Página 1 dos resultados de 2022 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

Biology and ecology of the root-knot nematode Meloidogyne hispanica : a species of emerging importance

Maleita, Carla Maria Nobre
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Tese de Doutorado
ENG
Relevância na Pesquisa
37.35%
Meloidogyne hispanica Hirschmann, 1986 was originally detected in Spain causing important losses to Prunus spp. Since then, the presence of this species has been reported associated to other economically important crops worldwide (Africa, Asia, Australia, Europe, and North, Central, and South America). An accurate and reliable identification of this species is needed for research purposes and also for devising an effective, sustainable and environmentally-safe control strategy. The main goals of this study were to characterize morpho-biometrically, biochemically and molecularly Portuguese M. hispanica isolates and to understand better its biology and ecology. The developed work included the assessment of the impacts of temperature on its life cycle; evaluation of host resistance to M. hispanica in several cultivated plants and tomato genotypes with the Mi-1.2 gene, and determination of the effects of the inoculum level on nematode reproduction and growth on various tomato genotypes. A morphobiometrical study was carried out on males, females and juveniles of seven M. hispanica isolates and, although, the characters were similar to the original description of the species, the differentiation of M. hispanica from other Meloidogyne species...

Meloidoginoses da cultura do tabaco: identificação de espécies, caracterização de isolados e reação de genótipos de Nicotiana spp. a Meloidogyne enterolobii; Meloidogyne diseases in tobacco crops: identification of species, characterization of isolates and evaluation of Nicotiana spp. accessions for resistance to Meloidogyne enterolobii

Araujo Filho, Jeronimo Vieira de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 21/11/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.37%
Espécies de Meloidogyne constituem o principal grupo de fitonematoides causadores de doenças em plantas. São espécies polífagas, distribuídas mundialmente e que se reproduzem profusamente nas mais variadas culturas agrícolas. O fumo não figura exceção, sendo severamente afetado por tais vermes. Globalmente, o controle destas moléstias é realizado essencialmente pela incorporação, em cultivares comerciais, de um único gene de resistência encontrado em Nicotiana tomentosa (gene Rk) e sabidamente efetivo contra às raças 1 e 3 de M. incognita. Todavia, a frequente ocorrência de plantas sintomáticas em cultivos nacionais sugere a existência de outros genótipos de Meloidogyne como agentes etiológicos da doença atualmente. Neste ensejo, realizou-se, no presente estudo, um levantamento das espécies de Meloidogyne ocorrentes em 39 áreas de plantio de fumo na região Sul do Brasil, em cultivares portadoras do gene Rk. Para isto, populações oriundas de raízes infectadas foram estabelecidas e mantidas em plantas de tomate e indivíduos das mesmas foram identificados em nível de espécie por meio da análise de isoenzimas (α-esterases), da observação de configurações perineais e do sequenciamento da região 18S-ITS1-5.8S do RNA ribossomal. Isolados obtidos a partir destas populações foram estabelecidos a partir de uma única massa de ovos...

Reação de clones de umezeiro (Prunus mume sieb. et zucc.) e cultivares de pessegueiro a Meloidogyne javanica (treub, 1885) Chitwood, 1949

Mayer, Newton Alex; Pereira, Fernando Mendes; Santos, Jaime Maia dos
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 181-183
POR
Relevância na Pesquisa
37.3%
Um amplo projeto de estudos sobre a utilização do umezeiro como porta-enxerto para pessegueiro está sendo desenvolvido na FCAV/UNESP, Câmpus de Jaboticabal-SP, devido, especialmente, às promissoras características para uso como redutor de vigor da copa e sua boa qualidade de frutos. Alguns trabalhos na literatura citam o umezeiro como resistente ao nematóide das galhas, entretanto dispõe-se de poucas informações. Neste trabalho, teve-se por objetivo estudar a reação de clones de umezeiro e cultivares de pessegueiro a Meloidogyne javanica. O experimento foi conduzido em casa de vegetação, com 6 tratamentos (Clones 05; 10 e 15 de umezeiro e as cultivares Okinawa, Aurora-1 e Dourado-1 de pessegueiro) e 9 repetições. As plantas foram mantidas em vasos de cerâmica contendo uma mistura de solo e areia (1:1, v/v), previamente autoclavada a 121ºC e 1kgf.cm-2 por 2 horas. Aos sessenta dias após o plantio, cada planta foi inoculada com 3.000 ovos e juvenis de segundo estádio de Meloidogyne javanica. Aos 100 dias após a inoculação, as plantas foram colhidas para avaliação da massa de matéria fresca do sistema radicular, número de galhas por sistema radicular, número de ovos e juvenis por 10 g de raízes, número de ovos e juvenis por sistema radicular e fator de reprodução. Verificou-se que todos os clones e cultivares de umezeiro e pessegueiro...

