pesquisa
36.8%
Entre as ordens de insetos alados com representantes vivos, os membros da ordem Ephemeroptera estão entre os mais antigos que existem. Suas ninfas são aquáticas e os adultos, alados, sobrevivem por pouco tempo, morrendo logo após o acasalamento. Ainda existem algumas dúvidas sobre a relação dos Ephemeroptera com os demais Pterygota, bem como algumas famílias dentro da ordem são atualmente consideradas parafiléticas. A morfologia do sistema reprodutivo masculino e dos espermatozoides dos insetos pode fornecer informações úteis para estudos filogenéticos. No entanto, tais estudos envolvendo espécies de Ephemeroptera são escassos. O objetivo deste trabalho foi estudar a morfologia do sistema reprodutivo masculino e dos espermatozoides de espécies de Ephemeroptera existentes no Brasil, analisando a variabilidade morfológica encontrada nessas espécies. No Brasil são encontradas espécies pertencentes a dez famílias de Ephemeroptera e analisamos a morfologia do sistema reprodutor masculino de seis espécies pertencentes a cinco famílias e os espermatozoides de 17 espécies pertencentes a nove famílias. Nas seis espécies a morfologia do sistema reprodutivo foi muito constante sem glândulas acessórias ou órgãos especializados no armazenamento de espermatozoides. No entanto...

Estudo do controle de tamanho e morfologia de nanopartículas de materiais inorgânicos via síntese hidrotérmica; Size and morphology control of inorganic nanoparticle by hidrothermal synthesis

Nathália Medeiros Carneiro
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/07/2012 PT
Relevância na Pesquisa
36.7%
O controle do tamanho e da morfologia dos nanomateriais abre novas perspectivas quanto a novas propriedades e sua aplicação nas mais diversas áreas como eletrônica, física e medicina. Com a redução do tamanho, a superfície dos nanomateriais passa a exercer um papel importante sobre sua reatividade. Nanomateriais de óxidos individuais de ferro, cobre, zinco, hidróxido de cobalto, hidróxido de níquel, óxidos binários, como: ferro-cobalto e ferro-níquel e hidróxido de cobalto-níquel foram sintetizados através do método hidrotérmico. A etapa de síntese inicial consistiu na síntese de óxido de ferro monitorando-se tamanho e morfologia através dos fatores: contra-íon (NO3 ou Cl), pH do meio, tempo de reação e concentração de reagentes. Foram obtidas amostras de hematita (Fe2O3) e amostras com uma mistura de hematita e goethita (FeOOH) com morfologias que variam de esferas a bastões. As curvas de magnetização apresentadas são características de materiais antiferromagnéticos e ferromagnéticos fracos. A mesma síntese com variação apenas do fator contra-íon foi aplicada a níquel e cobalto, levando a formação dos hidróxidos correspondentes na forma de placas hexagonais. A mesma síntese aplicada a cobre resulta na mistura dos óxidos CuO e Cu2O na forma de placas...

A informática e o ensino de morfologia da língua portuguesa na 1a. série do ensino médio

Meneses, Jesus Moacir de
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: x, 98 f.| grafs. +
POR
Relevância na Pesquisa
36.74%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico.; Este trabalho apresenta uma experiência, realizada numa escola da rede pública de ensino, do Estado de Minas Gerais, com alunos da primeira série do Ensino Médio, que usaram o computador como ferramenta para aprender morfologia da Língua Portuguesa. Norteado por princípios pedagógicos e tecnológicos, enfoca os conceitos de educação, ensino e aprendizagem, destacando as principais teorias pedagógicas que influenciam a formação do processo ensino-aprendizagem para as tecnologias mediadoras da educação. Realça-se também neste trabalho a importância do estudo da morfologia, na primeira série do Ensino Médio, nas dimensões mórfica, sintática e semântica. Estas três dimensões serviram de base para planejar os componentes que integram o produto tecnológico/educativo e para atingir os objetivos pedagógicos do estudo da morfologia. A metodologia foi aplicada a um caso real, verificando-se que é possível estudar morfologia com o uso do computador, instrumento didático indispensável nas escolas públicas nesta "era da informática".

