Página 1 dos resultados de 404 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

'No Poema': um paradigma da tessitura poética de Sophia de Mello Breyner Andresen; 'No Poema': a paradigm of Sophia de Mello Breyner Andresen's poetry

Steinberg, Vivian
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/06/2006 PT
Relevância na Pesquisa
46.29%
Este trabalho tem como objeto a investigação da poética de Sophia de Mello Breyner Andresen através da série No Poema, sétima parte do livro Geografia (1967). A poeta joga com a crosta terrestre e a crosta da linguagem. Notamos elementos comuns entre sua poética e a de seus pares, por exemplo: a poeta denuncia a morte dos deuses e a crise da linguagem, há o desaparecimento elocutório do sujeito, o silêncio está presente como elemento da criação, a poeta persegue o "ostinato rigore" que Paul Valéry retomou. A poesia de Sophia tem pontos coincidentes com a de Hölderlin, enquanto poeta que vê a linguagem como casa do ser, com a de João Cabral, o "ostinato rigore", o silêncio como elemento da criação poética e o desaparecimento do sujeito depois da criação, com a de Francis Ponge, o gosto pelo concreto, por nomear precisamente os objetos, com a de Paul Celan, a síntese, com a de Fernando Pessoa, o paradigma da tradição literária portuguesa moderna. Essa constatação se deu a partir da nossa leitura dos poemas selecionados para a análise.; This assignment aims the investigation over Sophia de Mello Breyner Andresen poetics throughout the series "No Poema", in the 7th part of the book entitled Geografia (1967). The poet plays up with the earthy and language crust. We observe common elements between her poetics and of her pairs. For instance: the poet reveals the Gods death as well as the language crisis. The subject has a discursive fading...

Um obscuro encanto: gnose, gnosticismo e poesia moderna; Gnosticism, the religious doctrine of Late Antiquity, in its relationship to poetry

Willer, Claudio Jorge
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 28/03/2008 PT
Relevância na Pesquisa
46.36%
A presente tese é sobre gnosticismo, doutrina religiosa da Antiguidade tardia, em sua relação com a poesia. Procura circunscrever seu âmbito, definir suas características e localizar seus principais temas: entre outros, o dualismo, os mito do demiurgo, das duas almas, do andrógino primordial, sua noção do tempo e sua relação com hermetismo, astrologia e alquimia. Mostra como mitos e temas gnósticos e até um estilo, um modo gnóstico de escrever, reaparecem ou são retomados por poetas românticos, simbolistas e modernistas, inclusive aqueles de língua portuguesa. Entre outros, examina William Blake, Novalis, Gérard de Nerval, Baudelaire, Rimbaud, Mallarmé, Lautréamont, Breton, Fernando Pessoa, Dario Veloso e Hilda Hilst. Sustenta que, sendo arcaico e anacrônico em seu dualismo e sua complexa cosmovisão e teologia, ao mesmo tempo o gnosticismo pode ser associado a uma mentalidade moderna e, como parte dela, a criações literárias, algumas inovadoras, pelo caráter sincrético e por formular uma crítica total, cósmica, na era da crítica. Também mostra como poetas não apenas absorveram ou reproduziram aquela doutrina, mas o fizeram de modo pessoal e original, transformando-a e reinventando-a. E, principalmente...

Estudo sobre o erigir de uma locução moderna nos Petits Poèmes en Prose, de Charles Baudelaire; Study on the erect a modern locution in Petits Poèmes en Prose, by Charles Baudelaire

