Página 1 dos resultados de 1285 itens digitais encontrados em 0.071 segundos

A "máquina do tempo": representações do passado, história e memória na sala de aula; The "time machine": Representations of past, History and memory in the classroom

Lima, Regina Maria de Oliveira Ribeiro
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/05/2006 PT
Relevância na Pesquisa
65.96%
A pesquisa investigou aspectos da aprendizagem histórica a partir do trabalho com o patrimônio cultural. O objetivo foi identificar e analisar as representações das crianças sobre tempo, passado e história durante o trabalho com conceitos históricos relativos ao passado da comunidade local, tendo como referência a memória e a história da escola e do bairro. A hipótese era que o patrimônio cultural, como portador de sentidos diversos (históricos, políticos, culturais e sociais), potencializasse a significação de conceitos históricos e o estabelecimento de relações diferenciadas das crianças com a disciplina. Para articular as questões que envolvem a construção do conhecimento histórico e analisar aspectos da aprendizagem, foi realizada uma investigação qualitativa a partir de atividades com o patrimônio histórico-cultural da localidade onde vivem e estudam os sujeitos participantes da pesquisa. Partiu-se de referências teóricas relativas às pesquisas sobre o ensino da História bem como das propostas de ação educativa em museus e outros espaços históricos. Para compreender os processos de construção individual e coletiva do conhecimento adentrou-se os campos da psicologia do desenvolvimento e aprendizagem de base sócio-interacionista e da psicologia social...

Athenas do Sul de Minas : memoria e historia da educação : praticas e representações das Elites de Campanha - 1870/1930

Vera Lucia do Lago Souza
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/02/2006 PT
Relevância na Pesquisa
75.83%
Este trabalho está inserido no Histedbr. Refere-se à compreensão e desvelamento da metáfora ?Athenas do Sul de Minas? criada para a cidade sul-mineira de Campanha, entendida aqui como representação através da interpretação da obra dos memorialistas do lugar à luz da História da Educação regional/nacional e dos referenciais teórico-metodológicos da História Cultural e suas categorias de práticas e representações, bem como das noções de estratégia, distinção e capital cultural de Bourdieu. Para tal, buscou-se, através da análise de fontes primárias coletadas nos arquivos públicos, verificar se Campanha havia sido privilegiada por políticas públicas de educação, em relação às demais cidades de Minas, que sustentassem a metáfora, o que não se confirmou. A análise das práticas culturais da elite campanhense, já sem os recursos do ouro, revelou que, na gênese da representação ?Athenas do Sul de Minas? para Campanha, estavam as estratégias de manutenção do status-quo dessa camada social através da busca de nobilitação pelos títulos oriundos da formação nos cursos superiores do país que lhe possibilitassem a inserção na política e nos quadros burocráticos do Estado tanto imperial como republicano no período de 1870/1930; This work is inserted in the Histedbr. It refers to the understanding and unveiling of the metaphor " Athens of the South of Minas" created for the city in the south of Minas called Campanha...

Memória e formalização social do passado nas organizações

Costa,Alessandra de Sá Mello da; Saraiva,Luiz Alex Silva
Fonte: Fundação Getulio Vargas Publicador: Fundação Getulio Vargas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
75.84%
O objetivo deste artigo é iniciar uma discussão crítica acerca da memória e seu lugar nos estudos organizacionais, mais especificamente no que diz respeito à história empresarial. Pensar o tema memória permite refletir sobre a ideia de que nenhum diálogo acerca do passado e do presente é neutro, uma vez que exprime um sistema de atribuições de valores. Isto significa que a memória torna possível uma (re)elaboração do mundo, transformando e sustentando realidades existentes, e é nesse sentido que, como sustenta Ricoeur (2007), tanto o excesso quanto a escassez de memória (e o interesse por ela) representam algo. Discutir a apropriação da memória pelas empresas significa resgatar a perspectiva histórica e problematizar a opção dos gestores das organizações a respeito do que lembrar - e do que esquecer. Não é neutro, assim, o resgate do passado empresarial: esse processo se submete a uma intenção maior e mais profunda do que a mera ilustração cronológica de acontecimentos anteriores. Diz respeito, em última instância, à legitimidade de alguns atores para definir, de forma unilateral, o que deve ser lembrado naquele contexto, endereçando aos estudos organizacionais a tarefa de ampliar a compreensão da dinâmica das organizações...

