Página 1 dos resultados de 14421 itens digitais encontrados em 0.008 segundos

Eficiência dos dessecantes paraquat e diquat na antecipação da colheita do milho.

MAGALHAES, P.C.; DURAES, F.O.M.; KARAM, D.
Fonte: Planta Daninha, Viçosa, v. 20, n. 3, p. 449-455, 2002. Publicador: Planta Daninha, Viçosa, v. 20, n. 3, p. 449-455, 2002.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.77%
O uso de dessecantes na cultura do milho pode trazer benefícios para os agricultores, especialmente visando a disponibilização antecipada do solo para implantação de uma nova cultura, assim como o oferecimento antecipado do produto colhido ao mercado. Dentre os dessecantes disponíveis comercialmente, os herbicidas paraquat e diquat merecem destaque. O objetivo deste trabalho foi avaliar a eficiência dos herbicidas paraquat e diquat, aplicados como dessecantes em diversos estádios de desenvolvimento da cultura de milho, sobre parâmetros produtivos e incidência de doenças nos grãos de milho. O ensaio foi conduzido na Embrapa Milho e Sorgo, Sete Lagoas, MG, utilizando-se os seguintes tratamentos: aplicação de paraquat e diquat aos 14 e 7 dias antes e aos 7 dias depois do ponto de maturação fisiológica (MF), assim como na própria MF. Ambos os produtos foram aplicados na dosagem de 400 g ha-I. O cultivar de milho utilizado foi o BRS 3101. Aos O, 3. 6. 9. 12 e 15 dias após a aplicação dos produtos foram coletados 30 grãos de seis espigas aleatórias. para determinação da umidade dos grãos e peso da matéria seca. Na colheita foram avaliados: altura da planta e da espiga, índice de espigas. produção de grãos e espigas e sanidade dos grãos. Os produtos testados não apresentaram diferenças de eficiência para a maioria dos parâmetros avaliados...

Controle químico da larva de Diabrotica spp. na cultura do milho em sistema de plantio direto.

VIANA, P.A.; MAROCHI, A.I.
Fonte: Revista Brasileira de Milho e Sorgo, Sete Lagoas, v. 1, n. 2, p. 1-11, maio/ago. 2002. Publicador: Revista Brasileira de Milho e Sorgo, Sete Lagoas, v. 1, n. 2, p. 1-11, maio/ago. 2002.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56.65%
Avaliou-se a eficiência de diversos inseticidas, aplicados através de diferentes métodos, visando o controle de larvas de Diabrotica spp. na cultura do milho em sistema de plantio direto. Os ensaios foram conduzidos em oito locais na regíão de Ponta Grossa, PR, durante dois anos consecutivos. Os tratamentos constaram de diferentes inseticidas e métodos de aplicação. O delineamento experimental foi o de blocos ao acaso, com quatro repetições. Avaliou-se o número de larvas do inseto em amostras de solo, retiradas ao redor das plantas (no volume de 20 x 20 x 20 cm). Os danos das raízes foram medidos utilizando-se uma escala de notas de 1 a 6. Também foram avaliados estande, plantas com sintomas de ataque e rendimento de grãos. Os inseticidas chlorpyrifos 10 G, terbufos 50 G, tebupirimfos 20 G, fipronil 20 G, chlorpyrifos 450 SC e 480 CE, aplicados no sulco de plantio, foram os que apresentaram melhor eficiência no controle das larvas de Diabrotica spp. O tratamento de sementes com thiodicarb, fipronil, imidacloprid, furathiocarb e fipronil+thiodicarb apresentaram baixo controle de larvas. Verificou-se que a proteção do sistema radicular do milho pelos inseticidas proporcionou um aumento significativo no rendimento de grãos (54%).; 2002

Molicutes e vírus em milho na safrinha e na safra de verão.