Ferreira, Jeferson
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/02/2011 PT
Relevância na Pesquisa
36.5%
Publicado em 1869 configurando-se, portanto, como obra póstuma o conjunto de poemas do livro Petits Poèmes en Prose, de Charles Baudelaire, mostra-se, diante da crítica, como um enigma em dois níveis: no primeiro, como projeto de um sujeito poético que contrasta com a locução lírica de Les Fleurs du Mal; e no segundo, como gênero que desafia os lugares formais, convencionalmente dedicados à poesia e à prosa. A partir deste problema, o presente estudo tem por objetivo analisar a aventura do poema em prosa de Baudelaire, respeitando sua dicção singular, e sem esquecer de situá-la em toda a fortuna crítica a respeito do gênero. Para tanto, recupera-se o ambiente enunciativo destes poemas em prosa; considerando, inicialmente, os lugares e funções da oposição poesia/prosa no Século XIX, e, depois, ligando essas pesquisas às particularidades da poética de Baudelaire. No trato com a matéria verbal, a partir da observação do uso de apostos e construções em sequência, relacionar a reflexão teórica a uma lírica dita moderna, a uma poética do incerto, mostrou-se fértil, conferindo ao trabalho uma abertura em direção ao incompleto como projeto de escritura.; Published in 1869 therefore, a posthumous work the collection of poems of the book Petits Poèmes en Prose...

Situação do autor na poesia moderna: Fernando Pessoa e Ezra Pound; Authors situation in modern poetry: Fernando Pessoa and Ezra Pound

Damasceno, Rodrigo Lôbo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 05/12/2014 PT
Relevância na Pesquisa
66.62%
Esta dissertação propõe um estudo comparativo das obras críticas e poéticas de Fernando Pessoa e Ezra Pound, partindo da hipótese central de que a leitura conjunta dos seus textos proporciona um ângulo privilegiado de análise, tanto de seus procedimentos específicos quanto de alguns dos aspectos axiais da poesia moderna e das tensões que os constituem. Focaliza, para tanto, as estratégias formais que os poetas utilizam na busca por uma espécie de despersonalização poética (seja na escrita de poesia, seja em sua leitura e em sua crítica): os fenômenos da heteronímia e da persona. Como eixo organizador dessa leitura, encontra-se a relação dos dois autores com a tradição literária entendida como arquivo de escritos que caberia ao poeta contemporâneo (moderno e antimoderno) conservar e renovar, o que os faz assumir uma postura contrária à das manifestações mais severas das vanguardas, sobretudo do Futurismo italiano, com as quais polemizam. A tradição, supostamente morta pelos decretos vanguardistas, deve então reviver e retornar nas obras de Pessoa e de Pound que encontram na crítica, na experiência da voz (da multiplicidade de vozes que funda e conforma a poesia) e na tradução os meios próprios para esse retorno. Os ideais de uma despersonalização poética...

Hart Crane : his poetry in presence and meaning

Migliavacca, Adriano Moraes
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
ENG
Relevância na Pesquisa
56.62%
Este trabalho visa a oferecer uma análise da obra de Hart Crane, um dos mais importantes poetas modernos norte-americanos. Influenciada pela imagética da poesia simbolista francesa e do romantismo inglês, bem como a retórica de dramaturgos e poetas elisabetanos, a poesia de Hart Crane foi vista como ambiciosa e difícil desde seu surgimento. Devido à complexidade de sua linguagem e temas, esta obra sempre apresentou desafios a leitores e críticos, resultando em opiniões conflitantes sobre seu lugar na literatura moderna. Neste estudo, sua poesia lírica é analisada com respeito aos seus temas, sentidos e recursos linguísticos, em uma tentativa de oferecer uma forma mais produtiva e abrangente de se ler e entender esta obra importante da poesia moderna.; This study aims at providing an analysis of the work of Hart Crane, one of the foremost North-America modern poets. Influenced by the imagery of French Symbolist poetry and English Romanticism, as well as the rhetoric of Elizabethan dramatists and poets, the poetry of Hart Crane was seen as ambitious and difficult since its appearance. Due to the complexity of its language and themes, this work has always presented challenges to readers and critics, resulting in disparate views regarding its place in modern literature. In this study...