Fitonematóides na cultura da batata: reação de genótipos a Meloidogyne spp., distribuição de espécies e caracterização dos sintomas

Silva, Adriana Rodrigues da
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: xviii, 96 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
37.17%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Agronomia (Produção Vegetal) - FCAV; A reação de ‘HPC 7 B’, ‘Lady Rosetta’, ‘Ágata’, ‘Cupido’, ‘Monalisa’, ‘Panda’, ‘Itararé’, ‘Asterix’, ‘Capiro’, ‘Atlantic’, ‘Mayor’ e ‘Canchan’ a Meloidogyne incognita, M. javanica e M. mayaguensis foi avaliada em casa de vegetação. Um novo método in vitro para testar a reação de genótipos de batata à M. javanica foi desenvolvido utilizando mini-tubérculos enraizados. Avaliou-se a reação de ‘HPC 1 B’, ‘HPC 6 B’, ‘HPC 7 B’, ‘Ágata’ e ‘Cupido’ a M. javanica e a produção de inóculo em função da densidade do inóculo e do período de incubação. Coletaram-se 168 amostras de tubérculos nas principais regiões produtoras do País para levantar os fitonematóides associados e caracterizar os sintomas. Os genótipos avaliados hospedam M. incognita, M. javanica e M. mayaguensis. A reação in vitro confirma esses resultados. Minitubérculos suportam os fitonematóides por até 180 dias, com produção média máxima estimada em 15.990 ovos por frasco. Foram encontradas Meloidogyne arenaria no Sul de Minas e Rio Grande do Sul (3...

Patogenicidade de Meloidogyne incognita e Meloidogyne javanica a bananeira cv. Prata Anã em diferentes substratos

Jesus, Alniusa Maria de
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: vi, 78 f. : tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
37.22%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Agronomia (Proteção de Plantas) - FCA; A bananeira (Musa spp.) é uma planta herbácia e sua fruta é uma das mais consumidas no mundo, principalmente nos países tropicais. Apesar da alta produtividade, o Brasil tem pequena participação no mercado internacional, devido ao elevado consumo interno e pela baixa qualidade dos frutos, que se deve a vários fatores como: genética da cultivar, tipo de solo, manejos agronômicos e sanitários. Dentre os problemas fitossanitários destacam-se os nematóides. Várias espécies de nematóides representam problemas para esta cultura. Radopholus similis, Meloidogyne spp., Pratylenchus coffeae, Helicotylenchus multicinctus e Rotylenchulus reniformis estão amplamente distribuídos nas principais regiões produtoras, causando perdas expressivas à bananicultura. Na presente pesquisa visou-se estudar a patogenicidade de M. incognita raça 2 e M. javanica em bananeira Prata Anã em substratos com diferentes fertilidades, utilizando vários níveis de população inicial de M. incognita raça 2 ou M. javanica (0, 2.000, 10.000 e 50.000 nematóides) por planta. Para isso...

