Página 1 dos resultados de 91 itens digitais encontrados em 0.006 segundos

Validade de um monitor digital de pulso para mensura????o de press??o arterial em compara????o com um esfigmoman??metro de merc??rio

Menezes, Ana Maria Baptista; Dumith, Samuel de Carvalho; Noal, Ricardo Bica; Nunes, Ana Paula; Mendon??a, Fernanda; Ara??jo, Cora Luiza Pavin; Duval, Marta; Caruso, Paulo; Hallal, Pedro Rodrigues Curi
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
56.97%
Fundamento: Medidas v??lidas da press??o arterial, em situa????es cl??nicas e na comunidade, s??o essenciais para a monitora????o dessa vari??vel em n??vel populacional. Objetivo: Avaliar a validade de um monitor digital de pulso para mensura????o da press??o arterial em adolescentes, em compara????o com um esfigmoman??metro de merc??rio. M??todos: Um estudo de valida????o foi realizado na cidade de Pelotas, regi??o sul do Brasil. A press??o arterial foi medida duas vezes, utilizando-se dois esfigmoman??metros diferentes: um aparelho digital de pulso OMRON e um aparelho de mesa BD de merc??rio. Metade da amostra foi medida primeiro atrav??s do man??metro digital e depois pelo de merc??rio, enquanto a outra metade foi avaliada na ordem inversa. A concord??ncia entre as duas medidas foi avaliada atrav??s do m??todo de Bland & Altman. Resultados: 120 adolescentes com idade entre 14 e 15 anos foram inclu??dos no estudo (50% de cada sexo). A press??o sist??lica m??dia entre os meninos foi de 113,7 mmHg (DP 14,2) usando o man??metro de merc??rio e 115,5 mmHg (DP 15,2) usando o aparelho digital. Os valores equivalentes para a press??o diast??lica foram 61,5 mmHg (DP 9,9) e 69,6 mmHg (10,2), respectivamente. Entre as meninas, a press??o sist??lica m??dia foi de 104...

Merc??rio em materiais de aterros e sedimentos na parte urbanizada da beira do saco da Mangueira (Rio Grande, RS)

Costa, Nadja Berenice Dias da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.57%
Disserta????o(mestrado) - Universidade Federal do Rio Grande, Programa de P??s-Gradua????o em Oceanografia F??sica, Qu??mica e Geol??gica, Instituto de Oceanografia, 2007.; O presente estudo foi realizado na enseada do Saco da Mangueira, inserida na ??rea urbana do munic??pio de Rio Grande, de suma import??ncia do ponto de vista ambiental, econ??mico, cultural e de lazer que vem sendo progressivamente degradada em fun????o da expans??o urbana e industrial, principalmente a partir da d??cada de 70. ?? um dos ecossistemas atingidos pelo processo de crescimento urbano sem restri????o, fiscaliza????o e planejamento adequado. Entre os impactos negativos est??o os aterros das margens para empreendimentos imobili??rios de empresas, ind??strias e de favelas. Acrescenta-se a isto o lan??amento de dejetos industriais e dom??sticos e disposi????o inadequada de res??duos s??lidos. Teve como objetivo principal caracterizar a distribui????o do Hg nos materiais dos aterros urbanos pr??ximos ao Saco da Mangueira, visando avaliar a migra????o deste metal no sistema aqu??tico. Para isso foram realizadas an??lises de Hg total, utilizando o sistema de vapor frio, acoplado a AAS GBS 932AA, em 22 amostras de material de aterro e 21 amostras de sedimento. Os materiais de aterros foram investigados nos intervalos de 0 - 5 e 5 - 20cm. Concluiu-se que todos os materiais de aterros estudados estavam contaminados por Hg sendo que no intevalo de 5 - 20cm foi encontrado a maior concentra????o em m??dia de Hg (1...

