Página 1 dos resultados de 4010 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

Modernização periférica e crise do trabalho: considerações sobre a reprodução social a partir da periferia metropolitana de São Paulo; Modernization and peripheral crisis work: considerations for social reproduction from the periphery of metropolitan São Paulo

Messias, Fernando Firmino
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 05/03/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.04%
O crescimento econômico brasileiro nas décadas de 60 e 70, sobretudo, levantava questões importantes referentes aos mecanismos nos quais se estabelecia a exploração da força do trabalho frente à modernização nacional e, por conseguinte, à consolidação de um padrão de acumulação urbano-industrial. Nessa direção, verificava-se a superexploração do trabalho como fundamental ao contexto do Milagre Econômico, assentado em relações de trabalho cuja especificidade estava no pagamento de um salário ao trabalhador que não correspondia às necessidades integrais para a sua reprodução. No interior deste debate, alcançavam-se os problemas da reprodução da força de trabalho que levava a cabo o processo econômico, dos quais se desdobram, nas grandes metrópoles brasileiras, principalmente, os termos da espoliação urbana. Diante deste quadro, a urbanização no Brasil, sobretudo a partir da dimensão que assumia o crescimento das periferias urbanas , foi compreendida como um momento deste processo, pois denotava uma modernização que, no limite, não apenas reproduzia os salários insuficientes dos trabalhadores e a carência por bens de consumo coletivos no âmbito de um diminuto salário indireto -, mas também os tinha como fundamento. Esta dissertação procura recuperar algumas questões deste debate acerca das periferias da superexploração do trabalho e tecer algumas considerações de modo a auxiliar na reflexão sobre a reprodução social contemporânea a partir da periferia de São Paulo. Para tanto...

Do paradigma global de modernização ecológica às apropriações locais : o mecanismo de desenvolvimento limpo (MDL) no Brasil

Blanco, Gabriela Dias
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.04%
O presente estudo procura responder ao seguinte questionamento: De que forma, e a partir de quais racionalidades, o paradigma global de Modernização Ecológica é apropriado – e uma noção de desenvolvimento sustentável é constituída - pelos atores econômicos brasileiros formuladores de projetos de Mecanismo de Desenvolvimento Limpo para o mercado de créditos de carbono? O primeiro pressuposto adotado neste estudo é que a difusão global da Modernização Ecológica como um paradigma para o campo das Políticas Públicas Ambientais reflete o fortalecimento da noção de desenvolvimento sustentável construída no âmbito dos acordos e negociações internacionais sobre mudança climática. O segundo pressuposto é o de que o paradigma de Modernização Ecológica, no contexto de emergência global de uma Sociedade do Risco (BECK, 1995), pode ser compreendido como uma tentativa de “modernização política”, a partir da qual há a defesa da emergência de uma racionalidade ecológica, que institucionalizaria uma dimensão eminentemente ecológica nas práticas de produção e consumo. Como hipótese central tem-se que a centralidade conferida, historicamente, a estruturas econômicas degradadoras de apropriação/produção de recursos naturais no país...

Tipologia de agricultores familiares : construção de uma escala para os estagios de modernização da agricultura

Margarida Maria Hoeppner Zaroni
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em /02/2004 PT
Relevância na Pesquisa
37.13%
O objetivo geral do presente estudo consistiu em construir uma escala para estimar o estágio de modernização de um estabelecimento agrícola, em uma avaliação piloto, com o auxílio da Teoria da Resposta ao Item apresentando, às Ciências Sociais na Agricultura, uma nova metodologia de análise estatística de tipologias de agricultores. A sua fundamentação empírica - a não casualidade das variáveis que graduam a modernização de um estabelecimento agrícola - ancorou a hipótese de que, independente dos construtos e metodologias estatísticas abordados, encontra-se subjacente à diferenciação do estabelecimento familiar, um gradiente de modernização, e que o desempenho sócio-econômico do estabelecimento está associado à presença de atributos que lhe confere o rótulo de moderno. Amostras aleatórias de estabelecimentos familiares dos municípios de Leme e Itapeva, oriundas de uma pesquisa de modernização da agricultura paulista, forneceram os dados. Os principais resultados foram - o gradiente de modernização como fator dominante na estrutura de correlação multidimensional entre os níveis de desenvolvimento tecnológico, relações sociais, instrumentos de apoio à produção, estratégias fundiárias, grau de capitalização para o financiamento...

