Página 1 dos resultados de 10053 itens digitais encontrados em 0.012 segundos

Medicamentos e corpo. Consumidores de fármacos: o que pensam e o que sabem...

Santiago, Luiz Miguel de Mendonça Soares
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
35.98%
A importância de estudar, em quem frequenta instituições de saúde, o que é sabido acerca do medicamento por aqueles a quem são prescritos, assumindo que o bom conhecimento pode ser um factor de melhores resultados terapêuticos económicos e financeiros em saúde, determinou a realização de trabalho de campo, por não haver, até agora, resultados. Objectivo Geral: Verificar o conhecimento dos utilizadores, acerca de medicamentos, através de questionário «Medicamentos e corpo. Consumidores de fármacos: o que pensam e o que sabem...» e de «Beliefs about Medicines Questionnaire – general»; Objectivos Específicos: O conhecimento do que julgam ser um medicamento, a necessidade de tomar medicamentos e as suas determinantes, as expectativas perante uma receita de medicamentos, o que é sabido acerca de como o medicamento actua no organismo, de farmacodinâmica, de farmacocinética e da possibilidade de reacções adversas a medicamentos, bem como o conhecimento quanto ao que é pensado na comparação entre medicamentos e remédios, entendidos como os “chás” (infusões), e outros tratamentos nos quais incluiremos as medicinas naturais e a acupunctura. Em função dos resultados, desenhar intervenção informativa para o universopopulacional e conhecer o impacte da campanha de intervenção pela medição da variação dos resultados nos conhecimentos...

Adesão e condições de uso de medicamentos por idosos; Medication adherence and use conditions by elderly people.

Freire, Claudia Camara
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/12/2009 PT
Relevância na Pesquisa
35.96%
Compreender melhor os problemas relacionados ao uso de medicamentos por idosos, entre eles, a adesão ao tratamento medicamentoso, se faz necessário, uma vez que ampliar o conhecimento desta temática pode favorecer o sucesso do tratamento, o controle/cura/prevenção de doenças e a promoção da saúde. Assim, este estudo objetivou caracterizar os idosos atendidos em um Ambulatório Privado de Especialidades Médicas e que atende a duas Operadoras de Planos de Saúde, no interior do estado de São Paulo, segundo as variáveis sociodemográficas, condições de saúde e uso de medicamentos; descrever a capacidade cognitiva e o desempenho para as atividades básicas e instrumentais da vida diária destes idosos; identificar a adesão do idoso ao tratamento medicamentoso e analisar a associação entre a adesão ao tratamento medicamentoso e as variáveis sociodemográficas, as relacionadas ao uso de medicamentos e, o déficit cognitivo. Trata-se de um estudo seccional e correlacional, sendo utilizada amostra de conveniência. A coleta de dados foi realizada no período de fevereiro a setembro de 2009, no próprio Ambulatório. Utilizou-se uma readaptação do Older Americans Resources and Services (OARS), um questionário de avaliação sobre o uso de medicamentos...

Relação Nacional de Medicamentos Essenciais (RENAME) e sua influência no acesso aos medicamentos, Município de São Paulo, 2005; National List of Essential Medicaments (RENAME) and its Influency in the Access to Medicaments, São Paulo District 2005

Torreão, Neussana Kellen de Araújo Medeiros
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/09/2010 PT
Relevância na Pesquisa
35.97%
INTRODUÇÃO:Os medicamentos pertencentes à RENAME têm sua eficácia comprovada são embasados sob critérios técnicos e científicos, e quando prescritos assumem profunda relevância dentro do contexto da saúde pública brasileira, por facilitarem o acesso aos medicamentos.OBJETIVO: Avaliar a associação entre acesso a medicamentos e prescrição segundo a Relação Nacional de Medicamentos Essenciais (RENAME). METODOLOGIA: Foram analisadas cópias de receitas médicas obtidas da pesquisa intitulada Experiência de Acesso da População de Baixa Renda a Medicamentos e Genéricos, Município de São Paulo 2005; para as análises estatísticas, foram utilizados os programas Epi-Info 2000 e OpenEpi. RESULTADOS: A média de medicamentos com receita foi de 2,5 / desvio padrão: 1,5479; o percentual de nenhum acesso e acesso parcial ás prescrições, juntos, foi de 54por cento ; nas Unidades Básicas de Saúde foram realizadas mais da metade das prescrições analisadas; a forma farmacêutica predominante foi comprimidos; cerca de 75por cento dos medicamentos estava presente nas listas de medicamentos essenciais, nacional ou municipal; dos medicamentos prescritos, 78por cento foram obtidos e 41por cento , dos que não estavam prescritos...