Aspectos da biogeoqu??mica do merc??rio em lagos na plan??cie costeira do Rio Grande do Sul

K??tter, Vinicius Tavares
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
77.18%
Disserta????o(mestrado) - Universidade Federal do Rio Grande, Programa de P??s-Gradua????o em Oceanografia F??sica, Qu??mica e Geol??gica, Instituto de Oceanografia, 2006.; No ambiente aqu??tico um dos mais perigosos contaminantes ?? o merc??rio.A contamina????o por merc??rio na cadeia tr??fica em ambientes aqu??ticos pode ser severa e persistente, uma das principais fontes de contamina????o por merc??rio em humanos atrav??s da cadeia alimentar s??o os peixes. Nesse estudo:- Foram mensurados os n??veis de merc??rio em tr??s lagos no extremo sul do Brasil e avaliou-se a rela????o entre merc??rio na precipita????o atmosf??rica total, material particulado no ar, material particulado na ??gua dos lagos, sedimentos, solo e ??gua subterr??nea as margens dos lagos, plantas aqu??ticas, molusco aqu??tico e peixes de ??reas pr??ximas ??s fontes de emiss??o de merc??rio (??reas: industrial e suburbana) e distante das fontes de merc??rio (??rea de reserva natural).- Foram mensurados os n??veis de merc??rio em vinte e sete esp??cies de peixes de quatro ambientes (lago fechado, lago aberto, estu??rio, marinho). Simulou-se o aporte de merc??rio atmosf??rico para os lagos, atrav??s de um experimento. No qual adicionou-se poeira contaminada por merc??rio em tanques contendo: peixe...

Const??ncias de Merc??rio: a caricatura e as representa????es do com??rcio

Alves, Francisco das Neves
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
76.67%
Estudo das representa????es das atividades mercantis atrav??s da figura mitol??gica de merc??rio nas p??ginas da folha caricata revista illustrada, ao longo da d??cada final da monarquia brasileira.; This study is aimed at discussing the representations of commercial activities through the mythological figure of Mercury found in the caricatured pages of revista illustrada during the final decade of the Brazilian monarchy.

Distribui??o de merc?rio e ars?nio nos sedimentos da ?rea afetada por garimpo de ouro ? Rio Gualaxo do Norte, Mariana, MG

Rhodes, Valdilene da Penha
Fonte: Programa de P?s-Gradua??o em Evolu??o Crustal e Recursos Naturais. Departamento de Geologia, Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto. Publicador: Programa de P?s-Gradua??o em Evolu??o Crustal e Recursos Naturais. Departamento de Geologia, Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto.
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.86%
O estado de Minas Gerais, principalmente em ?reas do Quadril?tero Ferr?fero, ? tradicionalmente conhecido por atividades de extra??o mineral como ferro, mangan?s, pedras preciosas e ouro. Essa ?ltima constitui uma importante fonte de elementos tra?o, j? que as associa??es minerais presentes nesses dep?sitos aur?feros s?o ricos em minerais sulfetados principalmente os que cont?m ars?nio (arsenopirita e pirita). Na regi?o do rio Gualaxo do Norte, foco desse estudo, atividades de extra??o de ouro s?o comuns na forma de garimpos. Nesses garimpos utilizam-se desde t?cnicas rudimentares at? equipamentos mais modernos, como dragas e bombas, al?m da utiliza??o do merc?rio para a amalgama??o do ouro. Tal atividade, face ?s suas peculiaridades, implica nas altera??es das condi??es ambientais, com intensidade e diversidade de efeitos, cujos riscos nem sempre se restringem aos limites da ?rea de trabalho. Com o objetivo de avaliar os impactos da minera??o de ouro na qualidade da ?gua e do sedimento no rio Gualaxo do Norte, foram realizadas duas campanhas de amostragens (per?odo seco e per?odo chuvoso). As an?lises inclu?ram determina??o de Hg e As, al?m de outros elementos tra?o e maiores (Al, Ba, Ca, Co, Cr, Cu, Fe, K, Li, Mg, Mn, Na, Ni, P, Sr...

Exposi??o humana ao metilmerc?rio em comunidades ribeirinhas da Regi?o do Tapaj?s, Par?, Brasil

