Página 1 dos resultados de 3 itens digitais encontrados em 0.076 segundos

O conhecimento e acesso ao script de base segura e a percepção de suporte social em mães com crianças em idade pré-escolar

Branco, I.; Monteiro, L.; Veríssimo, M
Fonte: ISPA - Instituto Universitário Publicador: ISPA - Instituto Universitário
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2015 POR
Relevância na Pesquisa
196.31%
O presente estudo analisou a relação entre o conhecimento e acesso ao script de base segura de mães e a sua perceção da qualidade do suporte social recebido. Participaram 36 mães (casadas ou a viver em união de facto, apenas uma se encontrava divorciada), com crianças em idade pré-escolar. De modo a aceder às representações de vinculação utilizou-se as Narrativas de Representação da Vinculação em Adultos. Analisou-se a validade do instrumento, controlando-se pela primeira vez, em amostras portuguesas, a competência verbal (ICV) dos sujeitos. O Suporte Social percebido foi avaliado com base na Escala de Satisfação com o Suporte Social. Os resultados indicam que existe uma correlação marginalmente significativa entre o valor Total do script de base segura e o ICV dos sujeitos; e que o script materno apenas se encontra relacionada com a dimensão do suporte social – Atividades Sociais (controlando o ICV). Os resultados foram discutidos no contexto da teoria da vinculação de Bowlby/Ainsworth (em particular dos Modelos Internos Dinâmicos) e do Suporte Social Percebido, com reflexões sobre os aspectos metodológicos.

O conhecimento e acesso ao script de base segura e a percepção de suporte social em mães com crianças em idade pré-escolar

Branco, Irina; Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL); Monteiro, Lígia; Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL), CIS-IUL; Veríssimo, Manuela; WJCR, ISPA - Instituto Universitário
Fonte: ISPA - Instituto Universitário Publicador: ISPA - Instituto Universitário
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 30/06/2015 POR
Relevância na Pesquisa
196.16%
O presente estudo analisou a relação entre o conhecimento e acesso ao script de base  de mães e pais e a percepção da qualidade do suporte social recebido. Participaram 37 mães com crianças em idade pré-escolar. De modo a aceder às representações de vinculação utilizou-se as Narrativas de Representação da Vinculação em Adultos; tendo a competência verbal sido controlada com o recurso ao Índice de Compreensão Verbal (W). O Suporte Social percebido foi avaliado com base na Escala de Satisfação com o Suporte Social. Os resultados indicam associações entre a segurança e dimensões do suporte social. Os resultados são discutidos no contexto da teoria da vinculação de Bowlby e Ainsworth, e do Suporte Social Percebido.

O conhecimento e acesso ao script de base segura e a perceção de suporte social em mães com crianças em idade pré-escolar

Branco,Irina; Monteiro,Lígia; Veríssimo,Manuela
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2015 PT
Relevância na Pesquisa
206.31%
O presente estudo analisou a relação entre o conhecimento e acesso ao script de base segura de mães e a sua perceção da qualidade do suporte social recebido. Participaram 36 mães (casadas ou a viver em união de facto, apenas uma se encontrava divorciada), com crianças em idade pré-escolar. De modo a aceder às representações de vinculação utilizou-se as Narrativas de Representação da Vinculação em Adultos. Analisou-se a validade do instrumento, controlando-se pela primeira vez, em amostras portuguesas, a competência verbal (ICV) dos sujeitos. O Suporte Social percebido foi avaliado com base na Escala de Satisfação com o Suporte Social. Os resultados indicam que existe uma correlação marginalmente significativa entre o valor Total do script de base segura e o ICV dos sujeitos; e que o script materno apenas se encontra relacionada com a dimensão do suporte social - Atividades Sociais (controlando o ICV). Os resultados foram discutidos no contexto da teoria da vinculação de Bowlby/Ainsworth (em particular dos Modelos Internos Dinâmicos) e do Suporte Social Percebido, com reflexões sobre os aspectos metodológicos.