Morfologia comparada do aparelho reprodutor interno masculino e dos espermatozóides em espécies neotropicais de calliphoridae (diptera)

Name, Khesller Patrícia Olázia
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
36.7%
Tese (doutorada)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal; Dados morfológicos obtidos da análise do aparelho reprodutor interno e dos espermatozóides em invertebrados têm sido cada vez mais utilizados no sentido de fornecer soluções consistentes para uma melhor compreensão da história evolutivados grupos, uma vez que os dados morfológicos tradicionalmente utilizados não têm sido suficientes, no sentido de permitir tal compreensão. A família Calliphoridae é um exemplo do que foi dito anteriormente. Embora o conhecimento sobre essa família seja crucial para que se possa chegar ao entendimento da evolução dentro do grupo Oestroidea, até o presente momento, pouco se conhece sobre a morfologia interna de seus órgãos reprodutores e de seus espermatozóides. A presente tese avaliou a morfologia dos espermatozóides em doze espécies de califorídeos, sendo que oito destas espécies ocorrem no Brasil e três são espécies dos Andes Colombianos.Estruturalmente, o aparelho reprodutor interno masculino em Calliphoridae éformado por um par de testículos, ductos deferentes e glândulas acessórias, uma vesícula seminal e um ducto ejaculatório. A morfologia dos espermatozóides revelou a presença de polimorfismo relacionado ao comprimento dos espermatozóides. Os eventos da espermiogênese nas espécies analisadas são similares e seguem o padrão descrito para outros grupos de insetos...

Morfologia vegetal - órgãos vegetativos das espermatófitas

Simões, M. Paula
Fonte: Textos Didácticos do Departamento de Biologia (mimeog) Publicador: Textos Didácticos do Departamento de Biologia (mimeog)
Tipo: Outros
POR
Relevância na Pesquisa
36.74%
INTRODUÇÃO O observador casual da vida vegetal fica frequentemente impressionado com a variedade e diversidade com que é confrontado. Contudo, esta diversidade é aparente, visto todas as plantas desempenharem as mesmas actividades básicas, obedecendo a sua estrutura a um padrão comum. A MORFOLOGIA tem como objectivos: - determinar o que existe de regular e geral na grande multiplicidade de formas e estruturas apresentadas pelos vegetais; - compreender e descrever esta riqueza de formas. Estes objectivos são alcançados através do exame comparativo de muitas formas individuais, de modo a encontrar o plano fundamental de um grupo de formas. Estabelecido este plano, podem--se então determinar os desvios à estrutura geral. Sendo essencial ao estudo da taxonomia botânica, o conhecimento da morfologia é também imprescindível em muitos outros domínios, como por exemplo, em agronomia, silvicultura, horticultura, floricultura, jardinagem, farmacognosia, utilização de material vegetal vivo em sistemas construtivos, entre outros.

Aspectos pouco comuns da morfologia das plantas superiores.

Oliveira, José N. B.
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Livro
Publicado em //1991 POR
Relevância na Pesquisa
36.84%
A importância do estudo da Morfologia das Plantas Superiores resulta, em grande parte, do facto do seu conhecimento estar na base da identificação das espécies, contribuir significativamente para a interpretação das relações filogenéticas e ainda constituir o ponto de partida para os estudos da morfo-funcionalidade. Muito embora a moderna Sistemática procure cada vez mais fundamentar-se também noutras áreas científicas, a Morfologia continua a ser o ramo científico mais importante para a Sistemática. Ao ocupar-se dos processos de adaptação dos órgãos a morfologia relaciona-se, por outro lado, de muito perto com a ecologia. Os estudos morfológicos iniciam-se já, em parte, no estudo da célula(Citologia) e dos tecidos (Histologia), mas só atingem uma dimensão e importância consideráveis quando se trata do arranjo dos tecidos internamente no corpo do vegetal (Anatomia ou Morfologia Interna) e das formas exteriores dos órgãos (Morfologia Externa ou Organografia). A experiência docente do autor permite-lhe reconhecer que o estudo da morfologia externa, pela riquíssima terminologia que comporta, exige um grande esforço cuja utilidade nem sempre é bem compreendida. Importa por isso no ensino da Morfologia, não menosprezar os aspectos evolutivos...