PINHEIRO, Maria da Concei??o Nascimento; NAKANISHI, Junko; OIKAWA, Teiichi; GUIMAR?ES, Geraldo de Assis; QUARESMA, Manoel; CARDOSO, Bernardo da Silva; AMORAS, Walter Wanderley; HARADA, Masazume; MAGNO, Carlos; VIEIRA, Jos? Luiz Fernandes; XAVIER, Mar?lia
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
56.92%
Avaliou-se a exposi??o humana ao metilmerc?rio e ao merc?rio total em comunidades ribeirinhas do rio Tapaj?s e da regi?o metropolitana de Bel?m, no Estado do Par?, Brasil, atrav?s da determina??o de merc?rio total e metilmerc?rio em amostras de cabelo nos anos de 1994 e 1995. Observou-se que as concentra??es m?dias de merc?rio total variaram de 2 ? 1?g/g-1 a 20,5 ? 12,1?g/g-1, enquanto que as concentra??es m?dias de metilmerc?rio variaram de 1,4 ? 0,7?g/g-1 a 18,5 ? 11?g/g-1. Estes resultados confirmam a contamina??o mercurial na regi?o do rio Tapaj?s, admitem a possibilidade do aparecimento de sinais e sintomas de intoxica??o mercurial e recomendam a manuten??o da monitoriza??o do merc?rio total e do metilmerc?rio nas amostras de cabelo, bem como a necessidade de estudos cl?nico-epidemiol?gicos para implanta??o de medidas de preven??o e controle da intoxica??o mercurial.; ABSTRACT: Evaluation of total human exposure to mercury and methylmercury was effected in riverine villages along the Tapajos river and in the metropolitan area of Belem city, state of Para, Brazil, by using total mercury and methylmercury concentrations in hair samples in 1994 and 1995. It was observed that average concentrations of total mercury are in a range from 2 ? 1?g/g-1 to 20.5 ? 12.1?g/g-1. While methylmercury average concentration varies from 1.4 ? 0.7?g/g-1 to 18.5 ? 11?g/g-1. These results confirm mercury contamination in the Tapajos river and possible appearance of mercury intoxication symptoms...

Determina??o de merc?rio total em amostras de ?gua, sedimento e s?lidos em suspens?o de corpos aqu?ticos por espectrofotometria de absor??o at?mica com gerador de vapor a frio

VIEIRA, Jos? Luiz Fernandes; PASSARELLI, Miriam Meyer
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.92%
O emprego de merc?rio met?lico nos processos de extra??o do ouro libera toneladas de merc?rio ao meio ambiente, provocando um aumento consider?vel nas concentra??es presentes. Com a finalidade de prevenir a exposi??o humana a concentra??es excessivas, o que poder? resultar em graves epis?dios de intoxica??o mercurial, bem como avaliar a possibilidade de sedimentos tornarem-se fontes potenciais de contamina??o para os seres vivos, ? de fundamental import?ncia a monitoriza??o do merc?rio em diversos compartimentos ambientais. Efetuou-se a padroniza??o de uma metodologia anal?tica para determina??o de merc?rio total em amostras de ?gua, s?lidos em suspens?o e sedimentos de corpos aqu?ticos para monitoriza??o ambiental do xenobi?tico. Posteriormente, foram analisadas amostras oriundas de regi?es garimpeiras, com vistas a avaliar o desempenho do m?todo em amostras reais e efetuar levantamento preliminar sobre a contamina??o mercurial na ?rea de estudo.; ABSTRACT: The use of metallic mercury in the extraction and concentration of gold causes the discarding of tons of this metal in the environment, leading to a considerable increase in the natural levels of the same and the contamination of the surrounding areas. Thus it is extremely important to monitor the presence of this metal in various sectors of the environment with a view aiming to previnting human exposure to excessive concentrations which can result in serious episodes of mercury poisoning. It is also important to estimate the possibility of river sediments becoming potential sources of contamination of human beings. The determination of total mercury was undertaken by using cold vapor atomic absorption spectrometry. River waters...

Metilmerc?rio e merc?rio inorg?nico em peixes comercializados nos mercado municipal de Itaituba (Tapaj?s) e mercado do Ver-o-peso (Bel?m)

ARRIFANO, Gabriela de Paula Fonseca
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
67.05%
O merc?rio ? um perigoso metal e uma importante fonte de contamina??o ambiental no Brasil e sobretudo na Amaz?nia. O principal ?rg?o-alvo deste metal ? o SNC onde causa danos que podem levar aos sintomas cl?ssicos: ataxia, parestesia, disartria e altera??es no desenvolvimento do sistema nervoso de crian?as. A contamina??o mercurial nos rios amaz?nicos aumenta a quantidade encontrada nos peixes, principalmente os que est?o no topo da cadeia alimentar, expondo dessa forma a popula??es ribeiras ? intoxica??o mercurial, uma vez que o peixe ? um elemento central na dieta dessas popula??es. Por isso, ? fundamental o monitoramento peri?dico dos n?veis de merc?rio nas esp?cies de peixes consumidas nessa regi?o. Nosso trabalho se prop?s a identificar os n?veis de metilmerc?rio e merc?rio inorg?nico nas esp?cies de peixes mais consumidas pelas popula??es ribeirinhas da regi?o do Tapaj?s e compar?los com os n?veis encontrados em peixes da mesma esp?cie obtidos na regi?o de Bel?m. Al?m disso, realizar uma compara??o com os resultados obtidos por Dos Santos et al. (2000) e analisando os n?vel atuais e os antigos. Os peixes foram coletados no mercado municipal de Itaituba, no Tapaj?s, e no mercado do Ver-o-peso, em Bel?m. Amostras de m?sculo de cada peixe foram liofilizadas e analisadas pela Universidad de Castilla-La Mancha (Espanha) para quantifica??o do metilmerc?rio e do merc?rio inorg?nico. Os resultados obtidos no presente trabalho mostraram que somente os peixes pisc?voros da regi?o do Tapaj?s apresentam n?veis de metilmerc?rio acima do limite preconizado pela OMS (0...