OLIVEIRA, E. de; CARVALHO, R.V. de; DUARTE, A.P.; ANDRADE, R. A. de; RESENDE, R. de O.; OLIVEIRA, C.M. de; RECCO, P.C.
Fonte: Revista Brasileira de Milho e Sorgo, Sete Lagoas, v. 1, n. 2, p. 38-46, 2002. Publicador: Revista Brasileira de Milho e Sorgo, Sete Lagoas, v. 1, n. 2, p. 38-46, 2002.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56.6%
A incidência de plantas de milho com sintomas de enfezamentos causados por molicutes ou de infecção por vírus foi avaliada em um ensaio com 22 cultivares, plantadas na safrinha e na safra de verão, em diferentes locais nos estados de São Paulo, Goiás e Minas Gerais. Essas avaliações foram feitas a partir da safrinha de 1999 até a safrinha de 2001. Amostras de folhas com sintomas de enfezamentos foram submetidas à extração de DNA e ao teste de PCR, para determinação dos índices de infecção por fitoplasma e por espiroplasma. Amostras de folhas com sintomas de viroses foram submetidas a testes RT-PCR, para confirmação da identificação do vírus. Em geral, a incidência de sintomas de enfezamentos foi maior na safrinha que na safra de verão, exceto no Estado de São Paulo, onde a incidência dessas doenças foi semelhante nas duas épocas de cultivo. A infecção por molicutes foi detectada em 103 amostras, dentre 390 submetidas ao teste de PCR. A infecção simultânea por espiroplasma e por fitoplasma foi detectada em apenas seis dessas amostras. Considerando-se o total de amostras positivas quanto à infecção por molicutes, os níveis de incidência de espiroplasma e de fitoplasma foram semelhantes. Contudo...

Avaliação de acessos de milho crioulo coletados na Regiao Central do Brasil.

ANDRADE, R.V. de; SANTOS, M.X. dos; FERREIRA, A.da S.; OLIVEIRA, A.C. de.
Fonte: Revista Brasileira de Milho e Sorgo, Sete Lagoas, v. 1, n. 2, p. 67-74, 2002. Publicador: Revista Brasileira de Milho e Sorgo, Sete Lagoas, v. 1, n. 2, p. 67-74, 2002.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56.77%
A coleção de germoplasma de milho do Brasil é uma das maiores do mundo, constituída de 3.816 acessos armazenados no Banco Ativo de Germoplasma da Embrapa Milho e Sorgo, em Sete Lagoas, MG. Uma das principais causas que dificultam o uso do germoplasma é a pouca informação disponível. Visando ampliar a quantidade e a qualidade de informações úteis para serem utilizadas nos programas de melhoramento, a Embrapa Milho e Sorgo vem desenvolvendo um trabalho sistemático, objetivando caracterizar e avaliar a coleção existente. Com esse enfoque, em 1984, foi publicado o primeiro catálogo brasileiro sobre germoplasma de milho, com a aplicação de 26 descritores em 282 acessos. Em 1986, iniciaram-se os trabalhos pioneiros para a caracterização e a avaliação do germoplasma da América Latina e do Caribe, através do Programa Latino-Americano de Milho (LAMP), com a participação do Brasil na avaliação e caracterização de 1.715 acessos, distribuídos em três regiões ecogeográficas (Sul, Central e Nordeste) e com a publicação de um catálogo correspondente às etapas 1 e 2 daquele programa. Em 1996, iniciaram-se novos estudos para implantação de uma segunda etapa do programa LAMP (LAMP II) visando caracterizar e avaliar outros acessos de milho. Assim...

Efeito do cálcio sobre algumas características biofísicas e morfologicas de plantas de milho BRS-4154 submetidas ao alagamento do solo.

ROMERO, J.L.; MAGALHAES, P.C.; ALVES, J.D.; DURAES, F.O.M.; VASCONCELLOS, C.A.
Fonte: Revista Brasileira de Milho e Sorgo, Sete Lagoas, v. 2, n. 3, p. 21-33, set./dez. 2003. Publicador: Revista Brasileira de Milho e Sorgo, Sete Lagoas, v. 2, n. 3, p. 21-33, set./dez. 2003.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56.69%
O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de diferentes níveis, fontes e formas de aplicação do cálcio no solo, em condições de alagamento, no comportamento de algumas características biofísicas e morfológicas de plantas de milho, cultivar Saracura, medidas na floração. O experimento foi conduzido em condições controladas de casa de vegetação, na Embrapa Milho e Sorgo. As sementes utilizadas foram de milho Saracura BRS 4154, ciclo 14; o solo empregado foi de várzea. Os tratamentos utilizados foram: duas fontes de cálcio (CaCl2, 300 kg ha-1 e gesso, 500 e 1500 kg ha-1) e três formas de aplicação (incorporado nos primeiros 8 cm da superfície, em todo o solo e sobre a superfície), em condições normais de irrigação e sob alagamento iniciado no estádio V6, permanecendo até a floração. Utilizou-se um delineamento inteiramente casualizado e as análises foram feitas na floração, avaliando-se área foliar, acúmulo de matéria seca da parte aérea da planta, eficiência fotoquímica do fotossistema 11, características biofísicas, tais como, resistência estomática e transpiração, algumas características morfológicas, como porosidade de raízes e raízes adventícias, intervalo entre florescimento masculino e feminino e análise do teor de macronutrientes. Basicamente...