História, memória e narrativa: a revelação do "quem" nas histórias orais dos habitantes do Córrego dos Januários

Gusmão,Denise Sampaio; Jobim e Souza,Solange
Fonte: Associação Brasileira de Psicologia Social Publicador: Associação Brasileira de Psicologia Social
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2010 PT
Relevância na Pesquisa
75.78%
O objetivo deste artigo é relatar uma pesquisa sobre as histórias de vida e as memórias dos habitantes de um pequeno povoado, situado na região leste de Minas Gerais, Brasil. Utilizando a "história oral" como estratégia metodológica e tendo como referência teórica o pensamento de Hannah Arendt, Walter Benjamin e Mikhail Bakhtin, os conceitos história, memória e narrativa são aqui analisados a partir das práticas discursivas entre a pesquisadora e os habitantes do Córrego dos Januários. Os resultados deste trabalho contribuem para a compreensão da ação e do discurso dos homens como condição do exercício da ética e da política na vida prática e, consequentemente, colocam em destaque a importância da experiência singular e a presença única de cada pessoa no mundo. A revelação da pergunta "quem és?", apresentada por Hanna Arendt em sua obra A condição humana, é aqui analisada a partir dos relatos das histórias de vida dos sujeitos envolvidos.

Espaços do trabalho e história social na Índia

Joshi,Chitra
Fonte: Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil da Fundação Getúlio Vargas Publicador: Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil da Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2009 PT
Relevância na Pesquisa
75.77%
Examinando a crise que se abate sobre os grandes centros industriais da Índia desde os anos 1980, o artigo traça uma história social do trabalho nesse país, ressaltando uma dimensão central: a dos múltiplos significados dos espaços de trabalho e de como eles habitam a memória dos trabalhadores. Privilegiando as vivências desses trabalhadores - nas fábricas e nos bairros, nas cidades e no campo -, a autora traça um amplo e sofisticado quadro das condições de vida e trabalho no país, no qual se combinam tradições e mudanças de forma dinâmica e tensa.

Memória e transformação social: trabalhadores de cidades industriais

Lopes,José Sergio Leite
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social - PPGAS-Museu Nacional, da Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ Publicador: Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social - PPGAS-Museu Nacional, da Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
75.88%
O artigo, apresentado anteriormente como conferência proferida em concurso, trata dos usos da antropologia social do trabalho no momento em que grande número de grupos de trabalhadores, numa escala internacional, é atravessado por transformações atingindo identidades coletivas anteriormente construídas. Argumenta-se que, se a memória coletiva é um instrumento para a transformação social, certas grandes transformações também estimulam a demanda premente por uma memória objetivada e transmissível. Além disso, a memória, ela própria, transforma-se ao longo do tempo de acordo com as necessidades e as disputas do presente, podendo tornar-se, em certas circunstâncias, um elemento de coesão ou, inversamente, um campo de novos conflitos sociais. Procura-se mostrar que as especificidades históricas dos grupos de trabalhadores como os apresentados no texto podem ser estratégicas para o avanço do conhecimento, ao se chamar a atenção para certas configurações de vontades coletivas e de imponderáveis da vida real na escala de desenvolvimentos históricos imprevistos. Por um lado, são comparados operários industriais do açúcar e, por outro, operários e operárias têxteis, segundo suas diferentes concepções de história. Mostra-se ainda como uma etnografia de longa duração com estes últimos operários e operárias pode ser apropriada por eles na construção de uma experiência de antropologia visual.

