Página 1 dos resultados de 88 itens digitais encontrados em 0.056 segundos

Otimização multiperíodo por média-variância sem posições a descoberto em ativos de risco.; Mean-variance multiperiod optimization with no-shorting constraints in risk assets.

Dantas, Allan Leão
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/11/2006 PT
Relevância na Pesquisa
86.28%
Inicialmente neste trabalho são apresentados os conceitos básicos de média e variância e como estes se aplicam na caracterização de um ativo ou carteira de investimento. Posteriormente são apresentadas as estratégias ótimas de investimento para o modelo de Markowitz sem posições a descoberto em ativos de risco, e sem tal restrição. Ainda neste trabalho é apresentada uma breve revisão do modelo de tempo contínuo para o problema de média-variância sem posições a descoberto em ativos de risco, e como objetivo principal do mesmo é proposto um modelo em tempo discreto multiperíodo a partir do modelo de tempo contínuo, o qual é implementado computacionalmente para o mercado de capitais brasileiro. O resultado obtido é comparado com a estratégia de período único do modelo de Markowitz sem posições a descoberto em ativos de risco, sendo este modelo aplicado sequencialmente no horizonte de tempo considerado para o modelo multiperíodo.; Initially in this work are presented the basics concepts of mean and variance and how they are applied to quantify an asset or a portfolio. After this we present the optimal investment strategy of the Markowitz no-shorting constraints mean-variance portfolio selection in single period and the Markowitz optimal investment strategy without such constrain. Following this...

Proposta de um modelo de planejamento agregado da produção numa usina de açúcar e álcool vinculado à flutuação de preços em mercados à vista e no mercado futuro.; A model of aggregate production planning in a sugar mill and alcohol linked the decisions of prices in future markets and present markets.

Carvalho, Marcelo Dias
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 09/11/2009 PT
Relevância na Pesquisa
76.19%
O objetivo de estudo desta dissertação é o desenvolvimento de um modelo de planejamento agregado da produção que apóie as decisões de nível gerencial e de diretoria das usinas de açúcar e álcool no que tange às variedades de cana colhidas em cada semana, às compras de cana-de-açúcar de terceiros, ao tipo de transporte (próprio ou terceirizado) a se utilizar em cada semana, ao total de cana moída por semana para atendimento da demanda e aos processos (industrial e comercial) que se devem escolher para produzir e comercializar açúcar e álcool. As decisões devem ocorrer em função de preços nos mercados interno, externo e mercado futuro, do fluxo de caixa da empresa, da capacidade da usina para armazenar açúcar e álcool e da possibilidade de uso de estoque de terceiros. As decisões por compra de cana, escolha de processos e venda de produtos são tomadas semanalmente num horizonte móvel de planejamento de 52 semanas, que inclui o tempo de safra no centro-sul do Brasil (meados de março a meados de dezembro, aproximadamente 36 semanas) mais o período de entressafra (aproximadamente 16 semanas, de meados de dezembro a meados de março). A procura por melhores estratégias de comercialização de tal forma a auxiliar a tomada de decisões é uma necessidade constante dos empresários do setor...

Modelos black-litterman e GARCH ortogonal para uma carteira de títulos do tesouro nacional; Black-Litterman and ortogonal GARCH models for a portfolio of bonds issued by the National Treasury

Lobarinhas, Roberto Beier
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 02/03/2012 PT
Relevância na Pesquisa
66.32%
Uma grande dificuldade da gestão financeira é conseguir associar métodos quantitativos às formas tradicionais de gestão, em um único arranjo. O estilo tradicional de gestão tende a não crer, na devida medida, que métodos quantitativos sejam capazes de captar toda sua visão e experiência, ao passo que analistas quantitativos tendem a subestimar a importância do enfoque tradicional, gerando flagrante desarmonia e ineficiência na análise de risco. Um modelo que se propõe a diminuir a distância entre essas visões é o modelo Black-Litterman. Mais especificamente, propõe-se a diminuir os problemas enfrentados na aplicação da teoria moderna de carteiras e, em particular, os decorrentes da aplicação do modelo de Markowitz. O modelo de Markowitz constitui a base da teoria de carteiras há mais de meio século, desde a publicação do artigo Portfolio Selection [Mar52], entretanto, apesar do papel de destaque da abordagem média-variância para o meio acadêmico, várias dificuldades aparecem quando se tenta utilizá-lo na prática, e talvez, por esta razão, seu impacto no mundo dos investimentos tem sido bastante limitado. Apesar das desvantagens na utilização do modelo de média-variância de Markowitz, a idéia de maximizar o retorno...