A concepção de modernização na política de cooperação técnica entre o MEC e a USAID

Gaio, Daniel Machado
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
36.99%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, 2008.; O presente estudo tem como objetivo compreender os significados dos conceitos de modernização historicamente construídos e analisar criticamente a relação entre o discurso de modernização e a efetivação deste na política educacional proposta pela USAID. Buscamos discutir o conceito de modernização proposto, no contexto da cooperação técnica e financeira desenvolvida junto ao MEC entre os anos de 1963 e 1971, destinados à reformulação da estrutura do ensino básico brasileiro. Para tanto, tornou-se necessário um aprofundamento sobre o papel das associações empresariais e dos organismos internacionais no contexto e a participação destes, enquanto cooperação técnica internacional, na formulação das políticas públicas do Estado brasileiro. A análise da cooperação técnica e financeira celebrada entre a USAID e o MEC e dos estudos e documentos que a permeiam apontam para o reconhecimento de duas razões fundamentais para a sua existência: em primeiro lugar, uma razão de natureza externa, compreendendo a ação ideológica desenvolvida pelos Estados Unidos no sentido de criar as condições culturais e psicológicas para a absorção e legitimação da hegemonia estadunidense; a outra razão...

A teoria da modernização ecológica : uma avaliação crítica dos fundamentos teóricos

Olivieri, Alejandro Gabriel
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.08%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Departamento de Sociologia, 2009.; Este trabalho tem como objetivo fazer uma análise teórica crítica dos fundamentos conceituais da Teoria da Modernização Ecológica. Ao se fazer isso, se pretende também aprofundar em algumas noções teóricas relativas às continuidades e transformações institucionais da modernidade tardia, quando defrontadas com os desafios ambientais em curso, tal como são analisados pela Sociologia Ambiental atual. Analisam-se, primeiramente, os diferentes posicionamentos conceituais das principais tradições teóricas que formam parte da Sociologia Ambiental em relação a essas temáticas. A seguir, se realiza um diagnóstico dos conceitos-chave que sustentam o arcabouço teórico da Teoria da Modernização Ecológica, sublinhando-se, especialmente, as suas abordagens originais e diferenciadas, se comparadas com as perspectivas das tradições teóricas clássicas da Sociologia Ambiental. Por último, destaca-se a relevância do debate teórico em curso, entre a Teoria da Modernização Reflexiva, a Teoria da Sociedade do Risco e a Teoria da Modernização Ecológica, tanto para a Teoria Sociológica Contemporânea como para própria Sociologia Ambiental. O que a Teoria da Modernização Ecológica considera significativo no debate conceitual com ambas as teorias é o reconhecimento explícito de que os problemas e desafios ambientais formam parte do núcleo central das mudanças estruturais em direção à modernidade tardia. O trabalho permite concluir que as formulações atuais da Teoria da Modernização Ecológica se desenvolveram gradualmente desde meados da década de 1980...