O labirinto da memória: memória e esquecimento em obras da literatura juvenil brasileira; The labyrinth of memory: memory and forgetting in works of brazilian juvenile literature

Xavier, Alice Gomes
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Letras e Linguística (FL); Faculdade de Letras - FL (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Letras e Linguística (FL); Faculdade de Letras - FL (RG)
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
65.94%
Throughout human history, the theme of memory has been studied and discussed in different areas of knowledge, for various cultural and sociopolitical factors, beyond the apparent human need to preserve the past and specific stories of each nation. The fear of individual or collective forgetfullness makes the man look for in history and in personal and social memories the knowledge of himself. It is not different in literature, which, since Antiquity, has valued the memory because it permeates human imagination, and perpetuates the stories of the world, collaborating with the languages processes of narratives constructions. This paper starts with the question of how the images of the memory and forgetfulness are embedded in juvenile literature. The objective is, therefore, to find and investigate the images and traces of memory and forgetfulness in some compositions of juvenile literature, between different aspects of knowledge. It also seeks to valorize the juvenile literature as literature for all, highlighting the symbols which permeates the juvenile imaginary and universe, in order to enrich the literary criticism and the development of this kind of literature in the world. The compositions analyzed are Corda bamba...

Memórias, histórias, movimentos sociais: mobilização, comunicação e projeto de luta. (Uberlândia-MG, anos 1980)

Rosa, Amanda Marques
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
65.93%
Este trabalho analisa as articulações políticas entre sujeitos dos movimentos sociais da década de 1980, constituídas nas redes de contato e de apoio criadas entre eles entre diversos movimentos sociais, instituições e entidades de luta política ligadas aos trabalhadores - sindicatos combativos, associações de bairro, partidos políticos de esquerda, CUT, centros de assessoria e de informação, centros de documentação e de memória, CEB’s e suas pastorais. Essas redes se fortaleciam no compartilhamento de um projeto social e político de transformação das relações sociais vigentes, para a construção de uma sociedade que garantisse liberdade e melhores condições de vida aos trabalhadores. A análise desse processo se fez a partir dos materiais da Coleção CDP, do Centro de Documentação e Pesquisa em História, da Universidade Federal de Uberlândia – CDHIS/UFU, e a partir de entrevistas realizadas com militantes do movimento sindical e do movimento popular em Uberlândia. O Centro de Documentação Popular – CDP, fruto de uma experiência de registro dos materiais produzidos naquelas lutas e articulações, foi criado nos anos 1980, em Uberlândia, para compor um acervo que referenciasse a história dos trabalhadores. A partir das experiências dos movimentos sociais de Uberlândia...

Trabalho e trabalhadores rurais: memórias e experiências Patrocínio/MG. 1970-2008

Santos, Janaina Jácome dos
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
65.88%
O presente texto procura refletir sobre as práticas sociais dos trabalhadores rurais que residem na cidade de Patrocínio no estado de Minas Gerais. Procuro pensar significativamente a categoria de trabalhador temporário, pois há uma forte presença destes na cidade. Muitos saem de suas cidades de origem em busca de trabalho em outras regiões do Brasil, o migrar é algo que vem acontecendo em todo o território brasileiro e em especial nas regiões que possuem a economia voltada para o setor agrícola. As safras consideradas sazonais são as que mais atraem esses trabalhadores, em Patrocínio o modo de produção predominante é o café. A cafeicultura teve inicio na década de 1970 emprega uma grande quantidade de trabalhadores rurais, com base nesses dados elegemos essa década para iniciarmos também a minha pesquisa, assim o período de abrangência é de 1973 até o ano de 2008. Nesse espaço temporal busco analisar e compreender as vivências dos trabalhadores dentro do social, refletindo através das suas experiências trazidas nas suas entrevistas. A memória é percebida aqui como algo construído dentro do processo histórico vivido, assim as falas são elaboradas a partir de um ponto em comum que é o social, entendido como um ambiente entrecruzado por lutas e conflitos entre os sujeitos que o constituem. Trago como fonte não somente a oralidade...