Avalia??o da exposi??o cong?nita ao merc?rio sobre o peso de rec?m-nascidos em Porto Velho-Rond?nia

RAMOS, Teresa Cristina
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.95%
Foram estudadas 100 m?es com seus RN, em tr?s maternidades da cidade de Porto Velho-RO, para a avalia??o da exposi??o pr?-natal ao merc?rio, atrav?s da verifica??o dos n?veis de merc?rio total ao nascimento em amostras de cabelo da m?e e de rec?m-nascidos, sangue materno, cord?o umbilical e placenta. As m?es responderam a um question?rio, com a finalidade de identificar fatores de risco para contamina??o mercurial e todas as crian?as foram submetidas ao exame f?sico de rotina. A an?lise laboratorial do merc?rio foi realizada no Laborat?rio de Biogeoqu?mica Ambiental da UNIR, pela t?cnica de espectrofotometria de absor??o at?mica; os resultados mostraram significante correla??o entre as concentra??es de merc?rio total na placenta e cord?o umbilical, cabelo do RN, sangue materno e cabelo materno. Conclu?mos que ocorreu exposi??o cong?nita; que os n?veis de concentra??o deste metal observados no estudo, n?o repercutiram diretamente sobre a idade gestacional; mas, apresentaram correla??o significante entre a concentra??o mercurial e peso do RN, confirmados pelos valores encontrados no cabelo do RN.; ABSTRACT: A hundred mothers with their newborn babies, were studied, in three hospitals in the city of Porto Velho, for the evaluation of the prenatal exposure to mercury...

Representa??es sociais da pesquisa do merc?rio em uma comunidade ribeirinha do Tapaj?s

LIMA, Maria de Nazar? Alves de
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.94%
Este estudo prop?e-se a analisar as Representa??es Sociais dos moradores da comunidade de Barreiras situada ?s margens do rio Tapaj?s no munic?pio de Itaituba- Par?, quanto ?s atividades de pesquisa sobre o merc?rio naquela localidade conduzidas por diversas institui??es. O referencial te?rico adotado foi a abordagem processual das Representa??es Sociais desenvolvida por Serge Moscovici. Procurou-se delinear os entendimentos desses moradores atrav?s da An?lise de Conte?do de Bardin, fazendo-se an?lise quanti-qualitativa dos dados para investigar os discursos destes atores sociais. Elaboraram-se gr?ficos contendo as porcentagens quantificadas destas concep??es para o estudo dos dados mais relevantes. Ao final, observou-se que os entrevistados s?o a favor das pesquisas que ali acontecem como expectativa de serem descobertos e atendidos nas suas necessidades, acreditando na exist?ncia do merc?rio no rio Tapaj?s e o associando ? atividade garimpeira, embora, tenha-se ainda identificado discursos que confundem o metal merc?rio com o planeta ou o antiss?ptico. Estas percep??es est?o ligadas ?s suas viv?ncias e falas de seus pares sugerindo a necessidade de um servi?o permanente de informa??es, organizado pela pr?pria comunidade e com o apoio dos pesquisadores contribuindo na forma??o e capacita??o de lideran?as comunit?rias e esclarecimentos...