Morfologia e actividade física no pós-parto. Efeito da actividade física, aleitamento materno e ganho de massa corporal durante a gravidez nas alterações morfológicas maternas

Moura, Eunice Isabel Marques
Fonte: Universidade Técnica de Lisboa Publicador: Universidade Técnica de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
36.7%
Mestrado em Exercício e Saúde; O nível de actividade física, o tipo de aleitamento materno e o ganho de massa corporal durante a gravidez podem provocar mudanças na morfologia materna durante o pós-parto. Este estudo pretende verificar os efeitos destas variáveis nas alterações morfológicas durante o período de pós-parto. Avaliámos 36 mães que frequentavam as aulas de ginástica pós-parto no Centro Pré e Pós-Parto durante quatro meses. As mães foram avaliadas duas vezes durante o pós-parto com um intervalo de cerca de um mês entre cada avaliação. A morfologia foi obtida através de 19 medidas antropométricas, a actividade física foi avaliada pelo IPAQ (versão reduzida), o ganho de massa corporal e o tipo de aleitamento foram obtidos por entrevista. Os resultados deste estudo, parecem indicar que, entre o 1º e o 4º mês de pós-parto: (1) o estilo de vida sedentário é predominante, mas a morfologia das mães mais sedentárias não difere da apresentada pelas mães menos sedentárias; (2) o tipo de aleitamento (amamentação exclusiva e aleitamento misto) por si só não permite distinguir a morfologia das mães; (3) o ganho de massa corporal durante à gravidez permite explicar entre 11% e 27% da variabilidade morfológica das mães.

Evolução da morfologia de fases de blendas PA6/AES em extrusora de dupla rosca e moldagem por injeção

Bassani,Adriane; Hage Jr,Elias; Pessan,Luiz A.; Machado,Ana V; Covas,José A.
Fonte: Associação Brasileira de Polímeros Publicador: Associação Brasileira de Polímeros
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2005 PT
Relevância na Pesquisa
36.7%
A evolução da morfologia de fases em blendas não reativas e reativas de poliamida-6 com copolímero de acrilonitrila/EPDM/estireno (AES) em uma extrusora de rosca dupla co-rotacional foi investigada. A evolução da morfologia de fases ao longo da extrusora de rosca dupla foi monitorada através da coleta de pequenas amostras em válvulas no barril da extrusora e caracterização por microscopia eletrônica de transmissão (MET). Foram utilizados como compatibilizantes reativos os copolímeros metacrilato de metila-co-anidrido maleico (MMA-MA) e metacrilato de metila-co-metacrilato de glicidila (MMA-GMA). Os grupos anidrido maleico e epóxi nos copolímeros podem reagir com os grupos finais de cadeia da poliamida durante o processamento no estado fundido e melhorar a interação na interfase do sistema PA6/AES. A blenda PA6/AES não compatibilizada apresentou uma morfologia grosseira de fases onde a fase AES não está bem dispersa na matriz de PA6 devido à falta de interações adequadas entre os componentes da blenda. A adição do compatibilizante MMA-GMA não proporcionou boa dispersão de fases e não melhorou as propriedades mecânicas da blenda, provavelmente porque as possíveis reações no sistema são lentas e podem não ocorrer na extrusora. Por outro lado...

Avaliação do efeito de um adoçante comercial com sucralose na marcação de constituintes sanguíneos com tecnécio-99m, na morfologia das hemácias e na biodisponibilidade dos radiofármacos pertecnetato de sódio e ácido dietilenotriaminopentacético-tecnécio-99m em ratos Wistar.