Efeito do matricondicionamento integrado com controle quimico e biologico na emergencia de plântulas e na produtividade de milho.

ANDREOLI, C.; ANDRADE, R.V. de.
Fonte: Revista Brasileira de Milho e Sorgo, Sete Lagoas, v. 2, n. 3, p. 132-142, set./dez. 2003. Publicador: Revista Brasileira de Milho e Sorgo, Sete Lagoas, v. 2, n. 3, p. 132-142, set./dez. 2003.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.77%
Uma das principais causas da baixa produtividade de milho (Zea mays L.) é a qualidade de semente, que afeta o estande inicial e a população de plantas. O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos da qualidade da semente e da integração do condicionamento matricial (MC) com o tratamento químico (Captan@) e biológico Kodiak@ (Bacillus subtilis) na emergência de plântulas e na produtividade de milho, nas condições tropicais de Sete Lagoas, MG, e de estresses de frio, em Ponta Grossa, PR. Dois experimentos foram conduzidos na Embrapa Milho e Sorgo, em Sete Lagoas, em 1996 e 1998, e um em Ponta Grossa, PR, em 1997. Sementes de milho híbrido foram condicionadas com Micro-Cel E na presença de B. subtilis (600 mg kg-1 de sementes), B. subtilis + Captan@ e ácido giberélico (GA4+7 100 uM). Dois lotes de sementes, com germinação de 95% e 85%, foram condicionados à razão de 20: 5: 20, a 22°C, por 48 horas, com MC e na presença de Bacillus. Os parâmetros estudados foram: emergência de plântulas aos 10 e 20 dias, estande final, índice de velocidade de emergência (IVE), número de espigas ha-1, produção de grãos e de espigas ha-1. A qualidade inicial do lote de sementes foi fundamental no estabelecimento do estande e na produtividade de milho; a integração do MC com o tratamento químico e biológico beneficiam a qualidade da semente e a produtividade de milho...

Avaliacao da eficiência de fungicidas no controle da cercosporiose (Cercospora zeae-maydis) na cultura do milho.

PINTO, N.F.J. de A.; ANGELIS, B.de.; HABE, M.H.
Fonte: Revista Brasileira de Milho e Sorgo, Sete Lagoas, v. 3, n. 1, p. 139-145, 2004. Publicador: Revista Brasileira de Milho e Sorgo, Sete Lagoas, v. 3, n. 1, p. 139-145, 2004.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56.77%
A cercosporiose do milho, causada pelo fungo Cercospora Zeae-maydis, é atualmente, no Brasil, uma das mais importantes doenças foliares dessa cultura, apresentando maior severidade de danos no sudoeste de Goiás. Este experimento foi conduzido em área de plantio direto de milho sobre milho, no município de Montividíu, ao, infectada com Cercospora zeae-maydis. O delineamento experimental foi o de blocos ao acaso, com 8 tratamentos em 4 repetições. Foi utilizado o híbrido simples Avant, de ciclo precoce. Os fungicidas foram aplicados mediante pulverizador manual pressurizado com 4 bicos pulverizadores. O volume de calda aplicado em cada parcela foi de I ,4 litros. Foram utilizados os seguintes fungicidas (g i.a.ha-1): propiconazole (100,0), propiconazole (125,0), difenoconazole (50,0), difenoconazole (75,0), azoxystrobin (50,0), azoxystrobin (75,0) e tebuconazole (200,0). Parcelas sem tratamento fungicida constituíram a testemunha. A primeira pulverização dos fungicidas foi realizada em plantas no estádio V8 (43 Dias Após o Plantio - DAP) e a segunda no estádio de pré_ emborrachamento (58 DAP). Aos 85 DAP, com plantas com espigas no estádio de grão pastoso, procedeu-se à avaliação dos sintomas foliares causados por Cercospora zeae-maydis...

Manejo da adubação em diferentes cultivares de milho para produção comercial de minimilho.