Levantamento das espécies de nematoides das galhas em áreas de cultivo de olerícolas e reação de espécies vegetais a Meloidogyne enterolobii E M. Javanica

Rosa, Juliana Magrinelli Osório
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: ix, 149 f : il. , color. , gráfs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
37.35%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Agronomia (Proteção de Plantas) - FCA; O objetivo do estudo foi realizar levantamentos em áreas produtoras de olerícolas na região de Botucatu, SP, e a multiplicação de M. enterolobii e M. javanica em diferentes espécies vegetais. Primeiramente, levantamentos nematológicos foram realizados em 32 propriedades com produção de olerícolas (Botucatu, São Manuel, Arealva, Bauru, Manduri, Pirajuí e Taguaí). Nesse estudo, M. javanica, M. incognita e M. hapla foram detectadas no município de Botucatu; M. incognita em Arealva e Bauru; M. incognita e M. javanica em Taguaí. M. enterolobii foi detectada em Pirajuí e Manduri, sendo neste último município também detectadas as espécies M. javanica e M. incognita. No processamento de solo, 29% apresentaram infestação com Meloidogyne spp., 46% apresentaram Helicotylenchus spp., 8% de Pratylenchus spp., 3% de Rotylenchulus reniformis, 1% de Tylenchulus semipenetrans e 88% de nematoides de vida livre. O processamento de raiz mostraram que 40% das amostras apresentaram Meloidogyne spp., 28% de Helicotylenchus spp., 9% de Pratylenchus spp., 1% de R. reniformis e 72% de nematoides vida livre. Na segunda etapa...

Espécies de Meloidogyne Goeldi em cafeeiro no município de Araguari-MG

Carneiro, Franciele Alves
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xii, 50 p. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
37.17%
Pós-graduação em Agronomia (Entomologia Agrícola) - FCAV; Araguari County represents one of the main national coffee production in Brazil. However, productivity is significantly affected by the parasitic root-knot nematodes which are cited as major pests for coffee plants. Therefore, this study was conducted in coffee plantations properties infested by nematodes in Araguari county, aiming to identify the present species. Soil and root samples from 18 coffee areas which presented depletion symptoms were collected and transported to the Laboratory of Nematologya, Departament of Plant Protection, UNESP/FCAV, Jaboticabal, SP for the study. The species were identified based on the morphology of the perineal pattern, morphology and morphometric of the lip males region, and also confirmed by esterase enzyme phenotype. In the studied populations, the identified species were: M. incognita which predominated in the plantations examined, followed by M. exigua, which was found in 5 properties sampled and M. paranaensis, found in only 3 samples. Also, in intermediate plants used as supplementary income like pumpkin (Cucurbita pepo L.), was found M. paranaensis and M. incognita. Moreover, a weed plant known as Momordica charantia L. was infected by a non-identified Meloidogyne specie. The information obtained in this study will be useful for developing these pest management programs; O município de Araguari representa uma das principais microrregiões produtoras de café no Brasil. Entretanto...

Espécies de Bacillus no controle de Meloidogyne incógnita e Meloidogyne javanica in vitro e na cana-de-açúcar

Ferreira, Rivanildo Junior
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: x, 59 p.
POR
Relevância na Pesquisa
37.17%
Pós-graduação em Agronomia (Produção Vegetal) - FCAV; The sugar-cane crop is very important to Brazilian economy. Phytonematodes are among the main limitating factors of such culture causing great losses. Chemical nematicides are harmful to humans, environment, harvested products, and are the main method used to manage the populations of these nematodes. Biological control have been a sustainable alternative to manage these nematodes. The aim of the present study was to evaluate Bacillus species for control Meloidogyne incognita and M. javanica in vitro and in sugar cane plants. We set assays in laboratory conditions in a completely random design with the treatments: Cadusafós 200 CS (14 L/ha), B. subitilis, B. firmus, B. amyloliquefaciens (1 and 10 L/ha) and a control (water). The pot assay, in a semi-field condition, had a completely random design with the treatments: B. subtilis (10 L/ha), B. firmus (10 L/ha), B. amyloliquefaciens (10 L/ha), Carbofurano 350 SC, with five replicates and two evaluation periods (100 and 150 days after inculation and application of treatments). At laboratory assay B. firmus (10 L/ha) was the most efficient in decreasing the M. javanica J2 eclosion and were statistically similar to the chemical nematicide tested. For M. javanica J2 mobility...