Memória e ensino de história: uma experiência na educação de jovens e adultos; Memory and the teaching of history: an educational experience with youngsters and adults

Lawand, Diógenes Nicolau
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 01/10/2004 PT
Relevância na Pesquisa
75.92%
Esta dissertação apresenta e analisa, a partir de experiências do professor/pesquisador em suas atividades como educando e educador, algumas potencialidades da relação entre memória e ensino de história. No primeiro capítulo o conceito de memória é trabalhado a partir de diversos autores, em especial de Meneses, Guarinello, Bosi e Nora. A memória vai se apresentando como algo vivo, mas optamos pela descaracterização dela como produto de mercado capitalista. Analisamos dois projetos de ensino da rede pública paulista que estavam vinculados ao tema memória e que o autor da dissertação atuou parcialmente. No segundo capítulo apontamos para a educação patrimonial como caminho educacional vinculando memória e ensino de história. No terceiro capítulo são apresentadas e interpretadas as informações de uma experiência de ensino de história vinculado ao tema memória na Educação de Jovens e Adultos na escola do município de São Paulo EMEF José do Patrocínio. Propomos que o trabalho com memória é uma educação para o consumo consciente, não a partir do consumo frenético veiculado no capitalismo globalizante. É a educação para a admiração, para a harmonia com o próprio ritmo, em busca de rastros para a convivência com diferentes. Educandos e educadores podem degustar nas dimensões de um trabalho de educação ligado à memória que passa pelo reconhecimento da dignidade humana ...

Em busca de uma anamnese universitária: a materialização do arquivo do ISSSL na Internet.

Machado, Helder da Rocha; Centro Lusíada de Investigação em Serviço Social e Intervenção Social, Universidade Lusíada de Lisboa; Soares, Paulo Amaral; Centro Lusíada de Investigação em Serviço Social e Intervenção Social, Universidade Lusíad
Fonte: Actas do Congresso Nacional de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas Publicador: Actas do Congresso Nacional de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; article Formato: application/pdf
Publicado em 22/07/2015 POR
Relevância na Pesquisa
65.84%
O registo digital continua a ser o fim último para uma parte considerável dos resultados de atividades de pesquisa. Apesar de se reconhecer o seu elevado valor, esses dados correm o risco de serem perdidos, não só pelo acesso a uma tecnologia obsoleta mas também pela fragilidade inerente aos próprios registos digitais.Dessa forma, a gestão de dados de pesquisa num ambiente distribuído e em rede torna-se um desafio crescente para o mundo da pesquisa e para a ciência da informação. No domínio académico esta questão reveste-se de particular acutilância.Confrontando-se com esse desafio, o estudo dos arquivos das primeiras escolas de Serviço Social desde cedo enveredou pelo domínio da curadoria digital atendendo à necessidade de preservar em concreto o arquivo académico da primeira escola portuguesa de Serviço Social. Nessa direção, a presente comunicação resume brevemente os passos percorridos neste projeto, a importância dos dados reunidos, a construção da ideia de curadoria digital, bem como os seus impactos na pesquisa, na formulação de novos documentos, na comunicação científica e na salvaguarda da memória institucional.O projeto pretende debruçar-se sobre a história do Serviço Social em Portugal e no mundo e...