PEREIRA FILHO, I.A.; VASCONCELLOS, C.A.; CRUZ, J.C.; GAMA, E.E.G.; COELHO, A.M.
Fonte: In: CONGRESSO NACIONAL DE MILHO E SORGO, 24., 2002, Florianópolis, SC. Meio ambiente e a nova agenda para o agronegócio de milho e sorgo: [resumos expandidos]. Sete Lagoas: ABMS: Embrapa Milho e Sorgo; Florianópolis: Epagri, 2002. Publicador: In: CONGRESSO NACIONAL DE MILHO E SORGO, 24., 2002, Florianópolis, SC. Meio ambiente e a nova agenda para o agronegócio de milho e sorgo: [resumos expandidos]. Sete Lagoas: ABMS: Embrapa Milho e Sorgo; Florianópolis: Epagri, 2002.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: 1 CD-ROM.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.73%
2002

Influência do cálcio na tolerância do milho Saracura BRS-4154 ao encharcamento do solo.

MAGALHAES, P. C.; FERRER, J. L. R.; ALVES, J. D.; VASCONCELLOS, C. A.; CANTÃO, F. R. de O.
Fonte: Revista Brasileira de Milho e Sorgo, Sete Lagoas, v. 6, n. 1, p. 40-49, 2007. Publicador: Revista Brasileira de Milho e Sorgo, Sete Lagoas, v. 6, n. 1, p. 40-49, 2007.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56.73%
O milho "Saracura" BRS-4154 apresenta-se como uma opção válida para as várzeas sujeitas ao encharcamento temporário. Pesquisas em laboratório têm demonstrado que a presença de CaCl2 no ambiente de germinação alagado aumenta a tolerância do milho ?Saracura?. No entanto, esses ensaios foram realizados em condições controladas, nas fases de germinação e desenvolvimento inicial das plântulas. Não existem, até o momento, pesquisas que mostrem a influência do cálcio na tolerância ao longo do desenvolvimento das plantas de milho no campo. Assim, o objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de diferentes níveis, fontes e modos de aplicação do cálcio em condições de encharcamento, no desenvolvimento e rendimento do milho ?Saracura?, em várzea com drenagem deficiente. Os tratamentos utilizados foram: fontes e doses de cálcio (CaCl2, 300,0 kg ha-1 e gesso, 500,0 e 1500,0 kg ha-1) e formas de aplicação (incorporado nos primeiros 8,0 cm da superfície, em todo o solo e sobre a superfície). Esses tratamentos foram testados em condições normais de irrigação e sob encharcamento imposto a partir do estádio fenológico V6 até a maturidade fisiológica. Utilizou-se um delineamento de blocos ao acaso, com quatro repetições...

Avaliação do efeito de veranico na produção de matéria seca de milho e sorgo.

AVELAR, B.C.; SANS, L.M.A.
Fonte: In: CONGRESSO NACIONAL DE MILHO E SORGO, 16., 1986, Belo Horizonte. Resumos... Sete Lagoas: EMBRAPA-CNPMS, 1986. p. 32. Publicador: In: CONGRESSO NACIONAL DE MILHO E SORGO, 16., 1986, Belo Horizonte. Resumos... Sete Lagoas: EMBRAPA-CNPMS, 1986. p. 32.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.73%
O presente trabalho teve como principal objetivo a influencia de veranicos nas fases inicial e reprodutiva na producao de materia seca de milho e sorgo. O ensaio foi instalado em um latossolo Vermelho-Escuro,distrofico, fase cerrado, durante os anos agricolas de 1982 a 1985. No primeiro ano aplicou-se 3,7 toneladas de calcario dolomitico e fez-se uma adubacao de correcao baseada em analises do solo. As cultivares de milho utilizadas foram BR 126 e CMSXS 201 Xe, as de sorgo, BR 505 e BR 601. Em cada ano agricola estes hibridos foram plantados em 4 diferentes epocas (8, 15 e 25 de outubro e 5 de novembro), com e sem irrigacao suplementar. O delineamento experimental utilizado foi blocos casualizados com 5 repeticoes. Quantificou-se a materia seca correspondente a parte aerea das plantas colhidas quando os graos encontravam-se na fase de grao macio. Embora os resultados tenham mostrado tanto para o milho como para o sorgo, que as producoes entre anos, nao diferiram significativamente, houve um aumento medio da producao das culturas irrigadas sobre as nao irrigadas de 12 a 27% para o milho e cerca de 36% para o sorgo. Estas diferencas podem ser atribuidas a ocorrencia de veranico durante o ciclo das culturas. A producao de milho foi superior a do sorgo...

Alguns aspectos da cultura do milho na região Amazônica.