O impacto de um sistema de gestão da qualidade na modernização da Administração Pública : o caso da Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis

Pinheiro, Ana Paula Pereira
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.04%
A implementação de um sistema de gestão da qualidade em serviços públicos têm vindo a aumentar não só em Portugal, mas em toda a Europa e no Mundo. Apesar de existirem alguns estudos, essencialmente direccionados para o sector privado, não se tem dado especial relevância ao estudo dos impactos da utilização e adopção de um sistema de gestão da qualidade na modernização dos serviços públicos. Este nosso estudo pretende contribuir para o preenchimento desta lacuna, através do estudo do impacto de um sistema de gestão a qualidade num serviço público. Para o efeito, fazemos uma incursão pelos diversos períodos da reforma e modernização administrativa em Portugal, direccionadas para a gestão da qualidade nos serviços. Consideramos importante perceber as estratégias e características de modernização, o movimento reformador legislativo até à gestão da qualidade nos serviços públicos. Apresenta-se uma reflexão sobre os principais modelos de gestão da qualidade. Ainda nos debruçamos sobre os desafios, as motivações da implementação de um sistema de gestão da qualidade bem como as vantagens que um serviço público pode retirar da certificação dos seus serviços. Para responder à pergunta “Qual o impacto da implementação de um sistema de gestão da qualidade na modernização da Administração Pública?” escolhemos a Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis...

As TIC na modernização administrativa do ensino não superior

Campos, Isabel Maria Neves Ribeiro
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.04%
Este estudo debruçou-se sobre a temática das Tecnologias da Informação e Comunicação e seu alinhamento com a Modernização Administrativa das escolas do ensino não superior. Considerando as Tecnologias da Informação e Comunicação como uma referência da Modernização Administrativa, preconizada para a Administração Pública em geral e para as escolas do ensino não superior em particular, na adaptação dos Sistemas de Informação e o seu uso na implementação do Plano Oficial de Contabilidade para a Educação, o estudo procedeu, inicialmente, à análise bibliográfica destes aspetos. Pretendendo analisar se nas escolas não superiores as Tecnologias da Informação e Comunicação têm procurado manter o seu alinhamento com os processos inerentes à Modernização Administrativa aplicou-se uma metodologia de análise baseada num questionário e efetuou-se o tratamento dos dados, com o objetivo de através dos resultados responder ao problema e às questões da investigação. Os resultados que obtivemos permitiram concluir que ao nível das escolas não superiores da DREC, as Tecnologias da Informação e Comunicação têm conseguido, ao seu ritmo, alinhar-se com os processos inerentes à Modernização Administrativa e que as dificuldades que poderão ocorrer em algumas situações indiciam um esforço notório nesse caminho...

Modernização da Administração Pública: O Contributo da Centralização Financeira das Subunidades do COFA

Augusto, José
Fonte: Repositório Comum de Portugal Publicador: Repositório Comum de Portugal
Tipo: Outros
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
36.99%
A otimização dos recursos humanos e materiais é a grande prioridade do poder político, no âmbito da modernização da Administração Pública, ao responsabilizar os gestores públicos pela execução orçamental e ao maximizar a economia, eficiência e eficácia, tendo como finalidade a melhoria da quantidade e qualidade do serviço prestado. A Reforma da Administração Financeira do Estado estatuiu alterações de fundo, de onde se destaca o Plano Oficial de Contabilidade Pública, a unidade de tesouraria e a integração da informação. Os serviços da Administração Pública devem primar por uma agregação de funções e atividades comuns, a fim de evitar a duplicação de procedimentos administrativos. Este trabalho de investigação individual tem como grande objetivo averiguar se o contributo da centralização financeira das Subunidades do COFA, se enquadra nos objetivos da modernização da Administração Pública, ao permitir uma otimização dos recursos humanos e materiais, de acordo com os conceitos de economia, eficiência e eficácia. Para operacionalizar esta temática recorreu-se ao método de investigação em Ciências Sociais de Raymond Quivy e Luc Van Campenhoudt, que assenta em três atos (rutura...