Estratégias de diversificação de carteiras de ações com dependência assimétrica; Strategies to diversify portfolios with asymmetric dependence

Bergmann, Daniel Reed
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 04/03/2013 PT
Relevância na Pesquisa
66.3%
DeMiguel, Garlappi e Uppal (2009) fizeram a comparação da regra 1/N ou de Talmud com 14 modelos de otimização que vieram depois do trabalho de Markowitz (1952). As conclusões mostraram que todos os modelos de alocação ótima analisados tiveram um desempenho inferior ao da regra de Talmud. Tu e Zhou (2011) propuseram uma combinação entre Markowitz e Talmud para que tal modelo superasse Talmud. Os resultados obtidos foram satisfatórios. A desconsideração dos eventos extremos (dependência assimétrica ou caudal) durante o processo de construção de carteiras poderá diminuir as habilidades dos gestores de ativos em reduzir o risco através da diversificação. A modelagem de cópulas sobre os retornos dos ativos nos permite calcular uma alternativa para medir a dependência dos ativos em eventos extremos através do índice de dependência caudal inferior. Hatherley e Alcock (2007) relataram que o modelo de Markowitz tende a subestimar as perdas potenciais que venham a ocorrer na presença de eventos extremos de mercado (crashes) para um determinado nível de retorno esperado. Verificamos se as estratégias com dependência caudal superaram Talmud, o modelo de Markowitz e o modelo de Tu e Zhou (2011) através da simulação de 1.000 carteiras com 3...

Redução do risco em um portfólio internacional : uma aplicação prática do modelo de Markowitz

Pereira Junior, Marcio Guedes
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Relevância na Pesquisa
76.06%
Apresenta os conceitos básicos da teória dos portfólios, o Modelo de Markowitz e a operacionalização do Modelo de Markowitz.

A eficiência da teoria de administração de portfólio de Markowitz, considerando custos de transação para o mercado de ações brasileiro de julho de 1999 a junho de 2003

Moretti, Rafael Mangoni
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
85.96%
O presente trabalho buscou analisar a performance de dois clubes de ações, tendo como instrumento de gestão a teoria de seleção de portfólio de Markowitz. Cada um dos clubes de ações possuiu realocações de carteira diferentes, sendo uma mensal e outra trimestral. Como forma de contribuir aos diversos estudos existentes, este trabalho considerou os custos de transação em bolsa em todas as realocações de carteiras, buscando determinar se estes interfeririam de forma significativa nos resultados, quando comparados ao benchmark, bem como, entre as carteiras com diferentes prazos de realocações. Em resumo, pode-se afirmar que ambas as carteiras apresentaram significativos ganhos acima do Ibovespa ao longo do período, contudo o valor a menor na rentabilidade acumulada da carteira mensal em comparação a trimestral está muito próximo aos custos de transação acumulados no período.Dessa forma, isto sugere que não existe diferença de ganho pela gestão entre os dois períodos de realocação. Adicionalmente, percebe-se que não ocorre redução de volatilidade em relação ao benchmark para um período de três meses, porém, considerando o intervalo de um ano, constata-se estatisticamente redução para ambos os períodos de realocação. Por fim...

Avaliação de desempenho entre carteiras com aplicação do modelo de Markowitz : uma análise entre diferentes níveis de governança corporativa na Bovespa

Kretzmann, Fernando Wallau
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
75.95%
Este trabalho estudou a influencia dos níveis diferenciados de governança corporativa, examinando o comportamento histórico de 2000 a 2005 das ações negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), divididas em carteiras com ou sem níveis diferenciados de governança corporativa. O estudo buscava uma ferramenta de auxílio a tomada de decisão dos pequenos e médios investidores do mercado de ações. O trabalho utilizou o modelo de Markowitz de composição de carteiras de ativos financeiros, montando 3 carteiras distintas, uma composta por empresas somente que aderiram a níveis diferenciados de governança, outra somente com empresas que não aderiram aos níveis diferenciados de governança e a terceira composta por empresas com e sem adesão aos níveis de governança corporativa. O método utilizado formou carteiras fixadas a partir de um perfil de risco dado e não demonstrou que ações de empresas com níveis diferenciados de governança corporativa apresentam desempenho superiores.