Uso de medicamentos por pessoas com deficiências em áreas do estado de São Paulo

Castro, Shamyr Sulyvan; Pelicioni, Americo Focesi; Cesar, Chester Luiz Galvão; Carandina, Luana; Barros, Marilisa Berti de Azevedo; Alves, Maria Cecilia Goi Porto; Goldbaum, Moisés
Fonte: Universidade de São Paulo (USP), Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo (USP), Faculdade de Saúde Pública
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 601-610
POR
Relevância na Pesquisa
35.96%
OBJETIVO: Analisar o consumo de medicamentos e os principais grupos terapêuticos consumidos por pessoas com deficiências físicas, auditivas ou visuais. MÉTODOS: Estudo transversal em que foram analisados dados do Inquérito Multicêntrico de Saúde no Estado de São Paulo (ISA-SP) em 2002 e do Inquérito de Saúde no Município de São Paulo (ISA-Capital), realizado em 2003. Os entrevistados que referiram deficiências foram estudados segundo as variáveis que compõem o banco de dados: área, sexo, renda, faixa etária, raça, consumo de medicamentos e tipos de medicamentos consumidos. RESULTADOS: A percentagem de consumo entre as pessoas com deficiência foi de: 62,8% entre os visuais; 60,2% entre os auditivos e 70,1% entre os físicos. As pessoas com deficiência física consumiram 20% mais medicamentos que os não-deficientes. Entre as pessoas com deficiência visual, os medicamentos mais consumidos foram os diuréticos, agentes do sistema renina-angiotensina e analgésicos. Pessoas com deficiência auditiva utilizaram mais analgésicos e agentes do sistema renina-angiotensina. Entre indivíduos com deficiência física, analgésicos, antitrombóticos e agentes do sistema renina-angiotensina foram os medicamentos mais consumidos. CONCLUSÕES: Houve maior consumo de medicamentos entre as pessoas com deficiências quando comparados com os não-deficientes...

Educação em saúde para a promoção do uso racional de medicamentos entre adultos em alfabetização na rede municipal de ensino em Uberlândia - MG

Ribeiro, Sibele Cristina
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
35.96%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, 2011.; O empoderamento pode ser oportunizado mediante processos educativos estruturados que facilitem a cada um adquirir e pôr em prática os conhecimentos, atitudes, valores, habilidades e competências necessárias à promoção e proteção da própria saúde, a de sua família e a da comunidade. A Organização Mundial da Saúde pondera sobre a necessidade de descrever práticas de uso comum de medicamentos e avaliar em que medida essas práticas são racionais para identificar os problemas relacionados a esse uso e recomenda também estratégias de intervenção educativa para a promoção do Uso Racional de Medicamentos. Os objetivos deste estudo foram reconhecer e avaliar o conhecimento, atitudes e práticas de alunos da alfabetização de jovens e adultos da rede municipal de ensino de Uberlândia- MG, relacionados aos medicamentos, além de desenvolver e avaliar uma estratégia de Educação em Saúde para a promoção do Uso Racional de Medicamentos e Promoção da Saúde junto a esse grupo. O presente trabalho desenvolveu-se em três etapas: o levantamento do perfil de automedicação dos adultos em alfabetização, a realização de uma intervenção educativa sobre o Uso Racional de Medicamentos e Promoção da Saúde e a comparação entre as concepções e conceitos relacionados aos medicamentos...