A modernidade poética em Cesário Verde e Gomes Leal

Bonfá, Carlos Eduardo Marcos
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 126 f.
POR
Relevância na Pesquisa
46.43%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Estudos Literários - FCLAR; Este trabalho pretende apontar e analisar elementos que confirmem o pioneirismo dos poetas portugueses Cesário Verde (1855-86) e Gomes Leal (1848- 1921) em relação à modernidade poética em Portugal, contribuindo para a ampliação da fortuna crítica dos dois autores e, sobretudo, da de Gomes Leal, poeta muito importante e ainda insuficientemente conhecido nos meios universitários brasileiros. A análise contemplará os principais temas da poesia moderna – a relação dúbia com o universo urbano-industrial, a femme fatale, a despersonalização e a identificação dos contrários – e a sua expressão formal na poesia de Cesário e de Gomes Leal. Ficarão mais evidentes, neste quadro, as relações que se estabelecem entre as duas poéticas.; This project will focus on and analyse those elements which confirm the pioneering quality of the Portuguese poets Cesário Verde (1855-86) and Gomes Leal (1848-1921) in relation to poetic modernism in Portugal, contributing, in this way, to the development of the critical profile of these two authors and...

A poesia em prosa de Charles Baudelaire e Fernando Pessoa: cruzamentos

Coronel, Luciana Paiva
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
46.55%
A prosa po??tica do Livro do desassossego, de Fernando Pessoa constitui obra privilegiada para o estudo das contradi????es da modernidade est??tica neste autor. Fragment??ria e desalinhavada, esta forma liter??ria apresenta uma afinidade inequ??voca com os.Pequenos poemas em prosa de Charles Baudelaire, o iniciador da l??rica moderna. Em que pesem as semelhan??as, vis??veis nitidamente no plano formal, h?? in??meras dessemelhan??as entre a vis??o de mundo do poeta portugu??s e a vis??o de mundo do poeta franc??sno que diz respeito ao julgamento que cada um faz acerca das peculiaridades da vida moderna. Realizar um cruzamento entre estas distintas vis??es de mundo, enraizadas em formas po??ticas bastante pr??ximas, ?? o que se pretende neste trabalho; Prose poetry in the Livro do desassossego by Portuguese author Fernando Pessoa is a key feature for the study of the contradictions of modern aesthetics in the work of this author. This fragmented work by Pessoa reveals strong affinity with Spleen de Paris, by French author Charles Baudelaire, the founder of modern poetry. Despite the great many formal similarities between both authors??? poetical writing, there are also several differences between their world views when it comes to the way each author addresses the peculiarities of modern life. This study aims at contrasting these world views...

Eros reinventado: uma leitura da poesia de Yêda Schmaltz; Eros reinvented: a reading of poetry Yêda Schmaltz

VIEIRA JÚNIOR, Paulo Antônio
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Letras e Linguística; Lingüística, Letras e Artes Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Letras e Linguística; Lingüística, Letras e Artes
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.5%
This work is a research about the writer Yêda Schmaltz, this poetry that revives the Eros face through the mytological characters Penélepe, Dioniso, Áthis, Eco, Narciso and other myths. The initial propose is to study the complete works of the poetry especially books like A alquimia dos nós, Baco e as Anas brasileiras, A ti Áthis and Ecos: a jóia de Pandora, works that show better the Eros images, besides that she uses the Greek mytology. First of all we used works about mitology and platonic philosophy to understand how the God of love is showed on the Ocident. We used too a lot of poets that maked of love feeling as subject for his poems, like Safo, Petrarca, Camões and Álvares de Azevedo. Our objetive is seeing how Yêda Schmaltz is an heir of this poets. So we arrived at the conclusion that Yêda Schmaltz makes a modern poem when she revives Eros. According to Alfredo Bosi the subjective about the poems is giving the ways of the resistence of modern artists; O presente trabalho é uma leitura da obra em verso da escritora goiana Yêda Schmaltz, poeta que revive a imagem de Eros através das figuras mitológicas de Penélepe, Dioniso, Áthis, Eco e Narciso, dentre outras. A proposta inicial deste estudo é trabalhar a obra completa da escritora...