Os hypomnemata e a memória material: as agendas pessoais de Joaquim Paço d’Arcos

Machado, Helder da Rocha; Centro Lusíada de Investigação em Serviço Social e Intervenção Social, Universidade Lusíada de Lisboa; Soares, Paulo Amaral; Centro Lusíada de Investigação em Serviço Social e Intervenção Social, Universidade Lusíad
Fonte: Actas do Congresso Nacional de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas Publicador: Actas do Congresso Nacional de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; article Formato: application/pdf
Publicado em 22/07/2015 POR
Relevância na Pesquisa
65.85%
Os arquivos pessoais constituem, hoje em dia, uma das fontes primordiais para o estudo da história. Segundo Georges Perec “existem poucos acontecimentos que não deixam ao menos um vestígio escrito. Quase tudo, em algum momento, passa por um pedaço de papel, uma folha de bloco, uma página de agenda, ou não importa que outro suporte ocasional sobre o qual vem se inscrever, numa velocidade variável e segundo técnicas diferentes, de acordo com o lugar, a hora, o humor, um dos diversos elementos que compõem a vida de todo o dia” (1974).A prática de arquivar o “eu” constitui, sem dúvida, uma intenção autobiográfica. Escrever um diário, agendar o dia-a-dia, guardar a correspondência e outros papéis particulares, são práticas que refletem, nas palavras de Foucault, a preocupação do “eu”. Arquivar a própria vida pressupõe certamente espelhar na sociedade as várias facetas do “eu”.Os arquivos pessoais, como tipologia, contribuem para a preservação da memória e para a compreensão das sociedades modernas. Assim, podemos referir que estes arquivos interessam:Como fontes primárias de investigação, pois reúnem uma série de documentos dotados de uma memória singular. A sua construção reflete um tempo...

Convergence and memory: journalism, context and history; Convergência e Memória: Jornalismo, Contexto e História

Palacios, Marcos
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 15/12/2011 POR
Relevância na Pesquisa
65.88%
Never before was our society so wrapped and occupied in processes of production of memory; the stock of social memory was never before so easily and quickly available and never before has journalism – as a social practice - been so centrally located amid this accelerated process of production and preservation of memory. Starting from these ideas, and within the context of digital media, this essay explores recent transformations in the relationship between Memory and Journalism, both as it concerns Journalism as a repository of memory for the production of historical works, as in terms of changing patterns and effects of the work of memory operated in the production of journalistic texts.; Nunca em tempos históricos esteve nossa sociedade tão envolvida e ocupada em processos de produção de memória; nunca o estoque de memória social esteve tão fácil e rapidamente disponível e nunca esteve o jornalismo – enquanto prática social - tão centralmente localizado em meio a tudo isso. Partindo desta tese, e no contexto das mídias digitais, este ensaio explora as recentes transformações nas relações entre Memória e Jornalismo, tanto no que diz respeito à concepção do Jornalismo enquanto um repositório de memória para a produção de relatos históricos...

Cine memória e história: Reconstrução de si e outro em imagens de filmes Andrés Di Tella de perspectiva de WALTER BENJAMIN; CINE, MEMORIA E HISTÓRIA: RECONSTRUCCIÓN DE SI Y DEL OTRO EN LA PELÍCULA FOTOGRAFÍAS DE ANDRÉS DI TELLA DESDE UNA PERSPECTIVA DE WALTER BENJAMÍN.; Cinema, Memories, Story: reconstruction of himself and the other in “FOTOGRAFÍAS” of ANDRÉS DI TELLA film from the perspective of Walter Benjamin

Nunes, José Walter
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 17/12/2011 SPA
Relevância na Pesquisa
65.87%
Si con la película La televisión y yo el cineasta argentino Andrés DiTella abre camino para sus recuerdos familiares, exponiendo una historia en quesu lado paterno está involucrado, con la película Fotografías hará unaprofundización de ese proceso, ahora por el lado materno. Su madre y él son losprotagonistas de esta história narrada en primera persona, trama que le permiteun vaivén entre lo privado y lo público, descortinando así memorias e historiasde relaciones sociales más amplias. En este artículo, que es parte de un trabajomayor de investigación que desarrollo sobre la narrativa fílmica de ese director,intento analizar las dimensiones del yo y del otro, articulándolas con las cuestionesde la memoria, de la experiencia y de la identidad, desde una perspectiva benjaminianade la história.; Com o filme A televisão e eu o cineasta argentino Andrés Di Tella abrecaminho para suas lembranças familiares, expondo uma história em que seu ladopaterno é o eixo temático da narrativa fílmica. Com o filme Fotografias ele faráum aprofundamento deste proceso, agora pelo lado materno. Sua mãe e ele sãoos protagonistas desta história narrada em primeira pessoa, trama que lhe permiteum vai e vem entre o privado e o público...