Inovação nos serviços públicos: fatores que impulsionam ou limitam a inovação-modernização e seu impacto na eficácia dos serviços públicos de emprego

Rocha, Anabela dos Santos Vicente
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
36.99%
A modernização dos serviços públicos, como resposta às exigências de resultados (eficiência, eficácia, redução de custos, melhor qualidade de serviço) e de adequação às necessidades e expectativas da sociedade, tem sido, desde as duas últimas décadas do século passado, uma prioridade para os Governos de praticamente todos os Estados desenvolvidos. Urge substituir a lógica vigente, centrada no cumprimento estrito de procedimentos, por uma lógica direcionada para o cidadão/cliente. Neste âmbito, os Serviços Públicos Portugueses apostaram na inovação e modernização, encarando-a como uma ferramenta eficaz, capaz de atenuar algumas não conformidades, nomeadamente a baixa qualidade na prestação dos serviços, as ineficiências na utilização dos recursos disponíveis e o distanciamento da Administração Pública relativamente aos cidadãos. Assim, o objetivo desta investigação consiste na identificação e análise de alguns fatores que impulsionam e limitam a inovação/modernização nos serviços públicos de emprego e qual o impacto na avaliação da eficácia destes serviços. Na presente investigação, optou-se por considerar, os dados relativos ao mês de Dezembro de 2010, para os indicadores de eficácia no Emprego...

O Sindicato dos Estivadores do Porto de Santos e o processo de modernização portuária

Aguiar,Maria Aparecida Ferreira de; Junqueira,Luciano Antonio Prates; Freddo,Antonio Carlos de Moura
Fonte: Fundação Getulio Vargas Publicador: Fundação Getulio Vargas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2006 PT
Relevância na Pesquisa
36.99%
Este artigo é uma reflexão acerca do papel do Sindicato dos Estivadores da cidade de Santos no processo de modernização do porto. Aborda questões como a importância do porto no passado e no presente, a história do sindicato no decorrer do século XX, suas características, suas propostas e seu posicionamento em face da modernização portuária. Analisa a relação entre o processo de modernização do porto de Santos e o Sindicato de Estivadores, no contexto de um mundo globalizado, não só enfocando seu passado, mas, a partir dele, tentando compreender seu papel histórico na vida passada e presente do trabalhador portuário e na própria história do porto e da evolução socioeconômica da cidade de Santos. Este artigo é resultado de aproximação preliminar de pesquisas em desenvolvimento, cuja temática é a modernização do porto de Santos enfocando as transformações nas instituições e no trabalho ocorridas no processo.

Modernidade e diversidade: reflexões sobre a controvérsia entre teoria da modernização e a teoria das múltiplas modernidades

Schmidt,Volker H
Fonte: Departamento de Sociologia da Universidade de Brasília Publicador: Departamento de Sociologia da Universidade de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.04%
O artigo revisita a reivindicação de convergência da teoria da modernização, fortemente criticada pelos teóricos das modernidades múltiplas, que sustentam que realidades emergentes não confirmam suas premissas subjacentes. Baseado em uma leitura completa dos textos clássicos, o artigo reconstrói o significado do termo, dentro de um quadro de referência da teoria da modernização e, então, considera a evidência que os teóricos das modernidades múltiplas apresentam contra o mesmo. O artigo sustenta que nenhuma das observações citadas pelos teóricos mais proeminentes das modernidades múltiplas são capazes de desafiar a teoria da modernização, que pode acomodar facilmente os tipos de diferença evocados por seus críticos. A modernidade do Leste Asiático, em particular, à qual os dois lados atribuem um peso especial para qualquer teste da teoria da modernização, parece notavelmente semelhante à modernidade ocidental quando observada através das lentes dessa teoria. Ao mesmo tempo, a literatura sobre as modernidades múltiplas, apesar de alegar que leva a diferença muito a sério, silencia acerca das diferenças que amplas partes do mundo menos desenvolvido exibem frente ao Ocidente e ao Leste Asiático, em aspectos socioestruturais e culturais...