Rocha, Gabrielle de Souza
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde; Ciências da Saúde Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde; Ciências da Saúde
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.74%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Células e moléculas são marcadas com tecnécio-99m (99mTc) e usadas na obtenção de imagens em medicina nuclear. Produtos naturais e sintéticos podem interferir na marcação de constituintes sanguíneos com 99mTc. A sucralose é um adoçante utilizado em alimentos e bebidas, sendo indicado para indivíduos com dietas de restrição calórica como obesos e diabéticos. O objetivo desse estudo foi avaliar o efeito do adoçante comercial com sucralose: (i) na marcação de constituintes sangüíneos com 99mTc; (ii) na morfologia das hemácias e (iii) na biodistribuição dos radiofármacos pertecnetato de sódio (Na99mTcO4) e ácido dietilenotriaminopentacético marcado com 99mTc (99mTc-DTPA) em ratos Wistar. No estudo in vitro, amostras de sangue de animais foram isoladas e incubadas com diferentes concentrações da solução de sucralose ou solução de NaCl 0,9% (controle). No tratamento in vivo, animais foram tratados com sucralose em diferentes doses ou solução de NaCl 0,9% (controle) e em diferentes tempos. Amostras de sangue foram isoladas e a marcação de constituintes sanguíneos com 99mTc foi realizada. Plasma e células foram isolados por centrifugação. Frações solúvel e insolúvel de plasma e células sanguíneas também foram separadas utilizando-se ácido tricloroacético a 5% e centrifugação. A radioatividade em cada fração foi contada e a porcentagem de radioatividade incorporada (%ATI) foi calculada. Distensões sanguíneas foram preparadas...

Localização de faltas em linhas de transmissão usando morfologia matemática; Location of Fault Lines Transmission using Mathematical Morphology

Cavalcante, Paulo Anderson Holanda
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica; Automação e Sistemas; Engenharia de Computação; Telecomunicações Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica; Automação e Sistemas; Engenharia de Computação; Telecomunicações
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.7%
This work an algorithm for fault location is proposed. It contains the following functions: fault detection, fault classification and fault location. Mathematical Morphology is used to process currents obtained in the monitored terminals. Unlike Fourier and Wavelet transforms that are usually applied to fault location, the Mathematical Morphology is a non-linear operation that uses only basic operation (sum, subtraction, maximum and minimum). Thus, Mathematical Morphology is computationally very efficient. For detection and classification functions, the Morphological Wavelet was used. On fault location module the Multiresolution Morphological Gradient was used to detect the traveling waves and their polarities. Hence, recorded the arrival in the two first traveling waves incident at the measured terminal and knowing the velocity of propagation, pinpoint the fault location can be estimated. The algorithm was applied in a 440 kV power transmission system, simulated on ATP. Several fault conditions where studied and the following parameters were evaluated: fault location, fault type, fault resistance, fault inception angle, noise level and sampling rate. The results show that the application of Mathematical Morphology in faults location is very promising; Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Neste trabalho...

Avaliação da morfologia condilar em pacientes classe II submetidos à cirurgia ortognática

Marques, Késia Lara dos Santos
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
36.7%
A cirurgia ortognática é indicada para a correção de desarmonias esqueléticas graves. Alterações na morfologia condilar após esta cirurgia são mais frequentes em deformidades classe II associadas à hipoplasias condilares. O objetivo deste estudo foi avaliar alterações lineares, angulares e volumétricas na morfologia condilar após cirurgia ortognática com rotação anti-horária do complexo maxilomandibular, a partir de tomografias cone-beam pré e pós-cirúrgicas, obtidas com pacientes posicionados com o plano de Frankfurt paralelo ao solo. As imagens tomográficas de 23 pacientes Classe II operados entre os anos de 2011 e 2012 foram convertidas em arquivo DICOM (Digital Imaging and Comunications in Medicine) e exportadas para o software Dolphin Imaging® para análise bi e tridimensional nos planos coronal e sagital. Para análise estatística foram aplicados teste de normalidade Shapiro-Wilk, o que definiu teste t de Student para as variáveis com distribuição normal (P>.05) e teste de Wilcoxon para as variáveis que não apresentaram distribuição normal (P<.05). O estudo mostrou diferenças estatisticamente significativas entre pré-operatório e pós-operatório para as variáveis: altura da fossa articular do côndilo direito (X2 direito)...