Utopia, história e violência na obra de Marge Piercy; Utopia, history and violence in the work of Marge Piercy

Furlanetto, Elton Luiz Aliandro
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 28/09/2015 PT
Relevância na Pesquisa
65.84%
Esse trabalho buscou dar conta de três conceitos gerais dentro da obra de Marge Piercy. Primeiramente apresentamos um pouco sobre a vida da autora, seus alinhamentos e como ela se engaja com os assuntos mais importantes de seu momento histórico. Dois entre seus diversos romances, Woman on the Edge of Time e He, She and It materializam em si uma série de temas e questões, com suas soluções simbólicas e contradições, que buscamos apontar e comentar. O primeiro aspecto que se fez preemente para nossa discussão foi a definição do conceito de Utopia, enfatizando ora suas características formais, ora de conteúdo e, alternativamente, sua função. Ideias como o sonho social e a educação do desejo pautaram nossa análise. Além disso, Fredric Jameson e sua ideia de Utopia enquanto neutralização foi essencial, ou seja, a demonstração de nossa incapacidade de imaginar o futuro. Definimos que a utopia seria para nós um modo de mediação da imaginação, uma ligação entre aquilo que é a uma forma radical de pensar ou agir: a representação da diferença, portanto, uma ferramenta política, um mapeamento das possibilidades e dos limites históricos, importante em um contexto no qual a própria concepção de alternativas está problematizada ou impedida. Além das características gerais da Utopia...

Memory and history of Eva Perón; Memória e história de Eva Perón

Silva, Paulo Renato da
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, D. História Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, D. História
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 30/06/2014 POR
Relevância na Pesquisa
75.79%
The article analyzes the construction of the memory of Argentine First Lady Eva Perón (1919-1952). We highlight the fact that in contemporary Argentina her memory has been reclaimed positively by different sociopolitical groups and not only by Peronists. However, we emphasize the need to recall the historical account of Eva Peron, which was characterized by tensions even with the Peronist base.; O artigo analisa a construção da memória da primeira-dama argentina Eva Perón (1919-1952). Destacamos que, na Argentina contemporânea, sua memória tem sido reivindicada positivamente por diferentes grupos político-sociais e não apenas pelos peronistas. Contudo, ressaltamos a necessidade de se diferenciar a memória da história de Eva Perón, marcada por tensões inclusive com a base social do peronismo.

MEMORY AND CULTURE OF BRAZILIAN LABOURERS IN TIMES OF GLOBALIZATION; EM TEMPOS DE GLOBALIZAÇÃO: MEMÓRIA E CULTURA DOS TRABALHADORES BRASILEIROS

Barbosa, Tulio; Silva, Elias Coimbra da
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 18/07/2012 POR
Relevância na Pesquisa
75.8%
The Social History of the present time can not be overlooked, because wehave thought that understanding of contemporary is important for us to reflect the changes that occurred in the 1990s and 2000; since in these decades, the economic, political, technological and cultural were very significant and direct impact on the daily life of Brazilian labourers; therefore this article presents reflections from the relationship between culture, memory and globalization as node to understanding the transformations in the world of labourers and how they composed their memories in these times of globalization.; A História Social do tempo presente não pode ser negligenciada, pois entendemos que a compreensão do contemporâneo é importante para refletirmos as transformações que ocorreram nas décadas de 1990 e 2000; uma vez que nestas décadas as mudanças econômicas, políticas, tecnológicas e culturais foram muito significantes e impactaram diretamente o cotidiano dos trabalhadores brasileiros; assim, o presente artigo apresenta reflexões a partir da relação entre cultura, memória e globalização como centralidade para compreender as transformações no mundo dos trabalhadores e como os mesmos compuseram suas memórias nestes tempos de globalização.