Aspectos epidemiol?gicos da exposi??o ao merc?rio na regi?o do Tapaj?s, no per?odo de 1994 a 2008

FARRIPAS, Samara do Socorro Monteiro
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
56.99%
A exposi??o ao merc?rio tem sido estudada em ?reas sob influ?ncia de garimpos de ouro, entretanto, em alguns aspectos epidemiol?gicos os estudos ainda s?o insuficientes. O objetivo principal deste estudo foi avaliar a intensidade e a preval?ncia da exposi??o ao merc?rio em comunidades ribeirinhas do Tapaj?s ao longo do per?odo de 1994 a 2008. O estudo foi conduzido em duas comunidades situadas pr?ximo a nascente do rio Tapaj?s atrav?s da an?lise de Hg total em amostras de cabelos, medidos pela espectrofotometria de absor??o at?mica, no Laborat?rio de Toxicologia Humana e Ambiental da Universidade Federal do Par? (UFPA). Os resultados indicaram que as comunidades possuem uma grande freq??ncia de mulheres em idade reprodutiva, a maioria dos habitantes tem um longo tempo de resid?ncia local e a dieta ? caracterizada pela elevada frequ?ncia de refei??es do pescado da regi?o. O tempo de exposi??o ao merc?rio vem se estendendo h? pelo menos 14 anos, com n?veis que oferecem riscos ? sa?de, principalmente, para o grupo materno-infantil, e n?o h? diferen?a de exposi??o entre as duas comunidades. A preval?ncia de exposi??o ao merc?rio (habitantes com n?veis de Hg total (Hg total) > 10 ?g/g) foi alta nas duas comunidades. N?o houve correla??o entre a produ??o de ouro e os n?veis de Hg total em amostras de cabelo. Conclui-se que os n?veis de exposi??o apresentados no per?odo do estudo caracterizam uma exposi??o em longo prazo os quais s?o capazes de oferecem riscos ? sa?de...

Distribui??o do merc?rio em sedimentos de fundo no Estu?rio de Santos SP/Brasil

SIQUEIRA, Gilmar Wanzeller; BRAGA, Elisabete de Santis; PEREIRA, Simone de F?tima Pinheiro; SILVA, Elisamar da
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.73%
Amostras de sedimentos de fundo foram coletadas e analisadas para o merc?rio no Estu?rio de Santos-SP. Os resultados anal?ticos foram revistos para contamina??o antropog?nica de alguns setores da ?rea estuarina como resultado de res?duos petroqu?mico e metal?rgico derivados do distrito industrial de Cubat?o, das atividades sider?rgicas do Estado de S?o Paulo (COSIPA), do porto de Santos e, finalmente, das descargas dos efluentes do emiss?rio submarino dentro da ba?a de Santos. Os valores para o fator de contamina??o m?dio (FC) obtidos para os sedimentos de fundo variam de 1 a 3, principalmente para os canais de Santos e S?o Vicente; entretanto, na ba?a de Santos, os valores de FC (abaixo de 1) indicam baixa contamina??o, exceto na ?rea de descarga do emiss?rio submarino.; ABSTRACT: Bottom sediment samples were collected and analyzed for mercury in the Estuary of Santos-SP. The analytical results reveal anthropogenic contamination for some sectors of this estuarine area as a result of petrochemical and metallurgical residues derived from the Industrial District of Cubat?o, from the activities of the State of S?o Paulo Siderurgy (COSIPA), from the Santos harbor and, finally, from effluents discharged by the submarine emissary into the Bay of Santos. The values for the factor of contamination (FC) found in the bottom sediments range from 1 to 3...

Bases moleculares da resist?ncia ao merc?rio em bact?rias Gram-negativas da Amaz?nia brasileira

PINTO, Michele das Neves
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.88%
Merc?rio ? um dos elementos mais t?xicos tanto para seres humanos como os demais animais. Em ambientes naturais seus compostos podem ter origem em fontes naturais ou em decorr?ncia da a??o do homem. A atividade microbiana tem papel cr?tico na biorremedia??o. A resist?ncia ao merc?rio nas bact?rias est? associada a um conjunto de genes organizados no operon mer. Considerando este cen?rio realizamos um estudo com bact?rias Gram-negativas isoladas de sedimento de rios de duas ?reas com distintos graus de atividade antropog?nica, Barreiras e Caxiuan?. A resist?ncia ao merc?rio foi avaliada em ensaios de crescimento in vitro da bact?ria em meio contendo Hg. A presen?a do operon mer foi determinada por PCR para os genes RTPCABD, componentes do operon. O ensaio in vitro, determinou que apenas 2 isolados dos 107 avaliados, Acinetobacter baumannii de Caxiuan? e Pseudomonas stutzeri de Barreiras, apresentavam resist?ncia ao Hg. Um operon mer foi identificado e caracterizado apenas do isolado Acinetobacter baumannii. Este apresenta os genes RTPCAD e sua organiza??o e seq??ncia nucleot?dica possui identidade total com o operon mer de um isolado de Acinetobacter calcoaceticus da R?ssia.; ABSTRACT: Mercury is one of the most toxic elements, for both human and animals. Its compounds in natural environments can arise from natural and anthropogenic sources. Microbial activities play a critical rule in bioremediation. Mercury resistance in bacteria is associated with a gene cluster present on mer operon. Considering that picture we carried on a study with Gram-negative bacteria isolates from freshwater sediment from two areas with distinct anthropogenic impact...