A modernização militar da China e a distribuição de poder no Leste Asiático

Dornelles Jr.,Arthur Coelho
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Instituto de Relações Internacionais Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Instituto de Relações Internacionais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2014 PT
Relevância na Pesquisa
36.99%
Em razão do fim da União Soviética, China e Estados Unidos perderam um rival importante no Leste Asiático, o que alterou substancialmente a balança de poder da região, levando-a da multipolaridade à bipolaridade, ou seja, desde 1991 China e Estados Unidos são os únicos polos de poder na região. Para melhorar sua posição relativa nesta balança, o governo chinês vem investindo pesadamente na modernização de suas Forças Armadas. O tema deste estudo é o impacto da modernização militar chinesa sobre a distribuição de poder na região, considerando os inventários militares e seus meios de emprego (táticas assimétricas de antiacesso e negação de área), especial-mente na esfera aeronaval. Isso nos leva ao problema geral da presente pesquisa: qual o impacto da modernização militar da China sobre a balança de poder do Leste Asiático? O método utilizado será o de estudo de caso - comparação focada e estruturada. Tal comparação terá um caráter sincrônico, ou seja, considerará os valores das variáveis em um dado momento, apenas. Conclui-se que a modernização militar do Exército de Libertação do Povo (ELP) mudou sensivelmente a distribuição de poder no Leste Asiático em favor da China.

Modernização da agricultura na mesorregião do Nordeste paraense (PA): determinantes e hierarquização.

REBELLO, F. K.; SANTOS, M. A. S. dos; HOMMA, A. K. O.
Fonte: Revista Movendo Idéias, v. 15, n. 2, p. 106-120, 2009. Publicador: Revista Movendo Idéias, v. 15, n. 2, p. 106-120, 2009.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.99%
O trabalho analisa o nível de modernização agrícola da mesorregião do Nordeste Paraense (PA). Para descrever o padrão tecnológico e a classificação relativa dos municípios, utilizou-se a técnica de análise fatorial. Os dados utilizados foram obtidos junto ao Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os resultados mostram a existência de uma grande discrepância no nível tecnológico entre os municípios analisados, evidenciando um contraste nos indicadores relacionados à modernização da agricultura. Dos 45 municípios analisados, apenas quatro atingiram índices de modernização acima de 50%, quando comparados entre si. São eles: Tailândia, Igarapé-Açu, Curuçá e São Francisco do Pará. Do outro lado, os cinco municípios com níveis de modernização mais atrasados são: Mocajuba, Augusto Corrêa, Colares, Limoeiro do Ajuru e Cametá.; 2009

Modernização centralizadora: território e desenvolvimento urbano na província de Sergipe (1855 -1860)

Santos, Waldefrankly Rolim de Almeida
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Tese de Doutorado
BR
Relevância na Pesquisa
36.99%
A tese parte da premissa de que a criação da cidade de Aracaju, em 1855, compôs um projeto de ordenamento territorial dos espaços urbanos brasileiros, empreendido pela política administrativa centralizadora do Império, visando à modernização da rede urbana do país. Aracaju representou um processo de modernização conservadora, centralizadora, realizada no período em que o Brasil esteve sob o “domínio” político do Gabinete de Conciliação (1853-1857), o que permitiu a integração das elites regionais em torno de um projeto de modernização nacional. Neste Sentido, a presente tese objetiva visualizar os distintos contornos políticos de Sergipe no contexto de sua participação no Império, à constituição de um ambiente marcado pela idealização de um modo de vida urbano, “civilizado”, capaz de colocar a província nos pontos de convergência de um projeto civilizador nacional, bem como, a centralização e controle territorial por meio da fundação de uma Cidade-Capital e da consolidação da rede urbana em seu entorno. Esta tese contribui para o entendimento das modalidades e dos graus diversos de apropriação e transferência de modelos urbanos no Brasil, ampliando a produção historiografia sobre as cidades brasileiras no império. Utiliza-se...