GAMA, E.E.G.; GARCIA, J.C.
Fonte: In: SIMPÓSIO DO TRÓPICO ÚMIDO, 1., 1984, Belém. Resumos. Belém: EMBRAPA-CPATU, 1984. p. 149-158. Publicador: In: SIMPÓSIO DO TRÓPICO ÚMIDO, 1., 1984, Belém. Resumos. Belém: EMBRAPA-CPATU, 1984. p. 149-158.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.77%
Duas características da região Norte do Brasil podem ser utilizadas para melhor compreender a produção de milho nesta região: a localização equatorial e sua condição de fronteira agrícola em início de ocupação. Sabe-se que, hoje, as regiões responsáveis pela maior parte da produção mundial de milho se situam fora desta localização, e detêm logicamente maior acervo de informações tecnológicas que, por sua vez, apenas eventualmente podem ser transferidas sem a adaptação necessária para as condições equatoriais. A baixa densidade populacional urbana, que determina um mercado restrito para a comercialização da produção, e a reduzida população rural, características de regiões de fronteira, exercem influência marcante sobre o tipo de explorações agrícolas a ser implantado. Atualmente, a região amazônica brasileira é responsável por uma parcela ainda pequena da produção nacional, cerda de 1,2%. Entretanto, o crescimento desta produção se dá em ritmo acelerado, ou seja, 316% no período 1971/1981. Em nível mais desagregado, nota-se que os estados e territórios da região detêm as maiores taxas anuais de crescimento da produção de milho no Brasil, isto devido principalmente à incorporação acelerada de área agrícola ao processo produtivo. As taxas de crescimento da produtividade...

Influência da rotação de culturas no sistema radicular do milho e em algumas características químicas de um latossolo vermelho-escuro distrófico da região de Sete Lagoas.

VASCONCELLOS, C. A.; SANS, L. M. A.; PACHECO, E. B.
Fonte: In: CONGRESSO NACIONAL DE MILHO E SORGO, 16., 1986, Belo Horizonte. Anais... Sete Lagoas: EMBRAPA-CNPMS, 1988. p. 523-530. Publicador: In: CONGRESSO NACIONAL DE MILHO E SORGO, 16., 1986, Belo Horizonte. Anais... Sete Lagoas: EMBRAPA-CNPMS, 1988. p. 523-530.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.88%
Em experimento envolvendo rotacao de culturas e adubacao verde na cultura do milho, em um latossolo Vermelho-Escuro distrofico, observou-se um periodo de estiagem prolongada durante a fase de florescimento de milho, sintomas acentuados de murcha em areas de cultivo continuo com milho. Em areas onde se efetuava a rotacao de cultura soja-milho, mucuna-milho, milho + mucuna intercalar-milho, este sintoma nao se repetia. Procurando-se avaliar os beneficios de rotacao de culturas sobre o monocultivo, coletou-se amostras de solo de uma area com 0,20 m2, tendo-se como ponto central a linha de milho. O volume amostrado foi obtido atraves das seguintes profundidades: 0-2 cm, 2-4 cm, 4-6 cm, 6-10 cm, 10-14 cm, 14-18 cm, 18-26 cm, 26-34 cm e 34-42 cm. Apos a coleta do solo + raizes, estas foram separadas e quantificadas (peso) e o solo analisado quimicamente. Os resultados permitiram concluir que a rotacao soja-milho e mucuna-milho, promoveram maior aumento de peso de plantas de milho e maior quantidade de raizes abaixo de 30 cm de profundidade em relacao ao milho continuo e milho com mucuna intercalar. A rotacao soja-milho promoveu uma melhor distribuicao de bases nas camadas mais profundas do solo, aumentando a saturacao de calcio. Houve, nas areas com rotacao mucuna-milho...

Relacoes de preco insumo/produto na cultura do milho do Cenro-Sul do Brasil.

PONTES, E.C.S.; GARCIA, J.C.
Fonte: In: CONGRESSO NACIONAL DE MILHO E SORGO, 15., 1984, Maceió. Anais. Brasília: EMBRAPA-DDT, 1986. p. 19-28. Publicador: In: CONGRESSO NACIONAL DE MILHO E SORGO, 15., 1984, Maceió. Anais. Brasília: EMBRAPA-DDT, 1986. p. 19-28.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.73%
Teve-se por objetivo estudar o comportamento dos precos de insumos utilizados na cultura do milho e o preco deste cereal, em tres estados da regiao centro-sul do Brasil entre 1973 e 1981. Foram calculadas as relacoes dos precos insumos/produto em cada ano, e ajustadas equacoes para verificar a tendencia das variacoes no periodo. Simultaneamente, tambem, tres sistemas de producao para avaliar as necessidades minimas de producao de milho, de forma a cobrir os respectivos custos anuais de producao. Tres insumos apresentara, precos crescentes com relacao ao do milho: oleo diesel, cloreto de potassio e sementes de milho hibrido. Com base na avaliacao do custo total de producao, existem indicios de que e necessaria uma produtividade por area cada vez maior para cobrir os custos com a conducao de lavoura. Entretanto, mais importante do que isto e a grande variacao da quantidade de milho requerida para este fim, o que reflete uma situacao de inseguranca e desestimulo para o uso dos chamados insumos modernos.; 1986

Efeito de diferentes alturas de dobramento do milho na produção do feijão da seca.