Manifesta??es neurol?gicas em ribeirinhos de ?reas expostas ao merc?rio na Amaz?nia brasileira

KHOURY, Eliana Dirce Torres; SOUZA, Givago da Silva; SILVEIRA, Luiz Carlos de Lima; COSTA, Carlos Ara?jo da; ARAUJO, Amelia Ayako Kamogari de; PINHEIRO, Maria da Concei??o Nascimento
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.99%
No presente estudo, foram avaliados comparativamente os n?veis atuais de exposi??o ao merc?rio e as manifesta??es neurol?gicas em ribeirinhos residentes em comunidades situadas no Estado do Par?, Brasil. Participaram do estudo 78 ribeirinhos de Barreiras (bacia do rio Tapaj?s), 30 de S?o Luiz do Tapaj?s (bacia do rio Tapaj?s) e 49 do Furo do Maracuj? (bacia do rio Tocantins). As concentra??es de merc?rio total foram quantificadas, em cabelo, pela espectrofotometria de absor??o at?mica, e a avalia??o neurol?gica foi realizada por meio de testes de rotina. As concentra??es de merc?rio nas comunidades do Tapaj?s foram maiores que as do Tocantins (p < 0,01). A avalia??o das altera??es neurol?gicas n?o mostrou diferen?a significativa entre as comunidades das ?reas expostas e controle para os resultados observados pelo exame neurol?gico convencional, exceto para desvio da marcha (p < 0,05). Concluiu-se que, apesar dos n?veis de exposi??o ao merc?rio, houve uma baixa frequ?ncia de altera??es somatossensoriais encontradas por meio de exames neurol?gicos convencionais.; ABSTRACT: This study evaluated current levels of mercury exposure and sensory symptoms in adults from three riverine communities in Par? State, Brazil, two of which located in the Tapaj?s River basin and one in the Tocantins basin. Participants in this study included 78 residents in Barreiras (Tapaj?s)...

Avalia??o neurocomportamental da exposi??o cr?nica ao Merc?rio inorg?nico na mem?ria social e mem?ria emocional de ratos wistar machos adultos

FERNANDES, Rafael Monteiro
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
67.06%
O merc?rio inorg?nico ? facilmente absorvido por ingest?o ou via cut?nea. Entretanto, uma quantidade relativamente pequena de Hg2+ atravessa a barreira hematoencef?lica ou as membranas biol?gicas, sendo em ratos adultos, o transporte axonal retr?grado a ?nica via para a absor??o de Hg2+ por neur?nios, apresentando um forte potencial neurot?xico. Desta forma, o presente estudo objetivou investigar os efeitos da exposi??o cr?nica ao cloreto de merc?rio em mem?ria social e emocional de ratos adultos. Para isso utilizou-se ratos Wistar, machos (n=40), com 5 meses de idade, distribu?dos em dois grupos, um dos quais foi exposto ao Cloreto de Merc?rio (HgCl2) via oral, por gavagem intra-g?strica (0,375mg/Kg), durante 45 dias. O outro grupo, denominado grupo controle (n=20) recebeu ?gua destilada por gavagem. Foram utilizados os seguintes testes comportamentais: teste do campo aberto, teste de reconhecimento social para avalia??o de mem?ria social; o Teste do Labirinto em T Elevado (LTE) foi usado para avaliar o aprendizado do estado de esquiva e as mem?rias de curta e longa-dura??o. Ap?s a finaliza??o dos testes, os animais foram sacrificados para a dosagem do merc?rio total no hipocampo e atrav?s de um Espectrofot?metro de Absor??o At?mica. Os resultados revelaram que os animais submetidos ? exposi??o ao cloreto de merc?rio n?o manifestaram d?ficits em atividade explorat?ria. Nos dados do Teste de Reconhecimento Social...