A representação do espaço e a cidade na poesia de Cora Coralina e José Décio Filho; The representation of space and the city in the poetry of Cora Coralina and José Décio Filho

Esmeraldo, Moema de Souza
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Estudos da Linguagem (RC); Regional de Catalão (RC) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Estudos da Linguagem (RC); Regional de Catalão (RC)
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.33%
This research intends to show two visions on the space of the city in the poetry produced in Goiás. For such, will be boarded Poems of the alleys of Goiás and hystory more (1965), of Cora Coralina and Poems and chose (1953), of José Décio Filho. A survey of the poetical images and the used linguistic resources in poems will be made, with the objective to evidence the look that each poet launches on the similar space that involves them - the city. They are about looks that if they sharpen with the aesthetic modernist and that they are thematically convergent for sending to the city. In this direction, it will be looked to point out the constituent relation of the poets with the cities sung in its poetry. The city as symbol and place of meeting of the poets, not only exerts a species of allure in the goiana poetry, but also in Brazilian literature e, for this status, it appears as determinative agent of the signification of poetical literature. Thus, the priority of this work is in improving the analysis of the poetical texts considered from the poetical one of the space, Gaston Bachelard. Beyond taking loaned concepts of geography by means of studious as the geography Milton Santos and Yi-Fu Tuan. Amongst others some speeches on the critical space...

La poesía moderna abusiva: la tensión poética en Juan de Mena

Heusch, Carlos
Fonte: Universidade da Coruña Publicador: Universidade da Coruña
Tipo: Artigo de Revista Científica
SPA
Relevância na Pesquisa
46.43%
[Resumo] Estudo da cuestión da “novidade” na poesía de Juan de Mena e da lexitimidade ou non, para o devandito poeta, dunha “poesía moderna” á que tilda moi suxestivamente de “abusiva”. Algúns poemas soltos seus plantexan unha forte tensión poética entre tradición castelá e modernidade italianizante que o poeta parece non resolver até a composición dunha obra coma o Laberinto e trala especie de auto-coroación da dita escrita poética na Coronación del marqués de Santillana. Agora ben, acaso non se trata dunha resolución tan “abusiva” que implique un necesario retorno á poética anterior, coma o suxire unha obra coma as Coplas de los pecados mortales?; [Resumen] Estudio de la cuestión de la “novedad” en la poesía de Juan de Mena y de la legitimidad o no, para dicho poeta, de una “poesía moderna” a la que tilda muy sugestivamente de “abusiva”. Algunos poemas sueltos suyos plantean una fuerte tensión poética entre tradición castellana y modernidad italianizante que el poeta no parece resolver hasta la composición de una obra como el Laberinto y tras la especie de auto-coronación de dicha escritura poética en la Coronación del marqués de Santillana. Ahora bien, ¿acaso no se trata de una resolución tan “abusiva” que implique un necesario retorno a la poética anterior...

Spatial dynamics in poetry: A topographical approach to poems by Rilke, Hoelderlin and Bachmann (Germany, Austria, Rainer Maria Rilke, Friedrich Hoelderlin, Ingeborg Bachmann)

Schellhammer, Ulrike Beate
Fonte: Universidade Rice Publicador: Universidade Rice
Tipo: Thesis; Text Formato: 255 p.; application/pdf
ENG
Relevância na Pesquisa
36.5%
For all they contribute to an understanding of modern lyric poetry, traditional tropological interpretations betray a number of limitations. In particular, the restrictive manner in which they impinge upon the dynamics of a poem and its potential for making meaning is the principal occasion for this dissertation, which postulates an alternative understanding of poetic space in modern German lyric poetry. The "scientific-topographical" method involved, like its terminology, is derived in Chapters I and II from the areas of geography and physics and would reveal a vibrant and expansive spatial dynamics in poetry hitherto subjected--with varying degrees of success--to an exhaustive yet more statically limiting and often exclusively allegorical analysis. This project is pursued with reference to poems by Rilke, Holderlin and Bachmann. The application of the method to Rilke's "Ausgesetzt auf den Bergen des Herzens" in the third chapter constitutes an exemplary "spatial reading" of the poem, "mapping" as it does a network of dynamically charged landmarks. This example is then followed in Chapter IV with a detailed presentation of the spatial dynamics in Holderlin's "Andenken." As the poetic space unfolds here, the lyrical I is discovered in an unexpected location...