PEREIRA FILHO, I.A.; RAMALHO, M.A.P.; CRUZ, J.C.
Fonte: In: CONGRESSO NACIONAL DE MILHO E SORGO, 16., 1986, Belo Horizonte. Anais... Sete Lagoas: EMBRAPA-CNPMS, 1986. p. 498-505. Publicador: In: CONGRESSO NACIONAL DE MILHO E SORGO, 16., 1986, Belo Horizonte. Anais... Sete Lagoas: EMBRAPA-CNPMS, 1986. p. 498-505.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.75%
Para verificar o efeito da pratica de diferentes alturas de dobramento de milho (Zea mays L.) sobre a producao do feijao (Phaseolus vulgaris L.) da seca, consorciado, foi conduzido na Fazenda Experimental da EPAMIG, em Patos de Minas, no ano agricola 1984/95, um experimento envolvendo duas cultivares de milho, de porte alto e baixo e uma cultivar de feijao com habito de crescimento III. O delineamento foi de blocos casualizados, em esquema de fatorial 2 x 3 x 2, com quatro repeticoes. As diferentes alturas do dobramento do milho realizado abaixo da espiga e a 50 cm do solo e, o processo de desfolha, foram efetuados apos a maturacao fisiologica, sendo logo em seguida semeado o feijao. O dobramento do milho nas diferentes alturas reduziu sua producao em 15% em relacao a planta nao dobrada. A produtividade de graos do feijoeiro foi 84,6% inferior a obtida no monocultivo, entretanto esta mesma produtividade aumentou em 16% na presenca do milho de menor porte. A ausencia de folhas na graminea proporcionou um incremento de 42,5% na producao de graos do feijoeiro, constatando ainda, efeito significativo para a interacao altura de dobramento x cultivar de milho para a producao de graos do mesmo.; 1986

Correlações entre ambientes baseadas na produtividade de híbridos de milho avaliados na safra e safrinha.

GUIMARAES, P. E. de O.; MEIRELLES, W. F.; RIBEIRO, P. H. E.; PACHECO, C. A. P.; GAMA, E. E. G. e; PARENTONI, S. N.; SANTOS, M. X. dos; FERREIRA, A. da S.; CASELA, C. R.; OLIVEIRA, A. C. de; DUARTE, A. P.; CECCOM, G.; CARDOSO, M.; MACHADO, A. T.; SIMIONATO
Fonte: In: SEMINÁRIO NACIONAL DE MILHO SAFRINHA, 8., 2005, Assis. Anais... Campinas: Instituto Agronômico, 2005. p. 273-278. Publicador: In: SEMINÁRIO NACIONAL DE MILHO SAFRINHA, 8., 2005, Assis. Anais... Campinas: Instituto Agronômico, 2005. p. 273-278.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.73%
2005

Programa computacional de simulação da produtividade para suporte a decisão no plantio de milho.

PEREIRA, D. F.; NÃÃS, I. A.; BERTOLA, J. R. M.; MATA, D. H.; MANTOVANI, E. C.; FRANCA, G. E.
Fonte: In: SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE AGRICULTURA DE PRECISÃO, 3., 2005, Sete Lagoas. [Anais]. Sete Lagoas: Embrapa Milho e Sorgo: UFV: SBEA: CIGR, 2005. Publicador: In: SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE AGRICULTURA DE PRECISÃO, 3., 2005, Sete Lagoas. [Anais]. Sete Lagoas: Embrapa Milho e Sorgo: UFV: SBEA: CIGR, 2005.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: 1 CD-ROM.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56.65%
O objetivo deste trabalho foi desenvolver um programa computacional que simule a produção do milho, sendo utilizado como um suporte a decisão para o produtor. O algoritmo utilizado consta de modelos de regressão obtidos a partir de resultados de uma pesquisa de campo realizada na Embrapa Milho e Sorgo, sob condições de plantio direto e com modelos de estimativas de produção obtidos em tabelas e resultados de outros trabalhos constantes na literatura. O pacote computacional resultante é completo o suficiente para a simulação da produtividade em um determinado solo e implantação e uso por produtores (usuários) como uma ferramenta de Agricultura de Precisão, capaz de auxiliar à tomada de decisão. O programa é de fácil manuseio, onde o usuário pode optar em digitar os valores que representam as condições do solo de plantio, ou resgatar valores de um banco de dados histórico que pode ser implementado pelo próprio usuário, ou obtido através da Embrapa que disponibilizará, através da rede mundial de computadores, condições de solo de todo o país. A saída do programa é de simples interpretação e fornece, entre outros resultados, a produtividade máxima de um solo sob as condições de simulação, auxiliando o produtor na tomada de decisão quanto a aplicação de insumos .; 2005