Maracujazeiros comerciais e silvestres : nematóides associados e variabilidade genética com base em marcadores moleculares e na resistência a Meloidogyne Incognita; Commercial and wild passion fruit : nematodes associated, and genetic variability based on molecular markers and resistance to Meloidogyne Incognita.

Castro, Ana Paula Gomes de
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.35%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Fitopatologia, 2008.; O Brasil tem se destacado na produção de maracujá, entretanto, a produtividade média está abaixo do potencial da cultura. Um dos motivos da baixa produtividade são os problemas fitossanitários, inclusive aqueles causados por nematóides, que comprometem a produção e qualidade dos frutos. Mesmo sabendo da importância dos nematóides para essa cultura, não se sabe a real dimensão desses problemas por carência de informações de campo, como é o caso Distrito Federal em que o último levantamento de nematóides fitoparasitas em maracujazeiros ocorreu há uma década. Diante das dificuldades de controle de doenças nessa cultura, a exploração da grande diversidade genética de Passiflora em busca de resistência varietal é o que há de mais promissor na solução dos problemas fitossanitários do maracujazeiro. Em decorrência disso, objetivou-se neste trabalho avaliar a ocorrência e a distribuição de nematóides fitoparasitas em plantios comerciais de maracujazeiro e em áreas de vegetação nativa no Distrito Federal; caracterizar a variabilidade genética desses acessos comerciais com base em marcadores moleculares RAPD; avaliar a reação de acessos comerciais e silvestres de maracujazeiros a uma população do nematóide Meloidogyne incognita. Amostras de solo e de raízes foram coletadas em áreas plantadas com maracujazeiro e em áreas adjacentes de vegetação nativa de Cerrado...

Reação de genótipos de maracujazeiro-azedo aos nematóides de galhas (Meloidogyne incognita e Meloidogyne javanica); Reaction of passion fruit genotypes to root knot nematodes (Meloidogyne incognita e Meloidogyne javanica)

El-Moor, Renata Dario; Peixoto, José Ricardo; Ramos, Maria Lucrécia Gerosa; Mattos, Jean Kleber de Abreu
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
37.41%
O nematóide das galhas é apontado como uma das causas da baixa produtividade de inúmeras lavouras de maracujá-azedo. O presente trabalho teve como objetivo avaliar a reação de genótipos de maracujazeiro-azedo aos nematóides das galhas, formado pela mistura de Meloidogyne incognita e Meloidogyne javanica. O ensaio foi conduzido em casa-de-vegetação utilizando o delineamento de blocos casualizados, com quatro repetições e 6 plantas úteis por unidade experimental, em esquema de parcela subdividida com quatro níveis de inóculo: 0; 25; 50 e 75 ovos/ml de substrato, correspondendo as populações iniciais de 0; 3.000; 6.000 e 9.000 ovos por muda, respectivamente, distribuídos nas parcelas e quatro genótipos: Redondão, Yelow Máster FB-100, F1 (Marília x Roxo Australiano) e MAR 20#41, nas subparcelas, totalizando 16 tratamentos. Mudas produzidas em bandejas de poliestireno, contendo substrato artificial à base de vermiculita mais casca de Pinus spp. foram inoculadas aos 40 dias após a semeadura. Avaliações no crescimento vegetativo das plantas e número de galhas foram realizadas noventa dias após a inoculação. Não foram observadas diferenças significativas no crescimento das plantas em função do nível de inóculo. O uso de 3.000 e 6.000 ovos do nematóide por planta resultou em diferença significativa no número de galhas. O genótipo Redondão foi superior às demais cultivares quanto às variáveis relacionadas ao crescimento vegetativo...

Avaliação de linhagens, híbridos F1 e cultivares de pimentão quanto à resistência a Meloidogyne spp.; Evaluation of resistance of lines, hybrids F1 and cultivars of sweet pepper to Meloidogyne spp.