Um estudo do modelo de macroalocação proposto por Black & Litterman

Barbosa, Vanessa Silva
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
86.26%
A construção de carteiras ótimas é um problema recorrente da gestão de ativos, como por exemplo, em consultorias de investimentos, bancos, asset management, fundos de pensões, entre outras instituições financeiras. E no centro de todas as decisões e estratégias da gestão de ativos está a volatilidade, a qual é de compreensão dos investidores antes mesmo de estudos mais formais, pois o entendimento que o retorno esperado varia diretamente com o risco assumido é de aceitação comum. Em meados da década de 50, os economistas e financistas começaram a tratar de forma mais formal a relação risco e retorno, do ponto de vista para tomada de decisão para investimentos. Com vistas a extrair implicações para construções de carteiras, os investidores, a partir da publicação do trabalho seminal de Markowitz (1952), costumam utilizar os embasamentos teóricos publicados neste estudo, o qual funda as bases da moderna teoria de carteiras. O autor aborda quantitativamente o problema da formação de portfolios, propondo que se leve em consideração para tal fim, além das características individuais dos ativos, a forma como cada ativo se relaciona com os demais, ou seja, a percepção de Markowitz é a de olhar para os ativos no portfolio e não considerar só o risco intrínseco de cada ativo e sim a forma que esses ativos se correlacionam com outros ativos dentro de uma carteira. Porém...

Medidas de risco e seleção de portfolios; Risk measures and portfolio selection

Rogerio Correa Magro
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/02/2008 PT
Relevância na Pesquisa
86.19%
Dado um capital C e n opções de investimento (ativos), o problema de seleção de portfolio consiste em aplicar C da melhor forma poss?vel para um determinado perfil de investidor. Visto que, em geral, os valores futuros destes ativos não são conhecidos, a questão fundamental a ser respondida e: Como mensurar a incerteza? No presente trabalho são apresentadas tres medidas de risco: O modelo de Markowitz, o Value-at-Risk (VaR) e o Conditional Value-At-Risk (CVaR). Defendemos que, sob o ponto de vista teorico, o Valor em Risco (VaR) e a melhor dentre as tres medidas. O motivo de tal escolha deve-se ao fato de que, para o VaR, podemos controlar a influencia que os cenários catastroficos possuem sobre nossas decisões. Em contrapartida, o processo computacional envolvido na escolha de um portfolio ótimo sob a metodologia VaR apresenta-se notadamente mais custoso do que aqueles envolvidos nos calculos das demais medidas consideradas. Dessa forma, nosso objetivo e tentar explorar essa vantagem computacional do Modelo de Markowitz e do CVaR no sentido de tentar aproximar suas decisões aquelas apontadas pela medida eleita. Para tal, consideraremos soluções VaR em seu sentido original (utilizando apenas o parametro de confiabilidade ao buscar portfolios otimos) e soluções com controle de perda (impondo uma cota superior para a perda esperada); Given a capital C and n investment options (assets)...

Uma análise acerca da performance de carteiras representativas selecionadas a partir de fundos de investimento em ações através do modelo de markowitz

Fellipe Marinho da Silva, Rhoger; Cravo Teixeira Lagioia, Umbelina (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
86.16%
O objetivo deste trabalho é analisar a possibilidade de pequenos investidores utilizarem-se do modelo de diversificação proposto por Markowitz para selecionarem carteiras representativas a partir de Fundos de Investimentos em Ações que lhes permitam superar seus respectivos fundos no âmbito do binômio risco/retorno, de acordo com os indicadores de Treynor, Sharpe e Jensen. Para tanto, foi delimitado como população alvo do estudo os Fundos de Investimento em Ações que utilizam como Índice de Referência o IBOVESPA. Assim, para efeito de análise e tratamento dos dados, foram considerados na amostra, os 15 fundos de investimento em ações IBOVESPA, ativo ou indexado, listados pelo Centro de Estudos em Finanças da Fundação Getulio Vargas de São Paulo. Os testes empíricos foram realizados com base na composição das carteiras dos Fundos de Investimento em Ações selecionados e da proporção relativa ao capital investido em cada ativo. E, Com o auxílio da planilha eletrônica Excel, utilizando-se do modelo de Markowitz (1952) e da metodologia desenvolvida por Gonçalves Júnior, Pamplona e Montevechi (2002), procedeu-se o levantamento das carteiras alternativas. A análise dos dados foi feita através da aplicação de três modelos quantitativos largamente utilizados na avaliação de desempenho de portfólios...