O ensino de matemática no Rio Grande do Norte: trajetória de uma Modernização (1950-1980)

Gutierre, Liliane dos Santos
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.99%
This work aims to describe and analyze the process of the mathematics teacher modernizing in Rio Grande do Norte, in the period from 1950 to 1980. For that, we use as theoretical foundation assumptions of Cultural History and memories of the researchers Maurice Halbwach, Ecléa Bosi and Paul Thompson. As methodological tools, we used bibliographical resources and semi-structured interviews, in order to do a historical reconstruct of the mathematics educational scene of institutions and people who taught mathematics in Rio Grande do Norte, or those who participated in the modernization of the teaching of this subject, recovering their training and its practices in teaching. For the analysis of the bibliographical resources, initially we organized in a systematic way the transcripts of the interviews and documents, which were accumulated during the research, so long our thoughts, returning to the theoretical basis of this research, through questioning of knowledge acquired and that guided the problem of our study. The analysis showed that, important moments to modernize the teaching of mathematics in Rio Grande do Norte happened such: (1) Training Course of Lay Teachers in Rio Grande do Norte, in 1965, (2) Course for Teachers in Normal Schools...

Modernização agrícola no médio norte goiano: a feira como estratégias de sobrevivência do pequeno produtor rural; Agricultural modernization process in eastern north, state of Goiás: wich has the fair producer

Machado, V. L
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Educação (FE); Faculdade de Educação - FE (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Educação (FE); Faculdade de Educação - FE (RG)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.99%
The Universidade Federal de Goiás - Education College, through Post Degree Education Program, in the field of SocialMovements, Education and Labor enabled this research, with the aim of investigating the agricultural modernization process in Eastern North, state of Goiás, in Ceres-GO , which has in the Fair Producer, the survival strategy of the small farmer . The thesis explains how the formers contributed to the process of agricultural modernization and investigates the way that small producers deal with the fair, as well as knowledge they use, especially mathematicians, who allowed them to play the role of traders. It was used the qualitative method and analysis reference was the Theory of Practice by Pierre Bourdieu, especially habitus and field categories. The results show new habitus formation in an attempt to fit the model established by modernization, from the need to remain in rural areas. It is noticed that they almost don’t worry about business accounting and about using creative steps in order to realize the several challenges posed by agricultural modernization.; A Faculdade de Educação da Universidade Federal de Goiás, por meio do Programa de Pós-graduação em Educação, na linha de pesquisa Movimentos Sociais...

Modernização territorial e redes técnicas em Goiás; Territorial modernization and technical networks in Goiás

Castilho, Dênis
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Geografia (IESA); Instituto de Estudos Socioambientais - IESA (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Geografia (IESA); Instituto de Estudos Socioambientais - IESA (RG)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.15%
If modernity marks a historical period influencing society as a whole, despite of the imperatives of this period, modernization varies in time and space. It means that there are modernizations and not necessarily a single modernization. Despite of having roots and strong connections with events triggered in Europe at first, that's why modernizations performed in Brazil do not have the same procedure as that continent. This led us to consider territorial modernization as an expansion of the capitalist mode process by places or as a spatial manifestation of modernity itself. With this in mind, the aim of this study was to understand the meanings of modernization and territorial dimension of this phenomenon in Goiás. So, we analyze the concept and present four common problems in contemporary debates. The first concerns to its naturalization in scientific community. The second concerns the way space is designed. The third is about the analysis of modern process by pairs opposites and separate, which inevitably culminate in dualistic approaches . The fourth is a reflection of the theoretical dualism of interpretations on goiano territory. The discussion of these problems has led us to propose some possible ways of interpretation. From the first issue we present the need of discussing the meanings of modernization...