Avaliação da falsificação de medicamentos a partir dos dados de apreensão do Departamento de Polícia Federal no Brasil no período de 2006 a 2012

Marcheti, Ravane Gracy Ament
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
35.96%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas, 2014.; A falsificação de medicamentos é um sério problema de saúde pública, e a incidência deste evento tem aumentado de forma significativa no Brasil e no mundo. O objetivo principal deste trabalho foi avaliar o perfil das falsificações de medicamentos no Brasil a partir de dados dos laudos periciais de medicamentos emitidos pelo Departamento de Polícia Federal de 2006 a 2012. A busca pelos laudos foi realizada na base de dados denominada Sistema Criminalística, de acesso exclusivo pelas unidades da Polícia Federal. No total, 30.452 medicamentos foram enviados a perícia durante o período, sendo 32,3% originários do Brasil. A maior parte foi de medicamentos para uso humano com fármaco declarado (84,8%), seguido dos medicamentos para uso exclusivo veterinário (7,1%) e medicamentos fitoterápicos (3,4%). Mais de 3.300 nomes diferentes de medicamentos foram coletados, resultando em mais de 1.200 fármacos distintos classificados pela Anatomical Therapeutic Chemical. De todos os medicamentos avaliados, 62,7% passaram por análise química e o restante apenas por inspeção visual e outras que os peritos julgaram necessárias. Cerca de 60% não tinha registro ou licença vigente para comércio no Brasil. A falsificação foi confirmada em 9...

Uso de medicamentos por pessoas com deficiências em áreas do estado de São Paulo

CASTRO, Shamyr Sulyvan; PELICIONI, Americo Focesi; CESAR, Chester Luiz Galvão; CARANDINA, Luana; BARROS, Marilisa Berti de Azevedo; ALVES, Maria Cecilia Goi Porto; GOLDBAUM, Moisés
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
35.96%
OBJETIVO: Analisar o consumo de medicamentos e os principais grupos terapêuticos consumidos por pessoas com deficiências físicas, auditivas ou visuais. MÉTODOS: Estudo transversal em que foram analisados dados do Inquérito Multicêntrico de Saúde no Estado de São Paulo (ISA-SP) em 2002 e do Inquérito de Saúde no Município de São Paulo (ISA-Capital), realizado em 2003. Os entrevistados que referiram deficiências foram estudados segundo as variáveis que compõem o banco de dados: área, sexo, renda, faixa etária, raça, consumo de medicamentos e tipos de medicamentos consumidos. RESULTADOS: A percentagem de consumo entre as pessoas com deficiência foi de: 62,8% entre os visuais; 60,2% entre os auditivos e 70,1% entre os físicos. As pessoas com deficiência física consumiram 20% mais medicamentos que os não-deficientes. Entre as pessoas com deficiência visual, os medicamentos mais consumidos foram os diuréticos, agentes do sistema renina-angiotensina e analgésicos. Pessoas com deficiência auditiva utilizaram mais analgésicos e agentes do sistema renina-angiotensina. Entre indivíduos com deficiência física, analgésicos, antitrombóticos e agentes do sistema renina-angiotensina foram os medicamentos mais consumidos. CONCLUSÕES: Houve maior consumo de medicamentos entre as pessoas com deficiências quando comparados com os não-deficientes...

Segurança dos excipientes utilizados nos medicamentos genéricos numa população pediátrica

Monteiro, Ana Sofia da Costa Libânio
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /10/2013 POR
Relevância na Pesquisa
35.97%
Este relatório de estágio é constituído por três vertentes, sendo o capítulo I referente ao projeto de investigação, o capítulo II correspondente ao estágio em Farmácia Comunitária e o capítulo III respeitante ao estágio em Farmácia Hospitalar. No capítulo I pretende-se avaliar a segurança dos excipientes utilizados nos medicamentos genéricos numa população pediátrica. Os medicamentos genéricos podem diferir do medicamento de referência em termos dos excipientes presentes nas suas formulações. A informação sobre a exposição da população pediátrica aos excipientes é escassa e dispersa, não existindo até à data estudos que avaliem as consequências da substituição de um medicamento de referência por um medicamento genérico no que diz respeito ao perfil de segurança dos seus excipientes nesta população. Foram analisados 11 medicamentos de referência e 187 medicamentos genéricos. Os excipientes foram identificados a partir do Resumos das Características dos Medicamentos (RCMs) e classificados de acordo com a toxicidade após pesquisa bibliográfica. Efetuou-se uma análise comparativa entre as formulações dos medicamentos de referência e dos respetivos medicamentos genéricos, em termos do número de excipientes capazes de desencadear reações de toxicidade na população pediátrica...