Peixoto, José Ricardo; Maluf, Wilson Roberto; Campos, Vicente Paulo
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
37.17%
Com o objetivo de avaliar híbridos F1 de pimentão, juntamente com suas linhagens progenitoras e cultivares, quanto à resistência a Meloidogyne incognita (raças 1, 2, 3 e 4) e a M. javanica, foi instalado um experimento em casa de vegetação nas dependências da Pioneer Sementes Ltda, em Ijaci, MG. Foi utilizado o delineamento de blocos casualizados, em esquema de parcela subdividida, com cinco parcelas (compostas pelas quatro raças de M. incognita e mais a espécie M. javanica) e 48 subparcelas (compostas por 47 genótipos de pimentão e mais uma cultivar de tomate (Ângela Gigante I-5100), usada como testemunha padrão). Foram usadas cinco repetições e oito plantas em cada subparcela. A inoculação foi feita na concentração de 60 ovos/mL de substrato à base de vermiculita e casca de Pinus sp. (50%) e casca de arroz carbonizada (50%). Sessenta dias após a inoculação, procedeu-se às avaliações. Todas as cultivares e linhagens-padrão (Linha 004 e Linha 006) mostraram-se suscetíveis às raças 1, 2, 3 e 4 de M. incognita. Todos os genótipos de pimentão foram resistentes a M. javanica. Todas as linhagens experimentais mostraram-se resistentes às quatro raças de M. incognita; o mesmo ocorreu com a maioria dos híbridos F1 experimentais...

Diversidade de Meloidogyne incognita e espécies correlatas como sugerem abordagens morfológicas, biológicas, citológicas e moleculares; Diversity of Meloidogyne incognita and related species as inferred from biological, cytological, morphological and molecular

Santos, Marcilene Fernandes Almeida dos
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
37.46%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Fitopatologia, Programa de Pós-Graduação em Fitopatologia, 2011.; Meloidogyne incognita é uma das espécies de nematoide das galhas mais polífagas que ocorrem no Brasil e no mundo. Oito representantes de M. incognita incluindo os dois fenótipos enzimáticos (esterase e malato desidrogenase: I1N1, I2N1) e quatro isolados de espécie cripta (Meloidogyne sp.1 - S2N1), representando um tipo citológico (3n = 40-46) e quatro raças fisiológicas foram estudados. Meloidogyne hispanica (H3N1, 2n = 32-36) e dois isolados atípicos de Meloidogyne sp. 2 (S2N3, 3n = 40-44) foram incluídas neste estudo. Todos os isolados foram testados com três marcadores moleculares espécie-específico do tipo SCAR, desenvolvidos para M. incognita. Os pares de primers B06F/R, miF/R e incK14F/R amplificaram três fragmentos espécie-específico de 1,200 bp, 955 bp e 399 bp, respectivamente, para os oito isolados de M. incognita e quatro de Meloidogyne sp. 1, não ocorrendo para os isolados pertencentes a M. hispanica e Meloidogyne sp. 2. A variabilidade genética de todos os isolados de Meloidogyne spp. usados neste estudo foi avaliada por meio dos marcadores RAPD e ISSR. Análises filogenéticas das matrizes resultantes usando (UPGMA...

Análise funcional de proteínas efetoras de Meloidogyne incognita com potencial aplicação no controle de fitonematoides

Mezzalira, Itamara
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
37.17%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Biologia Celular, Programa de Pós-Graduação em Biologia Molecular, 2013.; Nematoides formadores de galhas (NFG) (Meloidogyne spp.) são endoparasitas biotróficos que possuem uma ampla gama de hospedeiros. O sucesso do parasitismo dos NFG depende da indução e manutenção de sítios de alimentação altamente especializados que são compostos por células gigantes. Os NFG produzem uma série de proteínas nas glândulas secretoras e as injetam, via estilete, nas células da planta hospedeira para manipular o seu metabolismo. Elucidar o papel das proteínas secretadas é essencial para o entendimento das bases moleculares do processo de parasitismo dos nematoides, bem como para o desenvolvimento de novas estratégias para o controle destes parasitas. Este trabalho é o início de uma análise detalhada sobre o papel que três proteínas efetoras de M. incognita, MSP2, MSP7 e MSP18, desempenham na interação com arroz (Oryza sativa). Os genes de parasitismo de M. incognita MSP2, MSP7 e MSP18 codificam para proteínas de 210, 176 e 172 aminoácidos, respectivamente, são expressos nas glândulas secretoras do nematoide e possuem peptídeo sinal de secreção na extremidade N-terminal. A análise de expressão através de qRT-PCR mostrou que estes genes apresentam diferentes padrões de expressão durante interação planta-nematoide...