Human morphology from morphology; Morfologia da morfologia humana; Morfologia da morfologia humana

Borges de Meneses, Ramiro Délio
Fonte: Universidade do Rosário Publicador: Universidade do Rosário
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 06/09/2010 SPA
Relevância na Pesquisa
36.74%
The purpose of this article is to explain the grammatical rules of the Nomina Anatomica. Meanwhile, there is a new synchronic formulation to the Nomina Anatomica, according to systematic cases and Latin declinations with applications to the entity of the human body, and very important indications about the diachronic grammar. Therefore, the morphologic grammar plays a very important role to the interpretations of Human Anatomy; Este artigo pretende apresentar as orientações gramaticais sincrónicas (normativas) da Nomina Anatomica sendo referenciado como estudo morfológico sobre a morfologia humana (anatomia). Aqui são estudos os casos e as declinações latinas aplicadas a entidades anatómicas, permitindo definir as regras terminológicas da Nomina Anatómica. Assim, é possível determinar uma gramática normativa da linguagem anatómica e precisar o seu sentido linguístico.; El presente artículo expone las reglas gramaticales normativas de la Terminologia Anatómica siendo considerado como un estudio morfológico sobre la anatomía humana. Se estudian a través de casos sistemáticos de las declinaciones latinas de estucturas anatómicas lo que permite definir las reglas terminológicas de la Nomina Anatómica. De esta manera es posible determinar una gramática normativa del lenguaje anatómico y precisar su sentido lingüistico

Nectarios extraflorales de especies de Vigna de la Argentina : morfología, origen, función; Extrafloral nectaries of species of Vigna from Argentina : morphology, origin, function

Ojeda, Fabiana Soledad
Fonte: Facultad de Ciencias Exactas y Naturales. Universidad de Buenos Aires Publicador: Facultad de Ciencias Exactas y Naturales. Universidad de Buenos Aires
Tipo: Tesis Doctoral Formato: text; pdf
Publicado em //2013 ESPAñOL
Relevância na Pesquisa
36.7%
Se estudió la biología reproductiva de cuatro especies de Vigna nativas de la Argentina con potencial forrajero y/u ornamental. Vigna adenantha (G. F. W. Meyer) Maréchal Mascherpa & Stainier, Vigna candida (Vell.) Maréchal Mascherpa & Stainier, Vigna caracalla (L.) Verdc. y Vigna luteola (Jacq.) Benth., en poblaciones naturales y en un cultivo en C.A.B.A. Se investigó la ontogenia, morfología y función de los nectarios extraflorales (NEFs) asociados a las inflorescencias, así como la utilidad de éstos para la taxonomía. Además se exploraron otros aspectos reproductivos relacionados con los NEFs plausibles de contribuir a esta disciplina: morfología de semillas y plántulas, longevidad de las plantas, biología floral y sistema reproductivo. Los caracteres que resultaron útiles fueron la morfología de las semillas y de las plántulas, el tipo de germinación, la longevidad de las plantas, los atributos florales, la cantidad de NEFs, su anatomía y citología. Los NEFs se originan de flores abortivas. La secreción e granulocrina. La ontogenia del primer o único NEF funcional es concordante con el desarrollo del polen y del megagametofito de las flores del mismo nudo. Las hormigas que visitaron los NEFs no constituyeron una defensa biológica contra los fitófagos...