Perfil dos medicamentos prescritos para idosos em uma Unidade Básica de Saúde do município de Ijuí-RS

Ribas,Carlise; Oliveira,Karla Renata de
Fonte: Universidade do Estado do Rio Janeiro Publicador: Universidade do Estado do Rio Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2014 PT
Relevância na Pesquisa
35.96%
Buscou-se identificar os medicamentos utilizados pelos idosos atendidos numa Unidade Básica de Saúde do município de Ijuí-RS e entre estes, os medicamentos potencialmente inapropriados para esta faixa etária, além de verificar as potenciais interações envolvendo esses medicamentos. Realizou-se estudo transversal e documental, a partir de 429 prescrições aviadas de janeiro a novembro de 2010, para 286 idosos. A maioria dos idosos era formada por mulheres (67,13%) e a idade média foi de 71,59±7,77 anos; prevaleceu a faixa etária de 60 a 79 anos. Foram dispensadas 87 especialidades farmacêuticas distintas, totalizando 1.336 medicamentos, sendo em média 4,67±2,52 medicamentos prescritos por idoso, variando de um a 15 medicamentos/idoso. Verificou-se polifarmácia em 135 idosos (47,20%). Os medicamentos mais prescritos atuam no sistema cardiovascular, no aparelho digestivo e metabolismo e no sangue e órgão hematopoiéticos. Do total de especialidades farmacêuticas, 14 (16,09%) foram considerados medicamentos potencialmente inapropriados, de acordo com os critérios de Beers, que foram prescritos a 62 (21,68%) idosos. Estão expostos a interações medicamentosas 40 (56...

Análise do padrão do uso de medicamentos em idosos no município de Goiânia, Goiás; Analysis of the pattern of drugs use in the elderly in Goiânia, Goiás

SANTOS, Thalyta Renata Araújo
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Ciências da Saúde; Ciências da Saúde - Medicina Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Ciências da Saúde; Ciências da Saúde - Medicina
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
35.97%
Introduction: The fact of elderly people live in a greater amount with chronic diseases, make the elderly a great consumer of health services and, probably, the most medicated group in the society. In this context serious problems arise, such as the use of multiple medications simultaneously (polypharmacy) that can lead to serious consequences to the elderly health. Another problem is the self-medication, which may exacerbate the associated risks with prescript drugs, delaying a diagnosis and masking a disease. There is, still, the use of drugs considered inappropriate for elderly, either by reducing the therapeutic efficacy or an increased risk of adverse effects that increase the advantages in elderly usage. Objective: Analyzing the pattern of use of medications in aged people in the city of Goiânia-GO, and associate it with socioeconomic aspects and with the self-rated health. Methods: A population-based study and cross-section, that evaluated the health of elderly in the city of Goiânia-GO. The data collection was carried out in December/2009 to April/2010 from 934 elderly. The questionnaire had questions about medications, in addition to information about self-rated health and socioeconomic profile. The drugs groups were classified according to the Anatomical Therapeutic Chemical and Classification-ATC. The inappropriate drugs for elderly were identified according to Beers Criteria. Used Mann Whitney (U) and Chi-square test...

Epidemiologia do acesso aos medicamentos e sua utiliza????o em uma popula????o assistida pelo Programa Sa??de da Fam??lia; Epidemiology of access to medicines and their use in a population assisted by the Family Health Program.

BERTOLDI, Andr??a D??maso
Fonte: Universidade Federal de Pelotas; Medicina; Programa de P??s-Gradua????o em Epidemiologia; UFPel; BR Publicador: Universidade Federal de Pelotas; Medicina; Programa de P??s-Gradua????o em Epidemiologia; UFPel; BR
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
35.96%
The utilization of medicines is an important indicator of health and well-being. In addition to its pharmacological role, medicines often assume a symbolic function. The access to medicines, particularly among low-income families, is an important health challenge, due to the high impact of expenditures with health, and specifically with medicines, on the family budget. The objective of this study was to evaluate medicine access and utilization in a population covered by the Family Health Program (PSF) in the city of Porto Alegre, Brazil. It was detected that 55% of the individuals interviewed (N=2988) used at least one medicine in the 15 days prior to the interview. Using the same recall period, only 4% of the subjects reported failing to use a needed medicine. Among the medicines used, 42% were purchased, 51% were provided for free by the PSF and 7% were obtained by other sources. Almost 90% of the medicines prescribed by PSF physicians were provided for free. Another focus of this thesis was to evaluate knowledge and utilization of generic drugs in a population-based sample of adults living in the city of Pelotas, Brazil. Only 4% of the medicines used were generics. Although the theoretical knowledge on generic drugs was satisfactory...