Uso de ratos de laboratório para determinar o valor nutritivo do milho em diversos níveis de carunchamento.

BRAGA, L.G.T.; LOPES, D.C.; COSTA, N.M.B.da; PEREIRA, J.S.; TEIXEIRA, M. da P.
Fonte: Revista Brasileira de Zootecnia, Viçosa, v. 32, n. 2, p. 331-336, 2003. Publicador: Revista Brasileira de Zootecnia, Viçosa, v. 32, n. 2, p. 331-336, 2003.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.77%
Com o objetivo de avaliar os efeitos do milho carunchado e a qualidade de sua proteína para ratos em crescimento foi conduzido um experimento no biotério do Departamento de Nutrição/UFV. Trinta ratos (fêmeas) recém-desmamados, da linhagem Wistar, com 22 dias de idade e peso médio de 53,9 ± 3,2 g foram distribuídos em delineamento inteiramente casualizado para cinco tratamentos e seis repetições com um animal por unidade experimental. Os tratamentos consistiram de uma dieta basal (controle positivo), como um padrão de caseína, quatro dietas com milho que continha 2%; 10%; 17% e 38% de carunchamento e uma dieta isenta de proteína. O ensaio teve duração de 14 dias. Foram observados maior ganho de peso médio diário (GPMD), maior consumo de ração médio diário (CRMD), melhor conversão alimentar (CA) e maior razão protéica líquida (NPR) nos ratos que receberam a dieta padrão de caseína do que nas dietas que continham o milho carunchado, mas não foi observado diferença entre as dietas que continham diferentes níveis de carunchamento. Por outro lado, foi observado maiores coeficientes de digestibilidade de MS, PB e ED que na dieta padrão de caseína do que nas dietas contendo milho carunchado, embora maiores coeficientes tenham sido observados com 17% e que os valores semelhantes entre 2 e 38% provavelmente estejam relacionados ao processo de carunchamento. Com base nos dados do experimento...

Efeito da aplicação de herbicidas no teor de carotenóides em milho verde.

RIOS, S. de A.; PAES, M. C. D.; KARAM, D.; BOREM, A.; PIRES, C. H. de P.; MATIAS, J. P.; LOPES, C. de O.
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DA CIÊNCIA DAS PLANTAS DANINHAS, 26.; CONGRESO DE LA ASOCIACIÓN LATINO-AMERICANA DE MALEZAS, 18., 2008, Ouro Preto. Trabalhos apresentados. Sete Lagoas: SBCPD: Embrapa Milho e Sorgo, 2008. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DA CIÊNCIA DAS PLANTAS DANINHAS, 26.; CONGRESO DE LA ASOCIACIÓN LATINO-AMERICANA DE MALEZAS, 18., 2008, Ouro Preto. Trabalhos apresentados. Sete Lagoas: SBCPD: Embrapa Milho e Sorgo, 2008.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: 1 CD-ROM.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.75%
Na cultura do milho, o uso de herbicidas é prática de elevada importância para a obtenção de altos rendimentos de grãos, porém, alguns grupos recomendados inibem a biossíntese de carotenóides, trazendo preocupações para programas de melhoramento que visam a obtenção de genótipos de milho com maiores teores desses compostos, cujas propriedades biológicas como precursores de pró-vitamina A e antioxidantes são importantes para a saúde humana. Portanto, o objetivo do presente trabalho foi avaliar a influência da aplicação de herbicidas no teor de carotenóides em grãos de milho verde. O plantio foi conduzido em campo experimental do Centro Nacional de Pesquisa de Milho e Sorgo da Embrapa, localizado em Sete Lagoas, MG, no ano agrícola de 2007, utilizando-se o híbrido simples BRS 1030. As aplicações químicas foram feitas com herbicidas pós-emergentes totalizando 5 tratamentos: sem aplicação; foramsulfuron + iodosulfuron-metyl-sodium (40 g/ha-1); nicosulfuron (20 g/ha-1) ; mesotrione (120 g/ha-1) e tembotrione (100 g/ha-1). Todos os tratamentos herbicidas constituíram mistura com atrazine a 1000 g/ha-1 Os grãos verdes foram avaliados quanto aos teores a-caroteno, ß-caroteno, luteína, zeaxantina e ß-criptoxantina através de cromatografia líquida de alta eficiência (CLAE). A partir dos resultados foram calculados os teores de carotenóides totais (CT)...