Avalia??o da exposi??o ao merc?rio em fam?lias de pescadores em Imperatriz, Maranh?o

MILHOMEM Filho, Edem Oliveira
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.91%
Na regi?o do Tocantins, comunidades ribeirinhas com elevado consumo em pescado atrav?s da dieta, localizadas distantes de ?rea de minera??o de ouro, no Munic?pio de Imperatriz do Maranh?o podem estar expostas ao merc?rio, tendo em vista a influencia de outros fatores contaminantes do ambiente incluindo a atividades de hidrel?tricas e poss?veis queimadas da floresta, nessa regi?o. O objetivo deste estudo foi avaliar a exposi??o ao merc?rio em fam?lias de pescadores do Distrito Beira Rio, em Imperatriz do Maranh?o. Realizou-se um estudo transversal envolvendo fam?lias de pescadores residentes na comunidade Beira Rio, localizada ?s margens do Rio Tocantins no munic?pio de Imperatriz, Maranh?o. O perfil s?cio-demogr?fico foi comum ao da popula??o geral brasileira e similares ? popula??o ribeirinha situada em outras bacias. O perfil alimentar n?o fugiu a regra do padr?o alimentar dos ribeirinhos tendo o pescado como a principal fonte de prote?na alimentar. A esp?cie pisc?vora mostrou diferen?a significativa (p<0,01) em rela??o ?s esp?cies herb?vora/omn?voras e detr?voras estudadas, e a esp?cie zooplanct?faga mostrou diferen?a significativa (p<0,01) em rela??o as duas esp?cies anteriormente citadas. Dentre as 25 fam?lias avaliadas a menor concentra??o m?dia de Hgtotal /fam?lia foi 0...

Avalia??o da exposi??o ao merc?rio e seus compostos sobre o desenvolvimento neuropsicomotor em crian?as de Porto Velho-RO

MARQUES, Rejane Corr?a
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
56.94%
Foram estudados 100 bin?mios m?e-filho para verifica??o dos n?veis de merc?rio total ao nascimento e o curso da exposi??o p?s-natal sobre o desenvolvimento e crescimento de lactentes durante o primeiro semestre de vida, na cidade de Porto Velho. Para avalia??o da exposi??o pr?-natal, verificaram-se os n?veis de merc?rio total ao nascimento, em amostras de cabelo da m?e e rec?m-nascido, placenta, cord?o umbilical e sangue materno. Os rec?m-nascidos foram submetidos a exame cl?nico e f?sico de rotina. As m?es responderam um question?rio com informa??es relevantes na busca de fatores de risco para a acumula??o mercurial ou que poderiam afetar o desenvolvimento neuropsicomotor de suas crian?as. Para avalia??o da exposi??o p?s-natal, 86 crian?as foram submetidas a uma avalia??o f?sica e do desenvolvimento neuropsicomotor na semana em que completavam seis meses de idade. O teste de Gesell foi o instrumento utilizado oara avalia??o do desenvolvimento neuropsicomotor. Tamb?m foi coletada uma nova amostra de cabelo da crian?a para verifica??o dos n?veis de merc?rio total aos seis meses de idade. Todos os dados foram analisados, comparados e submetidos a tratamento estat?stico. Das vinte e tr?s crian?as (26%) que apresentaram atraso no desenvolvimento neuropsicomotor...

Aspectos cl?nicos e a preval?ncia de doen?as infecto-parasit?rias juntamente com a exposi??o ao merc?rio met?lico em duas comunidades garimpeiras na Amaz?nia