Modelo de covariância bayesiana para seleção de protfólios de investimentos; Modelo de covariância bayesiana para seleção de protfólios de investimentos

Lima Junior, Melquiades Pereira de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção; Estratégia; Qualidade; Gestão Ambiental; Gestão da Produção e Operações Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção; Estratégia; Qualidade; Gestão Ambiental; Gestão da Produção e Operações
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
86.08%
The portfolio theory is a field of study devoted to investigate the decision-making by investors of resources. The purpose of this process is to reduce risk through diversification and thus guarantee a return. Nevertheless, the classical Mean-Variance has been criticized regarding its parameters and it is observed that the use of variance and covariance has sensitivity to the market and parameter estimation. In order to reduce the estimation errors, the Bayesian models have more flexibility in modeling, capable of insert quantitative and qualitative parameters about the behavior of the market as a way of reducing errors. Observing this, the present study aimed to formulate a new matrix model using Bayesian inference as a way to replace the covariance in the MV model, called MCB - Covariance Bayesian model. To evaluate the model, some hypotheses were analyzed using the method ex post facto and sensitivity analysis. The benchmarks used as reference were: (1) the classical Mean Variance, (2) the Bovespa index's market, and (3) in addition 94 investment funds. The returns earned during the period May 2002 to December 2009 demonstrated the superiority of MCB in relation to the classical model MV and the Bovespa Index, but taking a little more diversifiable risk that the MV. The robust analysis of the model...

Comparação entre gestão activa e gestão passiva de um portfolio de acções: um estudo empírico com base no psi 20

Oliveira, Vitor Manuel Branco
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /03/2009 POR
Relevância na Pesquisa
86.04%
Mestrado em Finanças; Este trabalho visa avaliar o contributo de uma gestão activa comparativamente a uma gestão passiva no desempenho de determinado portfolio, composto por acções do PSI20. A gestão activa teve em conta uma carteira de acções determinada com base no modelo de Markowitz, enquanto que, a gestão passiva tem por base uma carteira composta por acções com proporções iguais. Na gestão activa, as proporções a investir nos activos foram revistas tendo em conta a evolução do mercado, numa base mensal. No entanto, a determinação das ponderações óptimas teve em atenção diferentes cenários em "sistema de janela". Como segundo objectivo, foi definido o estudo do impacto dos custos de intermediação financeira na performance de ambos os portfolios anteriores. Foram utilizados títulos cotados do PSI 20 durante um período de 11 anos (entre 1 de Janeiro de 1996 e 31 de Dezembro de 2006). As conclusões mostram que não compensa optar por uma gestão activa face a uma gestão passiva, quando a carteira objecto da gestão seja composta por activos cotados no PSI20. Para esta conclusão contribuem dois factores: os custos de intermediação financeira e os erros cometidos na estimação dos principais inputs para cálculo das ponderações óptimas da carteira. A melhor opção revelou-se no investimento no índice de Mercado (PSI 20).; The goal of this Thesis is to evaluate the contribution of an active management versus passive management to the portfolio performance...

Fundo especial de investimento : commodities agrícolas

Barateiro, Ana Catarina Clemente
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /05/2010 POR
Relevância na Pesquisa
86.19%
Mestrado em Finanças; O principal objectivo deste trabalho baseou-se na constituição de um Fundo Especial de Investimento composto por treze séries de futuros sobre commodities agrícolas e a sua posterior análise. A carteira foi constituída com base no modelo de Markowitz, assumindo a existência de um activo sem risco e sem restrições ao short-selling. Procedeu-se a um back testing do desempenho da carteira nos três anos anteriores à sua constituição (2006-2008), contemplando uma análise comparativa com o desempenho dos seguintes índices accionistas: MSCI Global (carteira de mercado); MSCI Emerging Markets; S&P 500; DJ Stoxx 600 e PSI 20. Verificou-se que, no período em análise, a correlação entre a carteira constituída e os índices accionistas estudados, foi bastante baixa, reforçando a ideia de que faz sentido investir no mercado de commodities agrícolas, como forma de diversificação dos investimentos. O facto de na constituição desta carteira não terem sido consideradas restrições ao investimento nas séries, levou a que fossem assumidas posições muito elevadas nas mesmas, aumentando o risco da carteira. Constatou-se que, na prática, a aplicação do modelo de Markowitz deve ser conciliada com uma gestão activa da carteira...