Alberto Girri, or poetry as hermeneutic reason

Villanueva-Ghelfa, Celestino Alberto
Fonte: FIU Digital Commons Publicador: FIU Digital Commons
Tipo: Artigo de Revista Científica
EN
Relevância na Pesquisa
36.51%
One of the main factors that makes the poetry of the Argentine Alberto Girri (1919–1991) a whole world of its own is my argument that in a fragmentary world like the present, poets search for a formal integrity which in the act of reading creates not only their own inner world but also the readers'. It is important to insist on this turning point in which most of the Symbolist work is circumscribed. Later, this would be of capital importance for the avant-garde as well as for the post-avant-garde: Mallarmé's Un coup de dés jamais n'abolira le hasard would make poetry something absolutely modern. An original distribution of the white and black opened a new space for the text, shifting the then dominant phonocentrism. My close reading of this author as well as the given theoretical frame avoids the failure into an instrumental use either of the page or of the writing but ignoring physical reciprocity. What follows is, that this “shift” privileged heightened vision over audition of the “musical score”. Thus, an intense materialization of the language is achieved that increases the anonymity of the text. ^ Following this new arrangement of words, so to speak, Girri's poetic work now drives deeply inside words in order to lend them dignity from meaning. I conclude that the best way to “render” this poetry with religious aim (L. “re-ligare” to bind the fragmented) is by way of the philosophy of language. I also propose that Girri's task as a translator...

These Bloody Days: Prison, Treason, and the Birth of Literary Witness in the Poetry of Sir Thomas Wyatt

Harrison, Brandy
Fonte: Quens University Publicador: Quens University
Tipo: Tese de Doutorado
EN; EN
Relevância na Pesquisa
46.44%
This thesis examines the life and work of Sir Thomas Wyatt (1503-1542) through the lens of the works he produced within and about his experiences of incarceration on charges of treason under Henry VIII of England (1509-1547). Through a close analysis of contemporary primary documents as well as Wyatt’s poetry, this thesis situates Wyatt’s experiences as a prisoner and writer within the historical context of the political crises of Henry VIII’s reign, exploring what Wyatt’s writing reveals about the changing conceptions of treason and the traumatic experience of imprisonment for a member of the political elite in Henrician England, while also considering how Wyatt’s writing gives rise to a new form of literary witness in the English literary tradition.; Thesis (Master, English) -- Queen's University, 2015-08-04 15:44:10.036

Poesia e verso (uma leitura da Lira dos Cinqüent\'anos de Manuel Bandeira); Poetry and verse (a reading of Lira dos Cinqüent\'anos by Manuel Bandeira)

Alconchel, Marcos David
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 24/02/2014 PT
Relevância na Pesquisa
46.22%
Este trabalho volta-se para a leitura analítica da sexta coletânea de versos de Manuel Bandeira, Lira dos cinqüentanos, marcada por um forte retorno aos meios tradicionais de expressão poética (como atestam os diversos textos em formas fixas e o considerável número de composições metrificadas e rimadas, as quais perfazem praticamente três quartos do livro). O nosso intento é demonstrar que esse conjunto de textos entranhado nas Poesias completas de 1940 (e bastante refundido, quatro anos depois) pode ser encarado, em virtude de sua ampla variedade estilística (que, a despeito do forte peso da tradição literária, não abandona as conquistas estéticas do movimento modernista, ostensivas em poemas como Maçã e O martelo, entre outros) como uma síntese do itinerário poético bandeiriano. A referência, no título, ao cinqüentenário do autor explicita a dimensão celebrativa da obra, dando a ver o cruzamento, em Bandeira, entre vida e obra Estrela da vida inteira. Por tudo isso, Lira dos cinqüentanos compõe, ao lado dos dois livros modernistas surgidos na década de 1930, Libertinagem e Estrela da manhã, a parte mais densa, em termos de qualidade estética, da lírica bandeiriana.; This paper provides an analytical reading of Manuel Bandeiras sixth poetry collection...