Resistência de porta-enxertos para pessegueiro e ameixeira aos nematóides causadores de galhas (Meloidogyne spp.)

Fachinello,José Carlos; Silva,Carlos Augusto Posser; Sperandio,Cesar; Rodrigues,Alexandre Couto; Strelow,Eder Zarnott
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2000 PT
Relevância na Pesquisa
37.17%
O trabalho foi realizado com o objetivo de comparar o comportamento de cinco diferentes porta-enxertos para frutas de caroço em frente a duas espécies de nematóides do gênero Meloidogyne (Meloidogyne javanica e Meloidogyne incognita). O cultivar GF 677 foi obtido a partir do cultivo in vitro e os demais porta-enxertos a partir de sementes. Aos dois meses, as plântulas foram repicadas e inoculadas com uma mistura de Meloidogyne javanica e M. incognita aos 30, 60 e 70 dias após o plantio em canteiros incorporando-se 0,2kg de solo altamente infestado com os nematóides ao redor de cada planta. Ao final do experimento, avaliaram-se o desenvolvimento das plantas e o grau de infecção de cada cultivar. O grau de resistência dos cultivares foi estimado a partir do índice de galhas, obtido através de uma escala de grau ou nota, a qual varia de 0 a 5, em função do número de galhas ou ootecas. Os resultados obtidos demonstraram que o cultivar Okinawa não apresentou galhas no sistema radicular e na análise de crescimento foi superior aos demais cultivares. Os cultivares R-15-2 e Aldrighi foram considerados resistentes aos fitonematóides por apresentarem pequeno número de galhas no sistema radicular. Já o cultivar GF 677 apresentou maior número de galhas no sistema radicular...

Fenotipagem de porta-enxertos de pessegueiros para reação à Meloidogyne incognita (Kofoid e White) Chitwood (1949) e estudo da variabilidade genética com marcadores de microssatélites; Phenotyping of rootstock of peach for reaction to Meloidogyne incognita (Kofoid e White) Chitwood (1949) and study of the genetic variability of with microsatellites marker

PAULA, Luciane Arantes de
Fonte: Universidade Federal de Pelotas; Agronomia; Programa de Pós-Graduação em Fruticultura de Clima Temperado; UFPel; BR Publicador: Universidade Federal de Pelotas; Agronomia; Programa de Pós-Graduação em Fruticultura de Clima Temperado; UFPel; BR
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.3%
The Rio Grande do Sul state (RS) represents great importance in the stone fruit, with approximately 65% of the area cultivated with peach country. This should highlight the contribution of the breeding of new cultivars crown, which extend the period allowed for collection and quality of fruit. Still, the average productivity in the RS is still considered low, mainly due to lack of knowledge about factors related to incidence of pests, diseases and lack of root stock suitable for cultivation, because unlike other countries, the improvement in Brazil genetic of the rootstocks for stone fruit of importance has taken only a few years ago. This thesis is divided into three chapters, with chapter 1 was to evaluate the reaction of five peach rootstocks, from front to inoculation with Meloidogyne incognita, in a home-de-vegetation. And we can conclude that 'Selection UFPel-0402', 'Okinawa', 'Flordaguard', Nagano Wild‟ and 'Select NR-0080407' are immune to Meloidogyne incognita, and may be used in genetic improvement programs for the rootstocks of peach and as alternative use for the deployment of orchards in areas with occurrence of the pest, and the strength of the 'Nagano Wild' needs further studies to identify more clearly this characteristic. Chapter 2 objective evaluated the genetic variability and differentiation of 14 rootstocks...