Seletividade da cultura do milho ao herbicida clomazone por meio do uso de dietholate.

KARAM, D.; CARNEIRO, A.A.; ALBERT, L.H.; CRUZ, M.B. da; COSTA, G.T.; MAGALHAES, P.C.
Fonte: Revista Brasileira de Milho e Sorgo, Sete Lagoas, v. 2, n. 1, p. 72-79, jan./abr. 2003. Publicador: Revista Brasileira de Milho e Sorgo, Sete Lagoas, v. 2, n. 1, p. 72-79, jan./abr. 2003.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56.79%
Com o objetivo de avaliar a seletividade de clomazone na cultura do milho através do uso de dietholate, foram instalados dois experimentos, sob condições de casa-de-vegetação e laboratório, na Embrapa Milho e Sorgo, Sete Lagoas, MG. Sementes do milho BRS 2223 foram tratadas ou não com dietholate, na proporção de 500 g para 100 Kg de semente. Os tratamentos herbicidas foram oito doses de clomazone (0,0; 62,5; 125,0; 250,0; 500,0; 1000,0; 2000,0; 4000,0; g ha-1). As plantas de milho provenientes de sementes não tratadas com dietholate apresentaram índices estimados de 50% de fitotoxicidade, aos 14 DAA, em função a dose de 1203 g h-1 de clomazone, enquanto que esse índice somente foi estimado nas plantas de milho provenientes de sementes tratadas com dietholate, em função da dose de 1921 g ha-1 de clomazone. As diferenças no acúmulo de matéria seca aérea das plantas de milho tratadas ou não com dietholate foram observadas a partir da dose de 2000 g ha-1 de clomazone. Reduções de 80% e 90% no acúmulo da matéria seca aérea foram detectadas com a dose de clomazone a 4000 g ha-1, em plantas provenientes de sementes tratadas ou não com dietholate, respectivamente. O teor de clorofila foi reduzido em 50% com a dose de 784 g ha-1 e 1740 g ha-1...

Efeito da umidade do solo na biologia de Rhopalosiphum maidis (FITCH, 1856) (Hemiptera: aphididae) em milho.

MAIA, W. J. M. S.; LOUZADA, J. N. C.; CRUZ, I.; ECOLE, C. C.. MAIA, T. J. A .F.
Fonte: Revista Brasileira de Milho e Sorgo, Sete Lagoas, v. 5, n. 1, p. 37-47, 2006. Publicador: Revista Brasileira de Milho e Sorgo, Sete Lagoas, v. 5, n. 1, p. 37-47, 2006.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.77%
O efeito da umidade do solo na biologia de Rhopalosiphum maidis (Fitch) em plantas de milho (Zea mays) foi avaliado em casa de vegetação. Foi utilizado o delineamento experimental inteiramente casualizado, com três tratamentos (20%, 40% e 100% de rotação hídrica) e quatro repetições, sendo cada parcela experimental constituída por um vaso de polietileno de cinco litros contendo duas plantas de milho no estádio fenológico três e com dez pulgões adultos confinados em microgaiolas de 10 mm de altura por 10 mm de diâmetro (cinco pulgões/microgaiola/planta), perfazendo um total de 40 pulgões/tratamento. As variáveis biológicas do pulgão estudadas foram: a duração de cada instar, dos períodos pré-reprodutivo, pós-reprodutivo e reprodutivo, a produção diária, total de ninfas e de alados e o ciclo de vida de R. maidis. Houve efeito da umidade do solo onde estavam as plantas de milho, tanto na duração do desenvolvimento dos pulgões, em cada um dos quatro ínstares, quanto na duração da fase ninfal, sendo que os pulgões que se desenvolveram em plantas de milho com défice de água de 80% completaram os estádios ninfais num menor período. De igual forma, o período reprodutivo e a longevidade dos adultos foram mais curtos nos pulgões que se desenvolveram em plantas de milho em solo com 20% da capacidade de campo. Porém...