O homem e seu tempo na poesia de Mário Faustino

Bender, Mires Batista
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.6%
Este trabalho tem como objetivo analisar a poesia de Mário Faustino, para observar a sua integração ao contexto da modernidade, principalmente através do aproveitamento que faz de elementos do discurso mítico. A partir da releitura que elabora dos mitos clássicos – manifestações do pensamento coletivo –, o autor expressa o sentimento de sua época, definindo um lirismo que une intimismo e visão social. O estudo observa, dentro deste enfoque, a forma que o poeta dá ao tratamento dos principais temas por ele eleitos e aspectos de sua busca pela renovação poética. Com este fim, a pesquisa examina o texto poético deixado por Faustino, valendo-se também da sua escrita ensaística sobre poesia, para buscar perceber, através de seus estudos críticos, as reflexões que o encaminharam em seu processo criativo de poesia. Dentro dos limites da análise temática, esta pesquisa busca seguir o método descritivo-exegético usando como fontes livros, revistas, jornais, trabalhos acadêmicos e periódicos em meio eletrônico, bem como entrevistas pessoais ao maior estudioso da obra do poeta, Benedito Nunes, e à sua única biógrafa, Lilia Silvestre Chaves. Darão aporte teórico ao trabalho, os estudos sobre poesia moderna de Walter Benjamin...

Form and Transformation in Modern Chinese Poetry and Poetics

Skerratt, Brian Phillips
Fonte: Harvard University Publicador: Harvard University
Tipo: Thesis or Dissertation
EN_US
Relevância na Pesquisa
36.69%
Hu Shi began the modern Chinese New Poetry movement by calling for the liberation of poetic forms, but what constitutes "form" and how best to approach its liberation have remained difficult issues, as the apparent material, objective reality of literary form is shown to be deeply embedded both culturally and historically. This dissertation presents five movements of the dialectic between form and history, each illustrated by case studies drawn from the theory and practice of modern Chinese poetry: first, the highly political and self-contradictory demand for linguistic transparency; second, the discourse surrounding poetic obscurity and alternative approaches to the question of "meaning"; third, a theory of poetry based on its musicality and a reading practice that emphasizes sameness over difference; four, poetry's status as "untranslatable" as against Chinese poetry's reputation as "already translated"; and fifth, the implications of an "iconic" view of poetic language. By reading a selection of poets and schools through the lens of their approaches to form, I allow the radical difference within the tradition to eclipse the more familiar contrast of modern Chinese poetry with its foreign and pre-modern others. My dissertation represents a preliminary step towards a historically-informed formalism in the study of modern Chinese literature.; East Asian Languages and Civilizations

Bagh-e Bi-Bargi: Aspects of Time and Presence in the Poetry of Mehdi Akhavan Sales

Huber, Marie Denise
Fonte: Harvard University Publicador: Harvard University
Tipo: Thesis or Dissertation
EN_US
Relevância na Pesquisa
36.51%
Mehdi Akhavan Sales (1928-1990) is one of the most important figures in modern Persian literature. However, his poetry is little known in the West. Even in Iran, though held in high regard, his work is considered hermetic. There is no unambiguous message, no identifiable political or aesthetic doctrine. Still, his poems exert a strange, haunting power. What do they tell us, now, two decades after the poet's death? What do they mean outside their homeland? What is their voice in world literature? These are the questions my dissertation seeks to answer. Chapters on rhythm, metaphor, time and - lyrical and epic - voice aim to place Akhavan in the comparative context of the 20th century literary movements. Following the philosophical hermeneutics of, above all, Paul Ricoeur, I attempt to tease out layers of meaning and bring Akhavan's poems to life for a contemporary reader. Aspects of time and presence throughout serve to structure my argument. In parallel, time and presence are traced as motifs that weave through Akhavan's writing. Through close readings of a wide range of poems I seek to understand Akhavan's texts as crystallisations of a historical moment. However, I also argue that his poems can no longer be explained within the linear evolution of Persian literary history: in their language and imagery...