Hospedabilidade de hortaliças a Meloidogyne ethiopica : sugestão de manejo através de rotação de culturas

Carneiro, Marina Dechechi Gomes
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
37.17%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, Programa de Pós-Graduação em Agronomia, 2014.; Meloidogyne ethiopica é uma espécie de nematoide com potencial emergente no Brasil. Recentemente, foi detectada em lavouras de tomate, em cultivo protegido nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Distrito Federal, Paraíba, Pernambuco e Santa Catarina; neste último, foi detectada na cultivar Paronset, portadora do gene de resistência Mi. Há poucos relatos sobre a hospedabilidade de diferentes culturas hortícolas para essa espécie. Os objetivos deste estudo foram: a) avaliar a hospedabilidade de diferentes espécies e variedades de hortaliças para M. ethiopica e estudar a virulência desse nematoide ao pimentão 'Margarita', a pimenteira porta-enxerto 'Silver' e ao tomateiro 'Laura', todos portadores de genes de resistência a Meloidogyne spp.; b ) sugerir um sistema de rotação de hortaliças para M. ethiopica em áreas infestadas. Os experimentos foram realizados em casa de vegetação em blocos inteiramente casualizados com oito repetições. O tomateiro suscetível 'Santa Clara VF 5600' foi utilizado como testemunha. As plantas foram inoculadas com 10.000 ovos e eventuais juvenis de segundo estadio (J2) e avaliadas de dois a quatro meses após a inoculação com base no índice de galhas...

Pathogenicity of Meloidogyne spp. (Tylenchida: Meloidogynidae) from Brazil and Central America on two genotypes of Coffea arabica

Carneiro,Regina M.D.G.; Mesquita,Luiz F.G. de; Gonçalves,Wallace; Pereira,Antônio A.
Fonte: Sociedade Brasileira de Fitopatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Fitopatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2008 EN
Relevância na Pesquisa
37.17%
Among the most damaging root-knot nematode species, Meloidogyne exigua, M. paranaensis, M. incognita, M. arabicida, M. izalcoensis and M. mayaguensis are major agronomic constraints in coffee-growing areas in Brazil and other Latin American countries. The resistance reaction to those six species was studied for the H 419-5-4-5-2 progeny, derived from the artificial hybridization between Catuaí Amarelo 'IAC 30' x Timor Hybrid UFV 445-46 selection. The Catuaí Vermelho IAC 144 genotype was used as susceptibility control for Meloidogyne spp. The genotypes were inoculated with 6,000 eggs/plant and the experiment was set up in a completely randomized design, replicated 10 times for each Meloidogyne species and genotype. The evaluation was performed at 240 days after inoculation and the reproduction factor (RF= Final population/6000) was used as the variable to evaluate resistance. M. exigua caused typical rounded galls mostly on new roots, and egg-masses were produced mostly in the cortex under the root epidermis. M. incognita, M. paranaensis and M. arabicida caused swollen roots, peeling and cracking of cortical root tissue. No symptoms were observed for M. mayaguensis. M. izalcoensis induced very small galls, mostly on the extremity of new roots. Egg-masses were produced outside the roots in large quantities. The genotype IAC 144 was susceptible (FR>1.0) to all Meloidogyne spp. studied...