Segurança dos excipientes utilizados nos medicamentos genéricos numa população pediátrica

Monteiro, Ana Sofia da Costa Libânio
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /10/2013 POR
Relevância na Pesquisa
35.97%
Este relatório de estágio é constituído por três vertentes, sendo o capítulo I referente ao projeto de investigação, o capítulo II correspondente ao estágio em Farmácia Comunitária e o capítulo III respeitante ao estágio em Farmácia Hospitalar. No capítulo I pretende-se avaliar a segurança dos excipientes utilizados nos medicamentos genéricos numa população pediátrica. Os medicamentos genéricos podem diferir do medicamento de referência em termos dos excipientes presentes nas suas formulações. A informação sobre a exposição da população pediátrica aos excipientes é escassa e dispersa, não existindo até à data estudos que avaliem as consequências da substituição de um medicamento de referência por um medicamento genérico no que diz respeito ao perfil de segurança dos seus excipientes nesta população. Foram analisados 11 medicamentos de referência e 187 medicamentos genéricos. Os excipientes foram identificados a partir do Resumos das Características dos Medicamentos (RCMs) e classificados de acordo com a toxicidade após pesquisa bibliográfica. Efetuou-se uma análise comparativa entre as formulações dos medicamentos de referência e dos respetivos medicamentos genéricos, em termos do número de excipientes capazes de desencadear reações de toxicidade na população pediátrica...

Estudo comparativo das relações estaduais de medicamentos essenciais, com ênfase nos medicamentos do sistema cardiovascular e renal frente à rename 2010

Pereira, Herbenio Elias
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
35.96%
Introdução: A Relação Nacional de Medicamentos Essenciais – RENAME é considerada como eixo estratégico e racionalizador das ações no âmbito da assistência farmacêutica. O presente estudo tem o objetivo comparar o nível de adequação das relações estaduais de medicamentos essenciais, com ênfase nos medicamentos do sistema cardiovascular e renal, frente à Rename 2010. Metodologia: Trata-se de uma pesquisa exploratória comparativa onde foram verificados os fármacos dos grupos farmacológicos dos Medicamentos que atuam sobre o Sistema Cardiovascular e Renal selecionados pelas Relações Estaduais de Medicamentos Essenciais - RESMES. Escolheu-se aleatoriamente um Estado de cada região (Pará, Bahia, Distrito Federal, Espírito Santo e Rio Grande do Sul). Resultados: A RENAME 2010 apresenta 30 medicamentos indicados para patologias do Sistema Cardiovascular. Observa-se que somente um medicamento, o deslanosídeo, presente na REMEME/ES não faz parte da atual RENAME. A RESME/BA apresenta sete medicamentos indicados para o Sistema Cardiovascular e Renal que não constam na Rename. Dos 26 medicamentos indicados para o Sistema Cardiovascular e Renal na REMEPA, cinco não fazem parte da RENAME 2010. Observou-se que as classificações em subgrupos utilizadas pela REME/DF são muito distintas da classificação apresentada pela RENAME 2010. A REME/RS apresenta 22 medicamentos no Sistema Cardiovascular e Renal...