The process of urban development of Areia/PB: contribution to studies of morphology and urban history in Brazil; El desarrollo urbano de Areia/PB: contribución a los estudios de morfología y historia urbana en Brasil; O desenvolvimento urbano de Areia/PB: contribuição aos estudos de morfologia e história urbana no Brasil

Moreira, Fernando Diniz; Moraes, Carla Gisele M. Santos Martins
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Arquitetura e Urbanismo Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Arquitetura e Urbanismo
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2009 POR
Relevância na Pesquisa
36.74%
This article studies the origins and the shaping of Areia, Paraíba, Brazil, between the 18th and 20th centuries, from an urban morphology viewpoint. We argue that the Areia's pattern of growth corresponds to those of other cities of Colonial Brazil. These similarities can be found in their setting and urban form, particularly in their origins as stops along penetration routes, as a result of the merging of different and tiny settlements, or even in their decline caused by their exclusion from the railway networks. These analogies ratify the need to include Areia in the map of Brazilian urban studies.; Este artículo estudia el proceso de formación y crecimiento de Areia, Paraíba, entre los siglos XVIII y XX, utilizando la Morfología Urbana. Creemos que el proceso de conformación y desarrollo de Areia, ciudad periférica, pequeña y ausente en los estudios de urbanismo colonial, está relacionado con el de otras urbes brasileñas, en la forma del lugar de implantación, la génesis desde la ruta de acceso o la unión de polos dispersos o en la exclusión económica de las redes de ferrocarriles. Esas analogías confirman la importancia de incluir Areia entre los casos comúnmente considerados por los historiadores urbanos brasileños.; Este artigo estuda o processo de formação e crescimento urbano de Areia...

O tratamento da morfologia não-concatenativa pela morfologia distribuída: o caso dos blends fonológicos

Nóbrega, Vitor Augusto; USP; Minussi, Rafael Dias; UNIFESP
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 22/05/2015 POR
Relevância na Pesquisa
36.7%
Neste artigo, discutimos alguns aspectos da morfologia não-concatenativa do português brasileiro, concentrando-nos nas propriedades morfossintáticas e semânticas dos blends. Tratamos, mais especificamente, dos blends fonológicos, nos quais há a sobreposição de segmentos idênticos das palavras-fontes que o constituem (e.g., roubodízio < roubo + rodízio). Demonstramos que, mesmo nos blends formados através de sobreposição de segmentos fonológicos idênticos, o input imediato para a mesclagem decorre de fatores semânticos, e não fonológicos, sendo esses últimos epifenomenais, tal como sugerido em Minussi e Nóbrega (2014)

A Morfologia Distribuída no Brasil: duas décadas de existência

Lemle, Miriam; Scher, Ana Paula; Silva, Maria Cristina Figueiredo; Medeiros, Alessandro Boechat de
Fonte: Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais Publicador: Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Avaliado pelos pares Formato: application/pdf
Publicado em 31/12/2012 POR
Relevância na Pesquisa
36.7%
Este artigo é um conjunto de quatro testemunhos de pesquisadoresbrasleiros que se apaixonaram pela Morfologia Distribuída desdea publicação do artigo inaugural de autoria de Morris Halle eAlec Marantz, “Distributed morphology and the pieces ofinflection”, em 1993. Essa teoria propõe uma nova arquitetura degramática que tem muito em comum com a sintaxe e pouco a vercom a morfologia tradicional – por exemplo, o antigo léxico édecomposto em três diferentes listas. Cada um dos contribuidoresfoi convidado a responder as seguintes questões: (i) Qual foi acaracterística da Morfologia Distribuída que levou você a gostarmais dessa versão da gramática gerativa?; (ii) Qual foi o primeirotema que você mesma/mesmo explorou com base nessa teoria?;(iii) Por que razão esse modelo parece a você mais vantajoso doque o modelo gerativo tradicional de morfologia?; (iv) Que outrostemas você incentivou e vem incentivando alunos seus a explorar, e que interfaces do modelo ganham foco em cada caso?; (v) Emque novas questões você tem vontade de trabalhar a curto prazo?