A eficiência nas Carteiras de Markowitz, Variância Mínima e Naïve aplicada ao índice italiano

Martins, Luís Pedro Rosa
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
86.17%
Mestrado em Finanças; O objectivo deste trabalho é verificar as possíveis vantagens da gestão activa face à gestão passiva de uma carteira de acções com a mesma composição do índice de acções italiano FTSE MIB. A gestão passiva baseia-se no método Naïve (1/N), onde a composição da carteira inclui todos os activos do indice com proporções iguais. A gestão activa baseia-se no método de Markowitz que tem como objectivo maximizar a rendibilidade tendo definido um determinado nível de risco, ou minimizar o risco tendo em conta um nível de rendibilidade esperada. Também é utilizado o método da variância mínima que consiste em minimizar o risco independentemente da rendibilidade. Nesta abordagem as proporções a investir em cada activo são revistas mensalmente tendo em conta a evolução do mercado. Para as determinar são consideradas ?janelas? de dados de 1 e 2 anos. O segundo objectivo deste trabalho é determinar o efeito dos custos de intermediação financeira no desempenho da carteira. São utilizados os títulos que compõem o índice FTSE MIB, representativo do mercado italiano desde Janeiro de 2004 até Dezembro de 2013. Os resultados mostram a superioridade da gestão activa face à passiva, sendo a carteira de Markowitz a que obteve melhor desempenho. A carteira de variância mínima obteve resultados inferiores à de Markowtiz...

O modelo de Markowitz - apresentação e enquadramento empírico

Pereira, Adalmiro Álvaro Malheiro de Castro Andrade
Fonte: Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto Publicador: Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2007 POR
Relevância na Pesquisa
85.94%

Aplicación del modelo de Markowitz en la construcción de portafolios con las acciones de empresas seleccionadas más transadas en la Bolsa de Valores de Colombia entre julio 2012 y julio 2013.; Application of the model of Markowitz in the construction of portfolios with the actions of selected companies most traded in the Stock exchange of Colombia between July, 2012 and July, 2013.

Botero Buitrago, Diana P.; Fandiño, Victor H.
Fonte: Universidad Militar Nueva Granada; Facultad de Ciencias Económicas; Economía Publicador: Universidad Militar Nueva Granada; Facultad de Ciencias Económicas; Economía
Tipo: bachelorThesis; Trabajo de grado Formato: pdf; pdf
SPA
Relevância na Pesquisa
66.18%
El enfoque que se utiliza en el presente trabajo es de tipo descriptivo y evaluativo, en el sentido que describe el comportamiento histórico de las acciones que van a conformar diferentes portafolios; también se calcula la rentabilidad de las acciones, se evalúa su evolución y a través de el método científico (modelo Markowitz) se cuantifica el rendimiento y el riesgo asociado, con el fin de presentar soluciones óptimas de inversión, que favorezcan la toma de decisiones planificadas con máxima rentabilidad; esto debió a que es posible evidenciar que el tema de inversión para la mayoría de colombianos no es un tema frecuentemente usado, por ello el interés de realizar este trabajo es precisamente, mostrar y comprobar la funcionalidad y rentabilidad que ofrece este tipo de inversión bursátil, demostrando que mediante este método se disminuye el riesgo y que a su vez existe una posibilidad de inversión disponible para todos tal como lo plasmo en su trabajo el economista Harry Markowitz.; The approach used in this study is descriptive and evaluative, in that it describes the historical performance of the shares which shall form different portfolios; also the profitability of the actions is calculated, his evolution is evaluated and across the scientific method (model Markowitz) the performance and the associate risk is quantified...

Modelo de markowitz parametrizado por indicadores de análise técnica

Leite, Romulo de Oliveira
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: 92f. : il. algumas color., grafs., tabs.; application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
86.13%
Orientador : Prof. Dr. Anselmo Chaves Neto; Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Tecnologia, Programa de Pós-Graduação em Métodos Numéricos em Engenharia. Defesa: Curitiba, 28/02/2014; Inclui referências; àrea de concentração: Programação matemática; Resumo: O Modelo de Markowitz é utilizado no problema da composição do portfolio de ações com melhor relação histórica entre risco e retorno. A Análise Técnica de ações, por sua vez, foi desenvolvida com a finalidade de fornecer ao investidor indicadores que o auxiliem na identificação de pontos de compra e venda de ações, através da análise de dados quantitativos. Fazendo uso dessas duas técnicas, este trabalho propõe a utilização do Moving Average Convergence-Divergence (MACD) e do Índice de Força Relativa (IFR), que são indicadores técnicos, como reguladores do parâmetro de aversão ao risco aplicado ao Modelo de Markowitz. Os desempenhos dos modelos propostos são testados através de simulações de negociações de ações na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), gerenciadas por um algoritmo de negociações aplicado a um Fundo Quantitativo. Como resultado, verifica-se que os modelos regulados pelos referidos indicadores técnicos apresentaram desempenhos superiores aos dos modelos de parâmetro fixo...