ETERNIDADE DO EFÊMERO: MEMÓRIA E VIVÊNCIA NA ARTE CONTEMPORÂNEA BRASILEIRA

Chagastelles, Gianne Maria Montedônio; Programa de Pós-Graduação em História Social (PPGHIS) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
Fonte: Programa de Pós-Graduação em História Comparada (PPGHC) Publicador: Programa de Pós-Graduação em História Comparada (PPGHC)
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 13/07/2012 POR
Relevância na Pesquisa
85.78%
Este trabalho estuda a discussão acerca da eternidade do efêmero, como serevela na arte vivencial contemporânea brasileira. Entendo como eternidade doefêmero a permanência da vivência artística, i.e., o resultado duradouro dasexperiências vividas concretamente pelo fruidor na sua interação com o acontecimentoestético. Nesta experiência artística a imagem surge e desaparece, afetando oespectador-participante que, em virtude dessa rápida percepção, eterniza na memória oencontro fugaz e a possibilidade de um desdobramento deste acontecimento. Portanto,pretendo discutir o ambiente da arte e de existência do homem em seu cotidiano e aspossibilidades de utilização das inumeráveis produções da imagem resultantes dessevivido como fontes para a escrita da história. Busco assim refletir sobre a problemáticada relação entre memória e história. Analisarei as formas de controle do espaço e docorpo do sujeito na nova urbe, bem como as estratégias de resistência através da buscadas formas singulares de vivência do espaço.

Memoria e Historia: diálogo entre Mario Testa y Jairnilson Silva Paim

Testa,Mario; Silva Paim,Jairnilson
Fonte: Salud colectiva Publicador: Salud colectiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2010 ES
Relevância na Pesquisa
75.79%
En el marco de la visita de Jairnilson Silva Paim como docente de la décimosegunda cohorte de la Maestría en Epidemiología, Gestión y Políticas de Salud de la Universidad Nacional de Lanús, Argentina, se organizó un diálogo junto a Mario Testa con la presencia de alumnos y profesores del posgrado. Este texto es la transcripción de ese diálogo, en el que abordaron la relación de Mario Testa con los inicios de lo que posteriormente fue el Instituto de Saúde Coletiva de la Universidade Federal de Bahia (ISC-UFBA), su paso por Montes Claros, las experiencias de ambos sobre su formación, el proceso del Movimiento Sanitario y la Reforma Sanitaria Brasileña y distintos aspectos de la problemática actual del proceso salud-enfermedad-atención. Con este texto damos inicio a la serie Memoria e Historia, en la cual proponemos recuperar la memoria del campo de la Medicina Social y la Salud Colectiva desarrollada desde los años '60 en América Latina.

Memoria e Historia: diálogo entre Mario Testa y Jairnilson Silva Paim

Testa,Mario; Silva Paim,Jairnilson
Fonte: Universidad Nacional de Lanús Publicador: Universidad Nacional de Lanús
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2010 ES
Relevância na Pesquisa
75.79%
En el marco de la visita de Jairnilson Silva Paim como docente de la décimosegunda cohorte de la Maestría en Epidemiología, Gestión y Políticas de Salud de la Universidad Nacional de Lanús, Argentina, se organizó un diálogo junto a Mario Testa con la presencia de alumnos y profesores del posgrado. Este texto es la transcripción de ese diálogo, en el que abordaron la relación de Mario Testa con los inicios de lo que posteriormente fue el Instituto de Saúde Coletiva de la Universidade Federal de Bahia (ISC-UFBA), su paso por Montes Claros, las experiencias de ambos sobre su formación, el proceso del Movimiento Sanitario y la Reforma Sanitaria Brasileña y distintos aspectos de la problemática actual del proceso salud-enfermedad-atención. Con este texto damos inicio a la serie Memoria e Historia, en la cual proponemos recuperar la memoria del campo de la Medicina Social y la Salud Colectiva desarrollada desde los años '60 en América Latina.