Morfologia dos órgãos genitais masculinos de quati (Nasua nasua, Linnaeus 1766).; .

Franciolli, André Luis Rezende; Programa de Pós-Graduação da FMVZ – USP; Costa, Gerlane de Medeiros; Programa de Pós-Graduação da FMVZ – USP; Mançanares, Celina Almeida Furlanetto; Departamento de Morfologia, Centro Universitário da Fundaçã
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2007 POR
Relevância na Pesquisa
46.57%
O objetivo deste trabalho foi descrever a morfologia dos órgãos genitais masculinos em Nasua nasua. Foram utilizados cinco quatis provenientes do Criatório Científico CECRIMPAS (UNIfeob). Os animais ortotanasiados foram fixados em solução de formaldeído a 10% para posterior dissecação. Para microscopia de luz, foram colhidos fragmentos dos órgãos genitais, que foram processados e incluídos em parafina, cortados e corados, para fotodocumentação. Macroscopicamente, o pênis do Nasua nasua não era suspenso e sim preso à pele abdominal, em dois dos animais sexualmente imaturos, enquanto nos três outros animais maduros, o pênis encontrava-se suspenso entre os membros pélvicos. Circundando o prepúcio, na sua porção mais distal, foi observada uma glândula cuja secreção era branca e pastosa. A glande do pênis apresentou uma dilatação proximal (bulbo da glande), de consistência firme à palpação, que era constituída pela parte dilatada do báculo. A posição dos testículos, dentro do escroto, era horizontal. A próstata apresentou-se com formato globoso, circundando a uretra. Microscopicamente, os testículos eram envoltos por uma cápsula de tecido conjuntivo denso, a túnica albugínea testicular. O ducto epididimário era provido de um epitélio pseudoestratificado prismático com estereocílios. A uretra peniana apresentou-se circundada pelo corpo esponjoso e no restante do pênis apresentou o corpo cavernoso (tecido erétil).; Morphology of the male genital organs in the coati (Nasua nasua...

Morphology of arbuscular mycorrhizas in Tabebuia avellanedae Lorentz ex Griseb. (Bignoniaceae); Morfologia de micorrizas arbusculares em Tabebuia avellanedae Lorentz ex Griseb. (Bignoniaceae)

Paulilo, Maria Terezinha Silveira; Universidade Federal de Santa Catarina; Moratelli, Eliane Maria; Universidade Federal de Santa Catarina; Dalla Costa, Murilo; Universidade Federal de Santa Catarina; Santos, Marisa; Universidade Federal de Santa Catarina
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; substrato de cultivo inoculado.; Substratum inoculated. Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2007 POR
Relevância na Pesquisa
36.74%
O conhecimento sobre o tipo de morfologia de micorrizas arbusculares é importante uma vez que a função fisiológica das estruturas micorrízicas e reações de defesa do hospedeiro podem apresentar diferenças entre as morfologias Arum e Paris. As raízes de plântulas de Tabebuia avellanedae, colonizadas tanto por população nativa presente no solo de mata utilizado no cultivo ou provindos de inoculação do solo de mata com Glomus clarum e Glomus tunicatum, apresentaram micorrizas arbusculares tanto com morfologia tipo Arum como morfologia tipo Paris, caracterizando uma morfologia do tipo intermediário. A presença de morfologia intermediária poderia ser ecologicamente vantajosa, pois traria aos hospedeiros os benefícios apresentados pelas morfologias Arum e Paris.; The knowledge about de morphology of arbuscular mycorrhizas is important since the physiological function of mycorrhizal structure and defense reactions of host can show differences between the Arum and Paris type morphology. Root seedlings of Tabebuia avellanedae, colonized both by native or inoculated (Glomus clarum and Glomus tunicatum) arbuscular mycorrhizal fungi showed both Arum and Paris type of morphology, characterizing an interrnediary type of morphology. This kind of morphology can bring ecological important since the hosts could take benefit of the advantages of each type of morphology.