A gestão de carteira de acções aplicada ao mercado francês

Félix, João Pedro Santos Silva
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
86.13%
Mestrado em Finanças; O principal objectivo deste estudo é avaliar as possíveis vantagens de uma carteira caracterizada por uma gestão activa face a uma carteira caracterizada pela gestão passiva, com base no índice de acções CAC-40. A gestão activa teve por base em 2 modelos: Modelo de Markowitz (carteira óptima) e Modelo de Variância Mínima. Já a gestão passiva é baseada numa carteira composta por todas as acções em proporções iguais (carteira naïve). Na gestão activa as proporções dos activos constituintes de cada carteira foram revistos mensal, trimestral, semestral e anualmente tendo em conta a evolução do mercado. Foram consideradas janelas de dados de 1 e 2 anos para determinar as ponderações a investir em cada activo. O segundo objectivo foi analisar o impacto dos custos de intermediação financeira no desempenho das carteiras calculadas anteriormente. Foram utilizados os títulos que se mantiveram em bolsa durante o período compreendido entre Janeiro de 1997 e Dezembro de 2006, o que corresponde a 31 acções do CAC-40. Depois de realizado este trabalho, concluiu-se que a 1 mês a carteira naïve é a melhor opção de investimento e a 3 meses tanto esta carteira como a carteira de mercado são boas opções de investimento. Já a 6 e 12 meses...

A Gestão de Carteira de Acções aplicada ao mercado espanhol

Monteiro, Pedro Matoso Coimbra Sacramento
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
76.15%
Mestrado em Finanças; A presente dissertação teve como objetivo principal analisar e comparar a gestão ativa e passiva de um determinado portfolio constituído por ações do Índice Bolsista Espanhol (IBEX 35). Na gestão ativa utilizaram-se dois modelos: uma carteira de ações determinada através do modelo de otimização de Markowitz, e uma carteira de ações resultante do modelo de variância mínima. Na gestão passiva recorreu-se a uma carteira de ações com pesos iguais. O período de tempo considerado para o efeito foi de 10 anos, de 1997 a 2006. A gestão ativa do portfolio, com base nos dois modelos considerados, consistiu na revisão mensal das proporções investidas em cada uma das ações que compuseram a carteira tendo em conta a evolução do mercado. A gestão passiva implicou um investimento de proporções iguais nos ativos constituintes da carteira, proporções essas que se mantiveram inalteradas durante o período em análise e que, portanto, não tiveram em conta a evolução do mercado. Para a determinação das ponderações das carteiras dos três modelos, utilizou-se um ?sistema de janela? de 1 e 2 anos. Um segundo objetivo deste trabalho foi perceber o impacto dos custos de intermediação financeira no desempenho dos portfolios de ações. Com este estudo...

Comparação de Desempenhos de Carteiras Otimizadas pelo Modelo de Markowitz e a Carteira de Ações do Ibovespa

Marques, Sandro; Silva, Wesley Vieira da; Corso, Jansen Maia Del; Dalazen, Luciano Luiz
Fonte: UFPB Publicador: UFPB
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 23/07/2013 POR
Relevância na Pesquisa
76.08%
O objetivo dessa pesquisa é comparar o desempenho previsto de uma carteira ótima de ações, criada a partir de dados históricos com período compreendido entre janeiro de 2009 e dezembro de 2009, com o desempenho real obtido por essa carteira no ano de 2010, além de fazer uma análise comparativa do seu desempenho com o da carteira teórica ótima, valendo-se de dados dessas ações no ano de 2010 e do índice Ibovespa, por meio de técnicas de back testing. Essa técnica consiste no teste do modelo para verificar se os seus resultados estão de acordo com o que aconteceu na realidade, usando como base os dados históricos. Em termos metodológicos, trata-se de uma pesquisa aplicada e quantitativa de natureza descritiva, cujos procedimentos de execução utiliza-se da pesquisa operacional com delineamento ex-post-facto. Os resultados auferidos a partir da análise dos dados são de que não foi possível atestar a eficiência do modelo de Markowitz para a criação de carteiras eficientes somente com esse exemplo, mas é possível perceber que o comportamento nesse caso foi muito próximo ao previsto.