Acesso de usuários da rede municipal de saúde aos medicamentos prescritos

Bosse, Tamara Simão
Fonte: Universidade do Extremo Sul Catarinense Publicador: Universidade do Extremo Sul Catarinense
Tipo: Monografia de Curso de Pós-graduação Lato Sensu
PT_BR
Relevância na Pesquisa
35.96%
Monografia apresentada ao Programa de Residência Multiprofissional em Atenção Básica / Saúde Coletiva da Universidade do Extremo Sul Catarinense - UNESC, para a obtenção do título de Especialista na Modalidade de Residência Multiprofissional em Atenção Básica / Saúde da Família.; Este estudo teve como objetivo verificar se os usuários do Sistema Municipal de Saúde de Criciúma têm acesso aos medicamentos prescritos em Unidades de Saúde, bem como as justificativas e orientações disponibilizadas pelos profissionais em casos de indisponibilidade de medicamentos. A pesquisa foi realizada no período de fevereiro a junho de 2012 nas cinco regionais de saúde e em três unidades de saúde de cada regional escolhidas aleatoriamente, totalizando 20 unidades. Foram entrevistados 30 usuários por unidade. Além da entrevista estruturada, foi realizada análise das prescrições e observação do processo de dispensação de medicamentos, incluindo as justificativas apresentadas ao usuário em casos de indisponibilidade de medicamentos. Foram apresentadas 739 prescrições com média de 1,2 prescrições por pessoa. Das prescrições, 66,8% era para uso próprio, 32,3% pertenciam a outro usuário e 0,83% para ambos. Ao todo foram prescritos 1241 medicamentos...

Gasto do Ministério da Saúde com medicamentos: tendência dos programas de 2002 a 2007; Gasto del Ministerio de la Salud con medicamentos: tendencia de los programas de 2002 a 2007; Ministry of Health's spending on drugs: program trends from 2002 to 2007

Vieira, Fabiola Sulpino
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/08/2009 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
35.98%
OBJETIVO: Analizar la evolución del gasto del Ministerio de la Salud de Brasil con medicamentos. MÉTODOS: El gasto total (agregado) del Ministerio de la Salud con medicamentos y de sus programas (desagregado) fue analizado para el período de 2002 a 2007. Las acciones que financiaron la adquisición de medicamentos fueron obtenidas en el sistema Siga Brasil y clasificadas según los programas de asistencia farmacéutica. Los valores liquidados fueron identificados para cada programa. Para 2006 y 2007, fueron pesquisadas las adquisiciones de anti-retrovirales. Con relación a los medicamentos del Programa de Dispensación en Carácter Excepcional, se confrontaron los datos de la acción presupuestaria con aquellos disponibles en el Sistema Único de Salud. Los valores obtenidos fueron deflacionados aplicándose el Índice de Precios al Consumidor Amplio. Fue efectuado el análisis exploratorio de los datos. RESULTADOS: El gasto en 2007 fue 3,2 veces el de 2002 y la participación del gasto con medicamentos en el gasto total aumentó de 5,4% en 2002 a 10,7% en 2007. El gasto con los medicamentos de la atención básica tuvo aumento de 75% y con medicamentos de los programas estratégicos, de 124%. En caso de los anti-retrovirales el aumento fue de aproximadamente 6%...

Ações judiciais: estratégia da indústria farmacêutica para introdução de novos medicamentos; Acciones judiciales: estrategia de la industria farmacéutica para introducción de nuevos medicamentos; Legal suits: pharmaceutical industry strategies to introduce new drugs in the Brazilian public healthcare system

Chieffi, Ana Luiza; Barata, Rita de Cássia Barradas
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/06/2010 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
35.97%
OBJETIVO: Analisar a concentração na distribuição dos processos judiciais segundo medicamento (fabricante), médico prescritor e advogado impetrante da ação. MÉTODOS: Estudo descritivo que analisou processos judiciais cadastrados em sistema de controle judicial do Estado de São Paulo, em 2006, gastos realizados com o atendimento às ações judiciais e gastos totais de medicamentos. RESULTADOS: Em 2006, foram gastos 65 milhões de reais pelo estado de São Paulo com o cumprimento das decisões judiciais para atender a cerca de 3.600 pessoas. O gasto total em medicamentos foi de 1,2 bilhão de reais. No período estudado foram analisadas 2.927 ações, que foram ajuizadas por 565 agentes, dos quais 549 eram advogados particulares (97,2% do total de agentes). Os medicamentos solicitados nas demandas judiciais analisadas foram prescritos por 878 médicos diferentes. Ao analisar o número de ações ajuizadas por advogado, observa-se que 35% das ações foram apresentadas por 1% dos advogados. CONCLUSÕES: Os dados das ações com os medicamentos classificados pelo seu fabricante mostram que poucos advogados são responsáveis pela maioria das demandas judiciais desses medicamentos. A observação de que mais de 70% das ações ajuizadas para certos medicamentos são de responsabilidade de um advogado pode sugerir uma relação estreita entre o advogado e o fabricante do medicamento.; OBJETIVO: Analizar la concentración en la distribución de los procesos judiciales según medicamento (fabricante)...