Hart Crane's "Voyages" : analysis and translation

Migliavacca, Adriano Moraes
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
ENG
Relevância na Pesquisa
36.6%
O cenário da poesia moderna de língua inglesa congrega uma série de autores ingleses e norte-americanos que criaram obras com estilos, formas, problemáticas e visões de mundo altamente diversificados. Uma ampla gama de recursos linguísticos e estéticos foi desenvolvida, incluindo o uso da colagem, a sintaxe fragmentada, o verso livre e a linguagem coloquial algumas vezes intercalada com a solene. Dentre tais autores modernos, o poeta norte-americano Hart Crane se destaca por sua obra poética de alta originalidade e complexidade e suas perspectivas estéticas bastante individualizadas. Em sua obra, Crane articulou recursos e referências literárias e filosóficas variadas. Sua poesia se caracteriza por uma versificação que contempla do pentâmetro iâmbico branco elisabetano ao verso livre moderno; uma sintaxe que se distancia da língua falada com inversões e rupturas; um vocabulário eclético que une arcaísmos a neologismos; uma retórica rica em figuras de linguagem; e um ideário simbólico e temático compreendendo as ideias e imagens místicas e metafísicas do simbolismo francês e a exploração de sentimentos individuais do romantismo inglês. Além desses referenciais, Crane foi particularmente inspirado e instigado pelo poeta norte-americano moderno T. S. Eliot...

Poesia moderna, mito e dialética revolucionária; Modern Poetry, myth and revolutionary dialectic

Rafael de Almeida Padial
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/09/2015 PT
Relevância na Pesquisa
66.62%
Este trabalho insere-se na tradição que reflete sobre a possibilidade de o conceito reencontrar o sensível em uma forma superior, como um universal concreto. Em certo sentido, busca-se uma fundamentação poética para a política (considerando-se aqui "poética" em sentido amplo). Trabalhamos as relações conflituosas entre poesia moderna e revolução, desde o que ficou conhecido, com Hegel, como "morte da arte", até a expressão da poesia como silêncio entre os chamados "poetas malditos" do final do séc. XIX. Para uma melhor compreensão dessa grave crise moderna da poesia pensamos ser necessário retornar à Grécia antiga e analisar a origem da obra de arte na sociedade ocidental, analise à qual nos ateremos. Por fim, verificaremos algumas possíveis analogias entre dialética revolucionária e poesia mítica, visando trazer ao presente a urgência da superação da estreita divisão social do trabalho.; This dissertation situates itself in the tradition that reflects on the possibility of the concept reconnecting with the sensible in a superior form, as a concrete universal. In a certain sense, we seek a poetic grounding for politics (using "poetic" here in its broadest sense). We consider the conflicting relations between modern poetry and revolution...

Um diálogo no meio do caminho: Czesław Miłosz leitor e tradutor de Carlos Drummond de Andrade; A dialogue in the middle of the road: Czesław Miłosz as reader and translator of Carlos Drummond de Andrade

de Souza, Marcelo Paiva; Universidade Federal do Paraná
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 20/04/2015 POR
Relevância na Pesquisa
46.43%
http://dx.doi.org/10.5007/2175-7968.2015v35nesp1p146 Em Wypisy z ksiąg użytecznych (Excertos de livros úteis; 1994), pessoalíssima antologia comentada da poesia mundial, com organização, prefácio e, em grande parte, traduções de sua própria lavra (a obra colige também versões de outros tradutores, assim como poemas poloneses), Czesław Miłosz incluiu um único texto de um único confrade brasileiro: “No meio do caminho”, de Carlos Drummond de Andrade. Reescrito e relido em língua polonesa, o poema exibe facetas pouco familiares – e talvez tanto mais interessantes – de Drummond, além de descortinar uma visão reveladora da obra do próprio Miłosz, como poeta e como crítico da poesia moderna. ; In Wypisy z ksiąg użytecznych (Extracts from Useful Books), a very personal commented anthology of world poetry selected, prefaced and mostly translated by Czesław Miłosz himself (the volume also contains other translators’ versions, as well as pieces of Polish poetry), he has included only one text of a single Brazilian author: Carlos Drummond de Andrade’s “In the Middle of the Road”. Rewritten – and reread – in Polish, the poem is likely to show unfamiliar and all the more interesting facets of Drummond’s writing. Furthermore...