Reprodução de Meloidogyne spp. em porta-enxertos e híbridos de pepino

Wilcken,Silvia Renata S; Rosa,Juliana MO; Higuti,Andréa RO; Garcia,Maria José de M; Cardoso,Antonio Ismael Inácio
Fonte: Associação Brasileira de Horticultura Publicador: Associação Brasileira de Horticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.17%
A enxertia é uma técnica alternativa frequentemente recomendada para a cultura do pepino em áreas infestadas com nematóides das galhas. O presente trabalho teve como objetivo determinar o fator de reprodução de Meloidogyne javanica e de Meloidogyne incognita raça 2 em seis porta-enxertos para pepino (abóbora 'Menina Brasileira', moranga 'Exposição', 'Shelper', 'Tetsukabuto', 'B8-A Tetsukabuto' e 'Excite Ikki') e quatro híbridos de pepino (Cucumis sativus) tipo japonês ('Yoshinari', 'Kouki', 'Taisho' e 'Tsuyataro'). Foram conduzidos dois experimentos em casa-de-vegetação, um com cada espécie do nematóide, sendo cada parcela constituída de uma planta mantida em vaso contendo 2 litros de solo autoclavado. Nove dias após transplante, cada planta foi inoculada com 5.000 ovos e juvenis de segundo estádio (população inicial - Pi) de M. javanica ou M. incognita raça 2. Tomateiros 'Rutgers' foram utilizados como padrão de viabilidade do inóculo, em ambos os experimentos. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado com cinco repetições por tratamento. Sessenta dias após a inoculação, cada planta foi avaliada, quanto ao peso fresco da raiz, número total de nematóides presentes no solo e na raiz (população final - Pf)...

Evaluación de la resistencia de portainjertos de vid a tres especies del género Meloidogyne

Vilches Silva, Oscar Alejandro
Fonte: Universidad de Chile Publicador: Universidad de Chile
Tipo: Tesis
ES
Relevância na Pesquisa
37.17%
Memoria para optar al Título Profesional de Ingeniero Agrónomo; Durante la temporada 2008-2009 se evaluaron cinco portainjertos y tres variedades francas de vid ante la presencia de tres especies de nemátodos del género Meloidogyne: M. ethiopica, M. hapla y M. javanica. Los portainjertos y variedades utilizados fueron: 1103 P, 101-14, K 5BB, SO4, 3309 injertados con la variedad Chardonnay y como testigo se usó Chardonnay, Pinot Noir y Thompson Seedless. Los parámetros evaluados fueron: peso radical de cada planta, número de nódulos y huevos por gramo de raíz y número de segundo estados juveniles (J2) en el suelo. Todos los portainjertos se comportaron como resistentes al ataque de las 3 especies de Meloidogyne. De las variedades, Chardonnay mostró una alta susceptibilidad, Pinot Noir se comportó moderadamente susceptible, en tanto que, Thompson Seedless mostró resistencia moderada. M. ethiopica fue la principal especie causante de la infestación en Chardonnay y en Thompson Seedless, en cambio, los mayores daños presentes en Pinot Noir los causó M. hapla.; During 2008-2009 season were evaluated five rootstocks and three grapevine varieties in the presence of three species of nematodes of the genus Meloidogyne: M. ethiopica...

Characterization of Meloidogyne incognita, M. arenaria and M. hapla populations from Spain and Uruguay parasitizing pepper (Capsicum annuum L.)

Robertson, Lee; López-Pérez, J. A.; Bello Pérez, Antonio; Díez-Rojo, M. A.; Escuer, M.; Piedra-Buena, Ana; Ros, C.; Martínez, C.
Fonte: Elsevier Publicador: Elsevier
Tipo: Artículo Formato: 579917 bytes; image/jpeg
ENG
Relevância na Pesquisa
37.17%
A total of 136 populations of Meloidogyne arenaria, M. hapla, M. incognita and M. javanica were collected from infected soil from representative horticultural regions of Spain and Uruguay, and evaluated in a bioassay designed to characterize the virulence on cultivars of pepper, tomato, cotton, tobacco and watermelon. None of the of M. arenaria race 2 or M. javanica populations parasitized any of the resistant pepper cultivars used, but all of the M. hapla populations reproduced on resistant peppers. Forty-three populations were found to parasitize both susceptible and resistant pepper cultivars, of those, 37 populations belonged to M. incognita (all races), one to M. arenaria (new race 3), and five to M. hapla races A and B. Seventeen of the M. incognita populations that were virulent on resistant pepper did not parasitize the resistant tomato cv. Nikita containing the Mi gene. The results obtained have important implications for the design of alternative nematode management strategies using resistant cultivars.; AGL2002-04040-C05-01 AGR-FOR of the Spanish Ministry of Science and Technology: ‘‘Soil improvement by the use of crop waste amendments. Soil metabolism and their biofumigation effect; Peer reviewed