Uso de medicamentos por pessoas com deficiências em áreas do estado de São Paulo; Uso de medicamentos por personas con deficiencias en áreas del Estado de Sao Paulo, Sureste de Brasil; Use of medicines by persons with disabilities in São Paulo state areas, Southeastern Brazil

Castro, Shamyr Sulyvan; Pelicioni, Americo Focesi; Cesar, Chester Luiz Galvão; Carandina, Luana; Barros, Marilisa Berti de Azevedo; Alves, Maria Cecilia Goi Porto; Goldbaum, Moisés
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/08/2010 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
35.97%
OBJETIVO: Analisar o consumo de medicamentos e os principais grupos terapêuticos consumidos por pessoas com deficiências físicas, auditivas ou visuais. MÉTODOS: Estudo transversal em que foram analisados dados do Inquérito Multicêntrico de Saúde no Estado de São Paulo (ISA-SP) em 2002 e do Inquérito de Saúde no Município de São Paulo (ISA-Capital), realizado em 2003. Os entrevistados que referiram deficiências foram estudados segundo as variáveis que compõem o banco de dados: área, sexo, renda, faixa etária, raça, consumo de medicamentos e tipos de medicamentos consumidos. RESULTADOS: A percentagem de consumo entre as pessoas com deficiência foi de: 62,8% entre os visuais; 60,2% entre os auditivos e 70,1% entre os físicos. As pessoas com deficiência física consumiram 20% mais medicamentos que os não-deficientes. Entre as pessoas com deficiência visual, os medicamentos mais consumidos foram os diuréticos, agentes do sistema renina-angiotensina e analgésicos. Pessoas com deficiência auditiva utilizaram mais analgésicos e agentes do sistema renina-angiotensina. Entre indivíduos com deficiência física, analgésicos, antitrombóticos e agentes do sistema renina-angiotensina foram os medicamentos mais consumidos. CONCLUSÕES: Houve maior consumo de medicamentos entre as pessoas com deficiências quando comparados com os não-deficientes...

Falsificação de medicamentos no Brasil; Falsificación de medicamentos en Brasil; Counterfeiting of drugs in Brazil

Ames, Joseane; Souza, Daniele Zago
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/02/2012 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
35.97%
OBJETIVO: Identificar os principais medicamentos falsificados apreendidos pela Polícia Federal brasileira e os estados em que houve a apreensão. MÉTODOS: Estudo retrospectivo descritivo dos laudos periciais elaborados por Peritos Criminais da Polícia Federal sobre medicamentos contrafeitos entre janeiro de 2007 e setembro de 2010. RESULTADOS: Os medicamentos com maior número de apreensões foram inibidores seletivos da fosfodiesterase 5, utilizados para tratar a disfunção erétil masculina (Cialis® e Viagra®, em média 66%), seguidos por esteróides anabolizantes (Durateston® e Hemogenin®, 8,9% e 5,7%, respectivamente). A maior parte dos medicamentos falsos foi apreendida nos estados do Paraná, São Paulo e Santa Catarina, com incremento superior a 200% no número de medicamentos inautênticos encaminhados à perícia no período. Houve aumento nas apreensões de medicamentos contrabandeados arrecadados em conjunto com os falsos; 67% das apreensões incluíram no mínimo um medicamento contrabandeado. CONCLUSÕES: A falsificação de medicamentos é um grave problema de saúde pública. A identificação das classes de medicamentos falsos no País e os principais estados brasileiros com essa problemática podem facilitar ações futuras de prevenção e repressão pelos órgãos brasileiros responsáveis.; OBJETIVO: Identificar los principales medicamentos falsificados incautados por la Policía Federal Brasileña y los estados donde hubo incautación. MÉTODOS: Estudio retrospectivo descriptivo de los laudos periciales elaborados por Peritos Criminales de la Policía Federal brasileña sobre medicamentos falsos entre enero de 2007 y septiembre de 2010. RESULTADOS: Los medicamentos con mayor número de incautaciones fueron los inhibidores selectivos de la fosfodiesterasa 5...