MIRANDA, Antonio Marcos Mota
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.64%
Verificou-se nos garimpos do S?o Chico e do Creporizinho a preval?ncia de sintomas cl?nicos e de achados neurol?gicos, al?m da ocorr?ncia de Doen?a Infecciosas e Parasit?rias (DIP'S), associada ? concentra??o do merc?rio total na urina dos garimpeiros na Amaz?nia. No garimpo de S?o Chico foram investigados 104 garimpeiros, enquanto no garimpo do Creporizinho 169, atrav?s do estudo de coorte transversal foi utilizada a condi??o s?cio-econ?mica, epidemiol?gica e laboratorial como metodologia diagn?stica e utilizado os testes estat?sticos adequados para verifica??o da signific?ncia. Os resultados demonstraram que a m?dia do metal na urina dos garimpeiros do S?o Chico ? superior a do Creporizinho 9.29 ?g Hg/g creatinina e 5.64 ?g Hg/g creatinina, respectivamente, cuja distribui??o do Hg na urina da popula??o do S?o Chico e do Creporizinho, abaixo do ?ndice Biol?gico M?ximo Permitido (IBMP) ? 93% - 96% e acima 7%-4%, respectivamente. H? o predom?nio do sexo masculino em ambos os garimpos e a ocorr?ncia de DIP'S nos dois garimpos, cuja seq??ncia foi id?ntica, onde as parasitoses intestinais e a mal?ria s?o mais prevalentes, por?m ficando abaixo do IBMP. A avalia??o cl?nica do S?o Chico apresenta preval?ncia de sintomas osteomuscular, dermatol?gico e digestivo 32%...

Interferentes bio-s?cio-ambientais na exposi??o ao merc?rio em crian?as ribeirinhas de diferentes regi?es da Amaz?nia

AMORAS, Walter Wanderley
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
66.85%
No presente estudo foram analisados poss?veis fatores bio-s?cio-ambientais interferentes na exposi??o ao merc?rio em crian?as ribeirinhas. Participaram 103 crian?as das regi?es do rio Tapaj?s, rio Acar? e ilha do Maraj?. O tipo de estudo foi seccional anal?tico. Foram colhidas amostras de cabelo para an?lise dos teores de Hgtotal, de sangue (an?lise de hemoglobina e hemat?crito) e fezes. Foram utilizados ?ndices antropom?tricos na an?lise do crescimento das crian?as. Na avalia??o do desenvolvimento neuropsicomotor foi aplicado o teste de triagem Denver II modificado. A maior m?dia dos teores de Hgtotal em amostras de cabelo das crian?as foi na regi?o do Tapaj?s (5,58 ?g/g) e 0,65 ?g/g nas demais localidades. A preval?ncia de Hgtotal >10 ?g/g foi 25% e 7,5% em S?o Luiz do Tapaj?s e Barreira. O consumo di?rio de peixes pelas fam?lias das crian?as quando relacionado com teores de Hgtotal p(valor) foi < 0,05. A preval?ncia do tempo de amamenta??o das crian?as nos grupos com menos de 12 meses e maior de 6 meses para as localidades do rio Tapaj?s, quando relacionadas com teores de Hgtotal no cabelo das crian?as apresentou p(valor) <0,05. A preval?ncia de anemia nas crian?as da regi?o Tapaj?s era de 46,7% e quando relacionada com teores de Hgtotal p(valor) <0...

N?veis de merc?rio, prolactina e interleucina 10 em mulheres em idade reprodutiva e pu?rperas dos munic?pios de Itaituba e Ananindeua, Par?

JESUS, Iracina Maura de
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
67.01%
Ao merc?rio tem sido atribu?da a capacidade de interferir nos sistemas org?nicos imunol?gico e hormonal, al?m dos sistemas nervoso e renal frequentemente atingidos por esse agente t?xico. Mulheres em idade f?rtil ou gr?vidas constituem um grupo vulner?vel a esses efeitos, em rela??o a si mesmas e seus conceptos. Foi avaliada a exposi??o ao merc?rio (Hg) e os n?veis de prolactina (PRL) e interleucina-10 (IL-10) em 144 mulheres (no p?s-parto e cerca de um ano depois) de Itaituba, ?rea sob impacto ambiental do merc?rio e em mulheres de munic?pios da ?rea metropolitana de Bel?m, sobretudo Ananindeua, ?rea sem impacto conhecido do merc?rio (156 pu?rperas e 156 n?o pu?rperas). As an?lises de merc?rio total (Hg-t) em sangue foram feitas por Espectrometria de Absor??o At?mica por Vapor Frio. As an?lises s?ricas de PRL foram feitas por Ensaio Imunoenzim?tico com detec??o final em fluoresc?ncia e as determina??es de IL-10 foram realizadas por Ensaio Imunoenzim?tico de Fase S?lida. Dados demogr?ficos e epidemiol?gicos foram obtidos atrav?s de question?rio semi-estruturado. As pu?rperas de Itaituba apresentaram m?dia de Hg-t, PRL e IL-10 de 13,93 ?g/l, 276,20 ng/ml e 39,54 pg/ml, respectivamente. Nas pu?rperas de Ananindeua as respectivas m?dias foram 3...