Modernização da Administração Pública: O Contributo da Centralização do Processamento de Vencimentos do MDN

Arede, Pedro
Fonte: Repositório Comum de Portugal Publicador: Repositório Comum de Portugal
Tipo: Outros
Publicado em //2007 POR
Relevância na Pesquisa
37.04%
O Governo elegeu a modernização da Administração Pública como componente essencial da estratégia de desenvolvimento do país. Neste âmbito, foram identificados, entre outros imperativos, a revisão do sistema de carreiras e remunerações dos funcionários públicos e demais servidores do Estado e a reavaliação da dimensão da estrutura da Administração Pública, apostando na simplificação, racionalização e reengenharia de procedimentos administrativos, dando especial atenção à organização progressiva de serviços de partilha de funções e atividades comuns. Dentro desta linha de ação, o Ministro da Defesa Nacional determinou que fossem avaliadas as atividades desenvolvidas pelos Órgãos e Serviços Centrais do Ministério da Defesa Nacional, com vista a atingir os objetivos de modernização definidos. Neste contexto, este trabalho pretendeu averiguar se a centralização do processamento de vencimentos do Ministério da Defesa Nacional pode contribuir para o objetivo de modernização da Administração Pública, de acordo com os requisitos acima enunciados. Para concretizar essa intenção recorreu-se ao método de investigação em ciências sociais proposto por Raymond Quivy. Este método é constituído por três fases (rutura...

Tecnologia na agricultura brasileira: indicadores de modernização no início dos anos 2000; Texto para Discussão (TD) 1163: Tecnologia na agricultura brasileira: indicadores de modernização no início dos anos 2000; Technology in Brazilian agriculture: indicators of modernization in the early 2000s

Figueiredo, Nelly Maria Sansígolo de; Corrêa, Angela Maria Cassavia Jorge
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
PT-BR
Relevância na Pesquisa
37.08%
Este trabalho trata da evolução recente na modernização da agropecuária nacional no início dos anos 2000. Para isso são feitas estimativas de vários indicadores de modernização, segundo suas manifestações na propriedade agrícola. São considerados indicadores que expressam a produtividade agrícola, o progresso técnico e a intensidade do uso de capital, com base em fontes do governo e da indústria, dada a restrição de que o último censo agropecuário do país data de 1995/1996. A maioria dos indicadores estimados é apresentada como razões, cujo denominador é o número de pessoas ocupadas ou a área de lavouras. Analisam-se também as diferenças regionais dos níveis de modernização, tomando-se como referência os dados de 2002. Os resultados apontam para o fato de, no início dos anos 2000, a modernização agrícola no Brasil estar associada ao rápido crescimento da intensidade do uso da terra e da relação capital–trabalho, com reflexos sobre os extraordinários ganhos de produtividade ocorridos nesse período. Comparações regionais dos indicadores de modernização em 2002 apontam para a manutenção de disparidades, o que ocorre com a distribuição dos recursos de crédito de custeio e de investimento...

Modernidade e diversidade: reflexões sobre a controvérsia entre teoria da modernização e a teoria das múltiplas modernidades

Schmidt, Volker H.; Universidade Nacional de Cingapura
Fonte: Universidade de Brasilia Publicador: Universidade de Brasilia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 08/02/2012 POR
Relevância na Pesquisa
37.04%
O artigo revisita a reivindicação de convergência da teoria da modernização, fortemente criticada pelos teóricos das modernidades múltiplas, que sustentam que realidades emergentes não confirmam suas premissas subjacentes. Baseado em uma leitura completa dos textos clássicos, o artigo reconstrói o significado do termo, dentro de um quadro de referência da teoria da modernização e, então, considera a evidência que os teóricos das modernidades múltiplas apresentam contra o mesmo. O artigo sustenta que nenhuma das observações citadas pelos teóricos mais proeminentes das modernidades múltiplas são capazes de desafiar a teoria da modernização, que pode acomodar facilmente os tipos de diferença evocados por seus críticos. A modernidade do Leste Asiático, em particular, à qual os dois lados atribuem um peso especial para qualquer teste da teoria da modernização, parece notavelmente semelhante à modernidade ocidental quando observada através das lentes dessa teoria. Ao mesmo tempo, a literatura sobre as modernidades múltiplas, apesar de alegar que leva a diferença muito a sério, silencia acerca das diferenças que amplas partes do mundo menos desenvolvido exibem frente ao Ocidente e ao Leste Asiático, em aspectos socioestruturais e culturais...