Judicialização do acesso a medicamentos no Estado de Minas Gerais, Brasil; Judicialización del acceso a medicamentos en el Estado de Minas Gerais, Sureste de Brasil; Judicialization of access to medicines in Minas Gerais state, Southeastern Brazil

Machado, Marina Amaral de Ávila; Acurcio, Francisco de Assis; Brandão, Cristina Mariano Ruas; Faleiros, Daniel Resende; Guerra Jr, Augusto Afonso; Cherchiglia, Mariângela Leal; Andrade, Eli Iola Gurgel
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/06/2011 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
35.98%
OBJETIVO: Analisar o perfil dos requerentes e dos medicamentos pleiteados em ações judiciais. MÉTODOS: Estudo descritivo sobre 827 processos judiciais com 1.777 pedidos de medicamentos de 2005 a 2006 no Estado de Minas Gerais. Avaliaram-se os tipos de atendimento no sistema de saúde e a representação dos autores junto ao Poder Judiciário. Os medicamentos foram descritos segundo registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária, essencialidade, inclusão programática no Sistema Único de Saúde e evidências de eficácia. RESULTADOS: Mais de 70% dos autores foram atendidos no sistema privado de saúde e 60,3% foram representados por advogados particulares. O diagnóstico mais freqüente foi o de artrite reumatóide (23,1%) e os imunossupressores foram os medicamentos mais solicitados (principalmente adalimumabe e etanercepte). Aproximadamente 5% dos medicamentos pleiteados não eram registrados na Agência, 19,6% estavam presentes na Relação Nacional de Medicamentos Essenciais, 24,3% compunham o Programa de Medicamentos de Alto Custo e 53,9% apresentavam evidência consistente de eficácia. Dentre os medicamentos não disponíveis no sistema público, 79,0% apresentavam alternativa terapêutica nos programas de assistência farmacêutica. CONCLUSÕES: O fenômeno da judicialização na saúde pode indicar falhas do sistema público de saúde...

Análise técnica para a tomada de decisão do fornecimento de medicamentos pela via judicial; Análisis técnico para la toma de decisiones de abastecimiento de medicamentos por la vía judicial; A technical analysis of medicines request-related decision making in Brazilian courts

Macedo, Eloisa Israel de; Lopes, Luciane Cruz; Barberato-Filho, Silvio
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/08/2011 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
35.98%
OBJETIVO: Analisar a solicitação judicial de medicamentos previstos nos componentes da assistência farmacêutica no Sistema Único de Saúde. MÉTODOS: Foram analisados 81 processos judiciais para fornecimento de medicamentos no Estado de São Paulo, entre 2005 e 2009. As informações dos processos foram obtidas do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. Portarias que regulamentam a assistência farmacêutica foram consultadas para identificar a solicitação judicial de medicamentos incorporados pelo Sistema Único de Saúde. Para análise do nível de evidência dos medicamentos nas indicações clínicas referidas, foi consultada a base de dados Thomson Micromedex®. RESULTADOS: O número de medicamentos solicitados em cada processo variou entre um e sete itens, nos quais foram identificados 77 fármacos diferentes. Dos medicamentos solicitados, 14,3% deveriam estar disponíveis na atenção básica do Sistema Único de Saúde, 19,5% no componente de medicamentos de dispensação excepcional e 66,2% não pertenciam a nenhuma lista oficial. Medicamentos do componente de dispensação excepcional apresentaram melhor evidência clínica quando indicados no tratamento de doenças cobertas pelos Protocolos Clínicos e Diretrizes Terapêuticas do Ministério da Saúde. CONCLUSÕES: A via judicial tem sido utilizada para garantir o acesso a medicamentos cujo fornecimento está previsto no Sistema Único de Saúde e para solicitar aqueles não incorporados por ele. A avaliação do nível de evidência reforça a necessidade de análise técnica para a tomada de decisão do fornecimento de medicamentos pela via judicial.; OBJETIVO: Analizar la solicitud judicial de medicamentos previstos en los componentes de la asistencia farmacéutica en el Sistema Único de Salud. MÉTODOS: Se analizaron 81 procesos judiciales para abastecimiento de medicamentos en el Estado de Sao Paulo...